quarta-feira, outubro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Estadão: Qual o tamanho da ‘pólvora’ do Brasil?

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Tanques M60 e blindados M113 do EB

Um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro dizer que “quando acaba a saliva, tem que ter pólvora” em referência ao presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, o Estadão fez um comparativo do poderio militar entre as duas nações.

De acordo com o ranking realizado pelo site Global Firepower, os EUA investem US$ 750 bilhões em Defesa. No Brasil, o investimento estimado é de US$ 27,8 bilhões, em uma diferença que se traduz em números, estrutura, força e capacidade de projeção de poder.

Os EUA detêm cerca de 5.800 armas nucleares – o Brasil não tem nenhuma. Os americanos têm cerca de 715 caças de combate, enquanto o Brasil tem 78. As Forças Armadas dos EUA têm ainda 5.768 helicópteros e 6.289 tanques – por aqui, são 242 e 437, respectivamente.

Ainda por terra, os EUA têm 39.253 veículos blindados de combate e 1.366 lançadores de foguete – no Brasil, são 1.820 e 84. No mar, os EUA têm 20 porta-aviões, 91 destroyers e 66 submarinos. O Brasil não tem nenhum porta-aviões, nenhum destroyer e seis submarinos.

“As duas únicas forças armadas no mundo que conseguiriam se contrapor um pouco às Forças Armadas dos EUA seriam a China e Rússia”, explica Gunther Rudzit, professor de relações internacionais da ESPM e especialista na área de segurança e defesa (veja mais no vídeo abaixo). “A capacidade e a organização das Forças Armadas dos EUA estão num patamar tão, mas tão elevado, que nenhuma outra no mundo consegue chegar perto”.

 

FONTE: Estadão

- Advertisement -

401 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
401 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus Augusto
Matheus Augusto
11 meses atrás

Fonte: Estadão

Sem comentários

Anderson
Anderson
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

De acordo com o site Global Firepower. É bom ler com atenção.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Anderson
11 meses atrás

Lixo. Você lê isso? Dizer que EUA tem 715 caças de combate, isso é fonte de matéria digna.
Anderson, vair lavar suas roupas ou ver se o feijão já tá pronto.
Aqui você só está passando vergonha e perdendo teu tempo.

CM

Hélio
Hélio
Reply to  Claudio Moreno
11 meses atrás

Estranhei o fato dos EUA terem apenas 750 caças, já li fontes de que só A USAF tem mais de 2000 caças. Se for só isso, realmente não é tão assustador assim.

Matheus S
Matheus S
Reply to  Hélio
11 meses atrás

O inventário de 2019 da USAF se encontrava da seguinte maneira:

F-15C Eagle – 211 caças

F-15D Eagle – 23 caças

F-15E Strike Eagle – 218 caças

Falcão F-16C Fighting – 783 caças

Falcão F-16D Fighting – 151 caças

F-22A Raptor – 186 caças

F-35A Lightning II – 203 caças

Total: 1,775 caças

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Matheus S
11 meses atrás

Realmente somando a USAF com Marines e US Navy dá mais que 715 caças.

JOSE DE PADUA VIEIRA
JOSE DE PADUA VIEIRA
Reply to  Matheus S
11 meses atrás

Isso na USAF né?
Pq se somar a guarda aerea nacional acho q os eua devem ter uns 3000 avioes de primeira linha, não quero dizer q sejam todos estado da arte, mas capazes de combate

TIRINGA
TIRINGA
Reply to  Matheus S
11 meses atrás

meu nobre colega… faltou citar o F18 hornet e super hornet. Abraços.

Teropode
Reply to  Hélio
11 meses atrás

Só a USnavy e fuzileiros devem ter isto . Alguém poderia convidar o presidente pra pescar , ele tá de TPM kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  Teropode
11 meses atrás

Alguém já ouviu falar de uma tal guerra do Vietnam? Afeganistão? Me explica aí como o poderoso exército dos EUA “venceu” essas duas guerras? Alguém?

Samuell
Samuell
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Simples, os Vietnam tinham a china URSS.
No Afeganistão tinham diversos grupos insurgentes e outros países, principalmente árabes operando por trás.
Com esses nossos vizinhos estamos perdidos, se tivermos sorte a China ou a Rússia iria intervir, para que não deixar os EUA ficarem com a Amazônia como espólios de guerra, capaz de virar guerra mundial, já que todo mundo iria querer um pedaço desse tesouro.
E no 1×1 nós cairíamos, mas cairíamos atirando ou apenas teríamos uma morte instantânea rsrs.

nereu
nereu
Reply to  Samuell
11 meses atrás

no Afeganistão tinha Árabes, Persa e até Chineses sem falar do Rambo

nereu
nereu
Reply to  Samuell
11 meses atrás

o Iraque foi muito bem dividido tem empresas de petróleo do mundo todo operando lá ex: Americanas, Russas, Chinesas, Japonesas, Coreanas, Holandesas, Italianas, Francesas. Turcas, Malaias e até Angolanas

DaGuerra
DaGuerra
Reply to  Samuell
11 meses atrás

Se prometerem enforcar como fizeram com o sadam hussein, eu entrego onde estão entocados o botafogo, batoré, beiçola, lula , zé dirceu, fhc, renan e toda a corja da cúpula oligarquica do brazil!

Mgtow
Mgtow
Reply to  DaGuerra
11 meses atrás

Vc esqueceu o pior de todos. O vendilhão da patria chamado Jair Bostanaro

Munhoz
Munhoz
Reply to  Samuell
11 meses atrás

Nosso país tem 200 milhões de habitantes, em 6 meses já teríamos algumas armas nucleares, ninguém vem atirando com tudo assim, somos um gigante adormecido, parecido com os EUA em 1940, e os EUA sabem disso!

Não é tão fácil assim amigo

Rudi
Rudi
Reply to  Munhoz
11 meses atrás

Temos os traficantes do Rio de Janeiro que ninguém se meta lá , são nossos Vietcong

Obs. modo ironico

FLAVIO CARVALHO DOS SANTOS
Reply to  Samuell
11 meses atrás

Sempre leio os comentários, mas essa vai ser minha primeira participação, antes de tudo temos eu fazer uma pequena analisem, os EUA tem uma influencia mundial, vários teatros de operação. Sendo assim, não poderia deslocar todos os seus meios para uma suposta guerra e ou intervenção em um cenário hipotético. Ainda temos que colocar na conta a dimensão do Brasil, os EUA teriam que “entrar” e enfrentar uma guerra diferente de tudo que já viu. Vamos ter ainda uma quantidade enorme de policia militar, já fizeram as contas de quantos policiais tem no Brasil? Em uma guerra eles são a reserva de… Read more »

Teropode
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Vou te responder com carinho : Vietnam , perderam a guerra por causa das ações dos politiqueiros americanos , colocaram tropas no chão ao invés de queimarem antes todo o norte , talvez não quiseram causar um holocausto semelhante ao que causaram na Coreia do Norte onde só de coreanos eles fritaram 1,5 milhões de civis . Afeganistão , tiraram o Talibã do poder , 70,%da população está grata por isso , as guerrilhas sempre existirão pois os guerrilheiros se agrupam no Paquistão e nas cavernas que existem aos milhões , não há como acabar com guerrilhas a não ser… Read more »

JOSE DE PADUA VIEIRA
JOSE DE PADUA VIEIRA
Reply to  Teropode
11 meses atrás

Vietnam do sul tinha um governo corrupto apoiado pelos EUA, é dificil vc conseguir ganhar uma guerra longe de casa se não conta com a simpatia da população.
Antes de xororo, eu não apoio o comunista, mas o povo do sul estava insatisfeito com seu gov, oq foi visto como uma oportunidade pelo norte.

joão Fernando
joão Fernando
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

A China faz divisa com o Brasil para termos nossa linha de suprimentos pelo meio do mato?

Henrique
Henrique
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Foram mortos por volta de 1 a 2 milhões de vietnamitas, o país foi o
mais bombardeado e minado da história. Se os vietnamitas “ganharam” foi Vitória de Pirro. O povo brasileiro não tem a fibra dos vietnamitas, vide o recente apagão no Amapá que descambou em caos social. imagine isso em todo o país? E os generais brasileiros não tem a experiência dos vietnamitas, e nem mostraram que tem competência. A única experiência que alguns tem foi de patrulhar miseráveis em favelas sujas.

Flanker
Flanker
Reply to  Hélio
11 meses atrás

Esses números da matéria estão todos errados…..tanto os números dos EUA cono do Brasil….matéria muito fraca do ponto de vista técnico e com números totalmente irreais….

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Claudio Moreno
11 meses atrás

Não sei nem aonde começar. Uma eventual guerra contra o Brasil nunca se cogitou, nem nunca se cogitará. Ademais, a mera menção é risível.
O que sim me preocupa muitíssimo é a fragilidade causada pela incompetência e corrupção total do GF, assim como o caos social que se aproxima com o despenque final da economia.
Mas voltando ao tema de “pólvora” o Brasil está tão cheio de ONGs e políticos oportunistas que um conflito armado se faria totalmente redundante, em um país inundado por tantos cavalos de Tróia.
Abs

Tomcat4,2
Reply to  Joao Moita Jr
11 meses atrás

Poisé João mas tem uma turma que adora fazer um inferninho mesmo com tema tão improvável.

Salim
Salim
Reply to  Tomcat4,2
11 meses atrás

Olha Quem começou, dizem que governo e espelho população, Quem avacalhou nossa capacidade foi capitão cloroquina, não o povo nem este blog. Infelizmente declaração de um presidente e ministro e hilária, descabida e exdrula. Desserviço a nossas forças armadas.

Flick
Flick
Reply to  Salim
11 meses atrás

Salim, pelo que consta quem ameaçou o Brasil com sanções e eventual coalizão foi o então e ainda candidato Joe Biden.
Claro que a fala do Presidente não passou de uma retórica e marcação de posição. Impensável uma guerra contra os EUA em qualquer situação mas concordo com o presidente na marcação de posição e só. Qualquer coisa além disso é no minimo insanidade.

Teropode
Reply to  Joao Moita Jr
11 meses atrás

Cavalos de Tróia e burros de Tróia , aqui os dois extremos são de Tróia e ambos são hipócritas , inclusive os cavalos e burros que moram fora.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Joao Moita Jr
11 meses atrás

Brasileiro mesmo se boicota, mas não dá para deixar a realidade nefasta de lado que vive a nossa defesa hoje, com 80% do orçamento indo só para folha de pagamento, enquanto estamos entrando na quarta geração de caças agora, sendo que a quarta geração existe desde a década de 70. Em nenhuma empresa privada você verá um absurdo destes, gasto com pessoal em empresa privada não chega a 40% de seus orçamentos. Não dá par ficar baseando nossa defesa somente em ameaças vindas da América do Sul, ficamos tão preso neste cenário hipotético, que agora viramos piada sendo ameaçados por… Read more »

peulo da silva
peulo da silva
Reply to  Claudio Moreno
11 meses atrás

kkkkkkk. quanta arrogância! pelo jeito, deixou de “ser maricas”… se tiver uma guerra, dê o exemplo e vá na frente. kkkkkkkkkkkkkkk

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  peulo da silva
11 meses atrás

Enfim, esse é o resultado da frase típica do brasileiro: Para que Exército se não tem guerra ? Mas quando tem guerra, não tem exército.

JOSE DE PADUA VIEIRA
JOSE DE PADUA VIEIRA
Reply to  Claudio Moreno
11 meses atrás

Calma CM, a falta de atenção não merece uma resposta dessas.

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  Anderson
11 meses atrás

Alguém já ouviu falar de uma tal guerra do Vietnam? Afeganistão? Me explica aí como o poderoso exército dos EUA “venceu” essas duas guerras? Alguém?

Daniel Alves
Daniel Alves
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Ele pode não ter cumprido seu objetivo mas enquanto os EUA continuava a prosperar essas duas nações sofreram em todos os sentidos com a intervenção americana.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

se voce ta disposto que seu pais aguente as perdas que o Afeganistão e Vietna tiveram, tudo bem, mas quero voce na linha de frente e não atrás do computador nas duas guerras os americanos tiveram baixas na casa das dezenas de milhares, quanto muito. seus inimigos? chegaram aos milhões. tiveram toda sua industria e infraestrutura completamente aniquiladas e foram forçados a recorrer a guerrilha.

nereu
nereu
Reply to  Victor Filipe
11 meses atrás

esse coitado não ficaria um dia sem o ZAP dele e quer vir falar do Vietnã e Afeganistão

Alexandre
Alexandre
Reply to  Anderson
11 meses atrás

E porquê colocaram ”Fonte: Estadão”

Cristiano
Cristiano
Reply to  Anderson
11 meses atrás

A eua tem uma.base de 2500 caças entre f15 f16 f22 f35 A10 os f5 de treinamento da marinha os t 38 da usar e por aí vai
São muitos caças acho melhor irem ler materias de verdade em vez de está lendo estadão que só fala lorota
Uma dica no YouTube tem o canal mundo militar e uma boa irem assistir uns vídeos lá a didática do apresentador e muito boa

Camargoer
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Caro Matheus. Por acaso o Estadão mentiu?

WELLINGTON RODRIGO SOARES
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Caro Camrgoer, independente de esquerda ou direita, a Amazônia é alvo de cobiça dos EUA e Europa. Agora ficou muito mais evidente com a declaração de Biden.
Ao invés de muitos sites ficarem difamando nossas forças armadas, deveriam cobrar do nosso governo para “aumentar a pólvora”, ou seja, investir pesado nas forças armadas.
EUA e Europa destruíram o meio ambiente e muitos acreditam que são os salvadores da pátria.

Pedro
Pedro
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Primeiro, antes de investir, deveria fazer uma bela de uma auditoria nas pensões e claro no aumento dos soldos dos aguerridos defensores da pátria ou posso dizer: “lesa-pátria” assim como o pt e establishment o faz.

obs: Bolsonaro nunca representou o Brasil, só caíram na fálica e conto do vigário advindos de fontes escusas e propagadas na internet.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Pedro
11 meses atrás

Mentira sobre Bolsonaro não representar o Brasil, ele é o único desde o fim do governo militar que está trabalhando em prol da população e do desenvolvimento da nação, o resto só quis saber de roubar ou enfiar o país numa vala.

Inconformado Brasileiro
Inconformado Brasileiro
Reply to  Diego Tarses Cardoso
11 meses atrás

Meu Deus, como tem alienado político aqui hahahaha Não sei se o pior é ler que o Bolsonaro é o primeiro presidente desde a ditadura a pensar no povo, ou ver pessoas realmente que é possível o Brasil vencer qualquer conflito bélico com os EUA (por mais que seja muito improvável que aconteça).

Leandro
Leandro
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Quem difama as FFAA do Brasil é o próprio Presidente!

Rafael Laginha
Rafael Laginha
Reply to  Leandro
11 meses atrás

Os militares são cúmplices pelo fato de esse meliante herdar a faixa presidencial, infelizmente. Agora que a impopularidade do louco aumenta, dão de ombros e batem em retirada, falando que são “apartidários”. Tudo em prol de cargos e do aparelhamento da Explanada… O que salta aos olhos é o fato de apoiarem um camarada que gosta muito de dinheiro vivo (vide criação da nota de 200 paus e da aquisição de imóveis em espécie pela família) e que vende a pátria aos americanos. Não tem essa de alinhamento automático com EUA, China, Rússia, Israel etc., o Brasil tem que vir… Read more »

Salim
Salim
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Vendemos tudo a preço banana. Madeira exportada como reflorestamento, ouro e metais preciosos contrabandeados ( operação exercito este més aprendeu dezenas kilos ouro, imagina o que foi e sera contrabandeado ). Amazônia hoje regula clima, inclusive o nosso, e de interesse nosso preservar. O que mata e a postura ignóbil do capitão cloroquina e seus asseclas sales e araujo. Desmatamos muito mais passado e náo aconteceu nada. Resultado perdemos fundo amazônia e acordo mercado europeu provavelmente. Brigamos com China, argentina e agora EUA, nossos trés maiores compradores . Infelizmente este senhor esta criando um buraco para Brasil e brasileiros, as… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Salim
11 meses atrás

O buraco foi criado por Ulisses Guimarães, Collor, Fernando Henrique, Lula e Dilma, donde o primeiro acabou com a possibilidade de termos armas nucleares; O segundo com a indústria de defesa na década de 90; O terceiro cimentou o fim do desenvolvimento nuclear militar brasileiro; O quarto roubou tudo o que pode e deu mais ainda pra os companheiros; A quinta jogou o país na maior recessão da história depois da queda do preço do café.

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Diego Tarses Cardoso
11 meses atrás

Onde assino?

ALISON
ALISON
Reply to  OSEIAS
11 meses atrás

No papel higiênico em que ele escreveu isso…

Salim
Salim
Reply to  Diego Tarses Cardoso
11 meses atrás

Diego, governo militar deixou hiperinflação, desinvestimento, endividamento externo enorme e pais desacreditado. No início século 21 foi reduzida inflação a números baixos, superávit crescente, reservas em alta edivida equacionada. Governo petralha destrui tudo isto, agora vejo serio risco volta inflação, desemprego, descredito internacional, em resumo, se nao corrigir rumo voltaremos para 1980 e teremos todas estas mazelas de volta. Infelizmente todos indicadores apontam para baixo no curto e médio prazo.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Diego Tarses Cardoso
11 meses atrás

É muito mais antigo. A dívida impagável deixada pelo regime militar e que culminou com a moratória de 1985 gerou uma crise que não foi meramente recessiva; ela desorganizou a economia de tal forma que o Brasil teve crises de hiperinflação e desabastecimento de 1985 até 1993. O governo do FHC conseguiu reorganizar a economia a partir do controle da inflação, mas teve de adotar medidas recessivas quando houve a crise da Rússia e dos Tigres asiáticos. O governo do Lula começou mantendo a estratégia de controlar inflação e gerar superavit primário, e isso durou até 2008, quando houve a… Read more »

Miguel Brandão
Miguel Brandão
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

A dívida foi feita com juros baratos no início. Paul Volcker aumentou o juros básicos americanos a 19% ao ano em 1979, se eu não me engano. Precisávamos comprar petróleo. Hoje somos produtores líquidos de energia. Nosso endividamento em dólar está baixo e controlável com as reservas internacionais. Estamos em recessão e precisamos gerar empregos. Mesmo com o câmbio desvalorizado a inflação segue aceitável. A margem para retomarmos uma nova onda de industrialização é favorável com este câmbio, mas existe uma guerra comercial. Os juros de mercado tenderão a cair. Já está acontecendo com as dívidas habitacionais. A porrada no… Read more »

jef2020
jef2020
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Olá amigo. Não espere isso da grande midia, pois trabalham pela globalização e fim da soberania nacional. Penso que o presidente faz não é para ameaçar os EUA, até porque quem seria atacado seria o Brasil, e nem como piada isso soa, ele esta é justamente tentando capitalizar atenção para a necessidade de investir em nossas faas. Jamais haverá guerra entre EUA e Brasil, se for o caso o Brasil resolve diplomaticamente, cede para as ONGs como fazia no passado e segue jogo. Já a grande mídia vai tentar ridicularizar e vender a narrativa de que equipar as Faas não… Read more »

ALISON
ALISON
Reply to  jef2020
11 meses atrás

Na primeira frase depois do cumprimento vc já se entrega…

Teropode
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Bobagem , que diferença faz perde_la para estrangeiros ou ve_la queimada , pilhada , desertificação , grilhada , poluída ou explorada por ONGs muy amigas ?

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Ainda os americanos além de destruírem o meio ambiente tem o prazer de mostrar em filmes, seus índios serem mortos por seu exército.

Alexandre
Alexandre
Reply to  WELLINGTON RODRIGO SOARES
11 meses atrás

Caro Welington. O maior difamador das forças armadas hoje é um capitão vivandeira borra fardas e seus generais maricas .

ODST
ODST
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Guerra não é Super Trunfo.

glasquis 7
Reply to  ODST
11 meses atrás

Putz!, não deu nem tempo de sentir saudades do termo KKK

Eis que volta o que nunca foi embora.

Como disse uma e mil vezes, arma dos outros é apenas super trunfo, mas, o termo não se aplica ao Brasil né?

ODST
ODST
Reply to  glasquis 7
11 meses atrás

Tá falando isso pra mim pq? Quando eu disse que não se aplica ao Brasil?

Camargoer
Reply to  ODST
11 meses atrás

Olá ODST. A guerra é uma m.

Murilo
Murilo
Reply to  ODST
11 meses atrás

Bom resumo. USA entrou em algum país realmente grande? Sofreram na Coreia, Vietnã, Iraque e Afeganistão. A opinião pública americana suportaria uma guerra de atrito na Amazônia? E não somos vietcongs…. Eles só ganham se usarem o Arsenal nuclear, mas aí vão ter que brigar com russos e chineses. Somos o maior aluado dia USA na América do Sul e isso não vai mudar

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  ODST
11 meses atrás

O ponto crucial para uma possível “vitória” brasileira seria impedir qualquer frota de encostar em nosso país. Para isso são necessários muitos submarinos.  Nossa antiaérea precisa ser poderosa o suficiente para destroçar qualquer incursão vinda da Guiana Francesa e Colômbia, além do Paraguai. Por último teríamos que ter força terrestre suficiente para enfrentar uma invasão vinda do Paraguai pelo Mato Grosso, onde os Eua tem uma base. Porém precisamos ter um sistema de guerra eletrônico poderoso para impedir que nossas comunicações e sensores sejam comprometidos. Os Gripens serviriam para apoiar tanto a antiaérea onde fosse mais necessário, a força… Read more »

Zorann
Zorann
Reply to  ODST
11 meses atrás

Anhammm…. Inocente demais ou otimista demais….

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Não mentiu.
Acabei de assistir a parte da cerimonia em que ele falou isso.
Engraçado foi a cara do Mourão depois.
Parecia desolado.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

Mas esse é o resultado da frase típica do brasileiro: Para que Exército se não tem guerra ? Mas quando tem guerra, não tem exército.

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Alguém já ouviu falar de uma tal guerra do Vietnam? Afeganistão? Me explica aí como o poderoso exército dos EUA “venceu” essas duas guerras? Alguém?

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Mentir não mentiu, mas esse é o resultado da frase “Para que exército se não tem guerra ?”. Aí quando tem chance, não tem exército (força aérea e marinha).

Paulo Siqueira
Paulo Siqueira
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Sim!Os EUA possuem 715 caças!Só idiotas para acreditarem nesse lixo de jornal!

Last edited 11 meses atrás by Paulo Siqueira
OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Não importa se é o Estadão, o cara falou e o povo acredita, “uma mentira contada varias vezes se torna verdade absoluta” (não me lembro o autor). Mas não foi mentira, ele falou e quer comprar briga com o seu maior aliado, o governo americano.

glasquis 7
Reply to  OSEIAS
11 meses atrás

“…o cara falou e o povo acredita, “uma mentira contada varias vezes se torna verdade absoluta”…”

Bom, o cara falou ou é mentira?

Decide aí.

Teropode
Reply to  OSEIAS
11 meses atrás

Ele defecou isso sim , o cara é um imbecil .

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  OSEIAS
11 meses atrás

Mentira não é, pois quando Bolsonaro falou em pólvora o embaixador americano correu mostrar o que o país dele tem para dizer “Olha quem manda aqui, fiquem quietos”.
Todo mundo enfiou o rabo entre as pernas e ainda rosna para quem se atreve a latir.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Não precisa de dados para constatar o óbvio. Exército mal treinado, mal armada, com oficiais de alta parente bem pagos e desatualizados. Enquanto que recrutas só sabem pintar meio fio, varrer rua e segurança da casa de generais. Marinha sem navios, os poucos que tem são velhos, mal equipada, com almirantado desatualizado, bem pago e péssimos administradores, força aérea sem caças, transporte, bombardeiros, satélites, mísseis etc. FAAs completamente dependentes de material e tecnologia importada (inclusive dos aliados americanos). Eu cansei de avisar aqui o caminho que estávamos tomando com essas impressões. Avisei que os amigos de hoje serão os inimigos… Read more »

Salim
Salim
Reply to  Foxtrot
11 meses atrás

E lembrando, todo nosso equipamento tem origem americana e européia. Falam em grioen e frangueta, se sair boicote esquece, fora perder FMs americano que rearma parcamente nossas forças com equipamento desatualizado.

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  Salim
11 meses atrás

Alguém já ouviu falar de uma tal guerra do Vietnam? Afeganistão? Me explica aí como o poderoso exército dos EUA “venceu” essas duas guerras? Alguém?

Salim
Salim
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Brasil não vai entrar guerra EUA, isto é ilógico e irracional. Poderemos ter sim embargo dos EUA e Europa. Seria trágico para nosso povo. Governo, políticos e militares teriam seus ganhos acima da média garantidos. Esta e a realidade do desgoverno capitão cloroquina, infelizmente para nós cidadãos comuns.

Glasquis 7
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Sim, e da Guerra do Golfo (as duas) também.

Vc ouviu falar da Guerra dos 6 dias?

Essa seria bom estudar.

Daniel Silva
Daniel Silva
Reply to  Foxtrot
11 meses atrás

Tá tranquilo, usaremos nossas maiores armas.

Memes e comentários ácidos na internet.

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  Foxtrot
11 meses atrás

Sim,Sim! Qual é mesmo a sua patente? Quantos anos de carreira no exército?

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

Graças a Deus nenhum. Não quis por escolha própria me especializar em pintura de meio fio, tomar chuva atoa e ficar de segurança na casa de oficiais. Também não quis me especializar em pensões caras e vitalícias. Preferi defender meu país de outra forma, realmente contribuindo para o bem de todos e não apenas para o meu pessoal. Meu avô vez a parte dele na WWII e antes de morrer não ganhava nem a metade da pensão de quem nunca pisou no campo de batalha. Nem foram lá agradecer a ele com medalhas ou parabenização pelos serviços prestados. Será porquê… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Foxtrot
11 meses atrás

Mal treinando eu não digo, digo bem treinado com equipamento obsoleto em boa parte. Mas esse é o resultado de mais de 30 anos onde o povo diz “Para que investir no exército (marinha e força aérea) se não tem guerra ?”

Salim
Salim
Reply to  Diego Tarses Cardoso
11 meses atrás

Brasil investe mais usd 25 bilhões ano em nossas forças armadas, entre 10 maiores gastos mundo. Da uma pesquisada antes culpar povo. O dinheiro e bem mal gasto , veja nr militares fab e marinha. Infelizmente e um Cabidao empregos e salarios/ benefícios em detrimento de meios com qualidade e quantidade.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Diego Tarses Cardoso
11 meses atrás

Discordo.
A culpa é em parte dos políticos e grande parte dos militares que revertem grande parte das verbas para salários e pensões (isso em forças armadas que não são completamente profissionais), e pelas importações de equipamentos caros, sem integração alguma e em grande parte das vezes, com similares fabricados localmente.

sj1
sj1
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Que o presidente deu uma declaração desastrosa e tem se mostrado inepto na política externa tudo bem, concordo, agora pegar matéria do Estadão com comparações infantis é outra coisa, lamentável o nível que chegou essa trilogia, que fim melancólico.

Last edited 11 meses atrás by sj1
Bento
Bento
Reply to  sj1
11 meses atrás

Meu amigo um candidato a presidente de uma nação ameçar outra nação com sançoes éo oque ? Blz ele se elegeu mais isso não é desastroso ?
Poxa aqui é complicado si escolhe um lado ta errado se fica no meio é um anao politico ! Todo resto do mundo pode falar sobre como devemos lidar com nossos problemas
Vai la falar algo para Malta pra ver

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  sj1
11 meses atrás

O que seria inepto? Uma pessoa demonstrar educação, finura no trato, quando alguém pisa no seu calo? Ou aquela pessoa que fala mais alto quando alguém começa falar alto com ele? Uma pessoa que expressa um falso sentimento de concordância (dando uma refinaria por exemplo, deixando a polícia boliviana revistar uma avião da FAB com suspeita de transportar um senador boliviano procurado pela repressão do Evo Morales?) Temos e precisamos de um homem firme no comando da nação! Dane-se o tato e a diplomacia quando a soberania do estado brasileiro está em jogo! Mirem o exemplo de Nicolás Maduro, o… Read more »

MFB
MFB
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Faz arminha que a vergonha passa…

ODST
ODST
Reply to  MFB
11 meses atrás

Ou faz o Mula Livre, deve passar mais rápido.

sj1
sj1
Reply to  ODST
11 meses atrás

Éramos uma putenphia na época, enriquecemos o uranio do Irã, construímos submarinos nucleares..

Camargoer
Reply to  sj1
11 meses atrás

Caro SJ1. VIramos potença, talquei?

MFB
MFB
Reply to  ODST
11 meses atrás

Nunca votei em nenhum partido de esquerda, mas não vou seguir um asno de direita. Não sou gado nem membro de seita.

RAFAEL IACHULSI FERREIRA PONTES
RAFAEL IACHULSI FERREIRA PONTES
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

A fonte é das piores, mas acho que os comentários aqui beiram o ridículo. Muitos “comentaristas” aqui provavelmente não fariam nada frente a um invasor, ou talvez fariam , dariam a esposa ,mãe e irmã aos invasores como prêmio, ou ainda se entregariam como prêmio.

Zorann
Zorann
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Os dados ai estão ate maiores que a realidade. Nós não temos 6 submarinos, não temos 78 caças…. a nossa situação é ainda pior.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Os dados são mentirosos então minion? Vcs são uns negacionistas contumazes hein cara. Não cansam de usar essa estrategia olavetica de negar aquilo que não lhes convem.
O pior cego é aquele que não quer enxergar

PauloOsk
PauloOsk
11 meses atrás

Podiam fazer dos EUA e do Vietnam também. Rsrs

Camargoer
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

Caro Paulo. Você está querendo comparar a guerra do Vietnan com uma bravata?

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Nao.. soh quero mostrar que paisano adora um “super trunfo”.. mas no mundo real as coisas nao sao bem assim…

glasquis 7
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

Tá, o poder bélico dos EEUU não existe, é só um “Super Trunfo”

Real mesmo é a capacidade militar que o Brasil tem pra enfrentar os EEUU.

Eu vou aí tomar meu remédio e já volto.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  glasquis 7
11 meses atrás

Ta bom, os EEUU sao a maior potencia belica do mundo e por isso jamais perderam ou perderão alguma guerra em toda sua existência!!!!! Ta feliz agora?

glasquis 7
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

Eu nasci feliz.

Camargoer
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

Caro Paulo. O ponto da reportagem foi a bravata que após a salive teria a pólvora. Os números expostos apenas mostram que tal é insustentável no caso do Brasil querer responder militarmente aos EUA no caso de um política de sanção comercial.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Politico falando M… eh normal, mas eu nao entendi como uma ameaca aos EEUU, ja to vacinado de tirarem o que o Bolsonaro fala de contexto, e olha que nem sou fan dele. O que o Biden falou foi muito mais grave.

“Porque quando acabar a saliva, tem que ter pólvora, senão não funciona. Precisa nem usar a pólvora, mas precisa saber que tem”. Ele soh disse algo bem obvio.

Teropode
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

Cara , se vc pensa que isso aqui viraria um Vietnam pra eles vc está enganado , temos ótimos alvos , isso colocaria o Brasil em posição fetal em 3 semanas kkkkkkkkk, não viaje na maionese .

Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  Teropode
11 meses atrás

O Vietnam também tinha! Inclusive haviam cidades muito bem construídas com toda a modernidade ocidental desde o tempo de colonia francesa! E que foram reduzidas a pó pelos americanos e seus bombardeiros! Mas eles se renderam? Quem foi que saiu correndo do Vietnam depois de quase quinze anos de guerra batendo o calcanhar na bunda? E o Afeganistão,Somália…

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

tu nunca deve ter lido sobre o tratado de paris e o quanto os vietnamita pediu por ele. os eua aceitou um acordo de paz que consistia na retirada de suas tropas enquanto o vietna do sorte iria desmilitarizar a fronteira também, acontece que os comunas mentira, e invadiram o vietna do sul quando praticamente não tinha mais americanos la. ai fica facil né?

Apenas realista
Apenas realista
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
11 meses atrás

JAMAIS existiria a mesma resistência popular no Brasil que ocorreu no Vietnã.

Daniel Silva
Daniel Silva
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Pois é comparação com a guerra do Vietnã é totalmente descabida, geografia, fonte de material bélico e apoio de aliados completamente diferentes.

Além disto, mesmo que se considere que o Vietnã venceu politicamente a guerra, a que custo isso ocorreu?
Sugiro pesquisar sobre as perdas materiais e humanas vietnamitas na guerra.
Spoiler, foi bem mais que 50.000.

nereu
nereu
Reply to  Daniel Silva
11 meses atrás

melhor só fazer uma pesquisa no Google imagens com essas 3 palavras: Orange Agent Vietnan, tem fotos atuais de crianças bem chocantes, detalhe nenhuma dessas pessoas recebeu UM CENTAVO DE REPARAÇÃO do GOVERNO AMERICANO

Jacinto
Jacinto
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

O pessoal fala no Vietnam e no Afeganistão mas se esquecem que o Vietnam recebia suporte e equipamentos da URSS e da China e o Afeganistão dos EUA e Paquistão. Os misseis que derrubavam os aviões dos EUA no Vietnam não foram produzidos localmente, eles foram fornecidos pelos soviéticos; e os misseis que derrubaram os aviões soviéticos também não foram produzidos no Afeganistão, eles foram fornecidos pelos produzidos nos EUA. Ou seja, as potências da época armavam o país menor para dificultar a vida dos adversários. Mas hoje o maior adversário dos EUA é a China. Agora quem vai fornecer… Read more »

mendonça
mendonça
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

uma parcela considerável de armas são produzidos aqui , o país tem condições de fabricar aqui , em uma eventual guerra ,os esforços serão para produzi-las , as industrias metalurgicas terão sua produção voltada para algum material bélico .
no vietnan não tinha quase industria nenhuma , no afeganistão menos ainda ou nada .

Jacinto
Jacinto
Reply to  mendonça
11 meses atrás

E você acha que estas indústrias ficarão incólumes? É alvo prioritário e mais: absolutamente desprotegidos porque todo mundo sabe que a proteção aérea do Brasil é rezar para o míssil de cruzeiro enroscar em alguma linha de transmissão de energia.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

Jacinto,mas na cabecinha de alguns,o poderoso estados unidos da América iria enviar militares ao brasil e disponibilizar recursos humanos,meios militares e dinheiro para invadir a selva amazônica e acamparem lá na selva,mas seriam vencidos pelos nossos gloriosos e míticos guerreiros de selva. E afinal seriam derrotados,pois como os especialistas brazucas dizem e dão como justificativa,nós os derrotaríamos assim como os vietcongs o fizeram,em uma guerra que aconteceu a mais de quarenta anos e desde aquele evento,a tecnologia militar evoluiu,mas os guerreiros da selva,os melhores do mundo, irão vencê-los. Eles iriam sim destruir nossa infraestrutura,deixar-nos no escuro e por a pique… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
11 meses atrás

Eu já disse que um coquetel com camarão e espumante na embaixada dos EUA no Brasil faria muito parlamentar entregar até a mãe. Se o Trump passasse uma noite na embaixada, um certo senador carioca iria cheirar os lençóis e fronha da embaixada.

nereu
nereu
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
11 meses atrás

ficamos na tecnologia de 50-40 anos atrás será que esse povo sabe as consequências de um tal Agente Azul que foi jogado nos alimentos dos Vietnamitas ou aquela poção magica que tirava as folhas das arvores chamada Agente Laranja

O Chato
O Chato
Reply to  mendonça
11 meses atrás

Indústrias metalúrgicas que serão destruídas ou incapacitadas na primeira semana de conflito, assim como toda a infraestrutura “estratégica” do país.
Sendo um conflito assimétrico e “dentro de casa”, não teria essa de produção local, pois o avanço dos EUA ou de qualquer outra nação com poderio similar seria muito rápido. Mesmo que conseguíssemos segurar o grosso de suas tropas por algum tempo, muito pouco ou nada poderíamos fazer contra armas de longo alcance (caças, bombardeiros, mísseis de cruzeiro, ICBMs).

Andrenson
Andrenson
Reply to  O Chato
11 meses atrás

exatamente, lembraria bastante o cenário do Japão após a subjugação de sua marinha e aeronáutica na wwii, chuva de bombardeios até a rendição

Salim
Salim
Reply to  mendonça
11 meses atrás

Voce poderia dar exemplo do seria produzido aqui para fazer frente poderio militar EUA. Avibras e Embraer serão primeiras a ser alvejadas, o resto e multinacional.

O Chato
O Chato
Reply to  Salim
11 meses atrás

Sobre o que poderia ser produzido, na prática, a resposta é nada, pois quase todos os nossos equipamentos militares (inclusive os de produção nacional) dependem largamente de fornecedores internacionais. Fuzis, pistolas, algumas peças de reposição e algumas coisas mais seriam possíveis. Um caça, um MBT, um MANPADS, uma fragata, um submarino, não, pois demoraríamos muito tempo (anos) para conseguirmos produzir localmente todos os componentes de tecnologia avançada desses equipamentos. Sobre uma empresa ser multinacional ou não, não faria diferença, pois o governo poderia assumir o controle e forçá-las a participarem do esforço de guerra. No entanto, nacional ou multinacional, toda… Read more »

Last edited 11 meses atrás by O Chato
Capa Preta
Capa Preta
Reply to  O Chato
11 meses atrás

A única estratégia seria na verdade esperar eles serem burros para botarem os coturnos aqui em zonas urbanas,daí com táticas de guerrilha tornar a vida deles um inferno. mas eles não são burros, vão acabar com nossa logística e inflaestrutura e esperar o povo passar fome no escuro, esse próprio povo derruba o governo e o provisório eleito nas coxa assina o que eles querem.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  O Chato
11 meses atrás

Sistemas de defesa anti aérea e o que mais nós falta de crítico em qualquer cenário.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

Faz sentido mesmo… mas no final das conta essa eh uma discussao bem boba… br vs EEUU nao vai acontecer nunca.

Jacinto
Jacinto
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

Graças a Deus!

jef2020
jef2020
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

concordo plenamente…se o bicho pegar derrubam o bozo e liberam ONGs na amazônia….o resto que frite que ninguem ligará mais

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  jef2020
11 meses atrás

No momento em que o bicho pegar, Rodrigo maia desengaveta aqueles pedidos de impeachment que estão levando poeira e dão um chute na bunda do Bozó e sua prole de milicianos…

Jef2020
Jef2020
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Ali amigo é um baita teatro….um finge que é mocinho e o outro bandido …falam uma coisa mas as ações são de acordo com o sistema quer…e se o sistema decidir tirar algum deles ta fora….simples assim

Last edited 11 meses atrás by Jef2020
Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

Mais importante do que “quem” é “por onde” essa ajuda viria. Em resumo: ela NÃO viria.
Nós não teríamos a menor chance de garantir um tráfego marítimo adequado, menos ainda o aéreo. Mesmo que alguém quisesse DEMAIS ajudar, essa ajuda jamais chegaria.
As pessoas simplesmente nunca abriram um mapa em toda a existência delas, só isso justifica comparar Brasil vs EUA com EUA vs Vietnã do Norte.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Perfeito.

sj1
sj1
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Esses inéptos que apostam na guerrilha, inclusive o generalato, acham que existe uma Rússia ou China fazendo fronteira conosco, gente mais débil. basta dominarem o litoral e os portos para que nenhum bote chegue aqui. Complementando com uma frota de bloqueio no Pacífico bastaria para não recebermos suprimentos pelos países fronteiriços. Vietnam aqui ? kkkkkkkk

Last edited 11 meses atrás by sj1
jef2020
jef2020
Reply to  sj1
11 meses atrás

amigo…Venezuela não faz fronteira com a russia mas até agora os EUA não encararam lá….isso é real

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  jef2020
11 meses atrás

Ah brother, se tu acha que é por “não poder” ao invés de “não querer”, está redondamente enganado. Assim que o primeiro disparo rolar, acabou total e completamente a ajuda material chinesa e russa por um fator relevante: não tem por onde enviar! Quando muito, pessoal em terra russo pode dar ajuda pra manter operando alguns equipamentos, mas nada além disso.
A Venezuela é mais barata sozinha: deixa eles se afundarem, virarem importadores de petróleo e, quando algum governo decente subir ao poder, voltem a fazer negócios. Não tem pra que transformar isso aqui em sangue.

sj1
sj1
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Haha, Venezuela ali no caribe bem pertinho dos EUA e ainda tem nego crendo que Rússia e China podem algo por alí alem de acessoria.

Jef2020
Jef2020
Reply to  sj1
11 meses atrás

Olá amigo…os EUA é a maior potência do mundo. Podem vencer qualquer pais do mundo. Qualquer pais! Mas guerra não é uma aventura. Haverão perdas e um alto custo envolvido. Porem existem outras formas de atingir o objetivo sem a guerra….qdo chegar a uma situação insustentavel o assunto sera resolvido internamente na venezuela….

Jef2020
Jef2020
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Amigo…falei em fato vc menciona possibilidade…até hj não invadiu…fato. pode invadir? Claro que pode!!! A questão é vão assumir os custos belicos e em vidas lá? É muito mais facil deixar afundar sozinho isso concordo ou mais facil ainda retirar a pedrinha no sapato…ai tudo volta ao normal

sj1
sj1
Reply to  jef2020
11 meses atrás

Sério mano, não vale a pena vc querer continuar nessa tese.

Jef2020
Jef2020
Reply to  sj1
11 meses atrás

Amigo…não terá guerra!!! Mesmo com todo poderio belico nao se luta mais sozinho….vc acha que se os EUA lutassem sozinhos contra o iraque teria o resultado que teve no tempo que teve? A vitoria provavelmente mas a qual custo e tempo? Formou-se uma coalizão! Por isso o Biden falou em “juntar o mundo” E as ameacas iniciais do trump com o cabeca de cebola da coreia? Quem tem o botão maior e etc….qual o tamanho da coreia?? Seria nada para os EUA….mas no que deu?? Uma guerra envolve altos custos financeiros e humanos, pressoes internas e externas, Aliancas e interesses… Read more »

sj1
sj1
Reply to  Jef2020
11 meses atrás

Caro Jef eu desconfio que vc nem entendeu o que eu estava falando lá em cima.. do lance Vietnam.

Last edited 11 meses atrás by sj1
nereu
nereu
Reply to  jef2020
11 meses atrás

boa quem sabe deixa a Rússia dar as cartas aqui também!!! a melhor frase que define esse seu comentaria quem muito abaixa mostra o rab*

Jef2020
Jef2020
Reply to  nereu
11 meses atrás

Amigo essa seria a tendencia uma maior aproximação com china e russia e claro que os EUA não desejam isso..o Brasil mantem uma soberania relativa na amazonia e assim vai continuar…vai pegar a grana e pagar o rango, pois não há almoço grátis! Mourao ja esta se reunindo com embaixadores dos paises .. nao havera guerra!!

sj1
sj1
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

E o curioso é que o Estado(sim o Estado e não o governo) brasileiro aposta todas as fichas da defesa nacional na guerrilha de atrito e não na dissuasão, o que a meu ver é um grande erro, pois uma guerra de guerrilha poderia até expulsar o inimigo, mas duraria décadas e nos levaria a idade da pedra e resultaria em milhares de mortos.

Apenas realista
Apenas realista
Reply to  sj1
11 meses atrás

Se depender da própria população brasileira defender o país…

nereu
nereu
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

Vietnã inicialmente recebeu apoio da China depois a China mudou de lado e apoiou os contrarrevolucionários do Khmer assim como EUA, Inglaterra e Tailândia

Jacinto
Jacinto
Reply to  nereu
11 meses atrás

Nereu,
O que você descreve está dentro do conflito que houve entre a URSS e a China que chegaram a trocar uns tiros na fronteira entre os países. Depois a China também entrou em guerra com o Vietnam (eu sempre digo que a última guerra do Vietnam não foi com os EUA; mas com a China, em 1979).

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  PauloOsk
11 meses atrás

TODA NOTÍCIA vai ter um gênio falando de Vietnã sem nunca ter VISTO UM MAPA.
Nem precisa ser um gênio em história, geografia ou mesmo um profundo conhecedor de tecnologias militares, era só ABRIR UM MAPA, mas não, a galera continua com essas insanidades.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Todo cenario tem suas particularidades… no Brasil nao seria diferente..

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Isso sem falar que no nosso mata temos uma grande colônia francesa traíra que seria a porta do inferno para nosso cenário de defesa, e faz fronteira com o “bem estruturado Amapá” que qualquer curti circuito volta pra idade da pedra.

sj1
sj1
Reply to  Capa Preta
11 meses atrás

Hudson: “Game over man, game over !”

nereu
nereu
Reply to  Capa Preta
11 meses atrás

na verdade com o Bolsonaro até a Venezuela cederia o seu território para uma incursão americana

Matheus Augusto
Matheus Augusto
11 meses atrás

Não sei porque o povo está fazendo essa tempestade em copo de água, se depois de todas as merdas que o Lula e a Dilma falaram (e fizeram) em relação aos Estados Unidos nossos países continuaram se tratando normalmente, não é agora que alguma coisa vai mudar, comércio e interesses em comum falam bem mais alto do que algumas ameaças lacradoras de Biden, ou algumas infantilidades do Bonoro.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Na história do Brasil, desde que nos tornamos independente de Portugal, nunca um imperador ou presidente sugeriu usar pólvora contra os EUA.

Gustavo
Gustavo
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

“Porque quando acabar a saliva, tem que ter pólvora, senão não funciona. Precisa nem usar a pólvora, mas precisa saber que tem”
Pessoal esquecendo dessa parte!
“mas precisa saber que tem” mentiu?… Não!
Muita gente aqui defente novas aquisições para o exército brasileiro justamente pra fazer valer a dissuasão, e não pra usar. Interpretação é tudo!

João Ricardo
João Ricardo
Reply to  Gustavo
11 meses atrás

Não ainda, a maioria está se portando como vizinhas fofoqueiras, não querem saber de todo o ocorrido, apenas a parte que interessa para falar mal de alguém!

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gustavo
11 meses atrás

Continua sendo uma ameaça de dissuasão, que torna tudo ainda mais ridículo porque a dissuasão que o Brasil tem é rezar para São Jorge. É perder o senso do ridículo.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Gustavo
11 meses atrás

Concordo com o Sr Gustavo sobre o que foi falado pelo Presidente da República. Hipótese ou realidade? Opinião: isso foi falado como figura de retórica. Não haverá conflito algum e , sim, sanções caso tenha pois o interesse maior são negócios. Simples: fará sanções, obrigado China agradece. Lembram o caso da ex-presidente Dilma com Obama? Espionagem. F 18 estava ganhando, perdeu. Levou Gripen. E ainda digo que o congresso americano não chancelou a vitória do Biden. Tudo em suspeita…Uma coisa é certa: alertar para responsabilidade de uma real política de defesa pra dissuasão. Isso era para ontem. Abraços.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Jacinto
11 meses atrás

Isso é uma resposta retorica. Ninguem quer guerra contra os EUA. Mas qual seria a resposta correta? Caso as conversas cessem e queiram tomar nossa floresta amazônica? O Presidente do Brasil deveria dizer que nós renderiamos e entregariam tudo para os americanos sem problema nenhum? É muito ódio do presidente e muita ajuda da grande mídia para distorcer tudo e fazer tempestade em copo d’água. Bolsonaro deu a melhor resposta possível. Caso queiram tomar nosso território, o Brasil entra em guerra. Isso não é entrar em guerra nem ofender outros países, é uma resposta retórica baseada em poder de dissuasão.… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

E quando foi que o Biden ameaçou invadir a Amazônia? O que ele fez foi ameaçar aplicar sanções, mas a maioria nem sabe o que isso significa e parece que em Brasília tb nao. Sanções dos EUA significa que empresas que fazem negocio com o Brasil em determinada area, nao podem fazer negócios nos EUA. Se for na area automotiva, por exemplo, significa que quem exportar para o Brasil nao pode exportar para os EUA. E ai vc e o manda chuva da marca X e pensa: putz continuo fazendo negócios com o EUA ou com Brasil?

glasquis 7
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

É verdade mas nunca ameaçaram o tio Sam.

Matheus Augusto
Matheus Augusto
Reply to  glasquis 7
11 meses atrás

Ninguém ameaçou ninguém diretamente …

Quanto ao presidente falar que o país precisa ter pólvora pra usar, me diz o que ele falou de errado.

glasquis 7
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

“Ninguém ameaçou ninguém DIRETAMENTE”

Verdade. Ameaças indiretas em Política Internacional não existem ou, nada significam.

Last edited 11 meses atrás by glasquis 7
PACRF
PACRF
Reply to  Matheus Augusto
11 meses atrás

Nunca antes na história desse país se ouviu uma bravata dessa magnitude. Pior, contra uma nação amiga que é nossa segunda maior parceira comercial. Vale lembrar, que esse mesmo governo, tem ridicularizado com piadinhas de caráter racista a China, nossa principal parceira comercial.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

A economia da Rússia é menor do que a do Brasil…

gordo
gordo
Reply to  SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

A questão aí é que o jornal não colocou o dedo na ferida. Nosso orçamento tem patamar israelense, mas 3/4 dele fica em salários e pensões.

Camargoer
Reply to  gordo
11 meses atrás

Caro Gordo. O dedo foi colocado em outra ferida exposta: a bravata.

sj1
sj1
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Amigão professor: tanto este que está aí hoje no governo quanto Lula e Dilma foram inéptos na política externa e desenvolvimento do país, além de covardes, portanto não adianta ficar contente.

Camargoer
Reply to  sj1
11 meses atrás

Caro SJ1. Existe apenas um governo que é aquele que exerce o mandato. È ele quem tem o poder e que pode tomar decisões e implementar ações. A crítica deve ser feita ao governo em exercício. Ex-governos são história. Assim como o debate pode ser classificado em três tipos, o ideológico (ideias… a gente faz isso o tempo todo), o partidário (propostas.. a gente faz isso durante as campanhas eleitorais) e o político (sobre as ações de governo). Tenho dificuldade de imaginar alguém contente com a atual situação do país. Entre os descontentes, eu levanto a mão.

sj1
sj1
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

O mais curioso, é que tem um diretor meu, petista roxo até o tutano, e ele tem o mesmo discurso sobre governos passados…. Acontece que o que se faz hoje terá reflexos no país décadas a frente, no sindicato não ensinam isso ?

sj1
sj1
Reply to  gordo
11 meses atrás

Errado, 81% são mais que 3/4.

Camargoer
Reply to  SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

Caro Smoking. O tema é a bravata, não o poder militar ou econômico brasileiro. Aliás, a Rússia tem um poder militar maior que o brasileiro mesmo tendo uma economia menor.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Aliás, a Rússia tem um poder militar maior que o brasileiro mesmo tendo uma economia menor.”

Valeu por apontar o óbvio, tem coisa seriamente errada. Aliás até países bem menores como a Turquia são bem mais fortes e não se curvam para ninguém.

Camargoer
Reply to  SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

Olá Smoking. Há um texto do Darcy Ribeiro chamado “Sobre o óbvio”. Vale a pena ser lido para entender que o óbvio pode esconder uma realidade incoveniente.

Edson Parro
Edson Parro
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Camargoer;
o que esconde as realidades são as interpretações diversionistas, divulgadas à exaustão, como se fossem a verdade verdadeira. O óbvio é o óbvio e deve ser dito, sempre. Aliás, prefiro Gramsci.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

A Rússia investe mais de 4% do PIB em defesa. O Brasil em um esforço de guerra poderia investir muito mais que 4%. Temos o serviço militar obrigatório que nos rende um numero de reservistas muito grande. Temos um plano de mobilização nacional, onde todos os brasileiros reservistas e não-reservistas podem ser convocados de forma Obrigatória. Tudo isso colocado em ação, de maneira inteligente, pode aumentar o poder militar do Brasil de forma exponencial. Os equipamentos, produzimos muita coisa aqui. Temos a maior fabricante de munição do mundo. Dezenas de empresas bélicas. Os equipamentos mais complexos, seria mais difícil. Mas… Read more »

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

“Os equipamentos mais complexos, seria mais difícil. Mas tanto a Rússia como a China ficariam muito felizes em vender bilhões e bilhões em armas para o Brasil em caso de uma escalada de tensões com os EUA ou qualquer país ocidental. O Brasil poderia comprar radares e sistemas antiaéreos da Rússia, China e até do Irã. E fabricar versões nacionais também”. Poderia mas não compramos e nem fazemos parceria,seja por preconceito de material russo ou preconceito ideológico dos militares e do nosso asno em chefe… O General Diniz Brito,que foi em comitiva para o ARMY2020 em moscou,falou que o Brasil… Read more »

Vitor
Vitor
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Exercito gigantesco de quem? Os motivos para defender a pátria são muito poucos.

Fora que na hipótese de sermos administrados pelos Estados Unidos, teríamos uma evolução de centenas de anos em poucos meses.

Vamos lutar e lutar, mas daqui a 30 anos seremos apenas um México no sul.

nereu
nereu
Reply to  Vitor
11 meses atrás

Fora que na hipótese de sermos administrados pelos Estados Unidos, teríamos uma evolução de centenas de anos em poucos meses.” Isso também uma bravata bem grande, pois no mínimo levaríamos uns 30 anos para sermos o que Porto Rico é hoje, que nem reconhecido como estado americano é apesar de estar a mais de 100 anos sobre a tutela americana