segunda-feira, setembro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Exército inicia processo de aquisição de nova viatura blindada de cavalaria

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Brasília (DF) – No dia 10 de maio, a Diretoria de Material (D Mat) do Exército iniciou os trabalhos para a aquisição de uma nova viatura blindada de Cavalaria. As atividades, que se estenderão até o dia 21 de maio, serão realizadas por uma Comissão Especial, que fará análises de requisitos técnicos e operacionais.

Os trabalhos foram abertos pelo Diretor de Material, General de Brigada Marcelo Carvalho Ribeiro, com a presença do Subcomandante Logístico, General de Divisão Paulo Roberto de Oliveira e demais oficiais-generais do Comando Logístico (COLOG). Na ocasião, o Diretor de Material ressaltou a importância de uma análise profunda das propostas apresentadas e da confecção de um relatório que possibilite uma tomada de decisão com acerto e oportunidade.

Comissão
A comissão é composta por integrantes do Estado-Maior do Exército (EME), do Comando Logístico (COLOG), do Comando de Operações Terrestres (COTER), da Secretaria de Economia e Finanças (SEF), da Diretoria de Ciência e Tecnologia (DCT) e do Comando Militar do Sul (CMS) e terá o apoio de entidades civis especializadas em gestão de projetos complexos e engenharia de sistemas.

Durante o período das atividades, serão analisadas as respostas enviadas por empresas nacionais e estrangeiras para a consulta pública, comparando-as e ratificando ou retificando os dados para a próxima fase, de audiência pública.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

146 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
146 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Overandout
Overandout
4 meses atrás

Parece que é a décima vez que leio notícia que se inicia a fase de análise/estudo de requisitos desse tipo de viatura…

MFB
MFB
Reply to  Overandout
4 meses atrás

Estão esperando a aprovação do carluxo.

Mauricio Pacheco
Mauricio Pacheco
Reply to  MFB
4 meses atrás

Tem gente que não tira o presidente e os filhos dele da cabeça! Seria paixão?

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Mauricio Pacheco
4 meses atrás

Amigo pode até ser isso. Mas que é verdade, haaa isso é.

Pedro
Pedro
Reply to  Mauricio Pacheco
4 meses atrás

Na verdade, pode ser ojeriza, quem ainda o defende em 20 de maio de 2021, deve ser estudando em conjunto pelos sociólogos, cientistas políticos e pela história, bolsopetismo vai nos entregar de vez ao globalismo hahahahaha

Beto
Beto
Reply to  Pedro
4 meses atrás

O presidente com certeza vai ser reeleito, e fica até 2026

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Beto
4 meses atrás

assim seja!

Joelson
Joelson
Reply to  Beto
4 meses atrás

PIB subindo… vai ser reeleito!

Hellen
Hellen
Reply to  Joelson
4 meses atrás

Nem tomando azuzinho da pfizer isso vai acontecer !!!! O posto ipiranga fazedor de milagre (guedes) ta mais perdido que cego em tiroteio !!!

Hellen
Hellen
Reply to  Beto
4 meses atrás

Vai no psiquiatra urgente, é de graça pelo SUS !!!!!

Danieljr
Danieljr
Reply to  Overandout
4 meses atrás

Toda vez que eu leio “grupo de estudo” a minha mente tem aquele dejavu

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Danieljr
4 meses atrás

Pois é o tal grupo de estudo para o sistema Sam unificado… E aí… Acho que já passou um pouco os seis meses que falaram né…

Tutu acha ainda que eu falei bobagem quando disse que era mingal. A idade faz agente cair na realidade.

CM

ALFA BR
ALFA BR
4 meses atrás

Estrutura organizacional das Brigadas de Cavalaria Mecanizadas do Exército Brasileiro.
comment image

Agnelo
Agnelo
Reply to  ALFA BR
4 meses atrás

Prezado
A nova estrutura prevista não é mais essa.
A Cia Eng evoluirá pra Btl Eng e a Art pra 155.
Sds

Carvalho
Carvalho
Reply to  Agnelo
4 meses atrás

Creio também que são 3 RCMec

Schneider
Schneider
Reply to  ALFA BR
4 meses atrás

Qual a diferença entre um regimento de cavalaria blindado e um regimento de carros de combate?
E quando fala regimento, é tamanho de batalhão, certo? Não tem vários batalhões dentro do regimento, correto?

ALFA BR
ALFA BR
Reply to  Schneider
4 meses atrás

Regimento é a denominação das OM de valor unidade da arma de Cavalaria no Exército Brasileiro. Na Infantaria é Batalhão e na Artilharia é Grupo. As subunidades de Cavalaria são chamadas de Esquadrão, na Infantaria é Companhia e na Artilharia é Bateria. O Regimento de Carros de Combate (RCC) e o Regimento de Cavalaria Blindado (RCB) são organizações militares (OM) de valor unidade da arma de Cavalaria.  Os RCC são organizados em um Esquadrão de Comando e Apoio e quatro Esquadrões de Carros de Combate, sendo assim quaternários (possuem quatro elementos de manobra). São totalmente equipados com carros de combate.… Read more »

ALFA BR
ALFA BR
4 meses atrás

Características das Brigadas de Infantaria e Cavalaria Mecanizadas.

comment image

Last edited 4 meses atrás by ALFA BR
ALFA BR
ALFA BR
Reply to  ALFA BR
4 meses atrás

“Já no que se refere às brigadas mecanizadas, o assunto pode tornar-se mais polêmico. Primeiramente porque o Exército Brasileiro até pouco tempo somente possuía um tipo de brigada caracterizada como mecanizada: a Brigada de Cavalaria Mecanizada. A recém-criada Brigada de Infantaria Mecanizada (Bda Inf Mec) ainda estuda sua doutrina de emprego. No entanto, pode-se supor que as novas brigadas terão de cumprir as importantes missões de combate características da Infantaria Motorizada, ainda de fundamental importância para a condução da guerra. Atualmente, as Bda C Mec são organizadas para bem cumprir as missões que exigem maior mobilidade e poder de choque,… Read more »

Carvalho
Carvalho
Reply to  ALFA BR
4 meses atrás

A existência de brigadas de cavalaria e infantaria mecanizadas, cumprindo papéis diferentes, mas com mesmo equipamento, só faz sentido no combate convencional.
Nos cenários mais prováveis onde impera o combate assimétrico, creio que deveríamos unificar as estruturas.
Seria mais barato e flexível.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carvalho
4 meses atrás

Há que se pensar no papel de carros blindados/tanques na guerra moderna.
Assista esse interessante vídeo publicado hoje sobre o que parece ser dois tanques Merkavas completamente expostos a um drone do Hamas.

https://southfront.org/wp-content/uploads/2021/05/T10-.-wat.mp4?_=1

Se fosse um drone armado, os tanques já eram.

Bardini
Bardini
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Esposto a um drone… . Que drone? O que mais tem em um aliexpress da vida, é drone capaz disso aí do vídeo. E é coisa descartável. Tem drone que é capaz de fazer isso aí e tem 149g de peso e 10km de alcance. Cabe no bolso. . Se fosse armado os tanques já eram… . Se fosse armado com o que? Um míssil, capaz de penetrar a blindagem reativa da parte superior do Merkava e do Namer? Pra carregar isso aí, o drone teria que ter algumas centenas de kg, no mínimo… já vira coisa de Força Aérea.… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bardini
4 meses atrás

‘Se fosse armado com o que? Um míssil, capaz de penetrar a blindagem reativa da parte superior do Merkava e do Namer? ‘

Sim.
Dos milhares que o Irã está fabricando e pode começar a distribuir para o Hezbollah (que já os têm), Hamas, Síria quem mais os quiser.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bardini
4 meses atrás

A guerra está mudando.
Mísseis, drones, pequenos dispositivos autônomos difíceis de detectar e altamente letais.
O exemplo mais recente foi na guerra Armênia x Azerbaijão.

Em tempo. Foi noticiado ataque às bases de Tel Nof e Hatzerim em Israel.
Imagine um pequeno entrando dentro de uma base e destruindo equipamentos de dezenas de milhões de dólares.

Bardini
Bardini
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Teu negócio é falar de política, China e afins. Coisas do campo da imaginação. . “O exemplo mais recente foi na guerra Armênia x Azerbaijão.” . Esse é um argumento que muita gente usa, sem nem ter realmente acompanhado. . Israel esteve ligado diretamente a esse conflito, fornecendo o sistema mais mortal de todos, que foi responsável por abrir caminho até para o teco-teco turco fazer showzinho de propaganda. . Aerostar, SkyStriker, Orbiter 1K, Orbiter 3, Harop, Heron TP, Hermes 450 e Hermes 900. Isso aí tudo foi empregado pelo Azerbaijão. De onde é que saiu isso? . “Dos milhares… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Sim, Sim. Sim.

Por que o Merkava com sua proteção ‘ativa no topo do blindado’ teve dois modelos calcinados pelo Hamas ao tentar entrar em Gaza?
Vc deve ter se formado na época do M-60.
Atualmente, carro blindado sem proteção contra drones é presa muito fácil.
E o Brasil nem pensa nisso.
Sugiro que vc acompanhe mais as próprias publicações aqui do Forte sobre o assunto.
Tem muito material.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Vou até te explicar como está funcionando a tática atual de batalha.
Primeiro, pequenos drones suicidas, com alcance menor que 100 km, são lançados, em grandes quantidades, para atacar as baterias anti-aéreas.
Depois outros drones, suicidas ou ‘normais’, atacam as concentrações de tropas, posições de artilharia e carros de combate.
Sugiro que pesquise a experiência turca no uso de drones no conflito na Líbia.
Muito interessante.

Bardini
Bardini
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Isso é tão coisa de G1… Não anima. Tu deveria ficar só com a política e China. . Começa pelo fato de que na tua realidade paralela, não existe EW. Tu fala de dronezinho, como se isso aí fosse grandes novidade. Estais atrasado… O que é “novidade” para as táticas atuais, é o emprego mais disseminado de meios EW, por unidades menores. . Quer saber uma tática dos Russos, que foi empregada na Ucrânia anos e anos atrás, durante a invasão? Ciclos na casa dos 10 min: EW localiza fontes de emissão (até o nível celular), é feita uma triagem… Read more »

EParro
EParro
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Bardini;
sensacional!
Isto sim é que ajuda a:
Desenvolver uma Mentalidade de Defesa no Brasil
A Estratégia Nacional de Defesa apresenta dentre suas metas o desenvolvimento de uma mentalidade de defesa na sociedade.
Nesse sentido, os blogs da “trilogia” Forças de Defesa (http://www.fordefesa.com.br) têm como objetivo tornar os assuntos de defesa parte da agenda nacional, a ponto de influenciar positivamente as políticas governamentais no futuro.”

Agradeço pelo seu conhecimento.

Faver
Faver
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Salve Mestre Bardini, Sua experiência parece interessante e poucos tem a profundidade de seus comentários aqui no blog. Mas fica uma dica, não precisa elencar termos “inutilidades” ou “vai discutir China”… fica parecendo soberba. E se no meio das situações citadas pelo Kings ocorrer alguma que é muito viável? Soberba de nações também perdem guerras!

Last edited 4 meses atrás by Faver
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Em tempo.
Rússia e China já estão treinando com helicópteros que controlam enxames de drones e drones suicidas.

https://naukatehnika.com/mi-28mn-mozhet-upravlyat-royami-dronov-i-bespilotnikami-kamikadze.html

EParro
EParro
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Bardini;
mais uma aula com conhecimento e lucidez!
Nem sempre concordo, mas sempre considero suas informações. Direto ao ponto.
Saudações

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Mais ou menos isso.
Agora, imagine dezenas atacando ao mesmo tempo uma posição estática.
Foi noticiado que os EUA planejam sistemas móveis de defesa contra drones, que é uma interessante para defesa.

https://www.timesofisrael.com/liveblog_entry/netanyahu-drone-shot-down-earlier-this-week-was-iranian-uav-armed-with-explosives/

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Como sempre, passando vergonha.
Tudologia ideológica.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jagdverband#44
4 meses atrás
EParro
EParro
Reply to  ALFA BR
4 meses atrás

ALFA BR
Ora viva! Muito esclarecedor. Direto ao ponto!

isto sim é que ajuda a:
Desenvolver uma Mentalidade de Defesa no Brasil
A Estratégia Nacional de Defesa apresenta dentre suas metas o desenvolvimento de uma mentalidade de defesa na sociedade.
Nesse sentido, os blogs da “trilogia” Forças de Defesa (http://www.fordefesa.com.br) têm como objetivo tornar os assuntos de defesa parte da agenda nacional, a ponto de influenciar positivamente as políticas governamentais no futuro.”

Agradeço pelo seu conhecimento.

FABIO FERREIRA FERNANDES
4 meses atrás

Partiu comprar Centauros B1 de segunda mão, pq na atual situação as forças armadas não tem condição alguma para Centauros 2

Barak MX para o Brasil
Barak MX para o Brasil
Reply to  FABIO FERREIRA FERNANDES
4 meses atrás

Não está sendo oferecido o B1.

Teropode
Reply to  FABIO FERREIRA FERNANDES
4 meses atrás

Nada de segunda mão , tem um parque industrial robusto em Sete Lagoas , a IVECO está lá , vai gerar empregos e ocupar as mentes da nova geração de Engenheiros brasileiros . Centauro plus , welcome !

Jose Luiz Esposito
Jose Luiz Esposito
Reply to  Teropode
4 meses atrás

Fabricar o Centauro II , pedindo licença aos italianos.Mecanica igual ao Guarani.

Teropode
Reply to  Jose Luiz Esposito
4 meses atrás

Sim , basta observar a evolução da indústria turca , fruto entre outros da associação com os romanos.

ALEX TIAGO
Reply to  FABIO FERREIRA FERNANDES
4 meses atrás

Vira essa boca pra la se for pra ser o 1 prefiro modernizar os Cascavel

Jose
Jose
Reply to  FABIO FERREIRA FERNANDES
4 meses atrás

Prá que? Melhor comprar carro-forte para as GLOs que nossos “heróis” adoram.

Tomcat4,2
4 meses atrás

Iveco na cabeça !!!! Façam suas apostas!!!rs

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

Vou de Iveco ou Patria AMV XP

Francisco Diego Reyes Garcia
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

Interessante pra nos ser o Centauro. Quem sabe uma parceria no Ariete.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

não apostaria todas as minhas fixas

Teropode
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

Tem uma aposta minha na área , Centauro , Amarula e Black label .

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Teropode
4 meses atrás

Vai apostado um Barolo?

Caio
Caio
Reply to  Teropode
4 meses atrás

Que isso pai kkkkkkkk.

Tomcat4,2
Reply to  Teropode
4 meses atrás

To indo de Centauro e uma humilde garrafa de vinho Cançao ou Pergola tinto suave de mesa!!!😁😁😁

Teropode
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

😂😂😂 O pérgola é muito bom 👏👏👏👏

Gelson
Gelson
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

Se fosse um apostador inveterado jogaria todas as minhas fichas no Cen…ooops! Quero dizer, nos Cem Cascavéis recauchutados a serem entregues até 2030 e poucos…Desse mato aí não sai cachorro! É apenas mais uma cena do “teatrinho” de Defesa.

Tomcat4,2
Reply to  Gelson
4 meses atrás

“Sua falta de fé é perturbadora!!!”
Darth Vader

Gelson
Gelson
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

Tomcat4,2.
Sinceramente espero estar (muito) errado. Mas, acho que vai rodar o mesmo velho filme com o mesmo velho final.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

E tome análise todo mês para no final comprar nada ou se comprar, comprar um punhado de veículos. Espero que venham 120mm! E não venham com esse papo que não produzimos, pois conseguimos fazer tranquilamente nesse calibre.

Ramon
Ramon
4 meses atrás

Em vista da situação orçamentária das forças armadas creio eu que vão de centauro II ou uma versão mais nacionalizada do mesmo, ou vão de algum usado de mercado, que provavelmente deve ser os centauros I, aparentemente o EB tá seguindo uma lógica para o futuro, centralizar boa parte dos seus veículos blindados mais leves na Iveco oq facilita manutenção e reposição por a empresa já fazer parte do polo industrial nacional , e os veículos mais pesados como tanques provavelmente vão ser alemães mas esses provavelmente vamos ter certeza só na década de 30 pois tudo indica que os… Read more »

Welington S.
Welington S.
Reply to  Ramon
4 meses atrás

O Centauro B1 não foi oferecido.

Ramon
Ramon
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Olha a matéria
O governo da Itália está oferecendo ao Brasil cerca de 200 blindados de combate 8×8 Centauro B1 em disponibilidade nos estoques do seu Exército.

https://www.forte.jor.br/2019/01/30/italia-propoe-vender-ao-brasil-cerca-de-200-caca-tanques-centauro/

Last edited 4 meses atrás by Ramon
Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Ramon
4 meses atrás

Ramon. Essa matéria é de 2019. Agora o EB solicitou RFI e as propostas apresentadas não contemplam o Centauro 1.
Tem Centauro 2 igual o do exército italiano com canhão de 120mm e tem opção com o canhão de 105 mm, mas ambos para o Centauro 2.

Barak MX para o Brasil
Barak MX para o Brasil
4 meses atrás

Pelo que já foi “vazado” na mídia especializada, o Centauro 2 e Patria AMV XP são as propostas mais sólidas. O Boxer mesmo possivelmente montado em Santa Maria, ainda assim teria um custo de manutenção caro.

Matheus
Matheus
Reply to  Barak MX para o Brasil
4 meses atrás

Boxer é um onibus.
As instalações do Exército e logistica estão preparadas pra lidar com um monstro daquele?

RPiletti
RPiletti
Reply to  Barak MX para o Brasil
4 meses atrás

Quaisquer um destes 3 citados terão custos “caros” se comparados ao que temos atualmente, e se tiverem a manutenção em dia e funcionando, então vai ser um impacto igual aos subs da Marinha… SM tem condições de montar o Boxer sem um investimento médio?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Barak MX para o Brasil
4 meses atrás

Engraçado é saber que apesar de ser um veículo realmente caro, bem a moda alemã assim como outros de seus produtos, como o Airbus Tiger por exemplo, a Lituania está adquirindo quatro variantes do Boxer(88 unidades) para suas forças. O contrato vale quase 390 milhões de euros (USD 435 milhões). Tudo bem, sei que é uma comparação esdrúxula pôr Brasil e Lituânia na mesma balança, mas a mesma Lituânia a pouco tempo usava equipamentos soviéticos e hoje estão usando equipamentos ocidentais como os já mencionado boxers,200 oshkosh L-ATV, Humvees,Unimogs entre outros… Seu orçamento excede os 2% determinados pela nato,com um… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Adriano Madureira
Welington S.
Welington S.
4 meses atrás

IVECO leva essa.

Teropode
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Se manterem uma coerência e quiserem dar uma identidade a produção de blindados no Brasil …..sim , Centauro 2.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Teropode
4 meses atrás

Tudo indica que será. Não creio que o EB vá querer perder essa oportunidade com a IVECO, tendo em vista que nós já temos a fábrica pré-instalada no país. A pelea vai ficar entre Centauro II e Patria. No fim, Centauro II ganha. Bom, vamos ver.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Um Exército moderno tem de se preparar, agora, para a proteção desses veículos blindados de ataques aéreos principalmente de drones e pequenos drones suicidas.
As imagens recentes da guerra Armênia x Azerbaijão e as situações mostradas pelos russos quando enquadraram diversas unidades turcas na Síria, dá a noção do perigo que carros blindados e tanques vão passar nos futuros campos de batalha.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Welington S.
4 meses atrás

Será um enorme campo para desenvolvimento militar e possibilitará o ataque de forças pequenas e/ou irregulares contra formações tradicionais.

https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2021/01/drones-dominam-historia-militar-de-2020-e-abrem-brecha-a-paises-pobres.shtml

Luís Henrique
Luís Henrique
4 meses atrás

E os candidatos até agora divulgados pela mídia:
1) Centauro 2 com canhão 105 ou 120 mm da Iveco/ oto melara
2) LAV 700 FSV 105 mm da general dynamics
3) ST1 com canhão 105mm da Norinco
4) AMV xp da Patria com 2 opções de 105mm e 2 opções de 120 mm
5) Boxer com canhão 105 mm da KMW / rheinmetall
6) Eitan com canhão 105 mm da Elbit israelense

7) a Turquia e os EAU também estão oferecendo opções…

Luís Henrique
Luís Henrique
4 meses atrás

O projeto nova couraça tinha definido que o peso máximo deveria ser de 30 toneladas.
Porém a maioria dos candidatos superam esse peso.
O Patria AMV XP pesa 32 toneladas na versão básica, sem a torre. Com um canhão de 105 ou de 120 mm o peso será maior.

Ótimo que o nível de proteção blindada de vários candidatos é muito boa, com exceção ao st1 da Norinco que é mais leve.

Centauro 2, LAV 700, Eitan e Patria AMV XP todos superam 30 toneladas e oferecem nível de proteção muito bom.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Luís Henrique
4 meses atrás

O requisito de Max 30 ton é obrigatório ou desejável?

rdx
rdx
4 meses atrás

Provavelmente vamos receber um lote de Centauros B1 do exército italiano. O Centauro 2 possui custo proibitivo. Pensar em Centauro 2 na atual conjuntura beira o delírio.Para se ter uma ideia dos custos, os italianos pagaram 1,5 bi de Euros por 150 veículos + suporte de 10 anos.

Henrique de Freitas
Henrique de Freitas
Reply to  rdx
4 meses atrás

Boa tarde RDX,

Uma Carreta Volvo, FH 540 custa algo em torno de R$700.000,00. Sinceramente, R$6.400.000,00 por um blindado desse nível com 10 anos de manutenção, considerando a escala e a especificidade do produto, o preço não me parece nada desproporcional. Se considerarmos que uma colheitadeira nova, custa algo em torno de R$2M, o preço em questão é plausível.
Abraços

ALEX TIAGO
Reply to  Henrique de Freitas
4 meses atrás

Henrique os numeros apresentado pelo RDX são bem proximos da realidade acredito que seja o valor real pagos pelos Italianos mas e EURO e não REAIS se fosse reais nem ia mudar nada ia pegar substituir a frota toda mas não e o caso são euros.

rdx
rdx
Reply to  Henrique de Freitas
4 meses atrás

Eu acho que essa conta está errada. São 10 milhões de Euros (R$ 65 milhões) por unidade.

ALEX TIAGO
Reply to  rdx
4 meses atrás

RDX. Para com isso se for pra faer isso e melhor nem fazer investir em carros ja velhos não da e ainda vc ja viu como são armazenados esses carros B1 estão no relento sol e chuva a muito tempo boa parte deles tem um video no youtube, essa de pegar esse carro para restaura-lo de deixar como 20 anos atras não vira.

rdx
rdx
Reply to  ALEX TIAGO
4 meses atrás

Lembrando que a Iveco ofereceu o Centauro B1 ao EB em 2001. Ele chegou a ser avaliado mas, como já era de se esperar, morreu nas intenções. Mais desanimador que ler isso é saber que o EB está interessado em modernizar o Cascavel, justamente o veículo que devia ter sido substituído pelo Centauro B1 (que já está obsoleto no cenário europeu) 20 anos atrás!

Last edited 4 meses atrás by rdx
ALEX TIAGO
Reply to  rdx
4 meses atrás

RDX, concordo que e desanimador mas pensando em atualidade o modelo 2 e bem vindo mas o modelo um se eu pudesse optar eu dispensaria agora outra coisa nem sempre economizar e bom então que venha o2 com canhão de 120mm porque o 105mm ja deu seu tempo e evolução e podemos estar a frente dos demais ou ao menos iguais as ameaças.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
4 meses atrás

ótmo!!! Tem a notícia de obuseiros L-119 de 105mm e estão analisando os futuros obuseiros de 155 mm. comendo pelas beiradas a FAB e o EB estão aos poucos tocando seus projetos. A MB que nem fala nada sobre as Tamandares, acho que assinatura do contrato ou no segundo semestre ou ano que vem.

Up The Irons
Up The Irons
Reply to  Marcelo Andrade
4 meses atrás

Exatamente! Eu vejo o EB e a FAB, mesmo devagar, se mexendo e buscando a modernização de seus meios. A MB parece uma tartaruga que parou na década de 80 e não quer sair de lá…

Bardini
Bardini
4 meses atrás

4 milhões de Euros por Centauro II, isso chutando baixo. Um bom SLI vai jogar esse preço na Lua. . Para 200 unidades, são 800 milhões de Euros. Isso aí dá bons R$ 5,2 bilhões de reais, comprando da IVECO BR, sem o suporte na conta. Não é por nada que já se fala desse número de 98 unidades… . Aí entra o questionamento que mais importa, antes de qualquer outra coisa: de onde é que vai sair o dinheiro, se atualmente não existe capacidade própria de aquisição no EB? Vai virar mais um “projeto estratégico” impagável e sem condições… Read more »

Gabriel
Gabriel
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Em nota, Agência Verde-Oliva/CCOMSEx, acaba de informar que a Comissão, composta por integrantes do EME, COLOG, COTER, SEF, DCT e CMS, com o apoio de entidades civis especializadas em gestão de projetos complexos e engenharia de sistemas, será dissolvida e não participara mais dos trabalhos e estudos para a aquisição de uma nova viatura blindada de Cavalaria. Para o estudo será contratado um único Doutor em Ciências Militares, especializado em Gestão e Finanças, Perito em manutenção, Mestre em Doutrina Militar, tendo se aperfeiçoado também em Cursos de emprego de Blindados na Alemanha, Espanha e EUA, além de ter mais de… Read more »

Bardini
Bardini
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Poxa, que bom cara! E resolvemos dois problemas de uma só vez. Primeiro, nós abrimos um espaço sem precedentes, para cortar muita gente da nossa estrutura. Segundo é que não vamos contratar nada, sem ter a garantia de que possa ser pago, dentro de uma média histórica de orçamentos do EB, com projeção dos outros gastos futuros. “…além de ter mais de 30 anos de experiência na área de blindados do Exército Brasileiro.” . Pois é. Mas esse aí certamente foi o período mais desmotivador e inútil da minha carreira como militar brasileiro. Sabe como é, né?! Tu tais aqui,… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Bardini
Gabriel
Gabriel
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Então você é militar da reserva?: “O bom é que pelo menos fui pra reserva cedo, com muita saúde e ganho integral”. Deve saber que existe a nomeação de militares da reserva como PTTC (Prestação de Tarefa por Tempo Certo). Como você deve saber, também, quando existe relevante interesse da Força, em um militar da reserva, capacitado para executar atividade de natureza militar, no desempenho de uma função especifica, não prevista/existente no QCP, é possível nomear um PTTC (inicialmente por 2 anos, prorrogáveis por até 10 anos). Sai de trás do computador e te apresenta em algum Cmdo Militar de… Read more »

Gabriel
Gabriel
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Uma parte dos entusiastas, que costuma a comentar, tem um comportamento bastante interessante. O Bardini, descreve soluções para os mais variados problemas do EB, normalmente criticando o Cmdo do Exército ou o Órgão responsável pela questão. No ultimo comentário ele destacou que é “militar da reserva”, ou seja, foi da ativa. Ao tomar conhecimento da situação, eu tive a obrigação (ou melhor, o dever) de relembrar, o mesmo, que existe uma maneira “prevista” para ele poder efetivamente “fazer a diferença”, estando na reserva ou seja, ser nomeado PTTC (Prestador de Tarefa por Tempo Certo) no EB (recebendo inclusive um adicional… Read more »

A6MZero
A6MZero
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Não Precisa ser ex-militar para analisar as contas, orçamentos e empenhos das forças armadas e ver que elas não batem.

Estamos a anos esticando a corda jogando as contas pra frente atrasando pagamentos e sofrendo com juros e multas de contratos já firmados…

Na verdade as contas da maioria das pastas da união não batem tanto que o deficit publico vem em escalada desde do inicio dos anos 2000.

Já passou da hora de uma reforma administrativa e de gestão nas forças, por que essa é a única forma de projetos como esses e outros vindouros vingarem.

Flanker
Flanker
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Eu acho, só acho, que o Bardini nunca foi militar…..ele entrou no espírito da tua ironia e tb foi irônico e tu acreditou que ele falou sério……e ainda por cima ele deu uma cutucada na aposentadoria dos militares, qdo disse que foi pra reserva com saúde (jovem) e com vencimento integral…..

Bardini
Bardini
Reply to  Flanker
4 meses atrás

Pois então…
.
Vou ter que desenhar na próxima vez, rsrs.

Dario
Dario
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Poxa, Bardini, entregou o jogo e acabou com a diversão. Eu estava aqui rindo de rachar o bico. Mas acho que, pelo nível atual, não vão faltar novas oportunidades.

Nascimento
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Ad verecundium? Apelo a autoridade como argumento?. Não adianta os comandantes terem diversos diplomas, certificados e doutorados se a força esta completamente mal equipada. Temos carros de combate inferiores a adversários regionais como o Chile e a Venezuela e defesa anti-aérea praticamente inexistente. As FAs seguem sem rumo e objetivos claros. Surgem planos e projetos megalomaniacos que são iniciados e nunca terminados ou super atrasados, ocorrendo sempre mudanças no meio do caminho, a maioria das quais, lastreadas na desculpa da falta de verbas, isto apesar do imenso orçamento que o país dispõe no setor ser realocado para salários de ativos… Read more »

Gabriel
Gabriel
Reply to  Nascimento
4 meses atrás

Meu amigo, a questão de “completamente mal equipada” não se traduz efetivamente com a realidade. Existe sim áreas que estão deficientes e sem justificativa para tal, como a AAe, porém existem sim áreas muito bem equipadas e perfeitamente adequadas, como a Artilharia de foguetes (apenas dois simples exemplos). Existem sim objetivos e planos claros e não são “megalomaniacos”. Se existe um único projeto que pode ser considerado fora da curva é o do SubNuclear e ainda com restrições. É verdade, por volta de 80% do orçamento é destinado ao pagamento de pessoal, o que é uma distorção que está sendo… Read more »

A6MZero
A6MZero
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Nossa artilharia de foguetes é razoável, mas dizer que é bem equipada é um pouco demais. Não possuímos foguetes guiados, não possuirmos drones para aquisição de alvos, etc… No geral temos pequenas ilhas de excelência pequenos pontos em que não estamos completamente defasados mas estamos muito muito distantes de países com economia de tamanho similar a nossa. E se realmente estamos limitados legalmente para fazer mudanças necessárias de forma mais rápida pq não se leva ao legislativo projetos para mudanças na legislação vigente ? (provavelmente pelo lobi de militares envolvidos na política que defendem com entusiasmo manter benefícios pessoais, mas… Read more »

Welington S.
Welington S.
Reply to  Gabriel
4 meses atrás

Caramba… e eu lendo o que você escreveu na maior seriedade aqui, achando que já tinha dado problema kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Augusto Motta
Augusto Motta
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Vão comprar só meia dúzia de centauros e depois que o dinheiro sumir vão comprar algumas dezenas de segunda mão via FMS, é isso q vai acontecer, já vimos isso tantas vezes.

Danieljr
Danieljr
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Cuidado aí Bardini. Esses dias eu questionei a capacidade de pagamento e manutenção das Forças quando saiu a notícia do novo Transporte para a FAB e o pessoal não gostou não. Na real, eu acho que os oficiais sabem que não poderão comprar nada se contratarem um contador pra olhar o caixa e os “projetos estratégicos”, mas ficam nessa de grupos de estudo, agora vai, etc que é pra dar notícias e ânimo no pessoal “estamos trabalhando aqui, olha só”. Igual político. Teve um prefeito eleito na última eleição em uma cidade próxima que prometeu que todos os alunos da… Read more »

Caio
Caio
Reply to  Danieljr
4 meses atrás

Eu sou favorável a compra dos centauros devido a facilidade de logística, por já possuirmos veículos da mesma empresa , PORÉM como bem lembrou o Bardini, se houver meios financeiros e sem demasiado gasto.
As críticas sobre o comentário do Bardini, além de infantis, devem ter saído dos youtubados, que absorvem o que vêem nesse meio, sem qualquer trabalho de questionamento.

Teropode
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Isto é o básico , se tiverem que mendigar para modernizar a força ,o melhor a fazer é se entregar de vez a quem tenha competência para administrar isto aqui .

rdx
rdx
4 meses atrás

Tudo sobre o Centauro II

https://tanks-encyclopedia.com/modern-italy-b2-centauro/

“The total price to build the vehicles amounts to approximately €1.5 billion (US $1.71 billion) and includes, in addition to the 150 vehicles, spare parts and logistic support from the Leonardo Finmeccanica experts for the next 10 years.”

Paulo Costa
Paulo Costa
4 meses atrás

A Iveco pode receber os Centauros 1,revisão geral e teremos um bom
blindado sob rodas, e mais barato tambem.

Centauro-B1.jpg
ALEX TIAGO
Reply to  Paulo Costa
4 meses atrás

Eu to fora sem chances se fizer isso seria total descompromisso com a nação

Caio
Caio
4 meses atrás

Centauro 2 o óbvio.

Wilson França
Wilson França
Reply to  Caio
4 meses atrás

O óbvio está mais pra nada.

João
João
4 meses atrás

Torço pela oferta da Iveco, mas todas as ofertas trarão um grande salto de capacidade para os Pel C Mec

sub urbano
sub urbano
4 meses atrás

Vai ser Centauro 1 pessoal… Obsoleto e recauchutado pela Iveco. Jogo de cartas marcadas vcs sonham demais.

Gabriel BR
Gabriel BR
4 meses atrás

Vai ser uma disputa acirrada.
Meu palpite para os três finalistas seria: Centauro II ; Eitan ; Boxer.

Mattos
Mattos
4 meses atrás

Iveco Centauro II e fim de papo. O resto não tem um parque industrial no Brasil.

orivaldo salvador
4 meses atrás

Pelo menos quando se fala em analisar propostas e não comprar nada, estamos sempre na vanguarda

Allan Lemos
Allan Lemos
4 meses atrás

Se a incompetência do Estado brasileiro não tivesse destruído a Engesa ou desistido do Guarani 8×8 sem nem ao menos ter começado, poderia haver um concorrente nacional nesta disputa. Mas preferem passar a vida fazendo compras de prateleira do que tentar desenvolver a indústria nacional.

Flanker
Flanker
4 meses atrás

Pra comprar um veículo novo, como o Centauro II, tem que comprar junto um pacote de manutenção e suporte integrado. Como já foi colocado aqui, a própria Itália comprou os veículos e umvpacote de suporte por 10 anos para a frota e pagou a “bagatela” de 10 milhões de euros a unidade!!! Ao câmbio de hoje, daria 64,5 milhões de reais por unidade! O EB citou em materias anteriores, a quantidade de 221 unidades. Isso daria R$14.254.500.000,00!!! Totalmente fora da realidade brasileira. Devaneio e sonho completo!!!

pgusmao
pgusmao
4 meses atrás

Isso vai longe, até analisarem serão criadas muitas “comissões de verificação”, muitas viagens para “estudar ” os prováveis candidatos, por meio de várias comitivas, as quais se reunirão um dia para chegarem aos melhores escolhidos, daí por volta de 2030 teremos os finalistas, sendo escolhido o vencedor em 2035.

SCBR - Defesa Nacional
4 meses atrás

Análise estratégica do comercio internacional de armas, custos e benefícios de se tornar um fornecedor ou comprador de armamento.

https://youtu.be/gCRxJaxlAMA

Alois
Alois
4 meses atrás

Gostaria apenas de perguntar a todos os debatedores, alguém lembra quando o Brasil esteve sem alguma crise financeira e capacidade de comprar equipamentos modernos?, ficar aqui falando que não estamos com capacidade de investimento é ser simplista, falta sim, vontade política, planejamento, organização e bom senso, quando se tem um dos maiores orçamentos entre os ministérios, sendo que aproximadamente 80% disso vai para despesas com pessoal ativos e inativos, fica muito difícil qualquer defesa. O MD necessita de recursos perenes e continuados para reequipamento nas 3 forças, pois muito mais custoso é iniciar projetos que se arrastam por anos e… Read more »

Alois
Alois
Reply to  Alois
4 meses atrás

Ainda em continuação ao pensamento, tenho uma sugestao, que antes de ser criticado é uma idéia, não quer dizer que seja 100% bom, nenhum será, mas nunca vi alguém colocar alternativas perenes para a falta de fundos das FA’s. Sugiro criar um fundo para cada força, com recursos oriundos, de taxas diferentes, exemplos, para o exército, taxa sobre qualquer exploração mineral em terra, tudo como minério de ferro e petróleo, ouro etc, para a Marinha o mesmo mas no mar e rios, para a força aérea sobre o transporte e prestação de serviços aéreos, esse fundo seria epenas e somente… Read more »

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
4 meses atrás

Eu vi esse vídeo hoje, e me deu muita tristeza…

https://youtu.be/Kfe6d6MzeLM

Flanker
Flanker
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Por que??

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Flanker
4 meses atrás

Por quê é verdade, Flanker. Eu estou nas fileiras, e aproximo o fim da minha carreira militar, pois já estou com 48 anos. Quando entrei, a qualidade do recruta a ser treinado era em grande parte…
Macho, porra!!! Não sei como dizer isso de outra forma.
Hoje em dia, as fileiras estão repletas de recrutas que caberiam direitinho em um grupo Kpop. Muitos, se levarem um tapa, caem chorando e desmunhecando.
O outro dia fiquei até sabendo do Seal, que…virou trans!!!
Assim não dá mais, né?

0nUBr.jpg
Last edited 4 meses atrás by Joao Moita Jr
Teropode
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Culpa do socialismo ocidental que é altamente contaminado com hormônios femininos 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Flanker
Flanker
Reply to  Teropode
4 meses atrás

O problema é que, se proibem homossexuais , trans, etc de entrarem nas FFAA, são taxados de todo tipo de impropérios, chamam de machistas, homofobicos, etc….se permitem, viram motivo de criticas e piadas. Coisas da democracia.

Last edited 4 meses atrás by Flanker
Flanker
Flanker
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Tu já participou de operações reais, não é? Já viu militares dos EUA agindo de forma covarde, amedrontada,chorando, desesperados e “fugindo da briga”?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Uma guerra contra a China seria a reedição do ‘rolo compressor soviético’.
Só que agora, chinês.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

eu me acabei de rir

Flanker
Flanker
Reply to  Gabriel BR
4 meses atrás

Por que?

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Flanker
4 meses atrás

Porque o vídeo é coisa de gente que não tem a menor noção sobre forças armadas , vão encher o US Army de SJW …gente que não tem perfil psicológico para suportar os efeitos deletérios do T.O.

Flanker
Flanker
Reply to  Gabriel BR
4 meses atrás

E o que garante que os grandes, machos e invencíveis soldados chino-russos são imunes aos efeitos do Como o de batalha? Quantos milhares e milhares de soldados “convencionais” , com o estereótipo do soldado cascudo, já desmoronaram psicologicamente durante uma guerra? Não defendo que um exército deva ser constituído por gazelas saltitantes, mas esses conceitos de que cara fechada, grito alto e ordem unida impecável ganham guerra, não é beeeeem assim……

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Flanker
4 meses atrás

O tempo é senhor da razão

João Adaime
João Adaime
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Nem tudo está perdido.

x exercito.jpg
rdx
rdx
Reply to  João Adaime
4 meses atrás

Se não fosse o soldado armado com IA-2 eu diria que já tinha visto essa foto na década de 90.

Flanker
Flanker
Reply to  rdx
4 meses atrás

Desculpa a ignorância, mas qual dos soldados da foto está com o IA-2?

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Flanker
4 meses atrás

o do centro , eu adivinhei pela coronha da arma

Flanker
Flanker
Reply to  Gabriel BR
4 meses atrás

Pra mim, é tudo FAL. Não vejo diferença nenhuma entre todos os fuzis que aparecem na imagem.

ALFA BR
ALFA BR
Reply to  João Adaime
4 meses atrás

Bom… Em uma pesquisa feita em 2020 com 99 militares da ativa (02 Coronéis, 03 majores, 62 Capitães, 5 Tenentes e 27 Sargentos) que serviram ou serviam no CMA e CMN nos 3 anos anteriores, foi perguntando se acreditavam que suas tropas estivessem devidamente adestradas para perações convencionais (Ofensivas e Defensivas) em ambiente de selva.  A resposta deveria ser dada em notas de 1 a 5, onde cada cada nota representava um percentual de adestramento, onde 1 significa estar até 20% adestrada e 5 significa estar 100% adestrada. O autor considerou que para a tropa ser considerada devidamente adestrada o nível… Read more »

João Adaime
João Adaime
Reply to  ALFA BR
4 meses atrás

Caro ALFA BR
Não se trata de adestramento mas de postura. São guerreiros e não bailarinos (nada contra, mas são funções diferentes).
Postei a foto para mostrar ao João Moita Jr que por aqui ainda temos combatentes. Você pode adestrar um guerreiro, mas não pode transformar a geração nutella em guerreiros.
Abraço

Teropode
Reply to  João Adaime
4 meses atrás

Deu a impressão que eles estão ateando fogo na floresta , é isto ?

João Adaime
João Adaime
Reply to  Teropode
4 meses atrás

Caro Teropode
Não faço a mínima ideia, mas não deve ser isso. Deve ser neblina ou algo parecido.
Abraço

Anthony
Anthony
4 meses atrás

Mas q tipo? 8×8? Texto muito vago….

rdx
rdx
4 meses atrás

Deficiências do EB: Fuzis e metralhadoras modernas – A massa ainda usa FAL/FAP, falta um bom DMR (caçador com FAL é uma piada), temos poucas Minimi, MAG velha com tripé é outra piada e se bobear ainda existe M2HB da 2GM em serviço Lança granadas – não temos lança granadas automáticos e são poucos M203 e MGL. Granada de bocal é outra piada. Fardamento, acessórios e equipamentos de proteção – sem comentários. Capacete PASGT da década de 80 e suspensório do Vietnã? Visão noturna – incipiente Aviação – Faltam helis de ataque e drones. Faz falta um Chinook para tansportar… Read more »

Last edited 4 meses atrás by rdx
rdx
rdx
Reply to  rdx
4 meses atrás

Correção: EOD (descarte de material explosivo) e IEDD (descarte de dispositivos explosivos improvisados)

sub urbano
sub urbano
Reply to  rdx
4 meses atrás

Não dá pra botar dinheiro em uma Infantaria que irá render pouco no campo de batalha, seja por treinamento deficiente ou desmotivados por uma sociedade escravocrata (conscritos = exercito de escravos). Seria como um exercito árabe que se rende aos montes no Iraque ou foge e deixa as armas para os rebeldes no Yemen.

Zé bombinha
Zé bombinha
4 meses atrás

Senhores…Serão complementares o escolhido e o cascavel…não atoa falam em adquirir de 98 a 221…e modernizar de 98 a 201 cascavéis.. imagino que vão comprar 98 e vão modernizar 201! Queria que comprassem 221. Estou errado de ver tal maneira?…..não é relacionado ao tema aqui más.. por que, uma vez que querem um 8×8 “caçador”, não vão no msm e façam um IFV 8X8… Isso se não partirem para um tanque mais leve, daí nada contra de ser o MBT e IFV do mesmo “corpo”.

Last edited 4 meses atrás by Zé bombinha
gerson carvalho
gerson carvalho
4 meses atrás

pra que foi mesmo que compraram 2000 Guarani?

Flanker
Flanker
Reply to  gerson carvalho
4 meses atrás

Não serão mais 2044 Guarani. O número total foi revisto e chegará, se tiver grana, a pouco mais de 1500 unidades.

gerson carvalho
gerson carvalho
Reply to  Flanker
3 meses atrás

Eu sei que baixaram para 1500 unidades. Agora você sabia que o preço continuou o mesmo devido a transferência de tecnologia e os gênios da ideia de diminuir o numero foram pra reserva.??

Paulo Costa
Paulo Costa
4 meses atrás

Assisti a videos do centauro 2,e balança bastante,isto diminue a eficiencia da tripulação.
O chassi é mais alto e a torre é enorme,além de mais pesada.
A foto mostra isto.

Centauro 2 rear.jpg
FABIO FERREIRA FERNANDES
4 meses atrás

Comprar blindados 8×8 na atual conjuntura onde o real está desvalorizado é uma aquisição proibitiva para nossa realidade.

Na minha opinião deveria abrir uma licitação para um canhão 105mm em nossos Guarani 6×6, se vocês forem analisar Stryker tem praticamente as mesmas dimensões e peso do Guarani 6×6 e suporta um canhão de 105mm

Adriano Madureira
Adriano Madureira
3 meses atrás

Acho que assim como os KC-390,devido a “pandemia”,certamente a aquisição de blindados subirá no telhado…

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -