Home Exército Brasileiro 15ª Bda Inf Mec testa modais de transporte na Operação Atlântico V

15ª Bda Inf Mec testa modais de transporte na Operação Atlântico V

4389
52

Cascavel (PR) – No período de 8 a 21 de agosto de 2018, sob a coordenação do Ministério da Defesa, a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), Brigada Guarani, realizou a Operação Atlântico V.

A atividade teve como objetivos a realização do adestramento e o levantamento de dados médios de planejamento relativos ao transporte dos meios da Brigada Guarani por diversos modais.

Inicialmente, entre os dias 8 e 12 de agosto, foi realizado o embarque e transporte, por modal ferroviário, de um Batalhão de Infantaria Mecanizado, da cidade de Cascavel para Paranaguá, passando pelos municípios de Guarapuava, Ponta Grossa e Curitiba, todos no Paraná.

Após a chegada ao destino e o desembarque ferroviário, no dia 13 de agosto, o Batalhão seguiu para o Porto de São Francisco do Sul (SC) por modais rodoviário e aquaviário, executando, inclusive, a travessia da Baía de Guaratuba com utilização de ferryboat.

No dia 18 de agosto, no Porto de São Francisco do Sul (SC), como ponto alto da operação, foram embarcadas, em um navio mercante contratado pela Marinha do Brasil, 31 Viaturas Blindadas de Transporte de Pessoal Média Sobre Rodas (VBTP-MSR) Guarani e 34 viaturas sobre rodas de diversas categorias, além de materiais de emprego militar de um Batalhão de Infantaria Mecanizado.

Durante a operação, foram empregados aproximadamente 200 militares da 15ª Bda Inf Mec, atingindo-se, assim, os objetivos preconizados ao se adestrar o pessoal para esse tipo de atividade e colher os dados necessários, que certamente contribuirão com a experimentação doutrinária da Infantaria Mecanizada e com a evolução da Doutrina Militar Terrestre.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

52
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
33 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
27 Comment authors
Leonardo AndradeFoxtrotCamiloAllyssonsub-urbano Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Douglas Rodrigues
Visitante
Douglas Rodrigues

É bom ver que o Exército está praticando apesar dos escassos recursos que são destinados a ele.
Assim como vemos que infelizmente o Brasil tem poucas opções de ferrovias para transporte mais rápido e eficiente de recursos, bem como utiliza de forma precária os rios que poderiam se tornar meios com maior navegabilidade, mas o que esperar de governantes que nem investem no que elegeram ser o principal modal viário, as rodovias?

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Muito legal! Curti a foto na ferrovia passando pela montanha, vista incrível.

João Adaime
Visitante
João Adaime

O mais impressionante ainda é que a estrutura é a mesma de quando foi inaugurada em 1885. Além do que engenheiros europeus não quiseram executar a obra, dizendo ser impossível. Só que os irmãos Rebouças (brasileiros) não ficaram sabendo da opinião dos europeus e a executaram.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Alex Nogueira 27 de agosto de 2018 at 9:43
Acho que é a estrada de trem Curitiba x Morretes x Paranaguá.
Uma viagem bem legal…dê uma pesquisada, é bem interessante o passeio e acessível.

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Fernando, é uma das viagens mais lindas pela floresta atlântica. Moro em Curitiba, imperdível, assim como a serra da graciosa caindo em morretes.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Obrigado a todos pelas informações!

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

A 4 foto (na costa do penhasco) é a mais linda que eu já vi…que maravilha!

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Venha ver pessoalmente, é um passeio inesquecível e que prova a capacidade da engenharia brasileira, e como dito pelo João Adaime foi recusada por engenheiros europeus, os irmãos Rebouças a executaram com perfeição, tendo o aval e a presença de d.Pedro II, éramos potência por incrível que possa parecer hoje, falta-nos um estadista e visionário como o imperador D.Pedro II abraços st4

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

Verdade, éramos uma Potência no fim do Império. 3ª maior marinha do mundo, 4ª maior economia, malha ferroviária bem decente para a época, uma industria naval no RJ, a amazônia atraía pesados investimentos estrangeiros pelo ciclo da borracha, linhas de telégrafo submarinas entre o brasil e a Europa. O Golpe Militar perpetrado pelo EXÉRCITO BRASILEIRO que instaurou a maldita República destruiu nosso lindo país nos levando a mais de 1 século de crise política intermitente.

Humberto
Visitante
Humberto

Quando vier para Curitiba (ou região) é só descer para Morretes de trem, o mais bacana era a Litorina, mas lembro que era bem caro. Sei que existem trens turísticos, mas confesso que não sei sobre a qualidade. Mas este passeio tem que ser em dia de sol, senão, não vale a pena. Em Morretes existem ótimos restaurantes (não muito mais do que 3 hehehe) com peixe mas o prato típico é o Barreado, depois subir sem pressa de carro via Estrada da Graciosa. Particularmente acho que uma descida pela Estrada da Graciosa, parando para fazer um churrasco e pegando… Read more »

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Saldanha da Gama 27 de agosto de 2018 at 15:40
Humberto 27 de agosto de 2018 at 16:20
…………………………..
Muito obrigado pelas dicas…sou aqui de SC, já fui a Curitiba, que por sinal gostei muito dos locais e das pessoas, porém, ainda não fui nesse passeio de trem, apenas vi por fotos…quando eu tiver um tempo quero ir, também quero ir no museu do expedicionário e outros locais que vocês citaram.
Obrigado novamente.

Humberto
Visitante
Humberto

Ivan,
Venha sem expectativas no museu do expedicionário, se esta for a intenção, venha para cá, quando tiver algum evento do EB, como no fds passado, onde foram expostos vários blindados em uma praça da cidade.
Abraços e não tem o que agradecer, estamos aqui para nos ajudar.

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Sim, acrescente que os irmãos Rebouças eram negros, um pequeno detalhe que a história teima em negar e tem que fazer este resgate.
Ainda mais que estamos falando do período imperial, onde escravidão era status quo.

Pedro Rocha
Visitante
Pedro Rocha

Olá senhores! Essa matéria é feita sob medida para os críticos dos blindados sobre rodas! Mesmo sendo um admirador de forças especiais e aero moveis essas Brigadas Mecanizadas estão chamando a atenção! Espero que todas as Brigadas Motorizadas tornem-se Mecanizadas. As Brigadas Mecanizadas são um equilíbrio ótimo entre as pesadas e bem armadas Brigadas Blindadas e as ágeis e levemente armadas Brigadas leves.

Pedro Rocha
Visitante
Pedro Rocha

Em tempo: Eu espero que logo o exercício seja ampliado para o modal aéreo embarcando no KC-390 e no KC-767, por que não?

Matheus Parreiras
Visitante
Matheus Parreiras

A idéia do Programa guarani é justamente de transformar as 10 brigadas de infantaria motorisada em infantaria mecanizada,a 15° foi a primeira a ser “convertida”. Porém com a baixa cadência de produção dos Guaranis devido aos cortes orçamentários isso ainda vai demorar muito, se é que serão produzidos blindados suficientes para converter todas.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
As Bda Inf Mtz foram previstas para, dependendo de sua vocação territorial, digamos assim, transformarem-se em Mec ou L.
Inicialmente, seriam a 3ª, 15ª, 8ª, 11ª e 9ª. Depois de nova avaliação, por causa de $$, a 8ª não deverá ser Leve.
Sds

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Agnelo 27 de agosto de 2018 at 15:14
Tempo atrás havia boatos de que o batalhão de infantaria de Florianópolis seria transformado em Infantaria leve…até porque foi desativado a base aérea que existia na cidade. Há algo nesse sentido?

Agnelo
Visitante
Agnelo

A 14ª Bda Inf Mtz será Leve, com isso, o 23, 62 e 63 serão BIL.
Já era para ter ocorrido, mas toda essa situação de $$ atrasou a mudança.
Ter meios aéreos perto ou não é indiferente.
Confunde-se Leve com Aeromóvel.
A Bda Leve pode ser aeromóvel.
Há estudos do 2º BAvEx ir para o CMS, o q deixaria a 14 e a 8 apoiadas por ele, quando necessário.
Como Inf Mtz, pode ser empregada aeromóvel, mas é mais pesada.
Em Blumenau, aeronaves nos apoiavam em exercícios.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Agnelo 28 de agosto de 2018 at 7:23
Obrigado pela resposta…muito detalhada.
Você disse: “”Confunde-se Leve com Aeromóvel.””…não é a mesma coisa? Pensei que era a mesma coisa, sempre com uso de helicópteros.
Blumenau tem o 23 Batalhão de infantaria (inclusive meu irmão serviu nele), qual seria as mudanças dele na situação de BIL?
Na minha cabeça de leigo seria interessante infantaria aeromóvel, assim como helicóptero de ataque (no futuro, caso seja adquirido), próximo de MBT visando apoio…sem falar para ação em desastres como enchentes.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado Confunde-se porque a primeira Bda Leve q tivemos é a 12ª Bda Inf Leve (Amv), mas há a 23ª Bda Inf Sl (Amv) também. A Bda Amv é a q tem prioridade em ações de envolvimento e são de Emprego Estratégico, como a Bda Inf Pqdt. As Bda Inf Leve “normais” tem capacidade de operar aeromóveis, mas não tem essa prioridade. Elas são empregadas em Zonas de Ação menos apropriadas aos Bld, regiões “passivas” (de mata), segurança de estruturas estratégicas, de Área de Retaguarda, contra forças irregulares e por ai vai. Um Btl como o de Blumenau ao se… Read more »

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Ele serviu em 2001…foi recruta naquele ano.
Obrigado pelas informações, você sempre prestativo.
Abraço!

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Na próxima quem sabe role umas viagens de Kc-390 levando tbm o Guarani pra passear, imaginem ao menos 10 KC-390 embarcando e transportando o Guarani simultaneamente.

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

Muito legal….!!!

At´que enfim vejo fotos de nossos VBTP em desdobramento num Ro-R-….muito bom!

Bardini
Visitante
Bardini

Olha a Marinha Mercante aí!
http://norsulcargo.com.br/frota/frota-atual
.
Tu deu uma analisada nesse conceito de empurrador e barcaça oceânica?
Bastante interessante…

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

Estou surpreso.

Não sabia que tinhamos….

São navios de 10 mil ton, simples como barcaças, porem cobertos. ( Um ro- ro mais simples)

122 metros com 22 metros de boca.

Velocidade máxima de 18 knots

Este ai é o Norsul 10 e utilizei os dados do Norsul 12 pois parecem o mesmo projeto.

Bardini
Visitante
Bardini

O problema desse conceito, é que ele não é algo pensado para cobrir grandes distâncias… No final das contas, ainda falta um Ro-Ro com capacidade oceânica no país. A não ser que tenha algum com nossa bandeira que eu não descobri. Mas acho que não… . Os Chineses tem alguns Ro-Ro sendo usados por empresas estatais, que podem ser usados pelos militares por meio do conceito “Ship Taken Up From Trade”: http://china-defense.blogspot.com/2018/02/stuft-ships-taken-up-from-trade-of-day.html . Um Ro-Ro não é caro e é um navio extremamente útil, que não temos. Poderia gerar alguma receita, sendo empregado no mercado civil. Na hora que a… Read more »

carvalho2008
Visitante
carvalho2008
Welt
Visitante
Welt

Essa foto do penhasco está sensacional mesmo. Esse trecho é bem conhecido.
Só poderia ter em high-res (alias, todas publicações do EB podiam ser assim).
Agora estou curioso com a quantidade de exercícios de transporte nesses ultimos tempos. Recentemente teve outra postagem aqui mesmo com Guaranis sendo içados nos vagões pranchas.
Estaria o EB fazendo testes e estudos para se preparar para algo ?

Agnelo
Visitante
Agnelo

O EB sempre faz teste e estudos para algoS.

Everton Matheus
Visitante
Everton Matheus

Com o General Theophilo(Comandante Logistico até pouco tempo) eu notei uma certa intensificação nesse sentido, muitos exercícios, prova disso foi o inédito AmazonLog 2017. Hoje o General Theophilo é candidato a Governador pelo Ceará.

Augusto L
Visitante
Augusto L

O Brasil está se preparando para uma crise humanitária na fronteira com possibilidade de um conflito.

Lukaz_
Visitante
Lukaz_

Parte do deslocamento rodoviário do comboio sendo escoltado e passando por Curitiba:
https://www.youtube.com/watch?v=AnhsCi_q3gA
https://www.youtube.com/watch?v=rdXIri06ij0&t=100s

Embarque dos Guaranis:
https://www.youtube.com/watch?v=hSYChyg8oNE

Reportagem a respeito (modal aéreo, com a utilização de aeronaves para o transporte do Guarani, ocorrerá em novembro no ES):
https://www.youtube.com/watch?v=TBb6cT5kRi4

Everton Matheus
Visitante
Everton Matheus

Alguns anos atras eu li uma entrevista de um General relatando que a missão no Haiti serviu para alertar os militares sobre o atraso de mobilização que a tropa estava enfrentando e eles nem percebiam que exista, e ele afirmou que foram precisos mais de 1 mês para selecionar, organizar e enviar um primeiro pelotão para o Haiti(isso pq foi uma medida emergencial), dificuldades que eles precisaram resolver a nivel interno, organizacional e externo(logística para envio) e na época da entrevista(ja com a missão estabelecida) eles conseguiram reduzir esse tempo para 1 semana. Para mim esse é um dos motivos… Read more »

Alessandro Machado
Visitante
Alessandro Machado

Sinto que uma grande ação militar está para acontecer e não será treinamento….

Marujo
Visitante
Marujo

Responda-me quem puder: O controle acionário da Norsul é nacional?

Allysson
Visitante
Allysson

Positivo. Empresa brasileira.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Exercício interessante. “A logística é tudo, menos o combate”. Barão de Jomini.

alex prao
Visitante

legal esse trilho no alto,o Brasil apesar de suas problemas críticos, tem a parcela profissional que faz de tudo com o pouco que consegue ter, e tem gente que afirma ser um GASTO DESNECESSÁRIO INVESTIR EM DEFESA….e pior é que o reclamante vai pedir socorro pro EB,MB E FAB.

Marcelo Zhanshi
Visitante
Marcelo Zhanshi

Muito bom o treinamento e exclentes fotos. Vi a notícia em outros sites mas com poucas fotos, principalmente do navio civil contratado para o exercício. Diga-se de passagem, excelente ideia em treinar também em meios civis. Lembrando que a Constituição autoriza expressamente a requisição de material em tempos de guerra. O meio escolhido, apesar de não ser um navio com DNA Militar para desmebarque anfíbio é possível notar que ele não só suporta bem o emprego de blindados como também tem uma exlcente rampa para embarque/desembarque. Mais exercícios do tipo, envolvendo equipamentos civis que podem vir a ser requisitados, deveriam… Read more »

Marcelo Zhanshi
Visitante
Marcelo Zhanshi

Correção:é Olympic e ele serviu na 1° Guerra e não na segunda.

Marcelo Zhanshi
Visitante
Marcelo Zhanshi

Correção da correção (fui posar se inteligente e falei merda de cabeça)

O Rms Britanic, outro irmão do Titanic, é que foi afundado por uma mina na primeira guerra.

Mas ambos, Olympic e Britanic, serviram ma primeira guerra.

O Olympic pegou fogo durante a guerra mas não afundou. Ele foi desmanchado em 1937.

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

A RFA britanica é eximia mestre em mobilização por meios civis.

Credito a ela, a vitoria nas Falklands….em uma semana o inventário mobilizado foi incrivel.

Missies e radares antiaereos não funcionaram….

defesas anti submarinas não funcionaram….

PAC´s não funcionaram….

Mas o material e pessoal foi entregue….de forma extremamente rapida e a guerra continuou….de forma rapida….

Foi a logistica britanica a maior vencedora, apesar de todas as adversidades….

Camilo
Visitante
Camilo

Com o tamanho do Brasile que tenha poucas opções de ferrovias, tanto para uso militar como civil,as vezes da vergonha de ver paises muito mais pequenho e tem muitos mais Kms de ferrovía.

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Mais uma demonstração de como nossas FAAs não se comunicam entre si e que nosso MD não passa de cabide de empregos.
Mesmo com o Bahia operando há um bom tempo na MB o EB precisou fretar um navio civil para este exercício.
O correto seria o exercício ser feito em conjunto com a MB no Bahia, até mesmo para aproveitar e adestrar a tripulação deste navio.

Agnelo
Visitante
Agnelo

A intenção é a verificar a capacidade de mobilização, não a capacidade do Bahia. Essa já sabemos.

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

Mestre Fox….foi um pequeno ensaio do SINAMOB…..Sistema Nacional de Mobilização….eu ao menos não lembro de outro similar…foi muito bom independente dos tempos e resultados….tem de praticar e estimular isto ai….pois quando o pior ocorrer, faltara recursos de todas as naturezas….tem de saber empregar os meios civis acessorios…

Leonardo Andrade
Visitante

Caro Agnelo

Desconheia essa informação da 23 Bda Inf SL ser (Amv) sempre entendi que apenas o 1° Batalhão de Inf SL era aero-móvel na região.
Poderia confirmar essa informação? Grato.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Vou procurar saber e posto. Foi a Info q tive, por ser a Bda FEE.

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Caro Ângelo, não seria para verificar a capacidade do Bahia como você disse, seria para treinar conjuntamente a tripulação do Bahia e força blindada do EB em desembarque, embarque, transporte oceânico etc em meios da MB em proveito de forças do EB. Como acontece no mundo moderno . Por essas e outras é que precisamos de um MD crivil é capaz e um comando conjunto de logística como é nas FAAs norte Americanas. Porquê se não daqui a pouco o EB irá identificar a necessidade de um meio naval de transporte e irá querer adquirir o mesmo. Como acontece na… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

Concordo plenamente com os treinos conjuntos e com o Bahia, como vc postou.
É q esse exercício especificamente era para a capacidade nacional de logística.
Há um setor no MD para isso, mas não sei o quão preparado está. Sei q a Ba Ap Log EB está muito bem no controle das capacidades de cada modal. tamanho, peso, pontes, capacidade de transposição de um modal para outro etc

carvalho2008
Visitante
carvalho2008

Correto mestre Agnelo….um pequeno ensaio ao estilo do Sinamob….. Mestre Fox, no dia que o bicho pegar, todos os recursos…absolutamente todos..deverão ser empregados….inclusive os civis…. Fiquei surpreso com esta categoria de barcaças oceanicas….o ideal seriam ro-ro´s…tal como britanicos e americanos fretam…. mas já é um começo….não lembro de noticias parecidas ou similares assim a muito tempo…. isto tem de continuar e ser desenvolvido… Grande modais são extremamente estratégicos não somente do ponto de vista economico, mas inclusive pelo viés militar e geopolitico…. é uma tecla que teimo continuadamente…marinha de defesa sem marinha mercante não é nada….exercito continental sem escoadouros logisticos… Read more »