sexta-feira, julho 30, 2021

Saab RBS 70NG

Exército testa VANT nacional em manobra militar

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Luis Kawaguti

Três anos após experiências de uso de aeronaves não tripuladas na missão de paz no Haiti, o Exército fez ontem o primeiro teste em larga escala de seu Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado), em uma missão simulada de defesa do território nacional.

Ele é um avião de controle remoto usado para reconhecer terreno e identificar alvos para armas de artilharia, segundo o major Ademir Rodrigues Pereira, do CTEx (Centro Tecnológico do Exército).

Ontem três Vants simularam este trabalho no Exercício Agulhas Negras, a maior manobra realizada pelo Exército no Sudeste em 2010. Nela, 4.500 militares simularam a defesa da região contra um hipotético exército de invasão estrangeiro.

Diferente da Polícia Federal, que comprou um Vant produzido em Israel para patrulhamento de fronteiras, o avião do Exército foi desenvolvido no Brasil.

O primeiro projeto começou em 2004 e foi coordenado pelo Ministério da Defesa.

Mas, no início de 2007, o Vant ainda não estava pronto para missões reais.

Por isso, as tropas brasileiras da ONU adaptaram câmeras de vídeo em aeromodelos para sobrevoar a favela de Citè Soleil – que abrigava o último grupo rebelde do Haiti.

Os aviões fizeram dezenas de missões de identificação de atiradores, barricadas e fossos antitanque.

“Eles tinham também um compartimento acionado por controle remoto que usávamos para jogar panfletos de propaganda que davam avisos e explicavam para a população o trabalho da ONU”, disse o coronel da reserva Cláudio Barroso Magno, que comandou do batalhão brasileiro da ONU no Haiti.

Esses aviões “artesanais” não possuíam grande autonomia de voo ou sistemas de GPS e de piloto automático.

“Não eram aviões operacionais militares. Nós os usávamos para obter um resultado psicológico, para eles [rebeldes e criminosos] saberem que os estávamos observando”, disse o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, comandante da Segunda Região Militar.

Segundo ele, a primeira geração do Vant desenvolvida pelo Exército ficou pronta ainda em 2007 e exemplares chegaram a ser usados em testes no Rio Grande do Sul e também no Haiti -porém, quando não havia mais grandes combates no país.

VT-15

Já a nova geração do Vant, batizada de VT-15 e usada ontem, começou a ser desenvolvida em 2008 pelo CTEx com a empresa ACS.

“Há uma variedade muito grande de Vants no mercado internacional, é possível comprar, mas também nos interessa o desenvolvimento tecnológico, para que não haja dependência”, disse o general Santos Cruz.

O desempenho do Vant na missão será avaliado. Se o resultado for bom, o Exército pode começar a produzi-lo em escala.

FONTE/FOTO: Folha de São Paulo,via Notimp/ EB

- Advertisement -

17 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

O problema da FAB com a PF é mais complexo.. A PF comprou um UAV estratégico, de alta altitude e quer voar fora das aerovias, sem plano de vôo e para complicar o envelope de vôo deste aparelho está na área chamada pelo ATC de espaço aéreo superior. Para vocês terem uma idéia o espaço aéreo superior é acima do FL245 = 24.501ft = 7468m até o espaço sideral 😀 😀 . O teto máximo do Heron é semelhante ao de um grande avião comercial ou seja vão voar todos juntos e na hora que der m.. vão culpar o… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

Putz..

agora que eu vi que coloquei no tópico errado.

Era para colocar no outro do VANT do EB.

Se quiserem transferir não tem problema algum.

Ernesto Batista
Ernesto Batista
10 anos atrás

Finalmente vamos começar a produzir alguma coisa… Esta discussão é a mesma do nosso programa espacial: Muitos se perguntam porque queremos desenvolver se podemos comprar… E a resposta é desenvolver para não ficar na dependência.
O problema é que este tipo de tecnologia ninguém vende ou transfere. Ou seja, tem que desenvolver sozinho. E para desenvolver, tem que começar por algum lugar, mesmo que seja por uma aeromodelo com câmaras, como no Haiti.
Como diz a música: Tofdos juntos vamos/Pra frente Brasil…

o patriota
o patriota
10 anos atrás

analisando o tipo de terreno que temos no Brasil,para uma boa utilização das nossas tropas do EB na Amazonia,acredito que poderiam desenvolver uma variante do VANT,uma variante para pousos e decolagens em lagoas e rios,pq sabemos que não se pode a todo momento construir pistas no meio da selva para missões com o VANT,bom isso é apenas uma leitura de uma eventual situação de um leigo que sou,se eu estiver falando algo de errado então desculpem-me!!

Bruno
Bruno
10 anos atrás

Primeiro VANT brasileiro.Tomara que se mostre muito bom.

Ivo
Ivo
10 anos atrás

o patriota disse:
8 de novembro de 2010 às 10:32

Pode ser uma boa sim,ninguém tinha falado nisso ainda…o negócio é saber se a idéia é praticável,por que eu ainda não vi isso em canto algum,nem aeromodelos pousando na água.Mas que a idéia pode ser considerada,eu acho que sim =].

Bom ver que teremos Vant’s nacionais.Não acho necessário comprar,nesse porte não pelo menos,por que são relativamente fáceis de se fazer.Pra um Vant grande,tipo o Heron,acho que um consórcio com a Embraer poderia render bons frutos.

Fabio ASC
Fabio ASC
10 anos atrás

Quais as especificações deste VANT?

Danilo
Danilo
10 anos atrás

Parabéns pela finalização dos projetos e que muitas melhorias venham para este vant ´´ quem sabe um predator à brasileira ´´ parabens ao Comando do exercito !.

Saudações,

marujo
marujo
10 anos atrás

Este Van é o Acauã?

Joao
Joao
10 anos atrás

a marinha tem vants de vigilancia que sao lançados com a mao… e acho q o exercito ja usa algo parecido. esse é mais apropriados para pequenas missoes, com soldados a pé.
No caso desse ai, deve ser transportado em algum veiculo, assim acho q pode usar a mesma via. O certo é adaptar para pousos e decolagens em pistas de terra…

Bueno
Bueno
10 anos atrás

Quem tem noticias sobre o VANT da Avibrás, “Falcão” ? que foi apresentado na LAAD 2010. ou este VANT que esta sendo testado pelo EB e uma variante dele?

Wyllian
Wyllian
10 anos atrás

Fiz uma visita pela minha universidade ano passado ao CAvEx em Taubaté, e bem neste dia eles estavam fazendo os primeiros testes de solo dele. Tive a oportunidade de ver todos os componentes eletrônicos já instalados, e conversei com os criadores a respeito do projeto e tudo o mais. Muito interessante, e acho que é esse o caminho a ser seguido, desenvolver tudo aqui no Brasil, utilizando todo o nosso potêncial, que hoje é um dos maiores do mundo, tanto na parte de engenharia, quanto na parte de construção.

Wellington Góes
10 anos atrás

Isso não é um VANT, isso é um aeromodelo, infelizmente.

Até mais!!!

Joselito
Joselito
10 anos atrás

Segundo um amigo meu, o Falcão da Avibras está indo bem. Como é um produto novo, a empresa está trabalhando muito, segundo ele rodando 3 turnos para finalizarem o projeto. A expectativa é para que 2011 ele voe. Vamos esperar e torcer, pois o Brasil merece e muito!

Mauricio R.
Mauricio R.
10 anos atrás

“…para uma boa utilização das nossas tropas do EB na Amazonia,acredito…”

A COMARA já resolveu esse problema, construiram um monte de pistas de pouso.

“…ou este VANT que esta sendo testado pelo EB e uma variante dele?”

“At the end of May 2010, Flight Solutions (FS) successfully completed the flight testing campaign of the VT15 UAV Development Program – a Brazilian Army contract signed with the aim of starting the development of its family of Tactical Unmanned Aircraft Systems.”

(http://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&cd=7&ved=0CEEQFjAG&url=http%3A%2F%2Fwww.epicos.com%2FPortal%2FMain%2FHome%2FPages%2FItemDetails.aspx%3FwIaopCxX2Y9a9BQr6MkcNrHJc2%252B%252Fei6v%252FUyryFHCDwuvZkqljFtC6XpVSwGpHIDB&ei=aprYTKH6FYWglAeb3rDwCA&usg=AFQjCNH2LGldqAHuChTGItUNjTxX1dNY9w)

A UNICA “competência” da Avibrás, é se encostar no governo federal.

dod
dod
10 anos atrás

o ki e isso

Bueno
Bueno
10 anos atrás

Joselito, valeu!! otima noticia.

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -