Home Sistema de Armas França vai comprar 260 mísseis Javelin dos EUA

França vai comprar 260 mísseis Javelin dos EUA

258
28

O ministro da defesa da França Hervé Morin disse no dia 22 que o comitê de investimento ministerial decidiu comprar um lote de 260 mísseis Javelin e 76 lançadores do governo dos EUA, através do Programa Foreign Military Sales (FMS), por US$ 70 milhões.

O anúncio pôs fim à competição intensa entre a Rafael de Israel e as autoridades dos EUA para o fornecimento desse tipo de armamento, cujo lote inicial é pequeno, mas deve pavimentar o caminho para uma encomenda maior no futuro.

28
Deixe um comentário

avatar
28 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Luiz Henrique_SociólogoLatinolatinoAndréezeca Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bosco
Visitante
Bosco

Essa pra mim é novidade. Não tinha nem idéia que os franceses cogitavam de receber esse míssil.

Bosco
Visitante
Bosco

Esse míssil irá se somar aos Standard SM-1 e as bombas GBU-12, os dois de origem americana.

Vassili
Visitante
Vassili

Uma perspectiva do poder do Javelin sobre os tanques mais antigos. O T-55 ficou em pedaços, igualzinho os tripulantes dele, em caso do atque ser em um conflito real.

Os nossos M-60 e Leopard 1 tb não ficariam diferentes após serem atingidos por um Javelin.

Nosso MSS-1.2 é bem menos efetivo, pois sua trajetória é reta, e impacta onde a blindagem é superior, ou seja, frente e laterais. O javelin sobe para poder impactar diretamente contra a parte de cima da torre, onde a blindagem é bem menos reforçada.

abraços.

Jacubão
Visitante

Cruz credo…

Piramboia
Visitante
Piramboia

Cacildes, kd o tanque??????
Brrrrrr!!!!

Fuzila
Visitante
Fuzila

Não fazia idéia que o Javelin e sua trajetória vertical tivesse tamanho poder de destruição!

Não sobrou quase nada no final do vídeo …

Barracuda Mocambicana
Visitante
Barracuda Mocambicana

A pergunta qual blindado e capaz de resistir a um brinquedo desses.

Barracuda Mocambicana
Visitante
Barracuda Mocambicana
Bosco
Visitante
Bosco

Eu acho que essa grande explosão se deve a explosão secundária do armamento e combustível a bordo do tanque. A explosão da “pequena” carga oca dupla do Javelin não teria força para explodir o tanque dessa maneira e nem precisa para ser efetiva. A cabeça de combate do Javelin lança um fino jato de cobre em alta velocidade sobre a blindagem do tanque que faz o serviço de modo mais discreto. Nitidamente a explosão ocorreu de dentro pra fora e o míssil explodi do lado de fora e como os gases resultantes da mesma não está confinado, não tem poder… Read more »

Ivan
Visitante
Ivan

Sempre uma aula…
Obridado Prof. Bosco.
Grato,
Ivan.

Will17
Visitante
Will17

Putz!!! não sobra nada do bicho!

Marine
Membro

Bosco,

Perfeita sua analise. Como voce mesmo citou nao e necessario uma enorme explosao para neutralizar o veiculo blindado. Basta-se “apenas” o jato de cobre quente em alta velocidade que sem sombra de duvida aniquilara a tripulacao e sistemas internos do veiculo assim rendendo-o fora de combate.

Semper Fidelis!

Barracuda Mocambicana
Visitante
Barracuda Mocambicana

Bosco em 26 fev, 2010 às 9:43

bons olhos e otima analise, nao tinha nota isso, e sinseramente fiquei impressionado por aquela explosao que destrocou o tanque daquela forma.

vlw

Francoorp
Visitante
Francoorp

Este mesmo sistema de funcionamento existia já na WWII com o Panzerfaust, o lançamento da testa oca com o cobre dentro, expolodia e lançava o jato de cobre dentro do carro, fazendo explodir toda a munição e o combustivél dentro do veicúlo. A URSS perdeu milhares e milhares de T-34 graças a esta arma, mas tinha ainda outras dezenas de milhares de T-34 novos fabricados. A diferença entre os dois é que aqui usa-se um missíl para obter o mesmo resultado, podendo ser disparado de uma distânçia maior, ao contrário do Panzerfaust que era de poucos dezenas de metros, 20-30mts… Read more »

Francoorp
Visitante
Francoorp
barracuda mocambicana
Visitante
barracuda mocambicana

Francoorp em 26 fev, 2010 às 11:44

Psquisando sobre o que vc falou achei esse link, na apgina 5 começa algun informativos etc… (meio fora do topico mas tem haver com o que bosco e o francoorp falaram)

http://www.esmb.ensino.eb.br/portalmnt/informatbel/informatbel03.pdf

Francoorp
Visitante
Francoorp

barracuda mocambicana em 26 fev, 2010 às 15:21

Gostei deste livro do EB. É umpouco curto e pouco detalhado, mas é uma boa fonte de informação.

Para saber mais sobre o Panzerfaust, basta digitar no Google.

Viu o que virou o T-34 da foto, ficou igual ao T-72 depois da visita do Javelin!!!

Valeu!

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Existe um pps titulado T-72,e mostra o efeito apos a explosão
do mesmo,e o tanque se despedaça totalmente ,dizem que este T-72
tem varios tanques de combustivel no chassis para otimizar espaços,
ao inves de um,ou dois grandes,dai a explosão devastadora..
Este video é o mesmo do pps,so que um e antes da explosão.
Talvez na epoca do T-72 os misseis top atack estavam começando.

ezeca
Visitante

o Urutu resistiria a quantos Javelin ?

sendo assim o homem ainda e a melhor infantri.

ezeca
Visitante

correção
o Urutu resistiria a quantos Javelin ?

sendo assim o homem ainda e a melhor infantaria?

Bosco
Visitante
Bosco

Ezeca, o futuro da proteção blindada está na blindagem ativa. Já hoje muitos veículos de combate usam um sistema de blindagem que detecta a aproximação de um míssil, foguete ou projétil de canhão e lança sobre ele um “dispositivo” que o intercepta a poucos metros do veículo. Ainda existe espaço para um Urutu e equivalentes, mas eles têm que se adaptar. Primeiro, devem compensar suas reduzidas blindagens com uma excelente mobilidade. Segundo, devem ser o mais discreto possível. Terceiro, devem contar com sistemas que lhe proporcionem um alto nível de consciência situacional (sensores próprios e ligado a sensores externos via… Read more »

Barracuda Mocambicana
Visitante
Barracuda Mocambicana

Bosco em 28 fev, 2010 às 22:44

e mestre bosco marca mais uma, o homem é uma escola ambulante.

André
Visitante
André

O Brasil nunca teve interesse no Javelin????

latino
Visitante

Essa arma foi usada no IRAQUE ?

Andre
Visitante
Andre

o EB não tem interesse nesse míssil???

Bosco
Visitante
Bosco

Latino, essa arma tem sido muito usada no Iraque. Apesar de ser um míssil especificamente anti-tanque (alvo quente, móvel e blindado) ele tem se mostrado eficiente contra alvos fixos e com baixo contraste térmico, típicos da guerra urbana, oferecendo alta precisão e baixo dano colateral. Há um programa (Javelin Block I) que não sei em que pé está, que propõe aumentar o alcance, melhorar o sistema de orientação e a ogiva, o que traria uma performance melhor quando usado em operações urbanas e mesmo contra tanques. Só de curiosidade as forças armadas americanas desenvolvem um míssil chamado Spike (não é… Read more »

Latino
Visitante
Latino

Obrigado BOSCO

sobre esse Tow BB (Bunker Buster) vou dar uma pesquisada .

valeu

Luiz Henrique_Sociólogo
Visitante
Luiz Henrique_Sociólogo

Há um blindado com tecnologia suficiente para resistir a um ataque com tal míssil, o Abrams do Exército estadunidense. Sua blindagem é imune a esse dispositivo portátil.