Home Espionagem Coreia do Norte pode desenvolver armas de pulso eletromagnético

Coreia do Norte pode desenvolver armas de pulso eletromagnético

278
4

North_Korea_to_use_Russian_technology_to_develop_electromagnetic_pulse_weapons_640_001

De acordo com o serviço de espionagem sul-coreano, a Coreia do Norte estaria usando tecnologia russa para desenvolver armamentos de pulso magnético (EMP) que poderia paralisar equipamentos eletrônicos usados por Seul para monitorar a fronteira entre os dois países. Em relatório encaminhado ao parlamento sul-coreano, a National Intelligence Service (NIS) aponta que o Norte teria adquirido as armas EMP da Rússia por compra.

A tecnologia de pulso eletromagnético é usada para danificar sistemas eletrônicos. Pulsos mais fortes podem causar impactos mais severos, como em sistemas de controle de tráfego aéreo. Ainda de acordo com o relatório da agência sul-coreana, o líder Kim Jong-Un coloca ataques cibernéticos como uma arma multi-propósito com a mesma relevância de armas nucleares e mísseis. No momento, o Norte estaria tentando hackear telefones celulares e recrutar informantes sul-coreanos.

O relatório da NIS ainda coloca que Pyongyang conseguiu a localização de depósitos de produtos químicos, reservas de petróleo, bem como plantas de sistemas de metrô e trem das grandes cidades da Coreia do Sul. O Norte ainda estaria operando junto à China e ao Japão para distribuir propaganda favorável ao governo autoritário. Atualmente, estima-se que a Coreia do Norte tenha um contingente especializado em guerra cibernética estimado em 3 mil pessoas.

Autoridades sul-coreanas, citando dados oficiais, afirmaram no mês passado que o Norte empreendeu milhares de ataques cibernéticos ao país nos últimos anos, causando perdas financeiras em torno de cinco milhões de dólares. Além de instituições militares, os ataques recentes de Pyongyang tiveram como alvo bancos, órgãos públicos, emissoras de televisão e portais de notícias.

A Coreia do Norte, por sua vez, nega qualquer envolvimento nos ataques e acusa Seul de fabricá-los para acirrar as tensões na fronteira dos dois países.

FONTE: AFP via Army Recognition (tradução e adaptação do Forças Terrestres a partir de original em inglês)

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mayuan
Mayuan
7 anos atrás

De certa forma é a nova arma do homem pobre e penso que nós, como tal, deveríamos estudá-la com muito carinho e empenho.

Bosco Jr
Bosco Jr
7 anos atrás

A pergunta que não quer calar é quão efetiva uma arma que produz um pulso eletromagnético é, do ponto de vista tático.
Se ela servir para deixar um milhão de pessoas sem ver a novela das oito ou com a geladeira pifada mas não impedir que os tanques, os mísseis e o navios inimigos avancem, não serve pra nada.

Mayuan
Mayuan
7 anos atrás

Po Bosco, vou te dizer que se servir pra deixar o pessoal sem ver a novela já valeu o desenvolvimento rsrs

Mayuan
Mayuan
7 anos atrás

Agora falando sério Bosco. Acho que a efetividade da arma depende de 3 fatores principais: – A potência que seria capaz de descarregar, afetando a intensidade do dano que causaria e a área atingida. – A forma de “entrega” da arma que afetaria basicamente os mesmos fatores anteriores. Uma EMP detonada a 200 metros de altitude, depois de ser despejada por um avião e descer de paraquedas lentamente poderia ter um efeito ao passo que colocada numa van ou qualquer veículo e conduzida de alguma forma até a proximidade das forças inimigas teria outra. Algo como uma granada ou mina… Read more »