Home Forças Especiais Atirador americano matou 255 pessoas durante carreira

Atirador americano matou 255 pessoas durante carreira

4735
33

O americano Chris Kyle, atirador de elite da Seal, grupo especial da marinha americana, detém uma controversa marca: ele foi o soldado que mais matou durante o serviço militar. Aos 37 anos e já reformado, Chris exterminou 255 pessoas, ultrapassando com folga o número máximo anterior de 109 mortes, de um soldado durante a Guerra do Vietnã.

No recém-lançado livro “American sniper – a autobiografia do mais letal atirador da história militar americana”, ele dá detalhes sobre a sua ação no Iraque e relata a frieza e a precisão que foi adquirindo ao longo dos dez anos na função.

De acordo com o site britânico “Telegraph”, ele ficou conhecido entre os insurgentes iraquianos como “al-shaitan Ramad”, o diabo de Ramadi, uma cidade no centro do país. Até uma recompensa de US$ 20 mil era oferecida para quem conseguisse capturá-lo ou matá-lo. Já seu apelido entre os colegas de farda era “a lenda”.

No livro, ele conta como atirou – e acertou – em um homem que apontava um lançador de foguetes para o comboio americano a mais de 1,9 km de distância, um de seus feitos mais famosos. “Deus assoprou aquela bala e o acertou”, afirma.
Durante a segunda batalha de Fallujah, Chris Kyle exterminou 40 pessoas. Oficialmente, as Forças Armadas americanas só contabilizam 150 mortes no seu currículo. Mesmo sem o reconhecimento carimbado, ele desfila suas histórias e afirma não ter arrependimento algum das mortes que causou, pelo contrário: diz adorar tudo que fez.

FONTE: Agência O Globo

NOTA DO FORTE: Veja aqui a matéria completa no site do Daily Mail, em inglês.

VEJA TAMBÉM:

33
Deixe um comentário

avatar
33 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
andre.dadysRequenavassilizaitsevcristiano.grUitinã Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nautilus
Visitante
Member
Nautilus

Foi esse aí que, ao responder a um repórter se ele sentia alguma coisa ao matar um terrorista, respondeu: “sim, o recuo da arma”?

Diegolatm
Visitante
Diegolatm

Foi esse mesmo NAUTILUS, o cara parece um robocop falando, FRIO que nem um frizzer.

Vader
Membro
Trusted Member

Esse aí é o cara que detém o recorde mundial de distância de um tiro em situação operacional?

Marine
Membro
Member

Vader,

Nao. O recorde pertence a um Cabo Canadense que matou um Taliban no Afeganistao a mais de 2.5km com um Cheytac .50.

paulsnows
Visitante
paulsnows

Não.
Foi um atirador inglês, no Afeganistão, com uma Barret M82.
Acertou um talibã a mais de 2500 metros.

Talvez seja o recordista em tropas dos EUA.

Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

Há relato de que matou inocentes também, pelo simples “prazer” ? Se houvesse talvez já teria sido denunciado.

E está numa guerra, matar e tentar não morrer; se não matava inocentes, conseguiu salvar muito mais vidas do que as que eliminou.

Marine
Membro
Member

Galante,

Eu tinha visto o livro dele quando saiu aqui na terca, ia te falar mas acabei esquecendo. Que bom que voce “picked up” a noticia assim mesmo.

Sds!

paulsnows
Visitante
paulsnows

Tinha lido as informações acima.

Mas o Marine deve ter informações melhores. Afinal esta no metier dele.

paulsnows
Visitante
paulsnows

Ele estava numa guerra e era a sua missão.
Não estava atirando em ninguem por esporte.

Mas, esta evidente que fazia com gosto o seu trabalho.

Provavelmente, um caso de juntar a fome com a vontade de comer.

Marine
Membro
Member

paulsnows,

I stand corrected:

http://en.wikipedia.org/wiki/Craig_Harrison_(sniper)

Realmente o novo recorde pertence a um britanico!

Sds!

paulsnows
Visitante
paulsnows

Atualizando a informação sobre snipers, o recorde atual pertence ao Corporal of Horse (CoH) Craig Harrison, Household Cavalry Regiment (Life Guards ou Blues and Royals, não consegui descobrir). Em novembro de 2009, no Afeganistão, ele acertou três tiros consecutivos. O segundo deles a 2,475 m (2,707 yd). O ultimo dos três acertou a propria metralhadora PKM do talibã, sendo considerada o melhor tiro da historia dos snipers.
A arma usada foi um L115A3 Long Range Rifle.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

paulsnows,

no auge (antes da 1ª Guerra Mundial) do que se chamou de Household Cavalry, a mesma era constituida dos 2 regimentos de Life Guards e do regimento de Royal Horse Guards.

Atualmente a Household Cavalry é constituida pelos:

Household Cavalry Regiment que é um dos regimentos do Royal Armoured Corps e atua como unidade de reconhecimento blindado;

e,

Household Mounted Cavalry Regiment que é um regimento montado para cerimonias que envolvam a realeza.

Metade deste regimento é formada pelos Life Guards e a outra metade pelos Blues and Royals.

Bacchi

paulsnows
Visitante
paulsnows

Pois e isso.

Mas os Blues and Royals tambem vão para campo (estiveram nas Falklands, por exemplo).

O cabo deve pertencer ao grupo blindado. Eu acho.

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

Em suma, você não concorda com o que eu escrevi!

Bacchi

Uitinã
Visitante
Uitinã

Esse me fez lembrar um dos maiores Sniper conhecido o mítico, Vassili Zaitsev notável franco atirador da II guerra mundial, um dos heróis de Stalingrado com cerca de 242 soldados e oficiais alemães mortos no conflito e 468 no fim da guerra. Além também de Lyudmila Pavlichenko outra Sniper famosa na união soviética com mais de 300 mortes incluindo 36 snipers alemães. Sem contar o maior de todos francos atiradores o carrasco soviético o finlandês Simo Häyhä com mais de 500 mortes confirmadas, sem dizer que este não usava mira telescópica apenas a miras comuns. OBS. Em contra partida o… Read more »

Marine
Membro
Member

Uitina,

Juba amigo?! Hahaha E ai nao. Voce caiu nesse conto de fadas da AQI?! Juba nao passa de um personagem ficticio, uma coletanea de varios atiradores singulares, uma lenda apenas para propositos propagandistas da AQI.

Eu me recordo muito bem dessa asneira enquanto estive no Iraque. Em Fallujah mesmo o tal “Juba” conseguiu ser um homem multiplo, suas facanhas incluem estar presente em varios locais ao mesmo tempo e teleportacao de cidade a cidade. 😉 Hahaha.

Sds!

Uitinã
Visitante
Uitinã

Marine disse:
6 de janeiro de 2012 às 17:54

Mas aí que tá mesmo sendo vários atiradores serve mais como incentivo pra novos atiradores participarem da roda, duvido que os soldados mortos ou feridos pelo Juba ou Jubas estão rindo agora.

Como se diz aquele que vive pela espada morre por ela.

Uitinã
Visitante
Uitinã

É mesmo Iraque agora e historia com fim da ocupação americana.

Marine
Membro
Member

Uitina, “Como se diz aquele que vive pela espada morre por ela.” Agora nao entendi o ponto do seu comentario… Seria uma critica a soldados que servem seu pais por ordem de seus superiores? Se for, acho que foi um comentario infeliz por sua parte. Com relacao a seriedade do assunto, nao leva a mal nao, mas ninguem aqui no blog pode te dizer o real efeito melhor do que eu – pois perdi 5 colegas por fogo de precisao (nao glorifico atirador de precisao como sniper, pois seria uma ofensa aos reais profissionais do nivel necessario para receber o… Read more »

Uitinã
Visitante
Uitinã

Marine disse:
6 de janeiro de 2012 às 19:44

Não digo aos soldados que servem a seu país pelo patriotismo, como o soldado mencionado no artigo pois tudo que fez foi pela confiança no julgamento de seu país e pela defesa de seus companheiros de farda, como Simo Häyhä disse uma vez ao ser perguntado se sentia remorso por ter tirado tantas vidas ele respondeu “fiz o que me mandaram fazer, da melhor forma possível”

Marine
Membro
Member

Ok Uitina,

Sem problema, so queria clarificar o que havia dito.

Sds!

Nautilus
Visitante
Member
Nautilus

O tal “soldado” no Vietnã que detinha o record anterior de 109 kills seria o sgt. Carlo Hatchcock?

Nautilus
Visitante
Member
Nautilus

Apesar de minhas perguntas sobre Kyle, não o critico, e nem critico o modo “glacial” dele encarar o trabalho que realizou pelo USMC. A guerra afeta pessoas diferentes de modo diferente. Se você assistir a parte documental ou os depoimentos incluídos nos DVDs de séries e filmes como Band Of Brothers e The Pacific, verá que alguns (como “Wild Bill”Guarner e Shift Powers) foram pouco afetados pelo que fizeram e presenciaram, enquanto outros, como Eugene Sledge tiveram pesadelos por anos e anos. Nem por isso deixaram de fazer o o que tinham que fazer pelo seu país. O combate aproxima… Read more »

cristiano.gr
Visitante
cristiano.gr

Ele nem se importava se estava fazendo o bem ou não, se matar supostos terroristas era praticar o bem em defesa de seus pais pobrezinho e indefeso. Muitos jornalistas, inclusive americanos, dizem que as guerras do Iraque e do Afeganistão foram inventadas para os Eua terem uma desculpa para invadir esses países e controlar o petróleo do Iraque e os óleodutos do Afeganistão e plantações de papôla – os afegãos não têm petróleo, mas pelo seu território passarão ou já passam os óleodutos que abastecem com o petróleo do Oriente os países europeus e a Rússia. A um vídeo no… Read more »

cristiano.gr
Visitante
cristiano.gr

Há um vídeo… (correção)

Marine
Membro
Member

Pronto,

Estava demorando os anti-amaricanos com teoria de conspiracao baseada em video de YouTube…

vassilizaitsev
Visitante
Member
vassilizaitsev

e eu nessa história…….. como fico??????????? Vcs estão ai à idolatrar esse sniper “americanumau”, que só sabe atirar com um equipamento cheio de penduricalhos tecnológicos ultra modernoso……….. entreguem para ele um Mosin-Nagant com uma mira telescópica com tecnologia dos anos 30 e vejam o que ele consegue fazer……… para o bem dele……. espero que fique bem mocozado, pois me garanto nessa “brincadeira de gente grande”. Brincadeiras à parte, querendo ou não o cara tem que pensar assim mesmo, ou acaba por pirar das idéias por tudo que fez. Ou o cara se torna um Iceman ou muda de profissão se… Read more »

Requena
Visitante
Member
Requena

Os americanos querem controlar plantação de papoula no Afeganistão? Essa é nova…

Sério, eu gostaria de saber de onde esse povo tira essas viagens na maionese. Cada uma que aparece…

andre.dadys
Visitante
andre.dadys

Vamos às teorias: 1. os americanos irão controlar todo o petróleo do mundo. 2. os americanos irão controlar todo o fornecimento de drogas do mundo. 3. os americanos irão matar todos aqueles que forem contra sua política usando snipers que sofrerão de stree-pós-trauma. 4. toda a economia mundial sucumbirá aos americanos. Acho que os americanos são a versão malvada de “Pink e o Cérebro” (desenho animado onde ratinhos querem conquistar o mundo)… Acho melhor usarmos nosso bom senso (ou senso crítico) para avaliarmos melhor o que vem sendo feito por tropas americanas pelo mundo. Já citei aqui antes, que existe… Read more »

rsbacchi
Membro
Member
rsbacchi

Prezado paulsnows Sua discordância ao que eu escrevi sobre os regimentos do Household Cavalry me leva a descrever sua variação ao longo dos anos: Até 1922 a Household Cavalry era constituída dos seguintes regimentos: 1º e 2º Regimentos de Life Guards, e, do regimento: Royal Horse Guards (The Blues). Em 1922 os dois regimentos de Life Guards foram amalgamados ficando um só, designado como: Life Guards (1st and 2nd), que em 1928 passou a ser designado simplesmente como Life Guards. Em 1969 o Royal Horse Guards (The Blues) foi amalgamado com o The Royal Dragoons (1st Dragoons) passando a ter… Read more »

Vader
Membro
Trusted Member

andre.dadys disse:
9 de janeiro de 2012 às 7:16

Ótimo e lúcido comentário.

Sds.

Uitinã
Visitante
Uitinã

Nautilus disse:
7 de janeiro de 2012 às 18:46

Não quem abateu 108 pessoas no Vietnã foi Adelbert Waldron III, em estimativas oficiais Carlos Hathcock abateu 93 pessoas sendo que há mas dois Snipers na frente dele um com 95 e outro com 103 mortes só pra saberem Adelbert Waldron III era atirador da U.S. Army e Carlos Hathcock era atirador da U.S.M.C.