Home Veículos Cidade poderá receber fábrica russa de blindados no RS

Cidade poderá receber fábrica russa de blindados no RS

236
0

Em entrevista para a Rádio América, quando se encontrava em Brasília, o prefeito Percival de Oliveira deixou escapar que Montenegro poderá receber uma fábrica de equipamentos militares, como veículos bélicos e blindados (tanques de guerra).

Segundo Percival, em março um empresário deverá retornar da Rússia e visitará Montenegro, pois já manifestou a intenção de instalar a indústria no Rio Grande do Sul. O prefeito preferiu não entrar em detalhes para não atrapalhar as negociações, mas revelou que a empresa necessita de uma área em torno de dez hectares. Otimista, Percival acredita que o investimento pode acontecer na área do distrito industrial de Montenegro, onde já estão John Deere, Masisa, Hexion e outras grandes indústrias.

Empresas russas de veículos militares têm manifestado interesse em se instalar no Brasil, especialmente no Rio Grande do Sul. A meta é disputar mais contratos no mercado brasileiro e países vizinhos. A ideia é montar veículos militares com peças brasileiras. Conforme um representante da estatal russa de exportação de armas, já foi oferecido ao Estado a construção de uma fábrica de montagem de veículos Tigre, uma espécie de jipe blindado que poderia ter sua primeira produção na América Latina.

Outra empresa que manifestou interesse em se instalar no Rio Grande do Sul é a fabricante dos caminhões Kamaz. São veículos utilizados no transporte de tropas e que pela resistência também participam do tradicional Rally Paris-Dacar.
O mercado brasileiro e latino-americano para equipamentos militares se tornou bastante atrativo para as empresas. Além do Brasil, Venezuela, Colômbia e México são grandes compradores.

Montenegro já possui uma grande indústria de armamentos. A Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), inaugurada em 2000, produz cartuchos e armas longas, tendo como um de seus principais clientes as Forças Armadas Brasileiras, além de empresas e de exportar para mais de 40 países.

FONTE: Jornal Fato Novo, 21-02-12

COLABOROU: Henrique C.O.

NOTA DO EDITOR: em 2008 também surgiram informações no sentido de se instalar uma fábrica da KAMAZ no Rio Grande do Sul para a produção do Tigr. As negociações na época não avançaram.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of