quarta-feira, outubro 20, 2021

Saab RBS 70NG

Reino Unido manteve 90 soldados trabalhando junto aos rebeldes líbios

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Noventa soldados britânicos foram envolvidos na operação da OTAN na Líbia, informou o secretário de Defesa Philip Hammond.

As tropas estavam entre 1.200 funcionários do Reino Unido enviados ao exterior como parte da Operação Ellamy, codinome utilizado pelo Ministério da Defesa para o conflito na Líbia.

Anteriormente, os ministros afirmaram que “um punhado” de oficiais do exército britânico seriam enviados para “avisar” comandantes rebeldes conspirando para derrubar o ditador líbio coronel Muammar Gaddafi, que foi morto na semana passada.

Hammond revelou os números após uma solicitação do Parlamentar do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

O secretário de Defesa disse que 350 marinheiros da Marinha Real e 700 aviadores da RAF foram enviados ao exterior como parte da Operação Ellamy.

Oficialmente, a contribuição britânica foi para atender à Resolução 1973 do Conselho de Segurança da ONU e envolveu Bombardeios a alvos militares, e disparo de mísseis de navios e submarinos a partir da costa da Líbia, bem como assessoria os líderes rebeldes.

Hammond disse que os números eram aproximados, acrescentando: “que o número de pessoal no exterior oscila em uma base diária por uma variedade de razões, incluindo ausência temporária para a evacuação de treinamento, por razões médicas, o rotação de forças”.

FONTE: British Forces Broadcasting Service

VEJA TAMBÉM:

 

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Colin Powell, líder militar e primeiro secretário de Estado negro dos EUA, morre após complicações da Covid-19

(CNN) – Colin Powell, o primeiro secretário de estado negro dos EUA cuja liderança em várias administrações republicanas ajudou...
- Advertisement -
- Advertisement -