Home Geopolítica EUA e Europa se unem para punir a Rússia

EUA e Europa se unem para punir a Rússia

210
10

us-president-barack-obama

ClippingOs EUA e a Europa chegaram nesta segunda (28) a um acordo para ampliar as sanções econômicas à Rússia por meio de “ações coordenadas”, que ainda não foram divulgadas. O alinhamento acontece após os lados –EUA, Reino Unido, França, Alemanha e Itália– terem concluído que Moscou participa do conflito ucraniano. Os europeus estavam reticentes por temerem ter as próprias economias afetadas.

De acordo com o governo da Ucrânia, os registros das caixas-pretas do Boeing-777 provam que a queda foi causada por um foguete. Em um sinal de deterioração nas relações entre EUA e Rússia, a Casa Branca acusou Moscou de ter violado o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, assinado por ambos em 1987, de acordo com funcionários do governo. É a alegação mais séria de uma violação de um tratado de controle de armas já feita pela administração Obama contra o Kremlin.

Obama teria mencionado a questão em uma carta para o presidente russo, Vladimir Putin. O tratado proíbe as duas potências de lançarem mísseis balísticos ou de cruzeiro com alcance entre 500 e 5.500 km. Não foi especificado quando a violação teria ocorrido.

FONTE: Folha de S. Paulo

10
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
costamarquesPanglossCarlos Alberto SoaresReinaldo Deprera Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Reinaldo Deprera
Visitante
Member
Reinaldo Deprera

Já que não dá para dar o troco na mesma moeda, que sejam as sanções econômicas.

Por isso eu não sei se sou a favor do Brasil ter armas nucleares. Já imaginaram o top top num “país atômico”?

Save Ferris!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Member
Carlos Alberto Soares

Será que agora vai …. ?

Pangloss
Visitante
Pangloss

Gostaria de entender como foi que a Europa, em um período relativamente curto (1991 em diante, a partir da implosão da URSS) criou tamanha dependência do gás russo, a ponto de criar tantas mesuras para aplicar qualquer sanção econômica contra o Putin.

Será que os negócios com os russos valem os princípios a que a UE está renunciando?

costamarques
Visitante
costamarques

Pangloss eu acredito que a Europa acreditou que a Russia levaria mais tempo para se levantar, mas o que ocorreu é que eles aprenderam o capitalismo rápido d+, e a ideia que se tinha de comprar gás a um preço prostituído de um pais falido que passava fome foi pelo ralo mais cedo!

Pangloss
Visitante
Pangloss

Costamarques, se os europeus acharam que era um bom negócio comprar gás na promoção da quitanda do Yeltsin, tudo bem, mas eles não poderiam ter elaborado um plano B, para o caso de a Rússia criar problemas?
Seria exageradamente pessimista prever dificuldades com os russos?

costamarques
Visitante
costamarques

Eu acredito que a união europeia não acreditava perder o poder e a influencia que tinha!

Ou os mais pessimistas não virão que aquele vento gelado que vem do leste(Russia) mudasse seu estilo econômico e virasse a mesa e criando essa dependência energética.

Porem não pense que eles são contentes com essa dependência, se analisar bem os últimos anos naquela região, vera que todo conflito seja ele armado ou politico esta em regiões estratégicas por onde passam ou poderão passar gasodutos, pode parecer teoria da conspiração, mas creio que seja tudo parte de algo bem elaborado!

Reinaldo Deprera
Visitante
Member
Reinaldo Deprera

Porque os colegas não pensam, simplesmente, que a Europa deu mais um voto de confiança para os russos, demonstrando que confiava plenamente na nova Rússia que recém surgia? Acontece que a queda do comunismo na Rússia não representou a queda de todos os seus males. Até porque, ainda não inventaram um método para fazer comunista se retratar. Vão sempre arranjar alguma outra desculpa para enfrentar “o império”. Naquele lado do mundo o comportamento dissimulado e sorrateiro de líderes de Estados é tradição. Os russos aprenderam com os mongóis, que aprenderam com os china, que aprenderam com Sun Tzu no A… Read more »

Pangloss
Visitante
Pangloss

Reinaldo, o que me causa espanto é que os europeus – que sempre estiveram do lado de cá – parecem não ter elaborado nenhuma alternativa, mesmo sabendo que a “nova Rússia” poderia cair em uma crise de abstinência, e voltar a enxugar por dentro umas garrafas de vodka antes de tomar decisões geopolíticas.
Como já afirmou Graham Greene, a ingenuidade é uma forma de insanidade.

Reinaldo Deprera
Visitante
Member
Reinaldo Deprera

Pangloss, eis a diferença dos norte-americanos. Se dependesse da Europa ou do PT inglês, o continente inteiro tava no socialismo internacionalista ou nacionalista, até hoje.

Save Ferris!

costamarques
Visitante
costamarques

Reinaldo Deprera até concordo com você em vários aspectos, porem temos de ver com olhos mais críticos algumas coisas, a Europa é boa parte culpada por muita coisa que ocorre hoje, os EUA fez o seu papel de grande valor com o mundo, eles foram fundamentais em criar um sistema capitalista criar um sistema de policiamento e ordem no mundo, acredito que se eles não tivessem assumido para si essa responsabilidade o mundo estaria pior, o que eu não concordo é em colocarmos a Russia no centro da culpa de algo que a própria Europa criou para si!