Home Exercício Militar Rússia fará maiores exercícios militares no país em 40 anos

Rússia fará maiores exercícios militares no país em 40 anos

4765
103

Jogos de guerra terão 300 mil soldados, mil aviões de combate e duas frotas da Marinha russa; China e Mongólia também vão participar

MOSCOU – No mês que vem, a Rússia vai fazer os maiores exercícios militares do país em quase 40 anos, revelou nesta terça-feira o ministo da Defesa, Sergei Shoigu. As Forças Armadas da China e da Mongólia também vão participar dos jogos de guerra russos.

Os exercícios, batizados de Vostok 2018 (Leste 2018), vão acontecer nos distritos militares das regiões central e oriental da Rússia e contarão com aproximadamente 300 mil soldados, mais de mil aviões de combate, duas frotas da Marinha russa e todas as Unidades Aerotransportadas do país, informou Shoigu num comunicado.

As manobras militares vêm num momento de extrema tensão entre o Ocidente e a Rússia de Vladimir Putin. Segundo o governo russo, os exercícios seriam uma resposta ao aumento injustificado das forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em sua fronteira ocidental.

A Otan diz que incrementou sua capacidade militar para deter potenciais agressões russas, em especial depois que o país anexou a Crimeia, tomando a região da Ucrânia em 2014, e apoiou uma rebelião pró-Kremlin no leste ucraniano. A Rússia argumenta o contrário: que a anexação da Crimeia foi uma reação à expansão da aliança militar ocidental para países que pertenciam à antiga União Soviética e ao antigo Pacto de Varsóvia.

MAIORES MANOBRAS DESDE 1981

Os jogos de guerra russos, chineses e mongóis vão começar dia 11 de setembro e terminar no dia 15. Os exercícios, segundo especialistas, vão irritar o Japão, que já vem reclamando há algum tempo do que classifica como um aumento das forças militares russas no Extremo Oriente.

Durante as manobras, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, estará num fórum em Vladivostok. Segundo uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores do Japão, Tóquio está sempre prestando atenção às idas e vindas na cooperação militar entre Rússia e China.

Segundo Shoigu, as manobras serão as mais poderosas desde um exercício militar sovético de 1981, conhecido como Zapad-81 (Oeste-81).

— Em alguns casos, elas repetirão certos aspectos dos exercícios de 1981, mas em outros a escala será maior — afirmou o ministro a repórteres durante uma visita à região da Cacássia, no Sul da Rússia.

‘UMA RÚSSIA MAIS OFENSIVA’

Perguntado se o custo de um exercício militar tão maciço era justificável num momento em que a Rússia enfrenta demandas por maiores gastos sociais, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, respondeu que os jogos de guerra eram fundamentais.

— A capacidade de se defender na atual situação internacional, frequentemente agressiva e nada amigável em relação ao nosso país, é importante, e por isso as manobras se justificam — disse numa entrevista coletiva.

Indagado se o envolvimento chinês nos jogos de guerra significava uma possível aliança entre Moscou e Pequim, Peskov retrucou que os dois países já cooperam em todas as áreas.

China e Rússia já fizeram exercícios militares conjuntos antes, mas não em tamanha escala.

O porta-voz da Otan, Dylan White, disse que a Rússia já havia informado a organização em maio sobre os exercícios, e que a entidade vai monitorá-los. O Kremlin convidou adidos militares da Otan em Moscou para comparecer às manobras, e White afirmou que a oferta estava sendo estudada.

— Todas as nações têm o direito de exercitar suas Forças Armadas, mas é essencial que tais manobras sejam feitas de maneira transparente e previsível — disse White em um e-mail. — A operação Vostok demonstra o foco da Rússia em simular um conflito em larga escala. Isso segue um padrão que já vemos há algum tempo: uma Rússia mais ofensiva, que aumenta significativamente seu orçamento de Defesa e sua presença militar.

Segundo Shoigu, já neste mês haverá verificações de prontidão de combate nos distritos militares russos antes das manobras em setembro.

— Imagine 36 mil veículos militares, entre tanques, blindados de infantaria e artilharia, se movendo e operando simultaneamente — descreveu o ministro. — E tudo isso será testado em condições o mais próximas possível de eventos militares.

No ano passado, os exercícios Zapad 2017 (Oeste 2017) reuniram 12.700 soldados na Rússia e na Bielorrússia, de acordo com Moscou, mas a Otan rejeitou os números e citou quase 100 mil militares.

FONTE: O Globo/Reuters

Subscribe
Notify of
guest
103 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Danton
Marcelo Danton
2 anos atrás

NOSSAAA!!! Jura?!
É para gastar as munições que estão pra vencer né?!
Mais do mesmo para ludibriar os adultos que adoram soldadinhos em marcha sincronizada, enormes tubos em cima de enorme caminhões cheios de rodas. Fileiras duplas de helicópteros com 1-2-3 pás, esquadrilhas de “vespões” dando rasante ….aaahhh..lógico um monte de “tanques”.
uuuhhuuu!

Antonio
Antonio
2 anos atrás

Não é só isso. Rússia e China suspenderam todo e qualquer tipo de ‘alerta’ entre os dois países.
Sinal da aliança que tende a prosperar.
E ainda, levando em conta os interesses estratégicos dos dois na região, a China anunciou que instalará sua primeira base militar no Afeganistão, sinal da expansão de influência na Ásia.
São ótimas notícias.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Bravatas, bravatas e mais bravatas…

Ou seja, um caricato sendo caricato…

Ivan BC
Ivan BC
Reply to  Antonio
2 anos atrás

“”a China anunciou que instalará sua primeira base militar no Afeganistão, sinal da expansão de influência na Ásia. São ótimas notícias.”” Coisa mais estranha que eu já li na internet kkkkk ótima notícia? Ótima para quem? Até ontem você criticava ações de outros países em outros territórios, agora mudou de ideia? O Afeganistão que historicamente vive sendo atacada por vários países? Irã, Rússia, EUA etc…país que no passado foi ocupado por diversos povos, chineses, hindus, mongóis etc…? O país que até 2001 era ocupado pelo Taliban, grupo extremista e terrorista que segregava a sociedade, perseguindo e matando…de 2001 até agora… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  Ivan BC
2 anos atrás

Chineses trazem paz, desenvolvimento e prosperidade. Americanos trazem Coca-Cola.

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  Antonio
2 anos atrás

A China inventou a imprensa, o papel, a pólvora, a bússola, a perfuração hidráulica… Os USA inventaram a coca-cola kkkk

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antonio
2 anos atrás

“Paz, desenvolvimento e prosperidade”? Vá dizer isso nos países africanos explorados por eles….

JPC3
JPC3
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Cara, muito sem noção.

A influência chinesa cresce na a Asia central exatamente nas áreas de influência russa. A Diferença que os chineses tem dinheiro para investir

Bosco
Bosco
Reply to  Ivan BC
2 anos atrás

Esse Antônio é uma figura.

Marcio A. Dutra
Marcio A. Dutra
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Esse Antonio deve viver em Nárnia ou anda usando maconha estragada.

Flanker
Flanker
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Concordo, Bosco, e acrescento…..uma figura mal-intencionada! Olha o que ele não escreve acerca de possível base chinesa no Afeganistão: “ótima notícia”…!!!!!….. ótimo pra quem? Ele é chinês, russo?? É um cara totalmente sem noção!!

ODST
ODST
Reply to  Flanker
2 anos atrás

Flanker

E qual é o problema??? Os fanboys do Tio Sam elogiam eles até quando os caras soltam um peido e você não fala nada. Por que o Antonio não pode elogiar a China também??? Que papelão hein….

Agnelo
Agnelo
Reply to  Ivan BC
2 anos atrás

A China sofreu um atentado à bomba em Pequim há 3 anos. Separatistas muçulmanos.
A Rússia sofre com Chechenos.
As grandes potências estão cada vez mais atentas aos muçulmanos radicais, aos radicais.

Antonio
Antonio
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Exatamente Agnelo. A China com essa base isolará totalmente sua fronteira com o Afeganistão, eliminando qualquer ameaça extremista nas suas províncias com povos muçulmanos a oeste.
O passo seguinte seria, com a ajuda do aliado Paquistão, levar sua influência ao resto do País, visto que os paquistaneses têm grande ascendência sobre os povos da região.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Antonio, boa tarde
Totalmente é “meio dificil”, mas deve ajudar.
Quanto ao Paquistão, não sei o quão aliado é.
Oficiais paquistaneses não tem gostado muito do material chinês, mas política é outro assunto.

Épsilon
Épsilon
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Vale lembrar que a China tem a quinta maior população muçulmana do mundo uma das preocupações de Pequim é exatamente os radicais que a cada passo vem se infiltrando em cada comunidade muçulmana pelo mundo a fora e depois que eles colocam na cabeça de morrer pela Jihad é só esse caminho que eles vão seguir.

Allan
Allan
Reply to  Épsilon
2 anos atrás

A China possui não a quinta mas a décima maior população muçulmana do mundo.
Depois de Indonésia, Paquistão, Índia, Bangladesh, Irã, Turquia, Egito, Nigéria e Etiópia.
Isso em números absolutos.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antonio
2 anos atrás

No Afeganistão??? Combinaram com os Americanos???

Antonio
Antonio
Reply to  Ricardo Bigliazzi
2 anos atrás

A base já está sendo construída e será na província de Badakhishan, vizinha a Cabul.
Se os americanos não gostaram, acho que não há a menor importância. Percebe-se, né?

Ivan BC
Ivan BC
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Antonio 29 de agosto de 2018 at 21:23 Mas então você defende expansionismo dos países, é importante saber isso. Você defende expansionismo. Sua resposta é essa: “”Chineses trazem paz, desenvolvimento e prosperidade. Americanos trazem Coca-Cola.”” Se você estudasse economia saberia que “”Chineses trazem paz, desenvolvimento e prosperidade”” foi levado a China, após 1969, pela elite empresarial americana e europeia, além de governos, quando houve grande sinergia entre chineses e americanos/europeus, bancos e conglomerados, juntamente com pessoas do Estado. Você não tem ideia da influência de empresas estrangeiras, fundos e governos na China, desde quando eles pediram para os maiores administradores… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Ivan BC
2 anos atrás

GENTE!! Pelo amor de Deus!. Vocês são adultos e ainda ficam caindo nessas estultices de antônio?! Poxa!! Ignore-o. Não percebem que é isso que o MAV quer?! Coisa deselegante isso viu… homens adultos caindo em joguinhos de criançolas.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
2 anos atrás

Com certeza vai render fotos e vídeos fantásticos!!!

sub-urbano
sub-urbano
2 anos atrás

Ontem estava vendo em um forum russo o novo blindado T-15 lançando seus mísseis Kornet em salvos de dois disparos simultâneos de modo a simular o ataque a um sistema de proteção ativo como o Trophy.

Um blindado desses T-15 tem mais proteção que nossos Leopard-1 e um poder de fogo de respeito com um canhão de 30mm, 4 Kornets ou 2 ATAKA e olha que não passa de um IFV…

A modularidade dessa plataforma ARMATA é revolucionária e a proteção dispensa comentários. Os russos não estão de brincadeira e esse projeto não tem par no ocidente.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Os próprios russos já deixaram claro que não irão produzir muitas unidades do Armata, assim é melhor você sossegar o facho meu caro Relojoeiro!

ScudB
ScudB
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Sua info é meio que “fora de validade”.
Na mesma Army 2018 foram encomendadas em roeno de 105 T-14 , mais dezenas de T-15 e algumas T-16.Verifique as suas fontes…

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  ScudB
2 anos atrás

Se você comparar com os milhares de T-72/T-90 em serviço amigo ScudB faz todo o sentido.

Bosco
Bosco
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Sub,
Em que exatamente esse T-15 é assim tão superior a um Boxer alemão armado com canhão de 30 ou 35 mm e mísseis Spike?
Qual a sua referência de superioridade?

Bosco
Bosco
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

“Esse projeto (T15??) não tem par no Ocidente” (????)
Como assim? Tá cheio de IFV no Ocidente das mais diversas formas, com canhões de calibre de 20 a 40 mm, mísseis de diversos tipos, blindagem reativa e proteção ativa.
Não entendi a sua afirmação!

Léo Neves
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco
No quesito blindagem o T-15 é superior a todos pois tem blindagem melhor que a do T-14 armara, existe algum IFV no ocidente na faixa das 50 toneladas?
Poder de fogo concordo que tem equivalentes.

Bosco
Bosco
Reply to  Léo Neves
2 anos atrás

Leo, Tem sim! Israel tem vários, inclusive o próprio Merkava é capaz de levar 4 infantes num compartimento traseiro. O Namer é um IFV de 60 t. O próprio M2A2 Bradley pesa mais de 40 t quando dotado de blindagem reativa. O Puma é outro que ultrapassa as 40 t. Mas só o quesito “blindagem” não deixa um veículo de combate superior ou inferior. Se fosse assim o M1A2 com 70 toneladas seria muito superior ao T14 com 48 t. Sabemos que não é simples assim. E mesmo que a blindagem do T15 seja superior a de qualquer outro IFV… Read more »

Léo Neves
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco
Concordo, realmente tem que comparar dados técnicos de cada um para saber qual é melhor em cada aspecto.
Sim, o Merkava é o que esta no nível do T-15 em proteção.
T-15 carrega 9 soldados mais 3 de tripulação.
Eu duvido um pouco que desse tamanho todo pese menos de 50 toneladas como os russos afirmam.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
2 anos atrás

O que ocorre com o T 14 e T 15 é que são plataformas com o mesmo chassi ( o que facilita a manutenção) sendo um desenvolvimento tradicional russo, robusto e com baixo custo de manutenção, a principal diferença em relação aos blindados ocidentais esta no arranjo da tripulação dentro do veiculo (os 3 lado a lado) o que aumenta a sobrevivência em caso de ataque e facilita a interação, sendo que a torre do T 14 é remota (sem tripulante), esta é a principal inovação . Agora o sucesso disto numa guerra depende de vários fatores, no entanto fica… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Léo Neves
2 anos atrás

Léo,o Namer (IFV israelense derivado do Merkava) está nessa faixa.

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Não Bosco, não tem nada parecido. Já notou o posicionamento da tripulação? É uma cápsula blindada independente na parte frontal do veículo. Os demais sempre tem alguém embaixo da torreta, sem a inovação russa da célula blindada independente. Comparou a modularidade? Essa plataforma do T-15 é a mesma de um novo MBT, de um IFV (T-15) de um APC pesado, de um novo obuseiro autopropulsado, de um lança-ponte, um lança-foguete, um porta-morteiro, e viatura de comando e controle. – A taxa de sobrevivência da tripulação é muito maior que a de qualquer outro veículo, justamente por conta dessa célula blindada.… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Na verdade a capsula blindada não é inovação, ja que ja existem tanques ocidentais com proteção entra a blindagem principal e uma secundaria protegendo a tripulação.
O objetivo é proteger um pouco melhor a tripulação de estilhaços, são os estilhaços que matam a tripulação.
https://youtu.be/WPoAK8BWoLc

RM
RM
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

“É uma cápsula blindada independente na parte frontal do veículo. Os demais sempre tem alguém embaixo da torreta, sem a inovação russa da célula blindada independente. ” Essa configuração não é uma inovação do Armata, tampouco dos russos, já que em meados da década de 80 os americanos já haviam testado em um protótipo baseado no chassis do M1 Abrams, chamado M1TTB ( Tank Test Bed). O TTB possuía uma torre remotamente operada (no lugar da torre convencional do M1), sob o qual fora instalado um autoloader vertical. Os 3 tripulantes ficavam separados, lado-a-lado em uma cápsula blindada na parte… Read more »

sub-urbano
sub-urbano
2 anos atrás

A OTAN é muito frágil além das fronteiras da Alemanha.

Se tiver guerra os russos devem chegar até Varsóvia em uma semana.

No Báltico a população com alguma descendência russa e bielorussa já compõe quase 40% da população. Não seria uma ocupação tão tumultuada com uma afinidade étnica desse tamanho.

pangloss
pangloss
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Se é tão fácil assim, o que o Putin está esperando?

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Ainda bem que você acredita nas bobagens que escreve meu caro Relojoeiro! Caso contrário…

Antonio
Antonio
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

sub-urbano. Pode expandir as fronteiras até a Alemanha. Hoje é uma pálida lembrança do que já foi. Falta de investimento em equipamentos e ausência de interesse da população no assunto. Há três dias, Merkel reafirmou ser contra o serviço militar obrigatório. Coloque mais uma semana e os russos chegam a Berlim.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Nada mais risível que um caricato vindo em socorro do outro…

Bosco
Bosco
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Tireless,
Os caras estão torcendo para a Rússia dominar a Alemanha e toda a Europa.
Você entende isso ?? Qual a lógica? O que esses caras têm contra a Alemanha ou a Polônia?
E o pior é que eles mesmos alegam que o escudo antimíssil é provocação. rsrsss
São birutas! A Trilogia com essa turma tá literalmente virada do avesso. Não falam coisa com coisa.

Ivan BC
Ivan BC
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco 29 de agosto de 2018 at 23:37
Exato!

Munhoz
Munhoz
Reply to  Bosco
2 anos atrás

O que ocorre é uma síndrome de Klingons ! Brincadeiras a parte, é sempre interessante ver como o mundo esta passando por transformações, e ver o pendulo do poder militar virar (mesmo que devagar para o oriente ), não que isto seja bom, mas o poder maciço dos EUA em relação ao resto do mundo eu creio que também não é bom. Neste bolo não tem santo, o que tem é interesses ! Os EUA expandiram a OTAN para o leste, invadiram o Iraque (sem justificativa), atacaram a Líbia etc A China também esta numa expansão naval agressiva, e a… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Munhoz. Reportagem de ontem do ‘O Globo’ já mostrava que a China já equiparou o poder militar do Ocidente (leia-se EUA) na região do Pacífico. E, assim, seria necessário reordenar toda a estratégia. Isso seria meio óbvio, visto que o poder chinês aumenta cada vez mais na região.

Antonio
Antonio
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Em tempo. A reportagem foi publicada no NYT e replicada também na FSP online.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Munhoz, A participação americana na Líbia foi marginal. Quanto ao Iraque, nada teria acontecido se ele não tivesse invadido também sem justificação o Kuwait em 1990. Na época, praticamente todos os países do mundo ficaram contra os iraquianos e se juntaram para que ele fosse expulso. Tudo foi feito conforme as resoluções da ONU, tin-tin por tin-tin. Só que aí, o Saddam ficou mais 12 anos no poder e desafiando os americanos com suas bravatas. Deu ruim por conta do 11/09 e aí os americanos resolveram que tinham que tirá-lo do poder. É assim que a coisa funciona no mundo… Read more »

Tadeu Mendes
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Antonio,
Os russos só chegam a Berlin se os Estados Unidos deixar.

Caso contrário os russos vão tomar chumbo grosso.

Binho
Binho
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Povos do Báltico odeiam os russos

Épsilon
Épsilon
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

A Russia nem precisa mais invadir a Europa que já foi invadida só falta assinar a rendição, na França e na Alemanha já tem bairros inteiros que não falam Francês e Alemão os diálogos são todos em Árabe, daqui 30 anos na melhor das hipóteses o numero de muçulmanos vai triplicar em toda Europa e duvido nada que em algumas décadas os países europeus vão ter os primeiros presidentes descendentes árabes no governo, mais o negocio e se preocupar com a Russia com a China e nem cuidar do próprio terreiro e varrer pra debaixo do pano os petrodólares de… Read more »

Bardini
Bardini
2 anos atrás

No ARMY 2018 os Russos apresentaram o T-15 equipado com a nova torre e canhão 57mm…
comment image
.
Monstrão…

Bardini
Bardini
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Aliás… Os Russos assinaram a compra de um novo lote de 132 blindados da família Armata:
https://thediplomat.com/2018/08/russia-orders-132-t-14-armata-main-battle-tanks-and-t-15-infantry-fighting-vehicles/

Léo Neves
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Olhando o T-15 a blindagem frontal dele é muito inclinada , imagino que para um projétil atravessar toda essa blindagem e depois o motor para atingir a tripulação dentro seja algo quase impossível , fora a blindagem lateral também extremamente espessa.

Léo Neves
Reply to  Léo Neves
2 anos atrás

Essa torre de 57mm pode utilizar projéteis guiados .
https://youtu.be/EkCHLgmK4nM

Bosco
Bosco
Reply to  Léo Neves
2 anos atrás

O vídeo não mostra isso não!

Bardini
Bardini
Reply to  Léo Neves
2 anos atrás

É inclinada, mas tem que se ver o quanto tem de espessura ali… Mas eu acredito que frontalmente, ele vai resistir no mínimo as flechas disparadas pelos canhões de 40 mm, no mínimo. . Importante notar a influência das ameaças IEDs no projeto do assoalho: . Sobre a munição guiada para o canhão de 57mm. Até onde eu sei, ainda estão desenvolvendo, e já faz tempo. Mas ainda não deve estar em produção. . Outra coisa que eles estão se mexendo, é para ter capacidade Airburst Munition para os seus canhões de 30mm, os que estão montados no Terminator, Kurganets,… Read more »

Leo Neves
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Bardini , a blindagem do T-15 é muito melhor e mais inclinada e espessa que a do T-90 , e o T-90 já resistiu a um impacto direito De um TOW, creio que só um tanque de batalha principal ou um míssil que atinja por cima para penetrar a blindagem, fora que qualquer míssil do tipo do TOW iria parar nas defesas ativas.

Bosco
Bosco
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Leo, Guerra não é ciência exata. O fato de um T-90 ter sobrevivido a um impacto direto de um TOW não quer dizer muita coisa. Um dia desses vi o caso de uma pessoa que tinha um lápis enfiado no cérebro há mais de 40 anos e só descobriu com um exame de rotina e aí ela se lembrou que quando criança havia caído e se lembra do nariz ter sangrado um pouco. Esse caso não quer dizer que o ser humano é invulnerável à penetração de lápis no cérebro. Foi um caso pontual cujas variáveis podem nunca mais se… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Bardini, Há vantagens e desvantagens em se armar veículos de combate de infantaria ou de reconhecimento com canhões de calibre muito grande. A capacidade individual da munição é maior, mas a quantidade de munição se reduz. Há de se ter um meio termo e esse meio termo hoje, consagrado, é o calibre de 30 mm. Um canhão de maior calibre mas menor que um canhão de tanque (120 ou 125 mm) não terá como lidar com carros de combate principais, independente de ter 57 mm (ou 75 mm como foi proposto uma vez para um tanque leve americano na década… Read more »

Léo Neves
Reply to  Bosco
2 anos atrás

No vídeo não mostra que é guiada , mas as informações sobre essa torre é que ela foi feita para defesa anti aérea , utilizando munição guiada ou não , mas também serve muito bem pra alvos em terra , agora se as munições guiadas para ele estão disponíveis é outra história.

Leo Neves
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco Exatamente como eu disse , um míssil que ataque por cima passaria pela blindagem, mas o que quis dizer é que um que ataque pela frente teria dificuldades de penetrar toda blindagem e o motor. E sim, se a defesa ativa fosse tao Boa não precisaria de blindagem, e se a blindagem fosse tão boa não precisaria de defesa ativa, mas hoje em dia que um RPG tem chances de por qualquer blindado fora de ação é melhor ter blindagem boa e defesa ativa do que só uma das duas opções. Pelo que parece o T-15 só pode lidar… Read more »

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  Leo Neves
2 anos atrás

Vi um video desse veículo lançando salvas de 2 disparos. É uma solução bastante simples para o problema das defesas ativas como o trophy.

Outra solução simples para os sistemas de proteção ativa seria a utilizada pelo RPG-30 que utiliza uma isca precursora ao disparo. A isca aciona as contramedidas do inimigo que é pego pelo rojão com ogiva em tandem posteriormente.

Por isso que eu falo, esses caras sabem fabricar armas, se tiver uma guerra apostem eles.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

“Por isso que eu falo, esses caras sabem fabricar armas, se tiver uma guerra apostem eles.”

Esqueceu de combinar isso com os israelenses que, com suas armas produzidas localmente ou nos EUA, estão sempre a surrar usuários de armas russas. Chato né meu caro Relojoeiro!?

Bosco
Bosco
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Numa hipotética e improvável guerra convencional de larga escala da Rússia x OTAN, do lado ocidental a tônica seria na utilização do conceito de armas combinadas para deter colunas blindadas russas. Em vista disso não há muito o que se falar de blindagem maior ou de sistemas de proteção ativos ou de blindagem reativa de terceira geração. Basicamente o ataque virá de cima e de longe, através de bombas guiadas lançadas de caças, mísseis supersônicos lançados pelos Apache, projéteis guiados/inteligentes lançados pela artilharia e submunições guiadas/inteligentes lançadas por mísseis táticos. Por melhor que seja um Armata ele não resiste a… Read more »

Matheus Parreiras
Matheus Parreiras
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Bosco os Russos também tem caças, helicópteros de ataque, artilharia e o escambau, não vão ficar só olhando a OTAN bombardear suas colunas blindadas pro espaço. A Rússia também sabe “arrasar quarteirão”, só ver na Síria.

Bosco
Bosco
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Tava demorando!!!
Você se dignou a ler todo o meu comentário?

Bosco
Bosco
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Eu vendi espetinho de carne de porco na crucificação! Só pode!!!

JPC3
JPC3
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Tirando o fato que o trophy consegue abater dois mísseis em sequência…

Acham que eles não pensaram em uma ideia simples dessa?

Humberto
Humberto
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

Bosco 30 de agosto de 2018 at 13:23
Eu vendi espetinho de carne de porco na crucificação! Só pode!!!

hahahahaha

Bardini
Bardini
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Pra mim, existe uma corrida clara que reside em quem tem o arranjo mais multifunção. . No conceito MBT e IFV, amplamente disseminado onde o IFV é basicamente responsável pela segurança e limpeza do terreno, o 30 x 173 mm com capacidade Air Burst Munition System ainda é fenomenal. E vai ser assim por muito tempo, pq o conceito neste caso se baseia em ter uma força multimissão, onde um blindado complementa o outro. . No conceito de força independente, onde não se pretende fazer uso de MBTs, se necessita de um canhão mais multifunção e o complemento com mísseis,… Read more »

sub-urbano
sub-urbano
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Ainda não tinha visto essa torreta com canhão de 57mm. O projétil desse negócio deve perfurar a maior parte dos blindados modernos, só não deve passar em alguns ângulos de MBT’s mais modernos. Um MBT mais antigo como nossos Leopard deve perfurar que nem manteiga.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
2 anos atrás

Muito bom. é bom mesmo a Russia tratar bem o seu “Irmão Maior”.

Topol
Topol
2 anos atrás

Também considero uma boa notícia esses grandioso exercício militar pois sua realização é uma mensagem direta ao governo do EUA e da OTAN de que existe limite para sua ganância imperialista…. de que a hegemonia de poder que outrora confortou o povo americano e os fez escalar potencialmente sua ambição global hoje já não existe mais frente a cada mais explícita multipolarização econômica e militar … um aviso direto de que há no mundo força capaz de fazerem-nos recuar e impõe um ponto de ruptura muito útil inclusive para nós , pois mesmo a nação mais poderosa da terra vê… Read more »

BISPO
BISPO
2 anos atrás

EUA irão responder a essa manobra … enviando dois F-22 para a Albânia … preparem-se russos…

Bardini
Bardini
2 anos atrás

Eu não entendo qual a lógica em continuar promovendo essa loucura de Rússia vs OTAN. Só encontro justificativa em um ponto: servir como uma forma de promover o lucro e uma corrente política falida de ambos os lados… . Ambos os lados são culpados e estão lucrando horrores com essa baboseira ultrapassada. E o pior é que isso vira música pra maluco dançar. . Russos são Europeus. Eu não consigo entender pq ainda não deram jeito de integrar a Rússia a Europa de fato, para pacificar de uma vez por todas a Região e se voltar para a real ameaça… Read more »

Agnelo
Agnelo
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Para os europeus, e há literatura para isso, os russos não são europeus. Séculos de atrito não somem rápido. Ideal seria o q vc disse, mas a Russia prefere se aliar com quem? Ideal mesmo seria todo mundo amigo, mas… interesses se confrontam. A própria China e Russia tem uma aliança muito perene. A Russia baixa a guarda pra China porque não pode mais se sobrepor. E a China Tem na Russia fonte de meios importantes. Se não me falha a memória, a China ainda não produz turbinas de caças, por exemplo. A Europa está vendo o q faz para… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Bardini
2 anos atrás

Bardini.
Voce foi feliz neste comentário. A Alemanha percebe isto. Franceses, Britanicos e Norte Americanos não. Escolheram Russia como inimiga e ninguem sabe como termina isto, pois esta estaria melhor com o ocidente e o ocidente com ela. Estão jogando um país eslavo e europeu no colo da China.Ou alguém acha que vai ser fácil quebrar o pau contra russos e chineses no futuro ? O mundo precisa de estadistas

Léo Neves
Reply to  Antonio Palhares
2 anos atrás

Acho interessante a maneira que vocês falam que a Rússia vai pro colo da China , que a Rússia ta se aliando a China pois não consegue acompanhar ela, etc.
Vejo como mais provável uma China no colo da Rússia , pois a dependência da China em relação a Rússia é maior que da Rússia em relação a China.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Bardini
2 anos atrás

A Alemanha não percebe nada, ela só não tem a capacidade de investir em defesa, terceiriza isso aos seus vizinhos e seu amiguinho do outro lado do Atlântico. Sobre a Rússia, são eles que não querem fazer parte do ocidente, eles odeiam o ocidente, acham uma cultura decadente, e para integrarem no ocidente teram que ser uma democracia liberal, isso é impensável para oligarquias do Kremilin. Vale lembrar que a Rússia atacou a Ucrânia pela mesma ter decidido ir para União Europeia, ou seja, ser ocidental. Ninguém ali do ocidente quer guerra, mas ninguém vai abrir mão de seus valores… Read more »

Leonardo
Leonardo
Reply to  Bardini
2 anos atrás

“Ambos os lados são culpados e estão lucrando horrores”

Bardini, você já matou a questão.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Corta o rango, não sobra nada dos vermelhos.

Na II WW os ocidentais é que alimentavam o genocida Stalin.

sergio ribamar ferreira
2 anos atrás

Sr Bardini já escreveu o que iria escrever sobre Rússia, “esta sendo um aliado natural contra os chineses”. Lógica disto tudo: ganância em obter lucro com desavenças geopolíticas. Também concordo com o Sr. Ivan BC. Há um filme interessante chamado ‘O dia seguinte’. Esta película feita para televisão mostra como se iniciou o conflito nuclear entre as grandes potências da época. tudo se inicia com ataque contra a OTAN e vice -versa contra as do pacto de Varsóvia. Isto foi no período da guerra fria. Filme final década de 80 para 90. Assistam, se possível e com atenção o início… Read more »

sergio ribamar ferreira
2 anos atrás

esqueci: sobre o Japão se ledo engano, houve mudança na Constituição deste no tocante a se rearmar em caso de conflito. O Japão num futuro não muito distante voltará a ser uma potência bélica devido às situações expostas sobre a expansão chinesa e agora com a Rússia. Grande abraço. Japão , um país altamente belicista, basta querer.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  sergio ribamar ferreira
2 anos atrás

O Japão não voltará a ser uma potência militar. População altamente envelhecida, em declínio em números absolutos e resistente à imigração criam um cenário em que toda a força de trabalho disponível precisa ser empregada produtivamente, e não ser economicamente “esterelizada” nas forças armadas

Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Este fóruns ficam insuportáveis por causa destes comunas…

A Europa Ocidental não quer a Rússia como aliada por uma simples questão..

Todos que viveram sob julgo da URSS, sabem o conceito de respeito a direitos humanos que os russos tem ainda hoje.

É fácil falar para quem vive no Brasil e mesmo no tempo do Governo Militar, sempre viveu em liberdade.

Humberto
Humberto
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Antigamente (a uns 30 anos atrás) comunista no Brasil era um ser culto, lia muitos livros, pois trabalhar Deus me livre. Hoje, são filhinhos de papais OU gente frustrada que não consegue se destacar e são ávidos consumidores do Sputinik Brasil, então para convencer, tem que ser insuportáveis.
Mas os piores chatos, são aqueles que acreditam que a Russia de hoje, tem o mesmo poder da antiga União Soviética, falam bobagens que nem os Russos acreditam mais.

Antunes 1980
Antunes 1980
2 anos atrás

A Rússia não tem poder de conquistar a Europa, muito menos dar as cartas no Oriente Médio. Muitos alienados de esquerda, ainda acreditam em canais pagos pelo Kremlin. Que a disponibilidade das tropas da OTAN em geral é baixíssima, de que os equipamento russos são infinitamente superiores aos Ocidentais e por fim, que a China é um parceiro leal a Rússia. O único erro da OTAN foi acreditar que a Ucrânia conseguiria se defender sozinha dos terroristas russos. Mas acredito que é uma questão de tempo para que estes territórios ocupados retornem aos seu verdadeiro dono. Em relação ao exercício,… Read more »

_RR_
_RR_
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

Antunes 1980,

Os atuais territórios ucranianos sob influência russa permanecerão tal como estão…

A Crimeia já é “russa” agora. Aliás, podemos dizer que já era desde 1783, quando caiu para Czarina Catarina II…

Já a região do Don, está a poucos passos de tornar-se um país independente de fato; um algo que projeta sombra sobre todo o restante do território ucraniano, que corre sim risco de fragmentar-se em outros pequenos países. Apenas a influência do Ocidente impede que o cenário se deteriore…

Somente uma imensa derrocada russa poderia retornar esses territórios aos ucranianos agora…

ScudB
ScudB
Reply to  _RR_
2 anos atrás

Região de Don?? Tem certeza?..Acho que tem “o princípio de confusão” aqui. Região de Don pertence a Russia ha muito tempo.

Jr
Jr
Reply to  Antunes 1980
2 anos atrás

Duvido muito que algum dia no futuro a Crimeia volte para a Ucrânia, acho que até os países Ocidentais sabem disso, aquela península é estratégica para os Russos e para facilitar, a maioria quase que absoluta dos seus habitantes tem origem russa, fala russo e se identifica como Russo, os Ucranianos que viviam lá eram poucos somados aos militares e seus familiares, li que a maioria das pessoas de origem ucraniana já deixaram a Crimeia logo no ano da invasão camuflada russa. Os Russos já até completaram uma ponte que liga o seu continente até a Crimeia para evitar o… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

O exercício Vostok 2018 será magnífico e sem precedentes, sem dúvidas. Bela matéria.

ricardo
ricardo
2 anos atrás

Treinamento puro e simples. Rússia sempre fez isso! Mais do mesmo!

Humberto
Humberto
2 anos atrás

Para mim é um baita exercício, 300 mil homens, o que me impressiona e “Imagine 36 mil veículos militares, entre tanques, blindados de infantaria e artilharia, se movendo e operando simultaneamente”, isto sim é coisa grande. Vamos ver com o tempo se isto não é uma certa liberdade poética.

Silvio RC
Silvio RC
2 anos atrás

A Rússia sendo Rússia, trazendo preocupação ao velho continente. Tiveram uma ótima oportunidade de se formarem como nação, pertencente a uma Europa mais pacífica, mas acharam pouco e quiseram ser um Império. Aí começou tudo novamente. A OTAN que quase tinha sumido e era apenas uma sombra do que foi, agonizando agora pra lidar com o exército do novo candidato a Csar, do outro lado um exército que pensa que é o melhor é invencível, pensa tanto nisso que esquece de lembrar que essa guerra, fria ou quente deveria ficar no passado. E ambos se revesam hora um lado defendendo… Read more »

Luiz Floriano Alves
2 anos atrás

A China ri muito na hora de vender. Na hora de tomar vc verá que aquela face risonha se transforma na cabeça de um dragão. O que fizeram no Tibet? Levaram felicidade ao povo? Não, foi não, o que aconteceu foi uma ocupação militar com o esmagamento de um exército frágil e muito mal armado. Luta desigual e de aniquilamento. O Dalai Lama, do alto de sua autoridade espiritual condenou a anexação de uma nação milenar. Teve que fugir e hoje comanda uma débil resistência. Todos sabem que a China não quer um povo espiritualizado. É contra a base Marxista… Read more »

sergio ribamar ferreira
2 anos atrás

Abraços para todos e felicidades. Pescarei sábado. o capitalismo, a liberdade para trabalhar e me manter com dignidade me dão esta condição. Sexta-feira ainda trabalho. Muito bom. sou da opinião , se você trabalha mais, tem direito de ganhar mais. Igualdade jamais existirá, inda mais em pensamentos diversos. Reitero felicidades a todos.

sub-urbano
sub-urbano
2 anos atrás

OFF: A Argentina acaba de pedir ajuda ao FMI… a Direita conseguiu novamente destruir outro país latrinoamericano.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  sub-urbano
2 anos atrás

A Argentina já estava destruída quando Macri assumiu, cortesia da beiçola larápia e corrupta (e futura presidiária).

Não adianta mentir meu caro Relojoeiro, a mentira de vocês tem pernas muito curtas….

Jr
Jr
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Para sermos justos a Argentina esta destruída desde a época do De La Rua que teve que sair fugido de helicóptero da casa rosada com medo da indignação do povo argentino que tem muito mais sangue nos olhos do que o brasileiro

Marcelo Danton
Marcelo Danton
2 anos atrás

Como é mediadores??!! Mais um recadinho “enésimo aviso…” ao eterno (antonio, epsilon, subUrbano etc nicks?!)

Tadeu Mendes
2 anos atrás

Essa manobra conjunta, para mim significa que tanto a Russia quanto a China se sentem ameaçadas e inferiores ao poderio militar da OTAN + EUA.

Estão se preparando para combater com o Ocidente.

_RR_
_RR_
2 anos atrás

Amigos, alguns considerações… Há imensos fatores que inibem uma aliança Rússia-Ocidente. Desde a ascensão da Dinastia Romanov que o maior interesse dos russos é expandir-se em direção ao Ocidente; algo que somente recrudesceu com advento do comunismo, turbinando uma ambição ancestral com um motor ideológico extremamente poderoso. Foram pelo menos três séculos de uma lenta e gradual expansão russa, que afetaram enormemente a constituição dos povos do leste europeu, gerando grandes choques culturais que, por vezes, descambaram para disputas abertas e a aclamação por soberania dos povos afetados; movimentos esses gradualmente silenciados com a consolidação da influência soviética pós Segunda… Read more »

Robson
2 anos atrás

Economicamente a Russia é muito menos capaz do que todos os países Europeus juntos e os EUA ainda… Não conseguirão manter uma guerra convencional por muito tempo… Além disso sua população é limitada… Em caso de conflito eu torço pelo ocidente obviamente… Não sou russo e muito menos comunista.. Prefiro ficar sob influencia americana… é uma chicotada menos dolorosa…