Home Indústria de Defesa Governo alemão dividido sobre sanção contra Arábia Saudita

Governo alemão dividido sobre sanção contra Arábia Saudita

4423
62

O governo alemão está dividido sobre a proibição da venda de armas à Arábia Saudita, decretada em novembro passado, tendo uma reunião sobre o tema acabado num impasse.

O partido de centro-direita, de Angela Merkel, quer pôr fim à sanção, mas o partido de centro-esquerda na coligação quer prolongar a medida, que deveria expirar esta semana.

A sanção foi decretada após o assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, alegadamente ordenado pelo príncipe Mohammed bin Salman.

O governo francês tem pressionado Merkel a levantar o embargo de armas. Nesta reunião esteve presente o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian, para discutir propostas de cooperação mais estreita entre os dois países.

FONTE: Euronews

62
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
48 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
30 Comment authors
André ZanattiLeandropaulo sergioMauricio R.nonato Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
teropode
Visitante

Ta passando da hora de parar com esta frescura afeminada , Vã o perder um mercado sensacional e de quebra jogar os sauditas no colo de Moscou , os ocidentais e seu politicamente correto idiotizado , bem fez o trump em não criar conflito por causa de um repórter X9 .

Doug385
Visitante
Doug385

Pois é, mas e a frescurada é mais dos alemães mesmo. Os franceses querem mais é ganhar dinheiro. Quem acha que aquele caça de sexta geração que eles pretendem construir em conjunto pode dar certo está iludindo a si mesmo.

claudio
Visitante

perfeito ..esse politicamente correto ta acabando com o planeta …. se eu pudesse soltava um palavrãozinho …mas

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

A Alemanha Tem que continuar o Embargo sim !!!

A poderosa Russia esta precisando vender seus equipamentos militares e quer ajudar a Arabia Saudita nessa dificuldade bélica, entao isso torna tudo melhor para todos.

Lembrando que como o Putin é um cara bacana pensando sempre no próximo.

nereu
Visitante
nereu

pra que Russia se os sauditas compram os maravilhosos equipamentos Americanos, ainda celebram contratos com o Trump fazendo as dancinhas de cortadores de cabeças

nonato
Visitante
nonato

A Rússia doida pra vender. E os discípulos de Putin vão a loucura…

Mauricio R.
Visitante

Os russos já tiveram, a muito tempo, essa chance e deixaram-na escapar.
Para os franceses e estes, para os norte-americanos.

paulo sergio
Visitante
paulo sergio

sempre pesa o passado nacionalista alemão, os valores individuais influenciando os motivos do embargo. afinal, um governo matar 6 milhões de pessoas é mais impactnate ao mundo do que matar 500.

Leandro
Visitante
Leandro

No colo de Moscow eles não caem não! Mas é um Mercado gigantesco, tipo. Os sauditas vivem as turras com os russos que vendem armas aos iranianos. Um outro Mercado para adquirir armas seria os EUA, mas sempre que os sauditas querem comprar armamentos dos EUA Israel fica em uma lenga lenga…..Acaba que os americanos até vendem, mas não exatamente oq os sauditas querem, pois os Estados Unidos precisam conciliar esses dois aliados que são inimigos. ( ao menos para posteridade )
Seria como sempre foi um mercado interessante para as Empresas brasileiras que poderiam aumentar suas exportações.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Acho que desta questão depende também aquele projeto de caça de 5ª ou 6ª geração que os franceses e alemães querem desenvolver conjuntamente. Se a Alemanha ficar muito preocupada em fornecer armamentos para países como a Arabia Saudita acho difícil o negócio ir em frente. A indústria bélica francesa tem nos clientes estrangeiros uma importantes fonte de receita e se ela for impedida pelos alemães de vender seus equipamentos por contas destas questões a indústria militar francesa como um todo pode ser prejudicada.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

O Mundo é mal senhores. Engraçado que esses globalistas alemães e franceses metem o malho no Brasil, com seus discurssos esquerdistas, ecochatos, Amazônia, ditadura da direita, etc. Mas na hora que o problema é o comércio internacional, seja de alimento, seja de armas, é “farinha está pouca, meu pirão primeiro”. Arabia Saudita é a maior Monarquia Absoluta e está metendo bomba no Iemen , mas tudo is Business is Business!! Por isso nem presto mais atenção neste Burocratas de Bruxelas, o Reino Unido é que está certo em cair fora! Só falta acertar , como!

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Falou tudo muchacho!!!

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Só para o Brasil é que temos: ‘Farinha pouca, o pirão dos EUA primeiro”.

teropode
Visitante

Compreendo seu ódio xings, afinal as vitimas do tal juaum di d’us nutre o mesmo sentimento .

nereu
Visitante
nereu

vc leu a matéria????
apenas lembrando quando a Alemanha era governada pelo SPD ela NÃO ENVIOU nenhum soldado para aquele atoleiro chamado Iraque

Caio
Visitante
Caio

Os EUA que arrotam democracia não impuseram barreiras ao rico mercado saudita, os alemães o fazendo vão mostrar uma tolice sem tamanho.

Elton
Visitante
Elton

Armas são mercadoria e vendendor que mais e vender ,pouco deve se importar com o que vão fazer com sua mercadoria,americanos,franceses,russos e chineses são bem praguimaticos com relação a isso.

Caio
Visitante
Caio

com certeza Elton! Nenhum pais especialmente os compradores querem ficar sob resmungos de que lhes fornece qualquer produto, mesmo as armas.

nonato
Visitante
nonato

Acho que deveriam criar armas que não matassem.
Aí haveria negócios, empregos, mas não mortes.
E todo mundo ficaria satisfeito…

teropode
Visitante

PAX AMERICANA cara , aceita que dói menos e pegando uma carona neste realidade ; os EUA deveriam deixar de lado totalmente seu politicamente correto , se dispondo a vender pra qualqu3er um , aí os produtos russos teriam sérias dificuldades para c9nseguir mercado ,

nereu
Visitante
nereu

talvez por eles estarem recebendo diversos refugiados vitimas dessas armas AMERICANAS

Marcelo-SP
Visitante
Marcelo-SP

Então os franceses, sempre indignados com o politicamente incorreto de Trump, querem vender suas armas sem passar pelo crivo da correção política? Hahaha!!! Por que não me surpreendo? Na hora da grana, meu pirão primeiro… e o mundo segue como sempre foi.

Camargoer
Visitante

Caro Marcelo. Excelente ponto. Enquanto os países de economia mais desenvolvida toma decisões em defesa de seus países, mesmo que ás custas de contradições ideológicas, o Itamaraty defende ideias que são contrárias aos interesses brasileiros a partir de absurdos intelectuais, como essa declaração sobre o Nazismo.

teropode
Visitante

Isentao, saudar a mandioca , estocar vento e patrocinar ditadura de esquerda também são absurdos intelectuais , sua indignação seletiva se esqueceu disto ? óleo de peroba 12 reais a embalagem com 250ml

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

Depende do ponto de vista do “brasileiro” a que você aduz.
Hoje, hoje, eu não sei bem quais são os “interesses dos brasileiros”.
Um ou dois, parecem-me muito bem definidos: combater o crime e a violência e combater a corrupção. Bem, quem viver verá!

nereu
Visitante
nereu

estou vendo… essa medida do moro em cortar impostos de cigarro para acabar com contrabando É UMA IDIOTICE SEM TAMANHO!!!!
DIGO isso pq sei que o preço do cigarro contrabandeado tem base no mercado FORMAL

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

‘Um ou dois, parecem-me muito bem definidos: combater o crime e a violência e combater a corrupção’

Estamos vendo.
Aos amigos tudo. Aos inimigos, cadeia.

Jeff
Visitante
Jeff

Depois de tanta bobagem que li e ouvi dos governos recentes da esquerda, isso ali não é nada de mais.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

E os russos estão se preparando para aumentar suas exportações de armas para o Oriente Médio.
Dizem até que vão lançar um poderoso SU-57E para exportações.
Está ficando bom.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Achei que tecnologia furtiva não tinha futuro, segundo você mesmo

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Pela décima milésima vez.
Não é mais tão efetiva contra russos e chineses que possuem radares mais modernos, capazes de detectar esses aviões.
Contra os EUA e aliados ainda é, visto que não possuem radares desse tipo.
Vide o exemplo do F-22 detectado e interceptado pelo russos na Síria

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Os EUA possuem. o AN-SPY-6 detecta o F-35 a uma distancia muuuuito longe.

Pela “Pela décima milésima vez.” O F-22 na síria tinha sua posição conhecida até porque eles não estavam voando escondidos, é de conhecimento geral que Russos e Americanos partilham a localização de suas Aeronaves naquele espaço aéreo para evitar desentendimento

O sistema mais moderno Russo consegue melhor das hipóteses achar uma aeronave furtiva a uns 90km e ainda assim não da solução de tiro….

Brunow Basillio
Visitante

Com um radar dos anos 60 rastrearam um F-117 a 53 km, e atingiram ele a 13km.. Sera que a quase 60 anos depois o máximo que conseguiram foram um radar que consegue no maximo 90 km ? E ainda sem solução de tiro?

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Primeiro: que a tecnologia furtiva evoluiu muito. tanto no formato da aeronave que não é mais laminado quanto com os materiais compósitos que absorvem ainda mais as ondas do radar Segundo: que foram disparados vários misseis contra o F-117 eles saturaram a aeronave Terceiro: os americanos nem se esforçavam pra esconder o F-117, ele voava em uma rota totalmente conhecida sem nenhuma precaução Quarto: A baia de armas do F-117 estava danificada e permaneceu aberta isso é confirmado, qualquer protuberância em uma aeronave furtiva aumenta exponencialmente o RCS (vou mandar as imagens do F-22, F-35 e J-20 voando com pequenas… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não há o que se discutir.
As fotos foram tiradas pelo Su-35.
No mais, é mimimi de ‘american fanboy’.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Rebata com argumentos, não com besteiras. Ah é, você é incapaz de argumentar.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Essas pequenas protuberâncias são chamadas de “Luneburg lens”

Brunow Basillio
Visitante

Primeiro só a tecnologia furtiva evoluiu os radares não, ficaram estagnados , dormiram no tempo, os radares do S-300,400 e futuramente do 500 é o mesmo do S-125, boa piada, mas sem graça…. Segundo: o operador de radar nunca confirmou que disparou farios misseis,inclusive nem sabiam que era o F-117 a varias entrevistas da época com o oficial operador do S-125, única coisa que ele admitiu que tinham feito “ajustes” extras no radar e que rastrearam o alvo a pouco mais de 50km e conseguira solução de tiro a pouco mais de 13km… Terceiro: o fato de VC falar que… Read more »

Brunow Basillio
Visitante

Lembrando que coloquei para VC os fatos, não estou tentando provar nada com trocentos comentários, até por que não tenho avião “stelfi” e nem sistema antiaéreo….
Mas dando minha opinião baseado em leituras por ai, creio que os aviões furtivos tem um consideravel vantagem sobre os sistemas antiaéreos de hoje, lembrado “considerável vantagem” não vantagem plena….

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Não estou levando isso para o lado pessoal.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Não vou por os links aqui porque provavelmente vai demorar para liberar o comentário mas darei as fontes. O Avanço da tecnologia furtiva é mais expressivo que a dos radares no que se diz respeito a RCS porque evitar uma onda de radar é algo que não vai mudar, usando a mesma frequência de radar a unica coisa que se pode fazer é aumentar a energia para realizar a busca, só que como já foi debatido as novas formas mais suaves e os novos matérias RAM neutralizam essa melhora de eficiência ficando “elas por elas” Eu poderia descrever um comentário… Read more »

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Se o comentário com as imagens não for postado é porque os editores não liberaram.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Bruno.
Esse pessoal vidv no mundo da fantasia.
Por isso adoram a Disney.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Tecnologia “stealth” não está desatualizado. O SU-57 também aplicou medidas para reduzir a visibilidade do radar. O Su-57 alcançará prontidão total para produção em larga escala na área de 2023. Com o motor principal, o bocal é semelhante ao bocal do F-35, revestimento de absorção de rádio e um bloqueador de radar.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

O que se publicou é que a Índia está interessada no Su-57.

Victor Carvalho
Visitante
Victor Carvalho

Alemanha… dominada pelo socialismo.

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Dominada pelo mimimismo, na verdade. Eles precisam assumir seu papel de superpotência que são. Não para oprimir, mas para simplesmente mostrarem a defesa poderosa de suas posições. Precisam se impor de forma independente, sem depender da França e do humor variável dos americanos. Com Alemanha, França e Grã-Bretanha fortes, o tio Putin ia sossegar a rabiola. Raciocínio similar vale para o Japão. São menos mimizentos, mas precisam parar de depender dos EUA, mesmo que parcialmente.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Se a Alemanha é socialista eu não sei, mas que ela está começando a preparar sua entrada na Iniciativa Belt & Road promovida pela China, isto ela está.

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

Querem vender armas de guerra para quem jurar que não vai fazer guerra e nem matar ninguém.
É isso?

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Bem dito. Assim só vão vender para o Vaticano…

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

Hahahahaha

IBIZ
Visitante
IBIZ

De contradição a contradição e de hipocrisia a hipocrisia, o Ocidente vai desmoronando!

Ricardo
Visitante
Ricardo

Vou levar pedrada, concordo com a política Alemã de ter critérios políticos e humanitários para quem pode vender armas. Muito comum massacres, genocídios serem cometidos por algum louco que foi financiado ou recebeu armas de países que são grandes fabricantes. Não sou contra o comércio legal, com regras claras e rastreaveis de armas. Agora imagina se ao menos os países democráticos adotassem as mesmas regras? Somente países ilegítimos venderiam armas a este mercado nefasto de ditadores e assassinos. Não seria mais fácil rastrear e controlar o mercado negro que abastece bandidos e terroristas? Só porque alguns não tem ética que… Read more »

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

É uma questão Darwinista. As nações são amorais, buscam apenas seus próprios interesses. Se o ocidente não vender, os super éticos chineses e russos venderão. Se quisessem realmente bloquear países como a Arábia Saudita, o essencial seria parar de comprar o óleo deles. Mas isso é e será impossível por muito tempo.

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

Falar em ética e hipocrisia para quem vende armas de guerra?
Sei não?

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

O capitalismo selvagem não tem questão moral em sua essência.
Engraçado é a Alemanha fazendo papel de bom mocinho, em com questões relacionadas a armamentos.
Ela sabe muito bem que estes equipamentos serão utilizados contra rebeldes, mas principalmente contra civis da etnia Houthi.
Se este charminho forçado continuar, a Rússia emplaca mais uma venda para a Arábia Saudita.
Foram os fuzis AK-103, sistemas antiaéreos S-400 e agora, provavelmente os tanques T-90 e os SU-57.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Concordo com as sanções, eles sequestraram, mataram e dissolveram um jornalista por pura discordância de ideias, fingir que está tudo bem é no mínimo medieval, até onde vc aceita, 1 homem, 10, 100, e se fosse seu pai, seu irmão, seu cônjuge, tudo bem tbm?
O mundo é sinistro, não sou ingênuo mas responsabilidades não podem ser jogadas fora pelo “menos pior” ou estamos sujeitos a uma crise moral sem precedentes, fazer a coisa certa é uma virtude do dia de hoje que ecoará para o futuro, a mensagem é “vcs não serão assassinos impunes”!

nonato
Visitante
nonato

Viva maduro, Putin e mao TSE Tung.
Que tal boicotar Venezuela, Rússia e China?
Esqueceu dos dissidentes russos que foram contaminados/mortos na Inglaterra?

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Como dito, não sou ingênuo mas nós somos o ocidente, não somos perfeitos mas temos valores de liberdade, democracia, do sufrágio universal dentre outros, são estes valores que nos tornam realmente diferentes de China, Rússia, Irã… se abrirmos mão disto, abrimos mão de nós mesmos, abrimos mão do que temos de melhor, abrimos mão do futuro!
Estou simplesmente abismado com a postura de diversos comentarista!

paulo sergio
Visitante
paulo sergio

deviam consutar tio trump, que nem pensa em sancionar a arábia saudita, pq com dinheiro não se brinca.

André Zanatti
Visitante
André Zanatti

Enquanto isso os EUA agradecem kkk…e vendem um monte de armas pra eles 😂😂😂