Home Clipping Bolsonaro nos EUA: ‘vou dar carta branca para a polícia matar’

Bolsonaro nos EUA: ‘vou dar carta branca para a polícia matar’

8655
304

Por Andrew Fishman, Cecília Olliveira

TARDE DE OUTONO em Deerfield Beach, Flórida, temperatura batendo os 30 graus e brasileiros legais e ilegais permaneciam firmes, em fila, para ver e ouvir as propostas de Jair Bolsonaro, caso ele seja eleito o próximo presidente do Brasil. Entre gritos de “mito, mito, mito” e “fila é uma coisa muito brasileira”, centenas de pessoas se amontoavam para esperar o “presidente” chegar.

No evento, realizado neste domingo (8) num bar brasileiro a 45 minutos de carro de Miami, não houve protestos contrários à presença de Bolsonaro. Essa foi só uma das paradas da viagem do deputado pelas terras de Trump. Com a ideia de angariar apoio estrangeiro para sua candidatura presidencial em 2018 e estruturar a imagem de liberal sério, estão previstas visitas – e protestos – em Massachusetts, Nova York e Washington D.C.

O Tour Bolsonaro está sendo apoiado por grupos interessados e investidores brasileiros que apostam numa imagem mais sóbria, com foco na economia liberal. E isso foi ao encontro do exposto pelo deputado. Apesar de as pessoas ouvidas por The Intercept Brasil priorizarem o problema da violência como o motivo para migrar para a Flórida, Bolsonaro — entre desvios para reclamar de Marxistas e atacar a imprensa — tentou focar seu discurso na esfera econômica, demonstrando uma visão claramente patronal.

Ele endossou o fim da CLT, a redução de impostos, a desburocratização para empresas, uma resolução para que “a questão indígena” não limite o desenvolvimento do agronegócio, “a tal de parceria público-privada” para abrir mais investimentos dos EUA e uma lei antiterrorista mais dura para “evitar que os marginais, os terroristas do MST continuem barbarizando lá no Brasil”. “Eu não vou fazer uma política de massa, chama ‘o trabalhador, o trabalhador’. Não, tudo bem, o trabalhador tem seu valor, mas o patrão também”, discursou o deputado.

“Eu não vou aqui ser o
Jairzinho Paz e Amor”

Mas, no fim, a essência de Jair prevaleceu: “Eu vou dar carta branca para a polícia matar”. E então, a plateia, que já estava animada, foi à loucura: “Mito, mito, mito!”

No evento de mais de duas horas, o que emergiu foi mais do mesmo, a velha visão política: o Estado deve fazer tudo que puder para servir aos interesses financeiros da classe empresarial tradicional e usar os mecanismos de repressão física, política e cultural para combater qualquer ameaça. Essa postura sempre teve um lugar proeminente na governança do Brasil, mas o que o Bolsonaro propõe é tirar as luvas e redobrar o esforço.

Apesar de fazer chacota com o jornal Valor Econômico, que o comparou a Dilma no quesito economia, de fato ele não apresentou novas ideias para alcançar as mudanças econômicas desejadas. E, de fato, ele repetiu as propostas “desburocratização”, hidrelétricas, PPPs, fortalecimento do agronegócio e investimento em pesquisa científica para fortalecer a indústria. Todas estas opções estavam na cartilha de Dilma Rousseff.

Nas palavras do próprio Jair Bolsonaro: “A imprensa fala que eu não entendo da economia. Olha, pelo que eu sei, o Ronald Reagan também não sabia e ele foi um dos melhores presidentes americanos.” (Mas há controvérsias.)

Outro presidente americano que pouco entende de economia e que o Bolsonaro elogiou foi Donald Trump. “O que eu falo lá é muito parecido com o Trump aqui. … Então, acho que com a questão do Trump, se eu chegar lá, pode ter certeza que ele vai ter um grande aliado no hemisfério sul.”

Os paralelos entre os dois políticos foram evidentes no domingo, e se for para aprender algo da vitoriosa campanha de Trump, é que grande parte do seu apoio não veio porque os eleitores o acharam mais coerente, consistente ou qualificado. Muitas pessoas votaram em Trump porque interpretavam que o país estava no caminho errado, liderado por uma classe política corrupta e desconectada da realidade. Então apostaram nele como a melhor chance para fazer mudanças drásticas em pouco tempo — porque, para elas, isso seria menos assustador do que mais do mesmo.

FONTE: The Intercept Brasil

304
Deixe um comentário

avatar
304 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
80 Comment authors
AndersonLeoDouglasHawkDaGuerra Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Quanto mais batem nele, mais ele sobre nas pesquisas.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Sujeito sai aqui do Brasil para falar besteira e passar vergonha nos EUA. Extrema-Direita xucra é isso aí!

Bravox
Visitante
Bravox

Ele fala isso des de sempre que novidade tem ai ?

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

eus caros, “Muitas pessoas votaram em Trump porque interpretavam que o país estava no caminho errado, liderado por uma classe política corrupta e desconectada da realidade. Então apostaram nele como a melhor chance para fazer mudanças drásticas em pouco tempo — porque, para elas, isso seria menos assustador do que mais do mesmo.” E precisa falar algo mais!!?? Boa parte do povo já consegue enxergar quao nefasta é determinadas politicas dos chamados ideologos socialistas/esquerdistas. E nao quero dizer com isso que o povo está caindo de amores pelos ditos da direita, nada disso. Minha percepção aqui é de que está… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Ele vai ser candidato a presidente ou a Deus? Não é atribuição do presidente “dar carta branca pra polícia matar” (nem à Federal), mesmo porque no Brasil a polícia é estadual, e se ele disse isso é um sem noção que pode, se continuar nessa linha, perder pelo menos um voto, o meu, porque de cara já demonstra que não sabe quais as atribuições do Presidente da República e nem quais são os ditames da Constituição Brasileira. Cada vez mais me convenço em anular o meu voto e cuidar de preparar minhas filhas para se pirulitarem do país o quanto… Read more »

Melky Cavalcante
Visitante
Melky Cavalcante

Por mais que eu seja simpático a muitas idéias do Jair, não consigo ver nele um candidato à presidência. A décadas na política, nesses últimos anos desejante do posto de presidente, não consegue apresentar um plano de governo. O que eu vejo é apenas um discurso populista como os esquerdistas, explorando a insatisfação com o atual e se apresentando como algo novo, mas faz parte do vela e com seus mesmos vícios patronais, promovendo a família na profissão de político profissional . Nem vou falar no viés autoritário e preconceituoso, que divergem totalmente do espírito republicano. Uma aproximação muito intima… Read more »

Melky Cavalcante
Visitante
Melky Cavalcante

Correção: “Se apresentando como algo novo, mas faz parte do velho”

Luciano
Visitante
Luciano

Um boçal como esse sendo aclamado como salvador da pátria. Vejam o tamanho da nossa desgraça.

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

A impressão que tenho, se Bolsanaro continuar nessa trajetoria ao que me parece provinciana em relação aos EUA, ficará reduzido a um Kadirov(presidente da Chechênia) dos trópicos, que até abre a porta do carro pro Putin…

A que chegamos, um deslumbrado na presidência!!!

Bosco
Visitante
Bosco

Eu fico pensando aqui com os meus botões: um pretende a carga público tem que estudar pra passar no concurso e às vezes leva anos de preparação. Já no caso da presidência da República há pretendentes que cobiçam o cargo por anos mas sequer se preparam para a língua inglesa e a espanhola. Para um presidente com pelo menos uns 20 anos de preparação prévia e que não falta dinheiro e nem tempo, que tem como objetivo de longo prazo o cargo mais alto da República e que nunca se preocupou em aprender o inglês e o espanhol já demonstra… Read more »

oganza
Visitante

Gostando ou não, admitindo ou não o Povo Brasileiro é conservador e impregnado de valores cristãos e não importa se tais valores estão difusos, hora se aplicando hora não, eles estão lá. . Por 30 anos nenhum político nem sequer tentou refletir isso em seu discurso ou ações, e não importa se seria fingimento ou não, o fato é que nem tentaram. Agora se somarmos os 60 anos de tomadas de espaço gramsciana em redações, escolas, universidades, artes e igrejas o cenário fica pior. . Hora, as pessoas que produzem a opinião, a educação, as notícias, etc… etc… hoje no… Read more »

Shazam
Visitante
Shazam

Fui da uma olhada na fonte e o site e mais esquerdista que o Cartacapital. Quanto ao Bolsonaro, nao vejo ele como o candidato ideal mas se for olhar os concorrentes..

Dom Pedro II deve estar se remoendo no seu túmulo

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

Só de apoiar o “Real lastreado em Nióbio” já se vê o nível desse sujeito.

Fora as relações umbilicais com os corrupto$ pastore$ evangélico$ da Assembléia de Deu$

Igreja é a Católica, o resto é cassino pra enganar bobo.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

The Intercept:fake news comunista. Meu voto, se ainda estiver no Brasil, será de Bolsonaro. Simplesmente porque as opções vão de socialismo fabiano (Doria) a ultra esquerda petista. Passando pelos socialistas Ciro e Marina. Só esgoto.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Exato Melky Cavalcante, é um discurso populista como os esquerdistas, passando a se apresentar como algo novo.
Dizem as más línguas que em 2018 nunca se verá candidatos semelhantes a ponto de terem propostas quase idênticas, mas se apresentam como algo novo.

Bueno
Visitante
Bueno

No vídeo 1:21:00, ele fala “se eu mudar 3 artigo no código penal dou carta branca para o PM matar ” e continua explanando … o motivo da mudança

oganza
Visitante

Bosco,
convenhamos, a presidencialidade de Bolsonaro caiu no colo dele, tudo começou com o tal kit gay e os seguidos holofotes que lhe foram dado, pois convenhamos de novo, o discurso polidamente incorreto dele é o mesmo desde os tempos de vereador do Rio de Janeiro e de fato ele nunca demonstrou, em ações, ambições maiores do que ele próprio já tinha. Se assim fosse teria tomado o mesmo caminho dos outros na Politicagem. E que o povão cançado de mais do mesmo enxerga nisso? Coerência.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Lembrando que agora o ForTe tem viés. Leiam as matérias políticas, as fotos publicadas, as ênfases dadas, com um potente filtro.

Bosco
Visitante
Bosco

Pra um país que não se preocupa com a educação de seu povo o nióbio é realmente muito importante. O nióbio, o minério de ferro, o café, o açúcar, o O2 da Amazônia, a água doce do Aquífero Guarani, o latex, a mexerica, o petróleo do Pré-Sal, a carne da JBS, etc.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Diria que a Trilogia já está em franca campanha contra Bolsonaro, os conservadores, os liberais econômicos, a direita. A partir daqui, percebo, será malhação do judas direitista e louvação dos canditatos comunistas, focando mais à frente no que tiver maior chance. É o que se pode depreender.

Erabreu
Visitante
Erabreu

Quanto mais a esquerdalha demente desesperada bate, mais ele cresce.
Que matéria mamão, ideológica, chinfrim.
O jornaleirismo brasileiro afunda na sua lama ideológica…

oganza
Visitante

Erabreu,
o jornalismo já afundou faz tempo nessa lama, já uns bons 30 anos, o que ele faz agora é se mexer para sentirmos o fedor.
Grande Abraço.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Há uma histeria contra o “imperialismo americano”, quando os fatos mostram que essa mesma gente (PT) jogou o Brasil aos pés do imperialismo chinês.

camargoer
Visitante

Riso. O cara é militar, quer ser presidente do Brasil e bate continência para a bandeira dos EUA?
https://www.youtube.com/watch?v=nN5AeJERiSk

oganza
Visitante

Juliano Bitencourt,
pois é, e os chinas já são donos de quantas hidrelétricas mesmo? 30-40?
Sem falar que já são o segundo maior proprietário de terras do pais, atrás apenas dos índios.
Grande Abraço.

carcara_br
Visitante
carcara_br

Bosco 11 de outubro de 2017 at 16:14
Bem por aí mesmo…

oganza
Visitante

camargoer,
todo militar saúda a bandeira do anfitrião.
Ps.: tecnicamente ele não é mais militar.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

A China está em plena anexação do mar do sul da China, e colocando em marcha a construção de numerosa e global rede de bases. Comprando terras a rodo na Africa e América do Sul. Mas não se preocupem, já já chegará aqui um professor para nos ensinar que a China nunca foi imperial, sua milenar história nos mostra que a terra do meio, sua cultura, a impede de agir assim. O fato de ser COMUNISTA não significa nada. Né. Ahã.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Oganza, se o Lula voltar, o cenário será de venezuelização a marcha batida.

Orlando freire
Visitante
Orlando freire

“Salvador da pátria”, “Se apresentando como algo novo, mas faz parte do velho”, “não sabe quais as atribuições do Presidente da República”,”Sujeito sai aqui do Brasil para falar besteira e passar vergonha nos EUA”,”Extrema-Direita xucra é isso aí!”, foi o que li aqui e foi o que VIMOS nos últimos 30 anos! Ele é muito do que somos! A propósito a existência uma extrema-direita xucra se deve a décadas de desmandos de uma extrema-esquerda xucra e muito incompetente!

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Roberto, simplificando, direita conservadora é filha de Deus, esquerda marxista é filha do capeta. São pais distintos.

Hélio
Visitante
Hélio

Isso é o mínimo que se espera, o problema da segurança passa justamente por isso, INGERÊNCIA POLÍTICA, tanto no judiciário aparelhado, até o controle externo e político imposto a polícia. O que ele disse é muito claro. O impressionante é ver gente que já deveria estar calejada, cair na conversa de jornalista de esquerda. O que ele diz é que dará SEGURANÇA JURÍDICA as ações policiais.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Roberto 11 de outubro de 2017 at 17:17

Liberal? Se for no sentido econômico, creio que não, ainda mais depois da conversa que tive sobre desigualdade, liberalismo econômico e globalização.

Sobre Bolsonaro bater continência a bandeira americana, já disse que isso mostra o caráter de subserviência aos americanos, um falso nacionalista igual ao Dória, Ciro, Marina e toda essa corja aí da classe política.

oganza
Visitante

Juliano Bitencourt,
exato.
.
Roberto,
exatamente, na guerra de narrativas os conservadores (eu incluso) tem que abdicar dos termos da própria “esquerda”… Direita e Esquerda ou seus ditos extremos e rótulos são tudo fruto da mentalidade revolucionária comunista.
Grande Abraço.

camargoer
Visitante

Olá Oganza.
Tecnicamente, ele quer ser candidato a presidente do Brasil. Há uma significado bem profundo no gesto dele. Por outro lado, o gesto do atletas militares prestarem continência à bandeira do Brasil nos jogos olímpicos tiveram um significado completamente diferente. Metaforicamente…

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Roberto 11 de outubro de 2017 at 17:27
Você leu direito? Eu disse se for no sentido econômico.

Bravox
Visitante
Bravox

Aqui ele da uma palestra para os militares sem a parte do populismo (voce usa populismo para agradar a massa) https://www.youtube.com/watch?v=n4i-Gg2yDpc&t=466s

Wilton Santos
Visitante
Wilton Santos

Não existe nenhum político no mundo civilizado que defenda algo tão bizarro quanto essa história de policial poder matar livremente. Mesmo a extrema direita européia tem muito mais classe e pudor. O mais próximo que existe do Jair Bolsonaro no mundo é o presidente da Coréia do Norte Kim Jong Un. Mesmo o Donald Trump é muito mais sofisticado. E o que assegurou a vitória do atual presidente americano na última eleição não foi seu discurso de ódio, mas sim a perspectiva de trazer de volta as fábricas com os empregos das empresas americanas instaladas na China e no México.… Read more »

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Roberto, o conservadorismo no Ocidente é a tradição da Cristandade.
.
Roberto, metade desses comentários o incomodam?

camargoer
Visitante

O Gilson colocou muito bem. Durante o governo militar, os presidentes militares viajaram bastante para fora do Brasil… não lembro de um caso em que eles prestaram continência a qualquer outra bandeira. Mas já dei mais atenção á ele do que merecia.

Hélio
Visitante
Hélio

A diferença entre o liberal e o esquerdista é meramente econômica, claro, considerando o conceito brasileiro de liberal, porque no mundo todo o termo liberal é usado pra definir a esquerda.
No mais, existe sim direita e esquerda, a negação desses termos é justamente o que o granscismo prega, negar a direita e a esquerda na verdade é negar só a existência da direita, permitindo a destruição da identidade ideológica.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

Roberto 11 de outubro de 2017 at 17:31
Agora sim você me respondeu.
Obrigado.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Roberto, sendo mais específico, filhos de Deus é toda a criação (incluindo o capiroto), a não ser para aqueles que consideram o capeta um deus.
O que eu disse é que a tradição cristã (conservadorismo) é filha de Deus, não alguém específico, e que o esquerdismo não é filho de Deus, pois que seu maior inimigo.

Juliano Bitencourt
Visitante
Juliano Bitencourt

Marx proclamou que queria destronar Deus.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

O problema não é ele prestar continência a uma bandeira estrangeira. O Brasil é um país sem prestígio, com um passado de escravidão e ditadura. É natural que alguém admire países com um passado heróico como os USA, Russia, França ou a China ou o Japão. Esse não é o problema. – O problema são as maluquices em que estão embasadas a campanha desse cara. – Esse sujeito disse em um comício que “as minorias devem se curvar a maioria ou desaparecer”. Esse é um discurso fascista. É tecnicamente Fascista mesmo. Outra são as críticas aos quilombolas e Índios. Essas… Read more »

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

camargoer 11 de outubro de 2017 at 17:35

Também não lembro.
Ele não mais me espanta, desde a entrevista que ele declara que a Base de Alcântara poderá ser usada pelos americanos dando a entender irrestritamente, isso deixa claro sua posição.
Não é nem um sentimento de respeito a outro país, é um sentimento de subordinação mesmo.

camargoer
Visitante

Olá Helio, Sugiro o livro do N.Bobbio “Esquerda e Direita” para compreender que a distinção entre os dois é política não econômica.

camargoer
Visitante

Olá Gilson. Tecnicamente dizendo (riso) ou ele mente descaradamente, ou é um parvo (não acredito) ou ele realmente acredita nestas coisas (pior situação). As três opções sugerem uma incapacidade para ser presidente do Brasil.

camargoer
Visitante

Olá Colegas, Estou lendo um tese de doutorado muito boa. Recomendo a todos. Um texto muito bem escrito e fundamentado. “A moral nazista: uma análise do processo que transformou crime em virtude na Alemanha de Hitler”. Dá para baixar o PDF. Um bom texto para o feriado de amanhã.

oganza
Visitante

Roberto, sim, e a Revolução Francesa foi a primeira grande vitória da mentalidade revolucionária. Meu caro, o Comunismo não foi criado por Marx e Engels, eles “apena” o nomearam. A cada vitória revolucionária nos últimos 300 anos ela foi precedida por laboratórios políticos, sociais e econômicos, como Cecil Rhodes na Rhodesia. . Todo mundo hoje em dia fala de totalitarismo, seus males e seus artífices, colocando na conta de Hitlers, Mussolinis, Monarcas, Imperialistas, etc etc… mas ninguém busca saber de onde surgiu o termo e qual foi de fato o primeiro governo verdadeiramente totalitário da humanidade e que deu origem… Read more »