terça-feira, setembro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Documentos de inteligência revelam participação da Austrália em golpe de Estado no Chile

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Documentos desclassificados pelo governo australiano revelam que o país ajudou a Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA, na sigla em inglês) a orquestrar golpe de Estado contra o presidente do Chile Salvador Allende, em 11 de setembro de 1973.

De acordo com esses documentos entregues ao Museu da Memória e dos Direitos Humanos do Chile, e publicados pelo Arquivo de Segurança Nacional dos EUA, Washington interveio na desestabilização do governo de Allende e sua posterior queda, tendo também colaborado com a ditadura militar subsequente, liderada pelo golpista Augusto Pinochet.

Agora, na véspera do 48º aniversário do golpe de Estado, novos documentos, também compartilhados pelo Arquivo de Segurança Nacional, comprovam que espiões do Serviço de Inteligência Secreta Australiano (ASIS, na sigla em inglês), a pedido da CIA, estabeleceram uma base de operações na capital chilena de Santiago para auxiliar na desestabilização do governo.

Entre março e agosto de 1971, o ASIS enviou agentes e equipamento para o Chile para montar uma base. Essa estação funcionou por aproximadamente 18 meses, até 1973, e envolveu o recrutamento de vários cidadãos chilenos pela CIA, bem como o envio de relatórios de inteligência para a sede da CIA em Langley, no estado norte-americano da Virgínia.

Ordem para término de operações
O então primeiro-ministro da Austrália, Gough Whitlam, eleito em dezembro de 1972, ordenou ao diretor do ASIS, William Robertson, que parasse com as operações no Chile.

A base do ASIS em Santiago foi, supostamente, encerrada em julho de 1973. Porém, um oficial australiano da área da Inteligência permaneceu na capital chilena até depois do golpe.

Outro relatório também afirmou que o premiê australiano “estava bem ciente da importância desta [operação] para os norte-americanos” e “estava muito preocupado que a CIA interpretasse esta decisão [de fechar a base] como um gesto hostil aos EUA em geral, ou à CIA em particular”.

Allende deixando prédio no dia do golpe

Petições para desclassificação de documentos
A desclassificação destes documentos foi possível após uma série de pedidos apresentados por Clinton Fernandes, um antigo analista de inteligência do Exército da Austrália e professor de Estudos Políticos e Internacionais na Universidade de Nova Gales do Sul, na capital australiana, Camberra.

Fernandes também apelou ao Tribunal Administrativo de Apelações (AAT, na sigla em inglês) que liberasse arquivos históricos de Segurança Nacional sobre as operações secretas do ASIS na Indonésia, no Camboja e no Chile.

Em uma audiência pública fechada, decorrida em junho deste ano, funcionários governamentais entregaram a Fernandes centenas de registros do final de 1970 até meados de 1973 relativos à abertura, administração e encerramento da estação do ASIS em Santiago. Atualmente, o tribunal está considerando se deve obrigar o governo australiano a liberar mais registros históricos sobre o Chile.

Também em março de 2021, foram desclassificados outros documentos que revelaram como a ditadura militar do Brasil trabalhou com Washington contra o governo de Allende.

FONTE: Sputnik News

- Advertisement -

63 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
63 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Camargoer.
Camargoer.
17 dias atrás

Caros Colegas. Parabéns à trilogia por registrar o golpe de estado no Chile. Praticamente, todas as mídias e portais publicaram matérias sobre o 11/set nos EUA, ignorando a catástrofe humanitária e política que foi o golpe de estado no Chile. Sem ignorar todos as consequências desastrosas do 11/set nos EUA (invasão do Iraque, invasão do Afeganistão, as espionagens da NSA, a reeleição de Bush Jr…), estava decepcionado (mas não surpreso) por tantos ignorarem o infeliz aniversário do golpe no Chile. Parabéns á trilogia e parabéns ao povo chileno que está escrevendo a sua nova constituição.

Osmar Ramos Silva
Reply to  Camargoer.
17 dias atrás

Boa tarde Camargoer!
Parabéns a Trilogia e assino em baixo Comentário, mas com relação ao 11 de Setembro (Torres Gêmeas), temos que lembrar a atuação das Agências de Contra Inteligência dos U.S.A. que matam milhares de pessoas diariamente no Mundo em Defesa de uma Pseudo Democracia (interesses econômicos)!!!
Os U.S.A. deveriam ser responsabilizados em HAIA por terem apoiados ditaduras sangrentas no América Latina, especialmente o Cone Sul!!!

Hcosta
Hcosta
Reply to  Osmar Ramos Silva
17 dias atrás

Se fossem todos os que apoiaram ditaduras na AS acusados, quem é que sobrava?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Hcosta
17 dias atrás

Caro HCosta. Os julgamentos de Nuremberg servem de referência. Talvez seja impossível julgar e condenar TODOS os culpados e colaboracionistas, mas é fundamental julgar os líderes políticos, militares e empresários que apoiaram, financiaram e se beneficiaram deses crimes contra a humanidade.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Camargoer.
17 dias atrás

Nuremberga serviu para julgar os que perderam.
O meu comentário era se os EUA fossem condenados, a Rússia e outros iam a seguir.

Até tenho a ideia que Pinochet chegou a ser julgado mas não me lembro dos pormenores. Acho que foi um juiz espanhol que o mandou prender. Não sei se chegou a Haia.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Hcosta
17 dias atrás

Olá HCosta. Pinochet se exilou em Londres quando após a redemocratização do Chile. Um juiz espanhol conseguiu a sua prisão de Pinochet por crimes contra a humanidade. Depois disso, ele também foi condenado pela justiça chilena por fraudes e outros crimes. Ele também foi condenado pela justiça argentina pela morte de um diplomata argentino.

Teropode
Reply to  Camargoer.
17 dias atrás

Pena que Cuba não teve a sorte do Chile de experimentar a redemocratização ,🤔, as vezes me pergunto prá onde os Castros iriam se refugiar , os reis da CN que continuam cometendo crime contra seus humanos talvez numa redemocratização se refugiariam no Japão !

Last edited 17 dias atrás by Teropode
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Teropode
17 dias atrás

Caro Teropode. Cuba era uma ditadura violenta e corrupta sob o regime de Fulgencio Batista. A revolução cubana prosperou porque tinha o apoio da população. Após a deposição de Batista, o novo regime cubano buscou apoio dos EUA. Contudo, a tentativa frustrada da invasão da Baia dos Porcos (patrocinada pela CIA e aprovada por Kennedy) prejudicou irremediavelmente as relações diplomáticas entre os dois países (algo parecido ao golpe frustrado contra Chavez na Venezuela). Eu prefiro discutir história em termos factuais. “SE” é apropriado para a ficção (aliás, tem excelente filmes e livros com esta abordagem.. o que teria acontecido SE….).… Read more »

Teropode
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

Um erro não justifica o outro , mataram 18 mil cubanos e o poder não foi entregue só povo , outros tantos libertadores causaram a mesma destruição , Camboja 2 milhões , urss 25 milhões , seria bom se todos estivessem vivos também , mas a revolução achou melhor ensacalos .

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Teropode
16 dias atrás

Teropode, mas como assim? eram só 18 mil cubanos anti-revolucionários, se é anti revolucionário, 2 milhões de cambojanos ou um trilhão, qual a diferença?….como Diria o Che, continuaremos fuzilando! tu tem que entender uma coisa, na esquerd@ raiz, matar um ou matar dois tanto faz.

Teropode
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Isto é aplausos ou vaias ? Não entendi 😂😂😂😂😂

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Teropode
16 dias atrás

Caro Teropode. Concordo com você. Uma ditadura é uma ditadura, independente do número de mortos e torturados. Toda ditadura deve ser combatida. Todo ditador ou torturador é um criminoso. O que eu escrevi foi que a revolução cubana derrubou um ditador enquanto que Pinochet derrubou um governo constitucional e democrático. Portanto, são eventos históricos bastante diferentes. Compará-los sem fazer esta consideração pode levar a conclusões equivocadas.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

mas seria ótimo na sua opinião se os castros fossem presos por matarem quase 10% dos seus compatriotas?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Caro Carlos. Toda ditadura deve ser condenada. Há anos escrevo isso, mas acho ótimo ter a chance de escrever isso novamente. Todo ditador e todo psicopata com sonhos de ser um ditador deve ser desprezado. Todo assassino e torturador deve ser punido no rigor da lei. Não existe exceção na democracia. Regimes de extrema-direita e de extrema-esquerda são igualmente desprezíveis. Se precisar, posso repetir isso amanhã.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

A que bom. Pelo menos vc não passa pano igual ao resto

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Olá Carlos. Eu sempre defendi a democracia incondicionalmente. É preciso ser intolerante com todas as ditaduras, ditadores e psicopatas que defendem ditadores e torturadores. Contudo, é preciso entender cada evento histórico para evitar confusões e equívocos, por exemplo atenuar uma ou outra ditadura. chamando-a de ditabranda porque vez menos vítimas. Não existe justificativa para ditaduras que matam e torturam. Não existe exceção na democracia. Não existe exceção para a defesa dos direitos humanos.

rafael
rafael
Reply to  Camargoer.
14 dias atrás

oque vc diz sobre partidos que financiam ditaduras, ou que defende ditaduras do proletariado, ja que democracia é a coisa mais bela e honesta na sua visão ?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Teropode
16 dias atrás

acho que em ambos os casos seria a China. afinal direitos humanos lá facultativo obedecer

glasquis 7
Reply to  Camargoer.
17 dias atrás

Só uma correção. Pinochet nunca foi ao exilio.

Foi durante uma viagem á Inglaterra que o Juiz espanhol pediu a sua extradição pra Espanha coma intenção de julgá-lo por crimes de lesa humanidade.

Nessa ocasião, Margaret Teacher interveio ante o parlamento inglês pra evitar que a extradição fosse consumada. Ela alegou que, durante a guerra das Falklands, o apoio de Pinochet tinha salvado muitas vidas inglesas.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  glasquis 7
16 dias atrás

Ola Glasquis. Obrigado pela correção.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

Pois é, depois que um aliado do Ocidente não é mais necessário, ou torna-se inoportuno, ele é descartado e servido como boi de piranha. Bolsonaro que se cuide.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

Nuremberg foi um circo assim como o Tribunal de Crimes de Guerra de Tóquio, foi só para dizer, “ei a gente tá punindo os caras maus”

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Caro Carlos. Até a I Guerra, os governantes foram inimputáveis das atrocidades feitas em nome do “interesse do Estado”. Infelizmente, os horrores da I Guerra não foram suficientes para alterar o direito internacional neste sentido. O horror da II Guerra (muito maiores que aquelas vistas na I Guerra) mudaram esse entendimento. Os julgamentos de Nurembert e Tóquio forma os primeiros passos na construção de um direito internacional de crimes contra a humanidade. Foi a primeira vez que governantes foram responsabilizados por crimes contra a humanidade. A partir destes dois julgamentos se estabeleceu a ideia que uma democracia moderna envolve o… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

E mesmo assim não foi assim tão fácil condenar os Nazis.
Tem uma série na Netflix “O julgamento de Tóquio” que levanta muitas questões.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Hcosta
16 dias atrás

Olá HCosta. Obrigado pela sugestão da série. Tem um documentário no Youtube (Nuremberg trials court tv, em várias partes) que é muito bom. Neste mesmo contexto, o livro de Arendt sobre Eichmann é importante também. Acredito que uma das grandes conquistas de Nuremberg foi expor os governantes ao público e registrar com farto material as atrocidades cometidas pelos nazistas contra a humanidade. Os julgamentos do Tóquio são menos conhecidos mas são igualmente importantes.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Hcosta
16 dias atrás

gostaria de ver gente na Rússia e nos EUA sendo processados kkkkkkkkk

Hcosta
Hcosta
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Por algum motivo os EUA e a Rússia não fazem parte do Tribunal Penal Internacional.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Osmar Ramos Silva
17 dias atrás

Olá Osmar. Concordo com você. As consequências da “guerra ao terror” foram desastrosas para o mundo. As invasões do Iraque e Afeganistão, as prisões ilegais em Guantanamo, etc, foram desastrosas. Aliás, os golpes de estado patrocinados pela CIA na América Latina fizeram parte de outra “guerra ideológica” dos EUA.

Osmar Ramos Silva
Reply to  Camargoer.
17 dias atrás

Boa tarde Camargoer!
Concordo, todas intervenções e/ou intromissões em quintal alheio tem um preço!!!
Os Vietnamita; Os Persas e Os Afegãos, não se venderam, e por sua vez cobraram um preço justo, a altura da Maior Potência do Planeta!!!
Att.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

O Unico desastre para mundo foi a falta de foco dos EUA para os reais problemas da geopolítica, esse o maior desastre da guerra ao terror.

Quanto as prisões ninguém liga para jihadistas e os golpes patrocinados pelos EUA, MUNDO A FORA durante a guerra fria e não especificamente na AL, apesar de alguns “ESTORIADORES” quererem usar isso como se fossem um fenômeno específico com intuito de se promover a esquerda, foi um mal necessário, sem eles a AL seria mais pobre que ainda é e muito mais instável hoje.

Camargoer
Reply to  Augusto L
16 dias atrás

Caro Augusto. Não existe exceção na defesa dos direitos humanos. Se um regime escolhe quem pode ser protegido e quem pode ser ignorado, viola o ideal democrático. Os EUA promoveram vários golpes no mundo no pos-guerra, começando com as eleições na Itália. Todos os golpes (e tentativas de golpe) contra democracias constitucionais devem ser condenados. Sem exceção.

Nascimento
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

O Chile na época do golpe militar estava imerso no caos econômico. O presidente Allende, apesar de ter sido eleito com apenas 36% dos votos válidos (a direita teve 34,9% e os social-democratas, 27,8%), estava agressivamente implementando um programa econômico puramente marxista, como até mesmo o amplamente hostil obituário do The New York Times admite: “um programa socialista de confisco e estatização de minas, bancos e indústrias estratégicas; divisão e repartição de grandes propriedades rurais em fazendas comunais; e controle absoluto de preços”. Não surpreendentemente, tais medidas, como o próprio Times reconhece, “rapidamente resultaram em acentuados declínios na produção, escassez… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Nascimento
16 dias atrás

O que aconteceu no Chile parece o Brasil de 64 e de hoje. Um dos poderes achando que pode tudo. No final vem uma ruptura e a população se da mal

Nascimento
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Sim. Hoje em dia ou se tenta colocar os milicos como santo ou se tenta colocar os presidentes como Allende como santos. Fica fácil reeditar a estudar história assim.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Nascimento
15 dias atrás

Vv desenhou um cenário terrível. Ainda bem que é só um cenário.

Nascimento
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

Quanto ao general Pinochet, ele ao menos merece ser lembrado como o homem que impediu que seu país se tornasse o segundo satélite soviético no Ocidente, após a Cuba de Fidel Castro. E, assim como Cuba e a União Soviética, uma ditadura totalitária com uma população empobrecida e faminta. O general certamente não era nenhum anjo. Nenhum soldado pode ser. Ele foi repetidamente denunciado pela morte ou desaparecimento de mais de 3.000 cidadãos chilenos, além de acusado pela tortura de outros milhares. É bem provável que um número substancial de chilenos inocentes tenha morrido ou desaparecido ou sofrido tratamentos brutais… Read more »

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Nascimento
15 dias atrás

Passando pano para ditaduras…..

Nascimento
Reply to  EduardoSP
14 dias atrás

Ou seja: Allende tinha o direito de violar os direitos naturais de seu povo pois havia sido eleito democraticamente. É isso mesmo que esta dizendo? A eleição democrática de um governo socialista não alteraria o fato de que o confisco de propriedade contra a vontade dos proprietários é um ato de força, assim como a eleição democrática de um governo nazista não alteraria o fato de que o confisco de propriedade judia é anti-ético. Uma expropriação à força da propriedade baseada no voto democrático é tão pacífica quanto um linchamento também baseado no voto. Trata-se de uma violação primordial dos… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nascimento
15 dias atrás

Caro Nascimento. É um equívoco fazer uma análise histórica na base do “SE”. Até mesmo aquela interpretações psicológicas sobre personagens da história são equivocadas. A única coisa que podemos avaliar são os fatos históricos a partir de documentação história (incluindo testemunhos). Sobre Cuba, é preciso lembrar que Fidel buscou se aproximar dos EUA após a revolução. Cuba se aproxima da URSS após a fracassada invasão na Baia dos Porcos. Acho que existe muita coisa errada em um governante que assassina e tortura sua própria população. Isso é injustificável sob qualquer ponto de vista. O exército alemão apoiou Hitler (na mesma… Read more »

Nascimento
Reply to  Camargoer.
14 dias atrás

Ninguém esta fazendo análise baseada no SE mas no que Allende fez. Ele torturou, prendeu e matou dezenas de civis e jornalistas que se opuseram a ele. Fidel permanece no poder e mantém seu povo na miséria extrema. Não existe comparação dele com Pinochet que seja válida. Não existe inversão de culpa pois quem começou a guerra foram os comunistas, logo eram eles que deveriam sofrer. Caso Allende não tentasse violar os direitos humanos de seu povo, nada disso teria ocorrido. A morte e o sofrimento deles não deve ser lamentadas. A vida e a liberdade são positivamente auxiliadas pela… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

Golpe essencial para Chile, seria mais uma Nicaragua da vida se não o houvesse.

Não sei por hoje se há essa peninha do Allende, como se fossem democráticos, ou como se fossem socialista democráticos e sociais democratas como nos países nórdicos. Puff, so mimimi

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Augusto L
16 dias atrás

Augusto no socialismo completo a democracia é sempre a vencedora, se existe a discordância, vc some com o discordante e pronto, a maioria apoia o governo socialista, será que é difícil entender? viva ao socialismo

Camargoer
Reply to  Augusto L
16 dias atrás

Caro Augusto. Não existe “SE” em história. O Chile era uma democracia constitucional que sofreu um golpe de estado com apoio dos EUA e foi substituído por um regime que assassinou 40 m pessoas. Allende foi uma das vítimas.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
16 dias atrás

catástrofe humanitária e política que foi o golpe de estado no Chile”””” kkkkkkk pior do que isso só a Ditadura do Lee Kuan Yew, a propósito adoraria ter vivido e mais ainda viver na ditadura Branda de Singapura do que no Brasil.

Camargoer
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Carlos. Um regime que assassina e tortura é uma catástrofe humanitária e política, não importa se milhões, milhares, centenas (como o regime militar no Brasil) ou menos que isso. Não existe ditadura melhor ou pior, são todas desprezíveis.

Antoniokings
Antoniokings
17 dias atrás

Parabéns à Trilogia.

Esse golpe foi um dos episódios mais sujos da História recente.
Muito gente foi morta por um grupo que depois foi provado tinha ligações com coisas muito pesadas.
O ex-chefe da DINA, Gen. Manuel Contreras afirmou que parte da fortuna de Pinochet veio do tráfico de drogas.
Saudações ao grande e corajoso Salvador Allende!

Teropode
Reply to  Antoniokings
17 dias atrás

Indignação seletiva, quanta bobagem 😂😂😂😂😂

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Antoniokings
16 dias atrás

eu achava que era 100% de corrupção, mas mesmo assim, eu ainda gosto do Pinochet, o país deixou de ser só mais um país latino de merd@, ainda deu carona de helicóptero para os vermelhinhos

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Olá Carlos. Seu comentário foi inapropriado e ofensivo. Não se faz piadas com o assassinato ou tortura.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carlos Campos
16 dias atrás

Se fosse só corrupção estaria barato.
Era tráfico de drogas mesmo.
Agora, Pinochet em dois momentos conhecidos se cag… perna abaixo.
Um, quando um guerrilheiro da FPMR teve o carro de Pinochet sob mira de sua RPG
Infelizmente a arma não disparou.
Ele próprio admitiu que ficou em pânico.
O outro momento foi quando foi preso e aí passou a dar de coitadinho andando até de cadeira de rodas.
Fim vergonhoso para um ditador.

Teropode
17 dias atrás

Bobagem bobagem , era um momento de intensas disputas por influência , de um lado a urss promovendo golpes na África , no indo pacífico , na América latina , pela outro “lado” os EUA utilizavam também os golpes para manter ou expandir sua influência , jogo jogado , mortes de inocentes em ambas frentes e como não possuo indignação seletiva ou vocação para bancar o isentao , sugiro HAIA para ambos os lados ……

João Fernando
João Fernando
Reply to  Teropode
17 dias atrás

Que pais sofreu um golpe a lá Chile patrocinado pela URSS???

Teropode
Reply to  João Fernando
16 dias atrás

Vc é exigente …..hummmmm🤔, tem que ser igualzinho o chileno prá vc se indignar ? Seu senso de justiça é um lixo .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Teropode
16 dias atrás

Sim.
Quando se tem um estádio de futebol cheio de pessoas presas e torturadas, tem de ser o mais próximo possível.

Teropode
Reply to  Antoniokings
15 dias atrás

Os vermelhos são mais eficientes , mataram mais , geralmente de inanição , ficaram devendo o estádio cheio .

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  João Fernando
16 dias atrás

Afeganistão por exemplo

Teropode
17 dias atrás

Interessante as análises sobre a ditadura chilena , o problema é que as críticas justas ficam com um ranço de hipocrisia pois muitos que criticam os golpes direita fecham os olhos canalhas para as ditaduras impostas pela esquerda , devemos observar de “cima” estas ditaduras , tanto da esquerda como da direita e não dar as costas para uma delas . O site certamente postará uma matéria sobre um golpe promovido pela urss ou China , isonomia de ideias é isto …..ou não ?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Teropode
16 dias atrás

Caro Teropode. Acho que podemos fazer esta discussão sobre a catástrofe política e humanitária que são as ditaduras a partir de qualquer exemplo de regime de extrema direita ou extrema esquerda. Parafraseando Tolstói, “todas ditaduras se parecem, cada democracias é uma democracia à sua maneira”. A violência, as mortes e as torturas são injustificadas. Criticar a ditadura de extrema-direita como a de Pinochet é uma obrigação democrática sem que seja necessário encontrar um contraponto na esquerda. O mesmo para as ditaduras de extrema-esquerda. As democracias são imperfeitas, portanto isonomia é criticar os erros das democracias com a mesma severidade com… Read more »

Teropode
17 dias atrás

Xiiiiiiii , será que alguém da redução de sentiu ofendido com um comentário justo ,sem ofensas ,postado as 17:55.

Teropode
Reply to  Teropode
16 dias atrás

O jeito é aguardar matérias sobre o Camboja , Tchecoslováquia , Afeganistao anos 70 , Ucrânia ……a lista é imensa 😂

100nick-Elã
100nick-Elã
16 dias atrás

Austrália, Brasil e outros ajudaram no golpe, todos a mando e orquestrados pelo patrão-mafioso-mor, os Estados Unidos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  100nick-Elã
16 dias atrás

100nick.

Para vc ver.
Idos tempos.
Hoje, os EUA não conseguem sustentar um golpe na Bolívia.
Foi tudo quanto é golpista em cana.
Só está faltando o empresário, o tal de Luís Camacho.
Logo vai ‘dançar’.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
15 dias atrás

Resumindo, países mal estruturados, divididos, são joguetes nas mãos das potencias. A URSS incentivava golpes e invadia quem precisasse para garantir seu entorno estratégico. Os EUA como método basicamente incentivavam golpes. A China, fez o mesmo no passado, veja o Tibete e a CN, hoje usa um softpower, mas o objetivo é o mesmo. Nós somos/éramos apenas uma parede de segurança entorno da potencia! Bucha de canhão! E se formos ver, as Potencias estavam/estão se lixando para o que acontecia/acontece nestes países! Direitos Humanos? Desde de quando, uma ditadura, seja ela de que lado for, de que religião for, de… Read more »

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -