Home Artilharia Antiaérea Exército Holandês mostra seus sistemas de defesa antiaérea

Exército Holandês mostra seus sistemas de defesa antiaérea

9590
56

Atrás, da esquerda para a direita: Lançador de MIM-104 Patriot PAC-2 (o Exército Holandês também opera sistemas PAC-3), radar MIM-104 Patriot AN/MPQ-53, radar TRML-3D/32, AN/MPQ-Radar Sentinel 64F1 do NASAMS 2, radar AN/TPQ-36 de contra-bateria Firefinder, lançador de AMRAAM do NASAMS 2.

Frente, da esquerda para a direita: radar de vigilância terrestre Thales Squire, veículo de reconhecimento Fennek com plataforma de armas Stinger, Stinger MANPADS, sistema de geração de imagens térmicas FLIR Ranger HDC-MS.

O radar TRML, as baterias NASAMS e o Stinger Weapon Platform Fenneks são combinados no Army Ground Based Air Defence System (AGBADS), que combina os dados de todos os radares em uma única imagem aérea integrada, acessível a todas as plataformas de armas.

A defesa antiaérea do Exército Holandês cobre as três camadas, formando uma bolha de proteção contra alvos a grande, média e baixa altitudes.

56 COMMENTS

  1. O Brasil precisa de uns Patriot pac-2 para colocar no Amazonas, a Venezuela pode atacar a zona franca de Manaus e causar um baita prejuízo.

    • Com o que o Brasil tem hoje (armas podres da década de 60) os Flankers de Maduro sobrevoariam incólumes os céus de Manaus e baixariam em muito o moral das tropas brasileiras. Imagino até mesmo as sombras ameaçadoras dos Flankers em Brasília, espalhando o terror no corrupto Planalto Central.

      Os diminutos F-5 que ousassem levantar voo seriam neutralizados com facilidade.

      É uma vergonha.

      • Com certeza, a Venezuela tem rios de dinheiro para manter os Flankers totalmente operacionais kkkkkk que comentário infantil,como se o combate fosse uma coisa totalmente definida como um jogo de cartas e os Flankers iriam estar totalmente integrados para neutralizar todas as bases aéreas brasileiras,imagino que esse era o pensamento americano até o F-117 “super stealth” ser derrubado por um missil soviético obsoleto

    • Por qual razão a Venezuela atacaria o Brasil? Pior, com que meios? Nem comida eles tem. Se existe uma preocupação por aqui é a Colômbia como membro da Otan.

      • Hélio. Ninguém sabe a situação das aeronaves venezuelanas.
        Maduro tem apoio dos militares e para isso ele investe nas Forças Bolivarianas.

      • A Venezuela é um pais instável, que pode desestabilizar toda a região, além de propagadora do boliviaranismo, que ameaça nossos interesses nacionais e nossas instituições.
        A Colômbia não faz nada disso, nem é nada disso. Não é um perigo, mas sim uma potencial parceira.

          • De novo esse papo sobre a OTAN? Ainda não entenderam que eles são um PARCEIRO global? Assim como o Afeganistão, Mongólia e Iraque?! Ninguém de fora da Europa pode ser um MEMBRO OTAN. Não possuem os mesmos direitos e benefícios. Ser um PARCEIRO global significa basicamente que você pode participar de missões com eles para combate ao terrorismo, crimes cibernéticos, segurança maritima e por ai vai, mas não quer dizer que eles virão te proteger se você se meter em uma fria….

            Aliás, no caso de uma guerra entre Brasil e Colômbia, alguém acha que a OTAN se posicionaria a favor ou contra algum desses dois países? Principalmente o Brasil, que é o maior parceiro comercial dos países europeus aqui na AS e sempre manteve ótimas relações com eles.

            Ou seja, com ou sem guerra com a Colômbia, com ou sem OTAN, o Brasil não tem com o que se preocupar com relação a isso.

      • Atacaria elo mesmo motivo pelo qual a Argentina atacou as Malvinas…desespero politico, como firma de manter a ditadura comunista implantada por Chaves e seus chefes cubanos. iludindo a populacao faminta de que o imperialismo brasileiro é a causa de seus males.

      • A Bolivarianismo é uma piada. Tenho dó da população. E dó é um dos sentimentos mais tristes que o ser humano pode sentir.

        Atacar o Brasil??? Isso não acontecerá, o que acontece hoje é a invasão do território Brasileiro por hordas de esfomeados Venezuelanos.

        O final da Venezuela já é sabido por todos, haverá intervenção, não há como deixar a população passar fome como esta passando. O pau vai quebrar.
        Obs.: Se os Russos vão apoiar??? Acho que não, basta perguntar aos Cubanos que foram abandonados pela Russia a boiar no Caribe como se fosse um monte de merda numa latrina como os Russo se comportam quando a água bate na bunda.

        • Cuba supera o Brasil como nação.

          Cuba IDH: 0,775 – Brasil IDH: 0,754
          Expectativa de vida ao nascer – Cuba: 79,1 – Brasil: 67
          Medalhas olímpicas – Cuba 225 – Brasil: 128

          Tem um índice que o Brasil ganha:

          Mortalidade infantil para cada 100 nascimentos – Cuba: 4,5 – Brasil: 18

    • De novo essa história de “A Venezuela vai atacar o Brasil!!!!”, “seremos humilhados pelos Flankers!” etc.
      Toda matéria, sobre qualquer assunto, é essa mesma ladainha…

      • Não disse que vão atacar mas sim que tem a capacidade, quando um vizinho instável começa a se armar e o outro país não faz nada para contrapor é porque não está fazendo o trabalho direito.

          • Exceto quando ameaçou invadir o Brasil caso Dilma fosse “impeachimada”. Não acredito em invasão mas, melhor não dar motivos.

      • A Avibras não tem nada além de papo-furado e propaganda.
        Vamos privilegiar, botar fé, em um sistema que nem existe, nem sabemos se funciona, somente por que o fabricante é uma empresa nacional, que aliás faz a mesma coisa a 40 anos????
        Não!!!!
        O Brasil não tem obrigação de sustentar, nem paparicar e menos ainda levar pela mãozinha empresa privada, somente por que esta fabrica material bélico.
        Isto é obrigação do dono da empresa.

        • Como de costume, você dando um show em falar asneiras.que Eu realmente queria entender de onde vem esse ódio, primeiro pela Embraer e agora pela avibras. Você não consegui emprego em SJC?

    • Se você soubesse do tanto de capacidades que eles lá abriram mão, em todos os ramos das ffaa, você não falaria isso.
      Por exemplo, os P-3 operados por Alemanha e Portugal são ex-holandeses.

  2. Se a Venezuela resolver investir em uma aventura militar contra o Brasil e seus equipamentos estiverem em ordem, estaremos ferrados!!! caças da década de 1970 de origem norte-americana contra caças de última geração de origem russa- estes armados com mísseis de geração mais avançada. Não temos uma defesa antiaérea decente, um exército mais ou menos equipado e uma marinha de litoral.
    Ah… alguém ai vai dizer que nossos vizinhos são camaradas ou não tem capacidade de invadir e/ou nos atacar.Pura balela, se pudessem nos atacariam, pois a maioria não nos veem com bons olhos – nos comparam aos imperialistas americanos.
    De tanto sermos camaradas ainda vamos pagar caro por nossa displicência com nossas forças armadas, pois no mundo atual não existe relação entre países amigos, apenas relações de interesses entre ambos- às vezes me pergunto se o Brasil não precisa ser atacado para tomar providencias quanto à defesa de nossa amada pátria e lembrar que o mundo não é um mar de rosas……

    • É so usar a profundida do territorio brasileiro e atacar os Sukhois por trás. Isso é claro se eles usarem os mesmo em ataques a profundidade, se usarem somente em CAP sob a frente d batalha, estamos ferrados.

    • Nosso pais é bem maior, com uma economia bem maior e forças armadas maior e bem mais treinada principalmente em guerra na selva.
      Alem do que em questão de horas os EUA enviaram os F 22, F 15 e F 18 para nos ajudar alem de imediato lançarem mais de 500 mísseis Cruise contra as principais bases venezuelanas .
      Ou seja vamos parar com essa conversa pois isso seria suicídio para a Venezuela.

  3. Gostaria de saber como um Flanker vai chegar a Brasilia. Reabastecendo em Manaus? A Colômbia não é membro da OTAN, é simplesmente um país associado, como muitos outros e que nós também poderíamos ser, uma investida venezuelana mais cedo ou mais tarde teria o mesmo resultado que a de Solano Lopes, sobre o investimento de Maduro em suas forças armadas, ele é formidável ao ponto de um general ter que vir fazer uma operação no SUS e sem informas as autoridades, basta uma busca na net e vcs terão a informação, tem equipamentos fantásticos a disposição de Maduro, mas sem comida e sem dinheiro para operar não tem muita serventia, obs; se fossem atacar alguém, atacariam o Suriname, pois reivindicam a metade do território desse pequeno País.

  4. Penso que deveríamos com urgência trabalhar a questão de nossa defesa antiaérea. Se vai ser Patriot ou S-400, não importa, mas tem que haver uma solução imediata. É VERGONHOSO um país deste tamanho, rico e com potencial ameaça, mesmo que baixa, como a Venezuela, não ter um sistema de defesa antiaérea em camadas e ficar dependendo de sistemas portáteis de curto alcance.

  5. Nem um mísero canhãozinho ?
    Na minha humilde opinião, ainda existe espaço para armamentos de tubo no campo da batalha moderno.

    • Silvio,
      Apesar dos holandeses não adotarem o velho canhão tá voltando com força na função C-RAM, C-UAV, C-PGM e anti-cruise missile (ACM). Só não tá servindo muito pra função antiaéreo clássica e não tem serventia alguma na função antibalístico (ABM).
      A função C-RAM não é importante para os holandeses já que eles não estão em conflito assimétrico com bases em países que têm insurgentes. Pra função C-UAV eles parece que tão adotando o Stinger e claro, devem usar outros meios não “cinéticos” que não estão expostos, como interferidores e laser. Sem falar dos canhões dos veículos de combate de 40 mm e as ponto 50. ajudam na tarefa de derrubar drones de pequenas dimensões.
      A função C-PGM, antiaérea, antibalístico e antimíssil cruise é coberta pelo Patriot. O NASAMS fica com a função AA e ACM.
      Basicamente ele têm tudo direitinho contra todas as ameaças prováveis e em várias camadas, cobrindo todos os níveis.

      • Exato. Aqui faz falta…é necessário Canhão está voltando. Precisamos de defesa AA e depois ACM. Só temos baixa altura infelizmente (RBS, IGLA e Can 40mm C70 BOFOR. O Can praticamente sem radar, por estar defasado.

      • Canhoes são bom para defender alvos fixos, como bases aéreas.
        Alemanha emprega o MANTIS, perfeito contra misseis e bombas guiadas.

      • Amigo tente entender um pouco de geopolítica, o Brasil é gigante em termos econômico e industrial perto da Venezuela.

        Nossa balança comercial com a Russia ou China é muito maior que a da Venezuela alem de o Brasil fazer parte do Brics Junto com a China, Russia e Africa do Sul, então jamais a China ou a Russia iriam apoiar a Venezuela, até muito pelo contrario, iriam dar carta branca para os EUA atacar a Venezuela, isso se o próprio Putin não ligar para o Trump ordenando um ataque imediato em ajuda ao Brasil.

        Então meu amigo a Venezuela estaria ferrada numa situação destas, sendo que até seus aliados se tornariam seus inimigos imediatamente !

        Outra coisa estas armas que a Venezuela possui seriam da noite para o dia suplantadas por uma maciça ajuda militar dos EUA.

        Alem de levarem uma surra de nossas tropas em terra, que de tão especializadas em guerra na selva que são, dão treinamento para as forças dos EUA e até da Austrália e Europa.

        Temos uma grande força de ataque de AMX e ALX que seriam apoiados pelos F 22, F 15, F 16 e F 18 que os EUA enviariam numa curta pernada até o Brasil, todos devidamente orientados pelo Sivam e EMB 145 AEW&C, os EUA colocariam uma frota naval com um porta aviões na costa da Venezuela que teria que se defender dos dois lados, fora as tropas terrestres que os EUA iriam enviar para ajudar o Brasil diante de uma comoção mundial em uma pais “agressivo atacando um pais pacifico como o Brasil “, tudo isso regado com os lideres da Russia e China apoiando o Brasil e exigindo dos EUA um massacre sobre a Venezuela.

        Com o preço do petróleo disparando a a economia Russa saindo num grande lucro .

        E antes que alguém venha falar que a Russia e China iriam apoiar a Venezuela, procurem saber a importância que o Brasil representa junto a Russia e China, isso sem falar no Brics, então esses países jamais iriam apoiar a Venezuela !

        Seria um verdadeiro pesadelo para o Maduro e provavelmente nem seus militares iriam apoiar um suicídio deste tipo !

        Nosso Brasil é líder em desenvolvimento militar num nível mundial sem precedentes, exportamos aviões de treinamento para a França e Inglaterra, e provavelmente iremos fornecer aviões de ataque leve para os EUA, fora que até aviões de transporte poderíamos num futuro próximo fornecer para os EUA com o KC 390 que até poderia substituir o C 130 !

        Você acha que o líder da Venezuela em sã consciência iria pensar em invadir um vizinho desses !

        • É que eu estudei na escola que a Argentina atacou as Falklands para desviar a atenção de seus problemas internos, então eu acho que isso vai se repetir sempre que um país estiver passando por dificuldades.

          • Mas a Argentina na época, contava com a grande distancia entre a Inglaterra e as Falklands numa situação geopolítica completamente diferente, onde os argentinos nem esperavam uma reação da Inglaterra, onde os argentinos mantinham boas relações com os EUA e resto do mundo, com o atrito ficando somente entre os 2 oponentes por um conjunto de ilhas isoladas e de pouca importância, os EUA também a época não queriam deteriorar muito a sua relação com a Argentina sob pena de uma aproximação soviética.

            No caso da Venezuela a situação é completamente diferente. com os EUA buscando uma justificativa e apoio para uma possível intervenção militar, onde a distancia da China e Russia iria dificultar o apoio destes (esqueci de mencionar mais este fator no comentário anterior), e com o Brasil tendo uma situação de extrema vantagem na arena internacional.

            Já seria um desastre a Venezuela tentar invadir a Guiana por exemplo, seria um grande desastre tentar enfrentar a Colômbia e seria um extremo desastre tentar enfrentar o Brasil.

            Pela Guina os EUA não iriam pensar 2 vezes para atacar, pelo Brasil os EUA iriam massacrar a Venezuela .

  6. NASAMS II…
    Por aqui, poderiam utilizar os IRIS-T, que a FAB também vai usar e o ESSM, que a MB poderia adotar para os novos Escoltas, aumentando seu cobertor com relação ao Sea Ceptor.
    Se a FAB fosse adotar AMRAAM ao invés de Meteor, seria mais uma opção para armar o sistema e agregar comunalidade.
    .
    Quem sabe não poderiam integrar A-Darter como Offset, já que o sistema é modular…
    .
    Mas a realidade é dura, não possuímos sequer um sistema semelhante ao Stinger Weapon Platform, montado no Fennek da imagem.

    • Se você me permite uma pequena correção:

      “Mas a realidade é dura, não possuímos sequer quem consiga integrar no Brasil, um sistema semelhante ao Stinger Weapon Platform, montado no Fennek da imagem.”

      Temos um radar que dá pra usar não é nenhuma “brastemp” mas é o que temos pra hoje, temos os misses (Piranha, A-Darter, ou algo derivado do MAR, vai saber) e temos a viatura, até 2 se considerarmos o “Marruá”.
      Falta alguém realmente competente pra juntar tudo isso, em um produto usável e quem sabe, vendável.

  7. Tem gente pedindo canhão? É bom ver as velocidades que os aviões estão atingindo e comparar a possibilidade de acerto. A Alemanha já sucateou seus Guepard. Os exercicios provaram o que já sabiam: canhão só serve para atingir helicópteros desavisados e drones de baixa altura. Por outro lado nos Balcans provaram ser exelentes armas para desalojar atiradores encobertos em ruinas de cidades em conflito. Não demora estarão desalojando atiradores dos morros.

  8. Essa fobia de uma invasão venezuelana , sem fundamento, chega a ser ridícula, evidência somente a vontade e desejo de alguns de atacar um povo, uma nação sul-americana , unicamente por motivos ideologicos. O risco , real, será aquele oferecido pelo tsunami de refugiados em busca de condições de vida melhores .

  9. Somente em Boa Vista já são mais de 70 mil imigrantes para uma população original de 300 mil habitantes. A crise está aí para quer quiser ver. Os Estados Unidos em conjunto com o Brasil devem intervir o quanto antes, e acabar de uma vez por todas com este regime socialista do satã. Sobre nossos sistemas de defesa anti aérea, eles são necessários em caso de um confronto direto com eles. Os Su-30 e os F-16 não podem ter vida fácil, ao cruzar nossas fronteiras. Uma parceria com os americanos, para instalação de no mínimo duas baterias de Patriot já fazem um grande barulho.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here