Home Noticiário Internacional Chave do arsenal está ao alcance, mas usá-la não é fácil

Chave do arsenal está ao alcance, mas usá-la não é fácil

6928
62
by Snoron.com
by Snoron.com

Roberto Godoy

ClippingNa manhã fria do dia 20 de janeiro de 2017, o presidente Barack Obama e seu sucessor, Donald Trump farão uma reunião tão delicada quanto discreta – de acordo com uma tradição iniciada com John Kennedy há pouco menos de 55 anos.

Esse é o momento em que serão transmitidas de um governante para o outro as informações mais delicadas dos Estados Unidos. Um terceiro personagem, um militar, anônimo e invisível, conhecido na Casa Branca como Anjo do Apocalipse, explicará então como funciona a maleta dos códigos eletrônicos que permite ao presidente acionar o arsenal de armas nucleares. Pelos 1.460 dias e noites seguintes, a valise preta estará a não mais de 25 metros de distância. Será o meio de acesso mais rápido às 7.650 ogivas e bombas atômicas do estoque americano, 2.150 delas sempre prontas para uso em bases secretas, a bordo de submarinos e em aviões mantidos sob alerta permanente, prontos para partir.

Já não existe o telefone vermelho, a linha direta e segura que durante a Guerra Fria permitiu aos ocupantes do Salão Oval, em Washington, e da Sala Nicolau, em Moscou, falarem diretamente em situações de crise. As comunicações seguras podem ser feitas por dispositivos conectados por meio dos satélites de grande capacidade da rede de inteligência. E, sim, Trump vai poder lançar um ataque atômico. Mas só depois que mísseis inimigos tiverem sido detectados voando em direção aos EUA. E não existe um botão de disparo. A ordem é um sinal eletrônico – por quase três décadas uma singela sequência de oito zeros – 00 00 00 00.

O número só teria sido alterado e passou a ser variável a partir das modificações no sistema de defesa estratégica dos EUA implantadas por ordem do ex-presidente George W. Bush, depois do atentado de 11 de setembro de 2001 contra as Torres Gêmeas. O presidente americano pode muito como comandante supremo das Forças Armadas – as mais poderosas da história da civilização -, mas não pode tudo. Tomar a iniciativa de um bombardeio com armas nucleares é uma decisão colegiada que envolve o Estado Maior Conjunto, os secretários de Estado, de Defesa e de Justiça, os chefes do Congresso, além do assessor especial de Segurança, dos diretores das agências de informações e, claro, de especialistas de diversas áreas.

Na Casa Branca, o presidente comanda de uma sala blindada cinco andares abaixo do solo os procedimentos especiais como a operação da equipe que matou o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, no Paquistão – e eventualmente também uma ação nuclear. O Pentágono mantém armas estratégicas preposicionadas oficialmente em cinco países: Alemanha, Bélgica, Itália, Turquia e Holanda.

Sem comprovação, haveria reservas também na Grã-Bretanha e em navios deslocados para o Oriente Médio. No mundo, sob o mar, silenciosos, navegam os submarinos de ataque, 14 gigantes da classe Ohio, carregados com 24 mísseis Trident de ogivas múltiplas, destinados a atingir alvos independentes com alcance na faixa de 10 mil km.
Uma operação militar convencional, sem envolver os recursos atômicos, é mais fácil. Trump tem autonomia para mobilizar tropas equipadas para combate e só comunicar ao Congresso depois do movimento, sob a justificativa de haver ameaça real e imediata. Um ataque em larga escala precisa do aval do Legislativo – desde que haja uma declaração formal de guerra. A envergadura não é pequena. As tropas somam 1,4 milhão de homens e mulheres e um imenso conjunto de equipamentos.

FONTE: Estadão

Subscribe
Notify of
guest
62 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
3 anos atrás

Apesar de fanfarrão, não vai ser maluco de iniciar um ataque. prefiro acreditar que irá incrementar o arsenal convencional, como Reagan fez.

Leandro Costa
Leandro Costa
3 anos atrás

E é exatamente o que Trump disse que faria. Incrementar o arsenal convencional, aumentando o orçamento militar, mas provavelmente modernizando meios nucleares, e não aumentando sua quantidade.

Pangloss
Pangloss
3 anos atrás

Há quem cogite que Trump poderia fazer uma loucura dessas. Curiosamente, são os mesmos que o criticam por ser hedonista e narcisista.
Mas como alguém com esses defeitos vai querer ameaçar uma vida tão boa? Coerência não é o forte desse pessoal.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
3 anos atrás

No Estadão :
“De acordo com o jornal Wall Street Journal, o setor de defesa americano projeta que a nova administração vai, no curto prazo, ampliar seus gastos militares. Na quarta-feira, as ações da Lockheed Martin subiram 6%, as da Raytheon, 7%, as da Northrop Grumman, 5,4%, e as da Huntington Ingalls Industries – as que mais se valorizaram -, 11,4%.
Nesta quinta, até as 15 horas, a Lockheed tinha ganhos de 1,5%, a Raytheon subia 1,2%, a Northrop Grumman aumentava 1,1% e a Huntington Ingalls se valorizava 1,5%.”
Não tem link pra não cair de spam.

kfir
kfir
3 anos atrás

Quem faz dinheiro não é burro, pq ele tem de convencer muitos outros a acreditarem, ou gerar valor, no que faz, para que estes lhe paguem…
ele quebrou, e se reergueu, ele não é burro, e é mais capaz que Obama…como empresário teve de competir a vida toda, sempre competindo e atirando em alvos em continua mudança…

ele não ganhou por acaso, ele sabia o que falava, o que para muitos parecia loucura, na realidade era a coisa certa a ser feita…

MUITO inteligente…

ScudB
ScudB
3 anos atrás

Ja tem a indicação de embaixador dos EUA na Líbia para próximos 4 anos – Killary Clinton!
Um abraço!

Soldat
Soldat
3 anos atrás

Já a maluca da Hillary a 1 coisa que ela ia fazer seria destruir mais um pais no oriente médio o Ira…

Espero que o Trump para com essa politica de destruir países!!!!

augusto
augusto
3 anos atrás

Se o Irã não quer ser destruído cala boca e fica queto, para de financiar o Hamas e a milícias shiitas no Iraque, para de ameaçar de fechar o estreito de Omuz e vale a boca e fica queto !

paco
paco
3 anos atrás

Sempre imaginei uma guerra nuclear como uma coisa muito doida. Tipo um país pulverizando concentrações de tropas de outro com misseis de cruzeiro nucleares, cidades importantes devastadas, um Front todo irregular pela fragilidade dos meios de comando e controle em frente a devastação e o número incrivel de baixas. Imagine a logística!!!!! O ambiente todo contaminado. Água, comida, veículos, tudo contaminado. Imagine um pé de poeira com sua roupa NBC a 1 semana no front? Tudo seria mais complicado. Muitas baixas pelo Fallout. Seria como combater no fim do mundo….

Jacinto Fernandes
Jacinto Fernandes
3 anos atrás

A se acreditar no que o Trump diz (estou entre aqueles que acredita que o Trump da campanha é um personagem) ele pretende aumentar a quantidade de navios da Marinha em quase 30% aumentar os efetivos do Exercito e dos Fuzileiros Navais e e aumentar o número de aviões de combate da Força Aérea…

Zmun
Zmun
3 anos atrás

Por mim, explodia era tudo.

Zmun
Zmun
3 anos atrás

Humor negro à parte, alguém acha que o presidente tem todo o poder que dizem ter? Quem manda na p**** toda não precisa se candidatar, nem se eleger. Atras das cortinas é que as decisões acontecem. O Kennedy foi querer peitar os caras e deu no que deu.

Hawk
3 anos atrás

Podem dizer que estou louco, mas que é capaz de fazer uma coisa dessas é o Obama e depois colocar toda a mídia, inclusive os “artistas de Holywood” e os “Artistas da Música” para justificar tal ato.
Tanto ele quando a Hilary ainda não acreditam que foram derrotados e que inclusive eles já estão questionando se tanta democracia realmente deve ficar na mão do povo!
Trump vai se tão bem acompanhado pelos democratas que se ele peidar vão dizer que é ataque químico, se ele jogar “Commander and Conquer” vão dizer que ele está planejando um ataque contra a China.

Soldat
Soldat
3 anos atrás

Tenho certeza de 1 coisa qualquer passo errado dado pelo Trump a galera que matou Kennedy passa ele rapidinho……..o que seria maravilhoso para os Zumbis pro-Âmis do blog kekakakakak…….

Vader
3 anos atrás

Uma coisa é certa, é o maior poderio bélico-militar da história humana.
.
Tolo quem pensa que um poder destes pode estar nas mãos de apenas um homem, a não ser que seja um Stálin ou um Kim Jong da vida. Nem mesmo o Crápula do Kremlin atual ou o mafioso do PC Chinês detém poder de usar seu arsenal nuclear sozinhos.
.
No mais, a Terceira Guerra Mundial já começou faz tempo, e está sendo travada em solo americano, brasileiro, europeu, etc. Façam um favor a reles existência e comprovem:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=I0Aq5SQrIEg&w=560&h=315%5D

Jodreski
Jodreski
3 anos atrás

Augusto cita que o Irã financia o Hamas e os Shiitas no Iraque. Esse é um motivo aceitável para destruir o Irã como foi feito com a Líbia e como foi feito com o Iraque? Pois se esse for o motivo para uma guerra muitos outros países são passíveis de destruição, inclusive os Americanos, Turquia, Arábia Saudita,Jordânia, etc etc etc… pois todo mundo ali financia alguém. A escolha é feita de que maneira? Só podem cometer atrocidades e genocídios os grupos com os quais você julga amigável? E aí todos os outros não podem e são seres malignos que merecem… Read more »

Vader
3 anos atrás

PS: a vitória de Trump não altera o quadro acima, apenas adia um pouco o comunismo mundial.

Hawk
3 anos atrás

Comunistas são os Thules modernos…
Parecem que não descansarão até levar o mundo para o um apocalipse ou pelo menos para algo que eles possam viver super bem e o resto na miséria…
Agora a pergunta que nem responde: o que leva esses grupos de homens serem tão egoístas assim?

João Bosco, o professor
João Bosco, o professor
3 anos atrás

Se alguém acha que o maluco do Trump vai começar facilmente provocar a Terceira Guerra Mundial, se engana redondamente. A coisa não é tão fácil assim. Então parem de acreditar em mídia que não sabe o que fala, como algumas andam falando por aí

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
3 anos atrás

Os EUA só tiveram uma janela pra vencer a URSS, que seria esticando a 2WW, como Patton queria.
Os soviéticos não tinham forças aeronavais pra atacar EUA e UK, táticas ou estratégicas, e ainda estavam anos atrasados tecnologicamente. E estariam sozinhos, sem ajuda.
Mas o Ocidente estava de saco cheio de guerra, e esta chance ficou pra trás.
O duelo Patton x Zhukov ficou no imaginário.

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
3 anos atrás

Não deve mudar muita coisa. A economia e a segurança mundiais dependem muito dos EUA, eles são referência dos valores ocidentais, apesar das nuances de liberalismo ou social-democracia ocidente afora. Com Trump, nem vão fazer uma política externa isolacionista nem maiores interferências na ordem mundial, e aumentar seus efetivos e arsenais incrementa toda uma cadeia produtiva por lá, que também gera empregos, impostos e renda. E, para qualquer eventual arroubo do Trump, nos EUA existe um sistema de pesos e contrapesos políticos e judiciais para contê-lo, ou, tomara que não, ele pode ser o próximo Kennedy.

kfir
kfir
3 anos atrás

Hawk

o diabo… há um componente sobrenatural nisso tudo…

kfir
kfir
3 anos atrás

HA UMA MENTE por trás de tudo,
o que ocorre no Brasil os meios de protestos, são idênticos…
é possível ver uma mente, coordenando tudo .
seja na imprensa ou nos países europeus
.
.

BREAKING: Obama Now Considering Martial Law Because Of Mass Riots
.
Posted by Matthew Bernstein | Nov 10, 2016 | Liberal Corruption
.
https://conservativedailypost.com/breaking-obama-now-considering-martial-law-because-of-mass-riots/
.
.
.

Vimos nos EUA, mulher defecando numa foto,
o uso das palavras fascismo, nazismo… um declarações semelhantes…a outras regiões…

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Kfir, no Brasil, quem está por trás nós sabemos, né.

Capoeira Angola
Capoeira Angola
3 anos atrás

Vader 11 de novembro de 2016 at 14:47
Uma coisa é certa, é o maior poderio bélico-militar da história humana.
.
Concordo, é o maior poderio bélico-militar da história humana, só superado pelo poder bélico da união de Rússia e China.

camargoer"
3 anos atrás

provavelmente, os protestos nos EUA são de origem bolivariana…. riso

kfir
kfir
3 anos atrás

OLha ai gente, já começaram a bombardear e desconstruirem a imagem de Trump . resumindo: Trump pegou 10 milhões de dólares e transformou em 10 bilhões, Trump fez filho em um monte de mulheres espetaculares. Trump derrotou TODOS os políticos de seu partido, e ainda sobreviveu a declarações do próprio partido falando contra … Trump se vingou de Obama Trump venceu hilary . trump governará os eua… , etc etc etc… . . Hoje o globo coloca a vice de uma ong, falando CONTRA este cara e o acusando de tudo que é ruim.. . Trump precisa deixar claro que… Read more »

Conan
Conan
3 anos atrás

Prezado Vader, obrigado pelo link. Aquilo tudo esta claramente ocorrendo no Brasil também, infelizmente.

Jorge F
Jorge F
3 anos atrás

Em 1945 apostaria todas as fichas em Zhukov levando-se por objetivo avançar até a França. As fábricas de armamento nos Urais estavam bem protegidas, até mesmo em relação bombardeios conduzidos por B-17, além disso, o óleo para mover a maquina de guerra russa estava disponível em seu próprio território, por sinal, também além do raio dos bombardeiros aliados da época. Em 2016 não enxergo vencedores. A NATO sem EUA não enfrentaria a Federação Russa e vice versa. Acho que é por isso que ocorre uma aproximação entre Trump e Putin, afinal uma Rússia forte ou uma UE forte notoriamente são… Read more »

_RR_
_RR_
3 anos atrás

Delfim Sobreira ( 11 de novembro de 2016 at 17:09 ); . Não creio que fossem levar uma invasão a URSS a frente mesmo que quisessem… . As economias do Ocidente, em 1945, estavam a um passo de quebrar… O Reino Unido, lutando a guerra desde 1939, enfrentava séria ameaça de colapso. E os EUA, com sua economia toda desarranjada, precisavam que a guerra se encerrasse ainda naquele ano. E com o restante da Europa em frangalhos… . Acredito que a “chance” de acabar com a URSS foi entre 1921 e 1922, quando a economia integralmente aos moldes marxistas já… Read more »

MadMax
MadMax
3 anos atrás

Cada vez mais estou convencido de que essa história de movimento orquestrado da esquerda gramiscista, também chamado de governo mundial, clube de bildebergue, firo de São Paulo é uma redução incorreta da realidade, uma verdadeira baboseira. Na verdade, o problema principal do ocidente hoje é o problema da captura do Estado. O que o ocidente tem que entender é que a liberdade necessita de Estado mínimo. O que aconteceu no mundo e no Brasil desde os anos 1960 foi um processo contínuo de “captura” do Estado e o surgimento dos “metacapitalistas”. Mesmo nos EUA onde o complexo industrial militar se… Read more »

MadMax
MadMax
3 anos atrás

O Brasil tem que entender é que sem Estado mínimo não há liberdade.
Sem liberdade não há mercado.
Sem mercado não ha diversificação do trabalho.
Sem diferenciação e especialização do trabalho não há desenvolvimento.
Sem isso estamos condenados a uma vida miserável.

bosco123
3 anos atrás

Mad Max,
Agora eu fiquei completamente perdido. Pra mim a “nova ordem mundial” era de caráter capitalista e o movimento comunista/islâmico era um contra ponto a essa tal “nova ordem”.
Vou voltar a falar de míssilzinho. rsrsss

bosco123
3 anos atrás

Pra mim a nova ordem mundial é a combinação de chips implantados nos cidadãos a mando do Anti-Cristo que se juntou com o Illuminati, os sionistas, a Rede Globo, os imperialistas, o complexo industrial militar e os reptilianos de Alpha Centauri, pra dominar o mundo.

MadMax
MadMax
3 anos atrás

Bosco, Pra vc ver a que ponto chegamos. Kkkk Segundo explica os exotéricos que acreditam nisso a nova ordem mundial não é capitalista, nem de direita. O simples fato de querer uma nova ordem contrária ao conservadorismo os torna esquerda e gramiscista pelos seus métodos. Os globalistas estariam derretendo o patriotismo, a religião, enfim a cultura ocidental, querendo desestabilizar os Estados e assim poder tomar o controle mundial e suprimir a democracia e o próprio capitalismo que no fim é extremamente concorrencial. O Bloco Russo-Chines nessa explicação são os esquerdistas nacionalistas clássicos, ao estilo comunismo soviético (comunismo num só pais).… Read more »

camargoer"
3 anos atrás

Olá a todos. A propósito do comentários sobre uma nova ordem mundial, a imagem da bomba explodindo lembra os panfletos da TFP…

bosco123
3 anos atrás

Valeu Mad!
Vou me inteirar mais do assunto.

Iväny Junior
3 anos atrás

Vader . Tu acreditas neste vídeo? O único conceito marxista que a Escola de Frankfurt utiliza é a dialética. O grande alienador/deturpador político-ideológico é o binômio foucault/sartre que apresentam uma visão burroticizada do Socialismo de Karl Marx. . Em temos de autoconsciência situacional nos âmbitos filosóficos, culturais, políticos, psicológicos e humanisticamente no geral, a Escola de Frankfurt é a segunda mais importante da humanidade, perdendo apenas para a base grega, a primeira a separar o conhecimento do mito (sendo a religião um dos mitos em relação ao conhecimento). O vídeo que tu compartilhou fere, inicialmente, o princípio geral do conhecimento… Read more »

Pangloss
Pangloss
3 anos atrás

Iväny, respeito sua opinião, mas discordo. Inicialmente, saliento que a dialética remonta a Heráclio. Não é um conceito criado por teóricos marxistas, nem sequer pelo próprio Marx. E, ainda, não compartilho do seu entusiasmo pela Escola de Frankfurt. Gostaria de saber quem foi que a considerou a “segunda mais importante da Humanidade”. Devem ter sido os marxistas, pois o esforço da Escola de Frankfurt foi, basicamente, atualizar os conceitos marxistas que se mostraram ultrapassados com a evolução da sociedade, entre a época em que Marx produziu sua obra e a época da publicação dos autores da Escola (menos de um… Read more »

Iväny Junior
3 anos atrás

Pangloss . Eu modestamente classifico, mas existem muitos pensadores que creditam seus estudos posteriores às questões levantadas pelos pioneiros de lá. Todas as grandes escolas filosóficas posteriores sofreram total influência direta da Escola de Frankfurt. Birmingham (Stuart Hall), Toronto (McLuhan) e Chicago (Harold Lasswel), só pra início e apenas no âmbito de filosofia e comunicação. Conceito da Gestalt (Wertheimer e Köhler) e a Bauhaus (Gropius), a Indústria Cultural (a base de todos os trabalhos de Noam Chomsky), Umberto Eco e sua sociologia aplicada. Além da base de Kant, Hegel, Göethe (que nomeia a universidade), Simmel, Weber e do próprio Marx… Read more »

Luciano
Luciano
3 anos atrás

“As tropas somam 1,4 milhão de homens e mulheres e um imenso conjunto de equipamentos.” Isso é o efetivo atual de primeira linha? Na II WW os EUA mobilizaram, numa guerra daquelas proporções e duração, cerca de 8 milhões de homens. Caso tivéssemos uma guerra convencional, longa e ampla como aquela, qual seria a capacidade de mobilização dos EUA hoje? Alguém tem esse projeção?

Pangloss
Pangloss
3 anos atrás

Iväny, Muito obrigado por sua resposta atenciosa. Admiro sua erudição, da qual não chego nem perto (e isso inclui os temas de defesa). Vou tentar responder aos pontos suscitados. ———————————————————– Creio que a Escola de Frankfurt realmente influenciou muita gente. O marxismo também. Quantidade, contudo, não é sinônimo de qualidade. Meus professores esquerdistas ficavam todos molhadinhos ao falar de Adorno, Marcuse, Benjamin, Horkheimer… E também de Althusser, Sartre, Chomsky, Eco… A lista não acaba! A Escola de Frankfurt foi indubitavelmente muito prolífica. Sua missão exigia mesmo muitas palavras e artifícios: atualizar e justificar o marxismo não é tarefa fácil. ————————————————————-… Read more »

Luciano
Luciano
3 anos atrás

Fora a briga de torcidas que domina o site, vez em quando aparece uns debates com erudição e fundamentação para além das rotulações de ambos os lados. Nessas horas a gente lê e aprende muito (contudo, no âmbito mais técnico no que tange os assuntos militares é mais frequente a contribuição de muitos foristas, o que também é muito bom!)

Luciano
Luciano
3 anos atrás

*aparecem

Iväny Junior
3 anos atrás

Pangloss
.
Uma das bases da Indústria Cultural e da teoria estética de Adorno era também dizer que enxergar o valor na arte não era pecado… eu acredito que no brasil os conceitos foram bem deturpados, bem como nos EUA, mas por motivos diferentes.
.
Um abraço e saudações. Sempre muito bom conversar com você por aqui. Agradeço ao protesto de erudição, eu não mereço tanto.

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Luciano. Trump pegaria essa turma que está protestando e mandaria para o front. Rs.
Turma da ordem, coloca para trabalhar.
A turma da bagunça vai para o front.

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Pedia ajuda ao Brasil, Temer mandaria a turma que está ocupando escolas. Sindicalistas…
Soldat…

DaGuerra
3 anos atrás

Caso as promessas de campanha se concretizassem, qual o cenário internacional teríamos? Uma volta a 1935 ou 1941/42? As potências Européias junto com Japão e os Sauditas teriam condições de protagonizarem uma detent contra Russia , China e Iran? Ou podemos contar que serão tragados e tentaremos fortalecer o Hemisfério Ocidental? Com a construção do muro acho difícil um pan-americanismo. O primeiro cenário poderia ser o mais provável.

bosco123
3 anos atrás

A retórica comunista muda ao sabor do vento. Antes queriam o Trump porque tinham certeza que ele não ganharia. Só queria ser do contra e valia até torcer para um capitalista aloprado virar presidente dos EUA. A desculpa dessa “preferência” era que ele iria fazer os EUA parar de se meter à polícia do mundo e iria se ater a uma política não intervencionista. Agora que ele ganhou já estão contra o cara porque veem nele uma ameaça contra as minorias e até à paz mundial. Vai entender… Lá como cá é tudo farinha do mesmo saco. O que a… Read more »

Nonato
Nonato
3 anos atrás

É verdade, Bosco.
Essa turma vive disso.
Denegrir imagens. Perturbar, enfraquecer.
Posam de defensores da saúde e da educação. Mas onde põem a mão, a coisa anda para trás.
Deixaram a saúde um caos.
Educação entre as piores do mundo.
Em nenhum estado governado por eles a saúde ou a educação é referencia.
São como cães sedentos.
Os líderes fazem uma lavagem cerebral.
Os zumbis sarm feito cachorros loucos gritando expressões que sequer sabem do que se trata…