segunda-feira, maio 17, 2021

Saab RBS 70NG

Ucrânia: As informações de reconhecimento coletadas pelos drones RQ-4 Global Hawk dos EUA

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Os dados coletados pelo RQ-4, compartilhados com com o MoD da Ucrânia pelos EUA.

De acordo com estimativas do Serviço de Inteligência dos Estados Unidos, a Rússia reuniu em suas províncias de Rostov, Voronezh e Smolensk perto da fronteira com a Ucrânia 87.000 soldados, 18 complexos de mísseis táticos “Iskander-M”, 1.100 tanques (T-72B/B2/ B3, T-80BV/BVM,T-90A), 2.600 AMV (BTR-82A, BMP-3, Tiger), 1.170 unidades de artilharia (“Msta-B”,”Akatsiya”,”Pion”, morteiro de menor calibre), 400 lançadores de foguetes (Grad, Tornado, Solntsepek).

Mas parece que os EUA retrataram as forças russas como menores do que realmente são. Mais precisamente, de acordo com o russo Ministro da Defesa S. Shoigu, 2 grupos de exército e 3 divisões de tropas aéreas foram implantados na fronteira oeste da Rússia, prontos para executar as tarefas atribuídas, incluindo treinamento e missões de combate.

E, como tal, o número de tropas russas perto da fronteira com a Ucrânia é significativamente maior do que a estimativa dos EUA – o número real de tropas russas nessas regiões deve ultrapassar 120.000 soldados e oficiais.

O Sr. Shoigu também enfatizou que a Rússia está tomando medidas defensivas em resposta às atividades militares da OTAN na Europa Oriental, onde até 40.000 soldados dos EUA e 15.000 unidades de armas se reuniram.

FONTE: OSINT via Goran Kesic

- Advertisement -

107 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
107 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Vinícius Campestrini
Bruno Vinícius Campestrini
1 mês atrás

“o número real de tropas russas nessas regiões deve ultrapassar 120.000 soldados e oficiais”

Não necessariamente. Não raramente os países tem divisões “understrength”, com menos efetivos do que tem no papel. Algo que não é exclusividade russa, vale salientar.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Bruno Vinícius Campestrini
1 mês atrás

Alem de que os EUA podem ter feito esse relatório antes da totalidade das forças Russas tiverem chegado na região.

Geralmente essas informações são atualizadas de hora em hora quando possível e a informação mais recente não vai estar na matéria de um Site.

José Carlos de Oliveira
Reply to  Bruno Vinícius Campestrini
1 mês atrás

Com toda a certeza a Ucrania está arrependida de ter entregua as suas 5.000 oginas nucleares para a Russia, agora sem Poder de Dissuasão e sem fazer parte da Otan, e na epoca os EUA, Inglaterra e se não estou enganado a Alemanha incentivaram e inclusive alem de dar dinheiro para o Governo da Epoca ainda prometeram proteger a Ucrania.

Oráculo
Oráculo
1 mês atrás

Jesus amado, olha o tamanho da força militar.

Numa boa?

Se os russos quiserem eles varrem a Ucrânia do mapa antes de dar tempo da OTAN abrir a boca pra reclamar.

E olha que o Putin já falou isso lá atrás…

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

A intenção da Rússia não é varrer ninguém do mapa, e sim anexar um ou dois territórios à medida que a OTAN avancem contra suas fronteiras, igual fez com a Crimeia, sem muito derramamento de sangue ou nenhum!

Last edited 1 mês atrás by Sincero Brasileiro da Silva
Matheus
Matheus
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
1 mês atrás

Exato,a bola da vez é Donbass, até pelo menos chegarem onde é a fonte de agua pra Crimeia.

francisco
francisco
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
28 dias atrás

A diferença é que agora é o democrata Biden que está no comando. Os democratas são mais propensos a guerras do que os republicanos.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
27 dias atrás

A Criméia sempre pertenceu à Rússia desde 1792 tempos da rainha Catarina, a Grande. Onde a frota do mar negro desde então, ficou lá ancorada. O problema fora os comunistas que a incorporaram a Ucrânia em 1954 quando ela pertencia a União Soviética. Quando a Ucrânia separou-se da União Soviética a Rússia rapidamente reincorporou a península, que tinha mais de 90 por cento de habitantes Russos. O que acontece em Lugansky, Donetsk e Belarus. Outra coisa, a Ucrânia ia até o rio Dinipier. A parte oriental era Russa. Se tiver uma guerra vai ser guerra de cachorro grande. Se p… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

Li um artigo de um analista russo que seu país não hesitará em proteger cidadãos russos na Ucrânia.
E não apenas na Região de Donbass e cercanias, mas em qualquer área de fronteira que tenham russos de origem vivendo lá.
Consideram também que têm direito em intervir Ucrânia caso seja empreendida uma tentativa de ofensiva na região (Donbass), o Estado nominal da Ucrânia será dissolvido; nenhuma das repúblicas pós-soviéticas pode ser usada pelo Ocidente para prejudicar a Rússia (sic).

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Em tempo.
Este analista considera que a Ucrânia está dominada por instituições de cunho nazista, como esquadrões da morte (Azov, Pravy Sektor e outros) e em caso de ataque ucraniana a Donbass não serão possíveis apenas medidas para forçar a Ucrânia à paz, mas uma verdadeira intervenção no País e sua eventual dissolução com a criação de uma ‘confederação de regiões’ que levaria à neutralidade militar.
É um pouco radical, mas faz certo sentido e a Rússia tem força militar para fazer isso com facilidade.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Realmente faz lembrar o início da 2a guerra.
Estaline invadiu a Polônia para proteger os cidadãos russos.
E tem uma certa graça de serem os russos, que foram quem promoveram a guerra, a forçar a paz.
A Rússia precisa de trunfos para negociar mas não me parece que irá mais longe do que isto.
O Gás não justifica tudo.

Caio
Caio
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Stalin invadiu a Polônia e gerou a segunda guerra mundial??? Sério.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Caio
1 mês atrás

Primeiro ninguém disse que gerou a 2GM.
Segundo, sim Estaline invadiu a Polônia e tudo conforme o acordo entre a Alemanha e a Rússia.
Por isso há alguma polémica em relação à Rússia por ter sido aliada da Alemanha e não sofreu consequências. Claro que a coisa mudou com a operação Barbarossa.
E o motivo dado por Estaline é o mesmo de hoje, proteger a população Russa nesses países.
Isto devia ser de conhecimento geral.

Carlos Henrique
Carlos Henrique
Reply to  Hcosta
28 dias atrás

Estaline por acaso seria STALIN ?

mendonça
mendonça
Reply to  Caio
1 mês atrás

quem invadiu a Polônia foi alemanha ,a inglaterra era na ocasião aliada dos poloneses …daí gerou a SG mundial .

Aleandro
Aleandro
Reply to  mendonça
28 dias atrás

O motivo da segunda guerra mundial foi o tratado de versalhes, trazendo humilhações aos alemães

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Aleandro
27 dias atrás

Com certeza.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Hcosta
27 dias atrás

Hcosta. Pelo amor de Deus, tem dó.

pangloss
pangloss
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

O grande risco de uma situação como a atual é que elementos extremistas de qualquer um dos lados podem desencadear uma ofensiva que acabará se generalizando, criando um conflito muito maior.
O Hcosta comparou ao episódio de flase flag que deu início à WWII, mas meu maior temor é algo como o início da WWI.

Pedro Bó
Pedro Bó
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Putin também já foi e ainda é assessorado por indivíduos de ideologia neovölkisch/criptofascistas em seu Governo. Aliás, o Nazifascismo é tendência crescente nas nações eslavas, com conivência de órgãos estatais. Em 2010, um ator brasileiro, negro, e que atuou em produções televisivas russas nos anos 90 foi assassinado por neonazistas em São Petersburgo, e minorias étnicas são constantemente assediadas violentamente por esses grupos.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Pedro Bó
1 mês atrás

Pare.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Como será que se pronuncia ‘Lebensraum’ em Russo?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Provavelmente Za Zdorovye ou algo parecido.
Brindando a fácil vitória militar e o cagaço americano em fazer alguma coisa.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Nem Russia, nem EUA ganham com um conflito na região. A Europa precisa decidir o quanto isso vai impactar social, econômica, e em matéria de segurança regional. Agora é hora de Diplomacia e não vejo como um papel de protagonismo dos EUA pode ser benéfico, à menos que seja para dialogar numa boa com a Rússia e reiterar o respeito pela soberania Russa e estabilidade regional. O duro é esperar isso de Crazy Joe Biden. Putin, que eu considero o líder Mundial mais forte, mais uma vez botando o Ocidente em sinuca de bico. Por mim o Putin só posicionou… Read more »

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Putin é bom no xadrez geopolítico…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Putin precisa de cartas para jogar.
Mas se há alguém que não tem respeito pela soberania é a Rússia. Já não bastava as tentativas de assassinato agora invade países.

Crazy Joe Biden? Comparando com Trump?
E já deu alguma razão para ser chamado de crazy?

Um líder, como Putin, que depende das forças das armas e do medo não pode ser considerado forte. Demonstra algum desespero para se manter no poder, desviando as atenções de outros problemas. E pode-se tornar no líder russo mais tempo no poder, à frente de Estaline.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Biden já é chamado de ‘Crazy Joe’ fazem muitos anos. Suas gafes desde antes de ser vice do Obama lhe renderam o apelido. A última gage, agora como Presidente foi ter ofendido Putin em cadeia nacional de televisão, o que imediatamente causou um atrito internacional totalmente desnecessário. Veja bem, não gosto do Putin e não gosto da maneira como ele faz as coisas, mas em relação à tratativas internacionais, ofender um ‘player’ dessa forma passa diversas mensagens desagradáveis ao redor do Mundo. E continuando sobre o Putin, de novo eu reitero que não gosto dele, que não concordo da forma… Read more »

ABÍLIO FERREIRA ANDRADE
ABÍLIO FERREIRA ANDRADE
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

O problema é que a Russia se sente ameaçada. A OTAN cercou a Russia, ninguém pode negar isso. Na epoca da implosao da União Sovietica foi garantido pelos dirigentes da OTAN que esta organizaçao nao se alargaria para oriente. Isso não aconteceu. Cobardemente, aproveitaram as fragilidades da Russia na época para o fazer. Quem se sente ameaçado reage. É lógico. A Russia tem mesmo que reagir e impedir que a Ucrania se junte à OTAN

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  ABÍLIO FERREIRA ANDRADE
1 mês atrás

O problema desta conta e o ódio que a era soviética gerou nós vizinhos da Rússia para com ela.
Ucranianos,poloneses,ungaros, romenos e eslavos em geral odeiam a Rússia, e motivos históricos recentes não lhes faltam para isto.

Hcosta
Hcosta
Reply to  ABÍLIO FERREIRA ANDRADE
1 mês atrás

Discordo. A Rússia não se sente ameaçada com a OTAN. Isto porque qualquer invasão do seu território certamente significaria uma guerra nuclear. O que tem medo é de perder estados/economias onde pode influenciar politicamente os seus interesses. E estou a falar dos interesses mais básicos como alimentos, produtos eletrónicos, etc. Muito semelhantes a colónias que vendem matéria prima e compram produtos manufaturados. Por isso, na minha opinião, essa história de ameaçar outros países para defender a Rússia é apenas uma desculpa para manter governos corruptos no poder. Existirá algum país aliado politicamente da Rússia que não seja uma ditadura? Mas… Read more »

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Por que você está escrevendo tudo isso?

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  ABÍLIO FERREIRA ANDRADE
1 mês atrás

Pois é Abílio, como o Capa Preta disse, o fantasma dos soviéticos assusta muito a maioria dos países do leste europeu e ex-repúblicas soviéticas. A OTAN pensou que poderia praticamente unificar a Europa em uma única grande aliança militar e se esqueceram da Rússia e seu eterno complexo de perseguição (e com certa razão de ter esse complexo, claro). Pode-se dizer que a Ucrânia é uma das que mais se ferra, e agora é um cabo de guerra entre Rússia e Ocidente. Talvez o que o Putin precise seria de uma clara demonstração, por parte do restante da Europa e… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Não sei, mas se um outro país atacasse o seu não reagiria?
O invulgar é um presidente durante 4 anos ignorar estes ataques.
O apelido que ouvi chamar era Lazy ou Sleepy Joe, algo muito diferente, até mesmo o oposto de crazy.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Já ouvi o Biden ser chamado de tudo hehehehe. A maioria dos meus amigos dos EUA são conservadores, mas o que mais persiste mesmo, até entre os pundits é ‘crazy’ mesmo. É claro que haveria reação. O problema é que você perde credibilidade ao ofender o cara dessa forma. Existem maneiras melhores de fazer isso. Não consigo ver alguém como Reagan por exemplo usando esse tipo de linguagem. No final das contas você está agravando uma situação que você quer arrefecer, ou pelo menos entrar em uma posição mais vantajosa. Biden apenas tornou as coisas piores para o lado dele.… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Se não tivessem cagaço porque não continuaram?
A Rússia que tudo o que faz é defender a grande Pátria Mãe e que está constantemente a ser atacada?
Toda a gente quer fazer parte da Rússia e seguir o seu exemplo…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

‘Há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia.’

William Shakespeare

Marcio
Marcio
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Se eles estão na Ucrânia eles são ucranianos não russos.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Marcio
28 dias atrás

Ser não é estar. Estar é algo provisório, mutável. Ser é perene.
Um gaúcho não deixa de ser gaúcho por estar no centro oeste. Visões obtusas e binárias apenas servem para alimentar pensamentos reacionários.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

É sempre a mesma história. Mas depois quem irá comprar o gás Russo?
Se a Rússia invadir ficará isolada internacionalmente.
Mas também não basta a força dos números. Vietname, Afeganistão, Iraque etc, provam que não é assim tão fácil invadir e, principalmente, pacificar esse país.

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Sei não viu. A Rússia levou a Crimeia e não ficou isolada internacionalmente. Não vejo tanta disposição do ocidente para lidar com a Rússia, pelos Ucranianos.
Americanos estão mais preocupados com chineses, e com razão.
Europeus estão mais preocupados com as árvores, ONGs e reservas indígenas da Amazônia, do que qualquer coisa que envolva russos e chineses.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Mas que países Europeus não estão preocupados com a Rússia ou as suas próprias forças armadas?
A França? A Alemanha?

E se fosse assim tão fácil porque é que não continuaram e derrubavam o governo pela força das armas?
Provavelmente os Russos consideraram as consequências disso e aprenderam com a Checoslováquia e Hungria a não utilizar a força dos tanques para governar.
Por algum motivo não assumem que invadiram a Ucrânia.

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Matheus
Matheus
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Europa é completamente dependente do gas Russo.
Com a vitoria parcial de Assad na Síria, qual guerra era pra passar gasoduto do Qatar pelo mesmo para Europa e falharam, eu duvido muito que a Russia fique isolada.
Alem do fato do mercado Russo ser muito grande pra empresas Europeia, Americanas e Asiáticas(menos China) ficarem de fora.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Não é bem assim. A Alemanha e os países de Leste esses são muito dependentes. Mas não deve durar muitos anos até converterem os seus sistemas.

E a Rússia não é assim um mercado assim tão grande. 144 milhões de consumidores e com uma política de proteção da produção nacional não é algo assim tão atrativo. Isto sem falar de haver mercados muito mais relevantes no resto do mundo.

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

No caso do seu exemplo existe a variável geográfica que conta bastante. Na Ucrânia não existem densas florestas tropicais ou enormes cadeias de montanhas, etc. E os russos conhecem o terreno, bases e outras instalações ucranianas muito bem. Não vejo como poderiam resistir, infelizmente. A muitos anos atrás, em meados da década de 1990, havia um simulador de combate aéreo chamado “Jane’s USN Fighters”, cujo enredo principal era justamente um conflito entre Rússia e Ucrânia (salvo engano era a Rússia mesmo) e os EUA enviaram um CSG para apoiar ações sob mandato da ONU. Era interessante como essa possibilidade de… Read more »

Marcos Borges
Marcos Borges
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

Aquelas ogivas atômicas estão fazendo falta agora.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Marcos Borges
1 mês atrás

Exato!
Vai entrar pra história como o mais inocente erro estratégico.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Oráculo
28 dias atrás

Na guerra da Geórgia, quando ainda não tinham se modernizado, o ocidente foi pego de surpresa com a mobilidade do exercito Russo, que foi subestimado.

Salim
Salim
Reply to  Oráculo
22 dias atrás

Avanço nazista começou deste modo e com as mesmas justificativas.

Nilo
Nilo
1 mês atrás

Os destróieres da Marinha dos Estados Unidos Roosevelt e Donald Cook não passarão do Bósforo para o Mar Negro. O Pentágono não quis comentar sobre o cancelamento da entrada de navios no Mar Negro. Depois de chamar Putin de assassino, a convite do governo americano trava uma conversa com Putin em que o convida a participar de uma reunião para “construir uma relação estável e previsível com a Rússia, de acordo com os interesses americanos”. A Cúpula dos Líderes pelo Clima acontece agora em abril, o convite da Rússia e China suas presenças é uma grande oportunidade para que EUA desponte… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Nilo
Nilo
Reply to  Nilo
1 mês atrás

correção: …auxiliar na tomada de TODA a província…

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
1 mês atrás

Como esse blog é atrasado! Esse crise entre Ucrânia e Russia está se desenrolando a semanas e só agora noticiam? Engraçado que no Poder Aéreo e Naval, as notícias são atualizadas muito mais rapido. O “chão de fábrica” e sempre menosprezado em relação ao “escritório”… vai entender.

Last edited 1 mês atrás by Vinicius Momesso
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Vinicius Momesso
1 mês atrás

Você exagerou, mas realmente esse site aqui é bem mais lento em informações que as demais…

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Vinicius Momesso
1 mês atrás

Cara, quer notícias em tempo real, ou quase, sugiro que acompanhe as grandes redes de notícias. A trilogia nunca teve a proposta de ser um site de notícias em tempo real. É (ou era) mais um ambiente de matérias sobre defesa, que propiciem o debate entre os visitantes. Uma matéria que traz informações que podem fomentar o debate, como o número de tropas russas na fronteira, a posição de cada uma delas em relação às defesas ucranianas, a participação americana na situação, repassando informações aos ucranianos. Ao menos esse era o objetivo do site e as pessoas sabiam aproveitar com… Read more »

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Ecentos de “impacto analogo” ocorrem nas três forças. Então, por que só o Poder Aéreo e Naval recebem artigos atualizados com uma frequência bem maior?

Pedro
Pedro
Reply to  Felipe Morais
28 dias atrás

Fora, que apesar do mesmo site, são membros e pessoas diferentes que administram as páginas.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Recado pra NATO/EUA as fronteira da RF não ficará desprotegida, recado para Ucrânia, fica sussegada ai no meu quintal.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
1 mês atrás

Não se esqueça que Belarus também movimentou tropas na fronteira com a Ucrânia, dando a entender que prestará apoio irrestrito à Moscou.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  Vinicius Momesso
1 mês atrás

Onde visse isso? Não achei nenhuma reportagem..

Tomoko Fujinami
Tomoko Fujinami
1 mês atrás

Solntsepek me fez lembrar do jogo Wargame Red Dragon. Eu adorava usá-lo para semear o caos nas linhas inimigas antes de avançar as tropas blindadas. De todo modo, com o tanto de minas e armadilhas anti-tanque que a Ucrânia amontoou na fronteira com a Rússia, o único modo de fazer um ataque rápido – com poucas chances de ser contra-atacado – é contornando isso pela Bielorrússia. Algo nos moldes do que os alemães fizeram em relação a Linha Maginot no início da Segunda Guerra. Bem, resta ver se o governo Biden está mandando a mensagem adequada para a Rússia não… Read more »

sub urbano
sub urbano
1 mês atrás

O mais engraçado é como os americanos não dão a mínima para o destino de seus fanboys no leste europeu. Com a Geórgia foi a mesma coisa. Os fanboys provocam a Russia achando que vão ser ajudados pelos americanos que na hora H dobram a aposta, o resultado é sempre o mesmo: a Russia paga pra ver o truco e frita o fanboy kkkk…

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

Malandro é aquele que “paga” para os outros brigarem…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  sub urbano
1 mês atrás

O que os analistas estão falando é que os EUA estão se ‘retirando’ de diversas regiões para concentrar forças contra a China.
Estão abandonando a Ásia Central, começam a dar distanciamento do Oriente Médio e dão uma disfarçada na Europa Oriental.
Li interessante artigo em um jornal chinês alertando sobre as ‘facilidades’ com que a China está avançando no Oriente Médio.
Vamos aguardar.

ALFA BR
ALFA BR
1 mês atrás

No mínimo uma força equivalente a um Corpo de Exército.

Tomcat4,2
1 mês atrás

Creio que beeeeem antes da China anexar Taiwan a Rússia lambe a Ucrânia. Tá doido rapaz ,olha só a quantidade de equipamentos e tropas e só se falou em meios terrestres hein.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

A Ucrânia está em péssima situação econômica e política.
Se os acontecimentos seguirem normalmente, corre o risco do País colapsar.
Aí, pode haver o risco de uma atitude impensada dos ucranianos.
Creio que do lado dos russos, está tranquilo.
Só aguardando o desenrolar dos fatos.
Não creio que atacarão, como não atacaram até hoje.
Somente se provocados.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Tomcat4,2
1 mês atrás

Isso é só dor de cabeça para os russos. Para além de precisar ocupar um país maior do que a França, isso complica as coisas com os turcos, que por sua vez retaliam dificultando acesso ao Mar Negro.
Isso dai é exibição de força, não vai além disso.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Se fosse o caso de uma guerra, seria ocupar parte da região leste da Ucrânia com forte presença de moradores russos.
Isso criaria uma situação de fato similar uma balcanização do País.
Seria péssimo para o que os ucranianos atuais consideram como Nação.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

E o que os russos ganham com isso? Está faltando território à Rússia? Sua população está muito densamente concentrada e está precisando de um Lebensraum? Alguma riqueza mineral que a Rússia já não tenha? O que os russos querem que os EUA parem de assistir militarmente a Ucrânia, garantindo sua segurança militar na região.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Os americanos estão tentando há anos cercar a Rússia.
Estão provocando, desafiando o poder russo escalando países como Polônia, Países Bálticos, Ucrânia e outros menos cotados para serem os peões da jogada.
Vão acabar se estrepando, porque se esticarem a corda, a Rússia vai lá e corta.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Tentando não, já conseguiram. Para chegar em Stalingrado a partir da Polônia e da Roménia, os nazistas precisaram lutar por 1.600km e da Polônia até Moscou lutaram por 1.200km. Hoje a OTAN está 350km de Volgogrado (Stalingrado) e a 500km de Moscou, e isso sem dar um único tiro.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

O único problema é que esses países são muito fracos militarmente, possuem pequenas economias, via de regra com populações muito pequenas e que estão diminuindo, sem contar que vivem em crises políticas.
Como falam popularmente, ‘vão entrar de gaiatos’.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

E por isso que eles se juntaram a OTAN. O Putin estaá certo quando afirma que a OTAN é o braço militar da União Europeia até porque ele atuava na Alemanha Oriental e sabe que a origem da União Europeia como a conhecemos hj foi o temor frances de que uma Alemanha reunificada se tornaria uma potencia militar e economicamente hegemonica da Europa A União Europeia ligou economicamente a Europa conectando o destino economico da Alemanha aos demais paises e a OTAN manteve a Alemanha militarmente controlada ja que a proteção militar seria provida principalmente por um pais de fora… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Do jeito que as coisas estão indo, não confie muito em OTAN.
Ela vem se prestando nos últimos anos a atender os interesses americanos.
Os europeus perceberam isso e estão se ‘afastando’.
A Alemanha já não está muito aí.
A França declarou que ela morte cerebral.
Não espere muito dela.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

A França ja expulsou os militares da OTAN (os nao franceses, evidentemente) de seu território, o que foi visto na época como o fim da OTAN porque na pratica jogava a Alemanha Ocidental na fogueira. Isso foi há 50 anos e a OTAN continua por aí. É conveniente para todos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

E qual é a distância entre Kaliningrado e Berlim e outras capitais? Isso dá para os dois lados.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

H Costa,
Mesmo com Kaliningrado, a Rússia está está mais longe de Berlin do que a URSS estava na época da 2ª Guerra Mundial, já que naquele momento a URSS estava na Polônia graças tratado Molotov–Ribbentrop

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Prezado Jacinto.

Olhe a potência militar que era a Alemanha nazista à época e olha o que é a OTAN atualmente.
A Operação Barbarossa foi, então, a maior concentração de tropas da História, com cerca de 4 milhões de soldados do Eixo atacando a União Soviética.
Ao final da Guerra, quase todos esses 4 milhões estavam mortos e os soviéticos tinham outros 11 milhões de soldados atacando os inimigos.
Realidade bem distinta da OTAN atual.
Melhor deixar a Rússia quieta

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Eu acho um equívoco equiparar a Rússia de hoje com a URSS da década de 40. Afinal, a URSS era composta por 15 repúblicas, entre elas a Rússia. E principalmente porque, proporcionalmente, o peso da guerra em mortes humanas foi menor na Rússia do que das outras 14 repúblicas. Na média, a URSS perdeu 13,7% de sua população na 2ª Guerra Mundial enquanto que os russos perderam 12,7% de sua população. Como se vê, o esforço russo foi, proporcionalmente, inferior às das demais repúblicas soviéticas. Apenas para provocar reflexão: dos 10.5 milhões de soldados soviéticos mortos, 1,650 milhão eram ucranianos.… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Se a Rússia sofresse realmente alguma ameaça. O que eu vejo é só esquizofrenia histórica. As invasões que os mesmos sofreram foi basicamente por causa das suas politicas ofensivas no território dos outros, inclusive a Nazista, apesar do ideal do Hitler a transforma o leste europeu em colônia, sem o medo dos russos ele não conseguiria colocar e pratica suas ideias. Agora em relação a França, Inglaterra, Turquia, Suécia e Japão, foi a própria Rússia que pediu para levar porrada. Ficasse ela só com os seus afazeres internos e não tenta-se obsessivamente ser uma potencia a custa dos outros ninguém… Read more »

100nick-Elã
100nick-Elã
1 mês atrás

Senhores, estou ansiosa por essa guerra que me parece inevitável. Finalmente, a Rússia dará à OTAN a surra que há muito tempo merece. A Rússia tentou, se esquivou, ofereceu saídas honrosas para o Ocidente, mas não teve jeito, não respondeu à ataques e provocações, mas não teve jeito. O Ocidente terrorista procurou e procurou e procurou. E agora vai encontrar.

Flanker
Flanker
Reply to  100nick-Elã
1 mês atrás

Tu estás ansiosa por uma guerra, vovó?? Ora, tome vergonha nessa cara! Só uma doente como tu torce por uma guerra, seja ela onde e entre quem quer que seja. Além de louca está senil…..

Satyricon
Satyricon
Reply to  100nick-Elã
1 mês atrás

Quanta besteira, jsuis

Jacinto
Jacinto
1 mês atrás

Isso ai é só para aparecer. Não vai dar nada.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Sim. Putin, esta se sentindo pessoalmente atacado pelo Biden, esse é o seu jeito de fazer birra.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Augusto L
1 mês atrás

Os russos querem é que os EUA parem de assistir militarmente a Ucrânia.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Auhhhhh creio que não, os EUA ja estavam dando ajuda desde 2019 e não teve uma mudança estratégica na correlação de forças.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Augusto L
1 mês atrás

Mas era uma ajuda bem modesta. Como a Ucrânia virou uma questão importante na política interna dos EUA (um dos artigos do primeiro impeachment do Trump era justamente a ajuda dos EUA à Ucrânia), espera-se que esta ajude fique mais generosa.

André
André
1 mês atrás

Ucrânia é a nova “Polônia”…
Já vimos essa história em tempos passados em.

Francisco alexandre
Francisco alexandre
1 mês atrás

O que Napoleão e alexandre o grande faria nessa ocasião

sub urbano
sub urbano
Reply to  Francisco alexandre
1 mês atrás

Napoleão estaria tentando invadir a Russia e talvez perdendo e Alexandre ja teria anexado a Russia e estaria invadindo a China, talvez já cercando Pequim com um gigantesco exército euroasiático rs

sub urbano
sub urbano
Reply to  Francisco alexandre
1 mês atrás

Brincadeiras a parte, quando Alexandre morreu ele vinha de uma campanha bem sucedida na India onde ocupou 1/3 daquele “país”. Se ele não tivesse ficado doente e morrido eu acredito que teria terminado de anexar a India e posteriormente invadido a China! Na historia alternativa sempre sugerem Alexandre invadindo os Romanos mas acho q para Alexandre a Asia era muito mais interessante, muito maior do que Roma que, à época, era a periferia do Ocidente.

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Ainda acho que a Ucrânia vai perder metade de seu território pra Rússia

Rene Dos Reis
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Penso a mesmíssima coisa, e só olhar o mapa

cerberosph
cerberosph
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

A Ucrânia não aprendeu nada com a Crimeia, a Rússia vai dá o aviso de novo: toda vez que uma ex República que faz fronteira com a Rússia cair no canto do cisne da OTAN OU EUA e me ameaçar vai perder parte do seu território para aprender e para eu me proteger.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 mês atrás

As Forças Armadas da Ucrânia agora estão bombardeando a periferia oeste da cidade de Donetsk (área do Volvo Center). Eles estão usando morteiros de 120 mm.

Gabriel
Gabriel
1 mês atrás

“De acordo com estimativas do Serviço de Inteligência dos Estados Unidos, a Rússia reuniu…

Mas parece que os EUA retrataram as forças russas como menores do que realmente são.”

Acaba logo com a CIA e contrata a “FONTE: OSINT via Goran Kesic”, afinal “conseguiram descobrir” os dados da CIA e os dados efetivamente usados pelo Governo americano e compartilhados com a Ucrânia.

Pensa em uma Agencia bem informada.

Atenção ABIN, fica a dica!

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 mês atrás

Pelo jeito um novo país poderá nascer(Novorossyia)…

Richard Stallman
Richard Stallman
1 mês atrás

Situação difícil da Ucrânia: Fazer parte da Europa e ganhar em euro ou ficar amarrado a ancora mongol russa.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Richard Stallman
25 dias atrás

A Ucrânia pode ir para onde ela quiser, se juntar a Zona do euro e fazer parte da união européia, agora querer fazer parte da nato e virar base para militar da aliança atlântica,já é completamente diferente… Moscou está certa em defender seus interesses ! A aliança não cumpriu sua promessa de não se aproximar das fronteiras russas, e gente de peso fez tal promessa: As promessas foram pronunciadas pelo então secretário de Estado dos EUA, James Baker, pelo presidente George H.W. Bush, pelo chanceler da Alemanha Ocidental Helmut Kohl, pelo diretor da CIA Robert Gates, pelo presidente francês François… Read more »

Last edited 25 dias atrás by Adriano Madureira
Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Richard Stallman
25 dias atrás

A Rússia viu Bulgária, Estônia, Letônia, Lituânia, Romênia, Eslováquia e Eslovênia ,cercando o país como uma grande ameaça,os russos até demoraram a reagir…

comment image

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 mês atrás

A área combinada das regiões do Mar Negro bloqueadas pela Marinha Russa em julho de 2019 ultrapassou em muito 120.000 quilômetros quadrados, ou mais de ¼ da área total do Mar Negro. O objetivo dessas ações é formar uma percepção «habitual» de que todo o Mar Negro é a zona de influência da Rússia. Esta é a estratégia da Rússia para expulsar a OTAN do Mar Negro. Encerramento de áreas: em amarelo – a marinha ucraniana, em rosa – a guarda costeira georgiana, em vermelho – a marinha turca, em turquesa – a frota russa do mar Negro. Na maior dessas áreas,… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
29 dias atrás

São de chorar de tanto rir essas enormidades que pipocam na Trilogia. Arruma o título:
Ucrânia: As Informações de Reconhecimento Coletadas Pelos Drones RQ-4 Global Hawk os EUA, de acordo com o sr. Sergei Shoigu.
Shoigu chateado com a miopia dos Global Hawk. Sinceramente, pra ler tomando cerveja…

800px-Vladimir_Putin_and_Sergey_Shoigu_-_Saint-Petersburg_2017-07-30_(1).jpg
J.J. Valadão
J.J. Valadão
28 dias atrás

Seja como for, Salve a Mãe Rússia!

Flanker
Flanker
Reply to  J.J. Valadão
27 dias atrás

Tu és russo??

carcara_br
carcara_br
26 dias atrás

Rússia fechou o espaço aéreo, acho que a Ucrânia vai tomar um teco.

Jose
Jose
23 dias atrás

Alguém sabe daquele brasileiro que se juntou aos rebeldes russos?,
Voltou para o Brasil e caiu em uma armadilha do falso emprego e voltou para Europa… sendo preso pelos Ucranianos ?
Pesquisei e não achei nada de novo…https://youtu.be/CO_Lh9v-RHY
Detalhe… alguém do chat iria fazer como alguns brasileiros e ir para guerra…qual lado escolheria e fiquei curioso em saber quanto ganha aquele brasileiro no exército russo…rs

Last edited 23 dias atrás by Jose

Reportagens Especiais

Uma ‘cobra não criada’: Engesa EE-3 Jararaca 4×4

Por Fernando De Martini Nas fotos, um dos dois protótipos do EE-3 Jararaca 4x4 recebidos pelo Exército Brasileiro a partir...
- Advertisement -
- Advertisement -