terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

Chile quer comprar helicópteros AH-1W dos estoques americanos antes do Brasil

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

AH-1W Super Cobra

Por Roberto Lopes
Especial para o Forças Terrestres

O correspondente do portal de notícias espanhol Infodefensa.com na cidade chilena de Valparaiso, Nicolás Garcia, revelou, nesta quinta-feira (19.04), que o Exército Chileno está estudando a aquisição de um lote de helicópteros de ataque AH-1W (versão Whiskey) Super Cobra, que foram desativados pelo Corpo de Marines dos Estados Unidos e se encontram, desde janeiro último, na lista de “artigos excedentes” da Secretaria da Defesa, em Washington.

De acordo com informações ainda não confirmadas, também o Exército Brasileiro estaria interessado nessas máquinas, posição já manifestada às autoridades americanas por meio de um documento que explicita a intenção de adquiri-las.

Garcia informa em seu texto que há pelo menos 20 AH-1W disponíveis para as “nações amigas” dos Estados Unidos.

A Força Terrestre brasileira consideraria comprar oito células e 17 motores da aeronave, mas a Comunicação Social do Exército nega, por enquanto, tal planejamento.

Forças Terrestres pôde apurar que os chilenos sonham com a incorporação dos Super Cobra desde, pelo menos, o ano de 2006, quando já havia um estudo que recomendava a importação de oito a 12 unidades para a proteção de uma Brigada Helitransportada, que seria aparelhada com uma quantidade entre 24 e 30 helicópteros de transporte de tropas.

A partir de 2013 esse planejamento foi sendo revisado, até desembocar no plano em vigor hoje: a compra de oito a 12 AH-1W usados para a formação de uma unidade aérea que seria incumbida de proteger, do alto, as unidades terrestres dotadas de tanques de batalha Leopard 2.

A ideia é que os helicópteros possam se exercitar em voos de adestramento contra defesas antitanque fictícias do inimigo, “destruindo-as” antes que elas possam desbaratar as formações blindadas chilenas.

HA-1 Fennec da AvEx

 

Boa Vista

Mais recentemente, em função de ações provocativas das Forças Armadas venezuelanas (voos de caças e de helicópteros na fronteira aérea dos dois países e movimentação de blindados porta-mísseis perto do território do estado de Roraima), o Estado-Maior do Exército brasileiro, entre outras recomendações) sugeriu a instalação, ou o desdobramento, de uma unidade de helicópteros de ataque da Força Terrestre na Ala 7, de Boa Vista.

Os únicos helicópteros de capacidade ofensiva importante sediados na fronteira amazônica são os AH-2 Sabre do Esquadrão Poti, da Força Aérea Brasileira (FAB), sediado em Porto Velho (RO).

A questão é que a base da FAB na capital rondoniense está a pouco mais de 1.600 km de Boa Vista, e a mais de 1.850 km da cidade de Pacaraima, principal porta de entrada dos migrantes venezuelanos em território brasileiro.

O Exército Brasileiro chegou a abrir um processo licitatório para importar uma dúzia de helicópteros de ataque atualizados. Indústrias aeronáuticas dos Estados Unidos, Rússia, França e Turquia se interessaram pela competição, mas – como tantos  outros planos do Exército – ela acabou temporariamente deixada de lado devido à falta de recursos.

A programação de iniciativas estratégicas da Força Terrestre prevê a instalação dessa moderna unidade de helicópteros de ataque até o fim de 2019, mas, em função do empenho do Exército na Intervenção Federal contra o banditismo no Rio de Janeiro, até mesmo o cumprimento desse prazo é incerto.

A Aviação do Exército, sediada na cidade paulista de Taubaté, dispõe de aeronaves artilhadas, dos tipos Fennec (Esquilo) e Pantera, mas esses são equipamentos adaptados ao ataque contra alvos em terra. Bem diferentes de um helicóptero como o AH-1W, versão de uma aeronave concebida e projetada para combater – no ar e na destruição de alvos no solo.

A informação que chegou aos generais brasileiros é de que governo americano disponibilizará os Super Cobras com um canhão M197 de 20 mm, foguetes não guiados de dois calibres e mísseis ATGM AGM-114 Hellfire ou TOW II Improved, além de suprimentos e material para a manutenção das aeronaves.

- Advertisement -

427 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
427 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.
Mauricio R.
3 anos atrás

Go Chile, go!!!! Já dizia a canção: Quem sabe faz a hora e não espera acontecer…
Outros deitam eternamente em berço esplendido.
Síndrome de Bela Adormecida…

Marcos
Marcos
3 anos atrás

O EB vai deixar passar uma oportunidade única. Super Cobra + Hellfire saindo do HMS OCEAN vai deixar o maduro podre

Augusto L
Augusto L
3 anos atrás

Uma pergunta o EB tem algum Radar para detecção de tiros de artilharia/morteiro/foguetes e tropas em solo se movimentando ?? O EB tem algum equipamento ELINT/ESM para detectar emissões de radar e comunicações inimigas ?? O EB tem alguma capacidade de reconhecimento aérea para designar os alvos para os helicopteros ?? Se não, vale a pena investir primeiro muito mais nisso do que em helicopteros de ataque.

Marcos
Marcos
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

Tem o Sentir-M20 http://www.bradar.com.br/images/folders/SENTIR-M20.pdf

Tenho certeza que existem mais radares / sensores com essa função

Mauricio R.
Mauricio R.
Reply to  Marcos
3 anos atrás

Temos em operação no EB, ou no portfolio da Bradar????

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  Marcos
3 anos atrás
Art
Art
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

para comunicações inimigas tem no Batalhão de Guerra Eletrônica, para tiros de artilharia, misseis e foquetes não existe. Radares para defesa antiaérea (aeronaves) até 60km.

Art
Art
Reply to  Art
3 anos atrás

o radar existente é o SABER M60 para defesa antiaérea

tomcat3.7
tomcat3.7
3 anos atrás

Vamos EB fecha logo a compra dos seus Cobra e deixa o que sobrar pro Chile(por mim compra logo os 20 disponíveis citados ou divide meio a meio com o Chile).

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  tomcat3.7
3 anos atrás

Faz em 12 vezes no cartão…nem sente.
kkkkk

Delfim
Delfim
Reply to  Emmanuel
3 anos atrás

Sai na urina ! Kkkkkkkkkk

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Delfim
3 anos atrás

Tem que marcar na caderneta… com caneta BIC.-

Samuca cobre
3 anos atrás

Não acredito que vão deixar passar está oportunidade!!!! O Chile pegar primeiro não!!!!

Marcelo r
Marcelo r
3 anos atrás

Putz….desativados….lá vai o brazuka arrendar mais porcaria já desativada. E mesmo assim talvez nem arrendem pois ainda tem a eterna “falta de recursos”. Será que existe mesmo essa eterna “falta de recursos” ou esse é o nome que dão para “vocês estão sob rigoroso controle” ou ” nã…nani.. na.. nao”…esse tipo de armamento…. pra vocês não. Um país com mais de oito milhões de km quadrados não tem ffaa que prestem, somente uma guarda nacional pra combate à ilícitos de fronteiras, tráfico de drogas e…. ladrões de gado……à pé. Palavras não minhas mas dá própria onu. Será mesmo que a… Read more »

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Marcelo r
3 anos atrás

Rapaz…essa porcaria dá muito medo em muita gente ainda.

Mf
Mf
Reply to  Marcelo r
3 anos atrás

Russofilo detectado.

737-800RJ
737-800RJ
Reply to  Mf
3 anos atrás

Marcelo, 12 a 16 “porcarias” como essa armados com HellFire na fronteira com a Venezuela fariam o ditador bigodudo pensar muito antes de tentar fazer graça com a gente… Críticas são válidas; concordo que merecemos helicópteros de ataque novos. Porém o momento é de grana apertada e o intuito maior é manter o comuna “na disciplina”. Acho válida a compra e autorizo: parcela em 10 vezes e passa o cartão com vontade! 😂

Mabeco
Mabeco
Reply to  737-800RJ
3 anos atrás

Não entendi, por que Venezuela? Por que ditador bigodudo?
Qual a graça que a Venezuela tem feito com o Brasil?
Até quando repetiremos palavras de ordem acriticamente?

Carlos Miguez _BH
Carlos Miguez _BH
Reply to  Marcelo r
3 anos atrás

Apenas para informar, pois me veio a lembrança do que falava meu avô, gaúcho de Uruguaiana: a maior ofensa que um argentino pode receber (na opinião deles) é ser chamado de “correntino” – natural da Província de Corrientes. Mas se o sujeito for portenho – natural de Buenos Aires, ai SIM o mundo acaba; e depois ainda acaba de novamente.

Adler Medrado
Reply to  Marcelo r
3 anos atrás

Descentes…

Selvatico91
Selvatico91
Reply to  Marcelo r
3 anos atrás

Marcelo r: “não tem FFAA que prestem”. Você faz melhor ou apenas critica do sofá ? Passa uma semaninha no 5º PEF em Maturacá e depois nos diz como foi. Selva.

Agnelo Moreira
Agnelo Moreira
Reply to  Selvatico91
3 anos atrás

Não sai nem da Anv….

Rodrigo Tavares
Rodrigo Tavares
Reply to  Marcelo r
3 anos atrás

Com essa quantidade de ex guerrilheiros nos partidos do Brasil como PT, PSDB, PMDB………..não precisa esperar outra coisa.

Conhece o Aloysio Nunes PSDB ? sabe de quem ele era motorista?

Delfim
Delfim
3 anos atrás

Ou dá ou desce.

Roberto
Roberto
3 anos atrás

mais uma vez o Brasil dormindo em berço esplendido….. e olhando o Chipe se equipar….

tomcat3.7
tomcat3.7
3 anos atrás

Brinca com coisa séria não rapaz.rs

Roberto
Roberto
3 anos atrás

ooooops Chile!

Augusto L
Augusto L
3 anos atrás

Eu já achobque com o dinheiro gasto na compra e na operação do heli durante a vida dá pra investir em outras áreas mais urgentes.

Jr
Jr
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

Concordo com você, creio que haja outra prioridades no momento, como a modernização da artilharia que esta sendo muito bem feita pelo EB com M-109 A5 E A5+, muito em breve teremos o M198 e o L-118, temos que implementar a aviação de asa fixa no EB que é muito mais importante para os batalhões de fronteira e que não vai sair nem um pouco barato, temos que seguir em frente com o guarani e suas variantes, temos os veículos 4×4 da iveco que tem previsão de assinatura do contrato ainda esse ano, temos o sisfron, temos o astro 2020,… Read more »

Luiz Trindade
Luiz Trindade
3 anos atrás

Bye, bye EB… Nosso hermanos tem dinheiro e vontade política para comprar primeiro!

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
3 anos atrás

Os Super Cobras no Ocean seria um sonho para uma tropa de fuzeiros.

Bueno
Bueno
3 anos atrás

, “”mas, em função do empenho do Exército na Intervenção Federal contra o banditismo no Rio de Janeiro, até mesmo o cumprimento desse prazo é incerto.””
Poxa vida, uma Intervenção federal no RJ tem a capacidade de prejudicar um reaparelhamento da força?
A Coisa está feia mesmo , se for verdade, pergunto, Conseguirão manter este helicópteros ?

PS. Na torcida pela compra e condições de manter em operação

Mosczynski
Mosczynski
Reply to  Bueno
3 anos atrás

Acredito que dado o orçamento do EB não é de se surpreender que a mobilização de uma pequena força por tanto tempo cause um buraco.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
3 anos atrás

Essa versão usada e modernizada deve sair por menos da metade do valor de 1 novo… ainda tem muita lenha para queimar. Antes de serem vendidos, são totalmente reformados e certificados, motores novos.
A natureza agradece e nosso bolso também.

*Pode enviar os 20 que tiver.

Gabriel
Gabriel
3 anos atrás

Viva o Chile!
O País mais poderoso da América do Sul

Daglian
Daglian
Reply to  Gabriel
3 anos atrás

O quê? Que tipo te insanidade o fez digitar tamanha baboseira? Tudo isso porque supostamente o Chile quer comprar alguns helicópteros de ataque? Faça-me o favor.

Tenho enorme respeito pelo Chile e por suas forças armadas, mas menos vira-latismo, por favor. Eles não têm metade do poder econômico, político ou até demográfico do Brasil. E estou sendo generoso.

Gabriel
Gabriel
Reply to  Daglian
3 anos atrás

Eu fui sarcastico! mas não vai nessa de que demografia e gasto é tudo não…IDF tá ai para mostrar que essas premissas são erradas.

Yordi
Reply to  Daglian
3 anos atrás

Siendo Generoso? Hoy en dia Chile opera las FF.AA mas capaces de la región.

Bezerra (FN)
Bezerra (FN)
Reply to  Yordi
3 anos atrás

Mais capazes de que?

Yordi
Reply to  Bezerra (FN)
3 anos atrás

En bajarte los F-5 como las typo 22 de Brasil cual no tiene capacidades TASS, sin hablar que Chile opera Leopard 2 cual habre colo lata los Leopard 1 si queres sigo-

Jr
Jr
Reply to  Yordi
3 anos atrás

Amigo, sem querer ser chato, mas já sendo, esse é um blog em português, com conteúdo em português e frequentado por pessoas que falam português, faça um esforço, nem que seja via google tradutor e escreva em português para que todos entendam, desde já agradeço a sua atenção e muito bem vindo

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Yordi
3 anos atrás

Chile es una potencia militar solamente en la región andina y no más. Asi mismo, Chile tenderia dificultades en una guierra contra el Perú.

Usted no tiene conhecimento respecto al ejército de Brasil.

Flamenguista
Flamenguista
Reply to  Tadeu Mendes
3 anos atrás

Por favor, vamos manter o nível!!! Quando postam algo em ingles aqui, que ninguem tem obrigaçao de entender, ninguem fala nada!!!
Seja em qualquer lingua, postem a vontade!!!! E sejam bem vindos!!!

Norberto
Norberto
3 anos atrás

É incrível como tem gente aqui no nosso país, que sempre crítica qualquer coisa em prol de uma outra nação, para estes um recado: não está contente aqui mude-se para seu país favorito e pare de abrir a boca para desferir palavras sem nexo.

Alex II
Alex II
3 anos atrás

É nosso destino.

Ivanmc
Ivanmc
3 anos atrás

Eu já postei esse artigo, mas vale a pena reiterar. De acordo com a edição de Abril da Revista Asas: "Orientado pelo Comandante da AvEx, o Grupo de Ensaios e Avaliações GEA, revisou e emitiu  os requisitos a potenciais para uma aeronave moderna de ataque ao solo, assim foi testado o Bell AH -1Z viper. De acordo com o Major Thiago Fatorelli que é chefe do GEA da AvEx, obtiveram os resultados melhores possíveis após uma avaliação sumária do AH-1Z Viper para o emprego de aeronave de ataque da AvEx. O AH-1Z foi testado pelo GEA no Esquadrão de Helicópteros… Read more »

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
Reply to  Ivanmc
3 anos atrás

Puts… escrevi na mesma hora q vc… rs
E pelo jeito, tem a mesma matéria nas duas revistas, a Asas e a Força Aérea.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Alfredo Araujo
3 anos atrás

É isso mesmo, Alfredo Araujo. Eu leio essas também. Procuro comprar sempre que posso.
Valeu.

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
3 anos atrás

Na revista FA desse mês, ou do mês passado, tem uma reportagem sobre a avaliação que o EB fez dessas aeronaves… Inclusive na mesma matéria, diz q o interesse do EB é nos AH-1Z NOVOS, e não nos AH-1W usados…
Inclusive 2, os pilotos do EB avaliaram, em voo, o citado helicóptero.

b.verde
b.verde
3 anos atrás

Boa tarde a todos. Olha, escrevo aqui minha pequena contribuição. Não considero o Chile o pais militarmente mais poderoso do continente Sul Americano. basta fazer uma comparação, principalmente a capacidade industrial de defesa instalada. Não adianta ter, tem que manter… melhor se construir. Gripen, KC-390, Aviões de Alarme aéreo antecipado (Uma indústria de aviação reconhecida e promissora) Submarinos (construídos, em construção e por construir), quantidades de Guaranyes (encomendas próximas a 3000 unidades), Astros 2020(mísseis de cruzeiro), Radares, etc. isso só escrevendo um muito pequeno resumo que que produzimos localmente ou sob licença, não colocando em pauta os equipamentos importados. Como… Read more »

Karl Bonfim
Karl Bonfim
3 anos atrás

Pelo tamanho, pela população, e aspectos geoeconômicos o Brasil ainda é o país mais poderoso da América Latina.
Mas como o Brasil é um país vacilão hein!…
Pela mãe do guarda!!!!
Alguém sabe dizer quanto super cobras os EUA estão vendendo?
Vai que são poucos e os chilenos cobram todo o estoque!

Gabriel
Gabriel
Reply to  Karl Bonfim
3 anos atrás

Tamanho não significa muito não amigo….o Brasil segundo seus índices é o quinto país mais poderoso do mundo, coisa que jamais condisse ou vai condizer com a realidade

Dan01
Dan01
Reply to  Gabriel
3 anos atrás

Na minha opinião significa, principalmente dependendo de como se dará a guerra. Invadir um pais com uma população imensa e bem mais dificil, principalmente se esse pais conseguir armar e treinar boa parte destes cidadaos. Eu acredito que seja um grande diferencial, mas logico que isso sozinho nao vence uma guerra rsrs

Matheus
Matheus
Reply to  Dan01
3 anos atrás

Acredito que o Brasil seja forte não só pelo tamanho, mas principalmente pela sua enorme população. Lembro de uma previsão de um historiador citando como teria sido se o eixo tivesse ganho a WWII e tentado invadir os EUA, é muito difícil prever algo dessa magnitude, mas seria praticamente impossível, pois os EUA além de grande e populoso, muitos de seus cidadãos tinham arma em casa, o que poderia virar um enorme exército frente ao eixo. Se não me engano, bem no fim da WWII os EUA tinham 81 milhões de homens nas forças armados, simplesmente um número assustador. Voltando… Read more »

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
3 anos atrás

Peguem os cobras mais velhos é daqui a um tempo compre os novos.Se não pegar e ficar dependendo do governo em ano eleitoral vai ficar chupando o dedo.

Delfim
Delfim
3 anos atrás

SuperCobras do EB, em um porta-helicópteros da MB, desdentado e sem escolta decente, e com uma CF que proíbe a projeção e iniciativa de poder militar… não.
Mas 20 SuperCobras devidamente espalhados perto das fronteiras, com poder disuasório, aí é outra coisa.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
3 anos atrás

Tá bom, só 20 aparelhos!
Já era EB, fica fazendo bico doce!!!

Willhorv
Willhorv
3 anos atrás

Eu ainda acho que além das 3 bases com A29, deveríamos ter mais 3 … no mínimo 6 ao todo, e cada uma operando A29, drones, helis de ataque e manobra.
Seria o mínimo para um sisfron adequado.
E estes AH-1z poderiam encorpar estas unidades.
Quem sabe um dia né.
Quanto a intensão do exército em adquirir modelos novos, sou a favor, pois vão operar por muitos anos…

Luís Henrique
3 anos atrás

O Chile com 17 mi de habitantes e
PIB equivalente ao da CIDADE de São Paulo.
Possui forças armadas melhor equipadas que o Brasil.

Não da nem para comparar com o ESTADO de São Paulo, que possui quase o TRIPLO da população e MAIS QUE O DOBRO do PIB do Chile inteiro.

Tem que comparar com a CIDADE de São Paulo.

Mas em equipamentos militares, da um pau no Brasil INTEIRO.

É uma piada de muito mal gosto.

Gabriel
Gabriel
Reply to  Luís Henrique
3 anos atrás

Avalie também o PIB per capita, divida pública ….o é um país duas vezes mais rico que o Brasil!

Dan01
Dan01
Reply to  Gabriel
3 anos atrás

PIB per capta e divida publica estao mais relacionados a qualidade de vida dos cidadaos do que ao potencial de um pais. A índia apesar de ser o 4º pais mais poderoso do mundo militarmente, ainda sim perde em idh pra varios paises bem fracos. Outro exemplo e os Eua que apesar de ser destacar no poder economico, tecnologico, militar e em varias outras areas ainda perde em idh pra varios paises que possuem bem menos importancia no cenário mundial.

tomcat3.7
tomcat3.7
3 anos atrás

Estão passando do limite da irrealidade na comparação super trunfo Brasil vs Chile viu, quanta asneira ,infelizmente misturada com viralatismo.

Gabriel
Gabriel
Reply to  tomcat3.7
3 anos atrás

Também acho! o Chile tem o dobro do nosso PIB per capita , uma educação melhor, índices de saneamento básico melhores, infraestrutura melhor….estão com data para serem um país rico!

Lucas Schmitt
3 anos atrás

Tá, mas se têm 20 helicópteros disponíveis, e o Brasil tem a intenção de adquirir 8, e o Chile 12, as contas fecham, ou não?

Tomcat3.7
Tomcat3.7
Reply to  Lucas Schmitt
3 anos atrás

Acabou a discussão!!!

João Augusto
João Augusto
3 anos atrás

Fico chocado com o pessoal aqui achando que a Venezuela se aventuraria a invadir o Brasil… Não tem nada mais delirante.

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  João Augusto
3 anos atrás

Também não creio. Maduro pode querer mas os generais, mais de 2000, iriam falar algo contra.
Mas é aquela questão, temos que ver exemplos históricos. Solano Lopes invadiu três países ao mesmo tempo. Tudo o que tem que fazer é botar a culpa no Brasil e dizer que não teve como evitar uma guerra e pior de tudo haverá gente aqui no Brasil que preferirá acreditar e apoiar a Venezuela que o Brasil.

Agnelo Moreira
Agnelo Moreira
Reply to  João Augusto
3 anos atrás

A Argnetina atacou a Inglaterra… creio q é mais delirante ainda… mas também acho q a Venezuela não atacará o Brasil.

Matheus
Matheus
Reply to  Agnelo Moreira
3 anos atrás

Voltando a este fato mentecapto da Argentina, o que eles pensaram? Que realmente poderiam vencer os britânicos?

Johnnie
Johnnie
Reply to  Matheus
3 anos atrás

Eles quase venceram. Não o fizeram por falta de competência. Mas foi por pouco.

mercenário
mercenário
Reply to  Johnnie
3 anos atrás

hahahaha
quase venceram? hahaha

Os caras vieram de looonge e venceram. Qual a chance de a Argentina defender seu território em lugar tão distante?

Johnnie
Johnnie
Reply to  Johnnie
3 anos atrás

“mercenário 21 de Abril de 2018 at 16:00
hahahaha
quase venceram? hahaha”

desculpe mercenário. está rindo da própria ignorância. Procure conhecer mais um pouco da história da guerra e você parará de rir daquilo que não sabe.

Dan01
Dan01
3 anos atrás

O Chile tem varios possiveis inimigos aqui na america do sul, estao mais do que certos em se armar. Nossa tambem nao podemos vacilar, do jeito que a Venezuela esta instável todo cuidado e pouco.

Dan01
Dan01
Reply to  Dan01
3 anos atrás

Nós*

Russian Bear
Russian Bear
3 anos atrás

A Rússia tem um estoque de cerca de 22 unidades do Mi-28 da primeira versão, estacionados em Rostov. Por que não buscamos estabelecer esta segunda opção com o Putin. Detalhe, a manutenção é muito similar ao dos nossos Ah-1 Sabre

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  Russian Bear
3 anos atrás

Que eu saiba a FAB esta tendo problemas de manutenção dos sabres. Estas aeronaves foram enfiadas goela abaixo da FAB que não pediu e não queria mas a Dilmanta quis fazer média e nos fez pagar por isso.
A esta altura do campeonato até os Agustas são uma boa compra.

Doug385
Doug385
Reply to  Russian Bear
3 anos atrás

Há um coronel da FAB na trilogia que conhece de perto a operacionalidade da Força. Creio que ele tenha bastante propriedade para afirmar que o material russo não é adequado à nossa doutrina e logística.

Mauro Cambuquira
Reply to  Doug385
3 anos atrás

Precisa-se ler mais a Trilogia… Mais que debatido esse assunto… No mais, mais do mesmo.

Tomcat3.7
Tomcat3.7
3 anos atrás

Pelo q tá rolando no pós venda dos Mi35 creio q é muuuuuito difícil de rolar. Mas o mi28 é bacana demais e é meu preferido na disputa do EB seguido pelo Cobra.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
3 anos atrás

Opa!! Disse um soldado americano pro outro, no ferro velho do US Army . O que é aquele quebra pau ali??? O outro respondeu;
São brasileiros e chilenos, lutando para ver quem terá o privilégio de comprar nossa sucata primeiro…rsrsrs

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

Lixo de uns, luxo de outros… Mas é como eu disse anteriormente, revisado e modernizado, com preço de 50% ou menos de um novo, está ótimo! Não tenho preconceito contra helicóptero de ataque usado (com hellfire) em bom estado, desde que o custo benefício seja bom, além do mais o meio ambiente agradece.
Vai dizer que você não ficaria feliz em ter um suporte desses em campo? Ou preferia não ter suporte algum?

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

Entendo o que quer dizer mas vc esta querendo culpar a febre e não a infecção pelos problema.
O Brasil hoje tem um orçamento militar que sofre contingenciamentos a torto e direito.
No ano de 2015 do 1,4% previsto só foi recebido 0,6%. O problema esta aí.
Se tivéssemos 3% do PIB empenhados e sem cortes tudo seria diferente.
Desde 1985 as Forças armadas e a segurança são negligenciados pelos governos que se sucederam.

Ozzy
Ozzy
3 anos atrás

Que façam bom uso, o EB tem outras prioridades. Como trocar os quase centenários obuseiros M-101 e M-114 pelo trintão M-198, que ainda dá um caldo. Armar os fennec com algo a mais que foguetes burros. Continuar trocando os FAL. Etc, etc.

Victor Moraes
Victor Moraes
3 anos atrás

É só falar para o general Dunford marcar na minha caderneta do Brasil que eu presto meu aval, e mandar para o Brasil os oito usados ou oito novos, apenas para socorrer nós pobres descoordenados. É bem provável que nós precisamos deles. Depois a gente acerta.

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Victor Moraes
3 anos atrás

Pode mandar 12 novos… bem armados… Os americanos são muito generosos, basta você saber negociar com eles. Ao invés de atirar pedras em quem é mais rico, e provavelmente mais sacudido para o trabalho, físico e mental, você deveria aprender a agir da mesma forma. Não há lobo mau. O que há é selva. Não há paraíso neste mundo, e toda construção diferente da liberdade ( liberdade com responsabilidade) é aberração, tentativa forçosa de imposição de um eu. Nas ditaduras ideológicas, há uma tendência a o pensamento único e idiotizado por limitado. Não há um verdade quando não se apura… Read more »

Victor Moraes
Victor Moraes
Reply to  Victor Moraes
3 anos atrás

Onde eu disse todo, leia “tolo”

BrunoFN
BrunoFN
3 anos atrás

Matéria sensacionalista jogando pra torcida com viés nacionalista … interesse existe .. e tudo se baseia em algo mais simples do q se imagina , ”quem chegar primeiro leva as melhores unidades” .. apenas isso .. Chile acabou de adquirir unidades novas do UH-60 …. interesse no AH1-W e fato .. mas n seria pra agora tb e duvido tb q seja + q 8 unidades .. ate a argentina parece se interessar por algumas unidades … tudo vai depender do pacote e condições oferecidas no FMS .. isso ainda ninguém sabe ….matéria afirma existir apenas 20 unidades estocada pra… Read more »

Johnnie
Johnnie
3 anos atrás

Opa! Disse um soldado brasileiro pro outro, no ferro velho do US Army. O que é aquele cara ali??
É um brasileiro que pensa que é americano.

737-800RJ
737-800RJ
Reply to  Johnnie
3 anos atrás

Exatamente! É de dar vergonha alheia!
AHAHAHAHAHAHA

Groo_SP
Groo_SP
3 anos atrás

Caracal, Esquilo, Hind, Panther, Lynx, Super Puma, Black Hawk e talvez o Cobra, vamos virar a Índia das asas rotativas.

Delfim
Delfim
Reply to  Groo_SP
3 anos atrás

Isso mesmo.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
3 anos atrás

Johnnie…HAHAHAHAHA.
Foi boa, meu!!! Só por isso vou mandar 24 Cobras para aí, com seu complemento de armas. Novos!!! Os Cobras são como BMW, máquinas incríveis quando novinhos em folha, imbatíveis no campo. Agora velhos, dão muitíssimos problemas e tremendas dores de cabeça, especialmente problemas elétricos.

Abs

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

Acho que no caso de alguma venda, a fiação elétrica é toda trocada… pelo menos é o que já li a respeito de outras modernizações (caças, tanques, etc).

Flávio Henrique
Flávio Henrique
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

Se fosse for bem cuidado um BMW é um MBT. Se vc pesquisar verá quanto as BMW são robustas aqui no Brasil elas são “bombas” pelo fato de que requerem manutenção qualificada, no inicio das importações não tínhamos nada em comparação a esses carros e muitos usavam até acaba sem manutenção adequada.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
3 anos atrás

É mais… Faço jiu jitsu com um Americano que cresceu no Brasil…e se acha brasileiro!!! Lol

Johnnie
Johnnie
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

Parabéns. estou orgulhoso por você!

Bosco
3 anos atrás

Eu “aguento” navio usado… veículo de combate usado… mas pra mim, aeronave (asa fixa ou rotativa) tem que ser nova.
Acho que tem a ver com o problema dar lá em cima e a oficina ficar aqui embaixo.

Mauro Cambuquira
Reply to  Bosco
3 anos atrás

Óh! Resumiu tudo!
É isso… Se comprar dessa forma, logo vai bater aquela ressaca moral. Fui lá feliz comprar, depois de comprado… Humm…

Delfim
Delfim
Reply to  Bosco
3 anos atrás

Lá em cima não tem acostamento. Bem lembrado.

Heverton Ribeiro
Heverton Ribeiro
Reply to  Bosco
3 anos atrás

O saudoso mestre Ariano Suassuna não gostava de viajar de avião. Uma vez um incauto disse a ele do problema que é fazer grandes viagens de carro e, na estrada, encontrar um buraco na pista, no que, prontamente, o mestre respondeu: pior é viajar de avião, pois onde ele vai o buraco vai atrás.

Celso
Celso
Reply to  Bosco
3 anos atrás

Bosco, helis como esse voce nao compra na esquina , custam muito menos e sao suficientes para estabelecer doutrina numa forca que nunca teve algo sequer perto desse poder de fogo. Afinal caro Bosco, o que farao 8 ou 12 helis desse porte e poder se e qdo precisassem ser utilizados pelo EB ? Estamos aqui somente jogando milho pro bode, o ideal mesmo tem e se dara oportunamente se o EB fizer essa aquisicao e testa-la aos limites pelos proximos 10 anos. Ai sim podera extender uma aquisicao de acordo com o porte do EB e sua forca de… Read more »

sergio ribamar ferreira
sergio ribamar ferreira
3 anos atrás

Concordo com a explanação de Victor Morais.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
3 anos atrás

Una fuerza minuscula, pero capaces de enfretamiento con Bolivia, Peru y Argentina quizás

Pero se la guierra fuer contra Brasil, las fuerzas armadas Chilenas no tenderian condiciones de combater por mucho tiempo. El ejército de Brasil está en segundo, después de los Estados Unidos.

El ejército de Brasil ayudó a Pinochet, te acuerdas?

Lyw
Lyw
3 anos atrás

Parece que o Chile quer dar o troco pelo HMS Ocean.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
3 anos atrás

Brasil siempre há tenido relaciones mas que cordiales con Chile. Además, las dos naciones no tienen, y ninca tendran a mi parecer, problemas. Em relacion a lá ayuda prestada al ditador Pinochet, Brasil tambien era uma dictadura.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

De acordo João Moita, mas graças a essas ditaduras nos livramos dos comunistas, pelo menos naquela época.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Tadeu Mendes
3 anos atrás

O Chile sim se livrou, já o Brasil deixou esse pessoal voltar e hoje estão todos na política fazendo do país um inferno.

Adler Medrado
Reply to  Joao Moita Jr
3 anos atrás

Não sei porque que em um fórum brasileiro, majoritariamente frequentado por brasileiros, tem brasileiro que se esforça nos portunhóis para se comunicar com.estrangeiros que vem aqui.
Deixe que eles se esforcem pra nós entenderem.

Adler Medrado
Reply to  Adler Medrado
3 anos atrás

*nos
Corretor de celular

Possani
Possani
Reply to  Adler Medrado
3 anos atrás

Exatamente, falta de uma pimba de boi no lombo desses bocós.

Augusto L
Augusto L
3 anos atrás

Gente pelo amor né, menos ufanismos, o exercito chileno é mais forte hj do que o EB, fato.
Poder demografico, economico e politico não ganha guerra, se não estiver traduzido em força bruta no momento em que se for atacado.
Vide os casos de Israel com seus vizinhos.
Ou da Russia vs a OTAN/UE.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

Augusto por favor faça uma pesquisa profunda no assunto. Você está redondamente enganado.
Não tenho nada contra os chilenos, mas não dá para comparar. O exército brasileiro está muito acima do Exército chileno.

Também não pode equiparar Chile com Israel não. Israel é uma nação altamente educada e com um poderio militar e experiencia em combate que somente fica atrás dos EUA.

. E para te dizer algo mais intrigante, o Chile possivelmente teria dificuldades em uma guerra contra o Peru.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Tadeu Mendes
3 anos atrás

O EB não tem nenhum eqipamento que supera o Chile. O Chile tem Leo 2 Misseis spike, muito melhores que todos os que o EB tem. Tem IFV, com canhões de 20mm. Já tem à anos brigadas mecanizadas equipadas com blindados piranha. Tem cacas de 4° geração. Tem bombas guiadas, misseis maverick, drones israelenses Harpa anti-radares. Tem uma artilharia mais bem equipada que a do EB à anos. Não tem nada do EB que é mais moderno, EB so tem quantidade e fjca dependendo de os politicos liberarem uma verba numa guerra maior, o que não ira acontecer, pq nossos… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

O que importa séria se o brasil mobiliza-se seu poder econômico o que demoraria uns 2 anos e dependeria de vontade política, o que não aconteceria e o Brasil perderia, simples assim. As forcas blindades brasileiras seriam destruidas rapidamente deixando o Brasil sem poder ofensivo, nossa força aérea séria incapacitada de operar no TO. Guerras convencionais de todas desde a iiGM só uma que durou anos que foi a do Irã-Iraque, todas as outras foram curtas é o que tinha a melhor força na hora ganhou. Se o Chile fosse vizinho do Brasil, nos não teriamos capacidade de derrota-los numa… Read more »

Flanker
Flanker
3 anos atrás

Augusto L, mas uma guerra se ganha em quanto tempo? Uma semana, um mês? E a capacidade de resistência em combate? Em sustentar um esforço de guerra? Capacidade de manter, manutenir, re-suprir? Capacidade industrial bélica instalada? Grana, capacidade económica para manter uma guerra? Ter o equipamento é claro que é importante, assim como ser treinado e ter doutrina. Mas, isso não é tudo. Precisa ter capacidade econômica para manter uma guerra. E aí, não há comparação entre Brasil e Chile. Mas, isso é no campo das hipóteses. Talvez o país com menos probabilidade de enfrentarmos seja o Chile. E imagina… Read more »

Agnelo Moreira
Agnelo Moreira
Reply to  Flanker
3 anos atrás

Prezado
Tá puxado pro rapaz q acha q equipamento na guerra terrestre é muito…
Sds

Augusto L
Augusto L
Reply to  Flanker
3 anos atrás

O Chile tem doutrina, e tão boa como a brasileira ou as das potencias ocidentais, o que o Chile tem e o Brasil não tem é equipamento.
Se você olhar todas as guerras convencionais pós-2GM todas foram curtas, somente a guerra Ira-Iraque foi de longa de longa duração, um ponto fora da curva que dificilmente se repetirá á não ser que fosse a 3GM de fato.
Por exemplo se o Chile fosse a Argentina, eles aniquilariam todas as forcas brasileiras que ficam no RS e incapacitaria a FAB de operar lá.

Agnelo Moreira
Agnelo Moreira
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

Não, não iria. Por uma série de motivos. Por exemplo, o EB é esmagadoramente superior na quantidade de meios (lembre q há todas as funções de combate), os quais não são todos inferiores aos chilenos. Uns são iguais e outros superiores. Podemos “abrir mais frentes” do q eles, os envolvendo e destruindo. Esse mundo das ideias não entende manobra e emprego orquestrado de varios meios, capacidades e vetores. Não é super trunfo. O Chile, por suas características, nem admite o combate em área urbana em larga escala, pois se o inimigo chegar em suas cidades, não teriam como lutar mais,… Read more »

Celso
Celso
Reply to  Augusto L
3 anos atrás

Augusto, vc esta no campo das hipoteses e nesse caso voce esta completamente ERRADO. Tem fatores que estao longe de sua analise ou compreensao. Nosso poderio nao comeca na qde ou qualidade que temos hoje, esse poderia esta em sua populacao, capacidade agro industrial, industrias de transformacao, etc, etc, etc,…..se o Chile fosse nosso vizinho, com certeza estariam pensando e muito de nunca nos enfrentar. Nossa capacidade industrial ainda esta a anos luz de distancia de qualquer pais sul americano e da america central. Nao subestime o que voce nao conhece, oce nao viveu e nao viu o suficiente de… Read more »

Renival Oliveira
Renival Oliveira
3 anos atrás

Compra logo 12 M35 para a FAB montar a 2 unidades, e 40 helicóptero Ka-52 Russo: 24 para o EB colocar na Amazônia e 16 para a MB colocar no navio Pernambuco. E transferir 4 baterias dos astros 2020 para fronteira com a Venezuela. e não permitir mais que os aviões venezuelano entrem no nosso espaço aéreo; compra logo 5 baterias TOR M2E 9K332ME, para defesa da Amazônia. Defesa em 3 camadas: 1 – Camada IGla. 2 Camada – TOR M2E 9K332ME. + Astros 2021(defesa antiaérea). 3 camada – S-400 longo Alcance. A ir sim, teremos uma defesa de respeito.

Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
Reply to  Renival Oliveira
3 anos atrás

E os russos vendem nas mesmas condições? Sempre esse mito dos produtos russos baratos…

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
3 anos atrás

Off topic,mas nem tanto… É verdade isso??? Anúncio da venda da Embraer à Boeing está “muito próximo” oglobo.globo.com | April 19, 2018 07:29 PM SÃO PAULO — O grupo de trabalho montado pelo governo para avaliar os termos da proposta da Boeing à Embraer deu sinal verde para a venda da brasileira à gigante americana. O anúncio oficial do negócio está “muito próximo”, disse uma fonte a par das negociações, e deve ser feito em conjunto pelas empresas e governo federal. Nesta quinta-feira, o grupo, formado por membros dos ministérios da Fazenda, Defesa, da FAB e do BNDES, se encontrou… Read more »

Últimas Notícias

Saab apresenta soluções inovadoras em defesa e segurança na 6ª Mostra BID

Entre os dias 7 e 9 de dezembro, a Saab participa da 6ª Mostra BID, no Centro de Convenções...
- Advertisement -
- Advertisement -