Home Exército Brasileiro Entrevista do Comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, no Programa do...

Entrevista do Comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, no Programa do Bial

9588
235

O comandante do Exército brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, deu uma excelente entrevista ao programa “Conversa com Bial”, da TV Globo, na madrugada desta quarta-feira (20).

Villas Bôas respondeu a várias perguntas do apresentador, algumas espinhosas, sempre com muita elegância e com bom humor.

O comandante disse que não haverá punição ao general Antonio Hamilton Martins Mourão, secretário de economia e finanças da corporação, que em palestra numa loja maçônica de Brasília na sexta-feira (15), respondeu a uma pergunta sobre a eventualidade de uma intervenção militar constitucional. Na resposta, ele disse que os militares poderão ter de “impor isso [intervenção]” e que essa “imposição não será fácil”.

“Esta questão está resolvida internamente. Punição não vai haver. A maneira como Mourão se expressou deu margem a interpretações amplas, mas ele inicia a fala dizendo que segue as diretrizes do comandante. E o comando segue as diretrizes de promover a estabilidade, baseada na legalidade e preservar a legitimidade das instituições”.

Questionado sobre se, com a declaração, Mourão não teria quebrado a hierarquia militar, Villas Bôas disse que entre as atribuições das Forças Armadas está aplicar a lei e a ordem para defesa da pátria e das instituições, o que só poderá ocorrer por requisição de um dos poderes ou na iminência de um caos. “Quando ele fala de aproximações sucessivas, ele fala também das eleições que se aproximam [em 2018].

É preciso ver o ambiente em que ele estava. Ele não fala pelo alto comando”, afirmou Villas Bôas.

Villas Bôas citou ainda o Rio de Janeiro como exemplo de intervenção feita pelo Exército a pedido do Poder Executivo daquele Estado.

NOTA DO FORTE: imaginem como seria o Brasil se os políticos brasileiros tivessem o mesmo preparo, experiência e competência do general Villas Bôas. Talvez seja a hora de aparecer um Eisenhower brasileiro para se candidatar e colocar o país nos trilhos.

235
Deixe um comentário

avatar
235 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
68 Comment authors
AlvesRenanSilvio RCcolombellisergio ribamar ferreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Sobre a Nota do Forte: o Brasil precisaria de uma longa sequência de Eisenhowers brasileiros para desfazer a destruição nivel Terra Arrasada que os comunistas brasileiros fizeram em TODAS as áreas do país, principalmente a lavagem cerebral maciça em toda a população, através do sistema educacional, das editoras, da pequena e grande mídia, da Guerra Cultural.

Alex
Visitante
Alex

Excelente oficial, extremamente democrático, cheio de bom senso, e um grande legado de Dilma Rousseff ao pais (foi escolhida por ela para o cargo), ao contrario de FHC que nos legou Gilmar Mendes.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Precisamos de candidatos militares, católicos…
Aqui só esquerdista pode ser candidato, se aparece outro é “fascista” para baixo.
E aqui no Rio ninguém sabe onde o Crivella anda.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Se bem que Eisenhower era um político de farda. Ainda era coronel enquanto Patton e MacArthur já eram generais e passou a ambos, sendo comandante supremo.

Ozawa
Visitante
Ozawa

1° É evidente que o General Mourão não será punido. Um pouco de inteligência nesse momento de corrupção endêmica na política indica que se houver castigo a uma autoridade pública que critica esse ambiente ele vira mártir e será pior o último que o primeiro estado… 2° Ele, Mourão, só falou verdades e cogitou uma hipótese baseada em premissas. 3° O discurso foi na Maçonaria, da qual é público e notório que participam muitas autoridades de todos os poderes da República, incluindo o Presidente da República… 4° Villas Bôas, ou qualquer general brasileiro equivalente a Eisenhower… Menos, bem menos… Nem… Read more »

Alfredo C. S.
Visitante
Alfredo C. S.

Como disse o Carlos Bolsonaro: O presidente do MST falou, dentro do palacio do governo, em pegar em armas e ninguem disse nada…Chupa comunada!

Alex
Visitante
Alex

Opinião pessoal, o GN nem deveria estra sentado num programa desse, pois melhor resposta é o silêncio para esses bestas feras.

PauloR
Visitante
PauloR

Percebemos que o estado faliu quando um general ameaça o país com um golpe militar e não é punido pela sua declaração.
Eu acho que quem defende intervenção militar no fundo tem inveja da Venezuela porque não é possível criticar uma ditadura ao mesmo tempo que defende golpe militar no Brasil.

Bueno
Visitante
Bueno

Não é de assustar que estão preparado para uma ação, isto é função das FFAA dentro da constituição, caso seja solicitados. A Nação Brasileira clama por mudanças, infelizmente, estas mudanças não ocorrerão pelas mãos dos políticos. O exercito Brasileiro tem demostrado que esta atento aos ensejos da nação.

Bueno
Visitante
Bueno

Isto nada mais é que um teste lançado pelo EB, e bem coordenado. Interessante observar que o auto comando esta unido e o efeito colateral será a cabeça do Raul

PauloR
Visitante
PauloR

É bem provável que a declaração do General seja um teste para o exercito ver a reação do povo a um possível golpe militar. Felizmente vão se queimar dentro quanto fora do país porque golpe militar não é mais tolerado como era antigamente.

Cbamaral
Visitante
Cbamaral

PauloR 20 de setembro de 2017 at 13:53

Ai que você se engana, nunca tivemos um golpe, tivemos um regime militar e novamente o EXERCITO foi chamado a intervir porque o povo não aguenta mais essa corja de bandidos que afligem o país, e infelizmente pra você eles não vão se queimar por todos os cantos que ando todos são a favor de uma intervenção.

Hélio
Visitante
Hélio

PauloR 20 de setembro de 2017 at 13:44 E o país não faliu? E não, o general não ameaçou o país com golpe militar, ele ameaçou a quadrilha que tornou o país cativo de seus interesses. A função das forças armadas é defender o país, não ser marionete da elite politica, o exército é uma instituição de ESTADO, não de governo, Todos sabem que os militares tem imenso apoio popular e que a o regime militar é muito bem visto por quem viveu naquela época. O grau de corrupção e desestabilização institucional no Brasil é um grave problema de segurança… Read more »

Paulo Itamonte
Visitante
Paulo Itamonte

Villas Boas foi indicado/escolhido a dedo por Dilma. Então eu não fico com um pé atrás com ele, eu fico com os dois pés!!

PauloR
Visitante
PauloR

Eu queria saber de onde vocês tiram essa imagem que não existe corrupção no exercito e que seus generais são paladinos da moralidade e honestidade para aceitar um golpe político contra corruptos que estão no poder.

Paulo Itamonte
Visitante
Paulo Itamonte

Mais:
A mídia (ainda mais o Bial … da TV Globo!) não convida gente para ser entrevistada a não ser que tenham certeza que o ¨camarada¨ vá falar somente a conversa fiada politicamente correta oba-oba de sempre!

Walfrido Strobel
Visitante

Estas empreiteiras que com o PT saquearam o Brasil são fruto da Ditadura Militar, não foram criadas por Lula e Dilma.
Ocorre que com olho gordo desta turma do PT não tiveram classe para roubar, fazendo esta lambança desordenada que gerou a lava jato e seu juiz(em minúsculo mesmo) exibido que está terminando de acabar com o Brasil.
Dar um golpe agora neste Brasil falido só jogaria as Forças Armadas no meio deste lixo, se aliando ao mesmo lixo da Arena(Partido Político) que os militares se associaram na época da ditadura para viabilizar seu governo.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

Uma Ditadura não deixa de ser uma ditadura só por ser de direita.

Daqui a pouco vai ter gente defendendo comer cocô só porque a esquerda é contra comer cocô.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Eu acho que isso foi pensado. Testaram a resposta da opinião pública. No dia seguinte, no portal de esquerda UOL, haviam mais de 350 comentários. Dei-me o trabalho de ler 35, para ter uma amostragem de 10%.

29 comentário eram a favor do Mourão. O EB deve ter usado como termômetro para entender o nível de aceitação popular no caso de……..

PauloR
Visitante
PauloR

Parem de falar que o PT saqueou o Brasil como se houvesse um único culpado pela situação caótica que vivemos. Muito desses esquemas de desvio de dinheiro descoberto no governo Dilma se originaram no governo FHC, outros são da época do governo Sarney e continuaram durante o governo do PT mas naquela época nada era investigado ou logo era engavetado pelo Procurador de Justiça do FHC. Assim como adoram omitir os roubos dos partidos de direita como PSDB e DEM (que agora viraram de esquerda mais em 2014 votaram em peso no Aécio para derrotar os ”comunistas”) vocês também gostam… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

As Forças Armadas sabem o quanto foi prejudicial a sua imagem o Golpe Militar, não devem embarcar em outra aventura dessas que não se sabe como terminará. Se não fosse a inteligencia do Pres. Figueiredo e enfrentar os Generais mais radicais que queriam se eternizar no poder e entregar o comando aos civis estariamos por mais quanto tempo na ditadura? Até haver uma revolta e ser substituida por outra ditadura oposta, de esquerda. Melhor deixar que a situação se resolva, e não dar bola a exibicionistas como o queimado Gen. Mourão, aplaudido pelos golpistas de plantão, mas uma voz isolado… Read more »

Adriano Luchiari
Visitante
Adriano Luchiari

Concordo com a maioria dos comentários acima. Dizer que o Brasil é uma democracia só porque aqui há eleições diretas e regulares é uma falácia. Justifico a partir de princípios democráticos consagrados como o direito de votar e ser votado: um eleitor com 16 anos pode votar, entretanto não pode ser candidato (votado), até onde eu sei só acontece aqui. Outro ponto: quantos candidatos se elegem com votação inferior à de outros “puxados” por voto de legenda (efeito Tiririca), que frustram a expectativa de tantos eleitores? Voto compulsório, serviço militar compulsório, isso é democracia? E as urnas eletrônicas, que sequer… Read more »

antonio danizete felix
Visitante
antonio danizete felix

Abestado, nós somos país do faz de conta, os militares não fazem nada por que são do jogo,a igreja não faz nada por que são do jogo. o jogo que o povo os sustentam e todos fazem que defedem o povo , massa de manobra, vejo igrejas lotando ginasio para ver padres , pastores, 3 milhoes pra ver o papa e o povo niguem defende estamos ,povo, levando mais uma goleada 70 veses 7 a zero se mim entedem bestado, o resto é achismo………….

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

O General Mourão está certo. Expressou o sentimento de quase todos os Brasileiros exceto a gentalha esquerdista. Não ameaçou a democracia e sim cobrou o cumprimento da lei por parte dos pilantras do MPF e STF na punição das quadrilhas de políticos que roubatam bilhões e jogatam o Brasil nesta crise. É com PATRIOTAS e LÍDERES como o General Mourão e o Capitão BOLSONARO que o povo pode contar para qye a Nação reencontre seu caminho de Ordem e Progresso.

Hélio
Visitante
Hélio

PauloR 20 de setembro de 2017 at 15:02

~parem de falar que o PT saqueou o Brasil~

~partidos de direita como PSDB e DEM~

Parece que já entendemos essa sua preocupação…

Hélio
Visitante
Hélio

sub-urbano 20 de setembro de 2017 at 14:51

alguém falou em ditadura? Intervenção não é ditadura, ditadura é isso que vivemos hoje, o regime atual deve ser derrubado e o poder entregue ao povo para que esse escolha o caminho que quer seguir.

Hélio
Visitante
Hélio

Walfrido Strobel 20 de setembro de 2017 at 15:19

~aplaudido pelos golpistas de plantão~

parece que tem um pessoal se revelando.

PauloR
Visitante
PauloR

Foram 40 anos no regime militar é o cara vem falar que foi só uma intervenção militar. kkkk

Para quem pensa assim, o Brasil ideal é esse que vivemos, combina melhor com a ignorância e falta de conhecimento.

Bravox
Visitante
Bravox

PauloR nunca vi gente da idade do meu finado avo reclamar do regime militar sempre falando bem (bandido tomava pau ou chumbo).

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado PauloR Vc está equivocado, veja. Ele disse que o EB está pronto pra intervir. Como intervir? Está na Constituição. Por iniciativa de qualquer dos Poderes Constitucionais. Ou seja, se em última instância, o Judiciário não resolver, ele (o Judiciário) pode acionar as FFAA para garantir que ele (o Judiciário) resolva. Mas por que o Judiciário? Porque é o último na “linha sucessória” a Presidência da República. Se depois do PR e VicePR, os Pres da Câmara e Senado não puderem assumir (perdendo toda a linha política), sobra o Presidente do STF (q não é político). Se esse não conseguir… Read more »

PauloR
Visitante
PauloR

Bravox 20 de setembro de 2017 at 15:51

Eu já ouvi muita gente reclamar do regime militar mas sei que você vai dizer que eram vagabundos, comunistas de m*… blá blá blá. Regime militar não caiu de maduro, caiu porque ninguém aguentava mais.

Walfrido Strobel
Visitante

Hélio 20 de setembro de 2017 at 15:37
Hélio, realmente as pessoas estão se revelando, vc mesmo se revelou pronto a apoiar um golpe.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Senhores É uma tremenda loucura achar q é um termômetro. A questão é simples. Antes, não havia dispositivo legal pra resolver problemas desse tipo. Hoje, há. Simples assim, e, como os Gen disseram, as FFAA vão garantir q o processo legal ocorra. Não existe hipótese de FFAA tomarem o poder, elas garantirão, em última instância, que os Poderes Constituídos controlem o país. Primeiro, os políticos de acordo com a previsão legal de sucessão, Pres (já rodou), VPres (pode rodar), Pres Câmara (pode rodar), Pres Senado (pode rodar) [Obs: pode rodar por causa das denúncias q já existem], e, em segundo… Read more »

Eduardo Jardim
Visitante
Eduardo Jardim

Quem tem experiência com política sabe que o poder desgasta, por isso não acredito que o Exército queira assumir outra vez. Quando esteve no poder o Exército demonstrou não ter inclinação ao Liberalismo Econômico, por isso não vejo possibilidades de reformas econômicas por parte da caserna, e nem da classe política. Está enraizado em nossa cultura acreditar no Estado grande como ele é. Instituições militares são baseadas em disciplina e hierarquia mas isso não significa que não sejam democráticas. Os pilares da democracia são outros mas o debate na sociedade está confuso. Entendo que o aperfeiçoamento da democracia levará décadas… Read more »

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

O General Mourão, foi chorar pitangas no lugar errado.Lá todos sabem de tudo que acontece, pois eles tem participação ativa em tudo que ocorre no país.

Vilson J Fadel
Visitante
Vilson J Fadel

Me desculpe Paulo R mas o regime militar foi de 1964 a 1985,1986 José Sarnei era o Presidente que assumiu a Vaga do então falecido Tancredo Neves.E sim sou totalmente a favor do que disse General Mourão,sinto é muitas saudades do período militar,mas os militares se tiverem de intervir creio eu que ficarão pouco tempo ,não se antes promover uma reforma constitucional e depois fazerem eleições gerais,este é meu desejo.Brasil acima de tudo só abaixo de Deus.

Doug385
Visitante
Doug385

PauloR 20 de setembro de 2017 at 15:40
Foram 40 anos no regime militar…

Vejo que o conhecimento lhe sobra.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

coitado do vilas boas…até q ele é uma boa pessoa…

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Walfrido Strobel 20 de setembro de 2017 at 14:48

Claro…A culpa é do Moro..deveria deixar a PTzada roubando até o infinito para não prejudicar outros negócios..

Matheus G.
Visitante
Matheus G.

Agnelo 20 de setembro de 2017 at 15:55 Para você e os demais, intervenção militar é inconstitucional. Não adianta querer argumentar que intervenção militar é constitucional, porque isso não é verdade. Eu acredito que existe apenas uma possibilidade de se ter uma intervenção militar que é justificável, quando o povo em sua quase totalidade pede por ela, fora disso não há como defender intervenção. Na Constituição está escrito que o poder emana do povo, quer dizer que o povo é detentor de todo o poder, estamos numa democracia e é o povo que dá poderes aos seus representantes de governar,… Read more »

Guizmo
Visitante
Guizmo

Semântica……

Matheus G.
Visitante
Matheus G.

Rodrigo Martins Ferreira 20 de setembro de 2017 at 16:25 A tese deles é muito simples, o Moro quebrou o Brasil investigando e prendendo os políticos do governo Lula, Dilma e agora do Temer. Se isso ocorreu, a Petrobrás foi atingida que em sua maioria acabou com a indústria naval e petrolífera do país, com isso enfrentamos a crise que atingiu os gastos das FAs e dos amplos programas sociais do governo. Eu tenho as matérias tudo aqui gravados em documentos de textos, sites já conhecidos pelo público notório da “imparcialidade”, são sites como carta capital, carta maior, blog gnn… Read more »

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

Meus caros, o governo ideal deve surgir do mar da mudança e se apegar ao ser Verdadeiro. A sabedoria é a pedra de esquina dum bom governo. É a lição que um bom governante exerce com maestria todos os dias do seu mandato. . Um Líder sábio é a pedra angular é o elemento essencial que dará existência àquilo que se chama de fundamentos da construção de uma grande nação. Porque a sabedoria é fundamental para o campo da boa liderança. . Hoje temos um líder deste quilate a nos governar??? Obviamente que NÃO!!! Ao contrário… . Um sentimento terrível… Read more »

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

A onda já virou. A maré agora corre para a Direita. Liberalismo econômico e conservadorismo moral. Defender o PT depois de TUDO, é…… a doutrinação foi PROFUNDA. Os melancias abundam.

Walfrido Strobel
Visitante

Juliano Bitencourt, “Conservadorismo Moral” no Brasil???

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Caro Walfrido, há quem prefira QUEERMUSEU.

Leandro Pereira
Visitante
Leandro Pereira

Está na hora de voltarmos a ser uma Monarquia Constitucional Parlamentarista, só assim o Brasil entra nos trilhos.

Matheus G.
Visitante
Matheus G.

Juliano Bitencourt 20 de setembro de 2017 at 17:45

E você viu que o Soros entrou com 500 milhões de euros no banco Santander em 2015?
hahahaha
Mais uma prova de que lado os globalistas estão.

libório P. Pinto
Visitante
libório P. Pinto

Meu pitaco:
Percebo o quanto tem gente tapada, boi de piranha s como esse PauloR, em qual planeta vc pensa que está meu caro? Outros achando que o EB está querendo testar as visões e opiniões do povo brasileiro.
Prestem mais atenção como tudo funciona neste país pessoal, nosso povo é culturalmente muito ignorante, principalmente no aspecto político.
Lamentável! !

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Sou um grande admirador do Gen. Villas Boas, um líder nato, que sabe pesar bem as palavras neste momento de comoção nacional e midiático.
Uma pena esta doença pois daria um grande estadista.
O Mourão falou mesmo, e daí? Dentro de outro ambiente, fora do quartel. E o recado foi dado. Não que eu seja a favor de golpe militar.

Para mim um dos melhores comandantes que o EB já teve.