Home Blindados Exército Brasileiro recebe as últimas viaturas M113 modernizadas

Exército Brasileiro recebe as últimas viaturas M113 modernizadas

6256
56

Curitiba (PR) – No dia 19 de agosto, com o embarque das últimas 4 Viaturas Blindadas para Transporte de Pessoal (VBTP) M113 BR para o 7º Batalhão de Infantaria Blindado, encerrou-se um ciclo dentro do Parque Regional de Manutenção da 5ª Região Militar (Pq R Mnt/5).

Iniciado em julho de 2010, com a primeira reunião de coordenação, o Projeto de Modernização da VBTP M113 BR tornou-se um benchmarking dentro do Exército Brasileiro, tendo sido modernizadas 386 viaturas.

O projeto compreendeu ações coordenadas pelos seguintes órgãos e estruturas do Exército: Gabinete do Comandante do Exército, por meio da Comissão do Exército Brasileiro em Washington, Estado-Maior do Exército, Comando Logístico, Departamento-Geral do Pessoal, Departamento de Ciência e Tecnologia, Departamento de Educação e Cultura do Exército, por meio do Centro de Instrução de Blindados, Comando de Operações Terrestres, Comando Militar do Sul e Comando Militar do Oeste, com a gerência da 5ª RM e supervisão e execução pelo Pq R Mnt/5.

Assim, foram atingidos os objetivos previstos no início do projeto:

  • tornar operativas as subunidades de fuzileiros blindadas das Grandes Unidades blindadas e mecanizadas;
  • manter um elevado índice de disponibilidade das viaturas;
  • reduzir o custo e o tempo das manutenções preventiva e corretiva; e
  • estender o ciclo de vida das VBTP M113 BR por, pelo menos, 20 anos.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
56 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Heinz Guderian
Heinz Guderian
3 meses atrás

É antigo, mas ainda serve bem ao EB, vale lembrar que aguenta muito tiro, prova viva foi os M113 dos fuzileiros quando invadiram o complexo do alemão

Kommander
Kommander
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

O esperado é que ele aguentasse pelo menos tiro de 7.62, o mínimo…

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Kommander
3 meses atrás

E aguenta.

Marujo
Marujo
3 meses atrás

Em que projeto o Parque de Manutencao de Curitiba vai trabalhar agora?

João Adaime
João Adaime
Reply to  Marujo
3 meses atrás

Prezado Marujo
Acredito que seja a modernização dos 56 M109 A5 e dos 40 M992 doados pelo exércitos dos EUA.
Abraço

Marujo
Marujo
Reply to  João Adaime
3 meses atrás

Obrigado pela resposta.

Jhon
Jhon
Reply to  João Adaime
3 meses atrás

Essa informação não procede, os M109 A5 estão sendo feito no parque de motos em SM, pelo informado o quinto parque de Curitiba deve ter acabado a verba, não entregaram todos m113 modernizados, falta de duas unidades de SM. Pelo que soube essa informação do site esta incorreta.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Jhon
3 meses atrás

Caro Jhon
Pelo menos os blindados foram desembarcados em Paranaguá e trazidos para Curitiba. Desconheço que tenham sido remanejados. A previsão era de modernizar 16 por ano entre 2020 e 2025.
Abraço

M109.jpg
Tomcat4,2
Reply to  João Adaime
3 meses atrás

Vão apenas dar uma mão de tinta ou vão elevar ao padrão M-109 A5BR + ???

João Adaime
João Adaime
Reply to  Tomcat4,2
3 meses atrás

Prezado Tomcat4,2 A previsão é eles serem modernizados e adaptados aos padrões das forças armadas do Brasil. Cabe destacar que junto a este lote, ainda vieram 27 tubos de 155 mm para substituir tubos desgastados de outros M109 atualmente em serviço. São blindados fabricados entre 1992 e 1997 e estavam parados há 3 anos. Participaram de missões no exterior, possivelmente no Afeganistão e Iraque (o exército dos EUA não confirma os locais). Como vieram sem o histórico de manutenção e troca de peças, o serviço terá de ser completo. Além disso, cada blindado receberá uma .50 no topo, GPS, sistemas… Read more »

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  João Adaime
2 meses atrás

155mm??? 🤔

Flanker
Flanker
Reply to  Tomcat4,2
3 meses atrás

Eles estão sendo totalmente revisados e manutenidos nos PqRMnt/3 e 5, e recebendo rádios novos, GPS e uma .50 cada um. A modernização ao nivel 5+BR é desejo do EB e será realizada assim que houver verba. Mesno assim, da maneira que estão é um grande salto em relação aos M-108 e aos M-109A3.

Koprowski
Koprowski
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Perfeito. É isto mesmo.

Salim
Salim
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Com esta atualização ficará próximo do a6/7 ?!! Terá capacidade lançar munição guiada?!!

Koprowski
Koprowski
Reply to  Tomcat4,2
3 meses atrás

M109A5+BR ainda não. Apenas revitalização e padronização.

Jhon
Jhon
Reply to  João Adaime
3 meses atrás

Foram transferidos algumas unidades para SM o terceiro parque de motos, quem me falou participou do transporte de Curitiba para SM. E mais disse que não foi executado todos os M113 planejados, falta algumas unidades.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Jhon
3 meses atrás

Prezado Jhon
Desconhecia isto. O que eu sei é que ano passado chegaram 32 M109 A5 já modernizados nos EUA e foram desembarcados no porto de Rio Grande e dali levados para SM, para serem testados e receberem atualização do sistema de dados, criptografia e GPS.
Dividindo o serviço em dois locais, as chances de ficarem prontos antes são maiores.
Abraço

Jhon
Jhon
Reply to  João Adaime
3 meses atrás

Eu vim de SM, e um pessoa que participou transporte dos M109 de Curitiba para o parque de motos, não é um achismo foi o motorista do quarto B.log falou os m109 será feita manutenção no terceiro parque de motos , que provavelmente orçamento do quinto tenha acabado, ele disse que os M113 do Regimento Malet e da sexta brigada esperam recursos para serem modernizado.

Flanker
Flanker
Reply to  Jhon
3 meses atrás

Essa pessoa Que te falou isso precisa se informar melhor:

https://www.3gacap.eb.mil.br/index.php/noticias/74-regimento-mallet-recebe-viaturas-blindadas-m113-br

Além de ter recebido os M113BR e os M-109A5+BR, o Regimento Mallet também recebeu as viaturas de comando M577A2

Flanker
Flanker
Reply to  Jhon
3 meses atrás

Como eu falei mais acima, a revisao dos M109A5 foi divodida entee os parques 3 e 5. “Parque de Motos” é um termo bastante antigo que hoje não é mais usado. Qianto aos M113, a modernização das 386 viaturas contratadas foi concluída e entregue. O EB possui 584 M113, recebidos há decadas. Recentemente, junto com as 34 viaturas M577A2 e os 4 M88A1, vieram 12 M113A2, elevando para 596 o total de M113 do EB. Quem lhe falou deve estar se referindo à esses outros 210 M113 que o EB possui, mas que ainda não tiveram sua modernização contratada.

Flanker
Flanker
Reply to  Jhon
3 meses atrás

A manutenção, revisão, pintura e apronto das viaturas OAP M-109A5 foi destinada ao PqRMnt/5. Com a capacidade técnica das instalacoes e de pessoal do PqRMnt/3, esse passou a dividir com o /5 essa missão. O Parque referência do projeto M-109 é o /5, com apoio e divisão de tarefas do /3. O Parque /3, aqui de SM, é o responsável pela manutenção de todas as viaturas Leopard e Gepard do EB. Quanto aos M-113, pelo que o próprio EB informou, foram finalizadas e entregues as 386 viaturas contratadas. Não sei de onde vx rirou essa informação, caro Jhon. Aqui em… Read more »

Koprowski
Koprowski
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Muito bem informado.

Koprowski
Koprowski
Reply to  João Adaime
3 meses atrás

Modernização ainda não. Apenas revitalização.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
3 meses atrás

Ele pode ser antigo mais ainda tem muito a oferecer, tanto que ainda hoje é um dos blindados mais usados no mundo!

Tomcat4,2
Reply to  Fabio Araujo
3 meses atrás

Os nossos agora estão como novos em folha após a modernização.

Wagner
Wagner
3 meses atrás

Se era para estender o tempo de vida em 20 anos e as primeiras foram modernizadas a 10 anos atrás então já chegaram na metade da vida…

Flanker
Flanker
Reply to  Wagner
3 meses atrás

O lote piloto de 4 unidades ficou pronto no final de 2012 e a produção seriada e as primeiras entregas ocorreram em 2013.

Gabriel
Gabriel
3 meses atrás

M-113BR

Fazer o melhor com o que se tem, enquanto não se tem coisa melhor.

Lucas Pereira
Lucas Pereira
3 meses atrás

Na realidade o parque regional de manutenção 5 está construindo um novo pavilhão para os m 109a5 e m992a2 e a manutenção está a cargo tanto do pq r mnt 5 quanto o pq r mnt 3 está dividido entre os dois parques de manutenção

JS666
JS666
3 meses atrás

Ótimas peças de museu.

Welington S.
Welington S.
Reply to  JS666
3 meses atrás

Como assim peças de museu? Tem vários países pelo mundo que utiliza este blindado. Deixa de ter complexo de vira-lata e achar que tudo o que temos no Brasil não serve pra nada.

Kommander
Kommander
Reply to  Welington S.
3 meses atrás

Tem nada de vira-lata, bicho. Na maioria dos outros países, os M113 receberam kits de atualização completa, incluindo uma blindagem superior, pois a blindagem original do mesmo é PÍFIA. Não adianta nada atualizar motor e câmbio, se o soldado continua exposto a IED’s e calibres a cima de 7.62.
Mas eu te compreendo, pra um exército que nunca vai entrar em guerra, essa peça de museu é perfeita.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Kommander
3 meses atrás

Concordo contigo. O 113 é veículo de segunda linha atualmente… outros países o usarem não significa que ele é grande coisa…

Teropode
Reply to  RPiletti
3 meses atrás

Vcs escrevem besteira demais , não sabem de nada , só enxergam o produto , não possuem noção de emprego , desconhecem táticas , ignoram o teatro da provável utilização , pra ser torrado em um conflito não precisa ser M113 , estamos vendo leopard , t72 , t80 , Abrans , todos sendo torrados em conflitos convencionais e assimétricos , tem cara que crítica super tucano por não ser um jato , crítica a Marinha por não darem sequência na compra de subs alemães , tudo baseado numa análise superficial cheia de sentimentalismo infantil .

RPiletti
RPiletti
Reply to  Teropode
2 meses atrás

M113 e T80 são alhos com bugalhos… claro o M113 é o supra sumo que há no mundo…

Welington S.
Welington S.
Reply to  Kommander
3 meses atrás

Como assim nunca vai pra guerra? E as missões de paz da ONU ao qual participaram? Não significa nada? E na atuação da Guerra Civil no Rio de Janeiro? Também não significa nada? É fútil querer comprar os veículos que nós temos com os modernizados de outros países uma vez você estando careca de saber que as coisas funcionam completamente diferente aqui no Brasil – não é como um trem bala ala United States of America para a indústria de defesa andar a todo vapor. ”…pra um exército que nunca vai entrar em guerra…” Você é o Chrissy Tiro Certo… Read more »

Koprowski
Koprowski
Reply to  JS666
3 meses atrás

Comentário dispensável.

JuggerBR
JuggerBR
3 meses atrás

Seria uma ótima notícia, na década de 70…

Paulotd
Paulotd
Reply to  JuggerBR
3 meses atrás

Eu estudei um pouco desse blindado, e o calcanhar de aquiles dele é a armadura de alumínio que não resiste a munição 7.62 AP principalmente nas laterais.. O Guarani oferece proteção bem superior, esse sim é qualficado pra 7.62, e frontalmente já ouvi milico dizer que tem quase duas polegadas de aço 500 HB e aguenta até tiro de .50, coisa que o M-113 nem sonha.

A vantagem é a mobilidade, por ser de alumínio é leve e rápido.

rdx
rdx
Reply to  Paulotd
3 meses atrás

É útil apenas em operações contra bandidos/guerrilheiros na retaguarda e como ambulância, apoio logístico e trator na linha de frente.

Teropode
3 meses atrás

Para o cenário da América do Sul ou África tá de bom tamanho , só faltam os AH 1 cobras e Sabres para dar apóio aéreo .

Rodrigo
Rodrigo
3 meses atrás

Bons dias. O que ocorrerá com os demais M-113 do total adquirido? Serão modernizados também? Servirão para peças? Alvos? Sucata?

Daniel7440
Daniel7440
3 meses atrás

Só faltou o EB ”modernizar” catapultas e balistas e chamar de artilharia. Se o fizesse, tenho certeza que apareceriam foristas aqui aplaudindo e dizendo que essas armas não são obsoletas…

Luiz Floriano Alves
Reply to  Daniel7440
3 meses atrás

O M113 é o que temos. Lembrar que habitamos um território irrigado por rios caudalosos. Tambem temos rios nos limites de nossos vizinhos. O M113 não é um anfíbio de excelência, mas atravessa os rios com facilidade. Com as bois, melhor.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Luiz Floriano Alves
3 meses atrás

#com boias, melhor….

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
3 meses atrás

Acredito que em um futuro substituiremos os M-113 nos bib e rcb por ifv de verdade….se tiver grana poderemos adotar uma vtr com a mesma plataforma dos futuros mmbt….ainda vejo potencial nos m-113 para transporte pessoal em armas de apoio (gac ap, b eng cmb bld, cia com bld)….mas isso é um sonho meu a longo prazo, no mesmo sonho tem um governo serio e competente

André Lourenço
3 meses atrás

puxando assunto, agora os Leopard vão ser atualizados mais uma vez, e aqueles Leopards 1A5 do exército italiano, será que desistiram de comprar.

André Luís
André Luís
3 meses atrás

E o restante da frota será descartado?

Paulotd
Paulotd
Reply to  André Luís
3 meses atrás

To achando que o EB vai adquirir aqueles Italianos que iam reciclar, e diminuir encomendas do Guarani

Xerem
Xerem
Reply to  Paulotd
3 meses atrás

Paulotd vai nada ja diminuiu de 2044 para 1500 .Agora queria saber o que vao fazer com os Leopard 1A1 .

Marujo
Marujo
Reply to  Xerem
2 meses atrás

Jogar no lixo.

Ted
Ted
Reply to  André Luís
3 meses atrás

Inglaterra já tem data para começar aposentadoria dos seus carros de combate. A doutrina ficou igual aos fortes com canhões.

Marujo
Marujo
Reply to  Ted
2 meses atrás

O EB deveria dar uma olhada nos veiculos que oa ingleses estão apoaentando. De repente, sob precos nodicos, pode vir alguma coisa de la.Ex: viatutas Linx em número equivalente ao que o EB pretende comprar bbovos da Iveco.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Marujo
2 meses atrás

A Inglaterra não tem extensas fronteiras terrestres, como nós. Por isso os MBT não são tão vitais. Com a padronização da munição OTAN nos 120 mm.Reinhmettal, os 105 mm. dos Chieftains ficam órfãos. Para nós que ainda usamos o 105mm. ainda de bom uso no eventual TO local seria oportuno criar uma brigada de 100 MBT Chieftains, via compra de oportunidade. Sua Majestade tem nos vendido nessas condições em bons termos. Com a nossa carência e sem alternativas viáveis é uma saida.

tomcat4.2
Reply to  Luiz Floriano Alves
2 meses atrás

Se for pra comprar MBT da rainha que seja o Challenger.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
2 meses atrás

Pessoal, vi no site do projeto de lei orçamentária de 2021, na página 133, uma lista de recursos para aquisições do Exército. Me chamou atenção o valor de R$ 24 milhões para defesa antiaérea, modernização com R$ 249 milhões e R$ 150 milhões para aquisição de meios.

Vi também no final um valor de R$ 190 milhões para a implantação da aviação do Exército, dizem ser para os C-23 Sherpa.

Alguém consegue informações sobre o que seriam as aquisições citadas ?

https://www.gov.br/economia/pt-br/assuntos/planejamento-e-orcamento/orcamento/orcamentos-anuais/2021/ploa/Volume%20II%20PLOA%202021.pdf