Home Forças Armadas Bolsonaro defende não estabelecer teto de gastos para Forças Armadas

Bolsonaro defende não estabelecer teto de gastos para Forças Armadas

9696
234
Guaranis do EB no pátio da Iveco
Blindados Guarani do EB no pátio da Iveco (clique na imagem para ampliar)

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse neste sábado (1º) considerar a possibilidade de não estabelecer um teto de gastos para as Forças Armadas em seu governo. Para Bolsonaro, os aumentos salariais para militares, assim como os investimentos em infraestrutura, devem ser tratados como “prioridade”.

“Essa questão tem sido muito conversada com o (economista e futuro ministro da Fazenda) Paulo Guedes. Nós temos um orçamento diminuto, mas precisamos entender que aportes para as Forças Armadas são investimento e não despesa. O que for possível, faremos sim”, garantiu, durante entrevista concedida depois da cerimônia de formatura dos aspirantes a oficiais da Aman (Academia Militar das Agulhas Negras) em Resende, no sul fluminense.

O futuro presidente reiterou a vontade colocar em votação, o quanto antes, a revogação uma medida provisória para que os militares possam ter os seus reajustes salariais garantidos. “Precisamos colocar em votação a revogação da medida provisória 2215 (do ano de 2001, que nunca foi votada pelo Senado ou pelo Congresso), para que possamos ter um salário compatível com as nossas atribuições. Para isto, é fundamental uma lei que reconheça a importância das forças Armadas”, concluiu.

Entre outras medidas, a PEC 2215/2001 acabou com a promoção automática dos militares que passam para reserva, o auxílio-moradia e o adicional de inatividade dos militares. Em 2015, exercendo o mandato de deputado federal pelo Rio de Janeiro, Bolsonaro chegou a liderar um grupo de parlamentares que encaminhou pedido formal ao então ministro da Defesa Aldo Rebelo para que a votação fosse acelerada.

Veja matéria completa no site do UOL, clicando aqui.

234 COMMENTS

    • Os salario dos militares é uma vergonha ganham e sempre ganharam pouco.Ao contrário da Justiça que ganha salários absurdos para rasgaram a constituição e soltarem bandidos!

  1. Li e reli. Parece que a preocupação é com salários. Acredito que ao se referir a infraestrutura, ele quer dizer estradas e afins.
    Até porque o vice presidente já afirmou que não haverá muitos recursos para investir nas FA.
    Vamos ter de esperar mais detalhes.

    • Caro João. A ideia do governo investir em infraestrutura em períodos de recessão é uma das ideias de Keynes, geralmente descartadas pelos economistas ligados ao setor financeiro, como o Paulo Guedes.

      • Devemos lembrar que em País pobre, com empresas privadas descapitalizadas, retirar o Estado da cadeia de investimentos é um convite a mais recessão e desemprego.

        • O Estado não tem condições de investir, por causa do déficit público muito elevado e da divida que só tem subido. A ideia é privatizar infraestrutura e com isso alavancar os investimentos privados, o Brasil tem muita necessidade nesse setor e a iniciativa privada também demonstra interesse em investir. Mesmo Lord Keynes sabia que não adianta o governo tentar criar demanda se isso piorar as expectativas.

      • Em parte você esta certo Camargoer, mas no nosso caso economista como Paulo Guedes concordam com o investimento em infraestrutura, afinal a nossa está caindo aos pedaços, a única diferença é que tal investimento se dará por meio de privatizações. O Brasil tem um gargalo muito grande na área de energia e transporte, é bom lembrar que todos os anos que o país cresceu, tivemos risco de apagão.

      • Prezado Camargoer
        Independente da escola a que o futuro ministro pertença (ele é um Chicago Boy), o Brasil está uma fartura. Farta tudo.
        Em 2016 foi criada o PPI – Programa de Parcerias de Investimentos, para agilizar uma série de serviços que o Estado deveria mas não proporciona aos contribuintes.
        É importante notar que PPI, PPP, concessões e outras modalidades sempre esbarraram na insegurança jurídica. Após o gasto por parte do particular feito, surge um promotor, um órgão ambiental ou um grupo de minorias e joga areia no ventilador. Isto acontece com duplicações, barragens, portos e até indústrias.
        Quem é louco de arriscar seu patrimônio se não sabe se vai poder conseguir retorno do capital investido?
        O Brasil é famoso em tratar mal os empresários que querem investir aqui. E não é de hoje. Já vem desde o Segundo Império, com dom Pedro II e o visconde de Mauá.
        Abraço

    • Amigo tive a mesma impressão a preocupação é com o salário.

      Quanto ao investimento em infraestrutura sou totalmente a favor a maioria da população brasileira trabalha em construção civil. E isso gera emprego e renda.

      Aumentando o PIB e favorece os repasses as forças armadas

      Economia forte gerará investimento na capacidade bélica

  2. É meus queridos, tudo resume-se a salários e aposentadorias. Por fim, vamos terminar com uma Marinha fluvial, uma força Aérea de controladores de tráfego aéreo e um Exército construindo estradas e furando poços nos sertões do nordeste.

  3. Concordo,é investimento e não despesa.Ouvir isso é muito bom,contudo temos uma realidade e não podemos fujir dela, a longo prazo.Também não precisamos de ter forças armadas, para serem a polícia do mundo.Uma meta razoável, é garantir a supremacia, no nosso T.O.

  4. Tudo se resume a soldos, infelizmente. Uma coisa é declarar formalmente não haver teto de gastos. Outra é a realidade, afinal há muitas pastas e algumas prioritárias. E claro, orçamento aceita tudo no papel mas o dinheiro não é infinito. Passo! Próxima, por favor.

  5. Esperarei por maiores informações só depois de 1º de janeiro ou em fevereiro depois de terminado recesso do congresso. Uma coisa é dizer, outra é fazer. Caso seja para compra de equipamentos modernos e tecnologia, ótimo, porém haverá , sim alguma restrição. Observei que o futuro presidente utiliza suas palavras como termômetro para avaliar suas ideias junto à opinião pública. Abraços a todos.

  6. Ele, como muita gente no país, também deve achar que a curva de restrição orçamentária é uma invenção inútil de economistas.

    • Ele quer revogar a extinção da promoção automática dos militares que passam para reserva do auxílio-moradia e do adicional de inatividade dos militares.
      E ainda, não quer nem pensar em acabar com salário integral para os que vão para a reserva.
      Teremos fortes emoções. E em pouquíssimo tempo.

      • Não existe mais a promoção ao posto acima há décadas. E que adicional de inatividade é esse, que eu nunca recebi? Vai se informar melhor antes de postar bosta.

        • Você é muito mal educado Sr. Rinaldo com quem é contra a festa feita com o dinheiro da viúva. O Antonio não postou “bosta” e nem está desinformando. O que ele disse está na matéria viu Sr. brabão! Leia!

        • Cel,

          Estes caras conseguiram destruir o Plano Barril e olhe que lá eram somente eles postando para eles, com diversos nicks.

          Hoje em dia lá são raros posts que tem um comentário sequer.

          O CAVOK foi no mesmo caminho..

          Tratam-se de desocupados que tem literalmente o dia todo 7 dias por semana para ficar postando bobagens intermináveis e ficar poluindo qualquer tipo de discussão que poderia ser produtiva.

          • Com a renda que eu tenho não preciso mais trabalhar, só acompanhar minhas ações e minhas quotas de capital social, e isso aos 43 anos, sorry! Agora vai lá bater o ponto para não levar puxão de orelha!

    • O Bolsonaro pode até tentar falar grosso, mas quem manda no governo é o Paulo Guedes. As forças armadas precisam passar por uma reorganização antes de se pensar em aumentar os investimentos. Como escreveram acima, gastar mais de 70% do orçamento em salários e pensões é ridículo. Acho melhor o Brasil ter uma força com menos contingente, mas bem valorizada, armada, treinada e equipada do que a situação atual.

      Acho também que deveria ser extinto o serviço militar obrigatório. Talvez fazendo algo semelhante ao Japão, onde existem dois tipos de reservistas. Um que faz treinamento com mais frequência e que possa servir de instrutores no caso de emergência ao outro tipo.

  7. Para que haja aumento nos salários é condição si ne qua non que ele reduza primeiro o número de funcionários (que não sejam soldados) nas forças armadas.

  8. Discordo completamente.
    Ou é teto para todo mundo ou não tem.
    Já estou sabendo de órgão fechando algumas unidades…
    Bolsonaro tem que entender que não se pode mexer com direitos da população e dar vantagens a militares.
    Concordo até com uma idade mínima diferenciada.
    Mas se a aposentadoria do militar não vai ser por capitalização não queira isso para a população.

        • Perfeito.
          Nos próximos concursos militares, deveria ter uma cláusula no edital com o seguinte artigo:
          A carreira não prevê qualquer tipo de auxílio ou vantagem e quando da aposentadoria, o militar receberá o teto geral da Previdência.

          Aceita?
          Caso contrário, desista agora.

          • Caro Antonio. Isso já existe. Quando você se inscreve em um concurso, o edital menciona se o contrata será ou não regido pela CLT. O problema aqui não os militares e servidores civis se queixarem, mas que muita gente os critica equivocadamente. Além de muita gente desconhecer que o servidor não tem FGTS, há muitos a aposentadoria é limitada pelo valor do INSS. Existem outros erros que aparecem nos comentários e sempre é necessário explicar novamente.

          • Camargoer
            A questão não é essa. A questão é equiparar os regimes previdenciários dos civis e militares já deixando isso bem claro no próprio edital.
            Sem possibilidades de pressões posteriores das categoria, muito comum no funcionalismo civil e militar.

          • Caro Antonio. Talvez o melhor documento que já li sobre o problema previdenciário foi o “Relatórop da CPI da Previfência”. O tema é muito complexo, mas a conclusão é ser impossível igualar os regimes previdenciários dos militares e dos servidores civis, mas que isso não resultará em problemas no futuro, além do fato das distorções já terem sido corrigidas. O texto é cansativo por ser profundo e extenso.

      • Oseias,

        Todo mundo sabe que FGTS e horas extraordinárias são pagas apenas aos celetistas.

        Agora, profissional liberal recebe? Com quantos anos pode se aposentar? Tem aposentadoria com salário integral?

        Então, pense bem antes de trazer uma justificativa “meia boca”.

        • Olá Mercenário. Servidores públicos com estabilidade podem receber horas-extras, mas é necessário uma autorização para isso. Geralmente, o servidor cumpre as 8 horas e DEVE ir embora. Apenas em casos especiais as horas extras serão autorizadas (mas pode sim).

      • Grande bosta FGTS, esse negócio vale menos que um cibazol, até a poupança rende mais, e ultimamente só tem servido para evitar que a Caixa vá à falência.

        • Independente do rendimento, devemos considerar que parte dessa poupança é contribuição patronal que aumenta os ganhos dos empregados.

          • Deveria ir para as mãos do empregado, e não para o governo fazer rua lá na “caixa prego”, e o beneficiário ter que cumprir N exigências para receber a mixaria.

          • Sagaz.
            Na Rússia e na China eu tenho certeza que a renda é bem melhor distribuída do que aqui.
            Aliás, não é nenhum mérito, visto que a nossa distribuição de renda é a pior do mundo.

          • Caro Antorio. No site da Caixa (economica federal) você encontrará informações sobre o uso do FGTS para abater dívidas de financiamento imobiliário. O Cel Nery tem razão sobre a vantagem de usa-lo. Uma conta aproximada, resultaria em um FGTS (não reajustado) de quase $ 300 mil para um salário bruto de R$ 10 mil (salário médio do funcionário federal). É um valor considerável.

          • A correção do FGTS é inferior a da Inflação..

            Entre 2015 e 2016 eu fui CLT devido a crise.. quando voltei a vida normal e voltei a ser prestador de serviços no segundo semestre de 2016..

            Vi que pela legislação só poderia retirar este dinheiro 3 anos depois. Para não perder o dinheiro acabei usando como entrada em um apartamento, mas se tivesse sido de minha escolha o dinheiro teria vindo para a minha mão.

          • FGTS, vale alimentação, vale transporte, e etc… Tudo isso poderia vir diretamente para o bolso do trabalhador, mas criaram-se essas aberrações pelo simples fato que o Estado tem que ser o tutor do nosso dinheiro, senão vamos torrar e não iremos ao trabalho, não iremos nos alimentar, não iremos ter reserva quando deixarmos de trabalhar, não faremos um plano de previdência… Então, o governo tutor nos protege de nos mesmos.

          • Não é o Estado que é o tutor do nosso dinheiro. Isso é um meio do empresário pagar um salário mais baixo e distribuir o restante com a sociedade através de auxílios, vales e etc.
            Em resumo: O empresário fica mais rico e a sociedade paga o resto.
            Malandragem brasileira.

          • Olá Colegas. O FGTS foi proposto pelo Roberto Campos, em 1966 (durante a presidência de Castelo Branco) em lugar da estabilidade dos celetistas. Além disso, o FGTS gerou um fundo administrado pela Caixa (econômica federal) para financiamento imobiliário, saneamento básico e infraestrutura.

  9. Salarios em si nao sao o problema. O problema eh que essa porcentagem de salario se adequa mais a aquela de uma FA profissional que daquela de servico obrigatorio, como a brasileira. O problema eh que os salarios e beneficios estao sendo mal investidos e infelizmente duvido que isso ira mudar.

    Basta lembrar que muitas FA profissionais pelo mundo oferecem como beneficios, por exemplo, universidade paga integralmente apos 2 anos de servico. Se pensar que 1 ano de universidade nos EUA ou Australia custam 20.000 dolares…

  10. A ideia é se preparar para a guerra com a Venezuela. Não deve existir teto para as FA num país em guerra.
    Afinal, porque americanos morreriam defendendo o “american way” se brasileiros podem fazer isso?
    Se querem saber, que tentem.
    Quero ver também a maioria dos que defendem com unhas e dentes os EUA aqui na Trilogia indo para guerra lá. Agnelo, Colombelli e outros, como militares, tem que ir. Mostrem a superioridade do equipamento ocidental, intensamente apregoada por vocês. Quero ver a maioria dos fan boys aqui comprovando no braço e na própria pele essa superioridade. Quero ver nossos Leopard
    Capaz da Venezuela oferecer poços de petróleo aos russos em troca de armamentos. Quero ver a Venezuela equipada com os mais modernos equipamentos russos e como brasileiros e americanos se sairão contra eles.
    Toda guerra é uma caixa de surpresas e tem consequências imprevisíveis. Quem viver, verá.

      • No dia que um esquerdista pegar num fuzil para “Lutar pelo Brasil”, pode ter certeza que será o fim do mundo, ele estará lutando na verdade pela própria sobrevivência por não ter mais para onde ir e não pensando no BRASIL.

          • Caro Rodrigo. A história ensina que a ideologia (e a religião) tem pouco a ver com o caráter individual. Talvez o mais emblemático seja a atuação de vários militares comunistas na FEB. Então temos um impasse. Ou temos comunistas brasileiros patriotas (deixo uma referência abaixo) ou temos covardes na FEB. “A ESQUERDA MILITAR NO BRASIL: OS VETERANOS COMUNISTAS DA FEB (1945-1950)” de Carlos Pimentel publicado em 2010. Boa leitura.

          • A prática ensina que esquerdista não tem caráter..

            Ontem mesmo um dos ícones da esquerda brasileira o Sr Marcelo Freixo fez uma falsificação grosseira de um Twitter do Bolsonaro como se ele um dia tivesse dado apoio ao presidiário Pezão.

            Se tem gente que tem deficiência de caráter este alguém é o esquerdista.

    • Lá vem essa paranóia de guerra contra a Venezuela de novo! Gostaria muito de saber D onde vem essa idéia idiota. Não temos nada a ver com a Venezuela nem com seus problemas. Eles que se resolvam sozinhos.

  11. A questão é muito mais profunda do q o esperneio da maioria aqui.
    Essa Lei abarcou todos os militares, sem regras de transição, prejudicando muitos q não tinham como readequar seus planos de vida.
    Segundo, prejudicou muito os sargentos, pois escalonou o salário hierarquicamente, o q era amenizado pelo 1% ao ano.
    Eu acredito q o trabalho será mudar o q era, mas diferente do q está, principalmente para os Sargentos, q carregam o piano na tropa muito tempo.
    Ele foi claro quanto à despesa obrigatória e investimento. É neste último q ele quer alterar, e acredito q será levando mais ao 2 %.

    • Considerando que o pagamento de vocês sai dos nossos bolsos, então vocês tem que dançar conforme a música que colocarmos, então quanto menos direitos os funças tiverem, melhor para quem paga a conta. Pense em quem paga a conta, não em si próprio. Tá faltando um novo Collor para por essa casta nos eixos. O problema é que elegeram um funça, duvido que Paulinho posto Ipiranga vá mexer no corporativismo sem aval do chefe.

      • Duvido que você queria seu direitos revogados. Os militares tem muito mais deveres que a maioria da população, além de desenvolverem um serviço essencial para nos manter vivos. A carreira militar como a dos médicos e a dos professores são a mais essenciais independentemente de que sistema de governo/ideologia. Então menos… Se for para tirar direitos,assistência (como: carro, motorista aeronaves para lazer/perímetro urbano) , que sejam dos políticos (exceção do chefe de estado obviamente e aqueles que sofrem ameaça).

  12. As FFAA precisam ser repensadas, em especial o assunto de salários e aposentadorias.
    Podem ser melhor, sem dúvidas, mas as aposentadorias precisam ser relocadas. PQ não descontar para a mesma esfera dos servidores públicos celetistas?
    Segundo o Temer, o déficit com militares inativos e seus pensionistas em 2019 está projetado em R$ 43,3 bilhões, contra R$ 42,6 bilhões previstos para este ano. No caso do RPPS, o “rombo” passará de R$ 45,4 bilhões neste ano para R$ 44,3 bilhões em 2019. Um é quase igual ao outro, embora o número de servidores civis aposentados e seus pensionistas seja bem superior (https://www.valor.com.br/brasil/5933623/rombo-da-previdencia-dos-militares-cresce).
    Faltam equipamentosnas três armas!

  13. Tudo errado. Forças armadas é um custo que se deve manter baixo com pessoal e alto com pesquisa, tecnologia, e equipamentos. Recursos humanos mínimo bem treinado e bem pago, servirá em caso de guerra para treinar civis em tempo mínimo.

  14. O aumento dos gastos também tem outro motivo.
    Com a proximidade com os Estados Unidos, o Brasil irá se lançar em missões conjuntas de baixa intensidade em locais onde os americanos considerarem necessário o apoio.
    Servirá para integração e aperfeiçoamento de doutrinas modernas de combate.
    Acredito que norte da África é o próximo local de ação das nossas forças armadas.

      • Aguarde e veja. Nenhuma parceria com os americanos ficará somente na parte econômica. Para ambos é de suma importância aumentar os laços de cooperação militar.
        E o brasil tem potencial para encarar estes desafios contra o terrorismo e expansão chinesa e russa na África.

        • Vc está duplamente equivocado.
          1º) O Brasil não tem condições de atuar em qualquer guerra;
          2º) Os EUA não têm nada a oferecer em matéria de parceria econômica com o Brasil. Pelo contrário. São competidores em quase todos os produtos em que o Brasil é forte em exportações.
          Melhor deixar como está que está bom demais.

  15. Sou militar a 14 anos. sou sargento da marinha. Vejo alguns imbecis reclamando de militar receber aposentadoria integral ou se aposentar cedo. Poxa a oportunidade sempre esteve aberta a todos, se acha bom e ainda tem idade, entre para as forças armadas. Agora não venha de mimimi. Nos meus 5 primeiros anos dei escala 2por1 trabalhando mais de 100 horas semanais, não temos fgts, vi gente falando ai mais quando sai de um emprego vai correndo sacar o fgts, não temos horas extras, imagine se eu tivesse. Tirando que o nosso desconto para aposentadoria e maior do que se fosse pela previdencia. Eu sou eltrotecnico, e faço administrçaõ, e nao posso exercer nenhuma dessas funções para aumentar a minha renda. Então se acha que e mto bom. entre para as forças armadas e pare de mimimi

    • Funcionários estatutários não têm FGTS, horas extras, adicionais noturnos e por aí vai. São situações inerentes às carreiras. Apenas Juízes e Promotores, que costumam se valer de ‘prerrogativas’ costumam ‘legislar’ e se auto-bonificaram com algumas regalias.
      E ainda, várias carreiras civis estão descontando a alíquota máxima de 14% para a Previdência.
      Os novos concursados de todas as carreiras civis já estão no Regime Geral da Previdência.
      Em tempo. Achar que a oportunidade de entrar para as F.A. está aberta a todos não redime a situação de ser uma iniquidade com a sociedade brasileira.

      • Caro Antonio. O funcionário público estatutário (que ingressou por concurso e adquiriu a estabilidade) não tem FGTS (nem direito ao seguro-desemprego), mas tem direito ao adicional noturno, férias, insalubridade e periculosidade, décimo-terceiro, jornada de 40 horas semanais limitada a 8 horas diárias. O funcionário público teria direito à hora extra (em casos excepcionais) mas como sua jornada é limitada por lei, nenhuma órgão público solicita ao funcionário que cumpra horas extras. Eu desconheço qualquer colega que tenha recebido hora-extra. Eu nunca recebi.

        • Camargoer, sem contar a grande diferença entre um funcionário público “normal” para o militar, o segundo COLOCA SUA VIDA em jogo pra defender o país, e isso esse pessoal que reclama dos “benesses” dos militares, não analisa friamente, apenas julgam devido o RANÇO militar que foi criado no Brasil

          obs: não sou militar, mas respeito a carreira deles, não é pra qualquer um

          • Nos últimos 100 anos os militares passaram mais de 90 anos nos quartéis sem arriscar a vida.
            Nem nos EUA existe essa história de aposentadoria integral.
            E olha que eles trabalham muito mais do que os daqui.

          • não importa se nos últimos 90 anos ficaram nos quartéis, é muito mais complexo que isso, os militares brasileiros são “pau pra toda obra” se o governo precisa de alguém pra fazer uma estrada, eles estão lá, se eles precisarem trabalhar 100 hrs semanais sem direito a horas extra, eles estão lá, se o governo precisar intervir em algum estado brasileiro como o RJ, eles estão lá pra enfrentar a bandidagem. Faça sol ou faça chuva os militares brasileiros SEMPRE quando foram chamados para cumprir com seus deveres ao país, nunca deram pra trás, por isso eles tem o meu respeito!

    • Prezado Sankurf, somente um exclarecimento…..o seu soldo (ou sera salario), sai somente de um caixa, o do governo federal onde todos nos aqui fora contribuimos tambem. O seu patrao nao e a iniciativa privada, e o governo federal. Portanto, veja com outros olhos, entenda e compreenda o tamanho do abacaxi. Mimimi seria o seu na minha forma de entender. O gov federal aumentou o seu desconto para a previdencia, mas entenda que da mesma forma nesse momento economizou milhoes e deixou essa conta fuitura para todos os brasileiro, o famoso empurrar com a barriga. Nenhuma economia de fato ocorreu, essa conta estara la na frente. FGTS….voce esta brincando neh..?? E a mesma forma de raciocinio, atente bem ao que escrevo. Horas extras ou nao, todos que a fazem tem os mesmos descontos, portanto nao ha vantagem alguma e o fato de voce afirmar que trabalha ate 100 horas semanais….uauuuuu…voce e bom mesmo , ou entao os demais da forca sao preguisosos ou estao na praia. Se voce escolheu essa profissao, deveria saber no minimo de suas vantagens ou nao, se nao o fez, recomendo correr atras de outra com urgencia para ter uma vida digna que almeja. Mas sua aposentadoria com certeza sera melhor do que a grande maioria aqui fora. Nao reclame ainda e nao se faca de ofendido. Muita agua ainda vai passar debaixo dessa ponte e jamais sera possivel eliminar todas as desigualdades. Por mim, voces militares deveriam abracar a causa de direitos iguais para todos, alias como esta bem definido na CF de 1988, incluo TODOS mesmo….militares, justica,executivo, etc….. sera que temos as tais CASTAS onde alguns milhares sao melhores que milhoes ??
      Ahhhhh se for chamado a defender meu pais, com muita honra irei rapidamente me apresentar e so tenho 65 anos, mas sou Patriota em primeiro lugar e duvido que nessas FAs existam tantos assim abnegados como voce tenta mostrar. Sds

  16. Se a sonegação de impostos for ferrenhamente combatida (cerca de 500 bilhões de reais por ano), se o roubo dentro do que é arrecadado (cerca de 200 bilhões anuais segundo o MPF), se as diversas desonerações e demais abatimentos de impostos forem cortados (cerca de 360 bilhões anuais) dá para o Presidente Bolsonaro fazer um excelente Governo em todos os aspectos !!

    • Caro CRSOV. Imagino que todos os presidentes pensaram em alguma forma de ampliar suas receitas por outros modos além do aumento da carga tributária. O fato de não terem conseguido sugere que as coisas não são assim simples. O “triunfo da vontade” não basta para atuar na realidade. Temo que o argumento da “vontade política” já foi suficientemente desmitificado.

    • Tá é pouco, deveria ser 1 trilhão, todo mundo deveria aprender truques de sonegação, dando um prejuízo trilionário ao governo quero ver não ter mudança por estas bandas, não vão prender todo mundo, e se tentarem, vamos quebrar tudo na porrada….

        • Eu não cumpro lei imbecil, eu não assinei nenhum contrato social, o estado e seus parasitas não são bem vindos na minha casa, entrou sem permissão na propriedade come azeitona até dizer chega.

          • Mais uma vez faço um apelo aos moderadores.

            Não deixem que a trilogia vire espaço fértil para esses mongolóides.

            Eles já acabaram com todos os outros espaços para se discutir defesa no Brasil.

            Antigamente, já vi muita gente ser banido por muito menos. Inclusive pessoas que contribuíam para o debate.

            Olha a falta de respeito e idiotice desse cidadão. Não acrescenta em nada em debate nenhum.

          • Meu caro Felipe, o estado não é Deus na terra que nós tenhamos que ficar engolindo qualquer merda que eles tentem nos enfiar goela abaixo, se você aceita tudo caladinho, eu tenho péssimas notícias para você….

      • Já que o comunistóide ¨defensor da mortadela¨ é tão machão assim coloca aqui o seu endereço para vermos o Rambo socialista em ação. Kkkk!! Esse dai fuma ¨uma brava¨, coloca a boina e a camisa encardida do Che Guevara, se tranca no quarto para a mãe não ficar mandando ir trabalhar e vai para o teclado alucinado cheio de ¨coragem¨ teclar besteiras. Kkkk!

        • Para quê? Não devo satisfações da minha vida à ti, sorry! Essa é a diferença entre os que mandam, e os que apenas balançam a cabeça….

        • Paulo 3 de dezembro de 2018 at 5:50

          Paulo, apenas para sua informação o tal “defensor da liberdade” não é comunista, ele é libertário, mas em termos de chatice dá uma boa disputa entre eles e os comunistas rsrs…

  17. Primeiro passo é acabar com as pensões, tem varios casos de mulheres que tem filhos e não casam pra não perder a “teta” do salário do pai que era militar e morreu. Na minha família tem um exemplo disso. Piada de mal gosto com a cara dos brasileiros que são obrigados a sustentar essa palhaçada

    • O FHC malvadão carrasco dos militares acabou com essa farra em 2000. E acabou com a farra das promoções na inatividade e com auxílio-moradia em 2001.

      Por essa notícia, o Bolsonaro já vai acabar com a lei de 2001 e ressuscitar essa farra. Não é muito longe pensar que a próxima lei a sumir é a das pensões pra viúvas e filhas solteiras.

      • Verdade. Afinal, foi eleito para isso. Esse foi um dos motivos.
        Além de acabar com o Ministério do Trabalho.
        Afinal é ‘horrível ser patrão no Brasil’.

  18. Tivemos uma presidente, que prometeu 20% de aumento no soldo dos militares, Bolsonaro apenas vai colocar em prática esse aumentou. Com tanto militar no poder, é bem provável o investimento nas forças armadas e uma ajuda de países aliados.

  19. Alguns comentaristas aqui se comportam igual pombo jogando xadrez.
    O pombo derruba todas as peças, caga todo tabuleiro e sai voando com o peito estufado, como se tivesse ganho o jogo.
    Vão estudar um pouco sobre a lei de remuneração dos militares e a legislação vigente antes de fazerem comentários “sem pé nem cabeça”, como se fossem conhecedores do assunto.
    E “canhotos de plantão”, fica a dica: aceita que dói menos.

  20. Sem fazer as contas, provavelmente, dinheiro há para toda a vida e mais seis meses: se vendermos o petróleo do pré-sal a preço de mercado (US$ 57,57 = R$ 221,98 o barril) e não a preço chantageado (US$ 0,74 = R$ 2,85).

  21. O EB tem quase tem 300K de soldados na ativa pelo que eu sei, mas pq? eu contaria para 150K No máximo, a Marina é outra, uma Marinha de marinheiros de escritório. tem onde cortar nas FAs, quer aumento de salário então bora demitir esse bando de gente que não agrega nada.

    • Também acho, uma força pequena mas bastante profissional e bem equipada está de muito bom tamanho, principalmente para um país que foca na defesa.

        • O militar tem de se adequar às condições do País.
          Regime Geral da Previdência com teto de 5 salários mínimos.
          Se quiser melhorar seus rendimentos, faça uma poupança ou previdência privada como todos os outros brasileiros.
          O máximo que se podia aventar é criar um plano para descontos em mercados, colégios e etc. pelos serviços prestados à Nação.
          E está bom demais.

          • Comi muita mortadela nos tempos da faculdade… mortadela, ovo, sardinha… hoje só presunto pata negra com um vinhozinho, uma maravilha! Mas de vez em quando como uma mortadelazinha para relembrar os tempos da juventude…

      • Essa idéia de “força pequena, profissional e bem equipada” é tremendamente equivocada, para dizer o mínimo…

        Forças pequenas sempre estarão muito ameaçadas pelas perdas críticas em pessoal e material que possam sofrer. Logo, e mais ainda para um país como o Brasil, números são fundamentais. E aliás, vale dizer: a quantidade de militares no Brasil é até menor do que deveria ser, se considerarmos como parâmetro o tamanho de nossa população e incluirmos outras variáveis como distâncias e tamanho do território.

        O que se deve fazer, e o EB e as outras forças já vem fazendo isso, é buscar ao máximo formas mais econômicas de se lutar ao mesmo tempo em que se busca garantir as mínimas habilidades necessárias aos seus militares. Projetos como o ‘Guarani’ ( uma mais barata VBTP 6×6 ao invés de uma 8×8 mais cara, mas que ainda assim faz o necessário ) seguem essa linha de raciocínio.

        Enquanto isso, se gasta mesmo somente com aquilo que é absolutamente vital, como o submarino nuclear, SISFRON, entre outros.

        • Forças pequenas bem preparadas e equipadas ganham de forças grandes mal pagas, mal equipadas e treinamento ruim. Bombas e mísseis lançados com exito acaba com a tua grande quantidade de homens sem expor a força ao perigo. Aí aqui no Brasil inventam pensões para as filha dos militares ate não sei qntos anos.. Tem tb as mortes e indenizações, imagina um tanto morrendo na guerra o quanto de custo dará. Agora uma força menor e preparada não vira esse ciclo vicioso de milhares de indenizações e aposentadorias.
          Sem falar que os milhares de soldados não produz nada deviam exercer atividades complementares, ajudar no policiamento, combate a dengue, serviço de defesa civil pra ver moradias em riscos, fiscalização de fronteira, pelo menos alguns meses do ano. Aí sim valeria apena uma força grande. Um pouco de trabalho não faz mal a ninguém.

        • O nosso cenário é de baixíssima intensidade. Não é necessário todo esse contingente. Na verdade, o serviço militar nem precisava ser obrigatório. Mas acho que os reservistas deveriam passar por uma “atualizada” anual . . . Ganhando alguma bonificação por isso, claro. Talvez um salário mínimo durante o treinamento. Ou meio salário mínimo mensalmente para os voluntários a esse serviço extra.

    • Carlos, 300.000 é o efetivo de todas as FA. O EB tem algo em torno de 180.00.0 Hoje talvez até menos, algo em torno de uns 150.000. Detalhe: no Brasil a MB e a FAB fazem funções que em outros lugares tem forças próprias ou pessoal civil. Exemplo é o controle aéreo com mais de 10.000 pessoas envolvidas.

      RR razão te assiste. O EB e a FAB vão nesta linha com sucesso e a MB, depois de uns devaneios parece também estar compreendendo que não se pode ir atras de surtos de megalomania.

      • Sr. Colombelli obg por me passar os dados reais, mesmo assim acredito que está inchado, o EB e o Brasil precisam de guerreiros e não um bando pessoas que só sabem apertar um gatilho, o EB ao longo dos anos tem se mostrado bem ciente do que dá para fazer, não está num número astronômico que eu acreditava.

      • É melhor 100 k de soldados altamente profissionalizados, com Leopard 2a7, IFVs modernos, S-300+Pantsir, AH Apaches, satélites de comunicação e espionagem, drones e etc, do que 200 mil criando porco e galinha para comer em quartel e remendando a farda para durar 10 anos….

    • Concordo, muito pessoal das FFAA atoa, não precisamos de tantos já temos a PM e as reservas, fora civis que bem treinado pela força profissional engorda muito as fileiras. O importante é equipamento, pesquisa, tecnologia, e gente capacitada pra usá-los e ensinar outros a usar.

  22. Demitam os estrategistas militares! Chamem o pessoal daqui dos comentários para resolverem a questão militar do Brasil! Kkk….
    Brincadeiras a parte, só futuro para ver o que reserva.
    Se Bolsonaro conseguir diminuir o tamanho do ESTADO sem sacrificar áreas como defesa, educação, segurança e saúde, já terá feito um grande mandato.
    Mas como sou um ser civil e normal, devo estar errado.

  23. Diego Képler ( 2 de dezembro de 2018 at 20:23 );

    Não é o que a história demonstra…

    Historicamente, uma força equipada com somente o mínimo necessário e com o mínimo indispensável em treinamento, desde que escorada em números razoáveis, se sobrepõe a forças menores.

    O que o EB vem constituindo nos últimos anos, é uma força que possui um componente de elite bem treinado a frente de forças regulares com treinamento bem dentro da média dos grandes países ( como sempre demonstrado em exercícios conjuntos ), e cujo equipamento, se não é o melhor disponível, ao menos é suficiente para garantir o mínimo indispensável para mantê-la adestrada e apta a combater “em casa”. Vale dizer que o equipamento destinado aos soldados das forças especiais é praticamente da mesma classe das unidades equivalentes de primeiro mundo.

    Não existe isso de “não expor forças ao perigo”… O que conquista território ainda é – e será enquanto o homem for homem – botas roçando a poeira, e não uma arma guiada qualquer lançada por um drone operado de milhares de quilômetros. Portanto, uma hora vai ter de haver o contato direto. E por mais traquitanas que se tenha, nunca é possível eliminar todos os soldados do inimigo… Sempre vai ter alguém no caminho, como a história nos testemunha…

    É comum vermos esses “terrores tecnológicos” e acreditarmos que isso automaticamente vence batalhas, quando a verdade mostra que a guerra em si é muito mais complexa que isso… Basta observar Afeganistão, Iraque e Síria para se entender que, muito embora a tecnologia tenha sua parte, coturnos no chão ainda são fundamentais para a conquista… e que nunca se consegue pegar todos os inimigos…

    Isso posto…

    Em operações militares, perdas são inevitáveis. Por tanto, ter reservas não é luxo, e sim necessidade… E como disse um general, cujo nome não me lembro: “Mais cara que a vitória é a derrota…”

    Enfim… Ninguém pode esperar fazer uma guerra sem perdas humanas e comprometimento financeiro…

    A questão das pensões das filhas de militares já foi resolvida desde 2000, se não me engano, com a extinção do benefício. As remanescentes desse sistema são hoje sustentadas graças a um aporte de 1,5% a mais de contribuição de previdência.

    Força armada não existe para policiamento… Muito embora nos seja comum o uso de forças militares em operações de GLO, o treinamento das forças regulares é distinto da tarefa policial.

    Bem… Seja como for, já é comum no Brasil o uso das forças armadas para tampar buracos do governo e assumirem papel social ( combate a fome, construção de infraestruturas, tarefas de defesa civil, entre outros )…

  24. ‘A questão das pensões das filhas de militares já foi resolvida desde 2000, se não me engano, com a extinção do benefício. As remanescentes desse sistema são hoje sustentadas graças a um aporte de 1,5% a mais de contribuição de previdência.’

    Esse é um problema. Só deveria receber que teve o pai militar morto até 2.000 e olhe lá.
    Do jeito que está, a filha do militar nascida em 1999 terá direito à pensão, bastando o pai recolher apenas 1,5 % a mais.
    Ou seja, esse benefício será pago até 2.099 com filhas de militares morrendo com 100 anos de idade.
    Evidente que isso não é sustentável, pois, se fosse, bastaria expandir para o regime geral
    Deveriam acabar com o benefício de todas as que os pais não morreram e devolver esses 1,5% devidamente corrigido aos ‘beneficiários’.
    .

    • Antonio,

      Pelo que já li, o que está garantido é o benefício concedido até 1999. A partir daí, não haveriam mais concessões.

      Seja como for, calcula-se que haverão benefícios sendo pagos até 2060…

  25. Militares ganham mal. Desde 1984(último sensu). 300 mil militares e civis servindo nas três forças. (fonte ed. Abri, 1984), Não mudou muito. Previdência, quer no âmbito Federal, estaduais e municipais foram mal dilapidadas por seus gestores e isto não é de agora., Sempre foi assim. retirando dinheiro que era para aposentadorias para cobrir ênes rombos. Sou contra qualquer tipo de benefício. Isso só estimula a mais endividamentos. O trabalhador deve ganhar o equivalente ao seu trabalho. Essa questão de regime jurídico único, prejudicou e muito a vida do funcionário público. Sr Antônio deu uma boa ideia que o trabalhador pudesse também pagar uma previdência privada(válido), cursos , descontos para universidades seriam também bem aceitos. Uma vergonha o próprio STF aumentar seus salários com aval do congresso e sancionado pelo atual presidente. Deu no que deu: efeito “cascata” e todos têm razão em reclamar. Há categorias com mais de quinze anos com salários defasados. Não vamos crer que a culpa é e tão somente dos militares. O MP tinha por obrigação ter averiguado há tempos irregularidades Tirar direitos adquiridos, muito difícil porém para quem está entrando no mercado de trabalho, igualar todos: público e privado Temos de iniciar com algo. Diminuir com os cargos comissionados já seria um início e não é só a nível federal, Estados e Municípios idem. Inclusive nos três poderes. Abraços a todos.

      • Caro Rodrigo. Às distorções estão no judiciário, procuradoria e legislativo. Os salários no executivo são similares aos da iniciativa privada para as mesmas funções, mas sem a distorção da iniciativa privada de pagar em média 25% a menos para as mulheeres

        • Não são não..

          São raros os concursos que paguem acima do que eu ganho, mas eu sou um profissional com quase 25 anos de carreira e trabalho na iniciativa privada.

          Mesmo no judiciário os salários não são absurdos. Os absurdos estão nos “auxílios”, “gratificações”, etc..

          Os salários descabidos são aqueles de motoristas, ascensoristas, copeiros e outros profissionais sem qualificação alguma acima da dezena de milhar de reais.

          Enquanto semelhantes na iniciativa privada, ganhada 5-10x menos.

          Homem ganhar mais que mulher é uma mentira sem tamanho..

          Salário é dado sigiloso. Como se sabe que são 25% ? Através de pesquisa de IBGE que fazem com alguém que não sabe ao certo quanto o outro ganha ?

          Faça-me o favor..

          Eu não sou CLT, mas duvido que em alguma empresa uma mulher com o mesmo cargo, tempo de casa e experiência que um homem ganhe menos.

          E SE ela tem provas de que isto ocorre existem duas maneiras de resolver isto:

          1. Através do sindicato de classe. Façam estes inúteis fazerem jus para quem alguém se associe;
          2. Vá direto a DRT mais próxima.

          Esta é mais uma mentira da esquerda igualzinha a que ninguém ia querer ir para O Mais Médicos.

          • Nas fazendas de uva e manga que sou acionista não tem essa diferenciação de salário não, até pq o sindicato vive no pé enchendo o saco. A única diferenciação é o prêmio por produtividade, quem trabalha melhor ganha mais, e isso é questão de lógica. Uma falácia esse negócio de que mulher ganha menos que homem, fosse assim só teríamos mulheres empregadas, pois os patrões optariam pelo menor custo sempre.

          • Caro Rodrigo. Sugiro o documento “Women’s Earnings Lower in Most Occupations”, publicado pelo US Census Bureau em maio/2018, ou o relatório da Comunidade Europeia “2018 Report on equality
            between women and men in the EU” (particularmente, gosto muito dos relatórios da comunidade europeia dada as diferenças econômicas e culturais de cada membro. Boa leitura.

          • Camargo,

            eu ia fazer uma resposta longa mas o rapaz ai de cima já acabou com todo o seu esquerdismo pseudo intelectual das suas fontes literárias intermináveis.

            Se com a peãozada isto não acontece, com outros cargos vai acontecer menos ainda.

            E quando acontece são casos isolados.

            A esquerda é mestre em tornar a exceção regra e a regra exceção para validar as suas teses e você não é diferente disto.

  26. É um ciclo…a direita governa por anos até que o povo perceba que “deu ruim”…daí surge a esquerda pra salvar a pátria…daí de novo a esquerda faz bandalheira e a direita surge pra salvar a pátria e assim sucessivamente…Daqui a uns 6 ou 8 anos o povo vai tá puto com a direita e vai votar nessa mesma esquerda que tanto combatem hoje…E o país cada vez mais atolado!…

    • Eu conheço outro ciclo:
      A esquerda ganha a eleição. As classes B, C, e D melhoram um pouco de vida.
      Então, pensam que são das classes altas. Votam na direita.
      Ficam pobres de novo. Aí, votam na esquerda.
      E o ciclo se repete.

    • A esquerda e a direita são faces da mesma moeda…o problema é que o lado esquerdo já estava muito arranhado/gasto deixando o lado direito mais brilhante…Então através do seu voto os donos da moeda decidiram que agora era hora de governar pela direita….

      • Caro Cavalo. Penso algo parecido. Os conceitos de esquerda e direita são inerentes a um regime democrático de um estado de direito. No caso de estados de exceção, nos quais os direitos individuais perdem o valor (seja em uma ditadura ou em uma “ditabranda”), as ideologias perdem o sentido, como delicadamente descrito no poema “No caminho com Maiakóvski” do Eduardo Costa.

  27. Não adianta não ter limite de teto com gasto com militares , se a verba não é gastada da forma correta que deve ser , fui “milico” por 10 anos e vi na pratica isso , gastava com muita coisa que era “embuste” lá no EB , e faltou bastante coisa para gente em matéria de equipamento , para cumprir nossas missões no Haiti , todos são cientes aqui no blog que nossas FA tem um dos maiores gastos com defesa no mundo , mas que na prática não reflete em equipamentos de ponta para nossos combatentes .

  28. Reduçao de pessoal talvez na Marinha ou Fab mas no Exercito o numero e bem razoavel pelo tamanho do Brasil . Militares tem que ter diferenças dos demais funcionarios o que nao pode existir pra ninguem sao privilegios

    • Para mim a Marinha e a FAB não tem um efetivo suficiente para defesa da pátria. A PM do RJ também tem um irrisório para realizar a segurança pública no RJ. O efetivo da PM de SP por exemplo é 3 vezes maior. O que tem levado o emprego das forças armada a realizar outra missão fora do que deveria ser seu foco. Defendo o emprego maior de militares temporários não só nas forças armadas como também na PM, com vantagens de receberem bolsas de estudos em faculdades para terminarem sua formação. Militares temporário de boa conduta deveriam ser aproveitados para seguirem carreira na PM. A previdência dos militares tinha fundos para se sustentar sozinha, mas alguém teve a brilhante ideia de juntar tudo e agora está lenga-lenga.

      • que “pátria” cara-pálida? “pátria” não existe. e defender o quê contra quem? hoje em dia não se invade, compra-se. assim foi feito com o pré-sal e outros “ativos”. tem governante vendendo com gosto.

        • Este pensamento que não temos inimigos para o ponto de vista defesa está errado. Porque para se equipar e treinar uma força de defesa não é obra de uma semana. Atualmente um PA americano encosta no nosso litoral e não temos como esboçar qualquer reação. A China se ampliando suas forças marítimas. Dentre outras potencias como Russia, Inglaterra e França. Quem garante que eles elejam algum maluco que gosta de invadir? Agora pode não ser vantajoso, mas e no futuro? Por isso devemos estar preparados e dinheiro temos para isto. Para que os governantes continuem vendendo com gosto eles precisam manter as riquezas caso contrário pode ser que no futuro não haja mais nada para vender.

  29. Não concordo com esse papo corporativista.
    Bolsonaro tá parecendo minha adolescência. Pegava umas gatas de vez em quando mas, quando era pegar uma feia, tinha que ser feia com vontade.

    Anuncia boas medidas mas sempre cede para algum pedido corporativista. Militares pedem, ele arreganha. Evangélicos pedem, ele arreganha. Ruralistas pedem, ele arreganha. Mídia pede, ele arreganha.

    Tem que ter teto sim. Enquanto não reduzir drasticamente a porcentagem do orçamento que vai para custeio não tem que ter moleza não. Pelo discurso se percebe que o primeiro interesse é mexer em salário. Aposto que se, eventualmente, aumentarem a porcentagem do PIB que vai para defesa, não demora 30 dias pra sair edital de concurso. Tem que enxugar…

    E falem o que quiser…militar ganha menos que civil…militar não tem as mesmas vantagens inerentes aos cargos que os civis…etc etc. É verdade.
    Mas a conta está aí…Vão ter que dar um jeito na previdência. E nem sequer mexer com os militares pode ser um tiro no pé…pq se não der certo, daqui 04 anos a esquerda volta com tudo e os militares podem ser pintados como a causa de todo o mal. Sabemos bem como a esquerda é boa nesse tipo de retórica.

  30. Não sei o que é pior :
    Anarco-esquerda malhando militares e policiais por serem “reaças” e não merecerem o que ganham;
    Ou anarco-direita malhando militares e policiais por serem “despesa” e não merecerem o que ganham.
    Todo mundo quer Segurança interna e externa, mas não quer comprar nem quebrar ovos.

    • Delfim, boa parte aqui não “malha” os militares achando que não merecem receber um soldo melhor. Creio que um tenente ou um capitão, por toda a formação, mereçam receber mais que um analista judiciário. Assim como o policial militar/bombeiros e os professores tbm merecem. Temos também os profissionais da saúde. Enfim, o mundo é injusto mas é essa a realidade que se tem que lidar. E os gastos do orçamento da defesa conhecidamente são desequilibrados em relação a custeio e investimento. Aliás, não é uma peculiaridade da defesa. Em todas as áreas do GF tbm são assim. Creio que nos Estados e municípios a situação seja pior ainda. Veja que a maioria dos estados já estão no limite ou ultrapassaram os limites da LRF com pessoal. E custeio é um mundo além de pessoal. Por isso a importância do teto de gastos. Não dá para ficar jorrando recursos para irem para o mesmo lugar. Por isso, se quer incentivar a defesa, assim como a ciência/tecnologia e educação, que sejam aportes orçamentários restritos a investimento, pq é o que, de fato, gera retorno ao país. Quer melhorar salário dos militares? Faça o que tiver que fazer, mas, por exemplo, impeça os ministros do STF ou os parlamentares de se darem os pomposos aumentos que se dão e desloquem essa grana para os militares. Ou então, corte toda a grana gasta no executivo com eventos e sonelidades e destine aos militares. Tem que ser assim, tirando de um lugar e colocando no outro. Cofre breaks, coquetéis, jantares, catering com sorvete haagen dazs, serviços gráficos e publicidade inúteis etc. Leiloa as gigantescas frotas de carros oficiais e implementam o taxigov em toda a Administração. Para de trocar viaturas das polícias a cada ano. Para de comprar ambulância enquanto tem milhares paradas por aí sem uso, conforme já noticiado por diversas vezes. Aprovem a proposta do Moro de usar a grana dos confiscos na segurança pública (inclui a defesa). Vendam os vários e vários imóveis funcionais e acabem com toda a estrutura de apoio a este auxílio (as forças armadas tem muitos imóveis funcionais, especialmente aqui em Brasília). Há um mundo de recursos que vão pro ralo que podem ser remanejados caso exista uma auditoria seria de gastos públicos. Definitivamente, não é o caso de abrir uma exceção no teto.

  31. Felipe Morais.
    Não questiono o teto, inclusive eu coloquei isto lá em cima.
    A questão é toda esta discussão sobre salários e aposentadorias de civis e militares. Dá no saco. Ulysses Guimarães declarava que “os desiguais devem ser tratados desigualmente”.
    Um profissional de Segurança, militar ou policial, possui atividades e riscos próprios. Sem estabilidade não é benesse e sim garantia que não serão molestados com as democráticas alternâncias de poder.
    E por terem estabilidade, não tem FGTS, e por não terem FGTS, tem as aposentadorias integrais. Não há injustiça nisso. Faça as contas de qto custaria o FGTS de um Juiz, p.ex. Dá mais ou menos o mesmo que se paga de integralidade ao longo do restante de vida, com o agravante que FGTS se paga de uma vez só.

    • Delfim, os servidores públicos civis também possuem estabilidade pela mesma razão que descreveu e, maioritariamente, se submetem ao teto do INSS ao se aposentar.

      “Possui atividades e riscos próprios”. Vou aproveitar esse trecho para responder tbm ao XO. Antes de iniciar sua carreira militar você tinha uma grande noção de como seriam duas atividades. Me desculpe, mas não há como lhe responder de outra forma. Se você não quisesse se submeter a esse tipo de situação, que escolhesse outra carreira. Por esse prisma, os médicos e enfermeiros poderão alegar que merecem receber integralmente pq lidam com situações extremas. Professores irão argumentar que têm que receber integralmente pq educam as crianças até mais que os pais. E por aí vai…

      E sim, realmente não pode receber integralmente pq 95% dos demais servidores públicos não recebem. Quanto a esses 5% restante, o certo é igualar a situação dele aos demais e não deixar que fiquem escorados numa bengala argumentativa de terem que receber integralmente por isso e por aquilo.

      E coronel, com todo o respeito, se, pra você, dane-se o resto, não lhe importa, pare de de entrar em discussão sobre esse assunto. Caso contrário, pq você é desigual? Por causa de sua rotina militar, de disciplina e esforço físico? Por causa de sua dedicação integral? Por causa de eventual perigo em sua atividade? Como dito acima, você sabia de tudo isso antes de ingressar na sua carreira.

      Quanto ao seu caso, já cumpriu seu papel e adquiriu seu direito a aposentadoria integral. Excelente. Assim como vários servidores civis que tbm conseguiram suas aposentadorias antes do estabelecimento do teto. Nisso não se mexe. Agora na galera que ainda está na ativa se mexe sim. Se não mexer, a previdência não se sustenta. É simples assim.

      • E só para deixar claro, na minha opinião, o correto seria, já que o Estado resolveu promover um sistema de previdência pública, que os contribuintes recebecem seus proventos integrais, de acordo com o que recebia na ativa. Seria o correto, mesmo que se cobrasse mais do contribuinte. Acontece que esse sistema se mostrou insustentável por N motivos e, aí, foi estabelecido o teto. Então, se ficou estabelecido o teto para a maioria, que se estabeleça para todos.

        O certo mesmo seria o Estado não se meter em sistema de previdência. Poderia se limitar a estimular ou até obrigar que as pessoas investissem em previdência privada. E aí os contribuintes poderiam escolher qual empresa lhe ofertaria as melhores condições.

        • O fato é que muitos militares querem manter esse privilégio em detrimento de milhões de brasileiros.
          Votaram e deram apoio ao eleito por causa disso.
          Caso contrário, teria chegado a hora deles colocarem em prática o que o eleito deles vem pregando. Sacrifício pelo Brasil. ‘Brasil acima de tudo. Deus acima de todos’.

      • Rapaz, como assim “não querer se submeter a esse tipo de situação” ? Vou completar 28 anos na ativa em janeiro… acredito que isso seja suficiente para mostra que me “submeti a esse tipo de situação”… escever sobre as peculiaridades da vida militar não é catarse, mas apenas uma forma de expor como vivemos… para aqueles que quiserem ter uma visão mais clara e poderem fazer uma crítica mais imparcial…

  32. Aí eu digo que eu embarco, fico n dias no mar…, fico a bordo de serviço, sem cocha, se tocar incêndio na madrugada, tem que pular do beliche… se tocar SAR, tem que largar tudo e voltar para bordo… vão dizer que isso é da carreira escolhida, faz mais do que a obrigação… mas quando veem que eu vou receber integralmente meu salário na reserva… ah, não, aí não pode… realmente, a grama do vizinho é sempre mais verde…

    • XO, esse tema já deu, faz anos. No PA, acho que ano passado, copiei e postei o parecer do TCU sobre nosso sistema de seguridade social (milico NÃO TEM PREVIDÊNCIA! ). O próprio TCU, do governo petista, concorda que tem que ser assim. Se não tem dinheiro pra manter FFAA, fecha, e manda todo mundo pra casa. Eu e você somos desiguais, e quero ser tratado como desigual. Minha aposentadoria é integral, e fiz juz à ela. E dane-se o resto.

      • Caro Cel, Nery e XO. No caso dos docentes de universidades federais em regime de dedicação exclusiva, também não existe horas extras e é preciso estar 100% disponível (inclusive final de semana e a noite) para qualquer emergência (acidentes nos laboratórios), além das jornada diária de 10 ou 12 horas sem qualquer adicional (já virei muita noite para concluir documentação de projeto, revisão de teses/dissertações, etc etc. E a aposentadoria é limitada ao valor do INSS. Quem quiser que faça a própria previdência adicional. Professores de química, biologia, anatomia, que frequentam ambientes insalubres ou com risco, não tem direito aos adicionais de insalubridade ou periculosidade por que a exposição é eventual (ao contrário dos técnicos que tem exposição diária)… mas não reclamo, ainda sinto-me privilegiado pela carreira que escolhi (sabendo de tudo isso…). Um grande abraço.

        • Camargoer.
          Militares brasileiros, antes de tudo são brasileiros. E como tal são adeptos da Lei de Gérson.
          Para resolver essa questão de aposentadoria, deveriam:
          1) Elevar a idade para reserva para 60 anos;
          2) Dos 60 aos 65 anos, o sujeito ficaria na reserva recebendo integral.
          3) Aos 65 anos, aposentadoria compulsória com teto do INSS, porque já passou do tempo de ter qualquer utilidade nessa função.

          • Militar adepto de “lei de Gerson” ? Porque é brasileiro ? Isso é uma falácia… Não generalize… é leviano de sua parte… existem bons e maus profissionais em qualquer ramo ou ocupação… seja ao menos imparcial em suas ponderações…
            Propor essa solução sem fundamento não adianta nada… se quiser algo de concreto, veja como ocorre com os militares norte-americanos, por exemplo… seria muito mais válido e proveitoso você discutir uma proposta baseada em uma situação existente do que essa altetnativa que você propõe sabe lá baseado em que…

          • De acordo com os dados coletados, no Brasil, se ingressar na carreira com 17 anos, um militar vai para a reserva com salário integral aos 47 anos. Nos EUA, é possível tirar a aposentadoria mais cedo, aos 37 anos, mas o valor da remuneração nesse caso é de 40% do salário.
            Se for com o mesmo tempo de serviço do brasileiro a aposentadoria é de 60%. Melhorou?
            Obs. E lá, eles costumam ir à guerra toda hora. Realmente é uma profissão de risco.
            Fonte: Economia – iG @ https://economia.ig.com.br/2016-12-18/aposentadoria-militares.html

  33. A melhor forma de desenvolver nosso exército é se desvencilhando das garras rapaces dos EUA. Fazer exatamente o que a India faz: jogar pelo Brasil, não por EUA, China, Rússia ou qualquer outro. Bolsonaro não é o Trump brasileiro, então por que não veio com o slogan: Brasil primeiro?

    2018 e o Brasil ainda operando F-5, pelo amor de Deus! estão na década de 50?

    E na hora da renovação ainda comprar Gripen, pelo amor de Deus! Ok, vamos descartar equipamentos de origem russa ou chinesa, afinal nossa independência não vai tão longe. Mas já que tinha que ser equipamento de origem ocidental, para não comprarmos briga com nosso chefe, pelo menos comprássemos o Rafale ou, como segunda opção, eu até preferia F-16 com chip de desativação que essa enganação chamada Gripen.

    Ok, a escolha já foi feita e não tem mais volta, mas como dizem, o choro é livre.

    Enquanto estivermos sob jugo americano, nunca seremos uma potência militar. Acha que os americanos permitiriam uma “segunda Rússia”, ainda mais localizada na América?

    Nem em sonho.

  34. O Marrocos está comprando 162 tanques Abrams a um custo de 1,3 bilhoes de U$. E nós ficamos chorando para reformar uns Leos ultrapassados. Tem quem ache os Abrams muito pesados para nossas pontes. Será? Vejo cargas mais pesadas trafegando normalmente em nossas estradas. E, dizer que turbina gasta muito é subordinar o acessório ao principal.

  35. ” Camargoer 3 de dezembro de 2018 at 11:02

    Caro Rodrigo. Às distorções estão no judiciário, procuradoria e legislativo. Os salários no executivo são similares aos da iniciativa privada para as mesmas funções, mas sem a distorção da iniciativa privada de pagar em média 25% a menos para as mulheeres”

    As diferenças salariais entre homens e mulheres se dão por causa da diferença de produção… homens, conforme mostrado por Warren Farrel(Ex-militante feminista), produzem mais….Logicamente, homens vão receber mais…. O livro de Farrel aliás é usado por muitas mulheres executivas já que ele trata de verdades financeiras e métodos práticos de sucesso…e não de ladainhas fascistas feministas sobre opressão, cotas etc…Kate Bush, por exemplo, uma das mais impressionantes compositoras e cantoras performáticas de todos os tempos odiava a palavra “feminismo” e vivendo na época da explosão feminista o comparava ao machismo…. Como se vê Kate Bush não precisou do feminismo para atingir os estudos e a fama que teve… Ela ganhou títulos de honra e prêmios que feminista nenhuma jamais ganhou…. Sem precisar do feminismo…. Eu posso também citar Ada Lovelace, as diversas mulheres que operavam o ENIAC(o primeiro supercomputador do mundo), até mesmo Trótula de Salerno, que era professora de Medicina…eu disse PROFESSORA DE MEDICINA… ainda no século 11…. Nenhuma delas precisou do feminismo…

    Opressão é o que 36 milhões de escravos no mundo sofrem…Opressão é trabalho infantil….Opressão é o que mulheres do Oriente Médio sofrem diariamente… Opressão é o sistema de castas da Índia… Isso é opressão.. essas pessoas têm pelo que lutar….feministas não….seu movimento nasceu com bases eugenistas e radicais além de ser um movimento totalmente abrangido por mulheres de classe média que fazem campanhas pela internet por coisas fúteis…. Tal movimento é hoje tão tosco que nem a Suécia(país mais feminista do mundo) aguenta mais o feminismo…. a onda conservadora aumentou muito lá esses últimos anos….Muitos estão acordando e vendo do que se trata esse feminismo misândrico….

  36. O braziu nunca foi uma nação independente e soberana…era uma colônia de uma outra colônia…e hoje é colônia do mundo…apesar de as vezes ser critico com as FA’s daqui…eu acredito que a única saída para este pais seja a instituição de um sistema parlamentarista mas formado só pelo o alto escalão dos militares do pais…uma espécie de sistema parlamentarista militar…onde todos os outros poderes ficariam subordinados e os generais escolheriam um entre eles para comandar o pais…e dividiriam entre eles o controle de todas as estatais…para evitar que se corrompam um percentual dos recursos das estatais seria dividido entre eles…eles teriam que ser os mais remunerados entre os servidores públicos do pais…pois isto os fariam zelar pelo pais…os fariam zelar pela nossa soberania…pelo o desenvolvimento da indústria nacional e pelo o desenvolvimento social e econômico do pais…o Brasil precisa criar e desenvolver um sistema que o torne imune a corrupção dirigida tanto por influências corruptoras internas como externas…infelizmente a maior parte das FAs foram aparelhadas pelos estrangeiros mas ainda existem militares patriotas e nacionalistas nas FA’s…

  37. Desculpem meus caros mas sua posição parece, sem querer ofender, invejosa.
    Vocês é que escolheram uma carreira civil, fácil, sem riscos, para agora chamar a nossa sofrida escolha de “privilégios”. Sim, são privilégios no sentido literal de “lei privada”. Carreiras próprias de Estado, que não tem paralelo no mercado privado.
    E quem achar que profissionais de Segurança não merecem, que votem na esquerda e façam beijaço com bandido.

  38. “Camargoer 3 de dezembro de 2018 at 17:34

    Caro Rodrigo. Sugiro o documento “Women’s Earnings Lower in Most Occupations”, publicado pelo US Census Bureau em maio/2018, ou o relatório da Comunidade Europeia “2018 Report on equality
    between women and men in the EU” (particularmente, gosto muito dos relatórios da comunidade europeia dada as diferenças econômicas e culturais de cada membro. Boa leitura.”

    A ex-feminista Warren Farrel no seu livro “Why men earn more”(Por que os homens ganham mais) explicou que homens ganham em média mais por causa da própria natureza com a qual homens e mulheres lidam com trabalho…Homens são mais propensos a aceitarem tarefas de risco e geralmente escolhem empregos melhor remunerados enquanto mulheres têm mostrado preferência por áreas cuja remuneração não é a maior no mercado…Além disso homens geralmente trabalham por várias horas extras a mais que mulheres…e a maior parte das mulheres ao contrário do que o feminismo tanto deseja não está satisfeita em competir com seu marido…aliás essa teoria feminazi de que a mulher pode ser esposa, mãe e boa empresária ao mesmo tempo já foi provada errada…tal inverdade feminista estressa a mulher e tira a qualidade de vida dela….Mulheres precisam em geral sacrificar uma das partes pra ter as outras equilibradas…É aí que entra…as mulheres preferem e escolhem sacrificar o emprego, a carreira, para cuidar melhor da sua família…As feministas odeiam isso e falam que é culpa do machismo mas não é….Isso é Psicologia e dinâmica social…nenhum ponto da sociedade ensina as mulheres a fazerem isso pelo contrário…. o feminismo impregnado na sociedade ensina-as a irem com tudo em todas as áreas que puderem, adiando a família, mesmo que lhes custe a própria felicidade….As mulheres com o tempo largam isso e contentando-se com um emprego de meio período ou mesmo abrindo mão do trabalho, acabam preferindo justamente a família..rs…

    • “Camargoer 5 de dezembro de 2018 at 9:59

      Warren Farrel é homem, não uma ex-feminista.”

      Errado…ele era homem mas era militante do feminismo…

      “Fundação feminista

      Quando a segunda onda do movimento feminista ganhou força nos anos 60, o apoio de Farrell levou a Organização Nacional das Mulheres de Nova York a convidá-lo para formar um grupo de homens. A resposta a esse grupo o levou a formar cerca de 300 grupos adicionais de homens e mulheres e se tornar o único homem a ser eleito três vezes para o Quadro de Diretores da Organização Nacional das Mulheres de Nova York (1971-1974).[5] Em 1974, ele deixou a organização nova-iorquina e seus ensinamentos na Universidade de Rutgers quando sua esposa se tornou “companheira” da Casa Branca e ele se mudou com ela para Washington D.C.[5]

      Durante seu período feminista, Farrell fez comentários escritos para o New York Times e apareceu frequentemente nos programas Today Show e no Phil Donahue Show, e apareceu na People, Parade e na mídia internacional. Isto, e seus grupos de homens e mulheres (um deles teve John Lennon como membro), inspirou “O Homem Liberado” (“The Liberated Man”).[5] O livro foi escrito de uma perspectiva feminista, introduzindo preparativos familiares e no trabalho que poderiam melhor acomodar as mulheres no mercado de trabalho e encorajar homens prestadores de cuidados. ”

      Warren Farrell :

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Warren_Farrell

      • Caro Cavalo. Geralmente, só recomendo aquilo que já li. Nos últimos dias, consultei as livrarias online e descobri que nenhum livro dele foi traduzido para o português, o que significa alguma demorar até chegar um livro adquiro pela Amazon. Pensei em consultar a biblioteca de minha universidade, mas eles não possuem qualquer exemplar. Pensei em solicitar á USP por meio do acordo entre bibliotecas, mas a USP também não possui um único exemplar. Talvez o W. Farrell tivesse publicado um artigo científico, mas não encontrei nada publicado por ele em uma revista científica. Um autor como Richard Dawkins (do Gene Egoísta) aparece com cerca de 2500 citações científicas. Warren Farrell nunca foi citado. Ele parece ter pouco prestigio na comunidade científica. Agradeceria se você indicasse uma referencia mais apropriada.

  39. Antoniokings4 de dezembro de 2018 at 21:37

    Fico satisfeito que tenha consultado o processo nos EUA… pena que tenha optado pelo iG.. sugiro ver: https://militarypay.defense.gov/Pay/Retirement/

    Neste link, você verá que, aos 20 anos de serviço, o percentual é de 40 ou 50% (a depender do plano) e aos 30 anos, 75%… é efetuado desconto do militar, somado à contribuição do governo… e existe correção para compensar a inflação… claro que há outras características e detalhes, mas isso já seria uma base para um bom debate para efeito de proposta alternativa ao sistema vigente… ressalto que o modelo em estudo no MD prevê aumento para 35 anos de serviço e inclusão de desconto específico…

    Quanto à “eles costumam ir à guerra toda hora. Realmente é uma profissão de risco”, reconheço uma falta de conhecimento, uma vez que atividade militar em tempo de paz é privada tão somente de alguém do outro lado tentando nos acertar… o navio sai carregado de combustível, munição… a aeronave decola, cumpre perfis operacionais… o submarino mergulha, realiza manobras de ataque e evasão… o FN pula mesmo de paraquedas… mas isso é a visão de quem exerce a atividade há 27 anos, já passou perrengue em pouco mais de 1000 dias no mar…

    • Que seja.
      O fato é que no Brasil o sujeito entra aos 17 anos nas F.A, ganhando ‘X’, recolhe um percentual de cerca de 7,5% durante 30 anos e se aposentam recebendo 100% de, digamos ‘2X’ durante mais trinta ou quarenta anos. Isso quando não deixa para mulher ou filha.
      É evidente que essa conta não fecha. Se fechasse, bastaria estender a todos os brasileiros.
      Além disso, temos diversas outras profissões civis com periculosidade muito maior (petroleiros, mineradores, eletricista de alta voltagem e dezenas de outras). Eles têm algum adicional. Podem ter, mas não têm estabilidade no emprego nem a certeza do salário no fim do mês.
      Apenas no Brasil existe essa relação ‘tipo de trabalho x aposentadoria integral’ E é evidente que isso tem de acabar mais cedo ou mais tarde.

      • Eu acho q os militares deveriam ganhar o teto quando na reserva.
        Pena q o governo federal não tem como pagar tudo q os militares não ganham para a ativa….
        Com os serviços q tiro, dias de operação e exercício, horas extras e noturnas e periculosidade, ganharia no mínimo o dobro q ganho… sobraria bastante pra reserva.
        Infelizmente o GF não é burro o suficiente para economizar infinitamente menos com a reserva do q vai passar a gastar com a ativa.

      • Em uma conta rápida:
        Se o militar começasse a carreira descontando sobre o salário final (o que não ocorre), teríamos sua contribuição total de 0,075 (alíquota) X 12 (meses) x 30 (anos) = 27.
        Ou seja, recolhe o equivalente a 27 salários durante toda a vida ativa.
        E recebe 1 (salário integral) x 12 x 30 = 360 salários.
        Isso se não viver mais podendo ser 40, 50 ou mais anos se deixar para a mulher.
        Não há rendimento que compense esta distorção.
        Não por isso que o deficit da previdência militar está estimado para R$ 90 bilhões em 2019. Um terço do rombo para um quantidade pequena de beneficiários.

        • Corrigindo. Deficit da previdência de militares e servidores.
          Para os militares, o Orçamento da União para 2019 prevê R$ 3,3 bilhões de receita e R$ 46,6 bilhões de despesa para a Previdência. Deficit de R$ 43,3 bilhões.

          • Pois é… Se mudar tudo, em 30 anos, vai economizar uns 150 milhoes ao ano no maximo, ate q todos estejam nessa conta, dando uma economia anual de no maximo uns 5 bi.
            Ja a ativa passaria a receber mais 60 bi em media ao ano.
            O q é melhor?
            Ou o militar vai trabalhar quase o dobro q dos outros, em situacao de risco elevado, e nao ganhar absolutamente nada por isso?
            Essas contas já foram demonstradas por todos os Comandos e FGV pra todos os tres presidentes desde FHC.
            Advinha… ninguém mudou…

      • “Que seja” ? Como assim ? Escreve isso aí e insiste em querer comparar carreiras distintas ? Matemos então os meus e os seus argumentos e “que seja” o ônus e o bônus de cada carreira…

        Não existe previdência para militares… o link abaixo pode ajudar:
        https://www.marinha.mil.br/spsm/node/13

        Reparo também que você demonstra desconhecer a LRM ao acreditar que o desconto de 7,5% banca nosso pagamento na reserva… esse valor acumulado custeia a pensão militar devida ao dependente legalmente instituído… e continua a ser descontado até o falecimento do militar…

        No mais, a MB já iniciou a redução do efetivo em paralelo com a subsitituição gradual do pessoal de carreira por militar temporário… isso, aliado às modificações que inevitavelmente ocorrerão (aumento de tempo de serviço e instituição de desconto específico) diminuirão o gasto reservado ao pagamento de pessoal…

        • Siga as orientações do Presidente eleito e faça uma escolha: Ou direitos sem salários ou salários sem direitos.
          Essa situação, está muito longe de se sustentar sob o ponto de vista de qualquer cálculo atuarial.
          Tem de mudar. É questão de mais ou menos tempo.
          Em tempo: No final de tudo, o caixa é da União, portanto qualquer contribuição ou pagamento entra e sai dele. Assim, os deficits são cobertos pelo Governo. Deste modo, dá na mesma se os 7,5% vão para ‘A’ , ‘B’ ou ‘C’. Isso é apenas uma questão ‘contábil’. No final, o bolo é um só e está na rubrica ‘Previdência militar’.
          Torça para que esta questão se arraste o máximo possível.
          De resto, saudações.

          • A questão é a seguinte:
            Quantos países têm aposentadoria integral para todos os salários?
            Quais países têm aposentadoria integral para militares?
            Será que é mais ‘perigoso’ ser militar no Brasil que nos outros países?

          • Xings, se ferrou! Quem manda ser civil? Não quis fazer a prova da ESPCEX? EPCAR? Colégio Naval? Agora chora. Com 15 anos eu, XO e Agnelo já vestíamos farda, prestávamos continência, marchávamos. E tudo isso longe da mamãe!

          • Não preocupe Reinaldo.
            Sou funcionário público, com salário mais alto que de militares e com aposentadoria integral já assegurada.
            Só para constar.
            E com auxílios que vc não tem.

          • E isso tudo não me exime de achar que isso é injusto.
            Ok?
            Agora, só abro mão disso depois de vcs, visto que são patriotas e querem o ‘Brasil acima de tudo e Deus acima de todos’.

          • Há é!? Já que é assim eu também sou um funcionário público (o concurso público que eu passei tinha 20 milhões de candidatos para uma vaga!!) cheio mordomias e secretárias lindas e recebo um salário nababesco que é o triplo do que os ministros do STF ganham para ¨trabalhar¨ por três meses no ano, dois dias por semana das 14 às 17 hs só para conferir se esta fazendo sol ou chovendo. Kkkk.

  40. Parei… o cara malha o militar e agora tira onda afirmando que ganha mais do que a gente, dizendo-se funcionário público com o mesmo direito aos proventos integrais que critica !!! Achei que você reclamasse porque era da iniciativa privada !!! Pode ir !!!
    E a tal da Lei do Gerson daquele comentário lá em cima ??? Depois daquela ainda tem a cara de pau de escrever que “Só abro mão disso depois de vcs”… você não tem moral nenhuma para argumentar…
    Enquanto você pilota escrivaninha na segurança da sua sala com ar-condicionado, rapaz, eu sou responsável por pessoas… pais, filhos, maridos !!! Isso sem falar do patrimônio da União !!! Não venha portanto questionar !!!
    É por causa de caras como você que leio comentários sobre as “castas do funcionalismo”… safo estou eu que sou marinheiro por opção, militar com orgulho, não um burocrata empurrador de papel…

    • Como eu disse. Tenho direito, mas não fico arrumando desculpa esfarrapada para justificar.
      É injusto com o resto da sociedade? É!!!!!!
      E tanto é, que os novos funcionários perderam o direito.
      E agora, está na vez dos militares darem a sua cota.

      • Cara, você é a incoerência em pessoa… “venha a nós o vosso reino”…
        Vá conhecer o que os militares fazem Brasil afora ao invés de fazer uso dessa argumentação barata de “desculpa esfarradapa”… vai pesquisar sobre o que é ACISO, ASSHOP… vai procurar saber aonde fica Estirão do Equador, Palmeira do Javari e Ipiranga… vai aprender sobre sinalização náutica, levantamento hidrográfico, confecção de carta náutica, emissão de Aviso aos Navegantes… vai inteirar-se sobre Patrulha Naval, Inspeção e Operação Verão… vá ler sobre SALVAMAR e SALVAERO… lembre da incompetência dos governos nas diversas esferas (e você pertence a uma delas) cujos problemas decorrentes são frequentemente arremesssados para as FFAA resolverem… mais rápido e mais barato, aliás, como já provado pela Engenharia do EB… então, não existe desculpa ou argumentação alguma de nossa parte… o que existe é o cumprimento da tarefa atribuída… inclusive quando vocês, funcionários engravatados, não dão conta do recado…

        • XO.
          Respeito muito o trabalho dos militares (mesmo porque meu pai era um) e não estou questionando suas capacidades e sua serventia ao País.
          Estou apenas falando da questão da salarial.
          Temos de admitir que tanta a sua situação como militar, como a minha de servidor civil são injustas com sociedade.
          Somos privilegiados. Isso é inquestionável.
          E não adianta ficarmos aqui enumerando que fazemos isso ou aquilo, porque outras pessoas da sociedade civil fazem coisas parecidas com salários muito menores e em condições muito piores.
          É só isso. Não estou desmerecendo nada nem a ninguém. Ok?

          • E pra finalizar a questão, eu considero o salário do militar relativamente baixo, só discordo do regime de Previdência que, acredito, não existe mais em lugar nenhum do mundo.

  41. Eu ja fui servidor publico civil e militar, federal e estadual, e inclusive tive um cargo muito bem pago e muito almejado no judiciário no RS. Também trabalhei no MP por 05 anos. Talvez aqui eu seja um dos poucos que teve esta vivência no funcionalismo civil e militar.

    O que digo não digo para puxar saco dos militares e (vale pro pessoal da segurança civil também mutatis mutandis). Mas não dá pra comparar o serviço civil com o militar ou de segurança, nem ativos nem pra efeitos de aposentadorias.

    O expediente no quartel é “a princípio” de 12 horas praticamente, e não tem hora para terminar. Voce tira sargento ou oficial de dia, comandante da guarda, comandante de guarda do paiol, comandante da guarda do escambau.. ( sempre tem uma diferente cada OM) patrulhas em campos de instrução ( pensa um Gericinó da vida). Quando está de serviço é praticamente o tempo todo de pé. Lida com armas carregadas, vai a campo, dorme mal e pouco, períodos de instrução começo do ano vai até 22 ou 23 horas. Isso acaba fisicamente com o cidadão. Eu vejo colegas de escola que estão envelhecidos, brancos, com rugas de sol. Acabados. Não tem vaga pra todo mundo em serviços administrativos. Como tu vai por um elemento de 45 anos judiado e surrado de alça de gaita correr atras de blindado?

    Pessoal da marinha é mesma coisa, em mar é serviço o tempo todo, aperto desconforto, tensão. Pilotos tem o desgaste próprio da atividade que é notório.

    Larguei para estudar, não dava. Dormia ( torava) na aula.

    Agora imaginem os policiais do Rio, por exemplo. E é por toda parte ainda que em menores niveis. Aqui mesmo a 30km anteontem a policia matou 6 vagabundos num assalto. É risco o tempo todo, inclusive na folga.

    Tempo que trabalhei no MP era ar condicionado, minha sala, e expediente certo, fone de ouvido e tinha tempo até pra escrever. No judiciário férias de 2 meses (absurdo que eu combatia a custo da simpatia dos “colegas”) e eu fazia meus horários, ganhava substituição. Isso que no RS foi o ultimo estado a implantar o subsidio. Quando entrei em 2007 um juiz ganhava 7300.

    Detalhe importante e imperativo, quase todas as atividades desenvolvidas do meio militar não tem aplicação imediata no meio civil.

    Estas coisas tem que ser pensadas. Existe coisa para cortar? sim. Vamos começar por onde?

    1) cargos mega remunerados do legislativo como os motoristas e ascensoristas do senado e câmara.
    2) Pinduricalhos da magistratura e MP, como direção do forum, JEC, auxílio mordia que a PGR quer imoralmente manter), auxílio alimentação, férias de 60 dias auxílio de mudança etc… Isos vale pra delegados e outras carreiras como procuradores fazendários e defensoria que entram no embalo.
    3) Cargos de tribunais de contas.
    4) Estatais inúteis.
    5) parlamentares temporários ganhando fora do teto do INSS

    Tem muita coisa pra cortar, mas a despeito disso vai chegar nos escalões mais da base de um jeito ou de outro.

    Que a aposentadoria dos militares terá que mudar, isso terá, assim como a dos civis, mas ela não poderá ser igual a do civil. E lhes falo isso como quem ja esteve nas duas posições.

    E não se esqueçam: sob o ponto de vista legal, há o direito adquirido a determinado regime que se implementa quando se atinge as condições para aposentadoria, seja ela solicitada ou não.

    Logo, teremos de trabalhar um regime de transição para quem ja está, sobretudo para os que estejam próximos da data para que não haja a surpresa e prejuízo imenso. Isso será complexo e não vai agradar a todos.

    Mas todos sobretudo os que ainda não se aposentaram ou não adquiriram o direito a tanto, terão cedo ou tarde de dar sua contribuição. Cada um faz suas escolhas e arca com as benesses e dificuldades. O que a gente não pode perder é a clareza de reconhecer que temos vantagens e desvantagens e que ambas deverão ser tomadas em linha de conta na hora de se ceder, mas todos terão de ceder um pouco. É uma questão de sobrevivência.

    • É isso aí. Sensatez.
      A propósito. Salário inicial de Juiz (agora) é de cerca de R$ 26.000 (sem contar os adicionais) e eles se acham diferentes, iluminados, sacrificados, incompreendidos, injustiçados e mal remunerados. Daí, vc pode ver que cada um acha uma coisa de si mesmo, normalmente diferente do que os outros pensam

  42. Eu defendo a pensão e direitos dos militares exatamente como está. O sujeito coloca a sua vida em risco e, vez por outra, morre nos defendendo e não queremos pagar pensão para a mulher e filhas dele? façam o favor.

    Não obstante, a maioria dos militares – pelo menos dos que postam aqui – não tem qualidades para defender o Brasil. Na minha opinião, deveriam pagar pelos anos gratuitos de qualificação que tiveram às custas do nosso bolso de contribuinte e em seguida serem transferidos para as FA dos EUA.

    Vão morar em Miami; vão morar perto da Disney; sejam felizes nos States, mas não vistam a farda brasileira, porque vocês não merecem. Vão vestir a farda norte-americana e morrer pelos EUA.

  43. Leiam pessoal!

    https://www.msn.com/pt-br/dinheiro/aposentadoria/as-aposentadorias-de-militares-no-brasil-s%c3%a3o-mais-generosas-que-as-de-outros-pa%c3%adses/ar-BBQzhVc

    Um dos vários motivos do sucateamento das forças, além da pesado gasto que gera ao estado.
    Tem que investir em equipamentos(compras e desenvolvimento) e não em salários e mordomias. Que piada! Pensões para filhas! O militar que não estiver satisfeito que que dê baixa e corra para o mercado de trabalho e iniciativa privada, que vai ser bem mais fácil.
    Tem que ser esse padrão americano e inglês mesmo. Daí para menos. Obviamente, deve-se fazer uma limpeza no executivo, legislativo e judiciário também que são bem piores.

    • Vc está redondamente enganado.
      Primeiro, pensão para as filhas acabou!!! Sentem quem já tinha antes.
      Segundo, o militar morre e não deve ter amparo??? O Sgt paga aluguel, não tem $$ pra boa escola dos filhos, passa no mínimo metade do mês fora de casa em serviço, exercícios e operações e dane-se… tá lá porque quer!!! Com a responsabilidade de um Guarani de 6 milhões, 8 homens armados ….
      Terceiro, o problema do $$ começa com toda a sociedade, já q 1/2 do q deveria ser arrecadado é sonegado…

      • Esquece isso.
        Militar americano passa meses no exterior, levando tiro do Talibã todo dia, dormindo no meio do deserto, pilotando helicóptero, tanques e etc e NÃO TEM aposentadoria integral.

      • E outra. A pensão para a filha acabou em 2001, mas tem um passivo bilionário a pagar, sendo que as filhas nascidas antes desse ano vão receber.
        Segundo o texto:
        ‘Só o Exército tinha, no início do ano, mais de 67.600 filhas de militares recebendo R$ 407 milhões por mês – o que dá um valor de mais de R$ 5 bilhões por ano. A Aeronáutica e a Marinha não divulgam os valores, apesar de se tratarem de dados públicos. No total, são mais de 110 mil filhas de militares recebendo pensões.’

        Mais didático que isso é impossível!

  44. PS: Sou leitor da trilogia desde 2006! Embora não sei qual conheci primeiro….Se Naval, se Aero ou Forte. Não lembro! Leio muito e comento raramente! Hahaha.

  45. Se os servidores da União estão com problemas quanto à aposentadoria, imaginem dos Estados e municípios? Estado do Rio de Janeiro, Caxias(RJ) e outros. desculpem anos e anos de desvios de verbas, malversação do dinheiro público, roubalheiras e mais roubalheiras. E continuarei trabalhando. Aposentar? 60 a 65 anos meu tempo limite ? Talvez? Acredito que todos estão certos. Tem direito adquirido, ótimo! Integral, lógico! Acabar com os privilégios e benesses, perfeito! Igualar teto de gastos da iniciativa privada e do público, concordo plenamente. Todos pensam que o Executivo fará tudo. Ledo engano. E o Congresso? Quem vai legislar? No governo Sérgio Cabral, quando se propôs que os royalts fossem distribuídos a todos os Estados e Municípios, houve manifestações , choro(do Cabral e asseclas) Os royalts devem ficar no Rio e Blá blá blá… Tudo foi desviado e o dinheiro acabou. Estado Falido. Caxias(RJ) pagava excelente salário, hoje, servidores da ativa e aposentados mais de seis meses sem receber. Cadê o dinheiro? Abraços a todos. Continuarei trabalhando e preciso de mais… Reitero os abraços.

  46. Eu sei que pensões para filhas acabaram, porém foram para ingressantes após 2001. O estado vai pagar essas pensões até 2060. Imagine o peso para o estado, que desperdício. Eu sei que muitas dessas filhas se casam(escondido), tem filhos e continuam a receber pensões. Vão estudar e trabalhar como todo brasileiro! Respondendo algumas questões: Se o militar morrer ou sofrer sequelas merece, na minha opinião, salário integral. Aluguel todo brasileiro paga. Escola militar é uma privilégio que muitos brasileiros não tem. Ficar fora de casa todos ficamos. É um orgulho usar equipamentos de milhões embora a responsabilidade seja grande. Concordo que o problema é a sociedade como um todo. Esses problemas militares são UM dos problemas. Tem que servir por amor ao Brasil do contrario siga outras carreiras. E concordo que tenha que mudar também o executivo, legislativo e judiciário que são piores. Cortar todas os auxílios e deixar só o salário. Nada de auxilio moradia e outras mordomias. Nada de acumulo de aposentadorias pelo estado. Fica muito pesado para o estado custear deputados que se aposentam com dois mandatos. Deveria ser como todo brasileiro, contribuir 35 anos e idade mínima. Fazer uma media salarial e receber uma valor nunca acima de um teto. Juízes merecem além do salário nada a mais e nada a menos que seguranças para não serem mortos por bandidos.
    É esse Brasil (que eu amo) precisa de muita correção!

  47. Vcs esquecem a principal diferença.
    Por lei (a Constituição) o civil tem sua vida como bem mais precioso, e NADA exige q ele abra mão disso.
    Por lei, o militar tem de obedecer ao dever, inclusive com o sacrifício da própria vida.
    Quem trabalha em situação de risco, ao verificar q algo pode dar errado, pode se salvar. O militar, NÃO.
    Você pode matar alguém pelo último barco do Titanic.
    O militar NÃO pode matar o companheiro ou alguém pela última vaga no helicóptero ou blindado.
    Na sexta passada, olhei nos olhos da esposa do Capitão q morreu em confronto no Rio. Ele morreu sem poder reagir, pq os traficantes atiravam de dentro de uma escola. Ele não fugiu da posição para salvar a vida.

    • Esse argumento continua furado. É uma tentativa de justificar o injustificável.
      Americanos arriscam a vida no Afeganistão. Ingleses no Iraque. Franceses no Mali. Russos na Síria e por aí vai.
      E nenhum deles recebe aposentadoria integral.
      Basta admitir. É PRIVILÉGIO.
      E um dia vai acabar. Mais cedo ou mais tarde

      • Nesses países não recebem integral.
        Mas são mais amparados pelo governo do q qq outro.
        São países diferentes.
        É como o Servidor Público, q aqui é uma grande profissão e nestes países não.
        Lula, Dilma e Temer foram mudar e fizeram as contas… não mudaram.
        FHC queria mudar muito mais, fez o q fez.
        Mudanças virão com trocas.

        • Agnelo, não perca mais seu tempo. O caboclo disse que, além de funcionário público, ganha mais que gente. E tem mais privilégios! Acho que ele só quer irritar. Ou é cara de pau.

          • Mas, não fico o dia inteiro engraxando bute e limpando o cinto com Kaol, para depois reivindicar aposentadoria integral alegando ‘perigo na atividade’.

          • Verdade, cel.
            A maior evidência é o esperneio agressivo.
            O choque da realidade x o q diz, mostra uma infantilidade patética.

        • Agnelo.
          Sou de filho de militar e estudei durante muitos anos no CM.
          Conheço muito bem a vida militar e os seus ‘perigos’.
          Menos.

          • Como já disse, conheço muito bem.
            O último evento da escola da minha filha foi no Clube da Aeronáutica na Barra da Tijuca que fica ao lado da Vila Militar. Percebe-se o sacrifício de quem está morando lá, bem como as dificuldades de se frequentar o clube. E tufo pago com dinheiro do contribuinte.
            O mesmo aperto eu passei na vila da Marinha em Natal e nos acanhados apartamentos em Brasília.
            Essa conversa mole pode dar certo com incautos.
            Comigo não!

          • Sua resposta foi perfeita…
            Q Vila Militar??? Essas não atendem nem 1/3 de quem precisa… E o desconto não é barato em contra-cheque, mais o q temos q depositar em GRU.
            Clube com $$ do contribuinte???? Só se for o teu… Todos q fui sócio, eu q pagava.
            Se informe

    • Meus respeitos a quem perdeu a vida. Tenho pena dos policiais militares de São Paulo e Rio (que conheço um pouco a realidade) que não possuem nenhum privilégio, tem baixos salários e perdem a vida aos montes. No máximo que irá conseguir é manter a pensão para a esposa e filhos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here