sexta-feira, dezembro 9, 2022

Saab RBS 70NG

Gráficos para entender a situação das emissões mundiais de dióxido de carbono na atmosfera do planeta

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Com as questões climáticas em voga e o esforço para atingir metas que possam mitigar desastres globais devido ao aumento da temperatura no planeta, o ForTe separou os gráficos abaixo para ajudar na compreensão da situação:






- Advertisement -

112 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

112 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

Nossa! Porque o Brasil não aparece no gráfico????

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Reservas Indigenascomment image

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Absurdo isso dai.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Qual o absurdo? Os índios terem terras? Eu acho um absurdo o governo controlar estas terras ainda. Mais absurdo ainda é a existência da famigerada “função social da propriedade privada” e tu não reclamar.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Sim, eles não precisam dessa quantidade absurda de terras, ainda mais considerando que não as usam para nada.

Se não for para o governo controlar, você quer que quem as controle? Os próprios índios? Leia a CF, o Brasil é uma república indissolúvel formada pela união, estados e municípios. Não há terras independentes dentro dela.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Allan Lemos
1 ano atrás

Sobreponha as terras indígenas com as áreas preservadas de vegetação. Nessas áreas a vegetação está preservada.
Não é isso que queremos? Não é isso que está sendo discutido?
Ou é queimar tudo para fazer pasto?

Tiago
Tiago
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Os índios terem terras não é um problema. Mas como elas são usadas sim. não tem essa de povos indígenas, nasceu dentro do território brasileiro você é brasileiro e ponto.

Last edited 1 ano atrás by Tiago
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Tiago
1 ano atrás

concordo, todos somos brasileiros.

Beto
Beto
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

O problema não é o fato dos índios terem suas terras, mas o tamanho absurdo dessas terras sem a correta fiscalização, e a sua utilização.

Sensato
Sensato
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

Um dos dois maiores problemas, e, em minha visão, o crime de lesa pátria praticado pelos governos recentes é a demarcação de reservas em áreas de fronteira. Essas áreas jamais deveriam ter sido demarcadas e é muito possível que no futuro deem margem à perdas de partes de nosso território.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image

Agora o comparativo de areas indigenas a esquerda e as ares de reserva ambiental a direita…

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Ter uma área grande de floresta preservada não quer dizer muita coisa quando você continua desmatando numa velocidade incrível. Nesse rítmico, daqui a algumas décadas, não vamos poder dizer isso mais.
vamos lá, não é difícil de entender. Não precisa ser um gênio para isso.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

Quer dizer que temos hoje porque jamais fizeram os absurdos que o resto da humanidade fez no passado, bem como não vibravamos nas telas do cinema assistindo a 7a cavalaria…aqui temos o que tem, porque decidimos ter….quem nao tem, é porque decidiu eliminar e nao ter…

Last edited 1 ano atrás by Carvalho2008
Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Carvalho2008
1 ano atrás

Não fizemos AINDA. Tem que lembrar que nossas florestas são gigantescas. Se continuar desse jeito um dia vai acabar

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

Não fizemos em 400 anos….não estamos fazendo….temos o regulamentação e os mapas demonstram isto…as reservas demonstram isto…isto não quer dizer que não surjam ocorrencias numa area tão grande quanto a Europa

cerberosph
cerberosph
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Fizemos sim, só que destruímos outras florestas, como a mata atlântica que tinha biodiversidade muito superior à Amazônia. A mata atlântica tinha 1.306.421 Km2 e hoje só restou 7% dela. Agora estamos destruído as outras.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  cerberosph
1 ano atrás

então, voltemos aos graficos….não estou dizendo que nunca houve ou exista eliminação de florestas….mas que por qualquer que seja a regua, estamos, somos e seremos infinitamente melhores que qualquer pais com população de vida sofisticada…

Um dos maiores erros é imaginar que a area florestal brasileira existe apenas na amazonia….

Como ninguem viu ou vê que 20% a 25% das florestas estão preservadas dentro de fazendas?

E fazendas em uma generalidade, não estão no Norte????

Isto é ou não um engasga gato?? Deu Bug??

E quando adiciona reservas…oras….

Robsonmkt
Robsonmkt
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Além disso, porque somos um país pouco industrializado se comparado ao nosso tamanho territorial e populacional e porque nossa principal matriz energética é a hidrelétrica. Também somos um país de mais de 210 milhões de habitantes, mas com apenas 58 milhões de automóveis. A opção pelo etanol como segundo combustível também é um fator que ajuda a termos baixas emissões de CO2.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Robsonmkt
1 ano atrás

Em contrapartida somos os maiores produtores agropecuários do mundo e rebanho tbm emite gases de efeito estufa, caso você não saiba.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

Os bipedes tambem…quer diminuir os bipedes? Não né…qual é a conta disto no total absoluto de emissões?

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Eu, em nenhum momento, disse que temos que diminuir a nossa produção agropecuária. Você que tem preguiça de pensar e sempre vai pelo caminho mais fácil, aquele de repetir o senso comum achando que tá falando a coisa mais inteligente do mundo. A minha crítica aqui é ao desmatamento e a falta de ação dos governos (sim, não só esse) para coibi-lo. O meu comentário serve para dizer que não é porque não somos tão industrializados quanto os países ricos que não poluímos. De fato, não somos o primeiro, segundo ou terceiro, mas estamos no top 5. E um argumento… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

O amigo pode ler os meus mais de 60 posts so deste topico com os estudos…eu defendo a implantção de agroflorestas na sua casa, na sua calçada, na sua rua, na sua cidade, no seu estado….

A cidade é que tem de ser reflorestada….

Minha salada de almoço, vem da minha sacada “gourmet”….

Rogério
Rogério
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Tô ferrado! Peido muito! kkkkkkk

Adler
Adler
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

Agora a culpa vai ser de quem come carne e derivados bovinos?
Vai partir para a carne sintética do Bill?
Nós sabemos os responsáveis e os interessados em demonizar o Brasil na questão ambiental.
Mas vamos salvar e proteger as giarafas,os elefantes e as focas da Amazônia.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Adler
1 ano atrás

Eu não estou dizendo que devemos parar de comer carne, mesmo porque eu sou muito fã de um churrasco. Nós não temos nem que diminuir a produção. O que nós temos que diminuir é o desmatamento. E sabe por quê? Porque árvores absorvem CO2. Aula básica da 4 série. Se nós preservarmos as nossas florestas nós teremos sempre o argumento de que nós podemos produzir porque no fim o saldo é positivo. O problema é que hoje nós damos argumentos perfeitos para aqueles que adorariam nos ver pelas costas. Como eu disse, não é difícil de entender. Não precisa ser… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

Respeitável sua tentativa de explicar, mas tem gente que mesmo depois de parar num campo de refugiados porque o próprio país virou um deserto vai continuar inventando desculpa. Um dos grandes problemas da questão ambiental é a escala. A maioria das pessoas não consegue abstrair variáveis de tempo e espaço tão grandes quanto as que importam em termos de meio ambiente e sustentabilidade. Para quem acha que longo prazo é ano que vem, explicar um estrago que começou a 100 anos atrás e vai impactar nas próximas décadas é algo tão dificil quanto descrever o funcionamento de um microondas para… Read more »

João Girardi
João Girardi
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás
Beto
Beto
Reply to  Jadson S. Cabral
1 ano atrás

Vai morar numa caverna, e se alimentar de folhas e água.

kkkkkkkk

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Os maiores problemas do Brasil são o desmatamento e as criações de animais.
Nossa matriz energética é relativamente limpa e nosso parque industrial, que costuma poluir muito, não é muito grande.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Obviamente, construir uma usina hidrelétrica impacta muito no meio ambiente local.
Mas o que prejudica mais o meio ambiente? Uma usina hidrelétrica funcionando por 30 anos, ou uma termelétrica queimando carvão por 30 anos?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Depende de muitos fatores. Numa barragem temos impactes na bacia do rio, população afetada, áreas de importância ecológica, etc… Centrais térmicas são a tecnologia usada, filtros, o aquecimento da água para arrefecimento, proximidade da população, etc… E ainda faltam os fatores económicos, geográficos, estratégicos.. Pluviosidade, de onde vem o carvão, etc… Não é fácil de responder. Mas especificamente no meio ambiente uma barragem poderá ter maiores impactes. A partir desse ponto o rio fica mais parecido com um lago o que acrescenta mais impactes negativos à qualidade da água para além da evidente disrupção no ciclo biológico e as grandes… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Olá Wilber. A conta não é tão simples. Uma usina como Itaipu gera muito metano pela decomposição do material orgânico no fundo dos lagos, sem falar na disseminação de doenças por mosquitos nas margens e pela modificação da mudança do microclima. Por outro lado, uma usina termoelétrica gera muito CO2 durante a queima do óleo, gás natural ou carvão. O mesmo com uma usina nuclear, que gera pouco CO2 mas teria que incluir a degradação da área de mineração. A produção de etanol a partir da cana tem a vantagem de ter uma pegada de carbono neutra (e talvez até… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
1 ano atrás

Ok, mas no final, botando no papel, qual seria a fonte de energia que traria “menos” impacto ambiental, no final das contas?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Olá Wilber. Acho que é uma pergunta difícil de ser respondida. Inclusive, é preciso avaliar o que é feito com a energia disponibilizada, porque usar energia “limpa” para produzir plástico que acaba sendo acumulado em lixões é tão ruim quanto usar energia “suja” para produzir materiais ambientalmente sustentáveis. Acredito ser necessário uma avaliação de todo o ciclo, minimizando os impactos na instalação das usinas de geração de energia, nos impactos da operação/manutenção destas usinas e minimizando o uso indevido ou perdulário da energia produzida.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Olá wilber, impacto ambiental é um termo bastante amplo, mas colocando em termos de emissão de co2 equivalente temos algumas estimativas

https://en.wikipedia.org/wiki/Life-cycle_greenhouse_gas_emissions_of_energy_sources

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

E mesmo esse valores são uma relação entre CO2 e a energia produzida no ciclo de vida.
Por isso o Solar parece perder para o nuclear.

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Provavelmente a usina a carvão tem mais impacto, mas tem muito menos que queimar milhares de hectares de floresta por ano e o problema é exatamente esse. O problema não é difícil de enxergar, vocês que fingem não ver e ficam fazendo xadrez 4d e ginástica mental para passar pano para absurdos, vai saber o porquê.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

E o tratamento de água potável e de água residual doméstica (esgoto)?
Este discurso de emissões tem esse problema, desvia as atenções de outros problemas ambientais.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Olá Hcosta. O tratamento convencional de esgoto gera muito lodo contaminado principalmente por patógenos. Este logo precisa ser tratado com ozônio, biodigestão ou ultravioleta para ser liberado para uso como fertilizante. Caso contrário, ele se torna um problema ambiental e até o risco de contaminar o lençol freático ou cursos de água.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Esse é outro fator que complica o assunto, o número de variáveis é imenso e dificulta a seleção de prioridades.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Olá AntonioK. Existem vários modos de avaliar o impacto ambiental das atividades humanas. A pegada de carbono é muito importante para avaliar o impacto da emissão de gases para o efeito estufa. Outra medida é a geração de entropia, que está relacionada com a demanda energética total. Todas as mudanças (naturais ou produzidas pelo ser humano) gera entropia. Este cálculo pode ser obtido pela demanda energética. Outro conta é a contabilidade de material (plático, metal, cerâmica…) reciclado dividido pela quantidade de material reciclado (quando maior que um é porque se perde material, quando igual a um é porque todo o… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Criação de gado não é problema…cuidado com as falacias….

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás
Last edited 1 ano atrás by carvalho2008
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

O problema é metano liberado pela digestão dos ruminantes.
E o desmatamento para criação de pastos também.
Quando o pasto fica mais ‘fraco’ os fazendeiros o abandonam e desmatam outro local.
Isso é comum nas fronteiras agrícolas com baixa fiscalização.

epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2018/07/fazendas-de-criacao-de-gado-poluem-mais-que-gigantes-do-petroleo.html

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Cuidado pois pode-se enveredar por filosofias higienistas ou vilões da marvel que defendam que as entidades biologicas que habitam o planeta devam ser reduzidas a metade…isto é incompreensivel um ser humano verdadeiro conceber…

Não apenas ruminantes quadrupedes exalam metano…os bipedes tambem….e estes ingerem bastante açucar para ajudar…e aí…??? Isto é uma tese sem sentido! Inclusive, do ponto de vista matematico e grafico…qual a fração disto sobre a conta total e real planetaria ( ponha a industria mundial, Permafrost, Oceanos, etc….)…na boa…é ridiculo…é querer exlicar os 99% pelos 2%….um desafio ao bom senso…

Renato B.
Renato B.
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Outro problema é a degradação de pastagens. Essa obsessão por abrir novas fronteiras agrícolas é porque a pecuária não quer ter que resolver a imensa quantidade de pastagens degradadas que o país já tem. Enquanto pecuária for feita como se fosse mineração essa conta não vai fechar. E essa galera só vai usar as tecnologias existentes de recuperação se não tiver acesso a áreas nativas para ocupar. Sem contar que áreas nativas são importantíssimas, tanto que nos EUA se paga para deixar áreas de recargas de aquífero quietas justamente para garantir a produção de agua. O Estado de NY tem… Read more »

Avai2021@hotmail.com
Avai2021@hotmail.com
1 ano atrás

Está matéria e gráficos estão incompletos. Sinto que está direcionando a uma conclusão de jogar culpa em alguns países de forma excessiva e liberar outros. Aonde estão os dados dos maiores poluidores atuais e a projeção do futuro? Porque ? Nesta situação sobre climate change o dado passado eh menos relevante que a emissão atual e futura. O dado per capita também não ajuda, pois países com mais pessoas são beneficiados e tem a liberdade de poluir mais. Matemática simples. Atualmente a China emite o dobro dos EUA. Em adição países com cobertura florestas devem ter eliminados o footprint. Canada… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Avai2021@hotmail.com
1 ano atrás

Ai eu já discordo fortemente, se as emissões humanas de CO2 fossem zeradas amanhã, ainda assim aquilo que já foi historicamente emitido já seria suficiente para elevar a temperatura média do planeta. Então, sim, os dados precisam ser colocados em perspectivas histórica e não apenas isso é preciso entender as consequências de uma economia voltada para redução de carbono. Na realidade deveria fazer parte do nosso esforço diplomático, a responsabilização destes países (nada mais justo que saber as emissões per capita), e a participação dos esforços na mudança no perfil de emissões de países como o Brasil, por exemplo facilitando… Read more »

Avai2021
Avai2021
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

Mas carcará br a questão seria : – o que ocorreu em 1800 para a mudança do clima não tem mais relevância. O dano pode ter sido até mitigado. – atualmente um dia de poluição gerada na china equivale a 10/20/30 anos da poluição gerada no passado. – e aqui que mora o problema. Quem são os maiores poluidores e a tendência ? – isto o artigo não ilustra. – quais são os países com cobertura florestal e também a proteção ao oceano. Os oceanos produzem mais da metade do oxigênio e absorvem 50 vezes mais carbono vs atmosfera. –… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Avai2021
1 ano atrás

 que ocorreu em 1800 para a mudança do clima não tem mais relevância. O dano pode ter sido até mitigado. Uma tonelada de CO2 continua sendo uma tonelada hoje, amanhã e ontem. Essa descontinuidade histórica pode se aplicar a questões políticas por conveniência, mas sistemas naturais não se importam muito com isso. Existem danos irreparáveis, espécies que desapareceram e ecossistemas que jamais serão os mesmos. atualmente um dia de poluição gerada na china equivale a 10/20/30 anos da poluição gerada no passado. Nós já estamos medindo os efeitos do aquecimento, nós já gastamos qualquer reserva que nos permitiria impedir que… Read more »

Avai2021
Avai2021
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

Bom papo carcará !!!

Lewandowski
Lewandowski
Reply to  Avai2021@hotmail.com
1 ano atrás

Esta Trilogia já virou sino faz tempo. É o que os chineses vem fazendo ha muito na imprensa brasileira: comprando jornais, jornalistas, matérias… Estão tentando passar pano na maior poluidora do mundo, isso sim. Ontem teve cidades que fecharam parques e até estradas devido a poluição… Eu não caio nessa da Trilogia, mas muitos já caíram….
.
Sds

Hcosta
Hcosta
1 ano atrás

Como é que as Forças Armadas dos EUA emitem quase tanto CO2 como Marrocos e Peru?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Esqueçam…

Wellington
Wellington
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Graficos estão todos cheios de furos, a China produz tanto CO2 que deveria estar em 2º lugar, ou lá nao se usa combustiveis fosseis nas forças armadas?

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
1 ano atrás

Mas para a Greta Thunberg e seus amiguinhos hippies da Europa, o Brasil é o responsável por destruir o planeta.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Plinio Carvalho
1 ano atrás

Não somos os responsáveis e deveríamos nos aproveitar disto, nos juntando com outros em situações semelhantes que enfrentam o dilema de não terem níveis elevados de desenvolvimento e necessitam crescer e emitir menos carbono nos próximas décadas.
Não negar a coisa toda e assumir uma postura alinhada aos países ricos e principais responsáveis pela situação.

Last edited 1 ano atrás by carcara_br
Hcosta
Hcosta
Reply to  Plinio Carvalho
1 ano atrás

A Greta deve ser quem mais critica os países Europeus. Não é uma questão de Europa vs. Brasil.
Mas o presidente do Brasil é um alvo fácil por culpa própria…

Adler
Adler
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

Olhe quem financia a Greta.
Siga o dinheiro e vc achará a resposta para esse ataque irracional ao Brasil,sem contar a claque interna e a mídia podre.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Adler
1 ano atrás

A Greta? Não está a generalizar muito a questão?
E não me parece que seja um ataque ao Brasil mas sim ao Governo.

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

Devemos manter a floresta intocada ou devemos reflorestar as cidades?

Minha opinião, devemos é reflorestar as cidades e ao mesmo tempo, dar uso a florestas….

Alguem já ouviu falar de Agroflorestas?

carcara_br
carcara_br
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Em que sentido, mudando o sistema de monoculturas atual ou utilizando as agroflorestas para avançar em reservas e áreas de proteção ambientais?

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

NNo sentido em que existe ainda um bom espaço de terra publica na floresta Amazonia a ser ocupada e pode ser opucpada e dentro da legislação. 20% destas terras podem ser usadas mesmo que num processo arcaico de fazenda tradicional e ortodoxa mas se fizerem isto, parece ao mundo todo que a casa vem abaixo. Mas mais do que isto, poderiamos usar muito mais usando a Agrofloresta. muito. E agrofloresta encaixa tanto na floresta quanto em espaços urbanos…é um multiplicador absurdo. Metodo que não usa fertilizante, quimicos nem maquinario, mas que em 4 anos de exploração atinge absoluto equiibrio fisico… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Colocar fazendas no “processo arcaico” aquilo vira um deserto em poucas décadas, mas é um ótimo modelos pra biomas já devastados ou em processo de recuperação. Pode simplesmente ser impraticável no meio da floresta amazônica, seja por não preservar a biodiversidade original, seja por introduzir espécies invasoras, seja pela simples densidade da cobertura vegetal.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

Mas tem espaço de sobra. Na legislação ambiental mesmo o percentual de area verde obrigatoria na Amazonia se inverte com relação as propriedades no Sul. Lá a lei estabelece que a exploração agricola somente pode ocupar 20% da mata original.

Tá de bom tamanho.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image/v1/fill/w_1349,h_596,al_c,q_85,usm_0.66_1.00_0.01/c44486_1f2cd68d046949a38b5a141b2abe71ae~mv2_d_5333_3103_s_4_2.webp

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Imagine o trabalho de colher tudo isso, sem falar das doenças que atacariam estas plantas. O custo de produção iria lá para cima, só os ricos poderiam comer isso aí. Pode ser que se torne viável lá mais na frente, mas agora videira tem que ficar do lado de videira.

Last edited 1 ano atrás by Inimigo do Estado
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Inimigo do Estado
1 ano atrás

O amigo está redondamente enganado. É ai que está a beleza da coisa. Os custos de produção são 10 vezes menores.pois não preve insumo externo, adubos,quimicos, pesticidas (eles não existem) Por obvio, é um sistema que alcança equilibrio apos uma media de 4 anos….Como preve a integração adensada de cultivos, é uma plantação extremamente diversificada no extremo oposto da monocultura. Por ser diversificado, o fluxo de receita é recorrente uma vez que voce não depende da cotação de um unico tipo de lavoura. Comparada a monocultura, logico ela tem mecanização muito menor e mão de obra maior na implantação, mas… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Prometa que dará uma olhada neste video fabuloso….isto voce pode fazer tanto em areas urbanas quanto florestais. Este especialista é da Amazonia.
https://www.youtube.com/watch?v=1H4ySHAJyB4
Veja o potencial até agroturistico….

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Pragas e pestes somente ocorrem em areas desbalanceadas….os inimigos naturais das plantas são combatidos pelos proprios inimigos naturais do sistema equilibrado…

Renato B.
Renato B.
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Isso lá é verdade, pragas são uma reação ao desequilibrio produzido especialmente pela monocultura. Mas existe demanda tanto para conservação (uso sustentável) como para preservação (deixar quieto).

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Renato B.
1 ano atrás

É isto o que me atraiu ao tema da agrofloresta. Ela em si, é uma cesta de dezenas de produtos em uma mesma propriedade. Para se ter ideia, não existe queda de produção de cacau neste sistema mesmo com a presença da vassoura de brucha (fungo peste que acabou com plantações de monocultura do cacau) Ela não soluciona tudo, é mais demorada para atingir pontos de equilibrio (uns 4 anos), mas depois ela estabiliza e vai sozinha numa queda vertiginosa de custos. A receita do proprietario passa a ser uma cesta de produtos de safras variadas e cotações diferentes. A… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Só que animais maiores precisam de extensões maiores, em termos de bioma isso conta mais ainda. Se as agroflorestas são fragmentadas demais não suportam muita coisa nem garantem a variedade genética capaz de suportar uma população. Como a polinização, por exemplo. Sem isso fica parecido com um aquário: é bonito, segura um tempo, mas na prática não se sustenta.

Estamos num ponto em que até a produção alimentar está em cheque, como os conflitos entre produtores de soja e fruticultores em torno de uso de agrotóxicos e polinizadores.

Renato B.
Renato B.
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

De qualquer modo, o impacto da agrofloresta é limitado. Na amazônia existem Angelins de 80 metros e quase 400 anos. Castanheiras chegam a 50 metros e também demoram para crescer. As arvores de grande porte criam o microclima de floresta que permite o crescimento de toda a flora e fauna que vem abaixo, sem isso o que se tem é um arremedo de floresta que não vai prestar os mesmos serviços ambientais originais, como garantir a oferta de agua e equilibrar o clima.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Em SP, a porcaria da prefeitura, ao invés de transformar o Anhangabaú num parque verde, cimentaram tudo, transformando a região em um forno.
Se não fosse por causa da pressão popular, o terreno aonde farão o Parque Augusta tinha virado estacionamento.
Enquanto isso, os parques da cidade não tem manutenção a anos.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

De fato, Anhangabau, marginais Pinheiros e Tiete, podemos fazer qualquer simbololo deles, mas ainda assim, seriam uma caricatura do que deve ser obrigação de cada individuo no mundo ou mesmo.

De que adianta uma ilha verde se ela está do outro lado do mundo? Se ela não está em casa, na calçada por onde ando, na rua por onde ando, na estrada por onde ando, no endereço onde trabalho e vivo?

O modelo de credito de carbono é uma mentira por principio.

Salim
Salim
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Anhangabaú e sobre uma avenida, a ideia ali será grandes festas e shows, marginais estão até arborizadas , mais pode melhorar. O problema SP e a verticalização desordenada e destruição de bairros com casas e comércio local, vão destruir o melhor de SP .

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Salim
1 ano atrás

quem sabe o novo estilo Home office volte a valorizar os bairros…torço por isto…

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Concordo plenamente!

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

Isto aqui não é uma foto montagem…é real. trata-se do aeroporto de Singapura, a cidade mais verde do mundocomment image

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

comment image
Novo arranha-céu em Singapura explora paisagismo nas varandas

Last edited 1 ano atrás by carvalho2008
Salim
Salim
1 ano atrás

Voce pode expor um monte mentiras so falando verdades. O Brasil caiu na mentira e por incompetência das autoridades atuais irão criar várias dificuldades ao país. Falta inteligência, articulação, comunicação e negociação bilateral para desarmar esta bomba criada por incompetência e bravatas idiotas. infelizmente teremos que aguardar a proxima eleicao, porem as solucoes propostas e opcoes estao aquem das necessidades para levar Brasil a uma situacao melhor. Espero que populacao seja capaz de escolher solucao pautada seriedade, trabalho e competencia e nao na esmola do governo ou populismo barato que resultou neste atraso.

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

https://www.sabado.pt/mundo/detalhe/china-esta-a-construir-a-primeira-cidade-floresta
China está a construir a primeira “cidade floresta”

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Primeira cidade de floresta inteligente no México projetada por Stefano Boeri Architetti

https://www.archdaily.com/927312/first-smart-forest-city-in-mexico-designed-by-stefano-boeri-architetti

Last edited 1 ano atrás by carvalho2008
Hcosta
Hcosta
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Esta é tentar recriar a cidade da civilização Maia

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Hcosta
1 ano atrás

é uma questão de acertar o mão no tempero….

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

show de bola…

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

Sem esquecer os Oceanos….nada menos que 3/4 do Planeta….comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

Destrinchando….evolutivamente por partes:

Esta é a area de preservação ambiental DENTRO das propriedades Rurais.

É aquela área dentro da fazenda que o agricultar não derrubou ( e nem pode derrubar) as arvores. Area plotada por satelites e que se confirma pelas imagens atea da NASA.comment image
Ao final, constatou-se que elas ocupam 18 milhões de hectares, equivalentes a 50% da área de imóveis rurais do Brasil e a 25,6% de todo o território nacional.

Last edited 1 ano atrás by carvalho2008
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Continuando a evolução acima que trava apenas das areas protegidas dentro das Fazendas:

  • Quando somadas as áreas protegidas (atribuição de terras Indigenas e Quilombolas) e preservadas (ocupação de terrasqfazendas) do Brasil, tem-se um total de 423.439.733ha, equivalentes a 49,8% do território nacional.
  • comment image
    Resrvas indigenas+Quilombolas+grafico anterior de Areas Preservadas de Fazendascomment image
    Area de Indigenas + Areas preservadas nas Fazendas é maior que 28 paises somados da Europa
Last edited 1 ano atrás by carvalho2008
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

E por ultimo, quando voce soma as R E S E R V A S A M B I E N T A I S +Florestas Preservadas das Fazendas+Indigenascomment image
Materia de Origem do Estudo
https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/24066473/agricultura-tem-papel-de-destaque-na-preservacao-ambiental-mostra-estudo

Last edited 1 ano atrás by carvalho2008
carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás
Tiago
Tiago
1 ano atrás

Alguém tem que esfregar essa informação na cara de quem aceita a ideia absurda de que somo os UNICOS e principais responsável pelo aquecimento global.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
1 ano atrás

Isso tudo, a reclamação contra os maiores poluentes nortistas, se parece com a reclamação do celibatário involuntário de quarenta anos: “mas eu não comi ninguém, tenho o direito de tirar o atraso com meus contatinhos, e vocês já comeram o bastante”. Ridículo e vergonhoso, além de enviesado (nem explico porquê). Muito mais útil seria escrutinar como o capitalismo está financeirizando a poluição através da economia do carbono, o dernier cri da compulsão por produzir valor (agora, a partir do nada já que o trabalho humano já está esgotado). Capitalismo é política, é guerra, é economia, é tudo.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Alex Barreto Cypriano
1 ano atrás

Não há santos no mundo…pois santos habitam o céu….e em terra de pecadores…atire a primeira pedra aquele que não tenha pecado…deveria haver um silencio…pois fomos, somos e seremos exemplo para o mundo…. Precisamos consertar o que ainda temos para consertar, temos muito ainda a se fazer. Sei que muitos ficam contrariados com os mapas que listei, mas são fatos que provocam uma reflexão. Não pretende nem de longe dizer que é mil maravilhas porque de fato não é…apesar de 25% do territorio nacional estar dentro de areas preservadas de fazendas, não podemos dizer que são virgens ou intocadas. Se não… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Mestre Carvalho, sou seu fã. Suas postagens nesse ítem foram espetaculares, esclarecedoras. Quanto à reflorestar cidade, discordo: toda a humanidade poderia ser albergada numa grande superquadra com meros 500 km de lado com uma densidade adequada (uns 280 hab/HA, o conjunto Zezinho de Magalhães, projetado em 1968 por Artigas e outros pra CECaP teria 305 hab/HA). Cidades tem densidades muito baixas, na casa de algumas dezenas a poucas centenas de habitantes por hectare, mais por causa do modo de explorar o solo, o mercado fundiário, do que por desejo de estragar a natureza. De toda forma, já no século XIX,… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Alex Barreto Cypriano
1 ano atrás

Mestre Alex Barreto, Economia de carbono é uma falacia, uma mentira e uma má intenção. Por principio torta , imoral . Voce admite que devastou, devasta, polui, continuará poluindo e que pretende compensar isto pagando para alguem plantar uma arvore ou não derruba-la do outro lado do mundo, bem distante de seus filhos, seus netos, seus bisnetos….hummm…que sentido tem isto? Olha a intenção já de cara…?!! Alemão vai entupir as ventas com cinzas de carvão mas contente por uma floresta equatorial na America do Sul ou Indonesia…estranho…e olha que quem faz oxigenio (70% dele), são os Oceanos…vai vendo….é outro tema… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Mestre Carvalho, concordo integralmente com sua avaliação da desonestidade da economia de carbono. Mas ela tem outras formas além do crédito de carbono como por exemplo, plantas de captura e estoque de carbono, um escândalo em subsídios e ineficácia…

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Alex Barreto Cypriano
1 ano atrás

Se o mestre se interessar, o criador da idéia da Garden City foi Ebenezer Howard, um inglês que tinha trabalhado nos EUA. Na Inglaterra Welwyn e Lechtworth são cidades pensadas ao modo Howardiano.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 ano atrás

Sobre energia: temos um litoral de  7.367 km de extensão , temos sol forte e muito vento, poderíamos investir em energias alternativas, implementar uma política de estado pensado em nossa infraestrutura energética. Campos eólicos, solares e até o uso das mares…Temos que ser menos dependentes das termoelétricas e hidrelétricas. Com um grande período de estiagem, rios secam, reservatórios secam e crises hídricas e crises energéticas podem acontecer. Infelizmente alguns veem a implementação de tais tecnologias como gasto e não investimento, preferindo continuar a investir nas velhas matrizes energéticas. Essa três imagens são iniciativas existentes no estado do Ceará e que… Read more »

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Adriano Madureira
1 ano atrás

Eu tenho uma cultura sobrevivencialista. Acho que sobrevivêncialismo deveria ser uma materia e atividade de escola. Ensina primeiros socorros, engenharia de alimentos, estocagem, autosustentabilidade, etc….E neste quesito, acho que o Brasil deveria ter 10% de sua matriz energetica em usinas nucleares, nem mais nem menos, uma reserva emergencial. De resto, acho que a caminho está indo bem com os novos parques eolicos, salvo engano, ja estamos entre os 10 maiores e crescendo. Acho as termicas um terrivel caso de acidente de percurso, embora reconheça que foram faceis e rapidas de ativar…mas é um absurdo. Tão absurdo quanto o lobby das… Read more »

_RR_
_RR_
1 ano atrás

Prezados,

Só há um método de obtenção de energia que pode efetivamente prover um país do tamanho do Brasil e de forma segura, com poucos riscos econômicos: energia nuclear.

Chineses, por exemplo, não tem pudores. Estão construindo reatores até e além para suprir sua demanda de energia, fortemente dependente de carvão.

Importante dizer: reatores que 4ª geração já estão se tornando realidade (que, entre outras vantagens, queimam o que hoje é lixo nuclear), com os chineses já tendo ativado um protótipo e a possível aplicação comercial disso lá por 2030.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  _RR_
1 ano atrás

A grande aposta agora é a fusão nuclear…Chineses juram que conseguiram….se for verdade, conseguiremos reatores que uma vez desligados, a radiotividade cai a zero…a água seria o combustivel….

Últimas Notícias

Justiça não atende AGU e mantém suspensão de compra bilionária de blindados

A Justiça Federal rejeitou hoje recurso da AGU (Advocacia-Geral da União) contra a suspensão da compra de 98 veículos...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -