quarta-feira, agosto 4, 2021

Saab RBS 70NG

Japão testa laser capaz de explodir o planeta Terra

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

planeta Terra 4_deathstar

ClippingCientistas da Universidade de Osaka, no Japão, testaram no fim do mês passado um novo laser que seria capaz de explodir o planeta Terra. Sim, explodir a Terra. O aparelho é o mais poderoso já feito até o momento e estima-se que dificilmente será superado no futuro próximo.

A potência do laser LFEX é de nada menos que 2 pentawatts. Para se ter uma ideia, um pentawatt (PW) é 10 elevado a 15 watts, o que seria mil terawatts ou um quatrilhão de watts. Apenas um pentawatt corresponde a 30 mil vezes a demanda diária de energia elétrica da Espanha.

Segundo os responsáveis pelo laser, a energia concentrada equiavel a mil vezes o consumo de eletricidade em escala global. Diante de tamanha potência, o laser foi disparado durante um picossegundo, que equivale a um trilionésimo de segundo, visando não oferecer qualquer tipo de risco.

O objetivo principal do experimento é aprimorar as técnicas médicas e industriais com uso de laser. A próxima meta da equipe responsável pelo estudo em Osaka é alçar a potência para 10 pentawatts.

Apesar do sucesso na experiência, o laser preocupa cientistas devido à possibilidade de ser usado para o desenvolvimento de armas de destruição em massa. Pesquisador da Universidade de illinois, Julio Soares disse que um laser de tamanha potência pode explodir o planeta em questão de segundos.

FONTE: Yahoo

- Advertisement -

43 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
43 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daniel
Daniel
5 anos atrás

Desculpem a ignorância, mas como fazer isso funcionar nessa potência se não temos tanta energia disponível para canalizar no aparelho?

Nâo conheço nada a respeito. É autosuficiente?

Internauta
Internauta
5 anos atrás

A Estrela da Morte???

Amaral dos Santos
Amaral dos Santos
5 anos atrás

E quanto de energia foi gasto para produzir o pulso?

_RJ_
_RJ_
5 anos atrás

Agora quase deu nó na cabeça:

1) o laser tem potência para destruir um planeta
2) os japoneses testaram o laser com sucesso
3) nenhum planeta foi destruído

Bom, o que destrói não é só a potência, e sim a energia transferida (pode multiplicar a potência pelo tempo que o bicho fica ligado)
Como energia não se cria, imagine o que se precisará de fornecimento de energia para alimentar o laser a ponto dele destruir um planeta (provavelmente não temos meios para fazer isso)

Portanto, “laser capaz de destruir o planeta” é balela.

fjvpaiva
fjvpaiva
5 anos atrás

2 pentawatts = 2.10^15
1 picosegundo = 10^-12

2.10^15 . 10^-12 = 2.10^3 (2 mil watts = secador de cabelo)
Com um tempo tão curto, a energia necessária é ínfima. Para destruir um planeta, será necessário gerar muito mais energia.

Pangloss
5 anos atrás

Pelo jeito, a Universidade de Osaka contratou o marketing iraniano para divulgar seus feitos. Ou terá sido o João Santana?

André Luiz.'.
André Luiz.'.
5 anos atrás

Editores de Forças Terrestres, vocês não acham que foram um pouco ‘sensacionalistas’ com o título do tópico? (claro, trata-se de um clip de matéria de outro site, que não tem lá muita preocupação com o que escreve…)
E, bem entendido!, esse novo laser não tem nenhuma aplicabilidade militar! O disparo, ou melhor, o “pulso” de 2 petawatts – 2 quatrilhões de watts, dura apenas um picossegundo – um trilionésimo de segundo. Esse equipamento (LFEX : Laser for Fast Ignition Experiments – laser para experimentos de ignição rápida)t em potencial uso para pesquisa de fusão nuclear.
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=laser-mais-potente-do-mundo&id=010115150804#.Vcjay6ODyM8

Cordialmente.

Gabriel
Gabriel
5 anos atrás

Pode ser útil para proteger a terra de asteroides , ou em escala menor destruir alvos em países inimigos .

Victor Moraes
Victor Moraes
5 anos atrás

Com o tempo pode evoluir, e bem, com o tempo, pode não ser suficiente para destruir a Terra, mas, pelo menos, fazer um estrago em algum país qualquer.

Jakson de Almeida
Jakson de Almeida
5 anos atrás

A China e a Coreia do Norte que se cuidem!

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

Eu torço para que seja verdade, não porque desejo alguma explosão, mas porque essa seria a primeira invenção/avanço tecnológico nipônico com utilidade prática.

Tirando os cachorros robôs que são uma gracinha – dirá alguma leitora do meu comentário 😀

Save Ferris!

André Tricolor
André Tricolor
5 anos atrás

Profecias malucas, LHC, fim do mundo, armas pranicas, godzila em 5,4,3…

Falando sério, qual é a aplicação que eles querem dar para o laser?

Pangloss
5 anos atrás

Reinaldo Deprera,

Você esqueceu os vasos sanitários japoneses, que transformam a faina de aliviar os tanques de lastro em um prazer.

Esquecimento imperdoável!

Objeto Trollador Não Identificado
Objeto Trollador Não Identificado
5 anos atrás

“Reinaldo Deprera 10 de agosto de 2015 at 16:43”

eles são os que mais investem/sempre investiram na tecnologia robótica no mundo…. existem hoje expectativas no Japão de que os cuidados caseiros para a população idosa podem ser melhor realizados através da robótica….no Brasil por incentivo de políticas públicas foi fundada uma indústria de robôs denominada ARMTEC Tecnologia em Robótica que desde 2004 vem gerando robôs bombeiros, ROVs, de avaliação de pavimentos entre outros….

Marcelo Bardo
Marcelo Bardo
5 anos atrás

O Vader nunca falou aqui que estava trabalhando com os japoneses.
Escondeu de todos kkkkkkkkk

erikson
erikson
5 anos atrás

Dêem só uma olhada na fonte da notícia! Yahoo, pelo amor dos meus filhinhos, algum estagiário deu uma fumadinha antes de escrever … kkkk

Trovão Azul
Trovão Azul
5 anos atrás

Isso tudo soar ficção ciêntifica demais , mas isso for realmente verdade lascou foi tudo pode se disser que todas as armas atuais jà ficaram obsoletas , jà ñ tiamos as temidas bomba atômicas !
Bem como disse o colega aqui encima se for pra destruí meteorios gigantesco serà valido mais serà mesmo ???

Ivo
Ivo
5 anos atrás

quer destruir o planeta?????? é só chamar o majin boo + o Goku…….. pronto, nem precisamos de laser dantesco rsrsrsrsrs…..

Johnatan warp drive
Johnatan warp drive
5 anos atrás

O laser do Japao sera batido quando o ELI (Extreme Light Infrastructure) – um paralelo ao LHC, so que com lasers (que terao por objetivo romper o espaço tempo) – no qual estara incluso o laser que gera potencia superior a um PETAWATT, que esta sendo produzido pelo Lawrence livermore, confiram https://www.llnl.gov/news/lawrence-livermore-deploys-world%E2%80%99s-highest-peak-power-laser-diode-arrays e http://www.eli-beams.eu/blog/2014/02/12/laser-focus-world-llnl-awards-contracts-for-the-petawatt-laser-system-for-the-eli-beamlines-facility/ , Lawrence livermore tem como objetivo alcançar os 10 Petawatt segundo https://www.llnl.gov/news/llnl-play-key-role-10-petawatt-laser-project, portanto logo o laser do japao estara no chinelo hahahahaha, a ironia e que nem de longe o Brasil esta proximo desse nivel “Chinelo”

Johnatan warp drive
Johnatan warp drive
5 anos atrás

…quando ELI estiver operacional!

Theo Gatos
Theo Gatos
5 anos atrás

É interessante o desenvolvimento da tecnologia e da capacidade, mas (já pedindo desculpas pela ignorância) para servir de arma de destruição em massa não seria melhor aplicada do espaço em direção à Terra ou ao alvo? Digo isso pois o feixe de luz do laser tem trajetória retilínea certo? Ele deveria estar ou no espaço ou em alguma aeronave para ser direcionado para um alvo em terra… (Em meio naval limitaria seu raio por conta da curvatura da terra?). Da Terra ele seria útil somente para atingir alvos aéreos ou vindos do espaço imagino… Além disso toda energia produzida na… Read more »

Tadeumar
Tadeumar
5 anos atrás

E vai explodir o planeta como? Ainda que o feixe seja concentrado linearmente, tenderia que ser dirijido do espaco para a terra e mesmo assim a dissipacao de calor na atmosfera impediria uma reacao em cadeia.

A Russia detonou a maior bomba thermonuclear jamais produzida pelo homen, foram 70 megatons, e o planeta nem sentiu qualquer tipo de alteracao ou pertubacao catastrofica de consequencia global.

Topol
Topol
5 anos atrás

Quero ver de onde eles tirariam a potencia necessária para alimentar uma máquina dessas em um regime contínuo… A corrente elétrica demandada por esse circuito seria algo absurdo e consequentemente requereria altíssimas tensões para reduzi-la e mesmo assim seriam necessários enormes condutores e isoladores gigantescos para garantir que não haveriam sobreaquecimentos e nem fuga de energia para a carcaça da máquina. Quero ver como fariam para arrefecer os componentes e lidar com o efeito joule… O aquecimento por perdas joule é diretamente proporcional a intensidade da corrente e a seção transversal do condutor, portanto, o circuito seria submetido a temperaturas… Read more »

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

Pangloss, na verdade eu nem conhecia essa pérola. Confesso que quando vejo a palavra invenção “comungada” com Japão, eu passo. Objeto Trollador Não Identificado, a produção industrial japonesa em nada tem haver com o meu comentário. Cite 3 invenções genuinamente japonesas que são ou foram usadas pela humanidade afim de trazer algum avanço para a civilização. Eu “agarantcho” que você terá mais facilidade em encontrá-las em qualquer outro país ocidental, inclusive o Brasil. Como todo o respeito aos japoneses, obviamente não quis diminuir em nada o respeito que esse povo merece. Eu apenas citei uma constatação que não é minha,… Read more »

clayton kikugawa
clayton kikugawa
5 anos atrás

O Japão inventou o radinho de pilha ( sony) e deu início a era da tecnologia individual. Mas o transistor, que não é invenção japonesa, foi o que possibilitou o artefato. Porém na area de entretenimento os japoneses inventaram tudo. video cassete , pendrives, disquetes, cd, dvd, blu ray, tela de lcd, tudo com tecnologia pioneira.

Vader
5 anos atrás

Dear Alexandre Galante:

Don’t be too proud of this technological terror you’ve constructed. The ability to destroy a planet is insignificant next to the power of the Force!

😉

https://www.youtube.com/watch?v=YnNSnJbjdws

André Luiz.'.
André Luiz.'.
5 anos atrás

Reinaldo Deprera, em 11 de agosto de 2015 at 1:35 # De onde o amigo tirou tais afirmações? E como assim que a Coreia do Sul “não sofreria” do mesmo problema que o Japão?…Acho tais conclusões falaciosas. Concordo que a produção de pesquisa básica no Japão não é tão grande quanto nos EUA e outros países desenvolvidos, apesar da pujança que seu mercado apresenta (mormente o de eletroeletrônicos). Mas dizer que a produção científico-tecnológica do Japão é inferior até mesmo a do Brasil (foi o que entendi de seu texto), parece-me incorreto! Para basear meu entendimento, vou me valer de… Read more »

Leopoldo Duarte
Leopoldo Duarte
5 anos atrás

Pow agora que os alienígenas não vão colaborar com a gente rsrs

Thiago
Thiago
5 anos atrás

Bom, até onde entendo disso, a quantidade de energia desse laser é baixa. porém ela é entregue numa velocidade extremamente alta, dai resultando essa potência absurda. Tempos atrás li uma matéria sobre como cientistas estavam conseguindo transformar lasers “sem graça” em “máquinas ultra possantes”. Beeem basicamente, eles tratam o foton como um “pacote de ondas”. Um foton “normal” teria um “pacote de ondas comprido”. Ai acharam um jeito de “comprimir esse pacote de ondas” (ou trem de ondas, como geralmente é referido na literatura) alinhando as fases das ondas eletromagnéticas que compoem o foton. A energia de 1 onda é… Read more »

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

André Luiz, tudo bem? A influencia da cultura lusitana, ou se preferir, ibérica, na sociedade japonesa era muito grande. Apesar de o povão provavelmente nem saber o que era Portugal ou Espanha, o idioma japonês (escrito e, sobretudo o falado) no século XVII, por exemplo, era carregado de palavras portuguesas. Minhas fontes são qualquer livro de história especializado no período e no Japão. Essa não é uma boa resposta, mas é a melhor que posso dar no momento em que acabo de chegar com a ração dos gatos e cachorros e com uma mãe veinha me torrando para eu ajudá-la… Read more »

panzer
panzer
5 anos atrás

vão alimentar o laser com anti matéria ou sake para gerar tanta potencia assim

lauro
lauro
5 anos atrás

Vivi a década de 1980. A época, o Japão era china de hoje. Iria se tornar a maior economia mundial em pouco tempo. Tecnologia, supercomputadores, tvs, video cassetes, e até carros que naquela época ainda se dizia que eles copiavam. Estavam comprando tudo nos EUA. Estúdios de cinema, Rockefeller center, imóveis, etc. Aí puxaram o tapete como estão fazendo agora com china pois ninguém é de ferro para crescer 12% ao ano por décadas. O Japão é muito desenvolvido tecnologicamente. Inclusive quanto à segunda guerra e considerando que o “mundo civilizado” e desenvolvido era a Europa e EUA, é incrível… Read more »

xtreme
xtreme
5 anos atrás

Fico imaginando como serão as armas em 2070….

ps. se as baratas não estiverem no comando até lá…rs

Shinigami
Shinigami
5 anos atrás

Reinaldo Deprera 11 de agosto de 2015 at 19:14 # Concordo em partes, os japoneses não inventaram muitas coisas se comparados a outros países, porem eles tem muita criatividade em adaptar e aperfeiçoar invenções que não foram originadas por eles. Existe milhares de coisas que não foram eles que inventaram mas muitos acadêmicos japoneses contribuíram para aperfeiçoar estudos posteriores, isto não desmerece a contribuição científica somente porque o inventor da teoria não foi um japonês. Os japoneses não investem em tecnologia pensando no mundo eles em primeiro lugar pensam em si mesmos, muitas das coisas que eles inventam foi desenvolvido… Read more »

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

Shinigami, perfeito. Você me ajudou a chegar no ponto que eu queria chegar. Tem coisas que devem ser conduzidas em duas mãos para se atribuir credibilidade à discussão e não ficar parecendo que estamos viajando na maionese. A síndrome de Galápagos é ponto. Uma questão psicosocial que me parece estar presente não apenas na sociedade japonesa mas na chinesa também. Quando cruzamos as informações que temos a respeito das decisões políticas e sociais de cunho histórico daquelas sociedades, vemos que eles tem uma tendência forte em se fechar para o mundo ou fechar parte do mundo para eles. Certos discursos… Read more »

Renato Carvalho
5 anos atrás

E vai ser disparado pelo Jaspion…

Francisco Ramon
Francisco Ramon
5 anos atrás

Se é síndrome Galápagos eu ñ sei, só sei que vivi 5 anos no Japão e achei maravilhoso, lá tem tudo de primeira qualidade, vocês sabiam que o supra sumo do produtos produzidos lá no Japão são destinados ao mercado interno?, . Quando eu ia no mercado ficava impressionado com tanta variedade de produtos, um melhor que o outro; ia na loja de ferramentas, nossa!! Ficava bobo de ver tanta ferramenta interessante e práticas; lá eu ñ ficavá esperando na fila para pagar conta, tudo é rápido e prático, e os atendentes supereducados. Em termos de segurança nossa!! Aí eu… Read more »

Victor Moraes
Victor Moraes
5 anos atrás

Vocês estão se esquecendo do Tomagotchi, o bichinho virtual, que, queira ou não, foi um sucesso comercial. Ponto para os Japão!

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

Francisco Ramon, sem dúvida os melhor produtos que o Japão produz são comprados pelo mercado interno. Muitos aqui já estiveram lá, e outros não, mas acho que a maioria já conhecia essa realidade. Podemos ir além. No Japão, os produtos de alta tecnologia comercializados no mercado interno estão anos à frente daqueles que serão comercializados no mercado externo em muitos casos. Isso também é um fato conhecido até porque não precisou ir lá para saber disso. Você sabe porque isso acontece? Imagino que não, mas isso nada tem haver com o que eu estava falando. Então amigo, não confunda as… Read more »

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

Teclado com esquema EN causando muitos erros nos meus comentários. Espero que entendam a minha falta de paciência para editá-los.

Reinaldo Deprera
5 anos atrás

clayton kikugawa, tudo bem? Seu comentário demorou muito para entrar e não recebi o email no mesmo dia, razão pela qual respondo agora. Você citou aplicações de tecnologias já existentes, e que nós sabemos que o Japão foi líder na industria eletrônica por causa da revolução eletrônica japonesa nos anos 80. Uma aplicação tecnológica, por definição, não é uma invenção. As aplicações que você citou são o que hoje chamamos de Gadget. Só para citar um exemplo, que se aplica às demais aplicações que você citou (como exceção do EEPROM): O vídeo cassete é um Gadget. Como todo Gadget, ele… Read more »

Singapura Chines doidão
Singapura Chines doidão
5 anos atrás

Agora, imaginem se o invento cair em “mãos erradas”!? Hoje ocorrem milhares de tentativas de invasão a servidores/computadores que controlam ogivas nucleares, mísseis etc. A mínima falha de segurança poderá acabar com o Planeta.

deo de rumo
deo de rumo
5 anos atrás

Tem como fazer uma de energizar o raio se eles criarem uma fonte de energia como o proprio laser

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -