Home Divulgação AT4: Saab recebe novo pedido do Exército dos Estados Unidos

AT4: Saab recebe novo pedido do Exército dos Estados Unidos

3089
28
AT4CS RS
AT4CS RS

A Saab recebeu uma nova encomenda do Exército dos Estados Unidos para o sistema de armas anti-blindagem AT4CS RS (Espaço Confinado Reduzido de Sensibilidade, da sigla em inglês). O valor do pedido é de aproximadamente US$ 50 milhões (426 milhões de coras suecas). O pedido foi reservado durante o segundo trimestre de 2018.

A Saab recebeu um contrato de ID / IQ (sigla em inglês para entrega indefinida/quantidade indefinida) para o sistema AT4CS RS em 2008. Este pedido é um acréscimo a uma encomenda de entrega recebida em 2017. Esse pedido foi avaliado em US$13,4 milhões.

O AT4CS RS é um sistema de armas pré-carregado disparado do ombro, totalmente descartável, com uma ogiva de carga especialmente desenvolvida com um formato único, que proporciona excelente efeito pós-penetração no alvo. Ele pesa menos de 8 kg e tem um alcance efetivo de 20 a 300 metros.

“Este pedido demonstra a crença forte e contínua do cliente no sistema AT4”, diz Görgen Johansson, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios de Dynamics da Saab.

“Estamos orgulhosos de continuar a fornecer esta ferramenta reconhecida e eficaz para os combatentes dos EUA”, diz Michael Andersson, presidente e CEO da Saab North America, Inc.

Desde 1987, a Saab já entregou mais de 600.000 AT4s, de forma direta ou sob licença, para as forças armadas dos EUA. A arma tem sido continuamente atualizada desde então para fornecer uma capacidade e um efeito ainda maiores para o usuário. As versões mais recentes atualmente em desenvolvimento oferecerão alcances ainda maiores e flexibilidade adicional.

28
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
17 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
17 Comment authors
HawkJuarezAlexrodrigoDoug385 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Agnelo
Visitante
Agnelo

Essencial para o combate em Área Edificada

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Engraçado que vamos lá nos E.U.A e compramos de tudo, agora quando a situação é inversa não compram nada. Será que a versão nacional do AT4, não poderia atender essa encomenda? Pois a ALAC já está pronta e adotada pelo EB, e por ser um descendente direto do AT4 creio que até mais barato poderia e muito bem atender as FAAs Norte Americanas. Só não sei o comparativo entre a “granada” do AT4 em comparação a da ALAC (da ultima vez informaram que estavam desenvolvendo uma granada termo bárica para a mesma), mas a ALAC precisa de alguns refinamentos como… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

A SAAB produz o AT-4 nos EUA, por que motivo o Pentágono viria aqui comprar a ALAC?

Delfim
Visitante
Delfim

Além da fabricação em território americano, os EUA tentam seduzir a Suécia a fazer parte da OTAN.
Os ingleses querem a Suécia para participar do Tempest.
Como é bom ser desenvolvido e independente. Como mulher bonita não falta pretendentes.

Silvio RC
Visitante
Silvio RC

O nosso ALAC e até mesmo o próprio AT4 na sua versão padrão, não possui essa tecnologia de poder efetuar o disparo dentro de abrigos ou espaços confinados. Essa versão AT4 CS RS é destinada a ser empregada justamente em espaços confinados, pois tem o efeito de sopro ocasionado pelo disparo da arma bastante reduzido. Disparar um lança rojão em um ambiente fechado ou próximo a uma parede é suicídio. Há relatos desse tipo de falha com as tropas argentinas nas Malvinas.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

Os americanos não precisam desenvolver nada, eles copiam tudo.

O primeiro foguete da NASA a ir ao espaço era uma cópia alongada da V-2 nazista. Até o Ketchup é uma invenção roubada dos chineses kkkk

Por isso não compram nada dos outros.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Depois passa no guichê e pega o vale o mortadela.

Bosco
Visitante
Bosco

Rodrigo,
No caso é TOC mesmo.

Doug385
Visitante
Doug385

Nem perco mais o meu tempo respondendo a esse doente. É MAV.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

sub-urbano 19 de julho de 2018 at 16:25
Sério esse comentário? Virou jardim de infância isso daqui kkkkk

Agnelo
Visitante
Agnelo

Os aviões stealth são cópias de disco voadores que estão na Área 51….
A bomba atômica foi roubada da Ultra… aquela força inimiga do Capitão América…
Alguém lembra de mais alguma?????

Alex
Visitante
Alex

Era IDRA e não Ultra, mas o cometário foi muito engraçado.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Kkkkk isso mesmo!!!!
Idra!!

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

“”Engraçado que vamos lá nos E.U.A e compramos de tudo, agora quando a situação é inversa não compram nada.”” Primeiramente nós não compramos de tudo, bem pelo contrário, compramos blindados alemães, helicópteros e submarinos dos franceses, caças da suécia, navio dos franceses e ingleses etc..dos EUA nós compramos muito pouco e normalmente armamento antigo através do FMS, produtos remanescentes, em bom estado e baratos. “”Não compram nada da gente”” kkk fala como se o Brasil fosse um grande produtor de armas. O Brasil quase não produz armas, principalmente armas complexas. Além disso, as feitas aqui em muitos casos pertencem a… Read more »

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Acabei por dar uma pesquisadinha na wikki sobre o Alac(bem promissor por sinal), alguém sabe a quantas anda o desenvolvimento da tal carga termobárica e quantos já foram vendidos para o EB e outros clientes??

Obs. na wikk. menciona 150 un pro EB e intenção de compra de milhares por parte de outros países(México ,Iraqui etc).
Muito bacana ter um eqp tão bom e útil nacional.

nonato
Visitante
nonato

Sempre digo que tecnologia não é nada do outro mundo. Só exige interesse, algum pessoal com um mínimo de qualificação e algum dinheiro. Não é gastando bilhões que se desenvolve tecnologia. Gastar bilhões é torrar bilhões. Quem quer faz. Quem não quer, gasta bilhões para alguém fazer um projeto inicial, passa uns dez anos “desenvolvendo” para depois dizer que precisa de mais bilhões e mais dez anos para corrigir falhas verificadas durante as operações iniciais. Tipo F 35. Mas não é o único caso. Aí já vamos contabilizando tinta RAM, sistema astros, a darter, submarino nuclear. KC 390… Nem tudo… Read more »

Mf
Visitante
Mf

Se não me engano já foram 500 alac pro EB

Mf
Visitante
Mf

O ALAC tem um alcance bem menor que o AT-4, são categorias diferentes.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Os dois não tem 300m de Alc Útil?

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Ivan BC 20 de julho de 2018 at 3:00 “”Engraçado que vamos lá nos E.U.A e compramos de tudo, agora quando a situação é inversa não compram nada.”” Primeiramente nós não compramos de tudo, bem pelo contrário, compramos blindados alemães, helicópteros e submarinos dos franceses, caças da suécia, navio dos franceses e ingleses etc..dos EUA nós compramos muito pouco e normalmente armamento antigo através do FMS, produtos remanescentes, em bom estado e baratos. “”Não compram nada da gente”” kkk fala como se o Brasil fosse um grande produtor de armas. O Brasil quase não produz armas, principalmente armas complexas. Além… Read more »

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Foxtrot, você está tirando essas idéias da sua cabeça, nada disso é realidade. A joint venture criada pela Embraer e pela Boeing será apenas de aviões comerciais, NÃO inclusive os aviões executivos e os de defesa (que correspondem a 50% do faturamento da Embraer) Essa é a realidade, se você deseja criar um mundinho paralelo tudo bem! Os super-tucanos comprados pelos EUA serão feitos nos EUA, tem algo errado nisso? Nada! Serão centenas de aviões, você acha que eles deveriam ser feitos aqui? Os nossos Gripen serão construídos no Brasil, inclusive há fábrica em SP, isso para um contrato de… Read more »

rodrigo
Visitante
rodrigo

So lembrando, para vender pro governo norte americano vc tem que ter fabrica ou parceria la! senao eles nao compram…pode ver que todas empresas no segmento militar tem filial ou parcerias lá, senao nem teria chance de vender pra eles. isso vale pra outros segmentos fora o militar. e certo sao eles, se que vender aqui tem que prodzir aqui!

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Caro Ivan, você realmente acredita que a EDS (Embraer Defesa e Segurança) não fará parte da doação da Embraer a Boeing? Li agora a pouco que o que mais chamou a atenção na Montaer (Embraer) pela Boing foi justamente o KC-390. ………………. Acredito! A Embraer irá se fundir apenas na área de aviões comerciais, NÃO na área de aviões executivos e de defesa. O interesse da Boeing pelo kc390 é ruim na sua cabeça? Kkkkk essa notícia é excelente. A empresa proprietária do Hércules é a Lockheed Martin…a Embraer entrando com mais força no mercado americano, agora com apoio da… Read more »

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Caro Ivan busquei de forma cordial a amigável apresentar meu ponto de vista, diferente de sua postura. Não vou debater contigo uma coisa que já está arraigada em sua mente, como sempre digo ” o tempo é senhor da razão, e o dará a quem o merecer”. Sendo assim, vamos esperar e ver mais este episódio parodico da economia brasileira. Você defende com tanto afinco que me parecer fazer parte da minoria que está a favor e faz parte da folha de pagamentos da Embraer. O que para mim não interessa é nem me importo. Anote minhas palavras e daqui… Read more »

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

“Doação da Embraer para Boeing”???? Kkkkkk se quase 20 bilhões de reais e participação de 20% em uma joint venture de peso, além de apoio de outras frentes de negócios é doação, então eu quero mais doações como essa kkkkk Precisamos ver o que ela vai desenvolver com esses 20bi…provavelmente usará para reinvestimentos, talvez uma parte pagamento de dividendos. Talvez ela entre em setores de defesa etc…muita coisa pode acontecer! 6 bilhões de US$ por uma empresa que recentemente divulgou pedidos firmes e opções de compra na faixa dos 15 bilhões US$ não é doação, sinceramente não sei mais o… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Meu Deus, no que transformaram o debate. Juntou a fome com a vontade de comer….
Deus é pai, eles não cansam de achar que os problemas causados pelos são culpa de um abdução feita nos porões da Casa Branca.

Hawk
Visitante
Hawk

Gostava mais daqui quando o assunto era só militar mesmo. Até as últimas postagens envolvem política ou ideologia.

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

O meio militar é a ação de levar um país a realizar sua vontades.
Ou seja, a política e diplomacia da intimidação.
Quanto aos “porões da casa branca”, só não enxerga isto quem não quer, porque até cego já viu que todas as decisões do mundo são tomadas lá, ou na réplica do salão oval a bordo do força aérea 1.
Quanta ingenuidade ou outra coisa pior (não comentado para não ser vetado rsrs).