Home Blindados China entrega tanques de batalha VT4 ao Paquistão

China entrega tanques de batalha VT4 ao Paquistão

3916
31

A First Machinery Group Co., Ltd. da Mongólia Interior, subsidiária da China North Industries Group Corporation (NORINCO), começou a entregar novos tanques de batalha principais VT4 para o Paquistão.

Em meados de abril de 2020, na fábrica de tanques chinesa localizada em Baotou, na província da Mongólia Interior, foi realizada a cerimônia de embarque do primeiro lote de tanques de batalha principais VT4 equipados com blindagem reativa explosiva (ERA) (opção FY-IV) para um cliente estrangeiro.

A mídia chinesa informou que o Paquistão é um cliente estrangeiro desses tanques que foram produzidos depois que o país começa a emergir da crise do coronavírus.

Em 2019, o Corpo blindado do Exército do Paquistão selecionou o tanque chinês VT4 – produzido pela Norinco – para atender aos requisitos de aquisição de centenas de novos tanques de batalha principais.

Um analista militar, Muzammil Hatami, anunciou a seleção do Norinco VT4 para aumentar a frota paquistanesa de veículos blindados.

“O VT4 foi confirmado como futuro tanque do exército paquistanês e o tanque principal de batalha Alkhalid II está em fase de desenvolvimento” – disse Muzammil Hatami durante a 10ª exposição internacional de defesa IDEAS em Karachi, Paquistão.

O VT4 é um MBT de terceira geração oferecido para exportação pela Norinco. É uma melhoria em relação ao MBT Al-Khalid (também conhecido como MBT-2000), que atualmente está em serviço no Exército do Paquistão, apesar de manter o canhão principal de 125 mm, o carregador automático de carrossel e a configuração da tripulação do veículo mais antigo.

Apesar dos detalhes da concorrência do futuro tanque serem mantidos em segredo, foi relatado que o Paquistão poderia adquirir cerca de 100 MBTs para atender à deficiência de produção de MBT no país.

Na semana passada, também foi relatado que o Exército Nigeriano recebeu uma remessa de veículos militares da China North Industries Corporation (NORINCO).

De acordo com fontes locais, a NORINCO entregou o primeiro dos 17 tanques de batalha principais VT4, obuseiros autopropulsores SH5 de 105 mm com rodas e o tanque ST1.

FONTE: Defence Blog

SAIBA MAIS:

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
1 mês atrás

Tou achando que daqui uns 15 anos a China vai oferecer uns 500 desses ao brasil divididos em 1000 vezes kkkkkk

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  DOUGLAS TARGINO
1 mês atrás

Pode até achar caro Douglas, e realmente eles podem até oferecer, mas já sabemos a resposta.
Indiferente de qualquer governo que esteja no poder, pressão alienígenas impedem o Brasil de ter alguma coisa descente que não seja ocidental.
Somos os “sucateiros” das potências ocidentais!

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Foxtrot
1 mês atrás

Verdade, nossos militares com mais de20/30 anos de experiencia nao sabem nada, quem sabe eh voce.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Foxtrot
1 mês atrás

O nego pra falar bosta.

paulo
paulo
Reply to  Welington S.
19 dias atrás

a pior verdade é quela que se rebate sem argumentos. as FFAA são sucateiras mesmo e continuarão assim por muitos anos…

Leo neves
Leo neves
1 mês atrás

É esse ai que perde sempre para o T-72 no biatlo de tanques? Que soltou pécinha uma vez?

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Leo neves
1 mês atrás

Biatlo de tanques é mais pericia do piloto do que qualquer outra coisa.

Marcos R.
Marcos R.
Reply to  Leo neves
1 mês atrás

Eu lembro do vídeo, mas não encontrei mais, será que os chinas conseguiram apagar todos?

Marcos
Marcos
Reply to  Marcos R.
1 mês atrás

Procurei bastante mas não achei , pois já tinha visto o vídeo. Acho que os raquers comunas limparam a internet…

J-20
J-20
Reply to  Marcos
1 mês atrás

Marcos
https://youtu.be/tpd2obiW3Ho
Só não tiveram inteligência suficiente para encontrar.

M.A.K
M.A.K
Reply to  Leo neves
1 mês atrás

Impressão minha ou ele solta uma das “saias” de proteção das esteiras depois que passa no obstáculo de água?

J-20
J-20
Reply to  Leo neves
1 mês atrás

Eu me pergunto como as pessoas conseguem confundir o VT-4 do Type 96B. Motor e torre diferentes e uma coisa que o VT-4 tem que o Type 96B não tem: metralhadora em estação remota de armas.

Anderson
Anderson
Reply to  Leo neves
1 mês atrás

Amigo tudo que o homem fez e a própria ciência é baseado em tentativas, erros e acertos, é assim que evoluímos, e pode ficar tranquilo que hoje a China mais acerta do q erra. Diferente do nosso Brasil q nem tenta.

Gabriel BR
Gabriel BR
1 mês atrás

O Mundo não vai esperar por nós, amigos.

Gabriel BR
Gabriel BR
1 mês atrás

Não parece ser ruim não! Ainda mais tendo em vista o poder aquisitivo abaixo da linha do Equador.

Tomcat4,2
1 mês atrás

Continuo preferindo o T-90 MS !!! 😉

Fellipe Barbieri
Fellipe Barbieri
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

São provavelmente veículos de categorias $$$ bem diferentes um do outro …

Heinz Guderian
Heinz Guderian
1 mês atrás

Blindado muito interessante para quem não pode adquirir um K2 black panther, ou até mesmo um T-90, para o paquistão ta de bom tamanho, mas a pergunta é, faz frente a um T-90 russo? que é operado em grande número pela Índia seu grande rival.

Zé naval da Paraíba
Zé naval da Paraíba
1 mês atrás

Cada um compra o que pode, se vai funcionar bem enfrentando os blindados indianos só tem um jeito de saber, em combate.

Bardini
Bardini
1 mês atrás

O Paquistão é mais um país que foi cooptado economicamente pelos chineses, em dívidas impagáveis… Já era. Mais um pra lista.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Bardini
1 mês atrás

A estratégia chinesa de empréstimos a juros baixos com o intuito de dominar economicamente países de terceiro mundo é muito interessante,no fundo os chineses querem mesmo é “tomar’ as zonas de influência do Ocidente,notadamente África,Ásia central e América Latina,o grande segredo da hegemonia ocidental esta na capacidade de projeção e influência geoestrategica nas ex colônias e os chineses querem estes territórios.

Orivaldo
Orivaldo
1 mês atrás

Parabéns ao Paquistão pela aquisição desses M1 Abrams novinhos em folha.

O bloqueado.
O bloqueado.
1 mês atrás

A Índia que se cuide.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Se os MBT variantes russas dos ucranianos e eslovenos sempre ficam na última colocação do Strong Europe Tank Challenge.
Imagina os tanques chineses que soltam pecinhas, correto?
comment image

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Isso não significa que o Abrams M1 é um tanque ruim comparado ao Leopard alemão , significa apenas que os pilotos americanos tiveram um desempenho regular para os padrões da competição em destaque NESTA OCASIÃO.

Wilson
Wilson
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Ele não estava se referindo ao Abrams, que é sim um carro bom, mas o Oplot ucraniano esse sim tem muitas falhas.(já vi um vídeo em que o canhão dele ficava tremendo com o tanque parado, não sei como os ucranianos conseguem acertar um alvo com aquilo).

Carlos
Carlos
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Caramba, domínio do podium pelo Leo2

Clebão
Clebão
1 mês atrás

enquanto isso nós pensamos em repotencializar carros que estão em museus ou servem de alvos.

Fellipe Barbieri
Fellipe Barbieri
1 mês atrás

Quem não tem cão caça com gato, estes tanques chineses ainda vão estar presentes em muitos países por seu valor comparado a outros modelos novos … Acho eu que deve ser mais barato que um T-72 novo e com os empresários chineses a juros baixos fica ainda melhor para países do assim chamado”terceiro mundo” …

Elden
Elden
1 mês atrás

Pelo que vi nas imagens, o VT4, aparentemente não tem torre estabilizada.

Luiz Floriano Alves
Luiz Floriano Alves
Reply to  Elden
1 mês atrás

O Brasil é quem deveria estar fornecendo estes tanques “de exportação”. Aparentemente são de média tecnologia. A blindagem é soldada por arco submerso ativo. Motor um equipamento padrão com turbinas de sobrealimentação e canhão de alma lisa para fácil fabricação. Já fazíamos o 90mm. por aqui. Esteiras e rodetes tb não tem mistério. Que saudade da Engesa e Bernardini.