sábado, setembro 18, 2021

Saab RBS 70NG

Exército dos EUA realiza tiro de combate com a primeira arma a laser

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

FORT SILL, Oklahoma – Como líder em tecnologia nova e emergente, o Exército dos EUA está empregando recursos de próxima geração para avançar suas Operações Multi-Domínio e criar capacidades.

Em nenhum lugar isso é mais evidente do que com Directed Energy (Energia Dirigida), onde em 24 meses o Exército aproveitou a promessa dos lasers, integrou-os a uma plataforma e produziu seu primeiro protótipo capaz de combate.

Oferecendo letalidade contra sistemas de aeronaves não tripuladas (UAS) e foguetes, artilharia e morteiros (RAM), as armas a laser agora aumentam a capacidade de defesa aérea e antimísseis do Exército, enquanto reduzem o custo total do ciclo de vida do sistema por meio da redução da demanda logística.

Neste verão, o Gabinete de Capacidades Rápidas e Tecnologias Críticas do Exército (RCCTO), juntamente com a Equipe Funcional Cruzada de Defesa Aérea e de Mísseis, o Centro de Excelência de Tiro e o Comando de Teste e Avaliação do Exército dos EUA, levaram o Stryker equipado com laser para Fort Sill, Oklahoma como parte de seu Tiro de Combate da Directed Energy-Maneuver Short-Range Air Defense (DE M-SHORAD). Com o objetivo de ajudar a proteger as divisões e equipes de combate da brigada contra ameaças de UAS e RAM, o RCCTO está entregando um pelotão de quatro Strykers equipados com laser até o ano fiscal de 2022.

“Esta é a primeira aplicação de combate a lasers para um elemento de manobra no Exército dos EUA”, disse o Tenente-general L. Neil Thurgood, Diretor de Hipersônica, Energia Dirigida, Espaço e Aquisição Rápida, que inclui o RCCTO. “A tecnologia que temos hoje está pronta. Esta é uma porta de entrada para o futuro.”

No Combat Shoot-Off, o Stryker enfrentou uma série de cenários realistas projetados para estabelecer, pela primeira vez no Exército, as características desejadas para os futuros sistemas DE M-SHORAD.

“Este foi um esforço como nenhum outro”, disse o coronel G. Scott McLeod, gerente do programa RCCTO do DE M-SHORAD. “Estamos construindo e entregando uma capacidade totalmente nova. Esta não é uma modificação ou atualização. Demorou apenas 24 meses para a equipe combinada do governo e da indústria projetar, integrar e ter tudo pronto para funcionar em um ambiente operacional.”

O esforço de prototipagem DE M-SHORAD é parte da estratégia de modernização do Exército para defesa aérea e antimísseis. O Combat Shoot-Off, que terminou no final de julho, treinou soldados para operar a nova arma defensiva, utilizando tecnologia de imersão de última geração para familiarizá-los rapidamente com o sistema DE M-SHORAD. Em poucos dias, eles estavam operando o sistema, demonstrando proficiência na aquisição de alvos, seleção de pontos de mira e engajamentos.

O design centrado no soldado, incorporado ao longo do esforço de prototipagem, surgiu de maneiras únicas. Por exemplo, quando chegou a hora de treinar, os soldados que operavam o sistema sugeriram o uso de controladores de jogos comerciais como uma melhoria em relação ao controlador padrão. Eles utilizaram modelos tridimensionais dos Strykers em um dispositivo portátil para que pudessem virtualmente percorrer o sistema em modo de raio-x para dissecar as partes e peças. Esta instrução também ofereceu acesso online aos manuais de treinamento do sistema, medidas e dimensões e módulos interativos.

O Combat Shoot-Off culminou com os soldados executando uma série de cenários projetados para emular ameaças e cenários de combate realistas. O sistema de armas DE M-SHORAD demonstrou as características de design e critérios de desempenho estabelecidos para o programa, representando um passo importante na conclusão do protótipo a tempo para um campo no ano fiscal 2022.

“Este evento atingiu um marco importante e é um grande exemplo de prototipagem rápida”, disse o Dr. Craig Robin, vice-diretor do Escritório de Projetos DE do RCCTO. “Pela primeira vez, tínhamos um laser capaz de combate ao alcance, atuando contra ameaças realistas. Sabemos que não será perfeito, mas continuaremos a trabalhar com os soldados para incorporar seu feedback e as lições aprendidas com esta avaliação no projeto para ajudar a informar os sistemas de energia direcionados no futuro.”

Para abordar o suporte e a infraestrutura em torno dos lasers de protótipo, o RCCTO utiliza um fórum exclusivo de partes interessadas conhecido como Octagon. Este grupo integrado de partes interessadas inclui representação de todos os aspectos da Doutrina, Organização, Treinamento, Material, Liderança, Pessoal, Instalações e Política. O grupo trabalha em paralelo com o desenvolvimento do protótipo, garantindo que os elementos certos estejam prontos quando os protótipos forem entregues.

“Este é um protótipo e vamos aprender com isso”, disse Thurgood. “Precisávamos disso para fazer duas coisas: projetá-lo de forma que seja seguro o suficiente para dar aos soldados e garantir que se engaje com o alvo necessário. O projeto de ciência nesta tecnologia acabou. É hora de dar aos nossos soldados essa capacidade operacional inédita.”

FONTE: U.S. Army

- Advertisement -

79 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
79 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Régis
Régis
29 dias atrás

E assim começa a guerra do futuro. E a Turquia também está desenvolvendo um sistema de laser, que cega os sistemas ópticos dos drones inimigos. Resta saber o que China e Rússia vão fazer para igualar e contra-atacar agora.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Régis
29 dias atrás

A Rússia já tem um sistema semelhante chamado Peresvet em operação.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
29 dias atrás

E a China já apresentou um fuzil laser capaz de carbonizar tecido humano.
A arma é considerada não letal, porque se disparada uma única vez não causa danos.
Entretanto, vários disparos seguidos causam carbonização instantânea de tecidos, inclusive pele humana.

https://olhardigital.com.br/2018/07/02/noticias/cientistas-da-china-criam-fuzil-de-laser-capaz-de-carbonizar-um-alvo/

Andromeda1016
Andromeda1016
Reply to  Antoniokings
29 dias atrás

Nossa esse rifle ia ser útil para acender o carvão no churrasco lá de casa rsrsrsrs

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Andromeda1016
29 dias atrás

A ideia é dar um ‘calor’, principalmente em pessoal em manifestações.
Principalmente para aqueles que vão para o Colégio São Bento com a Mercedes do pai e vão se manifestar contra aumento R$ 0,20 nas passagens de ônibus.
kkkkkk

Teropode
Reply to  Antoniokings
29 dias atrás

Kkkk kkkk kkkkKKK que engraçado.

Bosco
Reply to  Teropode
28 dias atrás

rsss

Pedro
Pedro
Reply to  Antoniokings
29 dias atrás

Verdade AMigo. Dar um calor nos coitados de Hong Kong, né?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Pedro
28 dias atrás

Cara.
Depois que os chineses bloquearam a ajuda financeira americana a esses grupos, eles foram desbaratados.
Perderam o objeto.
O anúncio foi feito há umas duas semanas.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
28 dias atrás

Na verdade, o anúncio foi há cinco dias.
Cortadas as fontes de $$$financimanto$$$, o movimento acabou.

https://www.istoedinheiro.com.br/importante-movimento-pro-democracia-de-hong-kong-anuncia-dissolucao/

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Antoniokings
28 dias atrás

Gasolina 6,60 aqui no interior de Pernambuco e vai ter manifestação a favor do Minto kkkkkk

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Inimigo do Estado
28 dias atrás

6,70 no DF.

sergio
sergio
Reply to  Inimigo do Estado
25 dias atrás

O que isso tem haver com a matéria?
so um adendo sou de Recife, essa localização explica muita coisa rsrsrsrs.

Teropode
Reply to  Antoniokings
29 dias atrás

Nossa da para fazer até um churrasco com este fuzil, evitando a queima de carvão e contribuindo no combate do aquecimento global, amo seus links exclusivos …

sergio
sergio
Reply to  Vinicius Momesso
25 dias atrás

não tem nem comparação com o Americano, tente andar com aquela carreta em meio a uma batalha.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Régis
29 dias atrás

Igualar?

Essa tecnologia já está em teste em vários países.

https://olhardigital.com.br/2015/12/02/ciencia-e-espaco/china-mostra-arma-a-laser-em-tv-estatal/

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
29 dias atrás

Não é a mesma coisa lasers de grandes dimensões e este que está num Stryker.
Com estes exemplos que colocou não dá para comparar.
Até acho que a Rússia tem lasers mais pequenos do que apresentou.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Antoniokings
28 dias atrás

Tudo que eles fazem é revolucionário ou pioneiro…Tudo foram eles que criaram….Até a rapadura, acredite… Durante os anos 80 o Programa de Defesa Estratégica Soviético investiu pesado em lasers terrestres capazes de destruir satélites…a tecnologia soviética não chegou a ser concretizada…mas alguns protótipos foram testados no entanto…Lasers eram basicamente a resposta russa para tudo nos anos 1980, os pesquisadores soviéticos examinaram o uso potencial da tecnologia para defesa de campos aéreos… Essas plataformas montadas em caminhões não simplesmente cegariam pilotos como lasers portáteis modernos fazem, elas também derreteriam a fuselagem e colocariam o avião em chamas. A tecnologia superou as… Read more »

Last edited 28 dias atrás by Agressor's
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Agressor's
27 dias atrás

Pois é.
Ficam nesse ‘me engana que eu gosto’ e as coisas vão acontecendo.
E cada vez mais rápido.
Deixa assim que está ficando ótimo.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Agressor's
26 dias atrás

Investiu pesado, mas colocou em operação ? Não..

Da mesma maneira que pesquisaram o avião Stealth e não conseguiram colocar no ar um descente até hoje.

Andre
Andre
Reply to  Agressor's
25 dias atrás

E todo esse conhecimento se perdeu e não pode ser recuperado durante esses últimos anos de bonança da economia russa? Não poderiam fazer um desenvolvimento conjunto com a China?

Cei…

M.@.K
M.@.K
29 dias atrás

Olha aí BOSCO, aquela indagação que lhe fiz parece que está se tornando realidade.

Bosco
Reply to  M.@.K
29 dias atrás

Pois é!
Vários países estão colocando em operação esse tipo de armas (EUA, Turquia, China , Rússia, Israel, Japão, Alemanha, Índia, etc.).
Em uns 20 anos acho que muito arma com projéteis e mísseis vão deixar de existir.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Bosco
29 dias atrás

Também acho…

Francisco Lúcio Sátiro Maia Pinheiro
Francisco Lúcio Sátiro Maia Pinheiro
Reply to  Bosco
28 dias atrás

De que forma isso poderia ocorrer Bosco? Os mísseis tem um alcance muito grande. A energia dirigida por um laser poderia se dissipar com a distância ou iríamos depender de lasers menores transportados em aviões.

Bosco

Francisco, O que está se desenhando, pelo mens num primeiro momento, é o uso de laser de alta energia contra alvos próximos. As funções que estão mais evidentes: 1- defesa de navios contra ameaças assimétricas (barcos e drones); 2- defesa de forças terrestres e alvos de alto valor contra drones e função C-RAM; 3- utilização em helicópteros e aviões (tripulados e não) contra alvos vulneráveis em terra e no mar; 4- utilização em aviões contra ameaças aéreas, inclusive com capacidade antimíssil, com a vantagem de na função ar-ar a atmosfera ser mais rarefeita, o que reduz a dissipação do feixe.… Read more »

AMX
AMX

O que o laser ainda não tem é a sua dirigibilidade pra poder substituir um míssil.

Nostra
Nostra
Reply to  Bosco
28 dias atrás

DRDO gas dynamic 100KW laser named ADITYA from 2014

Prototype to test technologies for gas dynamic lasers as they are relatively easier to scale up to MW levels

EiWJ9tiUYAEHxZo.jpeg
Up The Irons
Up The Irons
29 dias atrás

Drones, armas à laser, robôs combatentes… Será que o EB terá até a próxima década um MBT com canhão de 120 mm? Será que conseguiremos uma defesa antiaérea de médio e longo alcance baseada em mísseis? Ou tudo isso é muito futurístico e devemos esperar mais?

Slow
Slow
Reply to  Up The Irons
29 dias atrás

Quem sabe no próximo século chegue aqui ..

ALEX ROCHA DA SILVA
Reply to  Slow
29 dias atrás

Não jogando praga, mas provavelmente de segunda mão ainda por cima.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Up The Irons
29 dias atrás

“Brasil não tem inimigos, não precisa disso”

Disse o rapaz ansioso pela segunda colonização brasileira…

Slow
Slow
Reply to  Victor Filipe
29 dias atrás

“ Quando acaba o diálogo tem pólvora “ kkk

Victor Filipe
Victor Filipe
29 dias atrás

Os lasers naturalmente serão usados como sistema de defesa inicialmente. afinal é mais fácil destruir um míssil e um pequeno drone do que um avião ou IFV. Mas isso não diminui em nada os avanços de todos os países que chegaram nesse setor um sistema hard kill a laser torna qualquer míssil/foguete anti-tank/anti-aéreo (e possivelmente anti-navio se conseguir concentrar energia o suficiente) e os drones virtualmente inúteis para ataque direto. Isso, não ironicamente vai prolongar ainda mais a vida dos MBTs já que projeteis sinéticos extremamente velozes provavelmente vão ser a unica coisa com resistência e velocidade o suficiente para… Read more »

Bosco
Reply to  Victor Filipe
29 dias atrás

Trocando em miúdos o que você disse: o que puder ser visto (detectado e rastreado) será passível de neutralização.
Ponto para a tecnologia stealth.

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Bosco
29 dias atrás

grande bosco no caso do laser é só ter um espelho kkkkk

Last edited 29 dias atrás by horatio nelson
Bosco
Reply to  horatio nelson
28 dias atrás

Horatio, Não existe espelho perfeito e os que chegam perto não se prestam a serem colocados na superfície de um míssil, avião, drone, barco, navio, etc. mesmo porque , em não estando em ambiente controlado, deixariam de ser perfeitos na primeira poeira que assentasse. Uma superfície espelhada passível de ser aplicada em material tático pode até servir para alguém pentear o cabelo, mas para um laser de alta energia seria tão “opaco” quanto um quadro negro. Não é por aí. Um laser tem apenas um comprimento de onda e um espelho, mesmo que perfeito, reflete todos os comprimento de onda… Read more »

Gilson
Gilson
Reply to  Bosco
27 dias atrás

Sério, caramba. Então, tudo tem que ser stealth. Mísseis, aviões, drones, helicópteros, morteiros, tanques, caminhões…

Bosco
Reply to  Gilson
27 dias atrás

No seu exército imaginário vc pode pintar morteiros , caminhões e tanques de amarelo e põe uma luzinhas piscando. Uma sugestão de uniforme:comment image

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Victor Filipe
29 dias atrás

Isso é tecnologia ainda para 50 anos, se vingar mesmo. Ainda não existe uma forma eficiente de produzir a energia necessária para torrar um míssel ou avião com laser. E olha que não ainda fizeram as contra-medidas (por exemplo, colocar um material espelhável no míssel ou avião, que fará com que o laser reflita. Isso exigiria uma quantidade de energia muito maior para o laser conseguir afetar o avião ou míssil.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  100nick-Elã
29 dias atrás

você ta desatualizado o espelho já foi descartado para essa função pois ele pode refletir a luz, mas ele não dissipa o calor, oque consequentemente pode resultar na destruição do alvo do mesmo jeito. em 2019 a US Navy já tinha abatido misseis com laser em 2019 em testes. isso está mais próximo do que você imagina. testes com armas de energia dirigida nos EUA vem desde 2001 com o Boeing YAL-1 um 747-400 modificado que transportava um laser químico gigante

Tomcat4,2
Reply to  Victor Filipe
29 dias atrás

Teve tbm o abate de um drone em pleno voo por uma aeronave (tipo teco teco) com aparelho laser instalado, acho que foi em Israel.

Gilson
Gilson
Reply to  Tomcat4,2
27 dias atrás

Vou repetir: sou um ignorante.

Poderia me explicar.

Esse abate do drone em pleno voo por uma aeronave em Israel, foi realizado em que condições?

Como que a aeronave manteve uma plataforma estável para focar o feixe em um drone?

Vou reformular: Como uma aeronave que não é uma plataforma estável pode focar o feixe em um míssil em mach 2, 3, 4, 5?

Como já disse, sou um ignorante. Estou em dúvidas. Poderia saná-las, por favor.

Gilson
Gilson
Reply to  Victor Filipe
27 dias atrás

Interessante. Sou um ignorante, portanto, preciso de explicações. Poderia nos explicar como alguns segundos de aquecimento a laser, seja a longa distância – algo improvável ou mesmo a curta distância seria suficiente para destruir o alvo? Fez os cálculos? Poderia me mostrar, por favor. Sobre o teste da US Navy. Quais foram os parâmetros de teste? Poderia nos fornecer, por favor. Para sabermos se o laser será eficaz, termos que ver os parâmetros, já que no ambiente de guerra, seria uma outra realidade de condições de batalha. Portanto, ficaria grato a nos presenciar com essa informação. Sobre o laser “airborne”,… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  100nick-Elã
29 dias atrás

Já é viável, o que falta é diminuir o tamanho dos sistemas de armazenamento de energia.

Bosco
Reply to  Hcosta
28 dias atrás

Hcosta, Já está sendo usado em um veículo com energia produzida pelo motor a diesel. Em breve estará em aviões e helicópteros com energia produzida por turbinas. Já tem em navios. Tem uma turma aqui da Trilogia (e não me refiro a você) que toda vez que fala de laser de alta energia vem com essa conversa de que gasta muita energia…. bla bla bla… que é só revestir os alvos com espelho… bla bla bla. . .Ai.. nem… Já estão utilizando em plataformas táticas móveis (terrestres e navais) para verificação de capacidade e formação de doutrina. Agora, a próxima… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Bosco
28 dias atrás

É esse o problema. Como aumentar a potência sem aumentar o consumo, pelo menos na mesma proporção, o consumo de “combustível”? Em veículos pequenos, e até mesmo caças e helis, é um grande problema.
Até já tem num ATV, acho que era da Polaris… mas para derrubar misseis, aí já fica mais difícil.

Gilson
Gilson
Reply to  Hcosta
28 dias atrás

Vai depender do sistema de armazenamento de energia, conforme outros já disseram. 50 kW que é o gasto desse sistema americano significa essa quantidade em um instante, um tempo em picossegundos. É diferente por exemplo de 1 kW disparado por 30 vezes, não se tem o mesmo efeito. A potência é alta porque o tempo que o laser está realmente operando é insanamente pequeno, em algum lugar na faixa de picossegundos. Como o tempo é pequeno, a potência vai ser muito grande, mesmo que a quantidade de watt ou kW não seja tão grande. Um teste em que eles usaram… Read more »

Teropode
Reply to  100nick-Elã
28 dias atrás

Bobagem bobagem, preste atenção nos comentarios do pessoal que trabalha ou trabalhou na área, observe que nenhum deles se atreveu a dar esta barrigada, sabe por quê? Porque conhecimento e humildade andam juntas, anote isto, aprenda um pouco, se limite as lacracoes ….

Antunes 1980
Antunes 1980
29 dias atrás

Nem todos os melhores equipamentos são capazes de superar os bons e velhos AK-47, RPG, PKM etc.
Vide Afeganistão, Vietnã, Síria etc….

No final das contas são equipamentos do século passado que fazem grande diferença em combate.

Last edited 29 dias atrás by Antunes 1980
Teropode
Reply to  Antunes 1980
29 dias atrás

Pode-se usar Laser, lança chama, inseticida ou chinelo para matar baratas …

Doug385
Reply to  Antunes 1980
29 dias atrás

Acaba sendo o que eu disse em outra matéria: a maior arma de destruição em massa da atualidade é um barbudo com uma AK-47.

Last edited 29 dias atrás by Doug385
Agressor's
Agressor's
Reply to  Doug385
25 dias atrás

Ou as “forças ocultas” que os criam…

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Antunes 1980
28 dias atrás

Não foi isso que foi visto na Guerra do Golfo.

O Exército do Vietnã do Norte dispunha de carros de combate, obuseiros, mísseis antiaéreos…

100nick-Elã
100nick-Elã
29 dias atrás

Obrigada, Trilogia. Após ouvir as argumentações e postagens de vocês, agora eu acredito na invencibilidade e superioridade militar americana. Sem contar que os EUA são o povo indispensável e predestinado. Todos os outros povos que se curvem.

Tomcat4,2
Reply to  100nick-Elã
29 dias atrás

Que dó, oh tadinho!!!rs

Hcosta
Hcosta
Reply to  100nick-Elã
29 dias atrás

Coerência.
Se faz a mesma coisa quando se fala da Rússia não se pode queixar quando os outros fazem o mesmo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hcosta
28 dias atrás

Essa é uma das tecnologias disruptivas americanas.
Lê-se disruptiva como aquela que gasta fortunas no desenvolvimento e nunca estram em operação.

Andre
Andre
Reply to  Antoniokings
25 dias atrás

você não está se referindo à tecnologia furtiva, em utilização em combate há mais de 30 anos pelos americanos…está?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  100nick-Elã
28 dias atrás

Ta chorando igual mulher traída e que foi largada. ta doido. se você for olhar as 4 matérias principais de cada site na trilogia você vai ver: Forte: 1 dos EUA 1 do Brasil 1 da Coreia do Sul e 1 da China Aéreo: 1 dos EUA 3 do Brasil Naval: 1 do Brasil 1 dos EUA 1 da China e 1 da Coreia do sul tem semana que só tem matéria da china, eles fazem alguma coisa nova lá e como é novidade a trilogia fica parecendo site oficial das forças armadas chinesas; outra semana é com a Russia… Read more »

Bosco
Reply to  Victor Filipe
28 dias atrás

Essa Nick… Tenha dó! Sempre o mesmo discurso de “invencibilidade americana”. Meu deus!
O diretor do manicômio tem que ser preso. Isso que ele faz soltando a turma da camisa de força e deixando eles usarem a internet é criminoso.

Teropode
Reply to  Victor Filipe
28 dias atrás

Vc deveria arrumar seguranças, o Brasil tá pilhado com mafiosos chineses ( diga-se agentes terceirizados do Partido).

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Victor Filipe
27 dias atrás

deve ter doído, afinal se fosse da China ele ia estar exaltanto a superioridade da China.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  100nick-Elã
28 dias atrás

Esqueceu dos novíssimos mísseis anti-radar e dos poderosos mísseis de cruzeiro?
Agora já era para os inimigos.

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Antoniokings
28 dias atrás

Igual o saci de duas que eu vi um dia.

Teropode
Reply to  100nick-Elã
28 dias atrás

Continue ajoelhado bem próximo dos orientais, deixem os outros se curvarem.

Blayas
Blayas
29 dias atrás

Estamos no inicio da corrida entre os lasers e a proteção térmica, por hora os materiais ablativos são a melhor proteção, promovendo dissipação da energia recebida através da decomposição do próprio material, não a toa que os veículos de reentrada dos icbm´s sejam um dos maiores desafios para o laser.

Bosco
Reply to  Blayas
28 dias atrás

Blayas, Nunca houve de fato movimento para defender mísseis, navios, aviões, etc. das armas cinéticas ora em uso. Aviões e mísseis (só pra citar um exemplo) são vulneráveis a ogivas de fragmentação com espoleta de proximidade desde a SGM. Avião é vulnerável a metralhadora desde a primeira. Navio a tiro de canhão e míssil. Só os veículos de combate é que recebem algum tipo de proteção, mas a mais garantida e atingir antes de ser atingido. O mesmo irá ocorrer com o laser. Ninguém sairá inventando de por espelho em míssil para ele não ser interceptado por um laser do… Read more »

Blayas
Blayas
Reply to  Bosco
28 dias atrás

Sim, compreendo e concordo, um processo que se acelerou depois da Segunda guerra quando a balança pesou muito mais para o lado das munições do que para o lado das proteções, lhes tornando de aplicação inefetiva, tanto em termos de custo como em termos operacionais, no advento das munições ”heat” e do ”apfsds” os mbt’s trocaram muito da proteção por mobilidade e poder de fogo voltando a ganhar peso apenas mais recentemente, o mesmo se repetiu no uso extensivo de aviação naval que aposentou os couraçados, um movimento massivo de adoção do ”não ser visto, não ser atingido ou atingir… Read more »

Jean Jardino
Jean Jardino
28 dias atrás

A Franca vai testar em 2022 um sistema de laser em uma fragata, para ver como se comporta no mar para abater drones. Ja foi testado em terra esse ano e os resultados foram positivos.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
26 dias atrás

Off Topic Representação oficial da Kalashnikov, com produtos a venda no Brasil, para civis, até o final do ano.. Acredito eu que seja a linha da SAIGA em calibres mais comuns no Brasil, 9mm e 556x45mm, infelizmente a CBC não fabrica mais o 7,62x39mm https://ak.kalashnikovconcern.com/catalog/nareznye_vintovki_i_karabiny Agora que o Biden baniu armas e munições vindas das Rússia a abertura de novos mercados será imperativo para os russos. E não adianta espernear.. Estão vindo pq o ambiente de negócios no Brasil está mais favorável do que jamais foi e as leis anti-armas ao pouco serão jogadas na lata de lixo da história.… Read more »

Lucas
Lucas
26 dias atrás

Uma coisa que me chama atenção é como o US Army confia no Stryker. Os caras usam ele pra quase tudo! É veículo que eles usam como transporte de tropas, apoio de fogo(meteram um canhão 105mm nele), veículo de reconhecimento, tem versão lança mísseis, uma que lança morteiros de 120mm, as tradicionais (apoio médico, mecanico, engenharia, comando, comunicações) e agora com canhões laser. Foi utilizado nas guerras do Iraque e Afeganistão até os americanos saírem de lá. As Brigadas Stryker, a nova espinha dorsal da Infantaria americana, é baseada nele. Enfim, deve ser a família de blindados mais utilizada na… Read more »

Last edited 26 dias atrás by Lucas
Bosco
Reply to  Lucas
25 dias atrás

Lucas, Você não está errado. O Stryker é muito utilizado no USA , principalmente as versões antiaéreas, mas há de se salientar que o USA é formado basicamente por 3 tipos de brigadas: de infantaria, Stryker e blindada. Que poderia ser classificada como leve, média e pesada. Seriam mais ou menos como as forças motorizada, mecanizadas e blindadas no Exército Brasileiro. As brigadas de infantaria do USA baseiam-se em veículos “não blindados” sobre rodas, como o Hummer , o JLTV e os MRAPs. O apoio de fogo é fornecido por obuseiros autorebocados M-777 e M-119. *Irão adotar um tanque leve… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Lucas
25 dias atrás

O RU vai fazer algo parecido com o Boxer e o Ajax (lagartas), se resolverem os problemas do Ajax.

Gerson
Gerson
25 dias atrás

Eh na verdade já faz um tempo eles testaram uma arma laser de um navio, então já tem a tecnologia. mais eh só pra inglês ver, na pratica isso eh muito caro e pouco eficiente!

Elias
Elias
25 dias atrás

Tá certo …. É o ocidente tentando se defender do terrorismo asiático oriental

Últimas Notícias

Saab recebe pedidos de Carl-Gustaf M4 e munições

A Saab recebeu pedidos para o rifle sem recuo Carl-Gustaf® M4 com munição incluída. O valor do pedido combinado...
- Advertisement -
- Advertisement -