Home Conflitos em andamento Houthis reivindicam captura de milhares na ofensiva iemenita

Houthis reivindicam captura de milhares na ofensiva iemenita

6822
185

Rebeldes alinhados ao Irã transmitem imagens que mostram ataque a forças apoiadas pela Arábia Saudita

Os rebeldes houthis do Iêmen afirmam ter lançado uma grande ofensiva contra as forças iemenitas apoiadas pela Arábia Saudita e capturado “milhares” de prisioneiros.

Os Houthis transmitiram imagens do ataque no domingo, descrevendo-o como a maior operação militar dos rebeldes desde que a Arábia Saudita interveio na guerra civil do Iêmen em 2015.

Os vídeos pretendiam mostrar veículos apreendidos com insígnias militares sauditas, bem como entrevistas com dois soldados que se identificaram como sauditas para seus captores. A maioria dos mostrados nas filmagens parecia ser iemenita, mas não estava claro quando o suposto ataque ocorreu.

As informações não puderam ser verificadas independentemente e a coalizão liderada pela Arábia Saudita, que luta contra os houthis alinhados ao Irã no Iêmen, não respondeu aos pedidos de comentários.

A Arábia Saudita apóia forças leais ao governo iemenita exilado, que está combatendo os rebeldes em uma guerra civil de mais de quatro anos. Enquanto liderava os ataques aéreos da coalizão, Riad enviou um número relativamente limitado de tropas terrestres no Iêmen, concentrando a maioria de suas forças terrestres ao longo de sua fronteira sul.

FONTE: Financial Times / Al Jazeera English

Subscribe
Notify of
guest
185 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
9 meses atrás

As F.A. sauditas estão levando uma surra dos guerrilheiros houthis, que já operam dentro de território saudita.

rdx
rdx
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

O exército saudita é tão incompetente que a ameaça da insurgência Houthi conquistar Riad é real. Agora está explicado porque os EUA estão enviando tropas para a Arábia Saudita.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  rdx
9 meses atrás

Acredito que poderia, em um futuro, existir uma oposição (talvez até armada) de sauditas descontentes com o infame regime monárquico.
Fato que seria agravado pelas derrotas militares constantes no campo externo.
Insta lembrar que a interferência no Iêmen também vem causando graves problemas orçamentários aos déspotas sauditas.
O que pode insuflar alguma dissidência interna.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Essa oposição já existe, está ganhando momentum. O ataque à refinaria faz pouco tempo contou com o apoio logístico e material dessa própria insurgência, e forças tribais estão diariamente fazendo causa comum com os Houthis. A narrativa não mostra isso, pois parte da guerra é a desinformação e abafe de notícias adversas.
O pau ainda vai comer muito pior por aqueles bandos.

Gordo
Gordo
Reply to  rdx
9 meses atrás

Sr rdx não diria que são incompetentes já que são tão capazes quanto nós, podem aprender tudo que lhes é ensinado. Acredito que a questão ali passa por oficiais sem mérito algum indicados por parentescos e favores, um Estado repressivo que acaba desmotivado qualquer um que tenha que lutar ainda mais num pais vizinho. A Arábia Saudita apesar de contar com o que o de melhor o dinheiro pode comprar vem dando sinais de fraqueza, e o que o Sr fala sobre a queda de Riad não é algo improvável já que essas derrotas encorajam uma insurgência.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Gordo
9 meses atrás

O problema é que eles recebem a quantidade de treinamento suficiente para tirarem um bom proveito dos equipamentos que possuem? As vezes alguns oficiais sem mérito fazem o treinamento, mas ou não repassam ou repassam de forma ineficaz o treinamento! E você pode ter os melhores equipamentos, mas se seus homens não sabem usar não adianta muita coisa e a situação fica pior se além de não saberem usar estão desmotivados!

Valter Sales
Valter Sales
Reply to  Gordo
9 meses atrás

Acho que o nome do jogo é: falta de motivação

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  rdx
9 meses atrás

Os EUA não estão enviando tropas para a AS, apenas baterias antiaéreas e suas guarnições.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  rdx
9 meses atrás

Como disse antes, me baseando em minhas próprias experiências os sauditas são simplesmente os piores soldados da região, com raríssimas exceções.
Os bilhões gastos pelo monarca são simplesmente desperdiçados, e mesmo com a instrução incansável do nossos advisors o desempenho das melhores unidades sempre ficam bem abaixo do que consideramos aceitável.
Todos nós fardados sabemos que os dias da família Al Saud estão contados, tanto assim que nos referimos a Riyadh como Saigon In The Middle East.

Tomcat
Tomcat
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

E o que vai aparecer depois João? Pelo que a gente vê no OM, quando um governo ruim cai, sempre aparececum pior depois ou é o caos como é a Líbia…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Tomcat
9 meses atrás

Tomcat

Essa é a herança americana.
Conseguem destruir tudo o que colocam a mão.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Não, a causa do atraso no OM é a cultura tribal deles. A presença americana não destruiu o Japão nem a Europa pós-guerra. Muito pelo contrário, esses países se recuperaram rapidamente. Todos adoram culpar os americanos pelas suas deficiências e falhas.

Agnelo
Agnelo
Reply to  paddy mayne
9 meses atrás

Exato.
Muitos teimam q a culpa é sempre do outro, mas não olham para sua própria condução de governo.
Sds

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
9 meses atrás

Talvez os interesses americanos no O.M. sejam bem diferentes dos demonstrados no Japão ou Europa.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Kings… continua inábil em suas avaliações.

Fabricio
Fabricio
Reply to  paddy mayne
9 meses atrás

Mas nesses lugares q descreveu ñ há petróleo… Essa é a grande diferença…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Fabricio
9 meses atrás

Exatamente, Fabrício.
Na Europa e no Japão havia o interesse em restabelecer um grau de desenvolvimento e bem-estar das populações com vistas a manter os partidos de esquerda isolados.
Já no O.M., assim como na América Latina e África o assunto era esfolar, como efetivamente fizeram.

Valter Sales
Valter Sales
Reply to  Tomcat
9 meses atrás

No oriente médio
as piores previsões não só se confirmam….,
mas se superam…

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

Na sua opinião, João, qual o motivo dessa inabilidade dos sauditas para operar equipamentos modernos e não modernos? É estranho, porque, assim como investem em equipamentos, investem em treinamento. E sempre tomam pau, de quem quer que seja. Uma vez li um texto, não lembro onde, do problema que a FA saudita enfrentava para formar bons pilotos. Que e influência política e familiar influenciava muito em quem conseguia se habilitar a ser piloto, o que fazia com que pessoas inaptas entrassem e saíssem do processo de formação de pilotos. Li esse texto e achei que fazia sentido. Mas, considerando, a… Read more »

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

Acredito que seja em parte um problema de fidelidade: você aceita morrer pelo seu país, mas não para salvar a banheira de ouro maciço do Sheik a ou B…
Se os relatos forem verdade em breve os sauditas estarão implorando de joelhos para os EUA dar um jeito para eles… Se eu fosse o Trump aproveitaria para tomar até as calças deles.

Paulotd
Paulotd
Reply to  rdx
9 meses atrás

Tio Sam não vai deixar nem atravessarem a fronteira, muito menos de Riad, mandará forças Rangers, B-52, tanques, artilharia, e uns dois grupos de batalha da US Navy com cruzadores, porta aviões, submarinos, etc… pra varrer esses rebeldes houthis em uma semana. E se brincar até a China entra na parada mandando seus novos porta aviões

João Moro
João Moro
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Kings, não somente porque operam dentro do território, mas porque o exército Saudita é mal treinado e seus oficiais são colocados não por capacidade e conhecimento, mas por ser pessoas importantes em suas tribos e grupos. O pessoal do Canal “Hoje no mundo militar” fez uma boa análise sobre isso.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  João Moro
9 meses atrás

Eu só gostaria de saber qual seria o apoio que os governantes sauditas têm entre seu povo.
Será que quando os petrodólares pararem de jorrar eles se manterão no poder?
Sim, porque parece que o ‘apoio’ ao regime é comprado com essa enxurrada de dinheiro.
Teríamos uma ‘Revolução Iraniana – Volume 2’?

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Quando os petrodólares acabarem, ninguém mais dará a mínima para a AS. Já uma revolução aos exatos moldes iranianos é menos provável, pois eles são maioria sunita por lá. Mas pode haver uma ascenção de grupos religiosos, certamente. Por outro lado, muitos sauditas já estão de saco cheio da interferência religiosa em suas vidas e querem governos mais seculares.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  paddy mayne
9 meses atrás

Tipo iraniana apenas pelo aspecto religioso, por certo.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Eles não tem petrodolares, possuem petroleo mesmo.

O Ocidente protegerá a familia real saudita a qualquer custo, não será muito caro. O Petroleo vale a pena. Até os cagões franceses vão para a briga.

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Ricardo Bigliazzi
8 meses atrás

Os cagões??? São só as tropas com mais experiência de guerras, coitadinho dos teus, que perto deles, são soldados de quartel, e as suas guerras é só treinos, e uma ou outra operação de paz. Sabes lá tu, nem imaginas, a diferença.

João Moro
João Moro
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Sobre a afirmação “Teríamos uma ‘Revolução Iraniana – Volume 2’?”, uma revolução aos moldes das revoluções comunistas da guerra fria, não acredito.
Certamente diminuirá o apoio popular a monarquia quanto perder o petróleo, mas, como bem vemos na Venezuela, enquanto a monarquia controlar as FAs, dificilmente cairão.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Antoniokings
8 meses atrás

“Eu só gostaria de saber qual seria o apoio que os governantes sauditas têm entre seu povo.”

Lá a vida é bem mais mansa que na Venezuela, Irã, Coréia do norte, cuba…. A sua pergunta teria q ser sobre esses regimes que citei xings

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  João Moro
9 meses atrás

Isso não acontece somente na AS. O alto oficialato chinês é permeado por cargos comprados a peso de ouro, não pelas qualidades técnicas. Matéria da Foreign Policy já postada aqui por mim.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
9 meses atrás

Os caras tem alguns armamentos, veículos e sistemas que o Brasil e a maioria dos países só sonham em ter, e mesmo assim conseguem fazer igual a França na WWII.
Bom…cada país tem o Vietnã que merece.

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

A França foi derrotada em uma campanha de alta intensidade contra uma força que precisou de meio mundo para ser derrotada. Não por uns guerrilheiros maltrapilhos.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Alfa BR
9 meses atrás

E por uma doutrina moderna que estava muito a frente da doutrina enferrujada dos franceses! O franceses tinham tanques superiores, mas só um coronel que tinha estudado doutrinas modernas de uso de forças blindadas, um tal de De Gaulle, usou de forma correta os blindados franceses e deu um trabalho para as colunas alemãs, o resto do exército francês insistiu em doutrinas ultrapassadas!

Francisco Herês
Francisco Herês
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

OK, então o q o Willber Rodrigues tem razão.

Naamã
Naamã
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

Fabio,o equipamento francês era tão ruim quanto a doutrina.Os aviões franceses eram jacas e os tanques eram latas de sardinhas cegas,surdas e mudas.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Naamã
9 meses atrás

Negativo, amigo. Os franceses tinham o Somua S35, melhor que todos os tanques da Wehrmacht desse então, tanto assim que os alemães os incorporaram as suas fileiras quando a França se rendeu. O problema é que salvo raras excepções, nãos os sabiam usar.

Naamã
Naamã
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

João,os tanques franceses só eram boms se você só contar grossura da blindagem e calibre do armamento e ignorar todo o resto.
Veja esse video do Somua
https://youtu.be/VfaVeZ_xjIc
E compare com esse Panzer 3.
https://youtu.be/O8N_70he_G0

A superioridade alemã fica óbvia.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Naamã
9 meses atrás

Esta errado filho, os tanques franceses eram mais avançados que os alemães. O que contou foi a forma de usar o equipamento. O mesmo se repete agora no Iemem. Quem não conhece a história, repete o passado.

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
8 meses atrás

E mentem, mentem …

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Naamã
9 meses atrás

A maioria dos armamentos antitanques e os tanques alemães que eram de 37 mm e não perfuravam as blindagens dos tanques franceses, mas a grande maioria do exército francês ficou preso num pensamento antiquado de como usar os tanques, o, na época coronel e depois general, Charles De Gaulle era um dos poucos que tinham estudado doutrina de uso de blindados e por isso deu um trabalho aos alemães. O franceses acreditavam erroneamente que a Linha Maginot deteria os alemães, mas eles simplesmente a contornaram.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

Hobart também tentou emplacar a doutrina no exército inglês, mas foi igualmente rechaçado. Já Guderian, esse recebeu toda a atenção de que precisava…

Torama
Torama
Reply to  Naamã
9 meses atrás

Além dos tanques, a França já contava com algumas centenas do Dewoitine D520, o que naquele momento da guerra era tão bom quanto o Bf-109 alemão.
Perderam feio pq não souberam usar o tinham na mão, como os colegas já mencionaram.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Naamã
9 meses atrás

Naamã, voce esta enganado. Os CC alemães eram bem simples, como o Mk II e os carros de origem tcheca. Só bem depois vieram os panteras e afins.

Naamã
Naamã
Reply to  paddy mayne
9 meses atrás

Não,você caiu no meme dos “hard stats”.blindagem e armamento são bons,mas os tanques franceses pecavam em outras áreas importantes.A maioria usava torres de 1 homem(os outros eram de 1 e 1/2),tinham péssima visão e não tinham rádios(nem a maioria dos S35).

Eu postei um comentário mais cedo com link de vídeos explicando mas a moderação engoliu.

Mas isso é meio off-topic.O exemplo francês não é bom para o caso houthi.O artigo “Why arabs lose wars” de Norvell DeAtkine é bem melhor para entender a situação.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Naamã
8 meses atrás

Vc esta correto, não é só blindagem e calibre que conta, o somua era muito datado!

Elton
Elton
Reply to  Alfa BR
9 meses atrás

Boa parte desses guerrilheiros maltrapilhos eram membros das forças armadas do Iêmen ou cidadãos que receberam treinamento no Iran e agora lutam contra os invasores estrangeiros e seus aliados .

Bardini
Bardini
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

” e mesmo assim conseguem fazer igual a França na WWII.”
.
Aí tu esgota a cota de paciência logo no primeiro comentário, amigão…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Bardini
9 meses atrás

A França tinha blindados mais bem armados e com melhor blindagem que os alemães ( Char B1 X Panzer II e III ), maior n° de aviões e peças de artilharia, e perderam pros alemães, com uma doutrina e táticas muito superiores.
A AS tem algum dos melhores equipamentos que a grana pode comprar, e tá sofrendo nas mãos dos Houts.
Entenderam agora a comparação, ou tenha que deixar ainda mais claro?

Bardini
Bardini
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

Sua comparação é uma completa baboseira… . Os alemães eram superiores. . Os franceses estavam totalmente desmotivados a entrar em uma nova Guerra contra os alemães. Sabe pq a Linha Maginot existia? Será que não era um retrato claro do desejo de se dissuadir uma nova carnificina? . Os franceses perderam MILHÕES na WWI. Qual o sentimento da população perante essa “vitória”? Contextualize antes de julgar as ações tomadas pelos franceses! É fundamental! . PERGUNTA CHAVE: Onde os franceses tiveram mais baixas, na WWI em que foram vitoriosos, ou na WWII, em que foram “invadidos vergonhosamente”? . Char B1 era… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Encerrando esse diálogo:
1-mantenho minha comparação ( embora a mesma tenha suas imperfeições )
2-não ligo pra sua quantidade de paciência diária.

Whip
Whip
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Na II Guerra, enquanto os alemães deslocavam o grosso de suas tropas para a luta na Polônia, os franceses ficavam “se mobilizando” e sentadinhos atrás da Linha Maginot, não cumprindo com suas obrigações de aliados e deixando a Polônia na mão. Depois os alemães moveram sua máquina e invadiram a Dinamarca, Noruega e tal…Mais uma vez se os franceses tivessem atacado deixariam os alemães em maus lençóis…mais uma vez ficaram sentados atrás da Maginot fazendo nada. Então os alemães se prepararam e usaram uma estratégia vencedora…neste tempo todo os franceses ficaram sentados atrás da Maginot e ainda foram reforçados pela… Read more »

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Whip
9 meses atrás

Whip; acontece que na época o infante francês estava tão empolgado de ir morrer na Polônia para defender a ocupação de Danzig, como eu estaria de ir morrer na Arábia Saudita para defender a ocupação do Yemen. Só que no caso francês era pior ainda, pois tiveram a flor da sua população dizimada na desgraça inútil que foi a WWI. Rara era a família que não tinha perdido vários membros naquele genocídio continental.
Um bom retrato da tragédia é o filme Gallipoli, com o então jovem Mel Gibson.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

João Moita Jr.
E como se não bastasse a carnificina. Os pedantes Franceses esticaram demais o elástico. E foram mentores daquele tratado infame que os Alemães incondicionalmente assinaram. O que apenas retardou o “troco” alemão. Que tão logo se sentiu pronto, foi para a prorrogação do jogo. Ou seja . A segunda guerra. O resto todos conhecem. E quem vai morrer pelos sauditas ?

joao moita jr
joao moita jr
Reply to  Antonio Palhares
9 meses atrás

Nem os sauditas querem morrer pelo Mohammed Bone Saw…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

Um detalhe pouco lembrado é que, no período entre-guerras, a França passou por inúmeras crises políticas, com a troca constante de presidentes e governadores. Isso atrapalhou muito a modernização das FA’s francesas. Vários programas de rearmamento foram mudados ou cancelados. O único programa militar que não foi ccancelado ou mudado durante esse período foi….

A Linha Maginot.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Joao Moita Jr
9 meses atrás

Cliffs of Galipoli, manja Sabaton?

Marcos
Marcos
9 meses atrás

E pra fechar com chave de ouro a força aérea saudita bombardeou a área atingindo vários soldados sauditas.

comment image

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Marcos
9 meses atrás

Até se entende você fazer um bombardeio em sua posição para salvar sua tropa de um desastre, mas hoje isso é feito com muito mais profissionalismo e precisão!

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Marcos
9 meses atrás

Aqui conhecemos muito bem a tal eficiência. O pior pesadelo do soldado americano? Pedir Close Air Support da Saudi Air Force.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
9 meses atrás

Que adianta ter um dos maiores orçamentos miliares para compra de material se não sabem usar esses equipamentos? E ainda tem uma doutrina péssima e uma falta de profissionalismo no alto oficialato?

Bardini
Bardini
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

É muito, muito complicado colocar uma força profissional atuando com táticas regulares para lutar contra um inimigo irregular e extremamente motivado, por menos equipado que ele seja.

Bardini
Bardini
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Sem contar que aqueles países são como empresa de família… Quem manda são “os chegados”. Os literalmente “amigos do Rei”.
.
Sou capaz de apostar que os iemenitas são mais bem organizados e estruturados no tocante a linha de comando, pois devem privilegiar a ascensão dos que tem sucesso nessas campanhas de combate…

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Bingo!!! Assim é, ilustre Bardini. Acertastes o alvo com poucas palavras.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Bardini.
Por ai. Organizados, bem comandados, resistentes e competentes. E com uma capacidade tremenda de absorção de informações. Julgar pelas aparências é o primeiro erro.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Sim, se você tem uma força bem treinada é complicado, mas nesse caso além do tipo de ação ser complicada tem a falta de qualidade dos sauditas, e os Houthis são bem equipados para esse tipo de combate pelos iranianos e possuem treinamento e experiência em combate!

Elton
Elton
Reply to  Bardini
9 meses atrás

Também tem que por nessa equação que comprar equipamento e uma coisa ,cobrar ADESTRAMENTO e alocar RECURSOS para TREINAMENTO alem de APERFEIÇOAMENTO DE DOUTRINA DE USO e uma totalmente diferente.As poucas perdas operacionais dos F15C adquiridos no início dos anos 80 revelam que aparentemente eles não voam e treinam tanto quanto compram.

Furagelo
Furagelo
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

Não é só isso. Parece que os Soldados Sauditas vivem uma vida boa e nem pensam em morrer pela monarquia.

Naamã
Naamã
Reply to  Furagelo
9 meses atrás

Mesmo se tivessem moral os soldados ainda iam apanhar,por que as FA árabes são montadas como cabide de emprego dos amigos do rei.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Furagelo
9 meses atrás

Não entendi a sua lógica. Então eles lutariam por um regime que os tratasse mal?
Ou se eles tivessem péssimas condições de vida eles lutariam melhor?

João Moro
João Moro
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

Por isso que análise entre FAs de países diferentes tem que levar em conta esses fatores como treinamento, doutrina, moral, conhecimento dos seus oficiais e generais, etc, não somente equipamentos de última geração.

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Fabio Araujo
8 meses atrás

Falam, falam e não conhecem nada dos Sauditas, só o que lhes entra pelos telejornais e afins, mas enfim, falam mal dos outros, para afagar magoas próprias e ilibar o material dos seus amados senhores.

carcara_br
carcara_br
9 meses atrás

Já nem sei mais quem tá na ofensiva ou defensiva…

Fabio Araujo
Fabio Araujo
9 meses atrás

Naquela região, Israel e Irã são as forças armadas melhor equipadas e treinadas, o Egito tem bons equipamentos e uma força profissional, não sei a qualidade do treinamento deles, o resto podem até ter bons equipamentos, mas são fracos em treinamento e doutrina!

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

O Egito possui o melhor exército do mundo árabe

João Moro
João Moro
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

Tem muitos equipamento de ponta, mas será que os oficiais, soldados e generais têm competência?

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  João Moro
9 meses atrás

Já demonstrou diversas vezes em situações reais que sim

João Moro
João Moro
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

Acredito que sejam melhores que outros países islâmicos mas será que está no mesmo nível que Israel?

José
José
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

Esqueceu a Jordânia tem forças muitos profissionais.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Fabio Araujo
9 meses atrás

Israelenses, egipcios, sirios e Iranianos, não são arabes. A maioria dos arabes ate 100 anos atrás eram nomades, não tem uma tradição de séculos de território, governo e relação politica.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
9 meses atrás

E em muitos casos as tradições tribais e as rivalidades entre os clãs ainda estão muito arraigadas no povo e isso tem sido um complicador nas políticas locais, infelizmente para resolver parte destes problemas eles terminam apelando para governos centrais fortes e muitas vezes ditatoriais, e se estes governos caem sem que exista uma força de coesão termina virando uma bagunça como ficou a Líbia e quase fica a Síria!

Carvalho
Carvalho
9 meses atrás

O que temos ali?
Oshkosh, MRAP e Stryke?

rdx
rdx
Reply to  Carvalho
9 meses atrás

Oshkosh M-ATV, KADDB Al-Wahsh ISV (fabricado na Jordânia) e LAV-25 (provavelmente da Guarda nacional saudita)

Carvalho
Carvalho
Reply to  rdx
9 meses atrás

Blz !!!

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
9 meses atrás

Um soldado pode ser visto como um “sistema de combate” sendo seus armamentos, o hardware e o soldado em si, o SO. Sintetizando no caso dos sauditas: um hardware se respeito, rodando WinMe. Rs.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
9 meses atrás

Vídeo do ataque:

https://youtu.be/Goj3poVXKvo

Reparem no desespero dos mercenários pró- Arábia saudita.

Carvalho
Carvalho
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

Bom vídeo !!!
Varias barbeiragens…
Formação muito cerrada…
Jamais uma tropa de infantaria em MRAP pode ser pega de surpresa dessa maneira.
Faltou reconhecimento nesse desfiladeiro !!!

teropode
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

Valeu , tudo indica que os sauditas fornecem armas e pagam estes rebeldes , os caras sairam correndo co.o se fossem baratas kklkklkkk, o Irã vai deitar o pêlo pra cima destes caras .Neste ambiente os meios aéreos empregados de preferência a noite fazem mais estragos , tido indica que Israel vai ter que defender os brimos sauditas.

Mabeco
Mabeco
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

Aqui tem um vídeo um pouco mais longo do massacre.
https://twitter.com/Syricide/status/1178413919209213952

Fernando Pereira
Fernando Pereira
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

Muita coisa a falar mas uma delas me chama a atenção, um exército de maltrapilhos dos dois lados… os apoiados pela AS podem até estar com blindados novos mas… olhem as armas portátil que carregavam, totalmente obsoletas…parece que falta motivação e treinamento, parece mais um bando. Não se parece com uma força regular disposta ao tudo ou nada.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

Cadê o apoio aéreo?
Pelo menos um caça ou helicóptero enquanto o comboio esta passando pelo desfiladeiro.
Notar que só precisam de 2 misseis, um no primeiro carro e outro no útimi e para tudo.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
9 meses atrás

Iam abater com sandálias? Kkkk conta outra.

Davi
Davi
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

Valeu pelo vídeo.
Não entendi uma palavra sequer kkk, mas a surra foi grande.

Centenas de pobres coitados manuseando equipamento ocidental de primeira linha sem nenhum treinamento, só pode dar merda.

Antoniokings
Antoniokings
9 meses atrás

É comum em vídeos publicados pelos houthis a captura de veículos intactos.
Como eles não podem operá-los, tacam fogo e destroem tudo.

Wagner
Wagner
9 meses atrás

Quando se pensa que os sauditas foram humilhados,eles sobe um nível acima.
Iranianos embargados até a alma,consegue manter 3 frentes de combate,isso mostra que a independência de armamentos é um bom investimento.Se os iranianos é como sauditas dependente de armas estrangeiras já tinha quebrado no meio e feio.Há rumores que os norte coreanos estão dando apoio também aos Houthis.

Matheus
Matheus
Reply to  Wagner
9 meses atrás

Já não é segredo que os Norte Coreanos venderam tecnologia para os Iranianos para fazerem os misseis de longo alcance.

Augusto
Augusto
9 meses atrás

De um lado os Houtis maltrapilhos, mas fortemente motivados e hierarquicamente organizados. De outro, a Arábia Saudita muito bem equipada mas desmotivada e sem profissionalismo minimamente decente.

teropode
Reply to  Augusto
9 meses atrás

maltrapilhos dos dois lados , veja o vídeo dos prisioneiros , não há sauditas nisto .

Augusto
Augusto
Reply to  teropode
9 meses atrás

Do lado da Arábia Saudita também há miseráveis, que lutam para sobreviver e que são os buchas de canhão que você vê no vídeo. Isso é a exceção, não a regra. Afinal, não dá para pilotar F-15, Chinook e M1A2 Abrams de chinelo.

teropode
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Seu desconhecimento é simplesmente constrangedor .

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto
9 meses atrás

A AS so emprega seu exército convencional nas ações de fronteira e não adentro do Iêmen.
Somente a força aérea saudita que opera lá.
O EAU é que tem operado unidades blindadas no Iêmen e com bastante sucesso.

Mas um comentário sem o mínimo de conhecimento das forças envolvidas e das ações ocorridas

Augusto
Augusto
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

Augusto L, então nos explique as diversas reportagens apontando a entrada de tropas regulares da Arábia Saudita no Yemen. Vou deixar uma de 2015, mas desde aquele ano você encontrará várias outras (dezenas), até o presente ano de 2019: https://www.vice.com/en_us/article/ev9zaa/saudi-arabias-troops-have-crossed-into-yemen-for-the-first-time

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Qual parte você não entendeu de na fronteira ?

Augusto
Augusto
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

Não foi você que disse “as ações de fronteira e não adentro (sic) do Iêmen”?

Leia a reportagem e tente concluir que as tropas regulares da Arábia Saudita não estão operando dentro do Yemen desde 2015. Vou deixar outra de 2015, quando ainda poucas tropas sauditas começavam a operar no país vizinho, ainda que timidamente: https://www.debka.com/why-saudi-army-boots-rarely-touch-the-ground/

Passaram-se 4 anos e cada vez mais tropas entraram e saíram do Yemen, Leia a expressão “boots on the ground”.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Ha tropas no Iêmen, não neguei isso, mas de FEs e instrutores, a força convencional da AS esta protegendo a fronteira é claro que a combates ali, mas não são incursões adentro do território Houti mas ações pontuais, a luta está focada no sul, com tropas iemitas e mercenarios, apoiadas pelos instrutores e forças especiais que comentei.

Matheus
Matheus
9 meses atrás

E olha que eles tratam os prisioneiros melhor do que os Sauditas tratam os deles, que humilhação para Riyad.

https://youtu.be/pWFVdCVHQvo

Carvalho
Carvalho
9 meses atrás

Lição:
Se o comboio parar e vc estiver em um MRAP, desembarque !!!

Matheus
Matheus
9 meses atrás

Pessoal tem que aprender que os Sauditas não compraram 13bi em armamentos para lutar contra o Irã, mas sim pra manter seu povo como refem. O conceito de lealdade não existe na maioria dos exércitos árabes, pois seus ditadores, reis e sheikhs sabem como é facil para as FFAA de seu próprio pais te derrubarem do poder. No caso dos Sauditas é só voce ser um primo distante do rei que já é suficiente pra voce descolar um cargo no alto-oficialato, pois as chances de te trairem são baixas do que um Oficial que não tem nenhuma ligação com a… Read more »

Carvalho
Carvalho
9 meses atrás

Me parece um pouco prematuro desancar o Exército Saudita. Pelas imagens são iemenistas, usando equipamento saudita.
Talvez alguns “conselheiros”.

Matheus
Matheus
Reply to  Carvalho
9 meses atrás

Essas c*gadas Sauditas ja vem acontecendo há anos, eles tentaram fazer um cerco em uma doca no Yemen e eles deixaram os Houthis quebrarem o cerco…. POR DENTRO.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Carvalho
9 meses atrás

É sempre assim Carvalho, os houtis são mestres em propaganda, ai fica um monte desses especialistas de videos d youtube falando de um video que viu que não mostra 000000,1% do que está acontecendo e ja tratam como se soubessem tudo a partir daquilo.
É patético

Carvalho
Carvalho
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

Augusto L

Abençoado seus olhos que veem, e seus ouvidos que ouvem

Mateus 13:16

Wagner
Wagner
9 meses atrás

O Iêmen já é dos Houthis falta pouco para reconhecerem isso. Al-Hadi será entregue para eles fuzilarem como fizeram com Ali Abdullah Saleh,O wahabismo extremo pode juntar as “trouxas” e combinar com os sauditas aluguel em outra freguesia,os Zaidistas vão atrás deles cada metro dentro do Iêmen,desde os primórdios que os Zaidismo combate o wahabismo extremo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Wagner
9 meses atrás

Quando os houthis dominarem o Iêmen totalmente, aí, então, a Arábia Saudita terá sérios problemas em suas rotas marítimas, tanto no Mar Vermelho (com o Iêmen) quanto no Golfo Pérsico (Irã).

Augusto L
Augusto L
Reply to  Wagner
9 meses atrás

Sabe de nada, perderam todos os territórios conquistados na ofensiva do sul, todo o golfo de Aden, inclusive o maior porto dos houtis esta na mãos do verno iemita.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Wagner
9 meses atrás
rdx
rdx
9 meses atrás

Os sauditas e seus aliados já perderam 365 blindados nesse conflito. 333 eram MRAP. E ainda tem quem ache que o Marruá tem algum valor na linha de frente.

https://www.lostarmour.info/yemen/item.php?id=14181

Renato B.
Renato B.
Reply to  rdx
9 meses atrás

Esse site é interessante, se alguém tem dúvidas sobre a compra do veículo da IVECO recomendo dar uma olhada. Tem vários deles lá atingidos, mas com a parte da tripulação inteira.

Welt
Welt
Reply to  rdx
8 meses atrás

Não contrariando sua afirmação, alias, corroborando, mas com outros argumentos.
O US Army abriu edital, concorrência, sei lá como chamam para veículos leves para as SF.
Muitos baseados nos projetos civis (Polaris, Wrangler, GM) e outros sem blindagens.
A questão é que para o emprego “hit-and-run” das SF, um veículo ágil e leve tem seu uso.
Apenas para concluir, um veículo leve como Marruá tem seu valor uma vez empregado dentro da proposta a qual foi desenvolvido ou que consiga atuar hoje em dia e claro que concordo que o ideal para o transporte de tropas seja algo blindado.

DanielJr
DanielJr
9 meses atrás

No vídeo da matéria, nos 0:14 aparece 2 pessoas carregando o que parece ser mísseis kornet. Eu olhei a imagem do vídeo e comparando com alguma imagem da internet são bastante parecidos.
Estou meio por fora dos equipamentos utilizados pelos houthis nessa empreitada, mas se realmente for o kornet, estão com uma bela arma.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  DanielJr
9 meses atrás

É uma cópia sob licença feita pelos iranianos junto aos Russos,têm também um Tow 2A que os iranianos fizeram engenharia reversa.

Gabriel BR
Gabriel BR
9 meses atrás

Se o Exército Real Saudita leva essa coça , imagina o EB que não tem cultura de guerra nenhuma e existe básicamente para pagar salários…

rdx
rdx
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

O EB certamente é mais competente e disciplinado que o exército saudita…apesar de ter meios inferiores

Existe um vídeo na web que mostra um ataque Houthi a um posto saudita que parecia mais um chiqueiro. Em resumo: Os Houthis destruíram um Abrams e o GC saudita que ocupava o posto abandonou as armas e fugiu. Certamente, o EB empregaria no mesmo serviço um pelotão e manteria a posição até a chegada de reforços.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

O EB têm justamente o que falta a Saudi Army:
Adestramento

Elton
Elton
Reply to  Alexandre ziviani
9 meses atrás

O soldado brasileiro em média e motivado e tem vontade de aprender se tiver treino e adestramento ele certamente dara o seu melhor ,o problema no brasil esta mais ligado aos oficiais que sempre passam impressão pelas suas atitudes de se importar mais com formaturas e inspeções do que com capacidade operativa da tropa,com muito poucas exceções.

Marcos
Marcos
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

Sempre tem um para latir mais alto

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

O povo do Brasil eh pacifico, mas ja mostrou seu valor quando foi preciso. Duvido que o EB ia fazer esse papelao num conflito desses, mesmo com equipamento bem inferior. O dinheiro nao compra coragem, garra, disciplina, etc…

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

E precisa ter cultura de guerra? nosso adestramento é muito mas muito superior ao deles, confio plenamente nas nossas forças armadas, só precisam de equipamentos mais modernos.

C. Silva
C. Silva
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

É impressionante como se escreve bobagens nesta aba de comentários.
E mais impressionante é o número de curtidas que recebem estas bobagens.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Gabriel BR
9 meses atrás

Brasil teve em lutas CQB no Haiti, Guerra da Angola, IIGM, em conflito rápido com as FARC, nunca passamos vergonha.

Furagelo
Furagelo
9 meses atrás

Melhor MBS contratar Empresaa Internacionais de Segurança pra dar um jeito no Iemen. Se pagarem o quanto gastam com equipamentos garanto que será a situação controlada.

Elton
Elton
9 meses atrás

A profissionalização das forças armadas árabes e uma bagunça e sempre foi e será assim,são países governados por ditaduras de partido ou monarquias seculares,basta ter alguma influência com o governante que um segundo tenente filho de ditador ou rei pode se tornar general de brigada do dia para noite ,imagina o moral e motivação da tropa para treinar,adestrar e aperfeiçoare alem de se dedicar sabendo que o comandante de unidade só esta la por causa das amizades no topo,não adiante ter o melhor fuzil,melhor blindado ou melhor tanque se o grosso da tropa só está lá pelo salário e emprego.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Elton
9 meses atrás

Como falaram por aqui a Jordânia é uma prova que isso pode mudar, lá a monarquia governa, mas se modernizou e entendeu da necessidade de uma forças armadas profissionais, acho que teve muito haver aprender com os seus erros e observando os vizinhos e aprendendo com os acertos e os erros deles, entre esses vizinhos Israel que no passado derrotou os jordanianos em combate algumas vezes.

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
9 meses atrás

Milhares é exagero, visto que não tinha tantos blindados assim, mas as vezes o melhor equipamento chama-se motivação, no Vietnã, o exercito sul vietnamita era bem equipado mas desmotivado e isso só piorou ao longo da guerra e culminou na sua derrota total.

Por outro lado, na síria, o exercito começou mal das pernas sendo derrotado sempre e perdendo terreno, mas as execuções cruéis do daesh foram um incentivo e tanto para os soldados SAA utarem ate o ultimo homem.

rdx
rdx
9 meses atrás

Aparentemente, as forças saudistas emprestaram seus blindados para mercenários maltrapilhos.

Mgtow
Mgtow
9 meses atrás

São guerrilheiros com G maiusculos esses houthis com suas “pracatas” havaianas.

Marcos
Marcos
9 meses atrás

O povo pra gostar de guerra, se não fosse o ocidente estariam se matando até hoje com paus e pedras

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
9 meses atrás

Próxima notícia: Houthis iemenitas anexam a Arábia Saudita.

Gabriel
Gabriel
9 meses atrás

As empresas de defesa do Brasil tem é que aproveitar o momento e tentar empurrar armamento no Árabes, principalmente a Avibras!

Marcos
Marcos
Reply to  Gabriel
9 meses atrás

Falou e disse, anjo da morte.

gari
gari
Reply to  Marcos
9 meses atrás

talvez até guaranis pronta entrega, já que o ex nã ta dando conta de receber e ainda ajuda a manter o programa

CESAR ANTONIO FERREIRA
CESAR ANTONIO FERREIRA
9 meses atrás

Os caras combatem com sandálias de dedo…

Fabricam mísseis de cruzeiro, detonam as poderosíssimas forças armadas sauditas…

Segue o circo…

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  CESAR ANTONIO FERREIRA
9 meses atrás

“Fabricam mísseis de cruzeiro”

Acho difícil… Irã…

Augusto L
Augusto L
Reply to  CESAR ANTONIO FERREIRA
9 meses atrás

Aonde estão detonando ?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

Não adianta gastar um bica de dinheiro em equipamento e não saber lutar..

Depois a turma n entende pq Israel deita e rola no OM desde sempre.

Os iranianos são bons para bater nos sauditas..

Contra forças profissionais é que vamos ver.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

É por isso que Israel não quer um exercito forte e bem armado e treinado perto de suas fronteiras e fará de tudo para impedir isso, desrepeitando e muito a soberania desses países.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

Me fala algo que os sauditas estão fazendo de incompetência ?

Unico erro deles, foi subestimar a moral dos Houtis, com a campanha aérea contra a infraestrutura dos mesmos.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

Com as diferenças de qualidade entre o material saudita e dos houthis, você ainda pergunta o que estão fazendo errado ?

Era para ser um massacre bem no estilo que Israel faz com os seus opositores.

Danos máximos, perdas mínimas.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

Não existe isso, Rodrigo, a AS sabe que seu exército não tem capacidade pra entrar em território Houti e depois estabiliza-lo sozinhos, eles estão apelas lutando com seu componente aéreo praticamente, a luta no chão é terceirizada aos iemitas leias ao governo, não tem almoço grátis, o inimigo é motivado e suportado por uma potência estrangeira, qualquer pais na situação da AS estaria enfrentando as mesmas situações. E eles ja conseguiram bastantes coisas, antes da intervenção os houtis tinham o controle de quase todo o pais, perderam a parte sul da península de Agaba para o governo depois da intervenção… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

Israel enfrenta terroristas dentro de território Sírio e ainda extermina sem perdão todas as posições iranianas dentro da Síria e do Líbano.

Usando praticamente só o seu componente aéreo.

Comparo AS com Israel, pelas diferenças de equipamento quantitativo e qualitativo em relação aos seus oponentes e as diferenças de resultado são profundas.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

Ponho mais fé num cara desmotivado armado de metralhadora do que um motivado armado com um canivete. O fato é que o equipamento ocidental de ponta está levando uma surra no OM, e a culpa é só dos sauditas, não do equipamento. Uma hora vai ser tão evidente que não terá como negar, nem por a culpa em ninguém.

E idi .o. tas como você achando que daríamos uma surra na Venezuela. Sei.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  100nick-Elã
9 meses atrás

Então pq Israel bate sem dó em todo mundo, entra e sai da Síria debaixo do guarda chuva dos russos ?

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

Saiba que tem uma semana, mais ou menos, que a Rússia PROIBIU, isso mesmo, PROIBIU, Israel de atacar a Síria. Se houver ataque israelense a partir de agora, me aponte que eu calo a boca.

Cidadão
Cidadão
9 meses atrás

Não basta equipamento. Há toda uma complexa conjuntura que sustenta O Moral dum Exército e a “motivação para o combate”. Valores que são cultivados pela cultura, Religião, sociedade, governo, história, Exército, educação, propaganda etc…

Augusto L
Augusto L
9 meses atrás

Não há nenhuma indicação que a AS esta perdendo ou esta sendo incompetente como falam.
Aliás o vídeo não passa de propaganda, não há nada que prove que milhares foram capturados, alias pelas imagens não nem um batalhão.

Estudem o conflito antes de viram comentar.

https://en.wikipedia.org/wiki/Yemeni_Civil_War_(2015%E2%80%93present)

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

Alias ela está jogando dentro de suas limitações, usando os yemitas, somente com FEs e instrutores no solo, o suporte vem todo de via aérea.

Junior
Junior
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

hahahahahahaha… vc vem aqui, afirma uma coisa que não pode provar e de quebra pede para as pessoas estudarem o conflito postando um link do wikipedia, ah amigo não força

Augusto L
Augusto L
Reply to  Junior
9 meses atrás

É da Wikipedia e dai, tem todas as informações ali com fontes, qual é a sua ?

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
9 meses atrás

A capital do provisória foi retomada a 2 anos e o maior porto dos houtis foi tomado ano passo pelas forcas iemitas leais ao presidente que os houtis querem depor. As forças armadas sauditas juntos com seus aliados do Golfo, conseguiram impedir os houtis de adentrar em seu território e agora prestam suporte em forma de intrutores e FEs para forças iemitas além é claro do apoio aéreo, sem contar é claro a reconquista do território perdido no golfo de Aden. Eu não sei aonde esta a incompetência dos sauditas ai, eles estão jogando de acordo com suas limitações, apoiando… Read more »

sub urbano
sub urbano
9 meses atrás

Só não podem atacar o ISIS e nem a Al Qaeda senão arruma briga com os Israelenses rs… assim como foi na Síria

Matheus
Matheus
Reply to  sub urbano
9 meses atrás

Houthis e ISIS estão se enfrentando no leste, que ironicamente usam armas vindas dos Emirados Árabes.

https://edition.cnn.com/interactive/2019/02/middleeast/yemen-lost-us-arms/

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
9 meses atrás

Interessante notar que alguns veiculos não foram atingidos, ao contrario, parecem que estavam tentando fugir de forma desesperada e acabaram por sofrer danos por tombamento e impericia e falta de treino de suas guarnições.

E assim, mais e mais veiculos modernos caem nas mãos dos rebeldes, e a AS sofre mais perdas e capital político.

paulof
paulof
9 meses atrás

Ofensiva quando estavam em processo de troca de presos, li que tinha sido + 300, nota-se que acreditar em processo de paz é complicado.

rdx
rdx
9 meses atrás

Os houthis dizem que mataram ou feriram 500 combatentes da coalizão liderados pela Arábia Saudita e capturaram 2.000

alexandre
alexandre
Reply to  rdx
9 meses atrás

Ter, não é saber operar…

Paulotd
Paulotd
Reply to  rdx
9 meses atrás

Dá pra ver no vídeo que parecem membros do taleban com Ak-47 enferrujados.. Melhor arma que eles tem ali é um RPG velho, e mesmo assim tão batendo nos Saudis com Lav-25, piranhas, fuzis modernos. São corajosos e bons de guerra

Mohammed
Mohammed
9 meses atrás
Augusto L
Augusto L
9 meses atrás

Os sauditas sabem das limitações do seu exército por isso que não o empregam no Iêmen, há somente instrutores e força especiais, o maior apoio vem da força aérea.
Mas os EAU tem empregado suas forças convencionais no Iêmen com relativo sucesso, inclusive os americanos estão impressionados com o exército deles, empregaram os seus Leclers muito bem e sempre que há uma incursão de forças especiais americanas eles operam em conjunto com os emiradenses (baita gentílico difícil).

Adriano Madureira
Adriano Madureira
9 meses atrás

Mais uma bela tacada dos yemenitas🤔 em cima do incrível exército de Brancaleone Al Sauld😁🇸🇦..

Capturaram armamentos, veículos, homens e muitos, muitos uniformes que poderiam ser bem utilizados.

Nunca vi tamanha incompetência militar, e parece que houve até fogo amigo, onde caças bombardearam posições militares do próprio exército.

Acho e até acredito que nossos militares do EB poderiam dar uma coça nesses sauditas e seus brinquedos caros😁😁😁

Celso
Celso
9 meses atrás

Colbelli.
Estes dias vc discutiu que sob ataque o melhor a fazer era ficar dentro da viatura….pra se proteger dos estilhaços e ondas de pressão!!
Queria ver vc escondido dentro dos MRAP!!
Agora diz que tem que abandonar a viatura em movimento…
Afinal????

Celso
Celso
Reply to  Celso
9 meses atrás

Não, o assunto não era sobre ataque coordenado. E sim sobre a conveniência do uso dos MRAP no EB.
Jjamais se utilizaria os MRAP em ataques a posições defendidas, considerando que temos no EB tanto os BIB quanto os BIMec.
Enfim….deixa pra lá!!

Soares
Soares
Reply to  Celso
9 meses atrás

Celso
É sempre assim, muita balela para desdizer o que disse.

Soares
Soares
Reply to  Soares
8 meses atrás

Fanfarrao inútil!!
A única vez que tu vestiu a farda, a mais de 20 anos atrás…tomou cadeia !!!

Bueno
Bueno
9 meses atrás

Acho que na prática não pode ser engessado a atuação de um exército regular contra insurgencia que tem atuação improvisada. O exército insurgente houthis tem uma certa organização mas não tão previsível como uma força regular. Não sou especialista, mas acho que faltou análise antecipada do trajeto do comboio, material de apoio de fogo etc Uma força expedicionária foi dizimada, soma aí a vergonha para a Arábia Saudita.

Bueno
Bueno
Reply to  Bueno
9 meses atrás

Sim. Não sabiam ou não existia protocolo a ser sguido.Eu pensava que um deslocamento deste tamanho no território inimigo seria acompanhado por helicópteros de ataque, VANTS e artilharia pesada.
Não seria melhor avançar no terreno mantendo a posição conquistada até ter uma defesa da posição para apoio de fogo na retaguarda? Comboio enorme pra grande deslocamento em território inimigo, ousadia.
Fico pensando nas Lições pra a FEB e a possível ação na República Centro Aficana.
Abc

Bueno
Bueno
Reply to  Bueno
9 meses atrás

excelente explanação.Muito obrigado !, acompanhei hje ao vivo no Twitter, os houthis chegaram a uma posição que parece ser uma base avançada de onde saiu o comboio, tomaram a posição e mataram todos que resistiram
Muito pesado. https://mobile.twitter.com/Almasirah_Live

Alfa BR
Alfa BR
9 meses atrás

Off-topic:

Operação Arroio III – Exercício de Adestramento realizado pela Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt) como parte do Ciclo de Preparo para o Exercício Combinado Culminating nos EUA.

https://www.youtube.com/watch?v=lkF3xlC0Xws

Nacionalista
Nacionalista
9 meses atrás

Esta e a famosa guerra de guerrilha com soldados treinados no calor da batalha,nada substitui a experiencia destes soldados houthis,bilhoes de dolares sendo queimados por causa de decisoes egocentricas e iracionais do governo e militares sauditas,a luta de poder interna entre os militares para agradar a familia real saudita pode acabar fazendo a derrota da arabia saudita nesta guerra vergonhosa,o pior seria os houthis decidir invadir o reino e tentar conquistar a arabia saudita,seria uma guerra dos infernos,claro que os eua interviriam para salvar os sauditas da derrota eminente,mais nao duvide de uma vitoria dos houthis depois de anos de… Read more »

Nacionalista
Nacionalista
9 meses atrás

Ja pensaram se o Iran envia mais alguns navios lotados de mais armas para os guerrilheiros houthis no Iemen e de a ordem de invasao a arabia saudita? Este seria um problema dos infernos que nem os eua imaginaram,por isso que eu penso que se os eua invadirem o iran o oriente medio vira um pandemonio,imagine os eua invadindo o iran e em seguida o iran ordena a invasao da arabia saudita pelos houthis? os eua teriam 2 grandes problemas,nao apenas uma,mais 2 guerras para lutar Claro que com a capacidade militar e de treinamento os militares americanos venceriam depois… Read more »

paulof
paulof
9 meses atrás

Provavelmente, foi derrotada a Brigada al-Fateh, composta inteiramente por combatentes iemenitas e sediada na cidade de Najran, na fronteira com a Arábia Saudita, tem um artigo em inglês do começo do mês mostrando que a moral é baixa, inclusive que os salários ficam com recrutadores das tropas.

No fundo é o mesmo erro de sempre, equipasse uma tropa, mas ela é mal treinada e não recebe salário, deixa eles na linha de frente contra um inimigo acostumado a guerra, resultado é derrotas, se os sauditas podem virar, até pode, mas as famílias de seus “antigos soldados” agora devem odiá-los.

100nick-Elã
100nick-Elã
9 meses atrás

Ponham a culpa toda na incompetência dos árabes. Ora, essas tropas sauditas receberam treinamento norte-americano. Só o preço do equipamento de origem russa, bem mais barato, já o classificaria como melhor. Um T-90 custa um terço de um Leopard. Mas em batalha, um T-90 bate 3 Leopards. Parem de culpa somente a incompetência saudita: um idiota de metralhada vale mais que um soldado super-treinado de canivete. A culpa é também do equipamento e doutrina ocidental. O equipamento ocidental foi feito para ser caro, tecnológico mas não efetivo em batalhas reais. Claro que existem exceções, como o F-16 – que na… Read more »

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  100nick-Elã
9 meses atrás

“Mas em batalha, um T-90 bate 3 Leopards.”

O histórico de emprego operacional dos blindados soviéticos e russos depõe contra isso.

Renato B.
Renato B.
9 meses atrás

Caramba, os Houthis podiam abrir um saldão de material capturado quando esse conflito acabar. Posso imaginar diversos interessados 😉

100nick-Elã
100nick-Elã
9 meses atrás

Dois países tinham o mesmo orçamento de defesa: 80 bilhões de dólares, orçamento somente atrás de EUA e China. Um deles, resolveu se armar com equipamento ocidental e se transformou nesse exército saudita aí – muito bem equipado na teoria, diga-se. Outro, com aproximadamente o mesmo orçamento, resolveu comprar equipamentos de origem russa. E temos o exército russo.

Parabéns ao equipamento ocidental. Imagina o que aconteceria conosco se tivéssemos nos metido a besta com a Venezuela.

Cristian
Cristian
9 meses atrás

Aliás, muitas dessas técnicas aprendidas e aplicadas na 1ª Cia do Básico – ESA/94. Lembra disso, Colombelli!! rsrsrsrs

Cristian
Cristian
Reply to  Cristian
8 meses atrás

esse mesmo!!!! prazer em falar contigo, amigo!!
se passaram mais de 25 anos.Que loucura!!! lembro até hoje daqueles horas de estudos nossos na Biblioteca da ESA. Na verdade, acho que você nem estudava, não precisava, dominava mais que os instrutores a arte da guerra, heheheheh. Forte abraço, irmão!!!