Home Armas Químicas Ministro acompanha treinamento contra armas químicas no ES

Ministro acompanha treinamento contra armas químicas no ES

282
0

Do G1 ES, com informação da TV Gazeta

imagem_3vinheta-clipping-forte1Soldados da Marinha, do Exército e da Aeronáutica realizaram, nesta quinta-feira (26), um treinamento de defesa a armas químicas na praia de Itaoca, no município de Itapemirim, no Litoral Sul do Espírito Santo, onde se localiza a Base Naval Rachel de Queiroz. O ministro da Defesa Celso Amorim  acompanhou toda a ação dos militares durante o dia. O treinamento faz parte da Operação Felino, que começou no estado capixaba no último dia 16, e conta com a participação das forças armadas de mais seis países que têm o português como língua oficial. Ao todo, cerca de mil soldados participaram do treinamento. Destes, 230 vão seguir para o Haiti, em missão de paz, em dezembro.

Dentre  os países que foram representados no estado, militares de Angola, Cabo Verde, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste simularam ações de operações de paz e ajuda humanitária. Celso Amorim reforçou a ação em Itaóca. “Com a operação aumentamos nossa cooperação com países de quase todas as regiões do mundo”, afirmou o ministro.

Entre os exercícios, os militares realizavam demonstrações de como identificar pessoas contaminadas com armas químicas e radiação. Um carro chegou a ser explodido em uma simulação de uso de material químico. Tanques e navios também vieram ao estado para demais treinamentos e simulações. Veículos conhecidos como Carros Lagarta Anfíbio (Clanf) também vieram ao estado.

O ministro da defesa e os chefes dos Estados-Maiores dos países que participaram do treinamento viram de perto o desempenho dos militares na base. O comandante Silva, da Marinha de Portugal, ressalta a importância do exercício. “É muito importante manter os países de língua portuguesa juntos para desenvolverem uma capacidade militar conjunta”, afirmou o português

O exercício militar foi realizado pelo Ministério da Defesa brasileiro, em conjunto com países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). No próximo ano, a série de treinamentos deve acontecer em Timor Leste.

FONTE: G1

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments