Home Exército Brasileiro 15ª Bda Inf Mec apresenta Força de Prontidão

15ª Bda Inf Mec apresenta Força de Prontidão

3428
52

Cascavel (PR) – Nos dias 6 e 7 de julho, a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec) – “Brigada Guarani” recebeu o Comandante da 5ª Divisão de Exército (5ª DE), General de Divisão Carlos José Russo Assumpção Penteado, acompanhado de comitiva de oficiais do Estado-Maior da 5ª DE e do Centro de Adestramento Sul, para a apresentação da 1ª fase da Força de Prontidão (FORPRON).

Na oportunidade, a comitiva participou de palestras, verificou uma apresentação de aprestamento operacional de um Grupo de Combate do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado e visitou as futuras instalações da sala de simulação virtual.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
WILSON JOSE DA SILVA JUNIOR
WILSON JOSE DA SILVA JUNIOR
22 dias atrás

Servi em uma unidade de Artilharia AP. E acho que uma das coisas que pouco valorizamos é o cuidado com o material do EB. Muitos ficam aqui falando em compra, compra compra, mas poucos Países da AL, mantém uma doutrina de manutenção como a nossa. Aquela velha história. Fácil comprar, difícil manter e operar…

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  WILSON JOSE DA SILVA JUNIOR
22 dias atrás

Imagina se eles não cuidasse dos seus equipamentos? Não teriamos nada pelo tempo que se leva para substituir por novo.

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
22 dias atrás

Guarani Parece um micro-ônibus , diferente do Urutu … imaginem esse bichão com uma dessas novas torres da Ares como a MK2 ou a torre Torc-30

Tomcat4,2
Reply to  Entusiasta Militar
22 dias atrás

Não alimente meus sonhos mais delirantes meu caro.rs

paulop
paulop
Reply to  Tomcat4,2
20 dias atrás
PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Entusiasta Militar
21 dias atrás

Nao tem a ver com o tema, mas a Ares eh brasileira? Eh uma subsidiária? Eu tava olhando uns videos da ut30 depois conheci a torc30, achei tudo muito bom.

Jorge Lee
Jorge Lee
Reply to  PauloOsk
20 dias atrás

A Ares é uma empresa brasileira que foi adquirida pela Elbit.

Léo AM
22 dias atrás

alguém sabe o motivo dessas garrafas PET? não vai falar que os sds usam para levar água!

Alan Peter
Alan Peter
Reply to  Léo AM
22 dias atrás

Deve ser só pra exemplificar….todas as FFAA utilizam fardos de garrafa d’água pet como suprimento….

Jorge Lee
Jorge Lee
Reply to  Léo AM
20 dias atrás

É exatamente para isso.

Last edited 20 dias atrás by Jorge Lee
Pata branca
Pata branca
Reply to  Léo AM
19 dias atrás

É exatamente para isso, camarada. As garrafas servem para complementar a quantidade de água presente em cantis ou camelback. Não vejo problema nesse procedimento.

Wagner W. Chapman
Wagner W. Chapman
Reply to  Léo AM
18 dias atrás

Ia perguntar a mesma coisa sobre as garrafas PET.

Alexandre
Alexandre
22 dias atrás

Muito bom.

A Infantaria mecanizada é praticamente uma infantaria blindada, pois ambas só se locomovem com blindados. Eles deveriam usar uma única nomenclatura, no caso a ”infantaria blindada”.

Tomcat4,2
Reply to  Alexandre
22 dias atrás

Mas, se não me engano, a questão diferencia os veículos utilizados;
Infantaria Mecanizada vai sobre rodas
Infantaria Blindada vai sobre lagartas

Alexandre
Alexandre
Reply to  Tomcat4,2
22 dias atrás

Ahh entendi agora

Last edited 22 dias atrás by Alexandre
Agnelo
Agnelo
Reply to  Tomcat4,2
22 dias atrás

Prezado
No Brasil, é exatamente isso.
Em alguns países, Uma Grande Unidade (Brigada) é Mecanizada quando tem mais unidades de manobra de VBCI do q de CC.
E Blindadas são as q tem mais CC do que VBCI.
Sds

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alexandre
22 dias atrás

Por definição: INFANTARIA MECANIZADA – Tropa de infantaria dotada de viaturas blindadas ou veículos de combate de infantaria sobre rodas, que lhe conferem grande mobilidade, relativa potência de fogo, ação de choque e proteção blindada. Apta à execução do combate terrestre embarcado ou desembarcado, conforme a situação e o terreno o exijam. É particularmente apta para as ações terrestres altamente móveis de natureza ofensiva, em especial as manobras de flanco, possuindo, também, capacidade para manter o terreno. INFANTARIA BLINDADA – Tropa de infantaria dotada de viaturas blindadas de transporte de pessoal ou de veículos de combate, de infantaria sobre lagartas,… Read more »

Alexandre
Alexandre
Reply to  Alfa BR
22 dias atrás

Valeu!!!

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
Reply to  Alexandre
22 dias atrás

basicamente quase a mesma coisa, então ate poderia unificar mononeura ,,, veja bem, antigamente quando se tratava apenas de jipes e caminhões ate tinha essa diferença, mas hoje não

Victor
Victor
22 dias atrás

Fico me perguntando, será se realmente existe necessidade de um projeto de Guarani 8×8 como laguns defendem? Não compena mais estar sempre atualizando o Guarani 6×6, que já é um veiculo top, apenas um pouco menor do que seria um 8×8. Aguardo a resposta dos amigos especialistas mais entendidos do eu, sem ironia. Obrigado

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Victor
22 dias atrás

O 8×8 seria equipado com torre munida de um canhão 105 ou 120mm. Algo que não seria viável em uma viatura 6×6.
comment image

Alexandre
Alexandre
Reply to  Alfa BR
22 dias atrás

Top. Acho que o EB já deveria produzir o Guarani 8×8 mesmo sem canhão, substituindo os 6×6.

Ramon
Ramon
Reply to  Alexandre
22 dias atrás

Eu creio que podem continuar produzindo o 6×6 e o 8×8, pois mesmo com as desvantagens do 6×6 ele tem uma locomoção e é mais fácil de manobrar dentro dos centros urbanos brasileiros, que em muitos casos são ruas estreitas e com curvas muito fechadas.

Bardini
Bardini
Reply to  Alexandre
22 dias atrás

30 submarinos, 120 Navios Patrulha como os Amazonas, 912 M109…
.
Guarani 8×8 para substituir os 6×6 é só mais um dos teus achismos sem nenhum fundamento e sentido.

Last edited 22 dias atrás by Bardini
kahllil
kahllil
Reply to  Alexandre
18 dias atrás

a questão seria expandir o projeto e atende áreas mais exigente, como a marinha, que com certeza modificado para 8×8 e com um sistema de hidro propulsão melhor pensaria em adotar o guarani, possibilidade essa hoje não existente devido as questões técnicas e orçamentarias. Mas lembre-se o M113 da marinha e os urutus também vão ter q dar baixa

Last edited 18 dias atrás by kahllil
UmCertoR2
Reply to  Alfa BR
22 dias atrás

O 8×8 da Iveco já existe. Custo de projeto para adaptar aos requisitos do EB próximos a zero ou por conta do fornecedor.

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcRVjJBMWWBY0RDpqgO_blmf50c2ZkzM5wkpbw&usqp=CAU

800px-Bozen_1_(271).jpeg
rdx
rdx
Reply to  Victor
22 dias atrás

Menor, inferior em mobilidade e incapaz de receber uma torre com canhão.

rdx
rdx
Reply to  rdx
22 dias atrás

É preciso desenhar para explicar que o Guarani é inferior a um 8×8 em mobilidade e que não é capaz de receber uma torre com canhão 105 ou 120 mm???

Wilson
Wilson
Reply to  rdx
20 dias atrás

O Guarani é tão pequeno, que é do tamanho do M1126 Stryker, só é uns 30 centímetros mais baixo de resto é tudo semelhante.
E um detalhe dependendo da força de recuo do canhão o Guarani poderia, em teoria, receber uma torre com canhão de 105mm, outros veículos 6×6 já operaram com esse armamento antes, então não vejo impossibilidade aqui.

rdx
rdx
Reply to  Wilson
20 dias atrás

Não existem versões de VBTP 6×6 armadas com canhão L7 ou similar 105mm. O AMX-10RC não conta pois é um blindado de reconhecimento da mesma categoria do Cascavel.

Wilson
Wilson
Reply to  rdx
20 dias atrás

O LAV-600 não conta também?

Ele também é chamado de V-600, foi o antecessor do Stryker MGS.

Pra mim a principal questão, é se a plataforma 6×6 do Guarani suporta o peso adicional que uma torre com canhão 105mm adicionaria, eu vejo esse ponto como o empecilho maior para a integração de uma armamento assim.

Carvalho
Carvalho
Reply to  rdx
19 dias atrás

O PTL02 também não conta porque é chinês ?

Juarez
Juarez
Reply to  rdx
19 dias atrás

Não RDX, não perca tempo, eles sabem disto, mas vão continuar com a cantilhena utópica que faz de conta que cumpre a missão.
O problema deles, RDX e que eles não sabem que não sabem.
Expressões como capacidade de tração, peso específico sobre o solo, efeito pêndulo, ângulo de entrada, ângulo de saída e etc são expressões em linguagem Klingow….

Wilson
Wilson
Reply to  Juarez
19 dias atrás

Uma pergunta, você conhece essas características do Guarani?

Posso não conhecer todos os termos, mas conheço alguns e eu busco a informação com quem conhece.
E ao invés de só criticar porque não explica, com dados reais, esses conceitos, tem muito mais pessoas que adorariam conhecer, mas por alguma razão não conseguiram ainda.

Lucas Pereira
Lucas Pereira
22 dias atrás

O que mas me chamou a atenção foi a dotação dos militares com o imbel ia2 5,56 e a metralhadora fn minimi 5,56 sem contar e claro a boa e velha m2 a1 Browning Com relação ao Guarani e um belo blindado e está a anos luz do que agente estava operando antes .

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
22 dias atrás

O soldado no meio da última foto se apresentou para inspeção com as calças fora das botas. Uma vez acordei tarde, cheguei assim, e me meti em problemas…😮

Pablo
Pablo
Reply to  Joao Moita Jr
22 dias atrás

Que eu saiba (posso estar errado), o motorista da viatura pode usar assim, pois ele utiliza macacão e não calça e gandola.

Lino
Lino
Reply to  Pablo
20 dias atrás

Exato, o Regulamento de uniformes do Exército nao prevê o uso de bombacha no macacão de MatBel/Cavalaria. No mais, no EB não se utiliza “calça dentro das botas”, se utiliza um par de bombacha elástica onde as pontas da calça são dobradas para dentro, não sendo jogadas para dentro do coturno.

Tomcat
Tomcat
22 dias atrás

Off topic: Editores, a coisa tá quente no Cáucaso! Outros foristas já comentaram em outras matérias aqui. Armênia e Azerbaijão a beira da guerra.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Tomcat
21 dias atrás

Se preocupa não. Daqui a pouquinho se a coisa engrossar um pouco mais, Vladimir Putin bate com o pau na mesa, e saem todos correndo para seus respectivos quartéis. Lá o único que bota a ordem é ele.

Bille
Bille
21 dias atrás

Buenas.

O equipamento individual continua uma bosta. Não só o EB mas todas as FA não tem um equipamento moderno e decente. É tudo engrenação pessoal, nada sistêmico.

Falta um colete (balístico) molle, mochila mais adequada, que da mobilidade e aumenta a destreza. Aqui o povo usa coisa ultrapassada e fica saudosista (tipo ah, você não pode falar mal porque nosso cinto/suspensório na selva é top, etc etc). Falta atenção, vontade e profissionalismo nesse ponto.

Maurício Veiga
21 dias atrás

Fiquei curioso com relação a “Barra” da calça do soldado em primeiro plano e o mesmo se repete em outro soldado na sequência, alguém saberia explicar o motivo ?!?! Grato.

Bardini
Bardini
Reply to  Maurício Veiga
21 dias atrás

Não é uma calça. É um macacão, usado pela guarnição dos blindados.

Maurício Veiga
Reply to  Bardini
21 dias atrás

Sim eu sei, mas estou me referindo a “Barra” do Macacão ou uniforme, aparentemente está dobrada de forma casual, seria esse o procedimento padrão??? Grato pelo retorno.

Edson Parro
Edson Parro
Reply to  Maurício Veiga
21 dias atrás

Putz! E tem uns dois com a manga da gandola dobrada também…

Pablo
Pablo
Reply to  Edson Parro
20 dias atrás

Espero que seja ironia sua.

Paulotd
Paulotd
Reply to  Pablo
19 dias atrás

Acho que eles usam assim mesmo, deve ser o piloto do Guarani. Observem que eles não usam o mesmo calçado dos demais soldados, parece ser tipo uma sapatilha..

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
20 dias atrás

Vixi!!! Que porra é essa???

Por Alan Emiliano

Policiais civis da Divisão Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) investigam se os dois corpos encontrados carbonizados no interior de um veículo, na manhã desta segunda-feira (13), no Pacheco, em São Gonçalo, são de militares do Exército Brasileiro, que estão desaparecidos desde a noite deste domingo (12).

Tomcat4,2
Reply to  Joao Moita Jr
20 dias atrás

Que treta!!!

Johan
Johan
Reply to  Joao Moita Jr
19 dias atrás

Deram carona para gente errada. Foi parar em um lugar barra pesada e não saíram vivos de lá. Os corpos foram desovados em outro local, bem longe, para despistar.

Alfa BR
Alfa BR
18 dias atrás

Companhia de Fuzileiros Mecanizada do Exército Italiano.
comment image

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Alfa BR
18 dias atrás

Companhia de Apoio dos Regimentos de Infantaria Mecanizada do Exército Italiano.

comment image

Last edited 18 dias atrás by Alfa BR