Home Indústria Ford, GM e Tesla podem fabricar ventiladores para combater o Coronavírus

Ford, GM e Tesla podem fabricar ventiladores para combater o Coronavírus

2304
9
Ventiladores em uma sala climática da Hamilton Medical AG, uma fábrica em Domat Ems na Suíça

(CNN) – Em um movimento que lembra as Guerras Mundiais, quando as fábricas de automóveis americanas passaram a produzir tanques, bombardeiros e motores de aeronaves, algumas montadoras americanas estão pensando em fabricar ventiladores e outros equipamentos médicos para ajudar a combater a pandemia de coronavírus.

A falta de ventiladores tornou-se uma preocupação crescente à medida que o número de infecções relatadas aumenta nos Estados Unidos. Nos casos mais graves, os pacientes com coronavírus perdem a capacidade de respirar por conta própria e precisam de um ventilador, que bombeia o ar para dentro e para fora dos pulmões.

“Como a maior produtora de veículos da América e a principal empregadora de trabalhadores da indústria automobilística, a Ford está pronta para ajudar a administração da maneira que pudermos, incluindo a possibilidade de produzir ventiladores e outros equipamentos”, afirmou a Ford em comunicado nesta quarta-feira. “Tivemos discussões preliminares com o governo dos EUA e estamos analisando a viabilidade”.

A GM também disse que está investigando se poderia produzir equipamentos médicos, incluindo ventiladores. A porta-voz da GM, Jeannine Ginivan, disse que a CEO Mary Barra estava em contato com a Casa Branca sobre a possibilidade. “A GM está trabalhando para ajudar a encontrar soluções para a nação durante esse período difícil e se ofereceu para ajudar”, disse Ginivan.

O CEO da Tesla, Elon Musk, também está considerando. Depois de pressionado sobre o assunto pelos usuários do Twitter, Musk, que expressou ceticismo com a gravidade da crise dos coronavírus, respondeu: “Faremos ventiladores se houver escassez.”

O prefeito da cidade de Nova York, Bill DiBlasio, twittou que a cidade poderia usar a ajuda de Tesla para obter mais dispositivos.

Musk respondeu, dizendo que sua empresa se conectaria à equipe do prefeito para “entender as necessidades em potencial”.

Ford e GM interromperam a produção de automóveis em fábricas na América do Norte devido a preocupações com a disseminação do coronavírus. Uma queda esperada na demanda por carros e caminhões novos também foi um fator em suas decisões.

Enquanto isso, a Tesla mantém sua fábrica em Fremont, Califórnia, funcionando apesar de um pedido de quarentena na região.

No Reino Unido, a fabricante de motores de aeronaves Rolls-Royce e a fabricante de aspiradores Dyson também foram abordadas sobre a fabricação de ventiladores para corrigir a escassez no local.

No total, a GM e a Ford têm 83 fábricas temporariamente fechadas devido à crise do coronavírus.

Além de seus locais de fabricação, essas grandes montadoras também podem comandar legiões de empresas fornecedoras que fabricam peças plásticas e metálicas e componentes eletrônicos, disse Kristin Dziczek, analista da indústria do Center for Automotive Research, em Michigan. Eles também oferecem uma experiência inestimável no trabalho com problemas complexos de fabricação e logística.

“Existe uma grande variedade de necessidades que o poder de fabricação das montadoras pode atender”, disse ela.

FONTE: CNN

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
6 meses atrás

Nao sei se esse oferecimento é algo real ou pratico ou se é possível implementar esa mudança na rapidez que seria necessário

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Entusiasta Militar
6 meses atrás

Entusiasta,

Já está sendo implementada. Não se deve menosprezar a capacidade das corporações americanas, no que tange a industrialização acelerada de bens de consumo ou durante uma emergência a nível nacional em que estamos vivendo.

gordo
gordo
Reply to  Tadeu Mendes
6 meses atrás

Eles tem muito mais que bala na agulha, mandaram gente para a Lua no seculo passado. O maior problema deles era não estarem levando a serio a epidemia até a alguns dias e com isso contabilizaram um numero muito grande de contaminados. Acredito que consigam contornar em breve essa situação, lascados estamos Nós.

Dr. Mundico
Dr. Mundico
6 meses atrás

O momento não é para piadas mas deveriam exigir isso das montadoras automotivas chinesas, desde que seus respiradores não venham soltando pecinhas.

Matheus Santiago
Matheus Santiago
Reply to  Dr. Mundico
6 meses atrás

Pelo fato do PCC controlar a economia nacional, principalmente empresas chinesas, é mais fácil o governo decretar que a empresa que produza tais produtos aumentem a produção, enquanto a produção de outras empresas se mantenha inalterada. Eles têm pessoal, dinheiro e equipamentos para esse objetivo, portanto, nem precisaria realocar outras indústrias para produzir certos insumos, ficaria apenas as empresas desse setor produzindo a um ritmo mais rápido. Isso é diferente por exemplo em economias mais livres. Só haverá aumento da produção de itens que ajudem no combate ao coronavírus por conta da demanda, se os preços aumentarem como máscaras, empresas… Read more »

M65
M65
6 meses atrás

Conforme comentário aqui feito a Indústria estadunidense é capaz disso e muito mais. As forças armadas dos EUA e de outros países já acionaram suas Seções Mobilizadoras para estudar isso e outras coisas como: leitos de campanha, medicamentos e substâncias para a saúde, etc