Home Defesa Temer próximo Ministro da Defesa?

Temer próximo Ministro da Defesa?

103
40

Por Rosângela Bittar

Especialista em negociar divisões de poder e nomeações, além de exímio na arte de ficar com a melhor parte, o deputado Michel Temer, vice-presidente eleito, presidente do PMDB e presidente da Câmara, dono da voz do partido como integrante da equipe de transição de governo, está em campanha para ficar também, de forma cumulativa, com o Ministério da Defesa.

Essa informação tem saído da cúpula do partido, desde o fim de semana passado, para a imprensa e interlocutores da presidente eleita, Dilma Rousseff. Temer não a desautorizou.

O PMDB não gosta muito da solução. Por sinal, o partido queria tirar o Ministério da Defesa de Nelson Jobim. Não para dar o posto a alguém, mas para retirá-lo da relação de seus representantes.

Segundo a argumentação dos amigos de Temer, ao revelar seus propósitos, a Vice-Presidência é tediosa e tem poucos instrumentos de ação política direta. Acham que ele desempenharia satisfeito o conjunto de atribuições de Ulysses Guimaraes e José Alencar somados.

Ulysses foi presidente do PMDB, da Câmara e da Constituinte ao mesmo tempo, e Alencar foi, num período do governo Lula, vice-presidente e ministro da Defesa.

Foi um desastre, o vice de Lula não foi bem na Defesa e não conseguiu construir um projeto de Vice-Presidência para si.

As forças militares não se adaptaram ao modelo de ter alguém indemissível a
chefiá-los.

O vice-presidente é politicamente muito demandado por deputados e senadores que não conseguem chegar ao presidente. Alencar passava rápido no Ministério da Defesa, assinava uns papéis e ia para a Vice-Presidência atender políticos.

Os militares reclamavam, os ministérios que têm interfaces, como Ciência e Tecnologia e Relações Exteriores, queixavam-se da ausência do ministro da
Defesa, e a insatisfação era generalizada.

Embora discordando porque teme ver o Ministério da Defesa incluído na sua cota, o partido vocaliza o desejo de Temer. Coincidem essas manifestações do PMDB com a divulgação insistente, no Congresso e nas proximidades da equipe de transição, da iminente mudança de posto de Nelson Jobim.

Estaria de saída da Defesa para o Itamaraty não apenas pelo lobby contra ele das empresas que se engalfinham pela licitação dos caças, um longevo litígio.

Jobim seria cota do presidente Lula e não do partido, Jobim seria ligado aos adversários de Dilma e ficaria no posto mesmo se o PT perdesse a eleição, o governo não precisa mais dele como equilíbrio dos votos no Supremo Tribunal Federal porque já tem a maioria dos ministros que alí atuam, enfim, uma infinidade de razões para defenestrar o ministro e abrir a vaga para Temer.

É um serviço que os líderes prestam ao seu presidente, mas o que o PMDB gostaria mesmo é trocar a Defesa por um ministério de maior densidade política para dar a um deputado ou senador com mandato.

Jobim está na mesma situação de Henrique Meirelles, com quem o PMDB fez um acordo para ele desistir de brigar pela Vice-Presidência na chapa de Dilma. Prometeram incluí-lo em primeiro lugar na indicação para um ministério de grande visibilidade política para ser candidato a presidente, como gostaria.

Agora, o partido o renega e sugere que não é seu representante, que o governo deve deportá-lo para ser embaixador do Brasil em Washington.

O partido quer os seus ministérios e os cargos em estatais para deputados e senadores.

É a ditadura das bancadas. Nem bem refeita do aprendizado intensivo da campanha eleitoral, a presidente eleita, Dilma Rousseff, terá, neste mês e meio que a separa da posse, a dificuldade extrema da montagem do seu esquema tático de governo com esta aliança de tantos partidos na qual se destacam, em matéria de criar problemas, dois deles.

Além do PMDB, as demandas do PSB, que cresceu muito nas eleições e quer
correspondente consideração da chefe do governo.

O partido presidido e liderado por Eduardo Campos, governador de Pernambuco, que elegeu cinco governadores e uma grande bancada, quer ampliar sua força no Executivo, hoje restrita ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

O ministro Sergio Rezende não quer ficar mais, é um cientista que
deseja voltar às suas tarefas acadêmicas, e o partido pretende trocar esta área por outras de maior significado político.

Tanto para o PMDB como para o PSB, os ministérios dos Transportes, com seus milhões do Dnit para tapar buracos, e das Cidades, com suas incríveis emendas para saneamento e habitação, seriam adequados aos novos projetos. Mas a coordenação política do governo não vê como tirar esses paraísos das mãos do PR e do PP, respectivamente.

Gabriel Chalita, eleito deputado, ensaia ser um problema para o PSB, já reivindica o Ministério da Educação, mas, a rigor, isto ainda não se constituiu em problema real tal o absurdo do pleito para quem acabou de ingressar na legenda.

Ciro Gomes, porém, é outra história. Acusa Lula de ter prejudicado sua
carreira com a transferência de domicílio eleitoral para São Paulo.

Não é liderado de Eduardo Campos nem seu líder, tem força suficiente para ser ou não ser ministro, se quiser.

Inclusive para Dilma evitar que fique solto e descompromissado com o governo, que faça alianças e acordos com Aécio Neves, promova projetos independentes com os governadores Cid Gomes (CE) e Renato Casagrande (ES), enfim, use e abuse de seu poder de fogo verbal. Deve receber um apelo irrecusável.

Se for convidado, como parece que será não dá para não imputar a escolha a uma das vagas do PSB, embora o comandante do partido, Eduardo Campos, assim não considere.

Então teria que haver outra vaga para o presidente do partido realmente indicar alguém que o representante.

Nesses dois partidos que adquiriram força com a eleição de 2010 estão as maiores dificuldades da presidente eleita.

O agravante é que estão divididos internamente.

Com o PT, até o momento, não surgiu dificuldade maior, fora a campanha do ex-deputado José Dirceu contra a nomeação de Antonio Palocci para um cargo na Presidência da República, mas o partido não está livre disso, há tempo.

Por enquanto contenta-se em ser o partido da presidente, ter a imensa
maioria dos melhores cargos e a certeza de que todas as correntes serão contempladas. Como ocorreu no governo Lula.

FONTE: Valor Econômico

40
Deixe um comentário

avatar
40 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
38 Comment authors
Vandré VianaBRASILFrancisco AMXLeandro RQRodrigo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
AURIVERDE
Visitante
AURIVERDE

…realmente o Brasil necessita urgentemente de uma reforma eleitoral – que a mídia e os politicos, incorretamente chamam de “reforma política” pelo simples fato de que esse país não é uma democracia, pois democracia pressupõe representatividade e proporcionalidade, e isso nós cá não temos. Temos sim, liberdade política e eleições livres, mas isso não é democracia, pois não é nem representativa nem proporcional. …dito isso, e aplicado ao Sr. Michel Temer, constata-se que ele, Presidente da Câmara dos Deputados – casa que deveria representar o povo – não teve votos próprios e suficientes para se eleger sequer deputado, sendo conduzido… Read more »

Darkman
Visitante
Darkman

Não seria um bom nome.
Aldo Rabelo e Mangabeira Unger seria o ideal com vantagem para o Unger.

Abs.

Invincible
Visitante
Invincible

Santo Deus!

Ele vai colocar as FA literalmente no Lixo.

O sobre nome dele ja diz tudo TEMER…

Ta cada vez pior!

Marco antonio Lins
Visitante

Srs

Não é uma pessoa qualificada para este cargo. Acho melhor manter o NJ! Caso contrario o Mangabeira Unger seria um bom nome ou mesmo Aldo Rabelo.O amigo acima estar certo!…

M1
Visitante
M1

Mangabeira Unger

Freire
Visitante
Freire

Só falta ressucitar o “General” Lamarca e por lá,se houvesse um jeito a Petralha faria isso, rsss

Brasil

Joel
Visitante
Joel

Terão que criar uns 200 ministerios para satsifazer os “aliados”.
A cada 4 anos muda tudo, e olha que quem ganhou a disputa presidencial era a candidata do governo…

Giordani RS
Visitante

O excelentíssimo Sr. Deputado Federal Tiririca já disse: “Pior que tá, não fica!”

Falken666
Visitante
Falken666

Aquele do “Lobby Elegante”? Já sabemos no que isso vai dar né?

Havam
Visitante
Havam

Srs.

Isso esta ficando ridiculo.
Temer na defesa, se e assim coloca logo o Tiririca.
Isso e ridiculo!
Unger pode ser um bom ministro, mas acho que chegamos ao ponto de entendimento e amadurecimento democratico em que podemos devolver o Ministerio da Defesa a quem lhe e de direito. Aos militares

Cláudio
Visitante
Cláudio

A Dilma tem que deixar como está até meados de “março”, após o ânimos acalmarem Ela deve ao poucos ir mudando as peças.

A Presidente Eleita Não Deve Se Esquecer Que o Povo Votou Pela Continuidade do Atual Modelo, Portante Deve Continuar Nelsom Jobim..

Galileu
Visitante
Galileu

Bom seria o Sarney ahahahahahah

Ow loco meu brincadeira ahahahha

Poxa o Mangabeira seria uma grande escolha, o cara tem muito conhecimento!!

Magnum44BR
Visitante
Magnum44BR

…Tirando a suposta economia em salários aos cofres públicos pelo acúmulo dos cargos, considero a indicação do “excelentíssimo” vice-presidente extremamente “TEMERária” … hehehehe 😉 … Vixi, a leitura dessa matéria até me provocou náuseas … 🙁

RatusNatus
Visitante
RatusNatus

Mangabeira não pode e não quer ser ministro da defesa.
Ele esta preocupado com a aposentadoria.
Achem outro nome.

@wagner
Visitante
@wagner

Vai que o TEMER manda fazer o Osorio II…

🙂

Bruno Holtz
Visitante
Bruno Holtz

O mordomo de filme de terror? É definitivamente o fim…

Soldier
Visitante
Soldier

Meu Deus. Salve as nossas FA’s dessa corja de bandidos! Precisamos de alguém atuanto no MD e não esse vampiro! O que esse cara quer é mais um cabide de emprego. Deveria haver também não só uma refórma político/eleitoral nesse país más também uma reforma administrativa. 1 – Eleitos não deveriam deixar o cargo a que se candidataram para ocupar qualquer outro cargo. Isso só serve para acomodar a carreira do suplente. 2 – Vice-Presidente é Vice-Presidente e ponto. 3 – No âmbito das FA e na END deveria ser priorizado que o Ministro desta pasta deveria ter conhecimento e… Read more »

Berti
Visitante
Berti

Eu continuo votando no General Heleno

Sds

ALDO GHISOLFI
Visitante
ALDO GHISOLFI

MANGABEIRA UNGER. Oxalá seja ele o MD!

Só para constar: quando o mediador apagar / apagar as opiniões políticas nos diversos posts, precisará se lembrar deste artigo postado por ele mesmo, eminentemente político. Aliás, com o que concordo.

Darkman
Visitante
Darkman

Não acredito no Temer no MD.

Abs.

Wellington Góes
Visitante

Cruz crédo!!!

adeildo
Visitante
adeildo

O que o Sr. Michel Temer, entende do Ministerio da Defesa. Este Sr. já vai ocupar o 2º cargo mais importante da Republica e ainda há a possibilidade de não dá conta, imaginem assumindo o MD. É melhor deixar como esta pois este nós conhecemos ou pensamos conhecer (Nelson Jobim).

AGILIZADOR
Visitante
AGILIZADOR

Dilma, os eleitores votaram em vc pois queriam continuidade do que estava bom no governo LULA, então, nao nos decepcione e mantenha esse grande homem que é o Nelsom Jobim.
Esse Temer seria um fiasco.
Mas, acredito que nunca teremos Temer no MD; Que DEUS nos abençoe pois a OTAN está chegando para levar o nosso querido PRÉ-SAL.

adeildo
Visitante
adeildo

Independete de questoes partidarias, aqui no Brasil, quem teria condiçoes de assumir o MD. Alguem pode responder?

Sagran Carvalho
Visitante
Sagran Carvalho

Pessoal,
não imaginava que o que esta ruim pudesse ficar pior!!!!
Isto é um absurdo!!!!
Nada mais a declarar.

Antero
Visitante
Antero

O PT conseguiu fazer com que o Supremo Tribunal Federal passasse a ser um tribunal político e não um tribunal de justiça. O PT consegui destruir a justiça no Brasil, a justiça que eles tanto diziam que não existia antes de eles assumirem o poder. Agora, após 8 anos de desgoverno PT, foi prorrogado por mais 4, que totalizará 12, o que fará o desastre ser bem maior. O Supremo Tribunal Federal sempre foi polêmico em suas decisões mais importantes, mas tentava agir com justiça, mas gora o egrégio tribunal não possui mais juízes de justiça e sim pelegos do… Read more »

GMC
Visitante
GMC

Off-topic, mas acredito que de interesse dos colegas
“Jovens atacam capacetes azuis brasileiros no Haiti”
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/11/jovens-atacam-capacetes-azuis-brasileiros-em-porto-principe.html

Sds

The_mal_voltou
Visitante
The_mal_voltou

O que esperavam desse governo loteado?
Quem governa o país é o PMDB, e não o Pt.
Aliás, o título do post é bem acertado…
Acho que devemos temer o próximo MinDEf.

anticomunista
Visitante
anticomunista

Que modelo de continuidade o q? o povo votou nela ou pela bolsa-esmola ou por burrice.
De outro lado, ela não tem qualquer obrigação de manter a equipe do molusco. Será q esse vai querer mandar nela, para deixar algumas peças de sua equipe? Ou o molusco breve cairá no ostracimsmo.

falcon
Visitante
falcon

Entre o Temer e o Jobim prefiro o Jobim.

Vitor
Visitante
Vitor

Esse deputado é o mesmo que barrou a PEC 300 (aumento de salario para os policiais militares) o maximo que pode na camara. E na hora da votação votou a favor da PEC e correu pra ser o primeira da foto de aprovação.
Alguns tem memoria curta mas eu nao esqueci senhor deputado… So digo uma coisa. Tenho pena dos militares se ele for o Ministro da Defesa.

Carpegiani
Visitante
Carpegiani

Declarações muito inteligentes de Lula, que nunca devem ser esquecidas:

“E tem uma coisa muito importante: aqui (Cuba) a democracia existe de verdade, por que o povo tem ampla participação.”

“Conversei quase duas horas com o presidente Fidel Castro sobre a questão dos prisioneiros de Cuba. Mas um chefe de Estado não pode dar palpite na política de outro país.

”Sou amante da Revolução Cubana…”

“O regime cubano deveria servir de modelo para o Brasil.”

A-1
Visitante
A-1

O Brasil em descrédito total . . .
to ficando lunático, achando que so detonando uma bomba atômica em Brasilia resolveria grande parte do problema nosso. rsrs so nao pode ser véspera de feriado ou véspera de final de semana . . .
rsrs brincadeiras a parte a coisa ta ficando feia gente . . . abraco a todos

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

Para quem votou na Dirma:

O PT ganhou, mas que vai levar TUDO é o PMDB.

tell
Visitante
tell

Se essa nomeação acontecer acho que podemos enterrar de vez os projetos das nossas forças armadas.
Michel Temer não é a pessoa certa e preparada para tornar viável a END e creio que não conseguirá levantar os recursos necessários. Sua indicação me parece ser mais uma iniciativa do governo no sentido de esfriar as iniciativas do ministro Jobim.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

ahahahaah

PTzada, não adianta criticar o partido, foram vocês quem criaram esta aliança, não foi o PSDB quem impôs a vocês.

Venderam a alma pro capeta, um dia ele viria cobrar..

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Era só o que me faltava…

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Estavam reclamando do Jobim? agora tomem! ou Temerrrrrrr…. rsrsrsrs
Esse daí nem sabe a diferença entre as Forças!

Sds!

BRASIL
Visitante
BRASIL

Olha Dilma ñ disgrace o q ja ta ferrado , deixa o Nelson Jobim ai Temer so piorar ,a nossa defesa é muito ruim , pelo tamanho do pais nos precisamos de continuidade no q estavam fazendo , tomara q pelo menos tragam esse novo fuzil (IA 2) e vê se melhora ai, ta muito ruim a coisa, e ainda querem ir para o Libano, ñ tem condiçoes nem de madar dois navios com querem mandar tropas para la. VAMOS VÊ SE CRESCE BRASIL Ñ SO NA ECONOMIA MAS TBM NA DEFESA! VLW ABRAÇOS!!!!!!!!!!

Vandré Viana
Visitante
Vandré Viana

Conte Lopes para o MD já!