Home Indústria de Defesa EUA vão vender cinco mil mísseis ao Iraque

EUA vão vender cinco mil mísseis ao Iraque

259
25

_dsc2351

ClippingOs EUA anunciaram hoje a intenção de vender cinco mil mísseis Hellfire ao Iraque, por 700 milhões de dólares (522 milhões de euros), para ajudar o governo de Bagdade a combater a rebelião sunita.
Esta venda, que é a maior destes mísseis, foi aprovada apelo Departamento de Estado e deve ainda receber a autorização dos congressistas.

Os cinco mil mísseis anticarro são destinados “a apoiar as forças de segurança iraquianas nas suas operações atuais”, indicou a agência para a cooperação em matéria de defesa e segurança.
As forças armadas iraquianas estão a disparar os mísseis a partir de aviões Cessna. Os Hellfire, fabricados pela Lockheed Martin, são utilizados pelo Pentágono para atingir os insurgentes ligados à Al-Qaida no Paquistão e no Iémen, com recurso a aviões não tripulados.

FONTE: DN

25
Deixe um comentário

avatar
25 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
Carlos Alberto SoaresJokerroberto bozzojoseboscojrjura_gol Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Adam Foerster
Visitante

Alguém tem alguma informação de quantas e quais aeronaves estão sendo operadas pelo iraque atualmente?

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Lançados de aviões Cessna que doidera ,este missil deve dar pra utilizar até num teco teco se aguentar o peso nas asas.rs

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

O Brasil bem que poderia adquirir uma boa quantidade e utilizar a partir dos BH e dos ST?Ec725/Linx etc.

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

quem agradece essa compra eh o Ira….
engenharia reversa…

VESPÃO
Visitante
VESPÃO

Operados a´partir de aviões Cessna. isso que chamo de um misil versatil ..

http://www.youtube.com/watch?v=f-NtE_z8oyI

Corsario137
Visitante
Corsario137

Mas os rebeldes tem blindados?

jura_gol
Visitante
jura_gol

Corsario o que realmente importa é a venda, acho que é a mesma coisa que vender livro pra eleitor da Dilma, quer dizer analfabeto !

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Corsario, Há várias ogivas disponíveis às várias versões do Hellfire. A específica antitanque é dotada de uma ogiva HEAT dupla em tandem, mas há ogivas termobáricas, de alto explosivo (HE), alta fragmentação, incendiária, combinadas (mais de um tipo), etc. Tem pra todo gosto, sendo eficaz contra blindados pesados, bunkers, construções, pessoal, embarcações,etc. E tem até função antiaérea (anti-helicóptero). Quanto à versatilidade do Hellfire, ele pode ser lançado de terra, barcos, helicópteros, VANTs e aeronaves de voo lento, mas não é compatível com aviões de alta performance, como caças. Essa “deficiência” será corrigido pelo JAGM, que será introduzido em fases no… Read more »

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Eduardo,
Para nosso exército operar o Hellfire nos BH, eles teriam que ser adaptados com estações eletroópticas de busca e aquisição de alvos.
Não sei se há interesse do nosso exército em operar os BH com capacidade de ataque. Penso que não.

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

Valeu Bosco!!

roberto bozzo
Visitante
roberto bozzo

Bosco, não seria interessante integrar o hellfire nos ST primeiro para uso na amazônia, segundo como um plus a venda da aeronave em si ?

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Roberto, Ter disponível a opção de usar um míssil guiado sempre é bom, mas do jeito que estão, os Black Hawks do Exército Brasileiro são capazes de usar metralhadoras e provavelmente devem poder usar lançadores de foguetes de 70 mm a partir dos ESSS (sistema de suportes externos). Para usar foguetes e metralhadoras laterais não é necessário o sistema eletroóptico. Talvez antes de integrar os Hellfires fosse mais interessante se fizéssemos a integração dos foguetes nacionais SBAT 70, que não deve ser difícil se eles forem capazes de operar os lançadores e foguetes americanos Hydra 70. Já possibilitar que mísseis… Read more »

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

SBAT 70 hoje é Skyfire 70.

roberto bozzo
Visitante
roberto bozzo

Bosco, agradeço a explicação e acredito que nossos BH devessem passar por este upgrade, apesar de custoso, pois nunca se sabe quando terá de usa-los… mas minha questão foi a integração do hellfire nos Super Tucanos da FAB.

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Roberto,
Foi mesmo! rrssss
Sem dúvida!
O mais rápido possível.
O problema é igual á homologação nos helicópteros. Teriam que instalar um sistema fixo de busca e aquisição de alvos ou ele teria que levar um casulo de aquisição de alvos.
Ele ainda não possui capacidade de lançar armas ar-sup guiadas e uma versão dotada dessa capacidade seria muito bem vinda.
Um abraço.

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Alguns ST são dotados de torretas de designação de alvos, mas até onde eu sei são unidades isoladas. Não sei se são versões que estão realmente operacionais. (????)
Um míssil que seria interessante é o Maverick. Algumas de suas versões não precisam da aeronave ser dotada de um sistema próprio de designação já que ele mesmo usa sua câmara para adquirir o alvo.
Só tem um probleminha. Parou de fabricar!

eduardo.pereira1
Visitante
Member
eduardo.pereira1

O Super Tucano já é o cara na contra insurgencia e com o HellFire seria ainda mais imbatível .

Sds.

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

Bosco, o ST opera algum míssil ????
os estados unidos nao estão entre os países que proíbem a fabricação de “bombas de fragmentação” ?!?!

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Wolf,
que eu saiba o ST não opera nenhum míssil ar-sup, só o ar-ar Piranha I.
A Colômbia parece que já instalou uma torre de aquisição de alvos nos seus, para lançar bombas guiadas por laser, mas não sei se está operacional ou se foi só teste.
Quanto às armas de fragmentação, pelo que sei os States não assinaram o tratado e nem o Brasil.

Joker
Membro

Apesar de ser assunto aviaozinhu…

Os ST colombianos possuem um telemero laser instalado que permitem o lancamento de armamento guiado a laser, como utilizados contra a altacupula das FARCs.

Algumas versões biplace dos esquadroes do 3GAv, esquadroes de fronteira, possuem torre eletroptica instalada. Diante do universo, sao poucas unidades.

Sobre o uso do hellfire nos ST, vai depender do cliente, ele vai querer pagar a integração a Embraer e a fabricante do armamento.

no mais, tou respondendo do celular, desculpe qualquer erro.

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

Bosco e Joker, grato pelas respostas…

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Joker,
quem lançou as bombas guiadas contra as FARC não foram os ST e sim os A-37.
Já vi fotos dos ST colombianos com um torreta do lado e bombas guiadas a laser, mas pra mim pareceu ser só promocional. Não sei a que ponto chegou essa integração ST/bombas guiadas/torreta eletroóptica.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Member
Carlos Alberto Soares

Caro Bosco

Dragonfly ?

Eita ….. dependendo do TO …..

http://chiledefense.blogspot.com.br/2013/10/surplus-37b-warplanes-sold-to-el.html

Carlos Alberto Soares
Visitante
Member
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Visitante
Member
Carlos Alberto Soares