Home Armas Anticarro Saab recebe pedido de Carl-Gustaf M4 para a Eslovênia

Saab recebe pedido de Carl-Gustaf M4 para a Eslovênia

2449
14
Carl-Gustaf M4

A Saab recebeu um pedido de entrega do novo sistema de armas multifuncionais Carl-Gustaf M4 para as Forças Armadas eslovenas. As entregas ocorrerão entre 2018-2020.

A Eslovênia é um novo cliente do sistema Carl-Gustaf e o nono cliente da Saab para a versão Carl-Gustaf M4 desde o seu lançamento no final de 2014.

O Carl-Gustaf M4 é a versão mais recente do sistema de armas portátil, de ombro múltiplo e multi-funções. Ele oferece aos usuários uma ampla gama de opções de engajamento e permite que as tropas permaneçam ágeis e eficazes em qualquer cenário. Baseia-se nas capacidades formidáveis ​​do sistema, oferecendo um maior grau de precisão, construção mais leve e compatibilidade com inovações futuras. O M4 também é compatível com os desenvolvimentos tecnológicos futuros do campo de batalha, como sistemas inteligentes de observação e munição programável.

“A encomenda eslovena é mais uma prova de que Carl-Gustaf M4 é a arma número um no mercado. Estamos felizes em apresentar as Forças Armadas eslovenas ao Carl-Gustaf M4, da Saab, com capacidades superiores e alta flexibilidade tática, e nos sentimos confiantes de que o usuário final ficará satisfeito ”, diz Görgen Johansson, chefe da área de negócios da Saab Dynamics.

A nova versão mantém toda a eficácia e versatilidade do comprovado sistema Carl-Gustaf, ao mesmo tempo que introduz uma série de melhorias importantes. Estes incluem um design mais leve (pesando menos de 7 kg), um contador de munição, segurança aprimorada e recursos inteligentes, como compatibilidade com futuros sistemas inteligentes de visão e munição programável, que oferecem coletivamente melhorias operacionais significativas para o soldado. A arma é totalmente compatível com todos os tipos de munição.

A Saab atende o mercado global com produtos, serviços e soluções líderes mundiais em defesa militar e segurança civil. A Saab tem operações e funcionários em todos os continentes do mundo. Através de um pensamento inovador, colaborativo e pragmático, a Saab desenvolve, adota e aprimora novas tecnologias para atender às necessidades de mudança dos clientes.

FONTE: Saab

14
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
sergio bemtequeroTheo GatosOzzyClaudio Morenosergio ribamar ferreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
paulop
Visitante
paulop

Concordo. O EB deveria dotar todos os Bat Inf com esse equipamento. Não sei se todas as unidades de infantaria possuem o Carl, algumas talvez outro tipo, mas padronizar com esta arma seria muito bom.
Abraço.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Deveria adotar a nível de esquadra.

Proelio Procusi
Visitante
Proelio Procusi

A nível de esquadra fica inviável pelo peso e volume. Imagine assaltar uma posição com um tubo de 1 metro e 7 kg (versão M4, mais leve e compacta) nas costas? Isso fora a munição que pesa em média 3kg cada carga.

Pelo poder de destruição e alcance seria mais adequado ao nível de pelotão ou companhia, principalmente para este ultimo (ao meu ver), como armamento orgânico para emprego contra fortificações, aglomerações de pessoal e blindados leves.

Felipe Vieira
Visitante
Felipe Vieira

Todas as unidades de Infantaria do EB possuem em sua dotação o Carl Gustaf, no nível Companhia (pelotão de apoio). A dotação padrão para a maioria das unidades é de 3 Canhões por Companhia.

Vicente Jr.
Visitante
Vicente Jr.

Temos a versão nacional dela, a ALAC…

Poderíamos mesmo comprar alguns exemplares desse Carl-Gistaf, para tropas especias e tal…

Mas seria muito bom comprar a ALAC em larga escala!

Doug385
Visitante

Na verdade a ALAC é congênere ao AT-4. Ambos são descartáveis.

Welt
Visitante
Welt

Padrão estranho de camuflagem na foto do link. De onde é ?
Eslovenia agora possui um multicam estilizado.
comment image

sergio ribamar ferreira
Visitante

Formidável arma. Saudações. Espero que o EB possa comprar mais algumas unidades(270…) Grande abraço. Aprecio e muito estes comentários. Realmente assunto de Defesa. Reitero o apreço a todos.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Boa madrugada a todos,
Colombelli qual era o nível de precisão aproximado do CSR M40 106mm? Compartilho da mesma opinião de que foi uma pena a baixa do M40.

CM

paulop
Visitante
paulop

Olá. O Brasil utiliza algum míssil anticarro a nível batalhão? O MSS 1.2 poderia ser utilizado quando plenamente funcional e operacional?
Abraço.

Ozzy
Visitante
Ozzy

Eu fui ver uns tiros de CSR 106 no youtube. O barulho é realmente impressionante, primeiro o estrondo do tiro e depois o eco da explosão no alvo. O inimigo na frente dessa arma realmente corre o risco de sujar os fundilhos das calças.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Boa madrugada senhores!

Colombelli inicialmente obrigado por compartilhar a vivência. Pois então…o M40 montado no Marruá AM200 poderia ter sido a solução para a viatura maior.

CM

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

De curiosidade, tiros em Chipre (pelo sotaque e comentários no site) com telêmetro e laser… 600 metros de distância confirmados antes do disparo.
.
https://www.youtube.com/watch?v=5Z9gH10aM2g
.
Sds

sergio bemtequero
Visitante
sergio bemtequero

li sobre o ALAC e achei-o extremamente interessante, fruto de mentes brilhantes no quesito simplicidade. legítimo FF (fire and forget): você dispara e esquece o cartucho onde quiser. nada de complicações, nada de regulagens aqui e acolá. aprontou, mirou, correu.