terça-feira, agosto 3, 2021

Saab RBS 70NG

Consulta pública para o Projeto de Obtenção da Viatura Blindada de Combate de Cavalaria – VBC CAV

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Em 4 de Março de 2021, a Diretoria de Material (D Mat), órgão do Comando Logístico do Exército Brasileiro, tornou pública a realização de Consulta Pública Nº 01/2021 (RFI), que tem como objetivo diligenciar o mercado nacional e internacional acerca da capacidade de fornecimento visando à execução do Projeto de Obtenção da Viatura Blindada de Combate de Cavalaria (VBC CAV).

A RFI também visa coletar contribuições para o aperfeiçoamento das descrições contidas na Minuta dos Requisitos Operacionais e na Minuta dos Requisitos Técnicos, Logísticos e Industriais e realizar pesquisa de preços.

As empresas interessadas deverão remeter um e-mail ao correio eletrônico vbccavdmat@dmat.eb.mil.br com a Ficha de Apresentação, Acordo de Confidencialidade e a Declaração de Concordância com a Chamada Pública até o dia 26 MAR 2021, conforme no edital neste link. O esclarecimento de dúvidas sobre a Consulta Pública ocorrerá apenas posteriormente, conforme também consta no link acima.

O projeto em tela tem como objetivo obter entre 98 e 221 Viaturas Blindadas de Combate de Cavalaria, sendo 02 (duas) viaturas para o lote de avaliação, de forma compatível com as necessidades operacionais das unidades blindadas do Exército Brasileiro.

- Advertisement -

83 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
83 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Que saia as 200 unidades o mais rápido possível! E de preferencia, na versão 120 mm (lembro que o brasil pode fabricar munições desse tipo, não é nada de outro mundo).

Welington S.
Welington S.
4 meses atrás

Centauro II >>>>>

Fernandes
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Valor proibitivo

Tutu
Reply to  Fernandes
4 meses atrás

A questão qual opção nova não é proibitiva, acredito em uma possível versão simplificada do Centauro II.

Jefferson
Jefferson
Reply to  Fernandes
4 meses atrás

Proibivo é um monte de macho com 50 anos aposentado com soldo integral…bora trabalhar ou fazer reformas, chega de gastar 100 bi por ano para folha de pagamento e discursinho de falso moralismo.
Se a Itália tem centauro 2, inclusive feito por eles, nós também podemos.
Chega de mamata de militar!

MARCOS ALEXANDRE QUEIROZ
MARCOS ALEXANDRE QUEIROZ
Reply to  Fernandes
4 meses atrás

É muito dinheiro gasto com filé de lombo de bacalhau, salmão wisky 12 anos e etc e etc. Uma vergonha

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  MARCOS ALEXANDRE QUEIROZ
4 meses atrás

E… viagens para a Alemanha, Itália, França, Estados Unidos, tudo em hotel de cinco estrelas, grana pra gastos, etc, etc.
É por isso quem um “estudo” desses aí no Brasil dura 20 anos. Se fizer tudo muito rápido e eficiente, a festa acaba.

Rodrigo
Rodrigo
4 meses atrás

O propósito é substituir o Cascavel? O Exército vai moderniza-lo.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Rodrigo
4 meses atrás

Prezado
Boa tarde.
É mais ou menos como acontece na aviação. Até um modelo tornar-se dotação de todas as unidades previstas para ele, os q estão lá do modelo anterior vão sendo modernizados.
Sds

Carlos Alceu Gonzaga
Carlos Alceu Gonzaga
Reply to  Rodrigo
4 meses atrás

O Cascavel não é um veículo de combate, é um veículo de reconhecimento levemente blindado e de apoio à infantaria blindada. Não misture alhos com bugalhos.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
4 meses atrás

Torço muito pelo Centauro 2, ou o Patria AMV XP com torre de 120mm.

Jef2020
4 meses atrás

Gostaria sim do Centauro II, mas na verdade penso sermelhor aquele que apresentar a melhor oferta financeira na aquisição e de mantimento (manutenção) para os próximos anos!!! Em termos de qualidades penso que o EB já irá definir uma lista incluindo apenas os que atendam aos requisitos estabelecidos…e ai, o que for menos dispendioso parar a força que ganhe… é o que penso!!! Acho que o EB infelizmente tem tantos outros problemas de material muito mais graves do que VBC CAV Um exemplo? Defesa antiaérea que simplesmente não existe para média e longa distâncias!!! Outro? Substituição de nossos cansados Leo1A5…

Barak MX para o Brasil
Barak MX para o Brasil
4 meses atrás

Espero que os japoneses tenham feito alguma proposta com o MCV Type 16.

willhorv
willhorv
4 meses atrás

Não seria coerente um modelo da Iveco?
Por ter uma montadora aqui….ter um modelo já adotado…economia de escala….em caso de conflito, produzir com o esforço de guerra…aquelas conversas??

Matheus
Matheus
Reply to  willhorv
4 meses atrás

Italia vai dexiar fazer Centauro II aqui?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Matheus
4 meses atrás

E porque não deixaria? A quem pertence o projeto Iveco Centauro?

Não é um projeto sofisticado para se negar a produção dele aqui, é um veículo caça-tanques e de reconhecimento, nada de anormal nisso.

Quem manda é o capitalismo, se for bom para a Iveco ,certamente ninguém poderá impedir uma fabricação aqui, não fabricaram o Iveco Lince na Rússia?!

Inimigo da aliança atlântica?!

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Matheus
4 meses atrás

A Italia vai ganhar dinheiro da mesma forma. sendo aqui ou lá

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  willhorv
4 meses atrás

Claro que sim, mas precisa abrir licitação

Allan Lemos
Allan Lemos
4 meses atrás

Deveriam investir no desenvolvimento do Guarani 8×8, mas se não acontecer, que venha o Centauro.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

Concordo contigo Allan, seria um sonho…mas para fazer um guarani 8×8 teria que fazer tantas modificações na plataforma original, que perderia a padronização de muitos componentes e os custos de projeto seriam tão caros que o e.b, preferiu optar por um projeto pronto…o guarani 8×8 morreu, aceite isso meu caro.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
4 meses atrás

Mas eles já decidiram mesmo não levar à diante o projeto do Guarani ou é só achismo seu?

Nilson
Nilson
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

O fato de abrir licitação para um 8×8 é prova inconteste que o Guarani 8×8 foi considerado inviável, ou seja, morreu…

Oráculo
Oráculo
4 meses atrás

Centauro na cabeça.

Montado aqui, transferência de tecnologia, nacionalização, bla, bla, bla…

Teremos uma cavalaria mecanizada toda da IVECO: Lince, Guarani e Centauro.

O que não é nada ruim, pois são bons veículos de combate.

Bardini
Bardini
4 meses atrás

Tudo muito lindo, mas… Esse programa de aquisição, dentro da concepção da força blindada ultrapassada que temos, é um erro, no meu entendimento. É um passo muito maior do que a perna que se tem. Vai ter dinheiro para bancar tudo o que querem ou o pessoal do EB tá andando muito com a MB, que nunca soube usar excel? . Vai existir dinheiro para tocar aquisições importantes em várias frentes não relacionadas diretamente com meios blindados e: Comprar todos os 4×4 blindados necessários, do programa Guarani Bancar projeto e comprar todos as variantes do Guarani 6×6 necessárias Modernizar Cascavel… Read more »

Slide1.JPG
Oráculo
Oráculo
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Um amigo Capitão um dia me falou: “O EB é um dinossauro, se mexe sem muita pressa…”

Tua ideia é boa, mas envolve as tais “mudanças de doutrina” que arrepiam os velhotes que ainda comandam nosso Exército.

Daí nobre Bardini, melhor sentar e esperar…

Jef2020
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Concordo que no hay plata amigo…nem em somho para todas as necessidades que de fato existem e são justificadas, porem para mim o VBC não seria a prioridade principal agora…primeira e mais emergencial defesa aerea de media e longa distância que não existe aqui…piada…e que projeto nunca decola!!! De nada adiante investir em outros meios sem solucionar essa gravissima deficiência!!! Estaremos investindo em alvos…belos alvos…segunda prioridade substituição dos leo1a5…chega de remendar!!! Ai depois viriam as outras …

Welington S.
Welington S.
Reply to  Jef2020
4 meses atrás

Na verdade, hay plata. Só que a plata é usada de forma errada…

Bardini
Bardini
Reply to  Jef2020
4 meses atrás

AAAe está dentro do que eu falei ali de aquisições… Tem muita coisa a ser comprada dentro da pasta do MD. Também tem muita coisa a ser paga: KC390 (já viu quanto custa esse projeto???), Gripen (Vai ter segundo lote? 2025 decide muita coisa) SNBR,( vai ter dinheiro para bancar isso e outras compras?), AAAe (é contrato de bilhões de dólares. De onde vai sair a grana?), etc, etc, etc…

Roger
Roger
Reply to  Jef2020
4 meses atrás

Plata tem, mas como são os platelmintos que gerenciam a plata…

Carvalho
Carvalho
Reply to  Bardini
4 meses atrás

A estrutura desenhada ficou muito parecida com INFANTARIA Mecanizada.
Para um exército que não tem ATMG e 4 RCC com baixa disponibilidade, dotar nossas forças de cobertura a apenas canhões de 30 mm vai nos deixar com pouco poder de fogo.
30mm Com alta cadência, nas mãos de tropa não profissional é um desespero para a disciplina de fogos.
O Cascavel não modernizado atuando junto com o Guarani vai ser um peixe fora d’água, um cego em briga de faca.

Bardini
Bardini
Reply to  Carvalho
4 meses atrás

Mas pensando no contexto de aplicação dessa força, dentro do nosso TO, seria realmente de todo o mal focar em ter o 30mm dentro da estrutura da Inf Mec? . A UT30 está pronta para receber um ATGM. Faltaria o de sempre: comprar . A ideia dessa estrutura é gerar “economia” para se ter capacidade de se ter um RCB que preste dentro da estrutura atual, equipado com VBC CC Centauro II. . “30mm Com alta cadência, nas mãos de tropa não profissional é um desespero para a disciplina de fogos.” . Não concordo. O sistema de tiro é automatizado… Read more »

Agnelo
Agnelo
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Bardini
Boa noite.
Eu utilizaria menos 4×4, e dotaria o Grupo de Exploradores com drones. 2 4×4 e drones.
Manteria a Seção VBR, mas com o Cmt Pel em uma VBR.
Poria um GC reduzido no Guarani com UT 30.
O Mrt manteria o 81 RO, com 5850 m de alcance.
O 120 mm é muito pra Pel.
Sds

Bardini
Bardini
Reply to  Agnelo
4 meses atrás

Esse rabisco é só uma ideia que se baseia no que eu disse, de ser mais conservador em uma mudança dentro do que se tem. Impactaria menos em todos os sentidos, incluindo doutrinário. . Agora, se grana não fosse o problema da questão toda, eu seguiria o seu exemplo sem argumentar contra… O UAV no meu entendimento, seria algo fundamental a ser adotado. E como estenderiam o campo de obtenção de dados e a consciência situacional, inclusive a noite, um canhão de grande performance dentro dessa unidade poderia ser muito melhor aproveitado no nosso TO. Mas isso tudo impactaria significamente… Read more »

Welington S.
Welington S.
Reply to  Bardini
4 meses atrás

O que são blindados SL?

Bardini
Bardini
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Sobre Lagarta

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Bardini
4 meses atrás

eu torço para o CENTAURO mas sua proposto é bem realista e nos daria dinheiro para AA e ATGM

PAULO
PAULO
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Caro Bardini, excelentes observações! Vejo os RCB como híbridos caros e difíceis de manter. E esta opinião é tb compartilhada com vários oficiais de Cav do EB. Acho que a prioridade deveria ser dada ao Guarani, modernizações do Cascavel e Leopard, aposentadoria definitiva dos M60 restantes e Defesa AAe de média. Quanto à sua sugestão de Pel C Mec, não acho viável se abrir mão do poder de fogo do 90 mm. A tendência (no EB) seria uma Vtr com Can 105 mm e/ou lançadores de mísseis AC, devido ao fato de que, para aquelas ações (comuns) em “larga frente”… Read more »

Carvalho
Carvalho
Reply to  PAULO
4 meses atrás

Os RCMec são fracos em infantaria.Os RCBs são as únicas unidades organicas que formam FT blindados e infantaria. Acho que vale a pena mantê-los.. Mas sobre rodas.
A única possibilidade que vejo para serem eliminados é a adoção de um RCC sobre rodas nas Brigadas de Infantaria Mec.

paulop
paulop
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Aplica essa configuração para dois dos esquadrões do RCMec e o terceiro seria equipado apenas com os substitutos do Cascavel(14 unidades),…
Teremos algo de padrão adequado.
Abraço

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Ficou muito bom meu caro amigo, dentro da estrutura atual dá para fazer assim:

Grupo de Comando – Guarani 6×6/LMV
Grupo de Exploradores – LMV
Grupo de Combate – Guarani 6×6 com torre UT-30
Seção de VBR – Centauro II MGR com canhão de 105mm
Grupo de Apoio – Guarani 6×6 com Morteiro Ares CARDOM 120mm

Material:

1 conjunto de Sarp Horus FT-100 
1 conjunto de Radar Terrestre Sentir M20

Sonho meu, abraço

Gen Ribeiro
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Oi, Bardini! Excelentes suas observações… o Exército está trabalhando de modo muito sério para ajustar seu orçamento a estas novas aquisições, acredite… temos consciência de que precisamos nos modernizar apesar o desafio que são as limitações orçamentárias… contribuições de pessoas como você são essenciais para repensarmos nossas capacidades dentro das nossas possibilidades…. Ass: Gen Ribeiro, Diretor de Material.

João Gabriel
João Gabriel
4 meses atrás

Torço para o Centauro.

IgorCav
IgorCav
4 meses atrás

Senhores, boa noite! Vejo muita gente argumentando de forma equivocada sobre essa aquisição de novas viaturas em paralelo com a modernização dos Cascavéis. O processo de aquisição de viaturas, ainda mais, se tratando de uma VB, não é simples. O processo em si passa por diversas avaliações, tanto da VB quanto dos sistemas de armas, fora os processos doutrinários, logísticos, administrativos e formação de pessoal, que se interligam como um todo, ao longo de anos. Até essas viaturas adentrarem nos regimentos de cavalaria mecanizados e CIBld, levará um longo tempo. Só um detalhe, o rápido processo de aquisição da VTLM… Read more »

Last edited 4 meses atrás by IgorCav
Welington S.
Welington S.
Reply to  IgorCav
4 meses atrás

Sim, eu vi muita gente sendo contra a modernização do EE-9 Cascavel.

Essa parte diz muito: ”…e o EB, em nível estratégico, não pode deixar a cavalaria mecanizada sem seu maior poder de fogo. Então, entendam a modernização como uma sobrevida, até a chegada dos novos carros.”

Agora, será que com a chegada dos novos 8×8, o EB irá doar os EE-9 Cascavel ao Uruguai ou Guiana, por exemplo? Seria vantajoso?

IgorCav
IgorCav
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Então meu caro, sobre esse ponto da doação, a resposta deve está nos nossos M60 lá do CMO rs. Após modernizados, não creio que o EB irá doá-los, deverão priorizar as novas VBs para CMO e CMS e os EE-9 modernizados, para o resto.
Mas isso quem irá decidir são os altos coturnos.
Antigamente, vendíamos os carros porque a Engesa estava a todo vapor. Hoje, falida, acho muito difícil. Infelizmente, veremos alguns desses carros como os M41 espalhados pelo Gericinó.

Bardini
Bardini
Reply to  IgorCav
4 meses atrás

O Cascavel modernizado será um blindado em parte “novo”. Até chegar na parte de “consolidar” na tropa, vai levar tempo. . Vai tempo até selecionar o short list, o vencedor do contrato, depois tem que negociar e assinar, projetar tudo em conjunto com o vencedor e ajeitar a linha de produção, arrancar torre e depenar interior, fabricar protótipo e meter em produção, testar as mudanças, aprovar e incorporar na estrutura, ensinar a usar, atualizar a doutrina de emprego, manutenção e etc. Vai tempo e dinheiro até isso aí sair… E tudo isso sendo feito em uma solução “tampão”. . No… Read more »

Filipe Prestes
Filipe Prestes
4 meses atrás

Apesar do Centauro II ser um ótimo VB tinha esperanças que com este projeto finalmente o EB tiraria o Guarani 8×8 da gaveta. Ensejei em vão.

Mattos
Mattos
4 meses atrás

O inteligete vai optar pelo Centauro II 120mm. Temos uma fábrica Iveco aqui.

Carlos Campos
Carlos Campos
4 meses atrás

Bom eu também torço para o Centauro pode ser B1 ou II, ou PATRIA

Fernandes
4 meses atrás

Loucura imaginar o EB com o Centauro 2, preço extremamente proibitivo para nossa situação. Mais realista o Exército Italiano ir comprando o Centauro 2 e o EB vai negociando os B1 que serão substituidos por lá.

Foxtrot
Foxtrot
4 meses atrás

Picanha e cerveja, bonequinhos dos Comandos em Ação, Caviar e espumante importados, sorvete, chicletes, paçoca etc. Muito provavelmente não haverá verbas para esse programa. Nossas FAAs precisam passar por auditoria do MPU urgente (aliás todas as compras e constantemente). Ou então, se crie verdadeiramente um ministério da defesa para gerir essas compras. Já vejo anúncio de outra compra de projeto importado, com desculpa de T.O.T, que será montado localmente por alguma ex empresa nacional adquirida pelo fabricante do veículo e com a balela de que o EB possuí direitos autorais do veículo. Como brasileiro nunca aprende com o passo, ele… Read more »

PAULO
PAULO
Reply to  Foxtrot
4 meses atrás

Caro Foxtrot,
Nossas FFAA tem todas as suas compras auditadas pelo TCU e sofrem constantes interferências do MPU e outros. Estes órgãos, em sua maioria, são formados por profissionais que entendem pouco ou nada das especificidades de materiais de emprego militar e, por vezes, criam diversas dificuldades, por aparentes diferenças de viés político ou ideológicos por parte de alguns de seus integrantes. Isto acarreta, em muitos casos, falta de agilidade administrativa e, em vários casos, óbices aos projetos em andamento e transtornos nas atividades de rotina.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  PAULO
4 meses atrás

Realmente precisa-se de muito conhecimento técnico militar para entender a necessidade de bonequinhos dos Comandos em Ação, caviar, espumante importada, sorvete, paçoca, leite condensado, chocolate etc etc. Para a tropa que não sentirá nem o cheiro disto. Milhões gastos em alimentação especial, enquanto que os projetos continuam parados. Projetos importantes como Saber-M200, TORC-30 mm, Olhar VDN, M.S.A, M.A.S 5.1 etc etc etc. Desculpe caro Paulo, mas viés político ideológico nota-se né quem defende essas atrocidades financeiras. Um crime ao dinheiro público, em FAAs que vivem reclamando de falta de verbas, e que em sua maior totalidade é composta por jovens… Read more »

PAULO
PAULO
Reply to  Foxtrot
4 meses atrás

Caro Foxtrot, em primeiro lugar, acho que talvez você não tenha conhecimento de como se processam as compras das FFAA assim como suas necessidades e peculiaridades, portanto, és um leigo, que fala sem qualquer embasamento, repetindo apenas aquilo que é veiculado na grande mídia que, em sua maior parte, possui viés ideológico bem característico. Segundo que vc, por não possuir conhecimento técnico mínimo, apela para a crítica débil e politizada, já que pouco ou nada teria a contribuir com o debate de alto nível que aqui ocorre, com caras como o Bosco, Bardini e outros. Fica a dica: procure outros… Read more »

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  PAULO
4 meses atrás

Caro Paulo. Percebe-se que você participa ou se beneficia direta ou indiretamente destes absurdos relatados na mídia, que foram colhidos de fontes críveis como o portal transparência Brasil por exemplo. Nota-se muito em sua colocação o viés político partidária e corporativista. Não vou ficar perdendo meu tempo debatendo com alguém (ou bot) que só olha o próprio umbigo. Que o que importa é o benefício único e exclusivo próprio ou de sua orda. A verdade é que se o EB não mudar estes e outros tipos de más práticas, continuará sempre como está, um exército inespressivo, mediano e sem poder… Read more »

PAULO
PAULO
Reply to  Foxtrot
4 meses atrás

Foxtrot, que farra no EB? vc tem provas ou só está interpretando os dados do Portal da Transparência como lhe convém? Parece-me que você faz coro com aqueles que acham que 1 lata de leite condensado por ano, por militar é “farra com dinheiro público” e não tem a menor idéia da enormidade e complexidade da gama de missões que as FFAA cumprem, a despeito do processo de sucateamento que têm sistematicamente sido submetida nestas últimas décadas. FFAA são caras de ter e manter. Assim como forças policiais. Mas, na sua visão ofuscada enxerga o EB como um monte de… Read more »

Last edited 4 meses atrás by PAULO
Foxtrot
Foxtrot
Reply to  PAULO
4 meses atrás

Paulo não estou denunciando nada, estou relatando uma informação divulgada nos meios de comunicações de fontes críveis como você confirmou (transparência Brasil). Por fim, nota-se em seus comentários uma enorme disposição a justificar o injustificável. Só falta você escrever que sou comunista assim como os meios de comunicações que denunciam os abusos do dinheiro público, como fazem os atuais seguidores do Planalto. Sou nacionalista e ser nacionalista e reconhecer quando estamos errados e buscar corrigir, pois o que está em jogo é o interesse coletivo do país e não de uma parcela dele, seja ela política, militar etc. Por fim,… Read more »

Nick
Nick
4 meses atrás

Um Guarani 8×8 ?

Gabriel BR
Gabriel BR
4 meses atrás

Que vença o que nos transferir mais tecnologia.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Gabriel BR
4 meses atrás

Esse projeto deve integrart ATGM do tipo Javelin oi Kornet, no minimo.

rdx
rdx
4 meses atrás

O Centauro 2 possui custo proibitivo. Os italianos estão pagando 1,5 bi de Euros por 150 veículos + 10 anos de suporte. Na minha opinião, a melhor solução é adquirir 200 Centauros B1. Não é o estado da arte mas é melhor que um Cascavel modernizado. A propósito, o EB avaliou o Centauro 20 anos atrás. Objetivo? Substituir e/ou complementar o Cascavel.

Pedro Bó
Pedro Bó
Reply to  rdx
4 meses atrás

Eu lembro que saiu matéria dessa avaliação em uma revista especializada. Se o EB tivesse se decidido naquela época, hoje estaria no máximo pensando em uma revitalização do Centauro B1.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  rdx
4 meses atrás

É uma pena que o AMX 10 tenha saído de linha , penso que uma versão modernizada dele seria o ideal para nós.

JBecker
JBecker
Reply to  rdx
4 meses atrás

Penso da mesma forma, Centauro 2 é o sonho de consumo, mas o cobertor é curto, se for escolhido jamais chegará às 200 unidades (2bi de dólar).
Centauro B1 de segunda mão e modernizado pode ter custo X beneficio interessante.
Se for comprar algo novo o Pandur, AMV ou Piranha com torre 105mm já seria uma grande evolução em relação ao Cascavel, inclusive com possibilidade de construção no BR através de parceria local.

Gabriel BR
Gabriel BR
4 meses atrás

É uma pena que o AMX10 tenha sido descontinuado , seria um baita caça tanques para nosso Exército.

rdx
rdx
Reply to  Gabriel BR
4 meses atrás

Pena foi o Sucuri 2 tem morrido junto com a Engesa.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  rdx
4 meses atrás

A Engesa morreu porque foi incompetente.
As destilarias de whisky existem em função de quem bebe Whisky e não o contrario.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
4 meses atrás

Quem gosta de centauro é mitólogo grego, vamos de SuperAV.

Luís Henrique
4 meses atrás

O Rabdan 8×8 com canhão de 100 mm produzido pelos UAE em parceria com a Turquia é um excelente IFV e tem um preço interessante. Algumas fontes citam 400 unidades por U$ 661 mi, algo em torno de U$ 1,6 mi cada. Outras citam 700 unidades pelos mesmos U$ 661 mi, ai seria menos de U$ 1 mi cada. Vem com uma torre com canhão 100 mm + um canhão de 30 mm + metralhadora de 12,7 mm. E tem preço interessante quando comparado à outras opções. Poderíamos fazer uma parceria com os turcos em uma versão diferente com canhão… Read more »

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Luís Henrique
4 meses atrás

Amigo,
É assim que os vencedores pensam !

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Luís Henrique
4 meses atrás

E os turcos estão em alta com sua industria de defesa, lembrar q trouxeram o T-129 Atak aqui pra dar um rolê. Teem muito a oferecer.

Nilo
Nilo
4 meses atrás

Inicio de 2019.
Itália ofereceu 200 Centauro 105mm, 100 milhões de euros – equivalentes a 100,14 milhões de dólares, ou a 372,5 milhões de Reais.
A oferta ainda esta de pé???? rsrsrsr

Last edited 4 meses atrás by Nilo
MARCOS ALEXANDRE QUEIROZ
MARCOS ALEXANDRE QUEIROZ
4 meses atrás

SE SOBRAR ALGUM DINHEIRO NÉ?!!
É MUITO FILÉ DE LOMBO DE BACALHAU, SALMÃO WHISK 12 ANOS E ETC E ETC. UMA VERGONHA ESSES GENERAIS QUE SÓ QUEREM USUFRUIR NAS COSTAS DO SOFRIDO POVO BRASILEIRO.

Tiago
Tiago
4 meses atrás

Centauro ll

Jodreski
Jodreski
4 meses atrás

Mais fácil eu aposentar antes dessas viaturas chegarem…
Obs: estou com 35 anos!

Gen Ribeiro
4 meses atrás

Obrigado a todos que comentaram o assunto! Por meio de nossa Consulta pública, queremos colher o máximo de opiniões de todos a respeito do Projeto de Aquisição… vocês poderão perceber que até pessoas físicas podem participar da consulta… estamos atentos aos seus comentários, até mesmo aos desaforados… o importante é que com esta aquisição possamos aportar, dentro do orçamento possível, a melhor capacidade para o nosso EB e o melhor proveito para a nossa Base Industrial de Defesa… um forte abraço a todos! Gen Ribeiro, Diretor de Material do EB.

Edimur
Edimur
4 meses atrás

Vai vir uns 20 usados sucateados se vier

Luis Marcelo
Reply to  Edimur
4 meses atrás

Estuda português primeiro e depois te arrisca em dizer bobagens ! Aprenda a conjugar verbos.

Fred
Fred
4 meses atrás

Quem deles trará um acordo de off-set tecnológico melhor ao mesmo tempo que satisfará os requerimentos do EB? A Iveco tem uma certa vantagem por conta do Guarani e tal…mas seria bom fazer novos players construírem fábricas e gerarem empregos no Brasil.

GEN Ribeiro
GEN Ribeiro
Reply to  Fred
4 meses atrás

Verdade, Fred! Estamos trabalhando para que isso aconteça….

Alois
Alois
4 meses atrás

O Centauro II seria meu preferido, mas existem outras opções interessantes no mercado, minha segunda opção seria o type 16 japonês. Acredito que a dificuldade financeira, é grande, mas não posso acreditar que o Brasil não possa se equipar com produtos de ponta, se a Itália consegue, país que atravessa a anos enormes crises políticas e economicas, mas que sempre consegue desenvolver produtos interessantes de defesa, em todas as esferas militares, e de forma contínua. Eu seria até mais radical, acabaria com os MBT’s e mobiliaria as Brigadas com CB de 120mm, apoiadas com mísseis e drones armados. Podemos fazer… Read more »

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -