Home Guerra Assimétrica Exército Brasileiro ensina Militares chineses a lutar na selva com o CIGS

Exército Brasileiro ensina Militares chineses a lutar na selva com o CIGS

4755
57

Exército Brasileiro

MANAUS, Brasil – Militares chineses solicitaram assistência do Exército Brasileiro no desenvolvimento das suas próprias capacidades de treinamento de guerra na selva, noticiou o site Defense News.

Conversando com repórteres em julho, o coronel Alcimar Marques de Araújo Martins, comandante do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) informou que a China tinha se organizado recentemente para enviar um grupo de oficiais e sargentos para serem treinados no CIGS, mas eles cancelaram sua participação em favor de uma abordagem alternativa.

“Eles já nos pediram para fornecer um número de instrutores e nossa experiência de guerra na selva para auxiliá-los no desenvolvimento de seu próprio programa na China”, disse ele. Não houve qualquer indicação quanto ao imediatismo de tal cooperação ou o número de instrutores a serem enviados.

Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
jose davi
jose davi
5 anos atrás

O exercito ganha alguma coisa com esses intercambios ?

Paulo César Santos Machado Santos Machado
Reply to  jose davi
1 mês atrás

Infelizmente nossos generais uma boa parte deles são formados na escola de Washington, então se resulta essas idiotices de teorias da conspiração comunista. Hoje infelizmente, dois países nem conseguem fazer intercâmbio um com ou outro, trocar experiências sobre táticas e treinamentos que possam aperfeiçoar ambos os praças. Parabéns pelo menos ao comandante que realiza este treinamento com os praças chineses. Torço para que venha logo a terceira guerra mundial, motivo: Quem ficar de pé segue o resto do milênio vivo até o dia do Julgamento final, então vamos também os EUA sendo julgado pelas suas mentiras e trambiques republicanos.

Augusto
Augusto
5 anos atrás

China: uma das maiores potências militares do planeta, que não para de investir em tecnologia de guerra. 1,4 milhão de pessoas ávidas por espaço (território), recursos naturais (água, biodiversidade, etc), matérias primas/comodities (minério de ferro, petróleo, etc).

Vamos mesmo treiná-los na Amazônia, porque tudo o que eles precisam está lá e, para melhorar, temos Forças Armadas sucateadas.

Eduardo Ribeiro
Eduardo Ribeiro
5 anos atrás

Para a China esse programa é de grande importancia em face das disputas que vem ocorrendo com os países do sudeste asiático pela posse de partes do oceano naquela região.

Se a disputa piorar vão precisar de soldados que saibam lutar na selva.

VTG
VTG
5 anos atrás

@Augusto – Além de um Desgoverno totalmente a favor da invasão de qualquer vermelho!!

Claudio Quadros
Claudio Quadros
5 anos atrás

Isso e perigo para o Brasil china e um dragao devoradora de pais cuidado Brasil china esta de olho Amazonia pode comeca tomando venezuela depois invadir o Brasil

Lorival
Lorival
5 anos atrás

eu acho estranho este pedido, eu acho que a amazônia já era ,perdemos não temos armamentos para nos defender

Zefiris
Zefiris
5 anos atrás

Bem, a China teve problemas durante sua guerra contra o Vietnã entre os anos 70-80. Não é só no Brasil que existe selva que pode vir a ser do interesse deles.

Objeto Trollador Não Identificado
Objeto Trollador Não Identificado
5 anos atrás

desculpem senhores…mas é minha opinião sobre o assunto…se não a toleram basta ignora-la…

Delfim
Delfim
5 anos atrás

O problema é que certas pessoas em Brasília abriram pro dinheiro chinês, agora não tem como dizer “não”.

Ainda amargaremos por achar que os chineses são melhores que “uzamericanumarvadus”.

Delfim
Delfim
5 anos atrás

OFF TOPIC : tráfico carioca ameaça matar 50 policiais pra vingar traficante Playboy.

Agora sim, vcs vão ver o que é conflito urbano… tragam a pipoca.

Objeto Trollador Não Identificado
Objeto Trollador Não Identificado
5 anos atrás

Tem se tentando criar uma mentalidade anti Rússia e Chinesa demonizando atitudes normais como se fossem ameaças….Chegara o dia em que o mundo entenderá então que os Estados Unidos não eram grandes..Mas somente ricos….E a riqueza é como a onda do mar…..Vai e volta…..esta sera a era do Dragão ….aceitem e conformen-se

Edimur
Edimur
5 anos atrás

Pede contra partida e pronto a vida segue simples assim

Tadeumar
Tadeumar
5 anos atrás

O Brasil, quero dizer os comunistas do Planalto vao ordernar ao EB que se ensine aos comunistas asiaticos como lutar Guerra na Selva? Em outras palavras, vao ensinar aos chineses como dominar a Amazonia? Sera que alguem mais esta de acordo comigo, ou sera que sou o supra sumo da paranoia? E para o comentarista Trollador, os EUA nao sao apenas ricos, sao grandes em todos os sentidos. Seu comentario e um atestado de ignorancia; pura e simplesmente. Os chineses sim, sao ricos (artificialmente ricos), e nao tem nada a contribuir para a civilizacao ocidental. Se algum dia, os EUA… Read more »

Antonio
Antonio
5 anos atrás

Se e quando essa tal ‘era do dragão’ chegar, espero já ter partido daqui. Um mundo dominado pela pior escória da espécie humana no poder não é meu ideal de consumo…

Mauricio R.
5 anos atrás

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

O “Marruá” dos russos:

(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2015/08/russias-volk-armored-mobility-vehicle.html)

Leonardo
Leonardo
5 anos atrás

Figuerredo e Ernesto Geisel já dizia querem que entregamos o país nas mãos desses politicos chegará um tempo que o povo pedira a volta dos militares.

Claudio Quadros
Claudio Quadros
5 anos atrás

Pelo amo Deus volta militares ja antes nao sobre mais nada para o Brasil

Edimur
Edimur
5 anos atrás

Alguém aqui acha que para dominar a amazônia a China precisa de treinamento na selva? Pela mor em não temos nem comida no quartel.

marcelo xyz
marcelo xyz
5 anos atrás

Preparação para invasão e ocupação da indonésia.
Pois em caso de guerra contra os EUA; a ocupação da Indonésia, será fundamental na rota de suprimentos provenientes do nordeste da África (petróleo/minério de ferro)

Anderson Sousa
Anderson Sousa
5 anos atrás

Off topic

armamento pesado apreendido com o trafico do Rio e a menos de 5 km das arenas olímpicas de Deodoro.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/08/bope-anuncia-prisao-de-traficante-fu-da-mineira.html

krluz
krluz
5 anos atrás

Eu pediria um milhão por aluno treinado só em sobrevivência e e um pouco de combate.

celso
5 anos atrás

Roraima ja esta em liquidacao a muito tempo………..os vizinhos do Suriname tem em sua populacao uma vasta populacao de chineses e indianos……..entao nem precisam invadir de fato, ja atravessaram a fronteira a muito tempo q nao tem vigias e nem recursos…alias , nunca teve. No Amapa a coisa ainda eh menos ruim…nao tem energia, nao tem infraestrutura, nao tem nada…rsrsrrsr mas os vizinhos sao franceses….menos ruim….kkkkkkkk Ahhhh….agora estes politicos canalhas terao q negociar com 9000 mil indios yanomanis e suas ONGs pra la de suspeitas, enfim, temos no Amapa um pais dos indios equivalente ao Estado do RJ…eh mole ou… Read more »

LORDELO
LORDELO
5 anos atrás

É EXTREMAMENTE PERIGOSO ESSA PROPOSTA, TEM QUE VER O SEGUINTE, QUAL O OBJETIVO ? PRA QUE ?E PORQUE ? ELES TEM SELVA TAMBEM NA CHINA, PORQUE AQUI ? TEM BOI NA LINHA. FIQUEM ESPERTOS.

Pangloss
5 anos atrás

Esse “intercâmbio” é a senha para o início da invasão.

Bardini
Bardini
5 anos atrás

Não vejo nada de mais, e esse tipo de cooperação é comum… Ainda mais em um Centro de Instrução… Que foi criado para este fim… Como a matéria bem disse, eles estão querendo aperfeiçoar suas habilidades de guerra na selva, e nada melhor do que pedir o auxílio de um renomado Centro de Instrução para a tarefa, e mandar alguns “intercambistas” para a amazonia, pois lá é que fica a cede da instituição. Eles não serão os primeiros a pedir uma ajuda dessas, e provavelmente não serão os últimos. Muita gente se preocupa com uma invasão militar dos chinas… Mas… Read more »

Rafael
Rafael
5 anos atrás

Acho que o Brasil n deveria enviar nenhum instrutor para China, se eles querem aprender a lutar na selva eles que venhao treinar aqui no (cigs) como todo mundo EUA,França, países da América latina.

Rafael
Rafael
5 anos atrás

Ironic mod on: Mas eu acho que as elites chinesas querem proteger os cidadãos deles de qualquer contato maior com civilizações ocidentais principalmente a brasileira kkkkk, por isso o pedido pra levar os instrutores lá ao invés deles virem aqui

Leandro
Leandro
5 anos atrás

da mesma forma q é irritante o anti-americanismo tbm é essa paranóia anti-chinês ou russo.

impressionante em pleno século 21 ainda tem gente que acha q todos os países querem invadir a amazônia e pegar na mão grande.

santa ignorância!!! Aja remédio pra tanta síndrome de vira-lata nesse país.

Edimur
Edimur
5 anos atrás

Deve sim fazer parceria e saber tirar proveito eles tem tecnologias que não temos olha a índia será que se não tivessem feito parceria com a Rússia hoje teria a força que tem? Estamos em 2015 mundo globalizado olha parceria Brasil e Itália (AMX).
Nosso inimigo e o nosso governo e ninguém mais isso no curto prazo.

Pablo Vilarnovo
Pablo Vilarnovo
5 anos atrás

…e a experiência de guerra na selva do pessoal do GIGS é…????????
Se tivessem solicitado ao Exército Colombiano aí sim encontrariam militares com experiência em Guerra na Selva. No CIGS não.

marcelo xyz
marcelo xyz
5 anos atrás

Acho que os Chinas vão gastar dinheiro à toa.
Os Objeticos militares que a China almeja (Vietinã, Malásia (parte insular) e indonésia, estão virando uma monocultura extensiva de palmeiras, para produção de óleo de Palma.
Para que treinar guerra na selva ?

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Primeiro, esta foto é uma das mais vergonhosas tiradas do EB, camuflagem totalmente equivocada.

Segundo, conselho de amigo: fiquemos longe dos chineses. Estão entregando o outro pro bandido. Serão eles os nossos inimigos no futuro. Cortem na raiz qualquer “cooperação” militar, especialmente uma onde so eles tem a ganhar.

Pablo, eu tive vários instrutores com CIGS e soldados que eu formei tambem se profissionalizaram e fizeram o curso como sargentos. Te garanto que eles não devem nada ao exercito colombiano em experiência, até porque na Amazônia acontecem muitas “coisas” que não aparecem na imprensa.

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
5 anos atrás

cara eu nunca vi tanta asneira escrita em tampouco espaço. Como caiu a qualidade das pessoas que aqui escreviam. pessoas, se vcs lessem um pouco mais as revistas especializadas em Defesa, saberiam que o EB já treina há muito tempo oficiais de outras nações no CIGS. Assim como mandamos pra fora os nossos
também. Ocorre que aqui como lá fora não se ensina o pulo do gato, somente a doutrina e sobrevivência. menos minha gente, sem essa que o Brasil já foi invadido e blá blá blá. O perigo está em Brasília!!!

Andre
Andre
5 anos atrás

Indo la ou eles vindo aki tanto faz a ordem dos fatores não altera o resultado se eles vem aki conhece nossas tática e o nosso território se fomos la conhece nossa tática e os pontos fracos .
Se eles pediram ajudaremos mais confiar jamais( pulo do gato) mais futuramente precisaremos de aliados para ajudar a proteger nossa amazônia

roberto
roberto
5 anos atrás

a galinha ensina o lobo a caçar?

Guto
Guto
5 anos atrás

Sinceridade, não penso que os Chinas estão de olho na amazônia não, mas sim nas terras cultiváveis que o Brasil possui, porque eles não tem mais aonde produzir alimentos para o seu povo e já estão aqui com investimentos pesados e é só o começo, quem viver verá!

Tadeumar
Tadeumar
5 anos atrás

Leandro,

O unico ignorante aqui e voce. Eu nao estou vivendo no seu pais (Brasil), e daqui de longe, da para perceber o projeto estrategico da China, com relacao a AL e especialmente com o Brasil.

Agora se voce acha que a Amazonia nao possui recursos minerais que seriam de grande valia para outros paises, entao voce ou e ingenuo ou e ignorante mesmo.

A China pensa a longo prazo. Eles tem a paciencia e a determinacao para chegar aonde querem.

No se esqueca que ja estao construindo uma base de foguetes na Argentina.

Nautilus
Nautilus
5 anos atrás

Se é para treiná-los, prefiro que isso seja feito com instrutores indo para lá, não com eles vindo para cá. A Amazônia tem suas peculiaridades. Eles vindo para cá, teriam conhecimento dessas peculiaridades. O Sudeste Asiático tem selvas, o que favoreceria nossos instrutores. Mas nenhuma selva é igual a outra.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
5 anos atrás

Colombelli e demais colegas, Em todas as fotos e vídeos que eu vi do CIGS, os militares usam essa camuflagem no rosto. Se ela realmente é uma porcaria (já li textos seus sobre camuflagem), isso diz muito sobre a alardeada competência do CIGS. E se juntarmos isso com a notória falta de armamento e munição do EB, fica difícil imaginar que o curso do CIGS seja tudo isso que o EB fala. No mais, espero que o CIGS tenha alguns segredos que realmente façam a diferença em seu treinamento em relação a outras tropas do mundo (o que eu acho… Read more »

André Tricolor
André Tricolor
5 anos atrás

É, a China irá vir com os exércitos de terracota mais o Jachie Chan e o Jet li montados em dragões alados para tomar a amazônia e escravizar os brasileirinhos

Breve para Xbox one, Ps4 e Pc

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Marcelo Tadeu, me desculpe, mas voce deve ser civil e por isso não sabe que não “existe o pulo do gato”. Não existe formula mágica para combate. A segunda fase do curso que trata de operações não contempla participação de estrangeiros, mas não há nenhuma fórmula mágica de combate, uma “doutrina secreta” que tenha de ser mantida em segredo, pois não há segredo. Inclusive eu que já tive acesso a material do CIGS ( tinha até a caderneta, que o Cb Hartmann levou e não me devolveu a 17 anos atras) te digo que a nossa doutrina de combate em… Read more »

Mauro
Mauro
5 anos atrás

Nossa senhora cada comentário que se lê.

Esse tipo de intercambio existe com EUA, França e outros países, mas sendo os comedores de criancinhas da medo sendo que eles não teriam condições de ter um conflito armado tão longe do país de origem, alias os maiores candidatos são só um país desse mesmo continente e que sempre treina por aqui, pelo simples fato de serem os únicos com poderio global.

Desinformação de alguns é assustador.

Tadeumar
Tadeumar
5 anos atrás

Senhor Andre Tricolor,

Procure saber qual pais extrangeiro esta comprando grandes extensoes de terra em territorio brasileiro.

Tem muito brasileiro com complexo de avestruz. O problems esta no horizonte, e eles enterram a cabeca no buraco e fazem de contra que ta tudo bem.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
5 anos atrás

Colombelli,

Essa camuflagem com traços retos eu vi em reportagens sobre o CIGS: todos os alunos estavam usando esse tipo de camuflagem e em mais de um dia. Isso me leva a crer que seu uso é ensinado ou, no mínimo, é tolerado.

No mais, o que você falou é basicamente o que eu imaginava. Não dá para ter estratégias e táticas muito diferentes do que praticam ao redor do mundo.

Pablo Vilarnovo
Pablo Vilarnovo
5 anos atrás

Galera, vamos lá. Levante a mão aqui quem realmente acredita na possibilidade de uma invasão da Amazônia por quem quer que seja?? Recursos natural nenhum até agora descoberto (sim e eu incluo o petróleo, nióbio, urânio e etc) justificaria a invasão pelo simples fato que é muito mais barato comprar no mercado. Então, vamos diminuir essas teorias de conspiração de uma invasão militar na Amazônia porque o maior perigo mesmo é o vácuo populacional e pedidos de autoafirmação de povos. Estratégias militares devem ser desenvolvidas (assim como toda estratégia) com bases em cenários com um mínimo de realismo. O segundo… Read more »

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Pablo, tu não estas enxergando o futuro. Invasões totalmente improváveis e consideradas absurdas logo antes de acontecerem permeiam toda a história. Este risco existe sim. Não agora, mas daqui 20 ou 30 anos. A história é cíclica mas também tem randomia, e preparação não se faz da noite para o dia. Tens razão no vazio populacional, que enseja outras estratégias de ocupação veladas, coisa igualmente comum na história, e muito mais prováveis que intervenção militar direta. Mas isso não infirma a possibilidade e a hipótese militar. É apenas mais uma possibilidade que também deve ser levada em conta. Todas elas… Read more »

PicaretasNightmare
PicaretasNightmare
5 anos atrás

Colombelli
11 de agosto de 2015 at 19:50 #

Já vi coisa pior na sede do CMSE…

O soldado da guarda apoiando a boca do cano do FAL no proóprio pé, para poder colocar o cotovelo na base da coronha..

Nem bandoleira o soldado tinha!

Em relação aos chinas, concordo 396.45% com você!

Hélio junior
Hélio junior
5 anos atrás

Estranho isso…será que o olho chinês esta aqui tb?

Pablo Vilarnovo
Pablo Vilarnovo
5 anos atrás

Colombelli, Não é que eu não leve em conta uma invasão militar na Amazônia, É que o risco disso acontecer é minimo, muito menor do que o hype que esse tipo de “lenda” costuma trazer. Hoje a Amazônia tem bens naturais mas não gera riqueza praticamente alguma. Vamos supor que uma potência se interesse, por exemplo, do nióbio. Ele terá que formar um exército, preparar uma invasão possivelmente se utilizando de diversos espaços aéreos de outros países, formar toda uma cadeia de suprimentos, e efetivamente invadir. Isso supondo que eles já saibam ONDE está a riqueza natural. Depois disso terão… Read more »

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Pablo, a riqueza eles sabem muito bem onde está, melhor que nós. O E2 do CMA rastreia “missionários” que circulam pela Amazônia a décadas fazendo levantamentos. Isso se falar nos levantamentos remotos por sensoramento. Mas a que me preocupa não é a atual. É a futura. água e trilhões em biodiversidade. Lembremos que potencias ocidentais tem as Guianas e a Colômbia como aliadas na região, e que poderiam ser vir de base facilmente, sem oposição. Os chineses hoje ainda (notar bem “ainda”) não podem, mas desenham alianças com a Argentina e teriam a natural proximidade com a Venezuela. Será que… Read more »