Home Adestramento 25º BI Pqdt treina para exercício inédito com o US Army

25º BI Pqdt treina para exercício inédito com o US Army

13863
145

Rio de Janeiro (RJ) – No período de 15 a 19 de abril de 2019, o 25º Batalhão de Infantaria Pára-quedista (25º BI Pqdt), “Batalhão Campo dos Afonsos”, conduziu a Operação Arroio I, atividade de adestramento visando à participação no exercício combinado Operação Culminating, a ser realizado no segundo semestre do ano de 2020, nos Estados Unidos da América (EUA).

O Exercício Combinado Culminating terá a participação de uma subunidade paraquedista enquadrada em uma Unidade da 82ª Divisão Paraquedista do Exército dos EUA, durante uma operação no Joint Readiness Training Center (JRTC), Fort Polk, no segundo semestre de 2020. Como preparação para o referido exercício combinado, o 25º BI Pqdt irá conduzir quatro exercícios de adestramento ao longo do ano de 2019, sendo dois no nível pelotão e dois no nível subunidade.

A Operação Arroio I teve início com a apresentação do aprestamento da subunidade para o General de Brigada Pedro Celso Coelho Montenegro, Comandante da Brigada de Infantaria Pára-quedista. Em seguida, a companhia realizou o lançamento de Aeronave C-130, Hércules, de todo seu efetivo e material de dotação, na Zona de Lançamento de Afonsos.

O adestramento teve suas principais atividades ocorrendo no Campo de Instrução de Gericinó (CIG), onde as frações nível pelotão participaram de operações de marcha para o combate, ataque coordenado, defesa de área e ataque à localidade. Para a realização do ataque coordenado, os pelotões tiveram a oportunidade de se adestrar utilizando o Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET), sob coordenação de militares do Centro de Adestramento Leste (CA-Leste).

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
145 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pablo
Pablo
1 ano atrás

Espero que o transporte dos nossos paraquedistas até o EUA seja feito com o KC-390.

Mazzeo
Mazzeo
Reply to  Pablo
1 ano atrás

muito dificilmente, qdo a primeira anv for recebida oficialmente pela FAB vai ser usada na instrução e criação de manuais de conduta e manutenção e na formação de doutrina operacional.
Vão de 767 – 300 do Esq Corsário mesmo.
Bem mais barato, mas concordo com vc Pablo, ia ser BEM mais interessante ir de KC

Pablo
Pablo
Reply to  Mazzeo
1 ano atrás

O primeiro KC será entregue no primeiro semestre de 2019, se não me falha a memória, o exercício é no segundo semestre de 2020, mais de um ano. Não sei se é possível mas espero que aconteça isso.

Pedro Rocha
Pedro Rocha
Reply to  Pablo
1 ano atrás

Mestre Pablo eu tinha pensado justamente isso! Mestre Mazzeo pode ser deslocado um dos protótipos inclusive estando dentro do programa de homologação! Uma viajem de demonstração! (rs). Eu sinto que o KCtão tem chance de conquistar a América “comendo” pelas beiradas (US Army e US Marines). As brigadas “Stryke” (acho que assim que se escreve) sempre buscam algo com a eficácia com economicidade do KC-390.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Pablo
1 ano atrás

Podendo ir de B767 será um castigo viajar no desconfortável KC-390

Pablo
Pablo
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

Walfrido
Falei no sentido do nosso KC além de transportar o pessoaol e também ser empregado no exercício se for possível, sem contar que embora eu seja fã do C-130, seria ótimo chegar lá e usar uma maquina ótima, avançada e melhor ainda, não americana!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
1 ano atrás

Show!

Chevalier
Chevalier
1 ano atrás

Pqp… se nossa melhor brigada precisa de 2 anos se preparando só para poder participar de um exercício de valor subunidade com os gringos, acho motivo de preocupação…

Agnelo
Agnelo
Reply to  Chevalier
1 ano atrás

Não há motivo algum de preocupação.
Isso envolveu o calendário das duas Forças, preparo das equipes de avaliação (fundamental para esse tipo de atividade), q utilizam metodologias diferentes, e até a disponibilidade das tropas, tendo em vista as Operações q realizavam.

Gabriel
Gabriel
1 ano atrás

Excelente.
Exercícios combinados, particularmente com EUA e/ou OTAN sempre irão agregar conhecimentos e ensinamentos.
Interessante observar que o adestramento será no nível subunidade (Companhia) no segundo semestre de 2020, porém os esforços de preparação já começaram no corrente ano.
Me parece que haverá um grande esforço da Bda Pqdt para fazer “bonito” nos EUA.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Gabriel
1 ano atrás

Os clássicos afirmam que a invasão de Creta decretou o fim das operações paraquedistas maciças. O paraquedismo, hoje, se restringe a operações especiais e infiltração nas linhas inimigas. A morte de Osama Bin Laden é clássica, ao demonstrar que um grupo de paraquedistas aero- transportados, por helicópteros, conseguiu se infiltrar e matar um dos lideres mais protegidos do Islã. Façanha dos Seals, tropa de elite da US Navy. Agora não se realizam grandes desdobramentos por via aérea. Esse exercido deve se concentrar nestes procedimentos. Grupos limitados e altamente capacitados. Qualidade e não quantidade.

Madmax
Madmax
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Foi o Helicóptero que aposentou o uso maciço do paraquedas.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Madmax
1 ano atrás

Mas nunca se possui quantidade de Helicópteros para operação maciça

Elcimar
Elcimar
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Esta enganado,os estados unidos treinam muito lançamentos de grandes unidades de uma só vez.o que não ocorrerá mais seria grandes lançamentos em cima do inimigo,como aconteceu inúmeras vezes na segunda guerra ,mas atrás das linhas inimigas aínda é muito utilizado o Salto maciço de tropas paraquedistas.pra corta as linhas inimigas, comunicação, logística, reposição de tropas etc..
Tropas aerotransportadas estarão sujeitas as mesmas dificuldades do paraquedista,e com um agravante,fazem mais barulho ao chegar na zona de ação do que um paraquedista.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Elcimar
1 ano atrás

Pois é esta a minha interrogação, pois para lançar atrás das linhas inimigas significa que você tem de passar hoje por cima delas é isto atualmente é muito perigoso

Existe algum perfil em que os cargueiros voariam baixo para escapar do radar e defesas e depois subiriam para lançar os homens?

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Os clássicos, sejam quem forem, parecem ter esquecido do Dia-D e, principalmente, dos 35 mil homens lançados de pára-quedas durante a Market-Garden, aí uns três anos depois da invasão de Creta.

Torama
Torama
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Tem razão, mas vc sabe que a Operação Market Garden foi um fracasso para os aliados e a última grande vitória dos nazistas, né?
Acho que mais do que Creta, foi a derrota na Holanda que mudou o pensamento estratégico sobre o lançamento maciço de paraquedistas em território contestado.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Osama era protegido do Islã??? Era um fugitivo em sua casa com poucos seguranças.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

A poucos metros da AMAN do Paquistão

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Gabriel
1 ano atrás

Pensei a mesma coisa, e com certeza irao fazer bonito. Tomara que deem uma melhorada no equipamento individual da tropa.

TeoB
TeoB
Reply to  PauloOsk
1 ano atrás

Concordo, garrafa usada de coca cheia da água é pracabá! rsrsrs

Recce
Recce
1 ano atrás

Queria ver algo similar sendo realizados com os Paras britânicos.

Wellington Góes
Wellington Góes
1 ano atrás

Eu imaginava que o PQD já estava com o IA-2 e não com o FAL.

rviegas
rviegas
Reply to  Wellington Góes
1 ano atrás

Estranho mesmo, pelo que me consta foi uma das primeiras unidades a recebe-lo.

Velame
Velame
Reply to  Wellington Góes
1 ano atrás

Todos batalhões de infantaria da brigada já receberam o IA2. Nas fotos estamos utilizando os para-fal no adestramento com o CA Leste porque o dispositivo de simulação de engajamento tático(DSET) não é compatível com o IA2. Abraço.
Saltar, Lutar, vencer!

Bardini
Bardini
Reply to  Velame
1 ano atrás

O DSET não é compatível com o IA2 pq simula um 7,62 mm ?

Velame
Velame
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Também, mas o problema é que a braçadeira do dispositivo emissor do laser foi feita para o cano do Fal/para fal. O cano do IA2 é muito curto para o perfeito encaixe da braçadeira do dispositivo.

Bardini
Bardini
Reply to  Velame
1 ano atrás

É… tava vendo aqui, esse emissor é grande mesmo pra cano do IA2.
.
Não dá pra bolar um adaptador pra instalar esse emissor?
Tipo, usa o encaixe feito pro suporte da faca e faz um assentamento pra esse emissor. Não deve ser tão complicado, já que o emissor é instalado com braçadeira.
.comment image

Velame
Velame
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Acredito que dê sim, até porque os FN utilizam o mesmo emissor que nós no m4, que também tem um cano curto. Talvez a questão seja dinheiro, mas isso é apenas especulação minha. Não sei se se funcionária no trilho de acessórios pois o emissor precisa perceber o flash e o ruído do disparo do festim para disparar o laser.

Bardini
Bardini
Reply to  Velame
1 ano atrás

A SAAB não fornece um encaixe pro trilho picatinny?

Velame
Velame
Reply to  Wellington Góes
1 ano atrás

Colombelli, o BMSA está recolhendo os FAL/PARA-FAL das unidades que receberam e estão recebendo os IA2. Eles os recondicionam e não sei se colocam em reserva ou repassão a unidades que não são prioridade para receber o IA2. ABRAÇO.

Alexandre EV
Alexandre EV
Reply to  Velame
1 ano atrás

Falou o militar “profissional” com 1 ano e meio de tropa

Eliton
Eliton
1 ano atrás

Aquele paraquedas da quarta foto era pra estar furado daquele jeito?

Raphael
Raphael
Reply to  Eliton
1 ano atrás

Aquele paraquedas é o MC – 1, este equipamento permite ao saltador uma navegação mais facilitada devido à essas mesmas fendas.

Kommander
Kommander
1 ano atrás

LAMENTÁVEL o nível dos equipamentos, isso porque os PQD’S são considerados de “elite e pronto emprego”, imagina se não fossem.

Pablo
Pablo
Reply to  Kommander
1 ano atrás

com base em que tu afirma isso??

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Kommander
1 ano atrás

Até as unidades aeromóveis e aerotransportadas do Exército Argentino possuem equipamento individual melhor do que as nossas.

*Ia falar das portugueses (basta ver eles atuando na RCA).

Doug385
Doug385
Reply to  Kommander
1 ano atrás

Você quer que eles vão para o ralo com Ops-Core, IA2, colete com placa balística, mira holográfica, etc?

Pablo
Pablo
Reply to  Doug385
1 ano atrás

algum de vocês, críticos, servem nessas unidades pra saber o que tem de bom ou ruim por lá? por acaso algum de vocês passam o dia em casa de terno e gravata fazendo tarefas diárias???

Kommander
Kommander
Reply to  Pablo
1 ano atrás

Agora é proibido criticar? Virou taboo? Eu critico quando tem que criticar e elogio quando tem que elogiar, não tenho rabo preso com ninguém.
E se o treinamento é feito justamente pra caso aconteça uma situação real, o que adianta usar um tipo de equipamento no treinamento e numa ação real utilizar outro?

Pablo
Pablo
Reply to  Kommander
1 ano atrás

a única coisa que vi que não é utilizada atualmente é o FAL por um motivo já explicado acima ou vai dizer que o paraquedas é fora do padrão também?

Kommander
Kommander
Reply to  Pablo
1 ano atrás

Ninguém tá falando de paraquedas aqui, meu cara. Se quer criar polêmicas, vai pro g1. (;

Pablo
Pablo
Reply to  Kommander
1 ano atrás

acho que tem que desenhar pra ti entender o que quis dizer!!

Pablo
Pablo
Reply to  Pablo
1 ano atrás

comment image

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Kommander
1 ano atrás

O pessoal negativa o comentário mas isso é a pura verdade.

Basta comparar o equipamento individual usado pelo pessoal do Regimento de Assalto Aéreo 601 do Exército Argentino com o usado pelo pessoal do 5º Batalhão de Infantaria Leve da 12º Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), o que pôde ser visto durante o Exercício Yguaretê 2016:

https://www.youtube.com/watch?v=P9sRN6Hh6-s

https://www.youtube.com/watch?v=Igo3gKGlE1I

Ou com os paraquedistas da Brigada Aerotransportada IV, também do Exército Argentino:

https://www.youtube.com/watch?v=QI4ljrm4gTI

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Kommander
1 ano atrás

Ou comparar com o equipamento usado pelos paraquedistas portugueses que combatem na Republica Centro-Africana:

https://www.youtube.com/watch?v=tQFGE0qZoEM

Pablo
Pablo
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Tu vai querer comparar a elite dos portugueses, então posta vídeo do Grumec e me diz se tem tanta diferença de um para o outro. Sem contar que no vídeo é em uma situação REAL, nas fotos não passam apenas de exercício SIMULADO que o soldado morre de “mentirinha”.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Pablo, é infantaria paraquedista como a nossa, tropa convencional de elite.

GRUMEC é uma unidade de mergulhadores de combate para operações especiais em áreas litorâneas e ribeirinhas. Deve ser comparada ao Agrupamento de Mergulhadores Sapadores da Marinha de Portugal.

Pablo
Pablo
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

eu sei o que é o Grumec, assim como tu ta fazendo a mesma comparação de um exercício com uma situação real de combate!

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Situação real de combate? O que temos mais próximo disso é isso:
comment image

Velame
Velame
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Essa foto é bem antiga, mas qual o problema aí? Estão usando colete balístico, capacete, porta carregador, cantil… Pra combater não é necessário se enfeitar igual a um jogador de Airsoft. Hoje em dia avançamos, a farta quantidade de miras holográficas e alguns penduricalhos que fariam a alegria dos jogadores de Airsoft e de estilista de moda militar como vc. Abraço.
Saltar! Lutar! Vencer!

Pablo
Pablo
Reply to  Velame
1 ano atrás

sem contar que o Exercito esta onde não deveria estar!! daqui a pouco pede pra colocar um obus ali!

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

O problema é usar equipamento equivalente ao usado no final dos anos 90/inicio dos anos 2000.

Saímos da época do Vietnã para o final dos anos 90.

O problema é ver Portugal e Argentina usando equipamentos mais atuais e de melhor qualidade em OMs equivalentes.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás
Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Os portugas em treinamento:
comment image

Pablo
Pablo
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

comment image

Pablo
Pablo
Reply to  Pablo
1 ano atrás

comment image?fit=800%2C489

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Pablo, esses são FE e Comandos.

Pablo
Pablo
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

achei que os equipamentos fossem ruins.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Pablo
1 ano atrás

Tô falando de unidades convencionais…

Pablo
Pablo
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

comment image

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Pablo
1 ano atrás

O capacete não é do modelo mais atual mas isso não é algo prioritário. Pelo menos estão usando a coifa…

Colete é de design mais antigo, similar ao Interceptor Body Armor das FA’s americanas que já se encontra descontinuado. O motivo da sua remoção foi pelo peso considerado excessivo e pelo design abafado ser responsável por muitas baixas por hipertermia. Coisa que deve ser observada considerando nosso clima. Também limita mais os movimentos.

Ig15
Ig15
Reply to  Kommander
1 ano atrás

Com td respeito a tds , acompanho a trilogia já tem um bom tempo e é a primeira vez q estou comentando, aprendo mt com os mestres daq ( Bosco, agnelo, colombelli , entre outros) . Meu pai esteve nos últimos 7 anos no 27 bi pqdt, tendo já participado de ações no complexo da maré, garanto aos senhores q o equipamento das operações reais são diferentes(pelo menos na bgd pqdt), inclusive o cantil q o pessoal tanto reclama é substituído por camelback em situações reais ,pelo menos meu pai sempre usou mas operações, além de sempre ir com ia2… Read more »

Agnelo
Agnelo
Reply to  Ig15
1 ano atrás

Nos ultimos 7 anos?
Então seu velho cumpriu muita missão!!!
Se orgulhe!!!!
Parabéns!!!

Silvio RC
Reply to  Ig15
1 ano atrás

Ig15,
Seu pai merece ser parabenizado por fazer parte de uma tropa que tem sido empregada constantemente, e vem cumprindo suas missões.
E por ter feito o dever de casa direitinho, se você acompanha a trilogia, e fez um comentário coerente, é sinal que ele te conduziu pelos caminhos corretos.
Parabéns a vocês!

Forte abraço!

“As palavras convencem, mas o exemplo arrasta”

Ig15
Ig15
Reply to  Silvio RC
1 ano atrás

Agnelo, Silvio RC ,
Segurança dos jogos mundiais militares, copa do mundo, olimpíadas, complexo da maré (algumas vezes) , entre outras missões q ele esteve. Tenho mt orgulho sim e tento seguir seus passos (estudando p conseguir minha vaga na espcex). Agradeço as palavras, vejo os comentários de ambos (aprendo bastante) , é uma honra ser respondido por vcs. Forte abraço!!

α Tau
α Tau
1 ano atrás

Vc tem o petróleo, eu tenho a “democracia”

USA

sagaz
sagaz
Reply to  α Tau
1 ano atrás

E a China e a Rússia com a Venezuela cidadão?

Pablo
Pablo
Reply to  α Tau
1 ano atrás

Você tem a fome e a miséria do teu próprio povo, eu tenho a hipocrisia.
Rússia, China.

PauloSollo
Reply to  α Tau
1 ano atrás

Incrível. Todos os seus comentários são ataques aos EUA. Sobre os assuntos em pauta não contribui com nada. E ainda é sonso o suficiente para querer posar de isentão. Como demonstra esta bandeira persa que exibe não se poderia esperar algo mais além de radicalismo cego da sua parte.

α Tau
α Tau
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

“PauloSollo Incrível. Todos os seus comentários são ataques aos EUA. Sobre os assuntos em pauta não contribui com nada” Como um ditado diz…se não puder ajudar atrapalhe!!!…o importante é participar…!!! “Como demonstra esta bandeira persa que exibe não se poderia esperar algo mais além de radicalismo cego da sua parte.” …… “Anuncio que respeitarei as tradições, os costumes e as religiões das nações de meu império e nunca deixarei que nenhum de meus governantes e subordinados os depreciem ou insultem enquanto eu viver… Nunca deixarei que ninguém se aposse de propriedades móveis ou fixas de outrem à força, sem remuneração.… Read more »

PauloSollo
Reply to  α Tau
1 ano atrás

Muito bonito, envie isto a as seus aiatolás…

Cavalo-do-Cão
Cavalo-do-Cão
Reply to  α Tau
1 ano atrás

“sagaz

E a China e a Rússia com a Venezuela cidadão?

Pablo

Você tem a fome e a miséria do teu próprio povo, eu tenho a hipocrisia.
Rússia, China.”

Fiquem tranquilos que logo-logo eles todos se matarão entre si e se destruirão pelo o dinheiro e poder… 😉

Eduardo
Eduardo
1 ano atrás

Interessante os coletes para treinamento, excelente oportunidade para adquirir conhecimentos de interoperabilidade com outras FAs.

O nosso parão de camuflagem já começa a mostrar o sinal dos anos, e é bom ver já alguns militares com Combat Shirts (como no caso daquele com a N249 – acho que e ela). Os capacetes também merecem uma atenção, mas essa galera é do 25º e assim acredito, e já vi algumas imagens, de militares do EB com equipamento mais modernos.

De qualquer forma parabéns ao EB, queria material melhor para ti mas é o que temos para hoje.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
1 ano atrás

subunidade=Squad?

Recce
Recce
Reply to  Joao Moita Jr
1 ano atrás

Companhia.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Joao Moita Jr
1 ano atrás

Não.
Squad aqui é Grupo de Combate.
SU é Companhia (Infantaria, Engenharia, Logística etc). Esquadrão de for Cavalaria e Bateria se for Artilharia.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Agnelo
1 ano atrás

Valeu

ELMAR ROCHA
ELMAR ROCHA
1 ano atrás

25 BI Pqdt, quanta honra. MISSÃO DADA! MISSÃO CUMPRIDA! Alguém tem alguma dúvida disso? Eu não. Sei como são especiais esses caras. Quando recebem a missão colocam-se inteiramente à disposição do Comando e só voltam com o devido dever cumprido. Esse é o lema. Essa é a missão. Com certeza a Bda Inf Pqdt tem os melhores homens do Exército Brasileiro. Essa missão vai destacar mais ainda essa honrosa brigada no mundo. Desejo sorte ao 25 BI Pqdt e a Nada Inf Pqdt. SOLDADO PQDT: SOLDADO DS VALOR!

ELMAR ROCHA
ELMAR ROCHA
Reply to  ELMAR ROCHA
1 ano atrás

Digo: desejo sorte ao 25 BI Pqdt e a Bda Inf Pqdt

wwolf22
wwolf22
1 ano atrás

essa semana vi um video dos paraquedistas do US Army… o paraquedas deles eram quadrados e não redondos com o do EB.
Qual a diferenca entre os dois modelos??

irineu
irineu
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

maior capacidade de carga e redução de lesões decorrentes do salto devido a sua descida mais devagar.

“The T-10 was inadequate for today’s combat loads and there is expected to be a 49% reduction in impact force that will lessen jump related injuries”

https://patch.com/north-carolina/fortbragg/comparing-the-new-t-11-parchutes-to-the-old-t-10

https://en.wikipedia.org/wiki/T-11_parachute

carvalho2008
1 ano atrás

O Paraquedismo maciço de fato foi posto de lado? De fato não existem opções aerotransporte de longo alcance maciço?

Jacinto
Jacinto
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

“Maciço” de verdade (milhares de soldados) já faz tempo que não vemos e acho que os últimos foram na 2ª Guerra mesmo.
Em menor escala (centenas de soldados) a operação mais recente que eu conheço (sem contar os de forças especiais) foi a operação Northern Delay em 2003, no Iraque. Como sempre, a parte mais complicada foi a logística: manter o suprimento dos soldados.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

Teve no Mali depois disso. Uma Cia Fuz ref. Não me recordo se foi do Exército Francês ou da Legião.

carvalho2008
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

De fato, foram 900 soldados, um autentico desembarque.

Existe alguma forma dos soldados saltarem a distancia e planaram até a área objetivo? Algo relativamente seguro para o avião em espaço com algum tipo de contestação?

Agnelo
Agnelo
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Prezado
Isto q perguntou é um tipo de infiltração, mas com pouquíssimo efetivo, como um DOpFEsp ou Dst Prec.
Sds

Doug385
Doug385
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Não em salto enganchado. Somente em salto livre. Acredito que na Brigada Pára-quedista somente os Precursores realizem este tipo de salto.

Recce
Recce
Reply to  Jacinto
1 ano atrás

Foi uma companhia do 2º Regimento Estrangeiro de Paraquedistas, 11º Brigada de Paraquedistas.

Bruno
Bruno
Reply to  Recce
1 ano atrás

Recce, exato! Os primeiros a saltar e tomar o aerodromo foram o pessoal do GCP (comandos PQD subordinados ao 2REP), que inclusive enfrentou resistência e perdeu um integrante na ação.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Fala isso para os Russos que valorizam mais os paraquedistas que os fuzileiros.

DaGuerra
DaGuerra
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Depende do T.O e do inimigo.

Medina
Medina
1 ano atrás

Os paraquedistas não estão usando ainda o IA2?

Pablo
Pablo
Reply to  Medina
1 ano atrás

logo acima tem a resposta.

Victor Filipe
Victor Filipe
1 ano atrás

As vezes penso que irei morrer e não verei o EB (e os PQD) parar de usar essa bota ultrapassada.

Vasconcelos
Vasconcelos
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Ultrapassada e feia demais….

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

continua sendo ineficiente Colombelli, o US Army não usa a mesma bota da segunda guerra mundial por tradição, o soldado vai marchar 24km com isso ai e não aguenta ficar em pé depois, e os PQDs são tropas que se espera empregar sem apoio de veículos na maioria das vezes, eles vão andar e andar com uma carga pesada. quer algo marrom? pega uma coturno melhor e mais nova da cor marrom, não da pra ficar usando “tradição” como desculpa para tudo, ou então a infantaria francesa iria estar vestida como nos tempos de napoleão. Tradição não deve se sobressair… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Perfeito!

Kommander
Kommander
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Eu penso a mesma coisa. Já que não tem dinheiro para equipar todas as unidades, deviam equipar pelo menos as unidades de elite com os melhores equipamentos possíveis.

Hermes
Hermes
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Aliás a infantaria francesa tentou se vestir como no tempo de Napoleão no começo da I GM e morreram aos montes pela grande visibilidade de suas calças coloridas…

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Canguru é um dos exercícios mais inúteis que existe. O que tem de PQDT com joelho estourado por causa disso…

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
1 ano atrás

Recentemente em linha de tempo teve três ações de paraquedistas em larga escala. EUA na invasão do panamá e Russia no Afeganistão e na chechenia.
Claro que foram usados bem menos que na segunda guerra, em geral mil soldados.

Matheus Santiago
Matheus Santiago
1 ano atrás

A 82ª Divisão Paraquedista do Exército dos EUA seria aquela força paraquedista que invadiu a ilha de Granada em 83? Se sim, essa divisão têm história. Formada em 1942, a 82ª divisão aerotransportada teve seu batismo de fogo no ano seguinte, quando foi lançada sobre a Itália fascista. Em 1944, participou do heróico desembarque na Normandia. Os pára-quedistas da 82ª também participaram da Guerra do Golfo (1991) e saltaram sobre os Balcãs. A 82ª divisão já foi comandada por militares de prestígio como o general Omar Bradley e o general Henry Shelton, ex-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos Estados… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Matheus Santiago
1 ano atrás

É ela mesma. vão treinar com um dos melhores.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

O lançador de ombro mudou essa istória. Se uma formação de transportadores de tropa se aproximar de seu objetivo, na altura de salto automático veremos aparecer alguma tropa com Manpada e a operação fica comprometida. Perdas de alta proporção exigem alv0s muito valiosos. E alvos valiosos não ficam sem seu guarda chuvas missilistico.

Madmax
Madmax
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Sem falar que saltar na zona de combate é suicídio. Até para helicópteros a zona fica fechada se der pau na hora do desembarque.

Anderson
Anderson
1 ano atrás

Coloca a Bda de montanha que os caras resolvem.

Mig35
Mig35
1 ano atrás

Como é que é colombelli fanfarrão??? No outro post tu disse que não existe corrupto que serviu a caserna.
.https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-brasil/2019/04/23/cinco-militares-do-exercito-sao-condenados-por-desvio-de-r-11-milhoes.htm

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Mig35
1 ano atrás

Vagabundo existe em tudo que é profissão.

Mig35
Mig35
1 ano atrás

colombelli

os que servirem certamente não serão no futuro saqueadores da nação.

7-1Responder”
Kkkkkkkkkkkkk.

Mesquita
Mesquita
1 ano atrás

EXCELEEENTE! Nossa Brigada é mais que capaz especializada, e o 25 vai fazer um excelente trabalho!!!
Brasil, acima de tudo!

jodreski
jodreski
1 ano atrás

Melhor seria se o batalhão já estivesse equipado e adestrado com o IA2 556!

Júnior Macedo
Júnior Macedo
1 ano atrás

Se a tradição cita: brevê prateado, boot marrom e boina grená – por que a boina ultimamente é vermelha?!

DaGuerra
DaGuerra
1 ano atrás

“Stehen Maschinen, die woll’n mit uns fliegen,
fliegen in Sieg oder Tod…”

ScudB
ScudB
Reply to  DaGuerra
1 ano atrás
DaGuerra
DaGuerra
Reply to  ScudB
1 ano atrás

Apenas refletindo o momento da foto da matéria, não sabia que teu toba ia ficar piscando !!

ScudB
ScudB
Reply to  DaGuerra
1 ano atrás

Meniiino!
Limpe as melecas!Contenha-se!
Com essa adoração dos nazis deve estar a beira do colapso nervoso depois de ver aquilo.Chorando como se visse teu bisavó no meio da parada. Seria impossível pois quase todos Fallschirmjäger no Leste foram aniquilados.Sem pena.Sem prisioneiros…
E um conselho “de grátis”: guarde essa conversa de boy favelado para seus amigos.Eles vão adorar!

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  DaGuerra
1 ano atrás

Querendo ou não os Fallschirmjäger alemães foram talvez os melhores infantes que combateram na Segunda Guerra.

A 1ª Divisão Fallschirmjäger é considerada por muitos como a melhor divisão de infantaria da guerra.

Kommander
Kommander
1 ano atrás

Para de falar besteira, cara. Você é fanático, e fanatismo nunca é bom.

rafa
rafa
1 ano atrás

Alguns pontos que eu gostaria de ressaltar baseado nos comentários abaixo: – Sensacional o treinamento. Espero que obtenham um mega aprendizado e que sigam aprendendo. Ponto pro Bolsonaro. Isso a Globo não mostra. – No mundo de Chests, Plate Carrier, etc etc etc, quando que iremos parar de ver os famosos Cintos NA e Suspensórios? Dói no coração ver ainda esses suspensórios. Será que até lá ainda veremos esses suspensórios ou aqueles coletes que mais parecem coletes salva-vidas? Poxa.. acho que merecemos ao menos a parte da tropa mais elitizada um equipamento melhor. – To achando que esse padrão de… Read more »

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  rafa
1 ano atrás

Essa operação já está programada para acontecer desde 2017.

Sim, até os paraquedistas argentinos possuem equipamentos superiores aos nossos…

Escura e destoante.

É padrão realizar uma série de exercícios antes de um desdobramento.

H.Saito
H.Saito
1 ano atrás

Infantaria de paraquedistas, técnica obsoleta, uma vez que um único laser anti-drone é capaz de incinerar todos os paraquedas de um batalhão inteiro, tanto o principal quanto o de emergência, e com isso fazer com que os soldados despenquem e se transformem em carne moída!

wwolf22
wwolf22
1 ano atrás

os PQD’s treinam disparos de armas enquanto “caem”??

Diego
Diego
1 ano atrás

Treinando pra cair em cima do Maduro

Carvalho2008
Carvalho2008
1 ano atrás

Existe um site de veteranos americanos “combatreform” que vive defendendo soluções pragmáticas propostas com base nas próprias experiências de combate.

Nele, dentre outra coisas sobre sirvo-me troop , defendem a volta de planadores rebocados

Sob alguns aspectos , parece fazer sentido inclusive se pensar numa força irmã como os Fuzileiros. Como grande parte de nossos objetivos encontram-se em ilhas do próprio Atlântico Sul ou terras interiores kc390 poderiam prover desembarques bem mais rápidos do que navios e helis

carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
1 ano atrás

ops…corretor…airborne troop

Pablo
Pablo
1 ano atrás

comment image

Rgf
Rgf
1 ano atrás

O Exército se preparando para um possível e não tão distante conflito.

André Souza
André Souza
1 ano atrás

Algum PQDT pode sanar minha dúvida, existe algum estudo no EB para mudança de emprego do atual paraquedas de vocês ? Já ouvi falar aqui na página que esse modelo é um pouco ultrapassado e vendo algumas fotos de outras Brigadas pelo mundo os paraquedas são diferentes.

André Souza
André Souza
Reply to  André Souza
1 ano atrás

Ah sim Colombelli entendi.
Então no caso o que eu vi foi um de formato quadrado de cor cinza claro, mas eram de salto enganchado, mas então ta explicado o porque dessa escolha do paraquedas. Já ouvi até uma história que os Americanos nos chamaram de malucos por saltar tão perto do solo.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  André Souza
1 ano atrás

“Já ouvi até uma história que os Americanos nos chamaram de malucos por saltar tão perto do solo.”

Também já ouvi essa história, mas ela tem um furo:

Qual altura que saltam nossos paraquedistas?

André Souza
André Souza
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

A 4 mil pés. Pela contagem deles acho que é isso.
“1 mil, 2 mil, 3 mil, 4 mil, velame!”
Se eu tiver errado me corrijam.

André Souza
André Souza
Reply to  André Souza
1 ano atrás
Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Aí está o problema com essa história. Os Rangers saltaram no Panamá a pouco mais de 500 pés.

André Souza
André Souza
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

mas ai Rangers são tropas especiais, acredito que a Cia Prec execute o mesmo feito porém falando de tropas convencionais creio que fica dificil fazer um salto de 500 pés com esse tipo de efetivo.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Sim e não. Os Rangers cumprem uma parte das missões que normalmente são atribuídos a unidades paraquedistas convencionais (captura de aerodromos). São uma mistura de PQDT, AMV e Comandos.

Em Rio Hato saltou um batalhão.

A 82nd também saltou bem baixo no Panamá.

André Souza
André Souza
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Entendi…São uma espécie de “Cia Prec” então né.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
1 ano atrás

Na verdade não. A Cia Prec é uma subunidade organizada em destacamentos, que por sua vez são organizados em equipes (ALPHA, BRAVO…) especializadas em infiltrações por meios aéreos, terrestres e aquáticos, aptas a operar em qualquer dos ambientes operacionais do nosso país (selva, caatinga, montanha…). Eles operam em pequenos grupos independentes (as equipes) e geralmente (e principalmente) atuam em proveito das operações desencadeadas pela Brigada de Infantaria Paraquedista. Lista de missões típicas da Cia Prec: 1- Reconhecer e operar Zonas de Lançamento (ZL) e Zonas de Polso para Helicópteros (ZPH),nas operações de Assalto Aeroterrestre da Bda Inf Pqdt; 2- Reconhecer… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
1 ano atrás

Para lugar quente e úmido o LBE é sempre melhor…

Colete fechando o peito e as costas é um inferno de quente e impraticável em ambiente de Selva…

Hoje em dia a tendência são os mini-chests, que são bem minimalistas.

Para quem não conhece, pesquisem os da SpiritusSystems

Com relação a bota eu usei da Guartelá por uns 10 anos, mandei refazer e customizar trocentas vezes.

Hoje em dia uso uma da Oakley que me fez aposentar a da Guartelá.

C. César
C. César
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 ano atrás

Colombelli, se me permite gostaria de perguntar para vc que é do meio. Sou colecionador de facas e queria saber se as facas do R. Vilar (PQDT, CIGS, o novo CAVEX, etc) são mesmo usadas pelo Exército. Qual faca de fato faz parte do equipamento dos nossos militares? Imagino que as IMBEL IA2 são mas as outras nunca vi militar algum usar.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  C. César
1 ano atrás

No IA2 vem junto uma baioneta…

Eu tenho ela há pelo menos 5 anos e é muito boa..

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
1 ano atrás

Uma boa combat shirt é um baita alivio na temperatura…

Já existem modelos em que a parte de dryfit é camuflada, mas são bem mais caras.

Alfa BR
Alfa BR
1 ano atrás

Bem que o poderiam dar uma conferida em modelos mais atuais de fardo aberto para as OMs de selva:

Algo como o PLCE britânico:

comment image

Ou o AVS Detachable Chest Rig da Crye Precision:

comment image

Recce
Recce
1 ano atrás