sábado, julho 31, 2021

Saab RBS 70NG

Saab recebe contrato do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA para sistemas de treinamento ao vivo de próxima geração

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Gerente do Programa do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA para Sistemas de Treinamento concedeu à Saab o Force on Force Training Systems – Next (FoFTS-Next) Single Award Task Order Contract (SATOC). O contrato tem um valor potencial de US$ 127,9 milhões

O FoFTS-Next SATOC incluirá equipamentos, logística e suporte a exercícios de treinamento dos Fuzileiros Navais dos EUA (MCTIS).

Por meio deste acordo-quadro com futuras ordens de tarefas exercidas, a Saab fornecerá uma capacidade de treinamento ao vivo turnkey completo para incluir entregas de equipamentos para armas e veículos individuais da Marinha, bem como suporte de logística e manutenção e suporte de exercício de treinamento em todas as principais instalações do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA em todo o mundo.

“Garantir a prontidão de nossas Forças Armadas é a base de todos os sistemas de treinamento da Saab. O Saab Live MCTIS Training System é uma solução comprovada que fornecerá treinamento de interoperabilidade para preparar nossos fuzileiros navais dos EUA para a eficácia de combate em operações de múltiplos domínios”, disse Erik Smith, presidente e CEO da Saab nos EUA.

A próxima geração do Sistema de Treinamento ao Vivo MCTIS da Saab substituirá o equipamento atual do Sistema de Instrumentação e Simulação de Engajamento Tático (ITESS) do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

Por meio do uso inovador de tecnologia e de uma filosofia de treinamento comprovada, a Saab oferece soluções e recursos de treinamento líderes mundiais, permitindo a interoperabilidade e o verdadeiro realismo para as forças terrestres. A Saab oferece soluções para treinamento ao vivo, treinamento de tiro real, treinamento virtual e serviços de treinamento.

DIVULGAÇÃO: Saab

- Advertisement -

9 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
nonato
nonato
1 mês atrás

Por que o Forte não faz uma matéria sobre a caçada a Lazaro? Tem muito a ver com estratégia de combate e sobrevivência na selva. De repente entrevistar alguém do ramo para falar sobre estratégias. As polícias estão comendo moscas. Um único homem sem estrutura alguma dando canseira em 200 homens com helicópteros e drones. Parece faltar estratégia e coordenação. Será que mandar alguns especialistas em guerra na selva para ajudar na estratégia não seria útil? Ou uns 200 soldados de selva para circularem a pé, dormirem na mata e nos igarapés… Ou algum cerco cerrado. É possível que ele… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  nonato
1 mês atrás

Zero de relevância, incrível é não terem dito nada apesar de 500mil brasileiros mortos. Fora outras bizarrices como projetos que tornam crime criticar as FA. E o envolvimento de generais da ativa em cargos do primeiro escalão do governo.

nonato
nonato
Reply to  carcara_br
1 mês atrás

Você deve apoiar a turma de antes. A turma de Maduro e de Evo Morales. O que tem a ver as vítimas da covid com os militares? Os derrotados em 2018 querem usar a pandemia como trampolim para voltar. Na Russia 130 mil óbitos. Na França 120 mil óbitos. No Brasil, a turma que defende aborto e liberação de drogas, a turma que venera Stalin e mao tse tung quer posar de freira de convento. No Brasil, abutres querem se aproveitar de cadáveres para se dar bem. Um político famoso até simulou choro. Outro comemorou a chegada do coronavirus. Em… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  nonato
1 mês atrás

Ainda pergunta…. Sou da turma que não ficou cega por ódio ideológico. Um general da ativa comandava o MS na pior fase da pandemia. É um governo que tem mais militares que muitos governos durante o regime militar. É um regime que claramente está distribuindo benesses e privilégios a militares criando uma casta de privilegiados, na tentativa de angariar apoio, sabe quem fez isso também? o Sr. Chaves. Se 500 mil pessoas não é um assunto geopolítico estratégico pra esse país nós damos tanto valor a vida do brasileiro quanto Mao e Stalin deram respectivamente aos chineses e russos. Não… Read more »

nonato
nonato
Reply to  carcara_br
1 mês atrás

Sim, vários grupos derrotados em 2018, tentam denegrir a imagem do governo no exterior.
A turma do mensalão e do petrolao quer voltar.
Petrolao- maior escândalo de corrupção do mundo
Era esse pessoal que era bem visto lá fora?
Os fundadores do foro de São Paulo?
Apoiadores dos regimes autoritários de Fidel, Msduro, evo Morales e de Ortega que está prendendo todos os opositores???

nonato
nonato
1 mês atrás

O caso Lázaro tem tudo a ver com guerra na selva.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  nonato
1 mês atrás

Não tem nada a ver com guerra na selva, é apenas um psicopata que utilizou da mata pra fugir da polícia e aterrorizar a população local. Isso é papel de polícia, e não do EB, foge totalmente do que é a temática abordada no blog, que é geopolítica, materiais militares, tecnologias e etc.

Michel
Reply to  nonato
1 mês atrás

Quais fundamentos teóricos você utiliza para tal afirmação?

Há dois lados antagônicos em confronto (aberto ou velado) para essa ocorrência policial ser caracterizada como uma “guerra”?

Last edited 1 mês atrás by Michel
nonato
nonato
1 mês atrás

Soldados de selva são treinados para se moverem, se esconderem, sobreviverem e lutarem na selva. Não digo necessariamente que soldados tivessem que ir. No mínimo a caçada tem muito a ver com sobrevivência e táticas na “selva”. Uma matéria a respeito com especialistas tem tudo a ver. Quanto ao envio de 50, 100 ou 500 homens seria mais realista e útil do que muitos treinamentos. Uns 50 homens passarem 3 dias nos rios, dormindo, comendo “ração”. Diferente de PMs que talvez evitem molhar a farda ou depois de 8 horas de trabalho tenha que voltar para a cidade para comer… Read more »

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -