quinta-feira, outubro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Um embaixador americano explica porque seu governo espiona Dilma

Destaques

Edgarhttp://www.mag-labs.com
Colaborador e TI dos sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres.

Dilma-Obama

vinheta-clipping-forte1Carlos Alberto Montaner é um jornalista e escritor cubano, autor do clássico e imperdível Manual do Perfeito Idiota Latino-Americano, em parceria com o peruano Alvaro Vargas Llosa e o colombiano Plinio Apuleyo Mendonza. Em sua coluna no Miami Herald, ele conta que um antigo embaixador americano lhe confidenciou porque o governo Dilma é espionado pelo governo americano.

Sua resposta não poderia ser mais franca e direta:

Do ponto de vista de Washington, o governo brasileiro não é exatamente amigável. Por definição e história, o Brasil é um país amigo que ficou do nosso lado durante a II Guerra Mundial e na Coréia, mas seu atual governo não é.

O embaixador pediu para não ter seu nome revelado, pois isso iria gerar um grande problema para ele. Mas autorizou que o jornalista, de quem é amigo, transcrevesse a conversa, sem citar a fonte. O embaixador conhece mais o nosso governo do que nossa imprensa, pelo visto. Diz ele (tradução livre):

Tudo que você tem a fazer é ler os registros do Foro de São Paulo e observar a conduta do governo brasileiro. Os amigos de Luis Inácio Lula da Silva, de Dilma Rousseff e do Partido dos Trabalhadores são os inimigos dos Estados Unidos: a Venezuela chavista, pela primeira vez com (Hugo) Chávez e agora com (Nicolás) Maduro; Cuba de Raúl Castro, Irã, a Bolívia de Evo Morales, Líbia nos tempos de Kadafi; Síria de Bashar Assad.

Em quase todos os conflitos, o governo brasileiro concorda com as linhas políticas da Rússia e da China, em oposição à perspectiva do Departamento de Estado dos EUA e da Casa Branca. Sua família ideológica mais parecida é a dos BRICS, com quem ele tenta conciliar sua política externa.

A grande nação sul-americana não tem nem manifesta a menor vontade de defender os princípios democráticos que são sistematicamente violados em Cuba. Pelo contrário, o ex-presidente Lula da Silva, muitas vezes leva os investidores a ilha para fortalecer a ditadura dos Castros. O dinheiro investido pelos brasileiros no desenvolvimento do super-porto de Mariel, próximo a Havana, é estimado em US $ 1 bilhão.

Lula-Dilma-Jose-Dirceu-Marco-Aurelio-Garcia

A influência cubana no Brasil é secreta, mas muito intensa. José Dirceu, ex-chefe de gabinete e o ministro mais influente de Lula da Silva, tinha sido um agente dos serviços de inteligência cubanos. No exílio em Cuba, ele teve o rosto cirurgicamente alterado. Ele voltou para o Brasil com uma nova identidade e funcionou nessa condição até que a democracia foi restaurada. De mãos dadas com Lula, ele colocou o Brasil entre os principais colaboradores com a ditadura cubana. Ele caiu em desgraça porque ele era corrupto, mas nunca recuou um centímetro de suas preferências ideológicas e de sua cumplicidade com Havana.

Algo semelhante está acontecendo com o profesor Marco Aurélio Garcia, atual assessor de política externa de Dilma Rousseff. Ele é um contumaz anti-ianque, pior do que Dirceu mesmo, porque ele é mais inteligente e teve uma melhor formação. Ele fará tudo o que puder para frustrar os Estados Unidos.

Mas isso não é tudo. Há outras duas questões sobre as quais os Estados Unidos querem ser informados sobre tudo o que acontece no Brasil, pois, de uma forma ou de outra, elas afetam a segurança dos Estados Unidos: a corrupção e as drogas.

O Brasil é um país notoriamente corrupto e tais práticas afetam as leis dos Estados Unidos de duas maneiras: quando os brasileiros utilizam o sistema financeiro americano e quando eles competem de forma desleal com empresas norte-americanas, recorrendo a subornos ou comissões ilegais.

A questão das drogas é diferente. A produção de coca boliviana se multiplicou cinco vezes desde que Evo Morales assumiu a presidência, e a saída para essa substância é o Brasil. Quase tudo acaba na Europa, e os nossos aliados nos pediram para obter informações. Essa informação, por vezes, está nas mãos de políticos brasileiros.

A pergunta final feita por Montaner foi se o governo americano continuaria espionando o brasileiro. A resposta do embaixador não poderia ser mais objetiva: “Claro, é nossa responsabilidade para com a sociedade americana”.

FONTE: Miami Herald, traduzido por Veja / FOTOS: O Globo

NOTA DO EDITOR 1: Na tradução acima da Veja, faltaram os seguintes parágrafos:

Minhas duas perguntas finais são inevitáveis. Washington irá apoiar o desejo do Brasil de se tornar um membro permanente do Conselho de Segurança da ONU?

“Se você perguntar a mim, não”, disse ele. “Nós já temos dois adversários permanentes: Rússia e China. Nós não precisamos de um terceiro.”

NOTA DO EDITOR 2: o original do texto em espanhol está aqui e a versão publicada pelo site do jornal Miami Herald está aqui.

NOTA DO EDITOR 3: ao contrário da afirmação do embaixador, durante a Guerra da Coreia o Brasil não enviou tropas conforme solicitado pelos Estados Unidos .

- Advertisement -

40 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
8 anos atrás

Nada disso é novidade. Parece que os únicos que ainda não sabem, ou não querem ver, são nossos militares, que em 64, depuseram um governo supostamente comunista.

E agora? O que estamos esperando? Que o Brasil formalize sua parceria estratégica com China, Russia, Irã e leve o país ao buraco ideológico mundial?

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
8 anos atrás

Infelizmente eu sou forçado a dar razão ao embaixador. O que os petralhas e simpatizantes chamam de “soberania” e “política externa altiva e ativa” na verdade é apenas e tão somente alinhamento político-ideológico ao que existe de pior no mundo.

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Ideologia, corrupção e drogas!

Marcos
Marcos
8 anos atrás

A questão das drogas é diferente. A produção de coca boliviana se multiplicou cinco vezes desde que Evo Morales assumiu a presidência, e a saída para essa substância é o Brasil. Quase tudo acaba na Europa, e os nossos aliados nos pediram para obter informações.

Pois é, né kumpanhero!?
Vão fazer o quê agora, levtar embargo contra os europeus, contra alemães, ingleses, franceses.
Essa país está afundando cada vez mais e na hora
que fizerem uma besteira das grandes a coisa vai feder. Não é a toa que já tem gente olhando para os aeroportos.

nunes neto
nunes neto
8 anos atrás

Tudo verdade ,não há o que negar, principalmente o fato do Brasil sempre apoiar uma visão sino-russa, em questões do conselho de segurança!

Antonio M
Antonio M
8 anos atrás

Boa parte do meio acadêmico e dos intelectuais ao ler algo “Do ponto de vista de Washington, o governo brasileiro não é exatamente amigável…” estarão tendo orgasmos logo em seguida…..

Rogério
Rogério
8 anos atrás

Opa , legal, agora as cartas estão na mesa, somos inimigo dos yankees. Legal, caiu a mascara, pelo menos não fica mais esse joguinho de morde e assopra dos PeTralhas, gostei que as cartas foram postas a mesa:D 😀

Fica do lado da Russia e vai buscar investimentos “nuzamericanufeiobobo”. Que vá buscar na China, Russia….. Cuba, seus amiguinhos de infancia então…

Rogério
Rogério
8 anos atrás

“”José Dirceu, ex-chefe de gabinete e o ministro mais influente de Lula da Silva, tinha sido um agente dos serviços de inteligência cubanos””

Como eles são patriotas hein!!!

Colombelli
Colombelli
8 anos atrás

Ainda perdem tepo dar explicação?
Espionam porque querem, porque podem e porque tem poder e ponto, não tem que dar satifação para rastaqueras.

Leonardo Pessoa Dias
Leonardo Pessoa Dias
8 anos atrás

Ah pessoal, vocês não podem estar falando sério… Este artigo é um exemplo clássico de manipulação de fatos históricos em prol de uma bandeira duvidosa. Primeiro: o nordeste do Brasil quase foi invadido pelados EEUU durante a WWII. Vargas era alinhado com as bandeiras fascistas e a frase da cobra fumando era a afirmação que o Brasil queria manter-se neutro – leia-se em cima do muro mas caindo pro outro lado. Segundo: desde quando as posições dos EEUU são as mas corretas? Eles começaram duas guerras no Iraque e uma no Afeganistão sem sequer ouvir a ONU e por pouco… Read more »

Blind Man's Bluff
Blind Man's Bluff
8 anos atrás

Barbaridade…

Rogério
Rogério
8 anos atrás

Leonardo Pessoa Dias, menos, bem menos, o Iraque invadiu o Kuwait lembra?

E o Kuwait pediu a intervenção yankee lembra?

O Bush filho só foi terminar o que deveria ter sido terminado pelo pai, que não foi terminado por causa dos europeus “politicamente corretos” que p/ variar não tiveram coragem de terminar de derrubar o Saddam, fazendo do Iraque um país agonizante durante 10 anos, nem remedio havia por lá.

Marcos
Marcos
8 anos atrás

A Venezuela não esperava virar uma Cuba. Virou!

A Argentina não esperava virar uma Venezuela. Virou!

E Brasil não espera virar uma Argentina.

joao.filho
joao.filho
8 anos atrás

E Brasil não espera virar uma Argentina…

Virou!!! Mais bem uma mistura de Venezuela e Argentina.

A verdade doi, amigos. O fim da ditadura no Brasil criou um periodo que poderia nos ter visto dando passos gigantescos a um futuro melhor, mais prospero e mais seguro. Mas infelizmente, vejo que ganharam as tendencias mais baixa da populacao, e hoje nosso amado pais corre a passos largos para um futuro incerto, com niveis de corrupcao e violencia urbana descabelantes.

Wagner
Wagner
8 anos atrás

Só uns detalhes… Onde está escrito , nas leis de Moisés, ou Budha, krishna, etc., que alinhar-se contra os Estados Unidos é Errado ???? Quem disse isso ?? A Veja ??? A Globo ?? A Folha de São Paulo ?? O Exército ?? O Bonner ?? Sim, eu sou contra os Estados Unidos em sua política externa, e daí ?? Vão me levar para as delegacias de tortura da Ditadura ?? Oram lamento, milicos e ex-milicos, vcs não podem mais perseguir a esquerda, e nem podem mais perseguir quem é contra Washington. ACABOU. Se o Governo brasileiro, mesmo que por… Read more »

Leonardo Pessoa Dias
Leonardo Pessoa Dias
8 anos atrás

Oi Rogério, obrigado pelo comentário. Sim, o Iraque invadiou o Kwait, o Kwait foi aos EEUU, que como “líder” do CS, colocou a ONU (ou seja, apenas EEUU e UK) na jogada. Mas me diz uma coisa: a sua compreensão sobre este fato histório foi de que esta guerra foi apenas para libetar o sofrido e pobre Kwait? A guerra é a última ferramenta da diplomacia de um país. O problema é que essa é a ÚNICA ferramenta diplomática dos EEUU. Com a queda do muro de Berlim e o fim da URSS, cessou de existir a bipolaridade mundial, e… Read more »

Requena
Requena
8 anos atrás

Parabéns Wagner.

Você ganhou o troféu de postagem mais INSANA da história da Trilogia. E olha que não é pouca coisa.

Aos colegas, um conselho: “DONT´FEED THE TROLL”.

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Caro Wagner: Não concordo, e acredito que muitos aqui também não concordem, com muitas ações dos EUA, porém… 1) Nossa atual posição em relação aos EUA é pautada pela ideologia. Só! 2) Conforme cita o texto, você sabe disso, eu também, e todos que acompanhas a trilogia idem, a proximidade do Brasil com o lixo do Mundo é grande. 3) Sim, os EUA espionam o Brasil, como a China espiona os EUA. 4) Quanto haver uma conspiração de militares para serem subservientes aos EUA… bom, acho isso uma imensa bobagem. 5) Quanto a dizer que ninguém pediu para os EUA… Read more »

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Democracia…
Democracia
e mais uma vez Democracia.
Ver posicionamentos tão distintos e paradoxais me alegra cada vez mais.
Viva a pluralidade de ideias e pensamentos.
Não concordo com o que muitos dizem, concordo com outros tantos, mas defenderei eternamente o direito de todos expressarem suas opiniões.
Parabéns aos nobres colegas pelas opiniões e comentários.

Sniper
Sniper
8 anos atrás

So um questionamento de passagem: estão liberados os achincalhes, panfletagens difamatórias a pessoas e grupos e a verboterapia infanto-adolescente pré-revolucionária neste blog mesmo? Alguém me atualize!

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Sniper

Não, não está, mas acredito que as vezes liberem uma coisa aqui ou ali para a gente desopilar o fígado.

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Sniper:

Já vi achincalhes bem maiores aqui.
Quanto à “verboterapia infanto-adolescente pré-revolucionária”, cada um tem o direito de pensar e propagar a ideologia que julgar correta.
Saudações

Vader
8 anos atrás

A tchurmitcha vermelhuxa e antiamericanalha pode esgoelar e esbravejar à vontade, mas o texto é perfeito. Mostra a visão americana do nosso país: um país INIMIGO. Um país que se alia com os lixos do mundo. Um país que se alia aos rivais e inimigos americanos. INIMIGO É INIMIGO. Ponto. Estão no direito deles. Defendendo o cidadão deles. Ninguém mandou o governo PeTralha em sua arrogância e ignorância resolver bater de frente com eles. Ao invés de tentar vencê-los da única maneira possível, que é se aliando a eles para “comê-lo pelas beiradas”, jogando o jogo deles, o governo do… Read more »

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Sniper:

Entendeu agora o que eu falei?

Vader
8 anos atrás

Wagner disse:
27 de setembro de 2013 às 14:44

“É um governo democrático, legitimamente eleito pelo povo, aliás com ampla maioria de votos.”

Três erros na mesma frase:

1. O Brasil não é uma democracia já há algum tempo. Logo, seu governo não é democrático.

2. O governo foi LEGALMENTE eleito. Legitimidade é outra coisa, que creio que as passeatas de julho mostraram que o governo não possui mais.

3. Sugiro informar-se melhor: o governo do PT não foi eleito SEQUER pela maioria do eleitorado, muito menos pela maioria do povo.

Vader
8 anos atrás

Leonardo Pessoa Dias disse:
27 de setembro de 2013 às 15:23

“Sim, o Iraque invadiou o Kwait, o Kwait foi aos EEUU, que como “líder” do CS, colocou a ONU (ou seja, apenas EEUU e UK) na jogada.”

Só para pontuar: a Operação Tempestade no Deserto, de libertação do Kwait, teve amplo apoio do Conselho de segurança da ONU, inclusive da França. Se não me engano Rússia e China se abstiveram, mas não houve veto.

Do ponto de vista do Direito Internacional foi uma operação totalmente legal e legítima.

Sds.

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Vader:

Mudando radicalmente de assunto:
Você foi filiado a algum partido comunista no passado como você disse em uma postagem em outro tópico?

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Vader:

Mudando radicalmente de assunto:
Você foi filiado a algum partido comunista no passado como você disse em uma postagem em outro tópico?

Vader
8 anos atrás

F – 5 disse:
27 de setembro de 2013 às 17:33

Caro F-5, em um momento de insensatez cheguei sim a assinar a ficha de filiação de um partido comunista.

Até começar a frequentar o “nicho” e perceber do que se tratava: larápios travestidos de amigos do povo. Pastéis de vento caçando voto, contando com a massa de manobra, principalmente estudantil, para lhes secundar.

Felizmente essa fase de minha juventude durou bem pouco.

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Putz!

Eu comecei aos 18 no velho Partidão.
Depois da zona que o Sr. ROberto Freire fez com o partido, saí. Fiquei por lá uns três anos.

Sniper
Sniper
8 anos atrás

F-5,
Compreendi, perfeitamente. Minha curiosidade foi realmente em relaçao às reais motivaçoes de quem faz questão de entrar e participar de uma trilogia chamada FORÇAS DE DEFESA, disposto a travar uma verdadeira cruzada difamatória contra as Forças Armadas e seus integrantes.

F - 5
F - 5
8 anos atrás

Sniper:
É, realmente isso ficou fora do contexto por completo.Eu, apesar de ser de esquerda, sempre quis as FA’s fortes, equipadas e com bons salários.

Leonardo Pessoa Dias
Leonardo Pessoa Dias
8 anos atrás

Vader: Eu acredito fielmente que o principal objetivo de uma discussão é achar um caminho que atenda minimamente os interesses de todas as partes que se jogaram ao debate. O oposto disso, que tenho absoluta certeza não ser a sua posição e nem a da maioria dos que participam do blog, é um exercício de dialética que possui apenas um objetivo: gerar mais conflito e dispersão. Meu ponto de vista, que por óbvia definição da afirmação não tem o interesse de se postar como verdade inabalável, é que analisar esteriótipos não ajuda muito na construção de um consenso. Você afirmou… Read more »

Rafael M. F.
Rafael M. F.
8 anos atrás

“Mostra a visão americana do nosso país: um país INIMIGO.”

Felipe, permita-me apenas um adendo: não somos, nem nunca fomos, inimigos dos Estados Unidos.

O próprio embaixador norte-americano afirma:

“Por definição e história, o Brasil é um país amigo que ficou do nosso lado durante a II Guerra Mundial e na Coréia, mas seu atual governo não é.”

In my opinion, I adoraria to see Mr. Obama tacar the shit in the ventilator, mas acho que isso traria more problems do que solutions, because colocaria the govern of PT in the confortable position of vítima de uma conspiration imperialista…

Rogério
Rogério
8 anos atrás

“Mas me diz uma coisa: a sua compreensão sobre este fato histório foi de que esta guerra foi apenas para libetar o sofrido e pobre Kwait?”

Caro Leonardo,

Não existem santos, um país aliado, rico em recursos naturais, o petroleo, foi invadido e os EU intervieram para garantirem acesso ao petroleo a um preço normal de mercado, de um de seus aliados historicos, simples assim, note que os EU, aliados de Israel, que por sua vez não tem uma gota do petroleo, não o deixa na mão.

[]s

Rogério
Rogério
8 anos atrás

Em tempo, lembrando que a Arabia Saudita, temendo uma invasão do Iraque, pediu ajuda aos EU, quando se iniciou a “Operation Desert Shield” antes da “Operation Desert Storm”

Baschera
Baschera
8 anos atrás

Entendo esta matéria como um recado público do Governo Obama.

Fica claro que o Brasil não sabe jogar o jogo. Quer ser um “player” mundial e sequer sabe blefar !

Ta mal a coisa…. esta muito mal….

Depois quando a coisa piorar mesmo…. não haverá um senhor Clinton para passar o penico e pedir ajuda.

Por fim …. fica patente que quem realmente dá as cartas ainda é o ex-rei sol…. que vive nababescamente as custas “defte paif”.

Basta ver o vídeo de uma recente “palestra” do distinto e se compreende que esta senhora é mero marionete.

Sds.

Baschera
Baschera
8 anos atrás

Nesta data, porém,emquando Obama conversava por telefone com o novo presidente do Irã, Rhouani, o chanceler brasileiro R. Figueiredo entrava em reunião (em Nova York) com o Secretário de Estado americano J. Kerry.

Dita reunião foi solicitada pelo Secretário de Estado e durou exatos 45 minutos.

Sds.

Sniper
Sniper
8 anos atrás

Vader, só mais um adendo em relação a seu comentário sobre os conflitos protagonizados pelos EUA: na conta da Inglaterra ainda tem que ser incluída uma segunda derrota na guerra de 1812. Na lista, ainda pode ser incluída a vitoria contra Trípoli, que alias, marca a origem do USMC.

Saudações

Colombelli
Colombelli
8 anos atrás

Wagner, sempre repeitei vossas opiniões e continuarei respeitando, Mas como um ex-militar, quero lhe esclarecer que se eu e outros nos manifestamos contra os evidentes desmandos e pataquadas deste governo sujo, corrupto e podre (está fazendo apodrecer a República), que está ai a dez anos não é porque nos tenham feito uma lavagem cerebral na caserna para sermos a priori anti-esquerda e pro EUA. Nos maifestamos assim porque a caserna nos ensinou o significado de honra, dever, compromisso, comprometimento, desprendimento, sacrifício; nos ensinou a nos despir do individualismo, nos ensinou o significado de Pátria (coisa que eles não sabem, pois… Read more »

Últimas Notícias

Saab leva soluções para defesa e segurança civil para SITDEF 2021

A Saab exibirá sua ampla gama de soluções terrestres, aéreas e navais de ponta para defesa militar e segurança...
- Advertisement -
- Advertisement -