Home Concorrências Internacionais Exército Suíço testa novos mísseis de defesa aérea

Exército Suíço testa novos mísseis de defesa aérea

3750
39
SAMP-T

A partir da próxima semana, o Exército Suíço está testando dois novos sistemas de defesa aérea terrestre. Mas não haverá testes de tiro.

Depois dos caças a jato agora a defesa aérea: Para a defesa aérea terrestre (Bodluv) o exército suíço em zugerischen Menzingen verifica duas novas ofertas. Estas foram recebidas pelo Escritório Federal de Armamentos (armasuisse) na primavera.

As ofertas estão disponíveis para o sistema de mísseis Patriot do fabricante norte-americano Raytheon e o SAMP/T da Eurosam equipado com mísseis Aster da França.

Agora começa a fase de testes, segundo vários especialistas do Departamento Federal de Defesa, Proteção Civil e Esporte (DDPS) disseram na quarta-feira à Mídia Federal em Berna.

Nenhum teste de tiro

Testes de tiro não serão realizados, diz em uma mensagem. O objetivo das missões de 19 de agosto até o final de setembro é, portanto, verificar as capacidades dos sensores dos sistemas de radar e as informações das ofertas enviadas. Nos feriados e fins de semana, não haverá realização de testes.

Até o momento, os especialistas avaliaram as respostas ao questionário, que os candidatos tiveram que preencher na sua oferta. Várias equipes do DDPS avaliaram a eficácia do sistema, sua manutenção e treinamento.

Sistema de defesa aérea e antimíssil Patriot

Testes de doze dias para cada sistema

Os testes que começam agora na antiga área de formação “Gubel” em Menzingen incluem dez missões com tarefas específicas. No processo, as medições são realizadas no solo e o espaço aéreo é preenchido por aeronaves da Força Aérea. Primeiro, o sistema Patriot será testado por doze dias em agosto e a partir de meados de setembro, será a vez do sistema SAMP/T.

Após os testes, a armasuisse quer enviar um segundo pedido de ofertas para os dois fabricantes no inverno. Em seguida, o relatório de avaliação será preparado. A decisão do tipo é do Conselho Federal. Os novos sistemas de armas serão entregues a partir de 2025.

Separação recomendada

Os mísseis antiaéreos fazem parte do programa “Air2030”, que também inclui a aquisição de novos caças. Para novos mísseis antiaéreos estão disponíveis no máximo dois bilhões de francos. O suprimento deve ser politicamente menos controverso do que a compra de novos aviões de combate. A população não poderá opinar sobre o Bodluv.

A iniciativa de separar as duas aquisições veio da nova ministra da Defesa, Viola Amherd. Ela seguiu uma recomendação do ex-astronauta Claude Nicollier. Nicollier havia aconselhado não sobrecarregar as já difíceis aquisições de jatos de combate com outro negócio.

FONTE: 20 Minuten/COLABOROU: Frans Neeracher

Subscribe
Notify of
guest
39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Minuteman
Minuteman
1 ano atrás

Parabéns a Suíça.

Off Topic: soube que a Russia andou testando um por aí, a explosão matou cinco e jogou radiação por várias cidades no norte do país.

Decepcionante…

Brunow Basillio
Reply to  nonato
1 ano atrás

Esta matéria do The drive fraca e desencontrada, cheia de suposições e boatos..
Há notícias deste acontecimento em mídias independentes na russia, muito mais explicativa e esclarecedora… A mídia Ocidental já falou em explosão de míssil com motor nuclear, explosão do motor do Zircon etc…aja boato..
Um motor de combustível líquido explodiu nos testes, o que possivelmente liberou uma quantidade de tecnécio, por isso o pico de radiação mas que voltou ao normal horas depois..

Brunow Basillio
Reply to  Brunow Basillio
1 ano atrás

O kommersant explica de uma forma mais simples..
https://www.kommersant.ru/doc/4054822

Munhoz
Munhoz
Reply to  Minuteman
1 ano atrás

Falhas acontecem, tanto na Rússia quanto nos EUA!

É normal em testes com novas armas, como o F 35 no Japão !

Esse negócio de radiação deve ser fake, eles não testariam mísseis carregando esse tipo de material!

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Munhoz
1 ano atrás

Não é fake não! A própria rede de notícias RT (Russia Today) confirmou o fato:
https://www.rt.com/russia/466194-rosatom-killed-arkhangelsk-blast/

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Munhoz
1 ano atrás

não é fake, infelizmente, o erro do F35 não espalhou radiação por uma grande e área e nem vai dar câncer em centenas de pessoas nos próximos anos, comparação maluca a sua.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Verifiquei o fato, de início pensei que era fake pelo fato de ser estranho!

Na verdade deve ter sido um novo míssil de cruzeiro, o sistema de propulsão é nuclear ☢️ o que garante uma autonomia ilimitada!

Sendo que neste caso não deve ter ocorrido um acidente nuclear muito grave, pois não devem ter colocado muito combustível para o teste.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Munhoz
1 ano atrás

ainda bem que era um teste, a Rússia tá dando Iodo para população, não se sabe se a base russa vai ficar inutilizável

João Moro
João Moro
Reply to  Munhoz
1 ano atrás

Você não soube ou viu sobre Chernobil??

cesar silva
1 ano atrás

a suíça não entra numa guerra a mais de 500 anos, mais nem por isso deixa de lado a sua defesa com desculpa de que não tem inimigo. ao contrario de um certo pais

Leonardo
Leonardo
Reply to  cesar silva
1 ano atrás

A Suíça e o “certo país” ainda voam F5….menos….

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Leonardo foi jantado co sucesso! he he he

cwb
cwb
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

e cada cidadão tem um fuzil em casa,e pasmem lá o pessoal não se reúne vestido de branco e solta pombinhos…

sub urbano
sub urbano
Reply to  cwb
1 ano atrás

Nas phavelas do RJ cada cidadão tem fuzil tbm.

Carvalho
Carvalho
Reply to  sub urbano
1 ano atrás

São guarda chuvas !!!!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  sub urbano
1 ano atrás

Negatívo, n fala bobagem..

Em favela não tem só bandido

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Leonardo, a diferença é que o caça principal na Suiça é o F-18 C Hornet desde o início da década de 90. Esses 30 Hornets são a linha de frente e os 53 F-5 São os caças de 2a linha, pilotado por RESERVISTAS.
A Suíça é MENOR que o estado do Espírito Santo e possui somente 8,5 milhões de habitantes.

O Brasil é + de 200 x maior, possui população 25x maior, mas somos uma Vergonha.

paulop
paulop
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

Boa sugestão pra FAB. Mantém núcleos com os Gripens top de linha, com adestramento constante e mantém na reserva os F-5 modernizados, mas sendo utilizados em manobras esporadicamente.

Bosco
Bosco
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

Luís, Mas é o pequeno tamanho da Suíça que justifica ele ter um sistema AA de qualidade. Diferente de nós que a grande dimensão e o contexto geopolítico não justifica. Algumas poucas baterias adquiridas já provê alta densidade de defesa AA. Não adianta termos “alguns” sistemas AA de grande alcance/altitude (HIMADS) em estado da arte se jamais iremos conseguir dar densidade à defesa pela nossa dimensão continental. Teria mais buracos que uma peneira. Eu particularmente sou a favor de investirmos na defesa de baixa altitude em sistemas portáteis como o RBS-70 e Igla , em radares SABER 60, mantermos os… Read more »

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Sim Bosco. Estou respondendo o colega que comparou a FAB com a força aérea suíça por conta de ambas usarem os F-5 até hoje. Sobre AAAé eu concordo que devido ao nosso pequeno orçamento, fica difícil adquirir sistemas de longo alcance em grande quantidade. A Rússia com PIB semelhante ao nosso possui quase 50 baterias S-400. Mas aqui a realidade é realmente diferente. Ainda assim, acho importante adquirir algumas baterias de longo alcance para protegerem regiões mais importantes. Vai ter buraco, com certeza, mas pelo menos em determinadas regiões podemos ter uma cobertura antiaérea de longo alcance, como na base… Read more »

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Bosco se fosse por áudio o teu comentário, sairia daquele comentário popular , escutar-te são não é pior que ser Surdo, mas te digo em contrário preferia ser Surdo. Um país como nosso , com nossas Dimensões , Riquezas , População , Posição Geográfica etc etc , estamos em Contexto Político que não justifica uma Defesa de Média/Grande altitude ,Melhor ser Surdo mesmo, armas de baixa altitude contra armas que seriam disparadas Fora do Teatro de Operações , e de Alvos de Grande Importância Estratégica , etc , pra ti estaria de Bom Tamanho. Estas neste momento assistindo a uma… Read more »

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
1 ano atrás

Pegava o SAMP-T.

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

Pasmem! O sistema de defesa do Brasil são metralhadoras de 35mm e foguetes de mão…

Antunes 1980
Antunes 1980
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

Pasmem! A defesa aérea da quebrada Venezuela, é bem superior a do Brasil !

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Penso que o BOSCO pensa que a Venezuela esta em um Contexto Político Superior ao nosso .E agora Bosco , mantém o pensamento , e os nossos militares que nos enganam com uma Defesa Pífia ??

cwb
cwb
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

manda uma foto da metralhadora de 35mm…

Marcos
Marcos
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
1 ano atrás

Pasmem! O indivíduo não sabe a diferença entre uma metralhadora e um canhão

paulop
paulop
Reply to  Marcos
1 ano atrás

Pasmem 2: o indivíduo chama míssil portátil de foguete de mão ( lembrando que a sutil diferença reside no aspecto forma de guiagem);
E lembrando também que os canhões AA são de 35mm e 40mm.
Abraço

Bosco
Bosco
Reply to  paulop
1 ano atrás

Temo que o Sincero quis ser sarcástico e usou equivocadamente os termos “metralhadora” e “foguetes” de forma proposital para dar mais ênfase à sua indignação.

paulop
paulop
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Certamente caro Bosco. Nas como bons brasileiros não podemos perder a piada. 😉

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  paulop
1 ano atrás

Como acima publiquei a MB chama Canhões de 20 de Metralhadoras , e mesmo chamando de canhões , os de 35 e 40, somente servem para desfiles Militares fazendo Número , o Gepard vá lá , mas os rebocados ,Piada !

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Marcos
1 ano atrás

Depende, a MB chama Canhões de 20 mm de Metralhadoras !

RENAN
RENAN
1 ano atrás

Vejo estes reportagens de novos mísseis e me pergunto: Para que gastamos dinheiro em algo ultrapassado? Hoje com advento de podermos fazer um micro reator nuclear porque não criar um caminhão com laser elétrico movido a energia nuclear. Ou mesmo a diesel, uma intimação a todos as faculdades deste Brasil pesquisa uma fôrma conjunta de criar o mais potente laser elétrico e compacto já existente, em 10 anos teríamos o melhor sistema anti aéreo do mundo. universidades podem pesquisar materiais, novas tecnologias a um custo barato, uma vez desenvolvido, passa a uma indústria e fábrica. Uma vez adquirida a tecnologia… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  RENAN
1 ano atrás

também acho que o Brasil devia deixar de lado novas pesquisas de mísseis de curto alcance em detrimento de pesquisar lasers. lembrando que os lasers atuais são efetivos até cerca de 10Km.

Mateus Lobo
Mateus Lobo
Reply to  RENAN
1 ano atrás

A questão é que o volume de compras das forças armadas torna inviável qualquer coisa nesse sentido é mais barato adquirir de fora do que desenvolver aqui.

Joker
Joker
1 ano atrás

Na Suíça o revolucionário/terrorista/inimigo pode atacar tranquilo entre a Sexta depois do expediente e a noite do Domingo porque as FFAA Suíças só funcionam no horário do expediente.

Esse Suíços são uns brincantes…

Joker
Joker
Reply to  Joker
1 ano atrás

Qm sabe um certo país tupiniquim não possa alugar os equipamentos Suíços durante o fds pra brincar de Defesa Nacional.