Home Exército Brasileiro Forças Armadas vão atuar para deter entrada de drogas e armas no...

Forças Armadas vão atuar para deter entrada de drogas e armas no Rio

3053
83
Exército atuando no Rio de Janeiro. Foto: Cléber Júnior/Extra / Agência O Globo

Exército bloqueará estradas e entrada de áreas dominadas por grupos armados; Marinha fiscalizará Baía de Guanabara e o porto, enquanto Aeronáutica cuidará do Aeroporto Tom Jobim

Marcelo Godoy, O Estado de S.Paulo

As Forças Armadas querem estrangular o crime organizado, fechando as rotas de entrada de armas e drogas no Rio, com o uso de Exército, Marinha e Aeronáutica. Essa é parte da estratégia definida pelos militares para a atuação no Estado até 31 de dezembro – prazo da intervenção federal aprovada ontem no Congresso.

Nessa estratégia, conforme o Estado apurou, caberá ao Exército bloquear acessos com postos de revista em três níveis. O primeiro será perto das divisas, em estradas como as BRs 101, 116 e 040. O segundo nível de bloqueio será feito no Arco Metropolitano (BR-493) e, por fim, o terceiro deve ocorrer na entrada de áreas dominadas por grupos armados, em uma estrutura parecida com a ação nas Favelas do Chapadão, na zona norte do Rio, e Kelson’s, na Penha.

Os planos reservam para a Marinha a fiscalização na Baía de Guanabara e no porto para controlar navios e contêineres. Embarcações que ancoram afastadas para esperar a fila do porto e as de passeio e de pesca também serão alvo de vigilância. A Aeronáutica e a Receita vão cuidar do Aeroporto Tom Jobim.

Para os militares, a geografia do Estado facilita o controle das entradas e saídas. Segundo um general ouvido pelo Estado, o “planejamento seguirá essa lógica”. O Comando Militar do Leste (CML) vai procurar a CCR, concessionária que administra a Via Dutra, para ter acesso às câmeras da estrada.

Veja matéria completa no site do Estadão, clicando aqui.

83
Deixe um comentário

avatar
82 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
40 Comment authors
GallinaIvanmcDelfim SobreiraRinaldo NeryAndré Luiz.'. Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bravox
Visitante
Bravox

Nao adianta nada se nao atacar a raiz do problema . (Paraguai,Bolivia e Colombia)

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Não adianta nada se não atacar a raiz do problema. Políticos e policiais corruptos, falta total de noção e planejamento de longo prazo, plano de Estado, etc. Mas existem limites para o que as FFAA podem fazer, então é melhor colocar os pés no chão.

João Augusto
Visitante
João Augusto

A raiz do problema está no congresso. Drogas no helicóptero do Perrela que abasteceu na fazenda do Aécio (ou seus parentes, não lembro) e drogas encontradas na fazenda do Aloísio Nunes, além de avião de drogas decolando da fazenda do Maggi não são acaso. Vão dar uns tiros lá no Rio. Sacode no pessoal da periferia. A criminalidade vai por o pé no freio e, quando acabar a intervenção, não vai ter tido resultado nenhum. Policiamento ostensivo, das FFAA ou das PMs e GM não vai resolver nada. Só diminuirá com PC e PF e ninguém quer resolver isso. Aliás,… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Parece piada, como a FAB vai fiscalizar a entrada de drogas e armas no Tom Jobim? Vai ficar abrindo mala e fiscalizar, virou aduaneira? . E Bravox, como vai atacar o problema dentro destes 3 países, se não conseguimos resolver o problema do trafico aqui? Isso parece um Adido Militar americano que disse em uma festa aqui em Salvador em uma operação conjunta que estava preocupado, pois os países da AL tinham que combater a produção e o tráfico com mais enfase e um Cap. de Mar e Guerra disse para ele que era mais fácil os americanos cheirarem menos,… Read more »

Tomcat3.7
Visitante
Tomcat3.7

Minas, Espírito Santo e SP já estão se programando de forma a impedir a entrada de possíveis fujões para seus respectivos estados.
Pode, e com certeza não vai, não acabar com toda a bandidagem e sua cadeia de comando, mas que vai dar uma brecada na zona que está e vão rolar cabeças, ahh vai !!!
Creio eu que vai dar pro povo carioca respirar um pouco melhor após este processo e as devidas adequações nas instâncias militares(policiais) do RJ.

Zé
Visitante

Mais uma vez vão o EB e o CFN ficar prostados na entrada da favela sendo alvo de chacotas e posando pra fotos de jornais. Soldados e Fuzileiros devem tomar as favelas sob domínio dos narco-terroristas. Deveriam cercar sem aviso, devassar cada buraco lá e confiscar todas as armas e drogas e prender suspeitos, procurados, transgressores e criminosos e custodia-los até triagem, junto com judiciário, para em seguida remetê-los às penitenciarias, cadeias ou liberdade. Policiamento ostensivo é problema das polícias.

Trovão Azul
Visitante

Temos é cura o paciente, e não só ficar enganado os familiares com falsas curas , todo remédio é validado , mas não custa nada busca logo a cura .

Carvalho
Visitante
Carvalho

Era o que eu temia.
Mexicanizacao

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Acho que dessa vez vai ser um ‘tantinho’ diferente.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Caro Zé Concordo com você, porém a realidade não é assim. Até o tal do mandado de busca e apreensão coletivo foi brecado. Para uma autoridade entrar numa casa, é necessário o mandado expedido por um juiz com endereço exato e nome do ocupante ou proprietário. Agora imagina fazer isso em mil casas? E em diversos dias seguidos? A solução seria cercar uma “comunidade”, cadastrar cada morador e levá-lo para um hotel. Depois disso fazer pente fino. Uma vez terminada a operação, continuar com o cerco e liberar a volta dos moradores que teriam de mostrar crachá para entrar e… Read more »

Aldo Ghisolfi
Visitante

P’rá isso não seriam necessárias as FFAA, que irão gastar o que não temos.
Vão forçar a migração da bandidagem para os outros estados, como já acontece antes.
Meu medo começa a se confirmar, o despreparo das FFAA para um TO de guerra assimétrica no qual elas haverão de se desmoralizar.

João Augusto
Visitante
João Augusto

“Carvalho 21 de Fevereiro de 2018 at 16:31”

Exato.

“Walfrido Strobel 21 de Fevereiro de 2018 at 16:02”

Se ocorreu, foi lindo. Queria ter visto.

BILL27
Visitante
BILL27

O maior problema hoje do Rio de Janeiro é o roubo de cargas ….3 caminhoes são robados todos os dias e a carga é vendida dentro da propria comunidade .Isso é oque está alimentando diversas facções do Rj e teve facção que até abandonou a venda de drogas e está fazendo dinheiro somente disso.TEm gente que acha q liberando maconha ,a violencia vai acabar e bla bla bla …os caras ja estão de olho em algo bem mais lucrativo .Acho q inibindo estes roubos ja diminue bem o poder financeiro de algumas facções e sobre a prisão dos meliantes ,somente… Read more »

Adriano Luchiari
Visitante
Adriano Luchiari

O problema é uma intervenção meia boca, o governo deveria ter intervindo na administração do estado, afastando o governador (que já não governa), secretários, comando das polícias civil e militar. Essa intervenção no estado deveria ter sido decretada muito antes. A situação é há muito conhecida, chegou a tal ponto porque as polícias cariocas são corrompidas do topo à base. E isso só é possível porque os gestores públicos do estado fazem vista grossa após serem comprados como o são seus subordinados. Isso só para mencionar o poder executivo. O poder legislativo é tão ou mais vergonhoso! E o judiciário,… Read more »

Victor Moraes
Visitante
Victor Moraes

Pobre Rio de Janeiro… isto é mais consequência de uma sociedade egoísta, que permitiu que durante muitos anos acontecesse uma desigualdade enorme, financeira, educacional e comportamental. Na verdade sempre houve uma descaso com os concidadãos mais pobres, um aproveitamento para explorar as fragilidades do menos instruído. Enquanto uns exibiam luxo e facilidade, conforto no Leblon, ou em Ipanema, outros comiam xepa, quando tinha, restos, e migalhas. Eu espero que as autoridades providenciem uma melhora na qualidade devida dos brasileiros, que se providencie meios de diminuição de violência ( até mesmo ousar pretender extinguir a violência) em todo Brasil. E continuemos… Read more »

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Intervenção dos meus sonhos: blindados invadindo a Globo e prendendo os donos, fechar midias que apoiam ou financiam traficantes, assim como qualquer organização empresarial, religiosa, associação etc…que apoia traficantes; fechar a Alerj e prender os deputados; prender juízes e promotres que recebem de traficantes; prender servidores em geral; construir 10 presídios com 40 mil vagas; trabalho forçado de presos; prisão perpétua para criminosos; pena de morte para bandidos notórios(ex: Sérgio cabral, Eike Batista, Família Marinho); um grandioso projeto de intervenção urbanística nessas favelas (retirar essas pessoas dessas áreas ocupadas e coloca-las em locais SALUBRES); toque de recolher a partir das… Read more »

Hélio
Visitante
Hélio

João Augusto 21 de Fevereiro de 2018 at 15:56
Meu senhor, você bateu o recorde de asneiras por minuto. Aliás, estranho que o mesmo pessoal que fala em ~helicoca~ apoie as FARC e queria legalizar droga. Está compartilhando muito o quebrando o tabu.

João Augusto
Visitante
João Augusto

Não tem nada de estranho.
Cadê o argumento?

Hélio
Visitante
Hélio

Bravox 21 de Fevereiro de 2018 at 15:32
Essa é a mais pura verdade. Não adianta fazer discurso engajadinho pra ganhar palmas e se fazer de bobo. Enquanto produzirem toneladas de drogas e contrabandearem toneladas de armas, além de consumirem todo tipo de produto roubado do Brasil, a criminalidade nunca vai diminuir, isso além da postura de enfrentamento e da dureza da lei penal. A Colômbia mesmo é excelente exemplo, compare o que eles eram nos anos 80 com o que são hoje, isso porque os EUA colocaram a mão na consciência e atacaram a raiz do problema.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Lembrando que só entra essa quantidade de droga porque tem gente comprando tudo (até pessoas influentes), se conseguirem realmente estrangular a entrada de drogas, melhor as forças se prepararem para os ataques e difamações.
As leis são muito burras e moles, se um usuário é pego com drogas no Brasil ele é liberado para ir comprar mais, no Japão e na China se uma pessoa for pega com drogas mofa na cadeia e pode dar até pena de morte, acabam com o mal logo pela raiz.

Hélio
Visitante
Hélio

João Adaime 21 de Fevereiro de 2018 at 17:15
O mandado coletivo já foi usado em diversas operações, inclusive é muito usado nas ~operações de saturação~ em SP, com resultados execelentes.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Ahhhh e o principal: reintegração de posses privadas conquistadas de forma ilícita e a soma de dezenas de bilhões de reais nas mãos de traficantes (pois diferente do que muitos imaginam, bandido no RJ não tem absolutamente nada a ver com pobreza, são grupos riquíssimos que controlam um dos negócios mais rentáveis do mundo: tráfico de drogas! O que acontece no RJ não tem absolutamente nada a ver com desigualdade ou pobreza, caso contrário, 90% dos brasileiros seriam criminosos, pois nosso país é extremamente pobre e desigual, no entanto, apenas 0,05% são bandidos que traficam, matam, sequestram e estupram. Ser… Read more »

Hélio
Visitante
Hélio

SmokingSnake 🐍 21 de Fevereiro de 2018 at 20:01
Oras, essa difamação toda é justamente a ira dos usuários. Isso acontece a pelo menos 30 anos, por Isso nenhuma medida efetiva é tomada.

Doug385
Visitante
Doug385

Tem criatura inocente que acha que se legalizar as porcarias o tráfico e a violência vão deixar de existir. Só vejo defendendo a legalização quem se incomoda de ter que subir a favela pra alimentar o próprio vício.

Hélio
Visitante
Hélio

Doug385 21 de Fevereiro de 2018 at 20:30
Inocente é quem acredita na inocência desse pessoal.

M.Silva
Visitante
M.Silva

Ivan BC, assino embaixo.

Se pobreza levasse ao crime, por que políticos ricos não param de roubar? São de famílias pobres?

Furto famélico é uma coisa; ser um empreendedor do crime é outra.

Legalizar o comércio, no geral, não impede o contrabando, a falsificação, a venda irregular sem pagamento de tributos, a existência de camelôs, etc. O tráfico seguirá a mesma lógica – não acabará o traficante, concorrente do “legal”. Haverá a repressão ao ilegal.

Enquanto isso, o objetivo de nos transformar numa nação de débeis mentais “noiados” será alcançado. Disso, nenhum político quer nos defender.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

M.Silva 21 de Fevereiro de 2018 at 21:46
Furto famélico é uma coisa; ser um empreendedor do crime é outra.
…………..
Exatamente. Gostei da expressão.

Manuel Flávio
Visitante
Manuel Flávio

Por que os fluminenses mantêm 3 mil policiais na ALERJ?
Por que os fluminenses não atuam para diminuir a conhecida corrupção generalizada na polícia?

E por que a União aceita ajudar o Rio sendo que eles não tomam atitude básicas como essas?

Os cariocas se aproveitavam do sistema malandro deles, cada um levando vantagem de algum jeito. E aí a fonte de financiamento no Rio secou e cobra começou a comer cobra.

Infelizmente poucos têm coragem de botar o dedo na ferida.

Silva
Visitante
Silva

“Intervenção” pra boi dormir. Quantas vezes o exército foi chamado e tudo continuou como estava antes? Inúmeras vezes por todo o país! NÃO HÁ COMO COMBATER O CRIME, SEM COMBATER O CRIMINOSO! O que não faltam são leis que protegem os criminosos aqui nesse país. O caos é uma estratégia de poder da esquerda. Está tudo planejado. É falacioso dizer que o Estado é incompetente ou é falho quanto ao combate a criminalidade, pois na verdade o próprio Estado corrobora criando tanto leis, quanto empecilhos jurídicos que dificultam ou que simplesmente impedem o combate aos criminosos. Essa “intervenção” é só… Read more »

Caio
Visitante
Caio

Kkkkkkkkkkkk parar a entrada de armas e drogas no Rio, claro ja prenderam os chefoes granfinos e fecharam nossas fronteiras do centro sul, com certeza kkkkkkkkk.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Helio
Sou plenamente favorável ao mandado coletivo e fico feliz em saber que em São Paulo ele deu bons resultados.
O que acho estranho é que no caso do Rio de Janeiro uma enxurrada de “juristas”, representantes do Ministério Público e assemelhados estão dizendo que é inconstitucional. Até o ministro da Justiça relativizou, dizendo que não pode ser genérico e que precisa indicar as pessoas e estabelecer uma área específica de atuação.
Mesmo no RJ em 2011 e 2014 a Justiça autorizou, porém nos anos de 2016 e 2017 a mesma Justiça proibiu. O que estaria mudando no Rio?
Abraço

Tomcat3.7
Visitante
Tomcat3.7

Ivan BC e M.Silva assino embaixo dos comentários de ambos. Raciocino de igual forma.
Brabo é ler em todos os fóruns pessoas defendendo liberação das drogas. Trágico!

Tomcat3.7
Visitante
Tomcat3.7

João Adaime, creio q o q mudou foi o aumento de autoridades a terem a mão molhada pra atrapalhar o trabalho de quem realmente quer prender bandidos e acabar com a violência. Estes devem ser descobertos pelo serviço de inteligência e punidos de forma severa.

nigo
Visitante
nigo

Daqui 20 anos o Brasil se toca que virou um narcoestado.

Foi assim com a inflação. Demorou 20 para resolver o problema. Vai ser o mesmo com a segurança pública.

Juarez
Visitante
Juarez

Pois é meus amigos, nas passeatas contra a corrupção, Ipanema, Leblom, Copacabana, Leme, Barra estavam lotadas…….de banhistas fazendo “churraxxxxxquinho” e tomando um “cerrrrrveja”, no “carná”, haviam se não me engano,700 mil pessoas nas ruas. O “Hell” de Djaneiro” está com problemas de segurança??? Naaao, o “carrrrná” rolou solto,…. Oxxx méu Irrrrmao merecem tudo isto e mais um pouco….ahhhhhh, e não esqueçam: Os Hospitais virados em verdadeiros matadouros, e os presidentes das escolas de samba junto com as emissoras de tv chantagearam a prefeitura que cedeu a esta POUCO VERGONHA e deu um milhão de reias para cada escola, mas enquanto… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

M.Silva 21 de Fevereiro de 2018 at 21:46 Ivan BC, assino embaixo. Se pobreza levasse ao crime, por que políticos ricos não param de roubar? São de famílias pobres? Furto famélico é uma coisa; ser um empreendedor do crime é outra. Legalizar o comércio, no geral, não impede o contrabando, a falsificação, a venda irregular sem pagamento de tributos, a existência de camelôs, etc. O tráfico seguirá a mesma lógica – não acabará o traficante, concorrente do “legal”. Haverá a repressão ao ilegal. Enquanto isso, o objetivo de nos transformar numa nação de débeis mentais “noiados” será alcançado. Disso, nenhum… Read more »

Zé
Visitante

Tem gente que não quer. enxergar que a situação no Rio não é questão juridica-policial esim de defesa da Pátria. E ainda vem com ares professorais….

Leonardo
Visitante
Leonardo

Para quem acha que legalizar resolve, deixo aqui um link do jornal inglês The Guardian. A reportagem diz que a Holanda está se tornando um narco-estado, graças à política de liberalização.

https://www.google.com.br/amp/s/amp.theguardian.com/world/2018/feb/20/netherlands-becoming-a-narco-state-warn-dutch-police

Manuel Flávio
Visitante
Manuel Flávio

Bem colocado, Juarez.

Os cariocas gritaram foram Temer, zoaram com ele no Carnaval, não fazem a parte deles como eu citei no meu post anterior e ainda a União, na pessoa do Presidente, vai lá e estende a mão para eles.

Zorann
Visitante
Zorann

Olá a todos! . A criminalidade não é culpa das drogas… muito menos da pobreza. O problema é cultural, da educação que se recebe em casa. . Estava assistindo um debate sobre o tráfico de drogas, legalização ou não das mesmas. Todos sabem que locais controlados pelo tráfico, onde não ha guerra entre facções pelo controle da comunidade, há segurança: não há roubo, não há furto, nem crimes violentos. O tráfico matem a ordem na comunidade para a polícia não ter de subir lá. . O debate ficou interessante quando um dos psrticipantes questionou: se as drogas forem legalizadas, os… Read more »

Zorann
Visitante
Zorann

Seria lindo o Exercito subir os morros como deve ser feito: todos de touca ninja, sem identificação e resolver o problema… sumir com um monte de gente (sabiam fazer isto no governo militar né? Não devem ter esquecido a receita)….
.
Se não vão fazer isto… O Exercito não deveria estar lá.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Abstraindo todas as demais medidas penais, policiais, sociais, políticas e econômicas necessárias nos demais níveis de enfrentamento ao crime organizado no Rio, é um plano razoável, para não dizer, óbvio. Mas mesmo num mundo virtual onde a notícia derrete com uma velocidade espantosa sob o sol da web, as FFAA não precisam facilitar a vida de uma mídia, em regra, inescrupulosa que, sem pudor algum, apenas está interessada na primazia das reportagens e não na segurança dos agentes ou na preservação das informações sensíveis. As FFAA, querendo ou não, têm obrigação moral de cumprir essa missão da melhor forma possível… Read more »

Tomcat3.7
Visitante
Tomcat3.7

E quer saber de mais uma? O Exercito de forma unida deveria fazer oque precisa ser feito: subir os morros, tocar o terror e sumir com quem precisa desaparecer. Que se dane que não tenham ordem pra isto. Nunca mais convocariam o Exercito para participar de uma palhaçada como esta. . Precisamos de uma justiça mais rápida, leis mais rigidas e com menos brechas, de um sistema prisional que realmente puna os criminosos. Tem de acabar com a prisão especial para quem tem curso superior, prisão domiciliar e estes indultos. O cara tem de ir preso e trabalhar pra comer:… Read more »

Zé
Visitante

Oh coitados…perdoai-os eles não conhecem o Exército Brasileiro.

Carvalho
Visitante
Carvalho

No que tange ao Exército, precisamos circunscrever sua atuação somente no que efetivamente se deseja dele. Em nenhum lugar do mundo se resolveu o problema do tráfico (inclusive nos países onde há pena de morte). Não será no Brasil que o Exército vai resolver. Existem os seguintes cenários; 1) O Exército fica nos quartéis (muitos neste Fórum assim desejam, argumentando que as FFAA não devem ser empregados em ações de polícia e controle social – sonham apenas com o combate convencional) 2) O Exército atua sem o instituto da intervenção, nas missões de GLO, como tem acontecido até agora (minha… Read more »

Carvalho
Visitante
Carvalho

Vale a pena passar na banca de jornal e ver o Valor Econômico de hoje

Um Modelo de Coabitação com o Crime
A ocupação, no melhor dos cenários, conformará o sangrento Rio de Janeiro a uma empreita mais silenciosa e lucrativa do crime

Willhorv
Visitante
Willhorv

Tudo errado!! A começar pelo que vai ser feito. As Drogas e armas vão entrar é ir para outros estados, chegarão do mesmo jeito, e as FAAs não vão resolver, pois a origem de tudo está no Brasileiro.
Enquanto o povo for cordeiro e permitir esta bandalha instaurada a mais de 50 anos isto jamais vai dar certo.
Tá faltando pegar pra capar como falava meus avós!!

Walfrido Strobel
Visitante

Juarez, está destilando toda sua inveja ao carnaval do Rio de Janeiro?
Com todos os seus problemas é um povo feliz e trabalhador.

Negrão
Visitante
Negrão

O Itamarati tem que deixar de ser FRACO e propor aos EUA e União Européia que se eles não fiscalizarem melhor sua exportação ilegal de armas para os meliantes brasileiros, nós não faremos nosso dever de casa quanto a fiscalização da exportação ilegal do tráfico de drogas para seus países, garanto que 70% dos nossos problemas de armamento ilegal será resolvido. Devemos implantar a “pena de morte para hediondos” URGENTE neste país, fazer a reforma dos 3 poderes, nem que seja necessário uma INTERVENÇÃO MILITAR GENERALIZADA ou a criação de uma guerra com uma das republiquetas vizinhas, por que não… Read more »

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

A Opção é a 4) Sr Carvalho. Para isso, se necessário juridicamente, respaldem as ações com o Estado de Defesa e o Estado de Sítio, “seletivo” ou “geral”, com regras de engajamento bem definidas, mas com liberdade para o Comandante militar manobrar e conduzir as operações. As área dominadas pelo narco-tráfico devem ser cercadas e devassadas, casa por casa, viela por viela e os presos conduzidos para centros de triagem das FFAA. Que fique claro, qualquer indíviduo armado que venha ameaçar a tropa, a população ou a propriedade deve ser “neutralizado”. Claro que os Militares não vão atacar a população… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Da Guerra, fazer um centro de triagem das Forças Armadas?
A coisa está indo longe demais, eu acho que deveriam se limitar a fazer bloqueios as regiões de tráfico forte, para limitar a circulação da droga.
Outra coisa, para se fazer uma triagem tem que se ter informações sobre os traficantes e facções, coisa que as Forças Armadas não tem, só a PC tem condições de fazer uma boa triagem.
Nem a PF tem condições de fazer uma boa triagem que envolva os “soldados” do tráfico, ela se preocupa com traficantes maiores.