Home Economia Oriente Médio: por que a China promete investir bilhões de dólares?

Oriente Médio: por que a China promete investir bilhões de dólares?

4252
53

A China está fazendo grandes investimentos econômicos no Oriente Médio, prometendo gastar US$ 23 bilhões ou mais em ajuda.

O presidente Xi Jinping quer acordos de livre comércio com os países árabes, particularmente para petróleo e gás. A China é, atualmente, o segundo maior importador de petróleo do Oriente Médio.

A Arábia Saudita exporta mais petróleo para a China do que para os EUA, mas a China também é a principal importadora do Irã.

A China quer dobrar seu comércio no Oriente Médio para US$ 600 bilhões em 2020. O Oriente Médio é essencial para a iniciativa “One Belt, One Road” (OBOR) da China. O OBOR é a versão do século 21 da Rota da Seda na esperança de conectar a Ásia, África e Europa.

Reuben Mondejar, professor de Iniciativas Asiáticas, diz:

“Isso é parte de um plano de longo prazo da China para assegurar seus recursos para o futuro por causa da situação atual. Com a guerra comercial e todo esse isolacionismo, protecionismo e todas essas acusações, a China precisa de amigos.

E esse é um bom momento para fazer amigos anunciando US$ 23 bilhões em investimentos. No entanto, existem riscos para este investimento. O Oriente Médio é mais problemático, por exemplo, que a América do Sul.

O Oriente Médio é provavelmente a região mais volátil no momento, então a China está entrando em uma área muito difícil.”

O coração do Oriente Médio, Síria e Iraque estão cheios de conflitos. Mas o investimento da China não se limita apenas às zonas de conflito, ela quer acordos de livre comércio com todos os 23 países da Liga Árabe.


FONTE: Al Jazeera

Subscribe
Notify of
guest
53 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Augusto L
Augusto L
1 ano atrás

Melhor forma de conseguir amizades é cessar suas ambições na Ásia, com certeza os paises do leste asiático iam mudar o geito que visão a China e a integração daria um passo a frente.
Mas a China quer uma espécie de sistema continental no leste asiático, bem parecido com o que Napoleao fez na Europa, o que os japoneses na Ásia até a 2GM.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Jeito*

Antonio
Antonio
1 ano atrás

É evidente que a China será (ou já é) a grande protagonista na área econômica no mundo.
Todos terão interesses em ter boas relações econômicas e políticas com ela.
Sinal dos novos tempos.

nonato
nonato
Reply to  Antonio
1 ano atrás

Trump precisa agir rápido.
Obama foi omisso, hoje a China abana o rabo com trilhões de dólares obtidos com exportações para os EUA.

Antonio
Antonio
Reply to  nonato
1 ano atrás

Tarde demais.

Antonio
Antonio
1 ano atrás

Os mapas dão a clara demonstração do aumento da influência chinesa no mundo.
E ainda, estão começando a expandir suas relações econômicas na América Latina.
São excelentes notícias.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Antonio
1 ano atrás

prepara seu mandarim ae rsrs…

Augusto L
Augusto L
Reply to  Antonio
1 ano atrás

Não sei do que excelente, noticia de uma ditadura ascendedo ao poder mundial.
A democracia vai cada vez mais diminuir sua influência e importância, distopotas, como Putin, Mao, Xin Jinping vão ser postos nas escolas como lideres à altura de FDR, Churchill.
Sem contar no possível dominio chinês do mercado mundial, que constrasta com sua suposta vontade de mercados livres.
É preferível à morte do que um mundo desse, será um novo “homem do castelo alto”.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

“possível domínio chinês do mercado mundial” Parei de ler aqui. Tirando a prática de dumping, o que os chineses tem praticado é o capitalismo na sua mais pura essência, ou seja, livre das amarras do protecionismo do estado, cada vez mais praticado pelo ocidente em sua eterna arrogância. Os chineses não tem leis trabalhistas onerosas como na maioria dos países do ocidente, que encarecem a mão-de-obra e torna os manufaturados bem mais caros, por isso as empresas vão para países livres de legislações proibitivas. Se os chineses estão dominando o mercado mundial, é culpa do protecionismo estatal do ocidente.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Defensor da Liberdade
1 ano atrás

A economia chinesa é fechada, o que aumenta muito sua vantangem comparativa, os salarios são forcados abaixo do que valem, mesmo em um ambiente de mao de obra mercadologica, com apoio do aparato do estado. O estado impede a competição, criando e incentivando super empresas ou estatais, so por exemplos, empresas americanas são proibidas de operar no mercado Chinês, a não ser que se associem com uma chinesa, numa proporção 50-50, por isso a China, tem grandes empresas de tecnologia como a Huawei, diferente de uma Apple ou Microsoft, que cresceram por si, proprias. A China pertuba o sistema das… Read more »

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Sinceramente, cada dia mais fico pensando quais países de fato são democráticos ?! Tirando os países nórdicos, nenhum outro país conseguiu ser democraticamente pleno. Com participação popular, representatividade… Pega o Brasil como exemplo dá pra falar que é um país democrático ? Só porque você é OBRIGADO a votar ? Você, eu, ou qualquer pessoa desse fórum tem alguma representatividade? (Ah não ser que pague algum político, até momento está é a única forma de ter voz no congresso… ) Sabemos quem vai se eleger indiretamente pelo coeficiente eleitoral ? O problema da China é a falta de liberdade de… Read more »

TJLopes
TJLopes
Reply to  Antonio
1 ano atrás

Excelentes notícias para quem? Precisa ser muito ingênuo e/ou simpatizante do autoritarismo para comemorar o aumento da influência e do protagonismo da China no mundo.

Russian Bear
Russian Bear
1 ano atrás

O jogo dos grandes players globais é exatamente este. Destruir toda uma região, invadir, financiar milícias terroristas, pilhar e despejar bombas até não querer mais, para depois investirem na reconstrução. Porém esta reconstrução é atrelada a contratos de bilhões de dólares, com empresas americanas, europeias e chinesas. O próprio oriente médio a décadas se vende a preço de banana, achando que ser marionete dos países ocidentais se daria bem, pura ilusão e traição. Vejo o oriente médio no mesmo nível da África, Varios países em guerra, jamais conseguindo entrar em acordos de forma civiliZada. A China está se aproveitando do… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Russian Bear
1 ano atrás

É com certeza, voce ta super dentro das relações internacionais.

Tamandaré
Tamandaré
Reply to  Russian Bear
1 ano atrás

Russian Bear, seu comentário foi muito preciso!! Meus parabéns

Bardini
Bardini
1 ano atrás

Falando em mapa… Esse é essencial para compreender a situação:
https://img.over-blog-kiwi.com/0/99/63/06/20170222/ob_1f3be2_enquetechinepuissancemer3-0.jpg

Alessandro
Alessandro
1 ano atrás

Fazer negócios comerciais até vai, desde que chineses não vire o dono da nossa “despensa”, mas se envolver politicamente com eles ?? Como diz um colega meu, parece que brasileiro não quer ter liberdade e democracia, apenas quer trocar o dono do chicote.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

“desde que chineses não vire o dono da nossa ‘despensa'” O que você quer dizer com isso? Ah já sei, aquele discursinho do Bolsonaro de que os meios de produção nacionais tem que pertencer somente à brasileiros né? Ou seja, o velho protecionismo que enriquece os grandes e escraviza os pequenos e indefesos, o mal que assola esta nação desde o seu descobrimento. Parece até o Lula, o Ciro Gomes, ou pior, o Boulos e a Manuela D’ávila (que é muito bonita, mas é comunista…)! E eu achando que o brasileiro tinha aprendido alguma coisa com tantas e tantas crises… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Defensor da Liberdade
1 ano atrás

vc sabe oq é a agenda 2030 ?

Camillo Abinader
Camillo Abinader
1 ano atrás

Que seja muito bem vindo China e Rússia pra parcerias estrategicas com os países do Oriente Médio, EUA já podem tirar o time de campo, que por sinal é oque o Trump já vem planejando em seus discursos (a mando do Putin claro)

Antonio
Antonio
Reply to  Camillo Abinader
1 ano atrás

E hoje (20/07) saiu notícia de que um assessor de Trump acusou a China e o resto do mundo de declararem guerra comercial aos EUA.
Quer notícia melhor? Eles contra todo o mundo.
O buraco para os EUA será mais fundo do que eu imaginava.

Fabiano Martins
Fabiano Martins
1 ano atrás

HAhaha EUA ou China , qual deles o Brasil serve melhor para ser sola de sapato kkkkk.
Sendo EUA ou China lider do mundo não muda nada para nós,se precisar de passar em cima de qualquer país em questão de seus interesses não vão pensar duas vezes , potencias agem assim e sempre foi assim , não é surpresa para ninguém , e porque não querem ficar debaixo da sola de ninguém preferem ser piti bull do que vira lata rsrsrs.
Isso que determina a imagem do povo de cada País.

nonato
nonato
Reply to  Fabiano Martins
1 ano atrás

Muda sim e muito. Países aliados dos EUA não têm do que reclamar. Imagine Coreia do sul, Colômbia, Austrália…

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  nonato
1 ano atrás

Vá morar na Colômbia, alinhada dos EUA. Se duvidar, a Colômbia arranja uma guerrinha básica com a Venezuela e você pode até participar.

Augusto L
Augusto L
Reply to  100nick-Elã
1 ano atrás

Com prazer, é ótimo matar inimigos da liberdade ou morrer por ela.

Antonio
Antonio
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Não se esqueça de se enrolar em um bandeira americana e morrer gritando: ‘Deus salve a América!’

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Se à america representar a liberdade, eu não tenho o pq não fazer, alias faria por qualquer pais que represente.
Até mesmo contra o Brasil, eu faria, se, é claro, o Brasil representasse o lado negro, o autoritarismo.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Tomara que você não fique somente nas palavras e faça realmente isso. Aliás, você pode fazer agora mesmo: é só ir para a Síria ou Ucrânia. Escolha um desses países e já até lá matar os comunistas autoritários. Se escolher a Síria, não perca tempo, porque a guerra lá já está acabando. Mas na Ucrânia vai exacerbar em breve, para sua alegria. Dou até dinheiro para você ir para lá, se precisar.

Guilherme santos
Guilherme santos
Reply to  nonato
1 ano atrás

Orra, muda demais.

Os caras não pensam no Brasil, mas torcem pros eua.

Antonio
Antonio
Reply to  Guilherme santos
1 ano atrás

Popularmente conhecido como ‘complexo de vira-latas’.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Antonio
1 ano atrás

Conhecido como senso de história, e prezo pelas ideias certas e a democracia.

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
1 ano atrás

Está bom! Depois vai lá receber alguns aviões de terceira-mão como donativo para os mais pobres.
Este papo já não cola mais. Os EUA são defensores do próprio bolso.
Acho que o resto se cansou disso.
Acho também que eles devem se conformar com a nova realidade.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antonio
1 ano atrás

Inteligente é ser cachorrinho do chinês..

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
1 ano atrás

A proposta chinesa não é ter cachorrinhos, como querem os americanos.
Mas, parceiros. Daí seu sucesso retumbante.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Antonio
1 ano atrás

So que os americanos não tiveram cachorrinhos todas as decisões de seus aliados, foram feitas pq os EUA eram seus verdadeiros parceiros e suas populações e estados tinham objetivos comuns.
Só que para pessoas como vc, com visões deturpadas da realidade, isso é inaceitável, pois arruinaria com todas suas visões distorcidas domundo !
Ego, tapa a realidade.
Mas a verdade é una só e absoluta, não existe essa de minha verdade.

José
José
Reply to  Antonio
1 ano atrás

O problema é o viés ideológico de alguns,que embora seja negado, dissimulado,furtivo,não confessado,porém patente nas ações,são capazes de vender a pátria,desde que seja para o seu demiurgo. Auto se enganam com seus deuses,na verdade ídolos,humanos sem defeitos,perfeitos,pois atribuem os mesmos uma perfeição que não tem. China e Rússia,ambas são ditaduras,eternas,não importa a que regime foram submetidos suas populações no passado distante e/ou recente,porque foi sempre assim desde as suas origens até o presente.Enquanto isso os USA sempre foi uma democracia,defendeu as liberdades por principio.E líder inconteste em todas as áreas, mesmo que o fanatismo não reconheça a realidade.Enquanto isso um… Read more »

Fabiano Martins
Fabiano Martins
1 ano atrás

Coreia do Sul e Austrália são países de primeiro mundo que investe na formação de educação e conhecimento nem compara com republicas bananeiras .
Aqui no Brasil se for EUA ou China não muda nada de nada,e não é culpa desses países citados,um lugar que idolatra carnaval e futebol em primeiro lugar não é serio rsrsrsrs,por isso não entro nessa de ficar torcendo para americano ou chines ,não fazemos nem o nosso dever de casa rsrsrs.
É uma vergonha.

Samuca
Samuca
1 ano atrás

É claro que o Oriente Médio ainda vai conservar sua importância geopolítica no futuro, mesmo que todo o contexto atual não seja mais o mesmo daqui a alguns anos no futuro, mesmo tendo em vista que no futuro próximo, os EUA, usando uma expressão do mundo do futebol, de ‘sangue doce’, não dependam mais do petróleo, depois da descoberta do gás de xisto que o permitiu que se tornasse não só autossuficiente, como ainda concorrer contra as próprias nações árabes na exportação de energia (que ironia…) Também é notório que há reservas de gás de xisto na China e que… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Samuca
1 ano atrás

Toda relação internacional tem uma ideologia por trás, então essa do proselitismo ocidental, não passa de erro de interpretação seu.
O ocidente esta defendo seu modo de vida, nas relações internacionais, que sao na verdade um emaranhado de sistemas, na qual a do ocidente representa o modo de vida sobre um governo de democracia ocidental, que depende como todo, governo independente de qual for do ambiente exteno favorável, ou um sistema internacional que o permite viver.
Por isso paises autoritários, veem, com maus olhos um sistema regido por democracias ocidentais, e se o contrário acontecer, será o mesmo.

Antonio
Antonio
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

O sistema ocidental pressupõe uns poucos países ricos montados em um monte de países pobres. Só isso.
Daí, o sucesso da China.
Propõe, inicialmente, a não intervenção nos assuntos internos dos outros e meios de trocas econômicas mais justos.
O sucesso deles é evidente, não?

Augusto L
Augusto L
Reply to  Antonio
1 ano atrás

“O sistema ocidental pressupõe uns poucos países ricos montados em um monte de países pobres. Só isso”, nem vou comentar, uma imbecilidade dessa! Quanto ao comércio, a China não faz troca economicas justas com ninguem no planeta! Ngm não faz nada, pq eles ameaçam fazer sempre uma guerra comercial. Sobre a intervenção, todo player faz, inclusive a China, vide o leste asiático. E é claro, a intervenção chinesa, não é nada diferente do que os modelos de sistema continental tentados pelo Japão imperial, pela Alemanha nazista e imperial nas 2 GM e por Napoleao no sec.XIX e pelos autoritários imperadores… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Está bom. Então, agora vai lá e entre na fila para receber algumas velharias de terceira mão do Tio Sam.
Poupe-nos!

Antonio M
Antonio M
1 ano atrás

Se os EUA tentam aumentar sua infuência são criticados, ao se recolherem são criticados também.

E o partido comunista chinês apoia o Ciro Gomes.

Corramos para as montanhas, se sobrar alguma …

Diego K
Diego K
1 ano atrás

Olhando pelo lado do Oriente medio vejo que se darão bem a China se cumprir o prometido estará levando desenvolvimento, lembrando que hj nao temos uma china de codimentos, especiarias, mas uma china tecnologica.

Delfim
Delfim
1 ano atrás

China olhando para os 300 milhões de árabes, e bilhões de barris de petróleo.
.
Israel pode ficar mal neste esquema chinês. A China não tem “dívida histórica” quanto ao antissemitismo, e não possui população judaica influente.

Antonio
Antonio
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Perfeito. Os tempos de bonança estão acabando.
A perda de influência americana será proporcional ao aumento dos desafios para Israel.

Fabiano Martins
Fabiano Martins
1 ano atrás

To pensando aqui se todo chines tivesse carro , a coisa ficaria feia rsrsrsrs.
O mercado de consumo dos chinas é absurdo , e tem a tendencia de ficar maior e maior.
Aonde entra o tal do dinheiro a ideologia cai .

Delfim
Delfim
1 ano atrás

Não custa lembrar que Nostradamus advertiu sobre uma ofensiva islâmica-asiática no conflito final, e que o Anticristo viria de uma populosa cidade da Ásia.

Soldat
Soldat
1 ano atrás

Depois dos EUA dos Salafistas a maior ameaça que o mundo tem á china são verdadeiros Gafanhotos.

Marcello Magnelli
Marcello Magnelli
1 ano atrás

Não sei o porquê desta indignação e revolta, por um lado, ou desta euforia e o prenuncio de uma nova era dourada sob o domínio chines. É apenas a história se repetindo só que com outros personagens. A China não esta fazendo nada diferente do que outras nações fizeram no passado. Esta tentando e vem conseguindo estabelecer relações coloniais com outros países. Quer garantir mercados para seus produtos, garantir fontes confiáveis de matérias primas e alimentos, garantir o emprego para os seus habitantes e por ai vai. O que de diferente tem do que a Inglaterra fez durante seu período… Read more »

sergio ribamar ferreira
1 ano atrás

há pessoas que adoram criticar os EUA por qualquer motivo. na questão ideológica então nem se comenta mais, visto sempre os americanos serem culpados das mazelas do mundo . entretanto por que os chamados socialistas de plantão adoram ir para os EUA, estudarem morarem em Nova York ou na Califórnia? por que a maior concentração de imigrantes de todo o mundo se concentra nos EUA? FMI é criticado por emprestar dinheiro à países falidos. de quem é a culpa? Do FMI que empresta ou dos governos medíocres e corruptos que exploram seus cidadãos e seus governantes se locupletam? Dou um… Read more »

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Relações Sino Israelenses:

http://www.morasha.com.br/israel-hoje/israel-e-china-parceria-em-expansao-no-seculo-21.html

O J10 também demonstra muita coisa.

Mustafah
Mustafah
1 ano atrás

O gigante chinês é como um gafanhoto, precisa alimentar mais de 1 bilhão de pessoas e manter a estabilidade do regime que historicamente está ligada a isso, então temos visto a presença chinesa na África que não tem nada de parceria com ninguém é o novo colonialismo, garantir fontes futuras de fornecimento de matérias primas, mercados para bugigangas e armas de segunda, sem qualquer tipo de restrição para com o regimes que negocia, a China não respeita nada nem ninguém, muito menos qualquer tipo de lei internacional, ela está negociando com os piores regimes do mundo, tudo é claro, dentro… Read more »