sexta-feira, julho 30, 2021

Saab RBS 70NG

Donald Trump é um presidente nuclear – seu legado são mais armas nucleares, menos controles

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

LGM-30 Minuteman III ICBM

Por David Axe – Forbes

Em seu único mandato na Casa Branca, Donald Trump expandiu o arsenal nuclear dos Estados Unidos da América e minou décadas de esforços de controle de armas. Embora o presidente eleito Joe Biden possa reverter algumas das iniciativas atômicas de Trump, é altamente improvável que ele possa desfazer todas elas.

E é impossível para Biden viajar no tempo e aproveitar as oportunidades de redução de armas nucleares que Trump desperdiçou – com a Coreia do Norte, em particular.

Só por essa razão, o legado atômico de Trump será significativo. “Ele cravou os últimos pregos no caixão da primeira era de controle de armas”, disse Jeffrey Lewis, especialista em armas nucleares do Instituto de Estudos Internacionais de Middlebury, na Califórnia.

Kingston Reif, um especialista em mísseis da Associação de Controle de Armas em Washington, D.C., resumiu ordenadamente as iniciativas nucleares de Trump no Twitter em meados de dezembro. Parafraseando:

1. Trump ordenou o Pentágono para dobrar o número de armas nucleares de baixo rendimento, o que, de acordo com especialistas, aumenta o risco de guerra nuclear ao tornar as armas nucleares aparentemente mais “utilizáveis” em um confronto armado entre grandes potências. Ao mesmo tempo, a doutrina nuclear de Trump expandiu a lista de ameaças externas que justificam oficialmente a retaliação nuclear. Talvez mais notavelmente, a lista de ameaças agora inclui um grande evento de hacking. A Marinha dos Estados Unidos posteriormente implantou a variante de baixo rendimento W76-2 de seu míssil balístico lançado por submarino Trident II.

2. Na extremidade oposta do espectro de rendimento, o presidente bilionário acelerou o desenvolvimento de SLBMs de alto rendimento e cancelou um plano do Pentágono para desativar a bomba de gravidade B83-1 de classe megaton.

3. Para equipar essas novas armas, Trump tomou medidas para reiniciar a produção de núcleos de plutônio para ogivas nucleares, apesar dos argumentos de que os Estados Unidos já possuem muitos núcleos. A produção principal se enquadra em um aumento orçamentário de aproximadamente US$ 9 bilhões que Trump ajudou a promover para a Agência Nacional de Segurança Nuclear dos EUA, que supervisiona as armas nucleares dos EUA.

4. Citando o desenvolvimento russo de armas proibidas, Trump retirou os Estados Unidos do Tratado das Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF) de 1987, que limitavam o lançamento de armas nucleares na Europa. A ex-estrela de reality show também tirou os Estados Unidos do Tratado de Céus Abertos de 1992, que permite que os Estados Unidos, a Rússia e muitos países europeus monitorem os arsenais atômicos uns dos outros por meio de voos de reconhecimento fotográfico. Finalmente, Trump tem relutado em aprovar uma prorrogação – prevista para fevereiro – do Novo START de 2010, um acordo entre os EUA e a Rússia que impõe um limite às armas nucleares e ajudou os dois países a reduzir seus arsenais atômicos nos anos anteriores à presidência de Trump. É possível que Biden possa trazer os EUA de volta aos céus abertos enquanto também luta para estender o Novo START, mas o Tratado INF quase certamente está morto, já que os Estados Unidos e a Rússia estão agora abertamente desenvolvendo armas nucleares de alcance intermediário.

5. Depois de fracassar várias vezes em negociar qualquer tipo de limitação de armas executáveis ​​com a Coreia do Norte, Trump se tornou o primeiro presidente desde os anos 1960 a não negociar nenhum novo acordo de controle de armas nucleares. Em vez disso, ele fez o oposto – afrouxou os controles, incentivou a proliferação e, como resultado, é “o primeiro presidente pós-Guerra Fria a não reduzir o tamanho do estoque de ogivas nucleares”, segundo Reif.

“O legado nuclear do governo Trump é de fracasso”, disse Reif. “O governo herdou vários desafios nucleares, com certeza, mas tornou quase todos eles piores”.

Arsenal nuclear dos EUA

Arsenais nucleares no mundo

FONTE: Forbes / Heritage Foundation / atomicarchive.com

- Advertisement -

204 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
204 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
6 meses atrás

E isso só legitima o direito de Irã e Coreia do Norte de terem seus artefatos nucleares.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Legitima a todos que desejam ter meu caro!!! T o d o s.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Saldanha da Gama
6 meses atrás

Exatamente seria o mesmo que eu ter uma arma em casa , e exigir que meu vizinho não tenha rsrsrsr , enfim s hipocrisia ….

Camargoer
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Caro AntonioK. Apesar de discordar das sanções dos EUA contra o Iran, eu discordo que a solução para a ameaças estrangeiras seja ter um arsenal nuclear. Aliás, sou favorável a completo banimento de todo arsenal nuclear.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

Camargoer, as armas nucleares são justamente o que garantem a paz. Ser contra armas nucleares é essencialmente ser a favor da guerra.

nereu
nereu
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Armas nucleares táticas como o Trump queria não chamaria bem de paz não

Teropode
Reply to  nereu
6 meses atrás

Já as armas táticas russas e chineses representam a paz plena , as americanas não , hummm sei ! Indignação seletiva , típica de viralismo .

nereu
nereu
Reply to  Teropode
6 meses atrás

a China assinou o INF??? e os americanos nunca provaram que os Russos tem tais armas

Teropode
Reply to  nereu
6 meses atrás

Fique tranquilo , as armas táticas Americanas são adestradas para morder só a Rússia .

Bosco
Bosco
Reply to  nereu
6 meses atrás

Trump não quis nada. A ogiva W76-2 de 5 Kt foi sugerida por um estudo conjunto que define a doutrina nuclear americana frente às ameaças reconhecidas. Trump aprova ou desaprova e há a participação do legislativo.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Essa ogiva de baixo rendimento W76-2 foi sugerida por conta dos russos não serem claros em relação à suas armas nucleares táticas. Os tratados START contemplam as armas estratégicas e deixa de lado as armas táticas. Os russos invariavelmente alardeiam que seus mísseis táticos podem ter a opção nuclear (ex: Iskander, Granit, etc.) enquanto do lado da OTAN é sabido que a única arma nuclear tática disponível é a bomba B61. Nada mais natural que os EUA terem uma outra opção de baixo rendimento para fazer frente às armas táticas dos russos. *Eu particularmente acho uma péssima ideia por conta… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Sr. Myagi: “Por que aprender karatê?” Daniel San: “Para não ter que lutar.” Dos 178 países do planeta, apenas 5, vejam, apenas 5 têm o poder de monopolizar o armamento nuclear e impõem aos outros a humilhação de assinar tratados de não-proliferação de armas nucleares. É preciso construir a bomba, não para jogar a bomba em ninguém, mas, sim, para evitar que alguém jogue a bomba aqui, no Brasil, na nossa casa! E não digam que isso não pode acontecer! Porque os eua já fizeram isso, com o Japão, em 1945. Se o Japão tivesse a bomba, ninguém se atreveria… Read more »

JORGE PETROLA FERREIRA
JORGE PETROLA FERREIRA
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Os arsenais nucleares proporcionam a MAD (Destruição mútua assegurada) isso impede guerras convencionais com proporções similares à WWII.

Mais do que a mediação de organismos supranacionais, a MAD baniu a guerra convencional de grande escala.

Mas as guerras não acabaram, embora as potências nucleares evitassem o envolvimento direto. Os conflitos de 3a geração migraram para os países periféricos e surgiram os conflitos de 4a geração.

É provável que se a ameaça da MAD vier a cair o mundo entre guerras convencionais nos moldes da WWII.

Last edited 6 meses atrás by JORGE PETROLA FERREIRA
Alexandre
Alexandre
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Exatamente , se nenhuma nação , não tivesse arma nuclear já teria acontecido até a terceira guerra mundial , e nos tempos da guerra fria os Estados Unidos e a antiga União Soviética só não caiu no pau , porquê os dois tinham nuks , a destruição seria total , então fazia pequenas guerras , nos países aliados , cada um apoiando um lado com armas convencionais .

Roberval Pereira ROSA
Roberval Pereira ROSA
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Caro Allan, as armas nucleares existem desde o fim dos anos 40 do século passado, agora me diga onde o mundo experimentou a paz, pois o que nos vimos foi as guerras mudarem, vez que as nações que possuem armas nucleares passarma usar seu poder para efetuar guerras por procurações,usando outros países como seus peões num imenso jogo de xadrez. Ainda que as armas nculeres tenhm impedido que URSS e USA entrassem em conflito, estas armas não impediu verdadeiros massacres, pois se levarmos em consideração que memso os EUA perdendo a Guerra do Vietnã, mais de 5 milhões de vietnamitas… Read more »

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Quem garante que não será usada.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Nilton L Junior
6 meses atrás

Doutrina MAD.

Teropode
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

Se não fosse as armas nuvleares certamente o planeta estaria melhor , a ausência de um grande conflito permitiu o boom de gafanhotos , cara 7bilhoes e caminhando rapidamente para 8 bilhões .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Non sense.

Tulio
Tulio
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Ainda bem que você não tem o controle de nenhuma arma nuclear, e nem convencional. E pensar que eu conheço várias pessoas na vida real com este tipo de pensamento, dá até medo.

Roberval Pereira ROSA
Roberval Pereira ROSA
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Porque você não é humanista e se oferece como voluntário para uma sessão de eugenia, dando ao mundo um exemplod e altruísmo.
As vezes você no afã de falar perde uma excelente oportunidade de se manter calado

Teropode
Reply to  Roberval Pereira ROSA
6 meses atrás

Comentário impreciso , não entendi onde se encaixa a Eugênia uma vez que me referi a toda humanidade , leia novamente com calma.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Explique sem ser ridículo.

Fabrício Lustosa
Fabrício Lustosa
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Claro que nesse contexto exposto de guerra para diminuir a população vc e sua família iria sobreviver né? Somente os “gafanhotos” que, evidentemente vc e sua família não fazem parte, iriam morrer né? Cada uma q pqp….

pangloss
pangloss
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Kings, será que essa estimativa do arsenal nuclear chinês está correta? Tenho a impressão de que está subestimada.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  pangloss
6 meses atrás

Boa questão.
É difícil crer que com todo o investimento chinês nessa área, eles só tenham isso.
SDS

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

A China blefa. A China é um blefe. Só os pobres de espírito acreditam que a China é o que quer fazer crer que é.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antonio Renato Cançado
6 meses atrás

Eu acho muito bom ninguém pagar para ver.
Muito menos os EUA.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Eu pagaria.

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Então pela sua lógica Israel pode ter 200, Paquistão 400, India 500, EUA 20.000…
Ah não! Só a China é que é ixxxchisperrrrta… rsss

Bosco
Bosco
Reply to  pangloss
6 meses atrás

Armas nucleares existem para a dissuasão. Para evitar uma guerra nuclear. Não há lógica em tê-las em maior número e não divulgá-las.
De que valeria aos chineses terem 1000 ogivas nucleares escondidas se elas não servem para evitar que seu país seja atacado e destruído?
Vamos supor que os EUA descarreguem sobre a China 500 ogivas nucleares e receba 200 ogivas. Do que adiantaria esse arsenal oculto de armas nucleares?

pangloss
pangloss
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Bosco, eu concordo com todo o seu raciocínio. Daí a minha dúvida, pois não vejo paralelo entre o grande poder geopolítico chinês e seu reduzido arsenal nuclear. E, considerando que: 1 – nem todos os artefatos estarão prontos para o uso que ocasionalmente se faça necessário; 2 – haveria uma eventual plêiade de inimigos a atacar, cada um deles significando alguns alvos prioritários; 3 – deve-se colocar na conta alguma redundância, para saturação das defesas ou para salvaguardar possível falha de algum míssil ou detonador, eu acho que os chineses devem ter um número bem maior de ogivas. Um múltiplo… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  pangloss
6 meses atrás

pangloss

Lembre que os chineses são os mestres da estratégia.
Deixe os americanos acharem que ela tem poucas armas nucleares.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

A china pode ter 200 trilhões de ogivas nucleares…ou o triplo disso…….ou muitas vezes mais esse valor……mas, o que interessa, é que EUA e Rússia, com suas quantidades, garantem, cada um, a destruição total da china. Então, que a china construa quantas quiser…..

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Flanker
6 meses atrás

Opa! Alvo errado
As ogivas russas estão apontadas para os EUA . Funcionaria assim: Os russos destroem os EUA e a China certifica. Ou vice-versa.
Tanto faz.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Na sua cabeça, pode ser……e as armas que os EUA tem, inclusive na Europa, não seriam usadas?
E eu falei que a rússia atacaria a china? Eu me refiro às capacidades dos arsenais……
E quem te garante que seria como vc falou? Vc tem sérios problemas cognitivos……tua ideologia não permite enxergar nada com clareza.

ALISON
ALISON
Reply to  Flanker
6 meses atrás

A sua permite ne? kkkk piada demais vc…

ALISON
ALISON
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Mais ou menos isso mesmo…

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Kings, dessa vez discordo de você. Armas nucleares são dissuasórias, Na verdade, a melhor estratégia seria dizer que tem mais armas nucleares do que realmente tem. Lembrando que fabricar e manter armas nucleares é caríssimo. Nesse sentido, sim, os chineses são os mestres da estratégia. Por que só 300? primeiro, eles sabem que os EUA não poderiam descarregar todas as suas armas nucleares em cima deles, pois ficariam totalmente à mercê da Rússia. E 300 armas nucleares já são suficientes para causar um dano catastrófico nos EUA, que eles não podem admitir ou se arriscar a sofrer. Os chineses usam… Read more »

Mage
Mage
Reply to  100nick-Elã
6 meses atrás

Qual seria a vantagem de dar a um potencial inimigo o numero correto de armas nucleares? Poucas delas já produzem um alto grau de dissuasão. Não seria um arsenal nuclear bem mais que mera dissuasão? No planejamento de grandes potências o cenário de uma guerra nuclear real, não é o mais sério para a tomada de decisões e elaboração de planos? Nesse cenário não seria uma informação de altíssima relevância para o inimigo saber de quantas armas existentes quantas já neutralizou ou precisa neutralizar?
Consigo encontrar muitos motivos para uma nação não falar a verdade sobre seu arsenal nuclear.

100nick-Elâ
100nick-Elâ
Reply to  Mage
6 meses atrás

Pode ser. Olha, eu ainda acredito na hipótese de que não é correto você fazer “pegadinha” com o inimigo em questão de armas nucleares. Na natureza, um animal venenoso tem cores berrantes, para evitar ser devorado pelos predadores. Não obstante, o seu argumento faz muito sentido e pode sim haver razões para não dar o número correto. No final, o que vai contar mesmo é a cabeça de quem dirige a nação e eles com certeza ouviram essas duas visões de seus conselheiros. Era esse tipo de debate inteligente, que nos faz refletir e pensar nos nossos próprios conceitos, que… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Mage
6 meses atrás

O problema desse raciocínio é que serve para todo mundo. Todo mundo então está mentido e tem mais armas nucleares que o divulgado.

Matheus S
Matheus S
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Claro que há lógica, se esse determinado país não querer uma corrida armamentista na região. Se a China divulgar que tem 1.000 armas nucleares, a Índia irá querer substancialmente aumentar o seu estoque para dissuadir, e o Paquistão também sentirá o mesmo com relação a Índia e assim sucessivamente. De uma região “controlada” nuclearmente, a China transformou a região em uma zona altamente militarizada nuclearmente. Além disso, o PLA segue uma estratégia que coloque em xeque suas capacidades, deixando seus adversários duvidosos de suas capacidades, do ponto de vista nuclear, faz todo sentido o país ter mais armas nucleares do… Read more »

nereu
nereu
Reply to  Matheus S
6 meses atrás

Foi a China ou as Guerras entre Índia e Paquistão com auxilio da subdivisão territorial das antigas colônias inglesas, me parece que o colonialismo Inglês atrapalhou muito mais a região, isso que nem estou colocando os EUA nessa balança

Bosco
Bosco
Reply to  Matheus S
6 meses atrás

Matheus, Esse raciocínio funciona para armas convencionais e a China não o segue. Não o faria onde não funciona. Em relação dela colocar em xeque suas capacidades, além de não ter lógica , 280 armas nucleares são mais que suficientes para qualquer dissuasão. Nenhum país quer umazinha sequer “aterrissando” sobre uma cidade sua. Armas nucleares foram feitas para não serem usadas e a China e a Índia são as únicas que já assumiram publicamente o compromisso de nunca as usarem primeiro (NFU). O fato dos EUA e da Rússia terem cerca de 7500 armas cada um (com cerca de 2200… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Há algumas maneiras de se reduzir a quantidade de armas dos russos e americanos e todas têm a ver com; 1- proteger as “poucas” armas de um primeiro ataque arrasador; 2- ter certeza que as “poucas” armas existentes atingirão seus alvo; 3- abandonarem o desenvolvimento de sistemas defensivos ABM. – Algumas maneiras de implementar o item 1: 1- abandonar o conceito de ICBMs baseados em silos: a- instalar os ICBMs em lançadores terrestres móveis; b- abandonar o conceito de ICBMs lançados de terra e instalá-los só em SSBNs. 2- Desenvolver SSBNs furtivos; 3- implementar SLBMs de alcance intercontinental. – Algumas… Read more »

Matheus S
Matheus S
Reply to  Bosco
6 meses atrás

As soluções do Item 1 não seriam acatadas por ambos os lados. Os EUA não iriam querer construir uma infraestrutura para ter a logística necessária para o apoio dos ICBMs lançados por veículos terrestres. Isso acabaria com a tríade nuclear americana e certamente os americanos não iriam aceitar essa inferioridade diante dos russos. Os russos em contrapartida não terão a mesma disposição de gastos para bancar programas de SSBNs como os americanos, trocar dos silos para submarinos é muito mais difícil financeiramente falando por parte russa do que americana, silos são muitas vezes mais barato do que todo o programa… Read more »

Matheus S
Matheus S
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Justamente pelo fato da China já ter a quantidade suficiente para ameaçar outro país nuclearmente, que não faz sentido divulgar que tem uma quantidade maior de ogivas nucleares, pois isso desencadearia uma corrida nuclear na Ásia. A China pode ao mesmo tempo evitar uma corrida nuclear na região quanto ao mesmo tempo deixar os adversários com dúvidas quanto as suas capacidades. Mas o fator mais importante é que no futuro, a China sabe que terá que entrar em acordos para acabar com a ameaça nuclear, e o fato de ter poucas ogivas pode deixar a China em uma posição mais… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Matheus S
6 meses atrás

Exatamente!
Bingo!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Serve para ver até onde vai a agressividade americana ao achar que a China tem poucas armas.
Excelente método para observar as intenções e ações do inimigo.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Bosco
6 meses atrás

E arma nuclear é para evitar que seu país seja destruído, no caso de um ataque em curso? é para garantir que o inimigo sofra a mesma dor que você.

Bosco
Bosco
Reply to  Defensor da liberdade
6 meses atrás

No caso da dissuasão não funcionar e eclodir um conflito nuclear aí as armas nucleares passam a ter três funções:
1- fazer cessar o ataque em curso;
2- causar danos ao inimigo de modo que ele não obtenha uma posição de vantagem após cessar o conflito;
3- causar dano no mínimo igual ao sofrido de modo a demonstrar a firmeza da liderança do país e caso sobrevivam armas nucleares de ambos os lados a estratégia de dissuasão (MAD) seja continuada.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Sou obrigado a concordar contigo…

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Não, mostra que a insanidade tomou conta do mundo, pois achar que dois paisecos instáveis como Coréia do Norte e Irã têm algum direito a ter arsenais nucleares é caso pra tratamento psiquiátrico.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antonio Renato Cançado
6 meses atrás

Acho que vc deve rever seu conceito de paiseco instável.

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Realmente esses dois países não são instáveis. Qualquer simples crítica pode custar a vida do infeliz.
O problema é a dança das cadeiras . Internamente o trono pode ser ocupado por qualquer maluco mais ousado e não há nenhuma amarra às intenções do Estado, que é onipotente.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Me impressiona, Antoniokings, essa tua visão torta das coisas, e a capacidade incomparável de pensar e dizer absurdos…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antonio Renato Cançado
6 meses atrás

Me impressiona, prezado xará, a incapacidade de perceber a tempestade que se aproxima e as grandes mudanças que estão para acontecer.
Até agora, não vimos nada

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

E você claramente acha que vai se dar bem durante e após a tempestade passar, né?
Você acha que essa turma de tubarões que mandam no mundo cumprem promessas ou reconhecem o valor dos lambaris?
Engraçado que você nos alerta das grandes mudanças mas de forma contrária chama o Olavo de Carvalho, que há 20 denuncia exatamente a ocorrência da iminência dessa “tempestade” , de lunático.
Afinal, o Olavo de Carvalho estava e está certo e a tempestade está a caminho ou ele é um lunático e você um fanfarrão?

Allan Lemos
Allan Lemos
6 meses atrás

Ter tirado os EUA do INF foi estupidez, mas é inacreditável que joguem o fracasso das negociações com a Coreia do Norte no colo do Trump, quando ela consolidou a sua capacidade nuclear justamente na era Obama.

Andre
Andre
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Veja como ninguém compara, por exemplo, o número de pessoas mortas pelas forças armadas americanas durante o governo Trump e o Obama, nem o número de soldados americanos mortos.

O cara fala e fez muita merda, mas contra argumentos não há fatos.

Chevalier
Chevalier
Reply to  Alexandre Galante
6 meses atrás

Os drones de Obama muito mais.

Lucas
Lucas
Reply to  Alexandre Galante
6 meses atrás

Parece uma seita. Eles vão defender o Trump até o fim.

Bosco
Bosco
Reply to  Lucas
6 meses atrás

E você é da seita do outro lado da rua?

Raphael
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Sem argumento zé bosca?

Bosco
Bosco
Reply to  Raphael
6 meses atrás

Ih…. fedeu!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Lucas
6 meses atrás

E hoje prenderam o maluco do ‘Jamiroquai’.
Era daquela seita QAnon.

Bosco
Bosco
Reply to  Alexandre Galante
6 meses atrás

Esse artigo não contradiz o argumento do Andre.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
6 meses atrás
Andre
Andre
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Bosco, o artigo é muito interessante, mas mostra apenas os dados parciais. Os dados totais, publicados pela Iraq Body Count mostram uma realidade que parece não ser interessante em ser vista:

https://www.iraqbodycount.org/database/

Andre
Andre
Reply to  Alexandre Galante
6 meses atrás

Galante, obrigado por indicar essa matéria, que eu não tinha visto. Interessante que ela trata dos mortos pela força aérea, que representam apenas uma fração do total de mortos e com o crescente uso de drones, naturalmente cresceu também.

A ONG inglesa Iraq body count registra todos os mortos, com os detalhes dos registros, e mostra que o total de civis mortos caiu muito desde 2014.

https://www.iraqbodycount.org/database/

Muito interessante também a escolha de dados publicados. Imagino que não há interesse na publicação dos dados totais.

Marquês de São Vicente
Marquês de São Vicente
Reply to  Alexandre Galante
6 meses atrás

O problema são as fontes adotadas. Esse tal Umar Farooq é democrata de carteirinha. (https://twitter.com/umaribnfarooq).A verdade é que Trump foi o único presidente que conseguiu expressivos acordos de paz entre Israel e Emirados Árabes, Catar e Bahrein. O resto é fofoca.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Andre
6 meses atrás

Americanos não deveriam matando e morrendo em outros países.
Deveriam estar em suas casas.

nereu
nereu
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

você quer tirar o serviço da maioria dos caipiras que só exercem essa única função na vida

Bosco
Bosco
Reply to  nereu
6 meses atrás

Você não deve gostar de caipiras porque deve achar que pum de vaca causa o aquecimento global , né?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Pum de vaca não causa aquecimento e a Terra é plana.

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Greta… é você????

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Pelo fato da Terra ser plana, ela não tem atmosfera . Deste modo, o metano das vacas vai direto para o espaço, até o limite da cúpula que reveste nosso planeta.
Assim, como chegou ao céu, Deus se preocupa com a dispersão destes gases.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  nereu
6 meses atrás

nereu
Do jeito que as coisas estão indo, terão muito trabalho matando uns aos outros.

Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  nereu
6 meses atrás

Dá uma olhada nisso, nereu:

“Technically, the largest employer on the planet is the U.S. Department of Defense, and in eight states, there are more active military personnel than any single private employer.”
O artigo completo:
https://www.zerohedge.com/news/2019-01-28/walmart-nation-mapping-americas-biggest-employers

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Se os americanos não tivessem passado todo o Século XX e parte do Século XXI matado e morrendo no país dos outros provavelmente aqueles que matam seus próprios cidadãos (ex: PCC; URSS, etc. ) estariam matando muito mais no país dos outros do que os americanos. Jamais iremos saber com certeza.
Já imaginou uma URSS sem freio? Ou um PCC?
*E nem vamos falar de Hitler.

Last edited 6 meses atrás by Bosco
nereu
nereu
Reply to  Bosco
6 meses atrás

ei Bosco vamos compara a atual Grozny com Bagdá ou Kabul, dizem que a Crimeia está ficando maravilhosa na mão dos Russos sem falar do Tibet um lado o Chinês prosperando do outro o Indiano pobre e atrasado

Teropode
Reply to  nereu
6 meses atrás

Entendo , acontece o mesmo entre Coreia do Norte e do Sul .

100nick-Elâ
100nick-Elâ
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Vocês são hipócritas. Querem nos convencer de que a prosperidade só existe ao lado de EUA e Europa Ocidental. Para isso, citam exemplos de Cuba e CN como países fracassados. Em primeiro lugar, não são. Cuba, sendo uma ilhota pequena com muito menos recursos que o Brasil, tem IDH melhor que o nosso. E CN, com todo o bloqueio econômico imposto a ela, consegue fornecer tudo que a sua população precisa e desenvolver tecnologia. Eles têm indústria automobilística própria, tem bomba termonuclear e mísseis balísticos capazes de atingir os EUA. Mas tudo bem, vocês citam CN e Cuba como fracassados… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Americano é tão bonzinho!

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Eles não são bonzinhos mas não seguiram ou seguem uma ideologia que´para ser implementada levou ao genocídio de sua própria gente e que para ser mantida oprime seu povo. Pelo menos no discurso os EUA são (ou eram) a favor da democracia (ainda que falha) e da liberdade.
Diferente portanto dos comunistas que são a favor de um regime claramente ilegítimo (seu poder não vem do povo ou de Deus) e totalitário e intencionam levá-lo a todo o mundo.
*A questão aí não é ser bonzinho ou mauzinho e sim escolher o menos pior.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Americano não é bonzinho.. ..nem os chinas, comedores de todo tipo de coisa……..vc acusa os EUA, mas defende um país podre……

Agressor's
Agressor's
Reply to  Bosco
6 meses atrás

O multilateralismo nesses casos é necessário para vincular os excessos de poder, inibir o unilateralismo e permitir aos poderes menores o espaço de fala e oportunidades de voto os quais não seriam possíveis de outra forma. Se uma potência maior busca o controle de maneira que vá de encontro com os interesses de uma outra grande potência, nesses casos abordagens multilaterais são as mais indicadas.

Teropode
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

E deixar esta função para os radicais religiosos , os russos e os chineses , entendi !👏👏👏👏

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Teropode
6 meses atrás

Fique tranquilo que os radicais chegaram aos EUA.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Sim, chegaram….mas, só por isso desapareceram dos países que tu defende??

Teropode
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Sem argumentos ? Conte outra piada , talvez tenha mais sorte .

Last edited 6 meses atrás by Teropode
Carlos Ravara
Carlos Ravara
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Um “guerreiro da liberdade” decapitou um professor na França.
Queria vê-lo numa “entrevista” com Kadyrov.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carlos Ravara
6 meses atrás

Combatentes da liberdade australianos mataram e vandalizaram os corpos de dezenas de mulheres e crianças no Afeganistão.
E isso é só um pequeno exemplo.

Teropode
Reply to  Carlos Ravara
6 meses atrás

Naquela ocasião foi interessante pois o professor era esquerdista , um defensor do multiculturalismo , um inocente ideológico.

Andre
Andre
Reply to  Antoniokings
6 meses atrás

Você já pensou em ligar para a Casa Branca e avisar isso para eles?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Andre
6 meses atrás

Não preciso.
Eles sabem muito bem os crimes que cometem.
Só não divulgam e prendem ou eliminam quem o faz.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

A Coreia do Norte testou sua primeira arma nuclear em 2006, quando o presidente era o Bush Jr., mas não tinha vetores para atingir os EUA continental – ou seja, não havia real ameaça aos EUA (somente ao Havai). Mas em 2019 eles testaram um SLBM e agora a Coreia do Norte tem capacidade de atingir os EUA continental.

100nick-Elâ
100nick-Elâ
Reply to  Allan Lemos
6 meses atrás

Estupidez por quê? o tratado INF protegia a Europa, não os EUA; apesar de que a Rússia já avisou, imediatamente após a saída do tratado INF, que se for atacada por mísseis nucleares táticos, vai responder não somente à origem do ataque, mas também ao centro de comando deles (ou seja, EUA). Mas é engraçado como os vassalos medíocres europeus sequer protestaram pelo fim desse tratado, como aquela vagabunda que apanha e é xingada pelo malandro mas nem sequer reclama. Europeus e brasileiros têm muito em comum na vassalagem.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  100nick-Elâ
6 meses atrás

Proteger a Europa é proteger os EUA, porque é lá onde estão concentrados parte do poder e da influência americana. Da mesma forma que o Tio Sam se beneficia da proteção de seus aliados asiáticos(o escudo antimísseis americano protege esses países), ele também se beneficiava da proteção aos europeus.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
6 meses atrás

Apenas uma pequena dúvida….. Outros países como rússia e china diminuíram seus arsenais????

Camargoer
Reply to  Saldanha da Gama
6 meses atrás

Olá Saldanha. Após o colapso da URSS, houve o desmantelamento de grande parte do arsenal nuclear. A Ucrânia abriu mão da capacidade nuclear herdada da URSS. A Rússia desmantou armas e meios de lançamento.

Ricardo Faria
Ricardo Faria
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

A diminuição do arsenal Russo deve-se ao fim da URSS e consequente falta de recursos. Em contrapartida, a Russia melhora significativamente os meio de entrega além de produzir MRBM de 500 a 5000km, o que fere diretamente o tratado de misseis interediarios,e a China expande seu arsenal. Os caminhos que Trump tomou sao mínimos para a manutençao do equilíbrio em relaçao a Russia. Acredito que a unica acao nao desempenhada que poderia surtir efeito seria o desmabtelamento do escudo que vai da Europa, passando pelo Oriente médio e alcança Coréia do Sul e Japao, sendo esse o principal motivo de… Read more »

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Ricardo Faria
6 meses atrás

O Tratado de Mísseis de Alcance Intermediário e Curto Alcance já foi encerrado.

Pablo
Pablo
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

Se não me engano, a Rússia teve apoio financeiro do Eua para isso.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

Não acredite 100% nesse infográfico.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

Sim, em troca de se desfazer das ogivas, a Ucrânia teria sua integridade garantida por UK, Estados Unidos e Russia.
Sabemos onde isso deu.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

O papel aceita tudo. Nele tudo pode-se imprimir assim como palavras podem ser ditas ao vento!

Flick
Flick
Reply to  Camargoer
6 meses atrás

Pois é.
Pelo fato da Ucrânia ter aberto mão de sua capacidade nuclear pra Russia, hoje tem que sentir o bafo de Putin no cangote.
Se ainda houvesse a capacidade nuclear isso não aconteceria certamente.

Bosco
Bosco
Reply to  Saldanha da Gama
6 meses atrás

Todo dia enaltecem o fortalecimento da Rússia e da China com todas as suas quinquilharias bélicas mas os EUA de Trump não pode. É a tática do cancelamento. O ódio do bem.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Saldanha da Gama
6 meses atrás

EUA e Rússia diminuíram substancialmente seus arsenais nucleares após o fim da guerra fria mas a quantidade de armas que ainda têm são suficientes para se destruírem mutuamente umas três vezes. A China nunca teve um arsenal muito grande – o que é inteligente, já que não faz sentido jogar três armas atômicas no mesmo lugar.

sub urbano
sub urbano
6 meses atrás

Bomba Atomica de Israel são igual cabeça de bacalhau. Ninguém nunca viu, talvez nem exista. É o país mais mentiroso do universo kkk

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  sub urbano
6 meses atrás

hahaha de marketing eles são bons tem gente que acredita que são o melhor exercicito do mundo e que o Mossad mata pessoas em qualquer lugar do planeta

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Pablo Maroka
6 meses atrás

Quando Putin ameaçou invadir a Arábia Saudita caso o ataques terroristas na Rússia não cessassem, o taxaran de tirano e genocida. Agora quando Israel invadiu o Líbano, pintaram Ariel Sharon como “Ministro de Deus “.

Last edited 6 meses atrás by Vinicius Momesso
Raphael
Reply to  Pablo Maroka
6 meses atrás

Fale alemão que eles saem correndo, já vi excursão de turistas israelenses para conhecer a rocinha e só tinha medroso, como diria um amigo meu que foi diplomata em israel “se não fosse a força aérea israelense, israel não existiria”

Flanker
Flanker
Reply to  Raphael
6 meses atrás

Eu gostaria de entender o motivo que esse bando de abilolados tem para odiar Israel…..vocês já foram prejudicados por Israel? O Brasil já foi prejudicado por Israel? Um país tão pequeno se manter, mesmo rodeado de inimigos, e vem um “jênio” dizer que os israelenses são medrosos……cada uma que se lê!!!!

Bosco
Bosco
Reply to  Flanker
6 meses atrás

Todo comuna não suporta a tal da “desigualdade” . Eles não suportam Israel por conta de lá ser um local próspero e eles consideram que onde há prosperidade é porque há opressão. O virtuosismo está na derrota. É a ideologia do derrotismo , do vitimismo, e se detectam uma vítima é claro que há um algoz e eles são contra este. O discurso deles é muito “lindio” e eles catalisam todos os conflitos que conseguem detectar de modo a viverem deles como um vampiro de sangue. Outro motivo é que os comunas odeiam a civilização ocidental por considerá-la opressora e… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Bosco
Bosco
Bosco
Reply to  sub urbano
6 meses atrás

Um país pode até não ter armas nucleares e falar que tem. Ou então, ter meia dúzia e falar que tem 100. O que não tem lógica é a fanboyzada da China achar que ela tem 1000 mas só divulga ter 280.
Um país até pode aumentar mas jamais irá diminuir.
O mais correto é dizer que tem a quantidade certa para não atrair para si mais fogo inimigo do que o necessário. Cada arma nuclear é alvo de um ogiva nuclear. Essa é a regra.

Last edited 6 meses atrás by Bosco
Teropode
Reply to  sub urbano
6 meses atrás

Conheço o pessoal lá , vou pedir para tirarem selfie só lado dos pacotes e publicarem no Times oriental e na RN .

Jacinto
Jacinto
Reply to  sub urbano
6 meses atrás

Fazer arma atômica não é um desafia tecnológico muito grande para um país empenhado nisso. Lembre-se: os EUA construíram a sua primeira arma atômica há mais de 70 anos quando não existiam nem calculadoras. Tudo calculado, literalmente, na ponta do lápis e na régua de cálculo.

Flanker
Flanker
Reply to  sub urbano
6 meses atrás

Engraçado que os países que querem o fim de Israel não tem coragem para conferir se é verdade, ou não……

Teropode
Reply to  Flanker
6 meses atrás

Ele se esquece que os exibicionistas são os ditadores , eles necessitam do culto a personalidade , não esperem isto de Israel .

Luciano
Luciano
6 meses atrás

Ah, Forbes, sua comunista!(avisando: ironia)

Oráculo
Oráculo
Reply to  Luciano
6 meses atrás

E se eu te contar que a Forbes tradicionalmente era Pró-Partido republicano, mas em 2014 foi comprada por um conglomerado de mídia de Hong Kong e no mês seguinte passou a atacar os republicanos?

Nem tudo é o que o que parece meu caro…

https://exame.com/negocios/forbes-vende-participacao-controladora-segundo-fontes/

Luciano
Luciano
Reply to  Oráculo
6 meses atrás

Olá, Oráculo. A ironia fica maior ainda! Um CONGLOMERADO chinês COMPRANDO uma revista voltada para EMPRESÁRIOS ocidentais que fazem parte da cúpula do CAPITALISMO!

cipinha
cipinha
6 meses atrás

Pq uma proliferação de armas atômicas é perigosa, principalmente em países falidos, veja o vídeo
https://www.youtube.com/watch?v=VWusm7LTt9Y

Thom
Thom
6 meses atrás

Só quero saber como vai ser a relação com o Brasil agora.
Será que irão tentar subjugar Brasil com acordos?
O Putin, está se aproximando muito, só me preocupa se der um doida nos americanos e prejudicarem nosso projetos estratégicos como Gripen que tem tecnologia americana.
Sobre o Irã, me preocupa por serem muito extremistas e sempre prometeram destruir Israel, sem falar que sempre houve “brigas” entre os mulçumanos. Arabia x Persas.

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Thom
6 meses atrás

Nos temos que ser espertos,utilizar este momento para fazer acordos comerciais com outros países,e corrigir o erro de ser excessivamente dependente dos EUA.
Existem muitas oportunidades no sudeste asiatico,norte da África,oriente médio,Rússia,leste europeu,Turquia.
Chega de fazer parcerias com viés político,é hora de pragmatismo.

Teropode
Reply to  Alexandre ziviani
6 meses atrás

Com todo respeito mas atualmente somos dependentes em excesso da China , veja as exportações e importações , os países que vc citou já são clientes de industrializados chineses , ou vc sugere vender carnes e grãos pra eles .

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Teropode
6 meses atrás

” corrigir o erro de ser excessivamente dependente dos EUA”

Bosco
Bosco
Reply to  Alexandre ziviani
6 meses atrás

Mas aí tá trocando seis por meia dúzia.

Teropode
Reply to  Alexandre ziviani
6 meses atrás

Entendi , ser dependentes dos EUA te incomoda , mas depender excessivamente da China te agrada , vc é um imigrante chinês ?

Andre
Andre
Reply to  Alexandre ziviani
6 meses atrás

Exatamente por pragmatismo a China se tornou nosso maior parceiro comercial e os EUA o segundo. Exatamente por pragmatismo, o maior destino dos produtos e do dinheiro chinês é o EUA. Comercialmente e financeiramente a China depende muito mais dos EUA que o Brasil.

A Rússia e o oriente médio já são grandes compradores de produtos brasileiros.

Pelo seu comentário parece que você está analisando dados do comércio exterior brasileiro de 30 anos atrás….

Gabriel
Gabriel
6 meses atrás

Eu sinceramente espero que em algum momento tenhamos uma classe política que se convença que, no mundo atual, armas nucleares garantem diplomacia, poder de barganha e capacidade de defesa.

Quem acredita em “politicamente correto”, “paz e amor”, pode investir em plantação de flores e tentar fazer diplomacia oferecendo flores na mesa de negociação.

A não ser é claro que os americanos, chineses, russos, ingleses, franceses, israelenses, etc estejam errados e os brasileiros certos…rsrs

Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
Reply to  Gabriel
6 meses atrás

Isso não vai acontecer,a “classe” política brasileira e composta em sua maioria de indivíduos bem de vida,bem alimentado( vide Rodrigo maia e alcolumbre) e analfabetos funcionais e culturais,para fazer reformas estruturantes complexas e também dispositivos de defesa avancados( armas nucleares) teria que ter forca de vontade e alto Qi coisa que os índios de Brasília não tem e nunca terão.

JORGE
JORGE
Reply to  Alexandre ziviani
6 meses atrás

A questão não é simplesmente ser “bem de vida, bem alimentado”..

E nem é só a “classe” política (em sua totalidade?) que faz objeção ao desenvolvimento de armamento nuclear…

Tem muito mais “caroço” em baixo desse angu!

Pedro Bó
Pedro Bó
6 meses atrás

Um país com centenas de grupos neonazistas e supremacistas brancos possuindo o maior arsenal nuclear do planeta. Quem não garante que um louco , o qual acredita na falácia do genocídio branco, assuma a cadeira do Salão Oval e resolva que o mundo está cheio de latinos, negros e asiáticos e resolva fazer uso desse arsenal?

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Pedro Bó
6 meses atrás

Rapaz, tem um país nesse momento que, após decidir que haviam demasiados muçulmanos uigures, foi lá e começou a “resolver” esse “problema”.

Tulio
Tulio
Reply to  Fernando Turatti
6 meses atrás

Pois é, se ele perguntasse para a elite política da China o que eles acham de africanos, latino-americanos e outros, ficaria assustado.

Pedro Bó
Pedro Bó
Reply to  Fernando Turatti
6 meses atrás

Fernando Tuiuiu, deixa eu ver se entendi sua lógica, se a China persegue uigures de forma sistemática, isso então legitima a existência de grupos supremacistas e neonazistas nos EUA?

Aliás, essa dicotomia de “EUA x China” e “Capitalismo x Socialismo” beira a irracionalidade. Nem lógica fuzzy resolve.

Que falta faz o ensino de Lógica no Brasil.

Mage
Mage
Reply to  Pedro Bó
6 meses atrás

Deslegitima a “lógica” de quem passa o pano para a China enquanto delira com um presidente “supremacista branco” imaginário, despejando bombas nucleares porque acha que tem latinos, negros e asiáticos demais no mundo e resolva simplesmente usar milhares de bombas nucleares.

Para teoria da conspiração e terraplanismo um delírio desses precisa evoluir muito em forma e conteúdo.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
6 meses atrás

A hipocrisia de Israel que tem armas nucleares, mas quer impedir outros de terem também.

Vamos lá Irã, estou torcendo por você. Espero que seja uma potência nuclear plena.

E aos mimimizentos de plantão, se o Brasil iniciasse seu programa nuclear, teria tanto meu apoio moral, como financeiro.

Teropode
Reply to  Defensor da liberdade
6 meses atrás

Vc pelo jeito não entendeu a aplicação de armas nucleares , uma pena , cegueira ideológica emburrecendo geral , me sentindo triste 😢

Bosco
Bosco
Reply to  Defensor da liberdade
6 meses atrás

Defensor, Eu particularmente estou me lixando para o Irã. Por mim pode fazer suas armas nucleares. Agora, não vejo como hipocrisia um país não querer que um inimigo declarado se arme seja com qualquer tipo de arma. Estranho seria o contrário, você não acha? Vocês gostam dessas expressões e de taxar todo mundo para “lacrar” . rsss Não tem nada de hipocrisia nisso e sim de lógica. E de força! Se um país se sente ameaçado e tem como forçar um outro de modo a que ele não atinja um determinado objetivo que possa aumentar o nível de ameaça, ele… Read more »

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Eu não taxo para lacrar, eu falo por que quero mesmo, sempre fui sarcástico a vida inteira.

Sua premissa falha por uma coisa chamada MAD, resumindo, equilíbrio de forças. Se eu e meu meu vizinho somos igual gato e cachorro, e ele tem um canhão, o que eu farei lá com um 38? é a garantia do PNA.

Flanker
Flanker
Reply to  Defensor da liberdade
6 meses atrás

Israel não querer que o Irã tenha armas nucleares é hipocrisia? Se a china pudesse, vc acha que ela não evitaria, a todo custo, que Índia e Paquistão tivessem armas nucleares? Se a rússia pudesse, ela não evitaria que a china tivesse essas armas? E todos seriam hipócritas?

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Flanker
6 meses atrás

Sim são hipócritas.

Chevalier
Chevalier
6 meses atrás

O primeiro presidente americano em décadas que não iniciou nenhuma guerra e ainda retirou tropas do OM e isto é tudo que este site tem para falar? Que coisa ridícula. QUe coisa que Trump não se livrou das bombas enquanto a Chia comunista só aumenta seu poderio e a Russia lança armas hipersônicas. É mesmo um malvadão.

Lucas
Lucas
Reply to  Chevalier
6 meses atrás

Vcs repetem as coisas como papagaios.
Precisam aprender a pensar melhor.

Bosco
Bosco
Reply to  Lucas
6 meses atrás

Lucas,
Então contra argumente com dados e não atacando a pessoa. Onde no comentário do Chevalier há um equívoco?
Parece que o abilolado que tem o cérebro abastecido pelo canalha do Bonner não é o Chavalier.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Mas esse pessoal todo ai não eram aliados e não se apoiavam na época da lava-jato?

Bosco
Bosco
Reply to  Agressor's
6 meses atrás

Eu te retorno a pergunta: Mas esse pessoal todo aí não eram inimigos e não se digladiavam antes do Bolsonaro começar a aparecer e mais ainda, depois que assumiu a presidência?

Agressor's
Agressor's
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Um certo “patriota” recentemente disse que “A Amazônia não é nossa”. Vc têm 1 chance pra descobrir quem disse isso. Naquela operação lava-jato descobriu-se que tanto os políticos dos partidos da direta estavam envolvidos no esquema como os do centrão e da esquerda também. O Teori ia enquadrar todo mundo sem distinção mas acabou morto num “acidente aeronáutico”. Daqueles que costumam ocorrer por aqui de vez em quando. Gente dos partidos de todos os lados estavam envolvidos mas curiosamente ninguém acabou preso ou condenado por nada. Não era pra toda essa gente estarem presas hoje? Ou como o nosso atual… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Agressor's
6 meses atrás

Porque negativou? O grupo do seu mito, os outros partidos da direita, as nossas redes de TV, o centrão e o STF não eram todos unidos e não se apoiavam pela lava-jato? Não era para todos os envolvidos deste esquema estarem presos? Porque tudo aquilo ali acabou sem ninguém condenado ou preso por nada e ainda por cima apareceram depois pra dizer que esta operação acabou com a corrupção do país. Não existe mais corrupção mesmo, no braziu agora, é meu caro cumpanheiro Bosco? Mas eu não entendo estes políticos que vc tanto apóia viu, uma hora eles se apoiam… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Agressor's
Teropode
Reply to  Lucas
6 meses atrás

Efeito espelho , vcs repetem o mesmo mantra defendendo Putin e Xin ( para os íntimos), indignação seletiva , sintomas clássico do emburrecimento ideológico .

Lucas
Lucas
Reply to  Chevalier
6 meses atrás

O ponto é:
essa forma q vcs se sentem pelo Trump/Bolsonaro, dispostos a defender eles.
Precisam entender q só isso já tá errado. Não devemos nos sentir assim por nenhum presidente.
Devemos ver que presidentes, assim como nós, são humanos. E as vezes vão fazer coisas que vamos discordar. Mas isso tá ok.
Essa seita que se formou chega a ser infantil.

Teropode
Reply to  Lucas
6 meses atrás

Mas a adoração ao 19 fingers vc aprova né ?

Nascimento
Reply to  Lucas
6 meses atrás

Ninguém ta adorando ninguém, entenda a interpretar um texto. É fato que diferente de seu antecessor, que foi eleito prometendo acabar com as guerras no Oriente Médio e aproveitou a primavera árabe pra atacar a Síria e a Líbia Trump de fato cumpriu suas promessas. Teve escaramuças e problemas com o Irã e demais países? É evidente que teve, mas isso não se refletiu num aumento do efetivo de tropas americanas no Oriente Médio, muito menos num aumento de mortos na Síria ou na Líbia, algo completamente diferente de seu antecessor que aumentou o efetivo de tropas no Afeganistão e… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Lucas
6 meses atrás

Aqui além de venerarem nossos politicos ainda por cima veneram os dos outros países. É o fundo do poço.

Alessandro
Alessandro
6 meses atrás

Cheirinho de matéria ENCOMENDADA para alavancar a imagem dos “democratas” nos EUA, e o interessante é que a trilogia publica uma atrás da outra aqui no site, nada contra até pq o site é privado e estamos numa democracia, mas poderiam tbm mostrar ótimas matérias mostrando o outro lado, afinal como eu disse antes, estamos numa DEMOCRACIA não é mesmo? Ou será que o sentido de democracia é só mostrar um lado da informação e OMITIR os do outro? Fica aqui meu questionamento que acredito ser de muitos outros comentaristas, pois assim haveria mais QUALIDADE nos debates mostrando todos os… Read more »

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Era bem mais legal quando a Forbes só falava de dinheiro.

Rogério
Rogério
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Jornalistas não são compromissados com a verdade! São compromissados com o que dá dinheiro, views, viés ideológico deles, etc…
Gostava mais da trilogia de 2008 quando não postava notícias sobre políticas.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Ué, a Heritage Foundation não é de direita, como pode ter sido matéria paga pelos democratas?

gordo
gordo
6 meses atrás

Que fim de mandato. Trump deu a Biden um belo de um presente, a legitimação do mandato algo como é Eu ou aquela caricatura com cabeça de búfalo. Biden vai ter trabalho para acertar os ponteiros, a pandemia e rever acordos como o do Irã (caso Trump não arrume uma guerra). E só para lembrar, Trump não teve pouco voto nessa eleição e a inercia que o elegeu ainda é forte e só procura um novo líder já que Ele aparentemente queimou o capital politico que tinha (que não era pouco). Agora quero ver ver qual é o folego do… Read more »

Marcelo
Marcelo
6 meses atrás

O autor do texto quer colocar nas costas do Trump o fato de o perigo nuclear ter aumentado. Muito antes de Trump, os Estados Unidos, e também a Rússia, vem dando uma banana para os tratados de redução de armas nucleares. A mesma coisa de também culpar Trump pelo fracasso das negociações com a Coreia do Norte. A Coreia do Norte sempre agiu no sentido de não respeitar acordo nenhum, sempre trabalhando por debaixo dos panos, é isso serve também aí Irã. A dinastia Kim nunca foi confiável nesse aspecto. Obama, Bush filho e Clinton falharam miseravelmente nesse aspecto. Jogar… Read more »

nereu
nereu
Reply to  Marcelo
6 meses atrás

Coreia do Norte nunca ratificou nada, alias os EUA nunca reconheceram a soberania do país

Matheus S
Matheus S
Reply to  Marcelo
6 meses atrás

O Trump foi responsável por diminuir as tensões nucleares com a Rússia, pois em 2016 o atrito entre EUA com Obama e Rússia com Putin estavam em seus níveis mais altos, mas também é responsável por aumentar as tensões com Irã e Coreia do Norte. Falando especificamente do Irão, havia o acordo que o antecessor realizou para reverter significativamente o programa nuclear iraniano, algo que teve um sucesso relativo. O fato é que a saída unilateral do acordo deu margem para os iranianos imediatamente acelerarem a produção nuclear, mesmo que o acordo fosse multilateral, os EUA eram um dos dois… Read more »

nereu
nereu
6 meses atrás

esteja a onde estiver esse homem deve estar se deliciando nesse momento

john-Mccain-1920x1080.jpg
Matheus S
Matheus S
Reply to  nereu
6 meses atrás

Ele não pode argumentar muita coisa não. Um dos piores senadores dos EUA em toda a sua história. Pensa no Império Romano como os EUA hoje e Cartago na Rússia atualmente, esse sujeito seria Marco Pórcio Catão. Nem o GOP – o próprio partido dele não levava ele a sério. Putin no seu discurso de Munique em 2007 disse umas boas verdades na cara desse sujeito que dava umas risadas medonhas de prepotência.

Blind Mans Bluff
Blind Mans Bluff
Reply to  Matheus S
6 meses atrás

Desculpa perguntar, mas quem é você e o que você fez para poder poder julgar?

Matheus S
Matheus S
Reply to  Blind Mans Bluff
6 meses atrás

Sou Matheus. Eu não fiz absolutamente nada. Sou apenas um general de poltrona como a esmagadora maioria. Meu julgamento não veio de mim, mas sim do político que é considerado o maior estadista deste século. Assista a entrevista desse estadista para você entender o que isso significa.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Blind Mans Bluff
6 meses atrás

Você próprio já está fazendo um julgamento, ao insinuar que um colega não tem condições de fazer o dele. Quem é você e o que faz, Blind Mas Bluff?

Antunes 1980
Antunes 1980