terça-feira, setembro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Indústria de Defesa alcança recorde histórico em exportações

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Por Marcos Rosas Degaut Pontes*

Durante o ano de 2021, a Secretaria de Produtos de Defesa (Seprod), da Secretaria-Geral do Ministério da Defesa, desenvolveu várias atividades e iniciativas, com base em seu planejamento estratégico, para a promoção dos produtos, serviços e tecnologias da Base Industrial de Defesa (BID), buscando o desenvolvimento da economia de Defesa do país.

Destaco que o Ministério da Defesa tem buscado derrubar barreiras; inovar em soluções que ampliem e fortaleçam a base industrial de Defesa brasileira, com ênfase nas ações focadas em novas formas de financiamentos e garantias para o setor; aperfeiçoar a Tríplice Hélice (que congrega ações envolvendo academia, Estado e iniciativa privada); e buscar isonomia normativa e tributária, que permita uma concorrência entre a indústria nacional e os fabricantes internacionais, em igualdade de condições.

Dessa forma, em 2019, as exportações autorizadas atingiram um número recorde até então, US$ 1.231.091.652,66, com um salto de mais de 30% em relação ao ano anterior. Se considerarmos a média de exportações autorizadas desde 2001, o ano de 2020 foi também muito significativo para a economia de Defesa, com exportação superior à média, atingindo o total de US$ 777.087.845,52, mesmo no cenário de pandemia.

Fruto de todas as ações do governo federal em prol da retomada econômica, e das ações estratégicas que vêm sendo elaboradas por este ministério, atingimos um número recorde de exportações autorizadas, US$ 1.322.690.166,19 (até 26 de agosto de 2021), o que fará do ano de 2021 o melhor resultado até o momento. Ainda existem grandes negociações em andamento, confirmando o ano de 2021 como o melhor resultado para a indústria de Defesa brasileira.

A economia de Defesa é importante para o país, pois gera renda e empregos altamente qualificados. É um setor que tem um efeito multiplicador sobre a economia, que impulsiona qualitativamente o desenvolvimento tecnológico, com forte efeito sobre o PIB. Segundo estudo elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), em 2021, a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI), sobre a Mensuração da Base Industrial de Defesa e Segurança, o setor representa 4,46% do PIB brasileiro, gerando 2,9 milhões de empregos diretos e indiretos (2,19% dos empregos do Brasil). Esse estudo é um dos resultados do Acordo de Cooperação Técnica (ACT) assinado entre o Ministério da Defesa e a Confederação Nacional da Indústria, e será lançado brevemente para consulta.

A exportação fortalece a indústria nacional de Defesa, além de mantê-la com capacidade de fornecer produtos, serviços e tecnologia de ponta. Assim, a exportação assume um papel crucial, por ser um caminho eficaz num ambiente globalizado, cada vez mais competitivo, e é nesse contexto que o Ministério da Defesa tem prestado relevante apoio à Base Industrial de Defesa (BID) na consecução de seus objetivos.

*Secretário de produtos de defesa do Ministério da Defesa

FONTE: O Globo

- Advertisement -

64 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
64 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guacamole
Guacamole
17 dias atrás

É pouco?
É. É muito pouco.

Mesmo assim, que bom ver a gente re-desenvolvendo a nossa indústria e exportando o máximo possível.

Se Deus quiser, que só cresça daqui pra frente.

Marcos
Marcos
Reply to  Guacamole
17 dias atrás

É pouco. Se somar todos os demais países da América Latina, não passa de 150 milhões de dólares.

Nilo
Nilo
17 dias atrás

….Fruto de todas as ações do governo federal em prol da retomada econômica, e das ações estratégicas…
É necessário olhar esses dados de forma cética, todas as ações do governo tem sido na área econômica no sentido contrário, estamos vivendo um desastre que só favorece uma parcela ínfima da população brasileira.

Pedro Bó
Pedro Bó
Reply to  Nilo
17 dias atrás

IPCA quase batendo 10%, 15 milhões de desempregados (sem contar os informais, intermitentes e desalentados), PIB com crescimento negativo no 2º trimestre de 2021, insegurança alimentar disparando e por aí vai.

Aí voltam os holofotes para o STF, voto impresso, infidelidade conjugal, etc. para desviar o foco das massas.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Pedro Bó
17 dias atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
17 dias atrás

comment image

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Pedro Bó
17 dias atrás

Esqueceu que estamos no meio de uma pandemia? Que os governadores e prefeitos obrigaram as pessoas a ficarem em casa durante meses e muitas empresas ficaram paradas? Que existe uma lei econômica da oferta e da procura? Nem tudo é culpa do presidente. E se fosse outro presidente, acha que estaríamos com pleno emprego, tudo baratinho, gasolina a 1 real, o real valendo 1 dolar e o Brasil um país de 1o mundo?
Alias, como estávamos em 2015? 2016? Por acaso tínhamos pleno emprego e gasolina barata ? Só não tínhamos a pandemia.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Luís Henrique
16 dias atrás

O isolamento foi e é necessário. O nossos sistema médico já e precário, se entrar em colapso em massa, o número de mortes seria muito pior.
Se fosse uma medida tomada só aqui, ate poderia dizer que é coisa sem sentido, decisão politica para prejudicar o governo federal as custas da própria economia municipal e estadual como se quer pregar, mas não e assim pois tal medida foi adotada por vários países e alguns fizeram quarentena até mais rigorosa.

Slow
Slow
Reply to  Luís Henrique
15 dias atrás

Esqueceu que lockdown e quarentena teve no mundo todo … aqui o maximo que ficou fechado totalmente foi 15 dias , povo morrendo e o presidente querendo imunidade em rebanho sendo que não é possivel , Manaus virou um caos e o governo federal mandando cloroquina enquanto povo morria sem conseguir respirar , sem falar nos emails né 88 ou 101 não respondidos ? Hahaaha mas a copa América foi respondido na hora .. pra passar pano pra um governo desse atualmente é muita falta de vergonha na cara Zzzz to esperando vocês ir la fechar o STF cade ?… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Pedro Bó
17 dias atrás

Esses países têm a melhor classificação em competitividade digitalhttps://www.weforum.org/agenda/2021/09/countries-rank-highest-digital-competitiveness/

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
17 dias atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Pedro Bó
17 dias atrás

Lembrar que a inflação alta se dará em face dos gastos governamentais com os programas de ajuda emergencial que foram necessários a população. As compras se mantiveram aquecidas enquanto a produção ficou parada em face da pandemia. O resultado é inflação. Na medida que a produção volta, a inflação causada tenderá a retornar aos niveis aceitaveis.

Matheus S
Matheus S
Reply to  carvalho2008
17 dias atrás

Existe muitas questões que poderiam resolver para pelo menos arrefecer a alta acumulada da inflação, não falei em diminuir, mas sim paralisar o aumento. A recusa do Guedes em aumentar os juros, a redução da Selic é uma medida visando apenas o controle fiscal, o BC sob Guedes nunca foi autônomo, muito menos independente, outras medidas poderiam ser analisadas e dependem de aprovação do Congresso, mas nessa situação, era o dever dele sentar para articular tais medidas, mas a única que o presidente sabe fazer é motociata. Medidas como diminuir todos os impostos de importação, isso criaria uma maior oferta… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Matheus S
17 dias atrás

https://www.correiobraziliense.com.br/economia/2021/02/4908538-autonomia-bolsonaro-sanciona-lei-da-independencia-do-banco-central.html
Autonomia: Bolsonaro sanciona Lei da Independência do Banco CentralAlém de afastar a possibilidade de interferência política na autoridade monetária, a medida permite que o país possa conviver com taxas de juros mais baixas

Matheus S
Matheus S
Reply to  carvalho2008
17 dias atrás

Com todo o respeito, você está desatualizado e pior ainda, desinformado. A realidade é que o Bacen é o mais submisso ao governo do que em gestões anteriores que já vimos. Na prática, quem está fazendo política monetária é o ministro da Economia, Paulo Guedes. O Bacen só obedece. O BC colocou os juros em níveis irreais para facilitar o trabalho do Ministério da Economia no lado fiscal. A Selic foi jogada a 2% para as contas do governo reduzirem o déficit, mesmo que o Real fosse para a lata do lixo. https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2021/03/pais-se-despede-de-selic-a-2-apos-efeito-limitado-no-custo-da-divida.shtml Trata-se de uma postura totalmente incompatível para… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Matheus S
17 dias atrás
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Matheus S
17 dias atrás

comment image

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Matheus S
16 dias atrás

Pô ele tá reduzindo os funcionários públicos com homeofgice sozinho vi que foi economizado mais 10 bilhões. O erro foi deixar a taxa de juros em 2. E o auxílio emergência por muito. Tempo

Johan
Johan
Reply to  carvalho2008
16 dias atrás

Só tenho que te dizer algo: parabéns!
Você mostrou números para mostrar os fatos.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  carvalho2008
16 dias atrás

Esses gastos com auxílio foram danosos para a inflação. Uma pena que os governadores fecharam tudo aí o auxílio teve de ser necessário

Slow
Slow
Reply to  Carlos Campos
15 dias atrás

Cara o mundo todo fechou , China detectava um caso e fechava cidade inteira, não é atoa que foi um dos melhores no combate a pandemia .. “ ah mais não da pra confiar “ vdd , mas até então la ja ta normal faz tempo ..

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Slow
15 dias atrás

o Japão e Taiwan não fizeram isso, Suécia também.

Slow
Slow
Reply to  carvalho2008
15 dias atrás

É só uma gripezinha , não seria nada pior do que H1N1 agora é fácil colocar a culpa na pandemia né , indicou uma variedade de remédios que ja foram provados que não funciona … desincentivou a população usar mascara , promoveu vários protestos e aglomeração e por fim atrasou compra da vacina pra pedir pedir propina kkkk “ ah mais foi cancelada “ é óbvio CPI descobriu ..

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Pedro Bó
17 dias atrás

IPCA deste ano as previsões não chegam a 7%, basta dar um google, pode haver até deflação nos próximos meses, o ano não acabou, portanto, é prematuro dizer que vai subir, pode até descer. 15 milhões de desempregados foi culpa do “Fique em Casa, a economia a gente arruma depois”, que Bolsonaro foi contra mas o STF deu autonomia aos Estados e municípios para decidirem na pandemia, a conta chegou, culpe o seu governador e prefeito. O resto é bazófia.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Carlos Crispim
16 dias atrás

Errado, pois de acordo com os indicadores todo esse surto de desemprego começou no Governo Temer…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Agressor's
16 dias atrás

Agressor foi desde a Dilm@ desde lá tá ruim

Slow
Slow
Reply to  Carlos Campos
15 dias atrás

http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2015/01/brasil-encerra-2014-com-menor-taxa-de-desemprego-ja-registrada.html

Tem certeza ? Coloca no Google ai quando foi registrado menor taxa de desemprego e sim foi no governo da Dilma .. segundo IBGE

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Slow
15 dias atrás

Realmente em 2014 a coisa ainda tava boa, a Dim@ poderia ter salvado o país da Crise, que já tava se formando, lembrando que o país nem chegou a crescer em 2014 ficando em 1 por cento se não tô enganado, tava para aumentar a taxa de juros, cortar os gastos para diminuir o impacto das onerações na folha de pagamento, desalavancar a PETROBRAS, vender uma ou outra estatal para desalerar o crescimento da dívida, mas a Dilm@ assistiu o cenário econômico deterior sem fazer nada de relevante, a inflação chegou a assustar naquela época, era a farra dos títulos… Read more »

Slow
Slow
Reply to  Carlos Crispim
15 dias atrás

Autonomia pra decidir quando é lockdown ou não apenas isso pesquisa direito e para de ler manchete ..

Roberval Pereira Rosa
Roberval Pereira Rosa
Reply to  Pedro Bó
17 dias atrás

Pedro Bo quando o Bolsonaro foi contra o isolamento radical e o fechamento de empresas devido o COVID-19 ele foi taxado de louco e genocida, quando ele criticou o assistencialismo ele foi taxado de psicopata, quando ele criticou o fato de governadores e prefeitos serem responsaveis pelo combate a pandemia ele foi taxado de radical e revanchista, agora esta ai, o resultado, diversos escandalos de corrupção em são Paulo, Prernambuco, Rio de Janeiro, etc, países que não aplicaram o isolamento radical, mas sim medidas restritivas e conscientização da população estão com superavit e taxas baixas de contaminação, enquanto países que… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Pedro Bó
16 dias atrás

Na verdade o numero de desempregados é muito maior do que o informado porque eles não contabilizam os que recebem bolsa família…E são mais de 35 milhões no subemprego e trabalho informal….

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Pedro Bó
16 dias atrás

Crescimento negativo? Teve um mês que não houve crescimento e sim encolhimento e foi de 0.1 por cento. Isso não suficientes para um crescimento negativo no trimestre inteiro. E lembrar que esse ano já é histórico em relação de crescimento de emprego de a pandemia nem acabou. Se tivéssemos seguido o modelo Argentino aí seria um desastre. Quanto IPCA e a inflação de mofo geral é vdd

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Pedro Bó
15 dias atrás

Pandemia nada né, faz de conta que não existiu.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Nilo
17 dias atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Nilo
17 dias atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
17 dias atrás

comment image

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Nilo
17 dias atrás

O “governo” federal está mais preocupado com prioridades importantíssimas como o Fundão, por exemplo.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Nilo
17 dias atrás

Está de sacanagem né ?
Ai ai, lá vem politizar uma ação onde quem realmente tem o mérito são os diretores das industrias.
Fala sério amigo !

Nilo
Nilo
17 dias atrás

Os poucos favorecidos:
Recursos destinados ao (dados de setembro 2021).
IPHAN 500 mil
Filho do Bolsonaro 5 milhões através Secretaria Nacional de Formento à Cultura (Sefic) para fazer “Casinha Games”.

Luiz
Luiz
Reply to  Nilo
17 dias atrás

Gilmar Mendes:
11 de setembro, 2021

Image1.jpg
Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Luiz
17 dias atrás

Está chegando a hora que o Brasil só terá uma esperança para continuar existindo…

c7e6c88f-30b2-4a97-82f9-f5290e9be87b-Screen_Shot_2021-01-13_at_1.25.15_PM.png
Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Nilo
17 dias atrás

Só rindo de vc.

Sérgio, o leigo
Sérgio, o leigo
17 dias atrás

Todas as vendas militares dos países dependem de 3 coisas: vontade (interesse) política, influência externa (hard e soft power) e seriedade de nossas forças. O interesse político é o essencial para o início e alavancagem de algum projeto ou ideia. Sem isso, nada se move. Acontece que a nossa classe política é obsoleta e atrasada demais (seja em qualquer aspecto político) que acaba inibindo qualquer chance de progresso e desenvolvimento em potência máxima. O Brasil é um país que deixou o seu protagonismo de lado. Nos últimos anos, nosso trabalho geopolítico foi se apagando. Perdemos chances de ser um país… Read more »

Last edited 17 dias atrás by Sérgio, o leigo
Caio
Caio
Reply to  Sérgio, o leigo
17 dias atrás

P E R F E I T O.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
17 dias atrás

Este record é importante para o BRASIL? A retomada poderá nos fazer criar novas indústrias de armamento? O que realmente importa é o bem e crescimento do país e não me importa se parte foi no atual governo, ou dos anteriores e graças aos anteriores, temos hoje o programa dos subs, das fragatas, da FAB e do Guarani e talvez dos MBT´s que estão por vir! E que o atual governo dê sequência a estes programas. Sempre a César o que é de César.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Saldanha da Gama
16 dias atrás

Tão importante quanto a criação de novas indústrias de armamento, é a defesa acreditar e adquirir produtos da base de defesa, ao invés de somente dar preferência a produtos estrangeiros.
comment image

Confiar nas empresas, apostar no produto dessas empresas, pois a maior prova de confiança na qualidade dos produtos da BID, é o país através de suas forças armadas, ser o principal consumidor de tais produtos, sendo o garoto propaganda, a vitrine de tais produtos.

comment image
comment image
comment image
comment image

Wellington Góes
Wellington Góes
17 dias atrás

Quer dizer que a SEPROD, o MD e o Governo Federal querem puxar pra si esse resultado é?! Não fizeram nada para isso… Afora que quase 90% disso daí foi graças a uma única empresa (Taurus), que vende para consumidores comuns nos EUA, sem envolver qualquer ação governamental do tipo Governo a Governo, que pudesse se gabar de alguma coisa… Palhaçada isso sim… O que menos se faz pelo MD, especialmente por nossas FFAA nos últimos anos, é incentivar corretamente o avanço tecnológico e manufatureiro da nossa BID, muito pelo contrário, pois o que mais se viu foi um desmonte… Read more »

Last edited 17 dias atrás by Wellington Góes
Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Wellington Góes
17 dias atrás

“Uma venda recente de pistolas e fuzis da Taurus aos Estados Unidos, de 900 milhões de dólares….”
E a SEPROD, MD e GF vêm querer ganhar em cima da Taurus?! É muita cara de pau…
Sem contar que não fala que foi, também, por causa da desvalorização do real ante ao dólar… Assim os produtos, especialmente pistolas, revólveres e carabinas, ficam mais baratas lá fora…
O que esse governo fez mesmo foi aumentar os gastos com pessoal e somente isso…

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Wellington Góes
17 dias atrás

Aí sim… O Brasil simplesmente não muda. Só tem torcedores do “partidozinho do coração”. Exatamente… A Taurus teve uma mega reestruturação desde que foi adquirida pela CBC. Agora, aproveita o dólar alto e vende, principalmente para os EUA. Praticamente nada a ver com governo isso. Aliás, certa prole do PR vive batendo nessa mesma empresa, pois diz que as armas no Brasil são caras por causa do monopólio desta. A negociação governo a governo foram os 2 KCs vendidos para a Hungria, produto este desenvolvido pela iniciativa de governos anteriores. O que não teria nada de errado… política de Estado… Read more »

Foxtrot
Foxtrot
17 dias atrás

Pois é ! Quem sabe assim, com números concretos e reais, tomem noção da importância de uma indústria de defesa para qualquer país que deseja se tornar uma nação soberana, independente (verdadeiramente). Quem sabe assim, nossos militares, políticos resolvam nacionalizar (vejam bem, nacionalizar não quer dizer estatizar ) a indústria de defesa nacional. Quem sabe assim nossos militares não retornem os olhares para a industria nacional ( a verdadeira, 100% nacional)? Industria de defesa além do ganhos óbvios, que são financeiros, empregos diretos e indiretos, tecnologias e uma verdadeira independência em uma área extremamente importante, ela gera ganhos em outras… Read more »

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Foxtrot
17 dias atrás

Não existe indústria de defesa porque tudo tem que ser fomentado pelo governo, não existe mercado interno, e não existe, no Brasil até hoje, presença de pesquisas de ponta para produção de armamamentos capazes de competir com o que já existe no mercado, então, não tem jeito, os empresários brasileiros só querem parceria Caracú, eles entram com a cara e o povo com o… Pelo menos aqui no Brasil, na área de defesa, não existe capitalismo, existe comodismo, abrem uma empresa, pedem dinheiro do governo, ficam décadas pesquisando com resultados pífios, quando muito apresentam maquetes, aliás o Brasil deve ser… Read more »

Sérgio
Sérgio
17 dias atrás

Meu ponto de vista e balanço geral das vendas militares. Até o momento, estas são as nossas principais empresas da BiD (100% nacionais): . Embraer; . Avibras; . Consórcio Taurus (CBC, boito etc); . Inbra; . Imbel; . Empresas pequenas de sofware e soluções logísticas; . Agrale. O resto das empresas de defesa ou são subsidiárias ou estrangeiras instaladas aqui. Por isso, não os utilizarei para esta análise. Dessas já citadas, 4 são as mais fortes nos cenários de vendas (Taurus, Embraer, Avibras e Imbel). Nesse grupo, apenas 2 estão alavancando vendas para o exterior de forma independente de decisões… Read more »

Leonardo
Leonardo
Reply to  Sérgio
16 dias atrás

Embraer não é 100% nacional.

Teropode
Reply to  Leonardo
16 dias atrás

Explique isto !

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Sérgio
16 dias atrás

A EMBRAER não é 100% nacional… É sim, administrada e gerida por brasileiros, conforme determina seu estatuto… O controle é brasileiro, mas ser 100% nacional, como se seu capital assim o fosse, não é… São situações e questões distintas…
Possui ações ordinárias e preferenciais em bolsa de valores, com suas ações pulverizadas com diversos investidores proprietários dessas ações no Brasil e fora dele.
A Avibras, por exemplo, sim. É 100% nacional.

sub urbano
sub urbano
16 dias atrás

devem ter contabilizado vendas da Taurus pro Wallmart kkk

Antonio Palhares
Antonio Palhares
16 dias atrás

Em vista do que era há muitos anos atras pode até ser pouco. Más é uma excelente notícia. É um sinal bastante positivo. Que mantido pode fazer florescer novamente a nossa indústria bélica.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
15 dias atrás

E parece que os ingleses vão voltar ao 7.62×51 em combinação com o Fal.

DefesaNet – Armas – Britânicos Anunciam Retorno ao 7,62×51 mm Buscando Superioridade nos Combates Diretos

O Brasil é o único fabricante de Fal, Para-Fal e agora o IA2 em 7.62mm; Uma ótima oportunidade para manter os ingleses dependentes de nós.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Diego Tarses Cardoso
15 dias atrás

imagina um fuzil leve de polímero com 7,62, seria top demais nas FA

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Carlos Campos
14 dias atrás

O IA2 7.62 é assim 🙂

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -