segunda-feira, agosto 2, 2021

Saab RBS 70NG

Israel e EUA realizam maior exercício militar conjunto

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O Exército de Israel informou que deu início neste domingo ao maior exercício militar conjunto com os EUA. A operação batizada de “Austere Challange 12” inclui mais de 3.500 americanos e 1.000 israelenses. Os militares estão praticando suas habilidades em trabalhar em conjunto contra uma série de ameaças a Israel, o principal aliado americano no Oriente Médio.

“[As manobras] afastam a imagem de uma rusga entre os Estados Unidos e Israel”, declarou o cientista político da Universidade de Bar Ilan, Gerald Steinberg, “Elas demonstram que, apesar das diferenças de opinião, ainda há uma cooperação significativa em termos de defesa”.

Os atritos entre os EUA e Israel se agravaram nas últimas semanas, quando o primeiro ministro Benjamin Netanyahu e outros altos funcionários do governo começaram a deliberar sobre a demarcação de uma “linha vermelha” que deflagraria uma possível intervenção militar no Irã.

A operação entre os EUA e Israel estava originalmente programado para abril, mas foi adiada a pedido de Tel Aviv. Nenhuma razão foi dada para as manobras, mas elas ocorrem em meio a crescentes rumores de que o país está se preparando para atacar o Irã, caso Teerã não interrompa seu programa de enriquecimento de urânio. O contra-ataque por parte de Teerã e seus aliados do Hamas e do Hezbollah é atualmente a maior ameaça que o Estado israelense teria a temer.

O Irã nega as acusações de estar desenvolvendo armas atômicas, e reafirma que seus esforços são exclusivamente para fins civis. Porém, os líderes do país prometeram retaliações severas contra Israel em caso de ataque às instalações de seu programa atômico.

De acordo com generais americanos e israelenses, o “Austere Challange 12” deve simular uma guerra de diversas frentes, com ataques de vários tipos, desde mísseis balísticos de longo alcance até morteiros. Estima-se que as três semanas de operações devem custar 30 milhões de dólares. Os Estados Unidos empregarão baterias de mísseis Patriot e um navio aequipado com o sistema anti-mísseis Aegis. Israel incluirá seus sistemas Arrow e Iron Dome.

FONTES: Associated Press via O Estado de S. Paulo e Wall Street Journal (tradução e adaptação pelo Forças Terrestres do original em inglês)

IMAGEM: Fox News

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -