A tradicionalmente previsível coletiva de imprensa anual de Vladimir Putin saiu dos trilhos na quinta-feira (23/12), quando o presidente russo pareceu perder a calma ao ser confrontado com a agressão de Moscou na Ucrânia.

Depois que uma repórter do Sky News perguntou se Moscou poderia dar garantias de segurança e prometer não invadir seu vizinho, Putin explodiu: “Você está exigindo garantias de nós? Vocês é que devem nos dar garantias. Imediatamente. Agora mesmo. E não falarei sobre isso por décadas.”

Seus comentários foram feitos enquanto a Ucrânia divulgava imagens de satélite que mostravam mais forças russas se acumulando em sua fronteira, e o Ministério da Defesa russo anunciava massivos exercícios de “ataque” na Crimeia.

Moscou afirmou repetidamente que os movimentos são uma resposta ao que considera a ameaça de uma expansão da OTAN, enquanto as autoridades ocidentais veem o golpe de sabre do Kremlin como uma forma de diplomacia coercitiva por meio da qual espera manter o controle sobre a Ucrânia.

Putin retratou repetidamente a Rússia como a vítima em sua coletiva de imprensa, alegando que Moscou foi arrastada para o conflito na Ucrânia quando na verdade é apenas um “mediador”.

“Eles querem nos tornar uma parte do conflito, e não é assim”, disse ele.

Putin acusou a OTAN de ser o verdadeiro agressor, parecendo ferver brevemente ao sugerir que o Ocidente sempre procurou destruir a Rússia.

“Eles nos enganaram. Apenas nos enganaram. Cinco ondas de ampliação da OTAN ”, disse ele.

“E, além disso, não importa o que fizéssemos, vocês sempre expressaram ‘preocupações’. Saiam daqui com suas ‘preocupações’. Faremos o que consideramos necessário. Queremos garantir nossa segurança”, afirmou.

“Nossas ações vão depender da situação na esfera da segurança. Deixamos claro que a expansão da OTAN no Oriente não é aceitável. Não fomos nós que viemos aos Estados Unidos com mísseis. Eles são os únicos instalando mísseis bem na nossa porta”, disse ele.

“E se instalarmos mísseis na fronteira dos EUA com o Canadá? Ou México?”

Visivelmente zangado, ele expressou frustração com a ideia de uma Ucrânia soberana, sugerindo que o país na verdade pertence a Vladimir Lenin.

“E a quem a Califórnia pertencia?” ele perguntou, aparentemente se referindo à Califórnia sendo parte do México antes da Guerra Mexicano-Americana.

“E o Texas? Eles se esqueceram disso ou algo assim? Tudo bem, todos se esqueceram e não se lembram da maneira como agora se lembram da Crimeia. Também não nos lembramos de quem criou a Ucrânia – Lenin Vladimir Ilyich, quando criou a União Soviética.”

FONTE: MSN News / The Daily Beast

Subscribe
Notify of
guest

332 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
R_Cordeiro
R_Cordeiro
2 anos atrás

Na verdade a resposta dele foi muito mais complexa que isso. O video vale mais que mil textos. Resposta correta e precisa. Enfim um líder mundial com culhoes.

Stx27
Stx27
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

Sem dúvidas!
Clareza e firmeza nas falas dele e sem alterar o tom de voz.
Fala de quem sabe mto bem em que terreno está pisando há tempos…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Stx27
2 anos atrás

Putin é um grande estadista.

Glasquis7
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Não, estadista ele nunca foi.
Um grande estrategista isso sim.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Glasquis7
2 anos atrás

Se ser estadista significa defender os interesses do seu país e do seu povo. Ele é um estadista sim. Qual outro atualmente encarou e enfrenta um jogo tão pesado quanto ele ?

glasquis 7
Reply to  Antonio Palhares
2 anos atrás

Ele não defende os interesses do seu povo, apenas os da sua classe. Estabeleceu os interesses do seu país segundo “o seu próprio ego” e determina as ações de todos segundo as suas ordens.
É maior empecilho para a integração da Rússia com países que não concordem com a sua militância para governar.

Não é um estadista, apenas um estrategista que assumiu o poder e jamais o soltou.

Embora devo admitir que, neste caso específico, concordo com a sua postura.

Hélio
Hélio
Reply to  glasquis 7
2 anos atrás

“É maior empecilho para a integração da Rússia com países que não concordem com a sua militância para governar.” Graças a Deus. O que te leva a crer que é do interesse do povo russo viver na lacrolândia ocidental? Isso não é de interesse do francês, do italiano, do alemão, vai ser logo do russo? Sorte dos russos que eles estão bem longe desse tipo de coisa. Já se você gosta de ter almirantes travestis ou ser preso por dizer que um homem de peruca não é mulher, quem está indo contra os anseios do povo e defendendo a própria… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  glasquis 7
2 anos atrás

Glasquis 7.
O ocidente não cumpriu o acordo de não levar a OTAN parta o quintal da Rússia.
Não fosse a postura firme do Putin a Russia teria sido invadida e dividida. É ai que para mim reside o patriota e estadista. Ou não é ?

Marcos10
Marcos10
Reply to  Antonio Palhares
2 anos atrás

Primeiro os ucranianos tomaram sua decisão soberana de entrarem para a região do Euro. Dessa decisão os russos tomaram parte do território ucraniano. A ameaça de invasão da Ucrânia por parte dos russos agora me parece muito mais uma ameaça para a Europa do que vice-versa.

Oliveira96
Oliveira96
Reply to  Marcos10
2 anos atrás

Errado, os EUA financiam a oposição Ucraniana via USAID faz tempo, e quando a oposição de um país é financiado por uma nação estrangeira com objetivos claros de expansão militar e geopolítica, toma a força o poder e oprime a própria população configura violação de soberania, desde 2014 a Ucrânia está em guerra civil porque o atual regime em Kiev massacra a própria população

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antonio Palhares
2 anos atrás

Você acha que a OTAN iria invadir a Rússia ?

A probabilidade disto acontecer é zero.

glasquis 7
Reply to  Antonio Palhares
2 anos atrás

Por isso digo que, neste caso, concordo com a postura dele.

Michel
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Muito provavelmente o maior da atualidade, Mestre kings.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Michel
2 anos atrás

Sem dúvidas!

SDS

Agressor's
Agressor's
Reply to  Michel
2 anos atrás

O Brasil deveria fazer “igual” a Rússia em defender seus interesses, a gente também deveria ter mais autonomia. Nós temos que agir como um gigante que somos e deixar de ser um anão diplomático, devemos fechar o maior números de parcerias possíveis. Devemos ser pacíficos, mas não podemos continuar sendo passivos!

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Agressor's
2 anos atrás

Anão diplomático não profere anualmente o discurso de abertura da Assembléia Geral da ONU. E quanto a ser pacífico, a guerrilha urbana no RJ, Manaus e periferia de SP, o trânsito e o novo cangaço desmente essa tese.

Last edited 2 anos atrás by Comte. Nogueira
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Comte. Nogueira
2 anos atrás

Guerrilha na periferia de SP ?!

Que SP é esta que eu não conheço ?

francisco
francisco
Reply to  Agressor's
2 anos atrás

Se o Brasil agisse da mesma forma, já teria gritado contra a presença dos russos na Venezuela, bem na nossa fronteira.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  francisco
2 anos atrás

O Brasil, não tem direito algum de reclamar com a Venezuela se associa ou treina em conjunto.

Da mesma maneira que o Putin n tem direito de reclamar de quem entra para a OTAN.

ALISON
ALISON
Reply to  francisco
2 anos atrás

Um cara desse e muito animal…

Mosczynski
Mosczynski
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Grandes estadistas não matam os seus inimigos contaminando-os com material radioativo. Ou prendem seus dissidentes porque tem o poder.
Vocês tinham que se limitar a falar bem de material bélico russo, seus pontos de vista políticos são doentios.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mosczynski
2 anos atrás

Valeu militante da democracia!

glasquis 7
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Esperava uma resposta mais inteligente da sua parte.

Parece que tocaram seu ponto fraco.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Mosczynski
2 anos atrás

Matam com uma canetada presidencial no salão oval, não é amigo?!

Jorge
Jorge
Reply to  Adriano Madureira
2 anos atrás

E a canetada as vezes nem é presidencial… é da ex primeira dama que frequenta o salão oval!

glasquis 7
Reply to  Adriano Madureira
2 anos atrás

Da mesma forma que foi feito na Chechênia.

Jorge
Jorge
Reply to  Mosczynski
2 anos atrás

“(…) Ou prendem seus dissidentes porque tem o poder.”

Como os norte americanos fazem com Julian Assange e Chelsea Manning ?

Bosco
Bosco
Reply to  Jorge
2 anos atrás

É completamente diferente prender um criminoso que pós em risco a segurança nacional expondo segredos de Estado, ainda que possa ser louvável do ponto de vista ético , de um inimigo político.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Ah tá!

Agressor's
Agressor's
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Nos EUA existe uma lei que permite que depois de algumas décadas documentos secretos fiquem livres para acesso a consulta pública. E lá vc encontrará inúmeros documentos sobre operações escusas deste país de golpes de estado, assassinatos políticos, ações de limpeza étnica e da promoção de todo tipo de ditaduras e grupos terroristas. E até mesmo sobre operações de false flag promovidas por meio de atentados contra sua própria população…

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Mas ai a justificativa é a mesma….mestre Bosco…

Nilo
Nilo
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Aqui tem gente sendo morta por muito menos, por opção de genero, aqui tem gente, que quando não morre por arma de fogo por disputa ideologica, morre de fome, ou tem sua vida, exposta de forma vil a destrui-lo vivo, viva esta democracia bolsonarista que mantem vc vivo comendo osso, ou tem enquanto cidaddão de ouvir piada degradante, humilhante por ser de cor.

Kornet
Kornet
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Chegou a 5 série da patria deseducadora.

Wellington Kramer
Wellington Kramer
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Quanta besteira!

francisco
francisco
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Fome e homofobia tem no mundo todo.

Nilo
Nilo
Reply to  francisco
2 anos atrás

onde chiquinho, na Suécia, na França, Nova Zelândia,….
Nos EUA, mas lá tem lei para toddos, nenhum presidente americano se atreveria fazer chacota de forma continua a liberdade de escolha de um cidadão americano de morrer de fome (rsrsrsrsrsr) ou de opção sexual, sem ter que responnder a Justiça e a sociedade.

Last edited 2 anos atrás by Nilo
Nascimento
Nascimento
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Então quem divulga os crimes feitos pelos militares americanos no exterior é um traidor e ameaça a segurança nacional? Pois foi baseado nessa lógica que prenderam muitos hackers americanos. E dizer isso não me faz pró-russo e nem defensor da prisão do Navalny.

Bosco
Bosco
Reply to  Nascimento
2 anos atrás

Nascimento,
Como disse, pode ser louvável do ponto de vista ético mas no caso deve ter ferido a lei deles lá, portanto , um criminoso. Diferente de ser um dissidente, que discorda de um poderoso qualquer ou um inimigo político de um governante que quer se manter no poder a qualquer custo e que o prende ou o mata por “crime de opinião”.
É disso que se trata o meu comentário.
*Qualquer semelhança com o que ocorre no Brasil não é mera coincidência.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Eles não compreendem a diferença entre espião e dissidente…

Vou desenhar..

Uma coisa é um empregado do estado com acesso a informações classificadas divulgá-las.

Outra é alguém de fora do Governo, sem acesso a qualquer tipo de informação sensível, falar mal do Governante e ser envenenado por isto ou preso ou os dois..

Entenderam ?

glasquis 7
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Não adianta. Segredos de estado que afetam outras nações não são segredos democráticos e tiram a legitimidade de qualquer governo.

Não vamos passar pano só por que o erro foi americano né?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  glasquis 7
2 anos atrás

Quer dizer que na sua visão deveríamos divulgar informações classificadas que podem afetar outras nações por crise de consciência ?

glasquis 7
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Não.

Quero dizer que, manter o respeito à soberania de outros povos é fundamental para o bom convívio e, “meter o dedo” na política interna de outros países para desestabilizar este ou aquele governo, mudar o curso dos acontecimentos em benefício próprio e ocultar as “garras” classificando como “Segredo de Estado” para que os afetados não saibam, é apenas uma artimanha desonesta para ocultar a própria culpa em crimes cometidos durante esse processo.

E isso deve ser combatido.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  glasquis 7
2 anos atrás

ahahahaha ah ta…

Acaba a atividade de inteligência então.

Hélio
Hélio
Reply to  Bosco
2 anos atrás

A diferença entre um e outro são on interesses que você simpatiza, no caso.

ALISON
ALISON
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Criminoso e vc tocar nesse teclado… Pai do Céu…

francisco
francisco
Reply to  Jorge
2 anos atrás

Esses dai são espiões traidores. Dissidente é outra coisa.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Jorge
2 anos atrás

Julian Assange Chelsea Manning divulgaram informações classificadas.

Até vocês entendem a diferença que isto tem de liberdade de expressão.

Nilo
Nilo
Reply to  Mosczynski
2 anos atrás

Brincando voce, afirmações adolescentes. Me faz lembrar de Julian Assange, mas é claro, não matou, não…não… BBC de Londres: “Vladimir Putin é um líder como nenhum outro no início do século 21. O presidente recolocou seu país no patamar de grande potência, capaz de influenciar processos políticos mundo afora. Sua imagem no exterior nunca foi das melhores, mas Putin nunca fez questão de ser amado. Ele alcançou seu objetivo: que a Rússia voltasse a ser respeitada – e, por muitos, temida.” https://www.bbc.com/portuguese/internacional-55944027 Não espere dos russos a atitude de vassalagem como a nossa que subimos na nossa casa com bandeira… Read more »

Last edited 2 anos atrás by Nilo
Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Mosczynski
2 anos atrás

Eles jogam bombas atomicas sobre paises vencidos.
Fazem chover bombas de fósforo incendiando e destruindo cidades alemãs sem importância alguma militar abarrotada de civis.
Invadem países ricos em hidrocarbonetos detonam toda sua infraestrutura promovendo o que alguns chamam de genocídio e depois vão embora. E por ai vai…

LUCIANO DO PRADO
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Porque tem tanto bozonarista dando dislike??? ????

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  LUCIANO DO PRADO
2 anos atrás

Alguém tem que compensar os likes dos adoradores do coisa ruim.

Curiango
Curiango
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Quem
Negativou é vira-latas. Passa vira-latas!

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

É óbvio que tentaram passar um ar de nervosismo(medo??) por parte do Putin.
Olhe as fontes: MSN/ The Daily Beast, uma americana e outra inglesa.
Fora aquele site defence-blog.com, criado e mantido por um ucraniano que só serve para falar mal da Rússia. Credibilidade zero.

Last edited 2 anos atrás by Vinicius Momesso
Leonardo Costa da Fonte
Leonardo Costa da Fonte
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

Perfeito. Eu vi primeiro o vídeo. Respondeu muito bem. Não pareceu nenhum um pouco irritado com a jornalista ou a pergunta em si. Estava irritado com a situação. Quero ver o que o ocidente vai fazer se a Rússia e China combinarem de invadir a Ucrânia e Taiwan ao mesmo tempo!!!

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Leonardo Costa da Fonte
2 anos atrás

Irritado?! Perdendo a calma?! Bem que eu gostaria de ser descontrolado como Putin estava nessa coletiva…

Mas errado ele não está, e espero que em defesa de seu estado, ele pague para ver, a Nato já está fungando no pescoço russo e se tiver que fazê-los retroceder através da força, que seja…

“É pedir demais não colocar nenhum sistema de ataque perto de nossa casa, o que há de estranho nisso?”, questionou o presidente. “E se tivéssemos colocado mísseis na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá? Ou no México?”, disse Putin.
comment image

Raphael
Raphael
Reply to  Adriano Madureira
2 anos atrás

Psicologia reversa das boas.

Raphael
Raphael
Reply to  Leonardo Costa da Fonte
2 anos atrás

É disso que eu sempre estou falando. Está claro e evidente que a Rússia vai invadir a Ucrânia, Rússia vai mandar tropas para a fronteira da Polônia e Bielorrússia. A China por sua vez, vai invadir Taiwan e atacar o Japão, e vai mandar tropas para Pyong Yang e atacar Seul.

JBS
JBS
Reply to  Raphael
2 anos atrás

Raphael

Boa tarde

Invadir Taiwan, acho que não há dúvidas – mas, atacar o Japão e a Coreia do Sul? Aí acho que a sua ideologia está te cegando demais! Se isto ocorrer, os EUA, e os próprios invadidos tem condições sim, de retaliar, e o farão com ctza!

Que vc esteja muito errado, porque se estiver certo, o mundo não será o mesmo – duvido que todos nós Brasileiros, temos algo a ganhar com isto.

Saudações

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

Sem dúvidas, o Putin é um grande líder, inteligente demais. ( Não concordo com tudo que ele faz) Mas, temos que admitir o cara é um excelente estadista.
Uma pena que no Brasil não tem ninguém assim, com capacidade de vencer as eleições, ficaremos entre o maior l4drã0 que esse país já teve e o estelion4t4ri0 eleitoral.
Caminhamos a passos largos para o fundo do poço.
Cada dia mais minha esperança de um país melhor, se esvai.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

+1!

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

Asssiti ontem direto pelo YouTube. Excelente resposta, que esse texto fez parecer ruim. Não tem nem metade do que ele disse aí. Qualquer explicação aue não seja uma transcrição ficaria incompleta e daria margem a críticas. Mas duvido muito que ocorram caso assistam o vídeo inteiro. Concordo 100% com ele nessa daí.

Iran Moreira
Iran Moreira
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

E aqui vamos nós com fanboys americanos e russos a se digladiar. Se requer uma grande dose de cegueira seletiva ou inocência para acreditar que exista algo de “puro” ou “idealista” dentro da guerra por poder das grandes potências. Não há democracia. Há interesses. Não há socialismo. Há interesses. Quer o sejam das megacorporações americanas. Quer o sejam dos grupos de poder russos. A busca pela hegemonia é uma constante. E é o que nos levou a tantas guerras. Os únicos países que falam em “direito de autodeterminação dos povos”, como o Brasil, correspondem àqueles que não possuem meios para… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Iran Moreira
2 anos atrás

Irretocável, perfeito seu comentário…

Curiango
Curiango
Reply to  R_Cordeiro
2 anos atrás

Sem duvidas o Homem do século 21!.

Stx27
Stx27
2 anos atrás

É, o cara ficou Putinho…

sub urbano
sub urbano
2 anos atrás

A Ucrania e o brasil são exemplos do que manifestações de rua convocadas pela midia e por mongoloides do youtube são capazes de fazer. Ucrania foi partida ao meio e o brasil passou de sexta economia mundial para 15º.

Bosco
Bosco
2 anos atrás

É só o Biden decretar estado de prontidão DEFCON 1 que ele acalma esse ataque de pelanca. Não os virtuosos russos que defendem a soberania dos outros. E como é que implicam com um país vizinho que tem como vizinho um país que se orgulha de ter 7000 armas nucleares e já anexou parte dele não pode ter direito a ter mísseis em seu território. O tal da coerência é o principio mais difícil de por em prática. E isso vale tanto para a vida pessoal quanto para as relações internacionais. “Faço o que eu digo mas não faça o… Read more »

Léo Neves
Léo Neves
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Mas a questão da anexação ocorreu somente por este medo da Otan se expandir mais para leste , mas também surtiu o efeito de jogar mais a Ucrânia para o lado da Otan. É meio que todos os lados tem motivos para preocupação e ninguém quer ceder . O certo seria todos os lados cederem mas acho muito difícil

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Que ‘meda’!

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Nossa! Digitei do celular e ficou horrível.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Bosco
2 anos atrás

O que significa “ataque de pelanca”?

Bosco
Bosco
Reply to  Vinicius Momesso
2 anos atrás
Agnelo
Agnelo
Reply to  Vinicius Momesso
2 anos atrás

Um senhor homossexual dando piti, balançando as carnes e gorduras moles nos braços, pernas, barriga e pescoço.
Kkkkkkkkkkk

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Então o senhor Bosco confundiu o Putin com Boris Johnson.

Manuel Flavio Vieira
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Agnelo, podemos voltar a conversar? Sinto falta de você

pedro
pedro
Reply to  Bosco
2 anos atrás

E como é que implicam com um país vizinho que tem como vizinho um país que se orgulha de ter 7000 armas nucleares e já anexou parte dele não pode ter direito a ter mísseis em seu território.”

Mexico e Cuba que o digam não?

Bosco
Bosco
Reply to  pedro
2 anos atrás

Os mesmos que são a favor da Rússia por ela não querer que a Ucrânia tenha meios de ataque que possam atingir Moscou são os que acham um absurdo Israel querer impedir que o Irã as tenha.
Se vale pra chico vale pra francisco.
Quanto a Cuba e México, eles que o façam. Vai ser direito dos vizinhos gostarem ou não e se moverem para impedir ou dificultar o intento.
Vida que segue.

Nilo
Nilo
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Os mesmo que trabalharam para que hoje o Canadá, não tenha capacidade de produzir seu próprio caça de superioridade aérea, quanto mais seus próprios mísseis nucleares, hoje, um gigante, em cadeira de rodas, rsrsrs, ei, bem, estou falando do Canadá, não confunda com o Brasil, rsrsrsrsrsrs.

Bosco
Bosco
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Nilo,
Sinceramente nunca li nada a respeito. Sequer sei se há uma ala política e social que reivindica esses “direitos” que você nos lembra. Em sendo uma demanda real do povo canadense pra mim é novidade.
O que sei é que vocês consideram que os EUA são praticamente um deus onisciente e onipotente. Eu não vejo desse jeito. O poder que vocês alegam que os EUA têm eles mesmo desconhecem.

Jorge
Jorge
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Sua comparação foi boçal…
Desde quando Irã fez parte de Israel???

pedro
pedro
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Mas quem JA FAZ isso nao é a Russia e sim os EUA, Israel e Europa! Se pelo que dizes isso já acontece, pq de seu ataque de pelanca com a Russia querendo o mesmo direito? Sobre Cuba, ela quase foi invadida pelos EUA nos anos 60 por estar com misseis Sovieticos, ou ja esqueceu? Quem quase levou o mundo a guerra nessa epoca foi justamente os EUA por fazer isso. Quanto ao Mexico o mesmo foi privado por decadas de ter FAs decentes pois sempre que precisassem tinham os EUA ao seu lado para ajudar. Hj o país virou… Read more »

pedro
pedro
Reply to  Bosco
2 anos atrás

“É só o Biden decretar estado de prontidão DEFCON 1 que ele acalma esse ataque de pelanca.” Legal e farão o que, textão pelo twitter? Cantar imagine em praça publica? Cancelar o Putin no Facebook? Ou eles acham que mandar 5 ataques de avioes furtivos basta para ele se render? Os caras não deram nem conta do fraco Taleban e dos fanáticos do ISIS e quer conter um adversário altamente preparado, motivado e com a vantagem do terreno, clima e logistica? Vc acha mesmo que os ricos, gordos e despreocupados jovens americanos irão morrer em algum lamaçal gelado na Ucrânia… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  pedro
2 anos atrás

DEFCON 1 implica em alta prontidão dos meios nucleares e guerra nuclear iminente ou já em curso. Não tem nada a ver com jovens gordos ou magros.

Os caras não deram nem conta do fraco Taleban e dos fanáticos do ISIS”
Isso aí já é conclusão sua baseado na narrativa que você acolheu. Hoje em dia o mundo funciona assim. Há várias verdades e a gente escolhe em qual acreditar.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Decreta-se o estado de DEFCON 1. Dispersam-se os bombardeiros e aviões tanques por várias bases. Lancem pelo menos mais um Ohio.
Cancelem as folgas dos militares designados para os Minuteman. Mande o embaixador americano de Moscou voltar…
Pronto! Nem precisa ligar para o Putin falando nada.
Ele não pode ameaçar o mundo livre de ataque nuclear, mesmo que veladamente, e não haver uma reação à altura.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Bosco
2 anos atrás

E se a Rússia também decretar seu DEFCON 1? Quero lembrar que a destruição que a Rússia pode fazer aos EUA é maior que este pode fazer à Rússia. Claro, nenhum dos dois lados vai sair ganhando, mas garanto que os EUA vão perder mais que eles.

Bosco
Bosco
Reply to  100nick-Elã
2 anos atrás

100,
É o que a Rússia deve fazer.
Quanto ao nível de destruição, acho as diferenças irrelevantes e devo lembrar que de acordo com o New START os dois países têm meios ofensivos estratégicos semelhantes em quantidade e megatonelagem.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Mestre Bosco, eu somei as potências e a Rússia (nos números disponíveis das forças principais, estratégicas, fora as chamadas forças defensivas que não tem muitas informações) tem algo como 380 a 590 Mt em 2585 armas, ao passo que os EUA tem algo como 580 a 1080 Mt em 3800 armas.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  100nick-Elã
2 anos atrás

Em termos de armas nucleares, ambos estão pareados, com uma vantagem pros EUA em número e potência (ICBM, SLBM, bombas,…). É só comparar o levantamento das forças nucleares de ambos em 2020 ou 2021 no site do Atomic Scientists Bulletin. Já partilhei em outro lugar o dos EUA, partilho aqui o da Rússia.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Alex Barreto Cypriano
2 anos atrás

Parabéns, vc sabe mais que o Putin.

pedro
pedro
Reply to  Bosco
2 anos atrás

E os EUA podem? É isso? Entao o argumento de que a RUssia precisa agir em sua defesa mostra-se verdadeiro.

Se os EUA fizerem tal, estará dando a Putin e a qualquer outro país que se sinta ameaçado pela tirania dos EUA, a tomar todas as atitudes belicas defensivas possiveis. Nem o energúmeno e incapaz do Biden daria a Putin tamanha desculpa para ai sim nao apenas na Ucrania mas em toda sua volta ocupar e derrubar países e governos. “Jeniu!”

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Ganha a guerra quem impõe o poder político sobre o local.

Bosco
Bosco
Reply to  Red Pill - 红色药丸
2 anos atrás

Então a Rússia e os EUA não ganharam a SGM porque a Alemanha, a Itália e o Japão são países soberanos.

pedro
pedro
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Se por um assunto da Ucrania e Russia a reação dos EUA seria essa, de ate ameaçar o mundo com guerra Nucelar, a Russia nada mais esta no seu direito e correta ate, em impedir que ussem a Ucrania como trampolim contra ela propria. Sem falar que se for assim, a Russia poderia lançar ou ameaçar lança-las quando por exemplo os EUA ou a Europa fazer algum ataque a algum outro país 3o. Ou a Coreia do Norte, China, India e qualquer outro país. Quanto mais vc tenta forçar a realidade a um lado, quem mais fica fora dela é… Read more »

Agnelo
Agnelo
Reply to  pedro
2 anos atrás

Taliban e ÍSIS são coisas completamente diferentes. Principalmente o Taliban, q traçou uma guerra de resistência, q “tira” do campo militar a decisão da guerra. Uma guerra de resistência não trava combates decisivos e persiste até o inimigo desistir (Guerra do Vietna) ou achar q já fez o suficiente e passar a bola pra outro (caso do Afeganistão). No caso do Taliban, esse outro (Forças Armadas e governo afegão) não tinha condições de conduzir a guerra. Um conflito Rússia X OTAN seria uma guerra de “altíssima” intensidade, dada a possiblidade de emprego de armas nucleares. E, neste caso, com um… Read more »

pedro
pedro
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Guerra nao é armas, é motivação! Se nao tiveram motivação para combater uma guerra no estrangeiro contra um fraco inimigo, qual garantia que queiram contra um inimigo melhor equipado, treinado, motivado e com vantagens de logistica, clima e logistica?
Sobre guerra OTAN x Russia, qual motivo da OTAN em declarar guerra contra a mesma se a Ucrania nao é estado membro? Lembre-se que quando houve aquelas escaramuças entre a Turquia e a Russia, diversos países da OTAN apoiaram politicamente a Turquia e só! Somente se houvesse um ataque Russo contra um membro que iriam pensar em resposta e mais nada.

Leonardo Pereira Passos
Leonardo Pereira Passos
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Nossa que medo o Putin vai ficar, os EUA colocam tropas no muro dos russos, isso pode? Quero ver os russos colocarem mísseis no México ou em Cuba, para ver se os americanos iriam ficar quietos, os EUA irão fazer o mesmo que fizeram quando a Rússia anexou a Criméia e entrou na Síria, absolutamente nada. Assim como na época do Trump vivia chamando o Kim Jong Um de Rocketman e tudo mais, bastaram algumas detonações nucleares e alguns mísseis balísticos passando por cima do Japão que o no tom das bravatas diminuíram ao ponto de virarem até amiguinhos nas… Read more »

Last edited 2 anos atrás by Leonardo Pereira Passos
Bosco
Bosco
Reply to  Leonardo Pereira Passos
2 anos atrás

“os EUA colocam tropas no muro dos russos, isso pode?” Eu não faço juízo de valores aqui. As relações internacionais são baseados na força (política do galinheiro) . Se pode ou deixa de poder não vem ao caso. O que vem ao caso é a capacidade dos lados de agirem para fazerem valer suas posições. Eu tenho até simpatia pela causa russa. Acho que com a Ucrânia entrando para a OTAN ela fica bem vulnerável. *Agora, não me pergunte porque a relação de ambos chegou a esse ponto. O que eu citei no caso dos EUA frente à ameaça velada… Read more »

Glasquis7
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Quero ver os EEUU entrarem em Defcom 1 para ameaçar uma nação com ogivas nucleares sob o seu poder.

Se os EEUU estive-sem assim, tão confiantes como vc diz, então, para que tanto empurram a OTAN contra a Rússia?

Bosco
Bosco
Reply to  Glasquis7
2 anos atrás

Quero ver os EEUU entrarem em Defcom 1 para ameaçar uma nação com ogivas nucleares sob o seu poder.”
Foi pra isso que os níveis de prontidão foram pensados.

Nilo
Nilo
Reply to  Bosco
2 anos atrás

EUA decretando DEFECOM terá junto com o resto do mundo de comer o resultado produzido de sua ação.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Glasquis7
2 anos atrás

Washington como sempre instiga seus asseclas( nato) para porem o deles na reta, enquanto os cidadãos americanos estão na segurança de seus lares…

Em caso de conflito, os primeiros a levarem ferro provavelmente serão Estônia, Letônia, Lituânia, talvez nem pelo seu potencial militar mas até para servir como aviso, para países como a Polônia.

Um conflito agora pode desencadear outros em outras frentes, como na antiga Iugoslávia.
comment image

Last edited 2 anos atrás by Adriano Madureira
Bosco
Bosco
Reply to  Adriano Madureira
2 anos atrás

Eu não sei se é culpa de Washington mas eu sei é que o Putin está dizendo que a Ucrânia vai ter que ser eternamente um capacho, um para-choque russo e aguentar o tranco no caso de uma possível guerra para segurar a OTAN e dar tempo do seu senhorio se preparar.
Os que defendem isso para a Ucrânia são os que criticam a soberania do Brasil e nos rotulam de capacho do Tio Sam.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Em momento nenhum houve ameaça velada de ataque nuclear. Putin falou de reiteradas promessas de não expandir a OTAN para o leste europeu. Falou do desejo de um presidente americano de separar a Rússia em 12 países diferentes no sudoeste, sobre a instalação de armas americanas na Polônia, Romênia etc. e que ele gostaria quenas promessas fossem cumpridas em não expandir para o leste europeu. A ameaça foi que se a Ucrânia fizer um acordo bilateral com EUA e ingleses ou entrar na OTAN, ele não vai ficar olhando. A questão nunca foi a Ucrânia e sim a OTAN.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Bosco
2 anos atrás

A questão é….porque uma independencia politica da Ucrania ou uma associação a OTAN?

É impossivel uma independencia Ucraniana sobre os blocos?

Nilo
Nilo
Reply to  carvalho2008
2 anos atrás

Sim mestre, é impossivel. não existe instituições fortes o suficiente dentro da Ucrância, para resistir a atração destas duas esferas de influência, tanto Russa como Americana. As liderenças ou grandes riquesas ucranianas, buscam tirar vantagens nos interresses externos por suas terras, mercado consumidor e influencia geopolitica, mas são vantagens que só beneficiam essa oliguarquia, enquanto a população vive na pobreza. Quando não, um grupo forte paramilitar chamada de “Praviy Sektor’, neofacistas, que fragiliza ainda mais a sociedade, disseminando ódio, tendo como objeto de culto ou feitiche um rifle ou pistola. As Forças Armadas silenciaram, no caso da Ucrânica se dissolveu,,… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Então, não há o que se fazer…..cabe a responsabilidade Ucrania promover sua independencia dos blocos de um lado e do outro, se vc escolhe um, automaticamente se candidata a ser inimigo do outro…veja que Suecia e Dinamarca ficam tambem na fronteira, mas são independentes….e conseguem ficar dentro do possivel, fora do jogo…

Nilo
Nilo
Reply to  carvalho2008
2 anos atrás

Seria o ideal……mas existem forças internas que levam a outro caminho.

Last edited 2 anos atrás by Nilo
Nilo
Nilo
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Existe uma história de construção, decisões e cultura secular que fazem da Dinamarca e Suécia, não só seu povo, mais uma elite no poder que juntos, optarem por uma política soberana de defesa.

Blind Man´s Bluff
Blind Man´s Bluff
Reply to  carvalho2008
2 anos atrás

Depende do que o povo Ucraniano escolher para seu pais. Antes da guerra contra a Russia, a maioria ucraniana votou para entrar na UE.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Pode drecretar DEFCON IV e não mudaria nada Mestre Bosco…isto é igual ao mar do SUL da China….para a Russia, uma OTAN na Ucrania vale todas as guerras…mas para americano não….os preços são diferentes para cada jogador e por obvio, o blefe sempre vem de quem não está disposto a pagar caro…a Russia está….mas americanos não…para Russos, vale muito a pena pois não sobraria mais nada a eles de zona colchão de defesa….

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Muito bem Bosco. Se ouvirem atentamente o vídeo caem na ladainha do Putin. Mas a verdade é uma só, Ucrânia é um estado soberano do lado de uma potência armada até os dentes. Se a Ucrânia quiser se armar também é direito dela. O México e o Canadá não fazem o mesmo pq faz mais de 200 anos que EUA não tentam anexar eles. EUA anexa a economia, Rússia ainda vive na idade média anexando territórios podem chama-lo de estrategista e o baralho a 4, porém forçar ter uma boa índole com essa conversinha aí já é de mais.

Bosco
Bosco
Reply to  Mensageiro
2 anos atrás

Um dia desses os apoiadores do Putin estavam esbravejando “todo mundo que quiser pode ter arma nuclear”. Agora mudaram de ideia.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Bosco
2 anos atrás

A Ucrânia quer desenvolver seu próprio armamento nuclear ou se colocar como uma ponta de ataque nuclear baseado em armamentos americanos?

Pois para os EUA, Cuba não pôde fazer isso.

Impressionante a falsa analogia.

Last edited 2 anos atrás by Nascimento
Bosco
Bosco
Reply to  Nascimento
2 anos atrás

Não é questão de poder, é questão de “Poder”.

Last edited 2 anos atrás by Bosco Jr
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Mensageiro
2 anos atrás

A questão é o que a Ucrania quer fazer com sua soberania….ela pode? Logico que pode….mas ela deve….se tem juizo….não deveria…Suecia e Dinamarca tambem são limitrofes a Russia e sempre foram astutos o suficiente para manter sua independendia de um lado e de outro….

MGNVS
MGNVS
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco… vc deve se lembrar que assim que foi decretado formalmente o fim da URSS, houve um acordo entre Boris Ieltsin como presidente eleito da Russia junto ao primeiro ministro da Otan, segundo o qual neste tratado, nao haveria a expansao da Organizacao para o leste de uma forma que ameaçasse a seguranca da Russia. Tbm ficou assegurado que a Otan nao implantaria armas nos paises do antigo Pacto de Varsovia. E o que aconteceu? Justamente o contrario. A Otan pressiona cada vez mais a Russia em suas proprias fronteiras. Agora vamos fazer o seguinte, vamos mudar o mapa mundi… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  MGNVS
2 anos atrás

MGNVS,
Não me lembro mas vou pesquisar. Se puder ajudar e colocar algum artigo confiável da época eu agradeceria.
Até onde eu me lembro a URSS ruiu de podre e não estava em condições de suportar nenhum acordo. Mas como disse, vou dar uma relembrada.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco… segue um trecho da reportagem publicada no ano de 1997, sobre o acordo Russia-Otan para Cooperaçao na Europa. Vou postar o link da reportagem completa. Vamos ver se os editores liberam.

Last edited 2 anos atrás by MGNVS
MGNVS
MGNVS
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco… segue o link da reportagem:
https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1997/5/15/mundo/6.html

Ano de 1997
Como vc podera ver, mesmo a Otan nao ratificando o acordo de cooperacao, Boris Ieltsin o assinou como ato de boa fé por parte da Russia.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco… nesse link vc vera um artigo cientifico de 2015 cujo tema é pautado na contençao da Russia pós-Guerra Fria. O autor possui doutorado em ciencia politica com enfase em relacoes internacionais.

https://www.ihuonline.unisinos.br/artigo/6228-critica-internacional-curso-ri-da-unisinos-diego-pautasso

.

Satyricon
Satyricon
Reply to  MGNVS
2 anos atrás

MGNVS, me desculpe intrometer, mas tal acordo aparentemente fora negociado, mas nunca ratificado (assinado) pelas partes.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Satyricon
2 anos atrás

Exatamente. Postei a reportagem e outro link para o Bosco ver que mesmo havendo um esforço da Russia em prol da cooperacao, quem nao ratificou o tratado foi a OTAN. Na epoca da queda da URSS a OTAN considerava a Russia enfraquecida e por isso nao quis assinar o tratado. A OTAN so percebeu o erro quando tentou invadir a Servia na guerra de Kosovo, onde as tropas russas rapidamente tomaram o aeroporto da capital e quando Boris Yeltsin movimentou e apontou os misseis nucleares para as capitais da Europa.

Bosco
Bosco
Reply to  MGNVS
2 anos atrás

Eu li MGNVS. Gostaria de ver um vídeo do líder ucraniano sobre o assunto. Na minha opinião quando há impasse tem que valer a velha “lei do galinheiro” que sempre funcionou para as relações internacionais. Manda quem pode , obedece quem tem juízo. Ao meu ver a Ucrânia tem o direito de fazer o que bem quiser com sua soberania e isso vai desde entrar para a UE, para a OTAN e ter armas nucleares próprias. Já a Rússia tem o direito de não gostar disso. Eles que se resolvam então. Um dos dois terão que ceder ou haverá guerra.… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Bosco… mas a questao em si nao é a Ukranya, e sim o plano da OTAN e EUA de encurralarem a Russia em suas proprias fronteiras mesmo qndo ela ja se dispos a assinar tratados de cooperacao com a Europa. A Ukranya é uma naçao soberana e tem o direito de decidir seu proprio futuro, mas neste caso ela esta sendo manipulada pela OTAN para se indispor com a Russia. Se a Ukranya assinar tratados que garantam que as fronteiras russas fiquem livres de armas da OTAN eu duvido que a Russia criasse toda essa tensao. Da mesma forma, se… Read more »

Satyricon
Satyricon
Reply to  MGNVS
2 anos atrás

15/01/1994
Rússia, EUA e Ucrânia assinam acordo para desnuclearização da Ucrânia, em troca da promessa de mantenimento da integridade territorial da Ucrânia:
https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/1/15/mundo/6.html
A palavra russa vale menos que uma nota de R$ 3,00
O resto, hoje, é retórica.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Satyricon
2 anos atrás

Satyricon… mas naquela epoca uma Ukranya sem armas nucleares era uma vantagem para os EUA e nao para a Russia. A Ukranya na epoca era aliada russa. Os EUA temiam a propagacao das armas nucleares sovieticas para as todas as outras ex-republicas e o acordo com a Russia estabilizou a situacao deixando essas armas somente sob controle de Moscow. Imagine se essas armas tivessem se espalhado pelas outras 14 ex-republicas sovieticas? Imagine como seria a guerra do Azerbaijao com a Armenia? Ja pensou se essas armas caissem nas maos do Lukashenko la na Belarus? Entao mesmo que vc e o… Read more »

Satyricon
Satyricon
Reply to  MGNVS
2 anos atrás

Estabilidade na Europa?
Tipo o apoio genocida aos Sérvios, para sua “limpeza étnica”?
Tipo a invasão da Geórgia?
Tipo a invasão da Ucrânia?
A Rússia hj é o maior fator de conflito na região

MGNVS
MGNVS
Reply to  Satyricon
2 anos atrás

Satyricon… imagine o Brasil no lugar da Russia. Imagine q o Brasil se torne uma potencia nuclear e os EUA, França (por causa da Guiana Francesa) e a Uniao Europeia nao vejam isso com bons olhos. Entao os EUA e esses outros paises com a desculpa que o Brasil esta destruindo a Amazonia coloca misseis e tropas em todas as nossas fronteiras. E tem mais, para validarem sancoes entao os EUA manipulam os outros países a começarem atrito com o Brasil so para eles criarem uma imagem desfavoravel do nosso país para a opiniao publica mundial. Nós estariamos na mesma… Read more »

Mauro Cambuquira
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Sono…

glasquis 7
Reply to  Bosco
2 anos atrás

E essa é a sua visão da democracia???

Quanta contradição.

Luís Henrique
Luís Henrique
2 anos atrás

Excelente vídeo.
Sr. Putin é um grande líder para a Rússia.
E ele tem razão em não querer que países da antiga União soviética façam parte da Otan.
É muita sacanagem dos ocidentais.
Eu acho que se forçarem a barra para colocar a Ucrânia na Otan, a Rússia invade a Ucrânia antes.

Andre
Andre
Reply to  Luís Henrique
2 anos atrás

Essa decisão não deveria caber aos países, que, depois de terem sido explorados e massacrados pelos soviéticos por décadas, querem cada vez mais distância dos russos?

Satyricon
Satyricon
Reply to  Andre
2 anos atrás

Exatamente
É o princípio universal do direito à auto-determinação dos povos.
Mas isso, para um sanguinário como Putin, é mero detalhe.
E tem gente que aplaude.

Slow
Slow
Reply to  Andre
2 anos atrás

Querer não é poder .

Hcosta
Hcosta
Reply to  Luís Henrique
2 anos atrás

Pelos vistos a Rússia não é responsável pelo o que acontece na Ucrânia.

É um mediador e tenta evitar um genocídio…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

Como Putin mesmo explicou, a Ucrânia foi uma criação de Lenin.
Não existia como Estado.
E lá, existe uma grande comunidade russa.
Portanto, acho bom os ucranianos ficarem mansos porque a Rússia pode querer de volta o que era seu.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Kings, se for seguir sua lógica, Portugal pode querer de volta o Brasil, a Espanha pode querer de volta a Venezuela, Colômbia, Peru..
A Inglaterra pode querer de volta os EUA, o Japão pode querer de volta as Coreias.. E assim por diante…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Heinz Guderian
2 anos atrás

Prezado Heinz Guderian

Existem exemplos históricos de anexação de territórios pelo País que tem a maioria étnica da região.
Ainda mais sendo o País ‘anexador’ bem mais poderoso do que o outro.
E ainda mais, de novo, quando o País a ter o território anexado ficar provocando o outro.
Portanto, toda cautela será pouco.

SDS

Wilson Marcos Santos
Wilson Marcos Santos
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Sim.
A Alemanha, em meados de 1930, tomando os sudetos, não é mesmo?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Se assim fosse a maior parte dos países não existiriam.

Azar o deles, se tratassem a Ucrânia como um parceiro/aliado talvez a situação fosse diferente.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

Azar terá a Ucrânia se continuar provocando a Rússia.
Putin foi claro ao explicar o quanto a Rússia tem sido paciente e boazinha.
Mas, paciência tem limite,
Não podemos esquecer que Kiev já foi capital do Império Russo.
Se os russos voltarem para lá, apenas estarão reivindicando um direito histórico.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Em que pese eu discordar de tudo que você defende na maioria das coisas, nessa estou plenamente de acordo. A OTAN trata a Rússia como se ela fosse a antiga URSS, faz de tudo para destruí-la como nação e tudo para terem a supremacia nuclear mundial. Bem hipócrita da parte de quem fez o genocídio indígena americano e usou bomba nuclear contra civis.

Bosco
Bosco
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

A Rússia teve 30 anos para se aproximar da Ucrânia e não o fez. Aí a narrativa de que o afastamento do país da Rússia e da aproximação com a Europa se deve ao financiamento americano , à interferência americana, à capacidade de manipulação americana… não cola. Já foram capacho dos russos tempo suficiente para não quererem mais. E por um lado eu nem tiro a razão do Putin de temer pela segurança do seus país, mas infelizmente ele tava fazendo o Zircon, o Kinzhal e o torpedo tsunâmico para se assegurar que estavam protegidos do cara da outra cidade… Read more »

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Pega teu avião pra Califórnia pega nego..

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Red Pill - 红色药丸
2 anos atrás

Esse ainda está na fase ‘Disney’.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Mestre Bosco….ai não mestre…nós acompanhamos o caso Ucraniano de perto pois foi recente… Sim, havia um presidente alinhado com a Russia, conhecido por corrupção…mas foi eleito…pelo ajuizado povo….dentro de suas leis…e regras… Ai, formou-se um movimento, desejoso de se aproximar do Ocidente, estavam descontentes com o presidente… E numa mostra que lei deve ser cumprida e jamais pela conveniencia da maioria ou minoria do momento, derrubaram o presidente na força pelas armas…por obvio, quem desrespeita as leis e regulamentos não tem bom senso ou moral e mostra que mesmo o povo deve obedecer aos proprios principios que foram compostos quando… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  carvalho2008
2 anos atrás

Carvalho, Eu não entro no mérito de fazer um julgamento da legitimidade ou não das ações populares e políticas em país tão longínquo e tão diferente, principalmente tendo em vista as pouco confiáveis e parciais informações que nos chegam nessa era de pós-verdade onde tudo é contestável e onde claramente os que nos deviam abastecer de fatos nos abastecem de conclusões. O que eu sei é o que está se descortinando hoje aos meus olhos. A Ucrânia está tendo seu direito de soberania contestado por um país estrangeiro que a ameaça militarmente para que ceda à sua demanda. Não entro… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Essa história de que lá existe uma grande comunidade russa que o Putin se preocupa é mais furada que a história das armas químicas do Saddan.
O Putin se preocupa com eles? Mande eles voltarem para casa. O que não falta na Rússia é espaço.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
2 anos atrás

A ucrânia foi criação do Lenin.
Taiwan é parte legítima da China e nunca houve separação de fato.
Israel ocupa as terras dos verdadeiros donos, os palestinos.
Os nativos americanos é que são donos dos EUA….

Sabe tudo de tudo esse rapaz…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Pois eu acho melhor vc começar a se preocupar.

Nilo
Nilo
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Israel já foi além, reinvindicou a titularidade de toda a terra cedida por Deus aos descendentes…..

Nilo
Nilo
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Não errei. Descendentes de Deus, essa estória de de autoproclamar descendente, já aconteceu em muitos momentos da história da humanidade, mas de Deus, é para poucos.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Nilo
2 anos atrás

“estória” ?! Não existe isso tá.

Nilo
Nilo
Reply to  Red Pill - 红色药丸
2 anos atrás

? ? ? ? ? ? ? ? ?

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Nilo
2 anos atrás

Se Israel reivindicasse a terra prometida por Deus a Abraão ela iria pegar a Jordânia, Líbano, Síria, até ao norte do Iraque, Palestina e parte do Egito.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Atravessaram Bering e pararam ali..

Leonardo Costa da Fonte
Leonardo Costa da Fonte
Reply to  Bosco
2 anos atrás

“A terra de Israel vai do Eufrates ao Nilo”. As duas faixas azuis na bandeira de Israel representam os 2 rios.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Eles estão em casa.
Sempre estiveram.

Nilo
Nilo
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Aqui também o que não falta é espaço vazio na Amazônia, pau que bate em Igor pode bater também no Zé rsrsr

Hcosta
Hcosta
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Uma justificação que já não funciona. E é usada desde Estaline.

E não tenho a certeza até que ponto os Ucranianos étnicos Russos apoiem as ações de Putin.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Os russos comessem metade da Ucrânia,eles acabariam como país…

Essa área em vermelho é onde reside a maioria de russos étnicos.

https://i.cdn.turner.com/cnn/interactive/2014/02/world/ukraine-divided/media/ukraine_map_region_vote.jpg

Last edited 2 anos atrás by Adriano Madureira
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Adriano Madureira
2 anos atrás

A Rússia vai acabar ‘passando a régua’ e acabando com essa história.

Blind Man´s Bluff
Blind Man´s Bluff
Reply to  Antoniokings
2 anos atrás

Com quantos anos voce abandonou a escola?

Andre
Andre
2 anos atrás

Como bom ditador, Putin se irrita com a imprensa e com a autodeterminação dos povos. Deveria caber exclusivamente à Ucrânia, e a OTAN, decidir se entra ou não na aliança. Mas os russos sempre admiraram muito os fascistas, se não tivessem sido traídos pelos nazistas, seriam aliados até hoje. Vê-se que o Putin aprendeu muito com eles.

Não fomos nós que viemos aos Estados Unidos com mísseis.” Tentaram e não conseguiram…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Andre
2 anos atrás

Acho que vc ainda não viu a Rússia irritada.

Matheus S
Matheus S
Reply to  Andre
2 anos atrás

Engraçado. Só pode ser piada. Falando em autodeterminação dos povos, por qual razão o Ocidente não defendeu Donbass? Os ucranianos querem invadir Donbass e retomar o território, desrespeitando o acordo de Minsk. Os EUA e a OTAN devem imediatamente bombardear Kiev por não permitir a autodeterminação dos povos do leste da Ucrânia, igual fizeram com a Sérvia. Vamos ver até quando vai durar essa defesa de autodeterminação dos povos e começarem a prestar atenção pelo aspecto geopolítico da situação. Vocês serão os primeiros a chorar quando a China começar a enviar tropas e armamentos para a AS, vide Argentina. Uma… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Matheus S
2 anos atrás

O mais engraçado é ler esses tipos de comentários e voltar…”

Que viagem distópica foi essa, esse pessoal espreita por ai ainda é aterrador.

Andre
Andre
Reply to  Matheus S
2 anos atrás

Vocês quem? Quem está falando da China? Que drogas vc usa?

Matheus S
Matheus S
Reply to  Andre
2 anos atrás

Tcháina?

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Andre
2 anos atrás

Tentaram por retaliação a instalação de mísseis americanos no leste europeu. E foi a URSS, não a Rússia. A Rússia desfez a URSS e deu autonomia aos países confederados. Já a OTAN prometeu não expandir a aliança para o leste e fez 5 expansões. A meu ver o único propósito atual da OTAN é criar um espantalho para os EUA manter os europeus na coleira. A OTAN é uma estratégia norte-americana de defesa não só contra a Rússia mas contra a propria Europa, que os arrastou pra guerra 2x.

Matheus S
Matheus S
Reply to  Ten Murphy
2 anos atrás

Os soviéticos tentaram, os EUA quase iniciaram uma guerra por causa disso. Kruschev colocou mísseis IRBMs em Cuba como retaliação da instalação dos mísseis na Turquia e Itália, os americanos tiveram um ataque histérico como sempre fazem. Se não fosse pela iniciativa de Kennedy em negociar com os soviéticos, o mundo hoje seria completamente diferente, o próprio Kruschev teceu elogios como Kennedy conduziu a crise, o que ocasionalmente, contrariava seus próprios conselheiros que tiveram uma alta dose de histerismo na veia. O mais engraçado disso é que 20 anos depois, Reagan novamente instalou mísseis IRBMs na Europa, reiniciando a crise… Read more »

Andre
Andre
Reply to  Ten Murphy
2 anos atrás

Os antigos países invadidos e dominados pela URSS escolheram entrar na Otan. Eles sentiram na própria pele o que é ser dominado pelos russos e escolheram o caminho de dificultar que isso volte a ocorrer. Apesar da sua visão extremamente simplista do objetivo da Otan, ela não reflete a realidade. Uma rápidas busca por informação vai lhe mostrar isso.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Andre
2 anos atrás

Mr Andre. Isto de auto determinação dos povos é baboseira. É o me engana que eu gosto. Fala isso para os Iraquianos, Líbios, Iranianos, Palestinos, Tibetanos, Mexicanos, Maias, Astecas, Incas e outros. Existem países que fecundam os outros com a sua cultura. E outros que são fecundados. Sempre uma cultura mais rica vai se sobrepor a outra mais pobre e desorganizada. O Trump se irritava com a imprensa e nem por isso era ditador. O Bolsonaro se irrita com a imprensa e nem por isso é ditador. Que a Ucrânia é invenção dos comunistas isto é verdade. Que a Criméia… Read more »

Grifon Eagle
Grifon Eagle
2 anos atrás

O Putin é um grande estrategista, mandou muito bem na resposta. O Joe Biden não tem a mínima capacidade para lidar com o Putin.
Eu só vejo a Rússia em vantagem sobre os EUA e a OTAN com tudo isso que está acontecendo.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

Estranho. A OTAN teve 8 fases de crescimento, 5 delas durante o período em que o Putin governa; neste período a OTAN acabou com qualquer influência russa na República Tcheca, Hungria, Polônia, Bulgária, Estónia, Letônia, Lituânia, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Albania, Croácia, Montenegro, Nova Macedônia e Ucrânia e é a Rússia quem está em vantagem?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Não é influência Russa, é controlo Russo que é diferente e muito mais prejudicial.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

Hcosta por acaso és de Portugal? As vezes em que vi usarem “controlo” foi por queridos amigos lusitanos….

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

A OTAN enganou a Rússia, disse que não se expandiria para o leste europeu, e no entanto se expandiu, e aí o Putin teve que reagir, vê se a OTAN hoje tem peito para aderir a Ucrânia e a Geórgia no bloco? Hoje é a Rússia que está cada vez mais forte, enquanto a OTAN depende incessantemente dos EUA pra tudo. Vê se a OTAN teve a coragem de retomar a Crimeia além da Ossétia do Norte que foram territórios que a Rússia anexou para impedir que os dois países, Ucrânia e Geórgia aderissem ao bloco? Nenhum país do leste… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

De novo: no mesmo período em que a Otan trouxe República Tcheca, Hungria, Polônia, Bulgária, Estónia, Letônia, Lituânia, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Albania, Croácia, Montenegro, Nova Macedônia e Ucrânia para seu lado, quantos países a Rússia conseguiu atrair para seu lado?

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

De novo: Veja se algum destes países conseguem de forma independente se unirem para enfrentar a Rússia? Nem unidos conseguem, quanto mais sozinhos para encararem a Rússia. Óbvio que naquele período a Rússia estava se reerguendo após o colapso da URSS que deixou a Rússia totalmente enfraquecida. Nos anos 2000 na era Putin, a Rússia começou a se reerguer e é óbvio que tanto nos anos 90 como nos anos 2000, a OTAN aproveitou para se expandir ao leste, porém, vê se hoje a OTAN consegue se expandir para o leste aderindo mais países? Não, não consegue, até porque se… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

Eu só quero um país da OTAN que a Rússia tenha conseguido exercer seu papel de potência assim como a URSS fez na Hungria em 1956 ou na (então) Tchecoslováquia em 1968.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Óbvio que durante aquele período a Rússia não tinha como exercer seu papel de ”potência” porque a URSS havia colapsado e a Rússia estava fraca, desestruturada e desestabilizada, e somente com Vladimir Putin nos anos 2000 é que a Rússia começou a se reerguer, e é claro que durante os anos 90 e 2000 a OTAN aproveitou para se expandir pelo leste justamente porque a Rússia nada podia fazer já que estava enfraquecida. Agora, tente aderir um país europeu na OTAN pra vc ver o que acontece, vc acha que será como nos anos 90/2000 que os EUA poderiam sair… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

As duas últimas rodadas de crescimento da OTAN foi em 2017 e 2020…

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Claro, e veja a resposta da Rússia agora. Ou ambos chegam a um acordo, ou vai dar em guerra. Tenho certeza que a maioria dos países membros da OTAN não querem uma guerra contra a Rússia, e torcem para que haja um diálogo e ao mesmo tempo um acordo. 2017 e 2020, além das ações da OTAN na Ucrânia, foi a gota d’água para o Putin, que reagiu bem as alturas. Eu não estou torcendo para a Rússia e nem para a OTAN, mas estou sendo realista jus aos fatos e ao cenário, e o cenário mostra claramente que a… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

A resposta da Rússia foi movimentar tropas dentro de seu próprio território… coisa que ela tem todo direito de fazer. Eu realmente não entendo porque movimentar tropas dentro do próprio país é visto como uma grande resposta. Agora sabe no que vai dar isso? A mesma coisa que deu na primeira vez que a Rússia fez isso, alguns meses atrás: nada. A Rússia não vai conseguir que a OTAN se comprometa a não permitir a adesão da Ucrânia, e muito menos impedir que os países do leste europeu mantenham em seus territórios tropas de outros países. Vai, no máximo, conseguir… Read more »

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Aí é que vc se engana amigo, a Rússia movimentou tropas dentro do seu território além da sua fronteira lá na região de Donbass e também pela Crimeia. O Putin não quis um conflito, mas quis mostrar à OTAN que a Rússia estaria bem preparada se caso a OTAN insistisse em querer aderir a Ucrânia. A Rússia não vai permitir a adesão da Ucrânia à OTAN em nenhuma hipótese, o Putin já deixou isso bem claro. O Putin visa a segurança da Rússia, e ele não vai admitir que os países fronteiriços adentrem ao bloco ou que ao menos instalem… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

São todas áreas que já estão sobre controle russo. É uma movimentação para chamar a atenção, se os russos quisessem mesmo invadir a Ucrânia, já teriam invadido e por isso eles fazem isso de forma tão ostensiva. Cão que ladra não morde. Sobre a questão econômica, a Europa consome gás russo porque é mais barato, mas eles também importam da Argelia, Catar, Noruega, Canadá… se os russos param de fornecer, é simples: A Europa vai ter de gastar aproximadamente 10% a mais para obter gás de outros países, mas vai tocar a vida, porque gás natural é abundante no mundo… Read more »

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Sim, é uma movimentação para chamar a atenção para que a OTAN não se expanda mais pelo leste europeu, tanto que o Putin traçou uma linha vermelha. A Rússia não invadiu porque o Putin não quer uma guerra, pois ele sabe que uma guerra não será bom pra ninguém, mas assim ele o fará se as tensões piorarem naquela região com a OTAN querendo se expandir ainda mais para o leste ucraniano, como está sendo atualmente neste momento. ”Cão que ladra não morde.” Você vem falar isso para a Rússia de Putin? Mexa com a Rússia hoje, continue facilitando com… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

A Otan, como disse, fez 5 rodadas de crescimento no período em que o Putin governa a Rússia. Hoje, só 6 países europeus estão fora da Otan: Suíça e Áustria (que são neutras e querem ficar assim), o que restou da Sérvia após a secessão de Montenegro(que entrou para a OTAN) e de Kosovo (que em breve vai entrar para a OTAN), Bósnia-Herzegovina, Ucrânia e Bielo-Rússia. Depois de perder qualquer influência sobre República Tcheca, Hungria, Polônia, Bulgária, Estónia, Letônia, Lituânia, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Albania, Croácia, Montenegro, Nova Macedônia e Ucrânia agora ele coloca uma linha vermelha? Piada. A Europa não faz… Read more »

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Piada é o que você está falando. Vc quer saber o que restou da Sérvia? Se aliou à Rússia, e tem um exército cada vez mais forte com equipamentos militares russos adquiridos. A Rússia perdeu influência sobre estes países que vc citou, porque a URSS colapsou, ruiu, e então os EUA e a Europa aproveitaram para crescer a OTAN já que a Rússia estava fraca ainda, mas hoje é bem diferente. O Putin traçou uma linha vermelha justamente para que a OTAN não se expanda mais para o leste, sendo que o limite dela é ali, até a linha vermelha,… Read more »

Slow
Slow
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Por isso a linha vermelha é a Ucrânia .. como ele mesmo disse que não compriram oque falaram em relação a expansão pra leste .

Jacinto
Jacinto
Reply to  Slow
2 anos atrás

E quem é a Rússia para impor linhas vermelhas em países soberanos? A Argentina poderia impor uma “linha vermelha” ao Brasil?

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

E quem é a OTAN para ameaçar a Rússia, instalando sistemas de mísseis balísticos apontados para a Rússia em países membros do seu bloco?

Bosco
Bosco
Reply to  Grifon Eagle
2 anos atrás

Calma Grifon!
A OTAN não está apontando nenhum míssil pra Rússia. A Rússia está incomodado com a possibilidade disso ocorrer mas há muito tempo a OTAN não tem mísseis lançados de terra com alcance maior que 500 km e menor que 5500 km.
Diferente dos russos que têm mísseis cruise com 2500 km lançados de terra numa clara violação ao INF da qual eram signatários.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Não está porque a Rússia não deixa, mas que a OTAN sempre quis cercar a Rússia com mísseis balísticos, isso eu n tenho a menor dúvida.
A Rússia tem ogivas nucleares sim, e diversos mísseis balísticos, mas ela não vai atacar se a OTAN não se aquetar.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Jacinto
2 anos atrás

Jacinto.
É uma questão de café no bule.
Como os Estados Unidos determinam com vai ser no seu quintal.
E a China tambem.
Não é dificil entender isso.

pedro
pedro
2 anos atrás

Parabens ao Forte por colocar o video da entrevista, pois nela ve-se o oposto do que a noticia e a chamada falam! O cara foi firme, aceitou a pergunta da reporter (diferente de certos lideres que somente aceitam perguntas previamente enviadas e de acordo, como o atual presidente dos EUA) e a respondeu a altura. Sobre o que ele disse, um ponto interessante é que o mundo quase chegou a guerra nuclear nos anos 60 quando justamente a entao URSS colocou misseis…….ao lado dos EUA! E ainda ate mais importante, em 2014 a Ucrania tinha um presidente legitimamente eleito que… Read more »

Matheus S
Matheus S
Reply to  pedro
2 anos atrás

Vale destacar que o movimento da Praça Maidan assumiu cada vez mais um ar revolucionário com os Estados Unidos abertamente acendendo as chamas da oposição a Yanukovych, o presidente eleito. 

Apesar do artigo 41 da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, que exige que os diplomatas “não interfiram nos … assuntos internos”, o secretário de Estado assistente dos EUA para assuntos europeus compareceu abertamente em dezembro de 2018 na Praça Maidan com o embaixador dos EUA. 

Eles encorajaram protestos contra o governo eleito no poder, até distribuindo panfletos aos manifestantes e às forças de segurança.

Um verdadeiro golpe de estado.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Matheus S
2 anos atrás

Tudo preto e branco.
Bons contra os maus.
Se não houvesse apoio popular não haveria revolução. Não foi um golpe militar como aconteceu em muitos sítios em que poucos mudam o regime.
Foi uma revolução e os EUA e outros apoiaram o lado que mais lhes convém.

Deve ser pior apoiar um dos lados do que invadir um país…. .

carcara_br
carcara_br
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

Apontado as devidas responsabilidades, logo vira uma revolução popular, claro que instigado por agente externos.
Bom mesmo é conquistar sem disparar nenhum tiro, não parece o caso desta vez, mas a Crimeia foi um ótimo exemplo.
Portugal parece longe, mas sei lá, se os russos empurrarem forte de lá, serão os primeiro a irem parar no oceano, deveriam moderar o discurso no lugar de ficar na saia dos maiores achando que estão protegidos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
2 anos atrás

Na minha opinião a situação interna é muito mais relevante do que a instigação externa, algo que existe nos dois lados. Ganhou quem teve mais apoio popular.
E de lembrar que o presidente na altura era pró Russo e tinha o poder do estado Ucraniano e apoio da Rússia para intervir. E mesmo assim perdeu.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

O fato do presidente eleito ser pró russo já faz cai sua tese do: “Ganhou quem teve mais apoio popular”
Aproveitaram um recorte momentâneo pra aplicar um golpe, não se faça de inocente.

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
2 anos atrás

Não foi bem assim, houve um processo gradual de protestos desde quando envenenaram o líder da oposição no início do século. e os Russos fizeram o que sabem fazer. Campanhas de contra informação, ameaças, cortes do gás, etc… E não dá para criar um movimento popular desta dimensão e ao longo de décadas. Pode ser incentivado, apoiado mas tem de ter uma força política muito mais forte do que é conseguido por influências estrangeira. E nenhum país gosta de ser dominado por outro. Por algum motivo, semanas antes das eleições na Bielorrússia, surgiram notícias de uma eventual invasão Russa e… Read more »

Last edited 2 anos atrás by Hcosta
carcara_br
carcara_br
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

Sim havia uma disputa de forças equilibrada ao longo do tempo que resguardavam interesses russos.
Russos são ruins e os outros europeus bonzinhos, não fazem campanhas de contra informação, ameaças nem boicotes econômicos, que realidade paralela é essa?
Foi possível criar movimentos de resistência na Crimeia donbass e donets e diria que a influencia russa é capaz de estender ainda mais estas regiões, e ai quem os impede?
A Bielorussia se prontificou a enviar tropas e colocar armas nucleares no território pra segurar os ânimos da Otan. Boa sorte por lá…

Hcosta
Hcosta
Reply to  carcara_br
2 anos atrás

Não, não havia uma disputa externa equilibrada. Nisso os Russos ganham de longe. O problema é a Rússia atua através da força e da ameaça. Os cortes do gás, eleições manipuladas, forças mercenárias, operações secretas de destabilização, presos políticos, etc… Não dá para comparar os métodos e os fins. Não há preto e branco nas relações internacionais mas há diferenças significativas. Os EUA e outros países Ocidentais não usaram os mesmo métodos que a Rússia. A Rússia faz chantagem, ou fazes o que eu digo ou sofres as consequências. Os EUA é suborno, se te juntares, recebes isto e aquilo.… Read more »

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

Apoio popular se compra com acordos, promessas e dinheiro. Eu mesmo já participei de reuniões de partidos de esquerda na minha época de alienado onde os acordos ocorriam. Precisa de 1 milhão de pessoas na Paulista? A gente põe 1 milhão na Paulista. Uns vão por amor a ideologia, outros por objetivos puros ou escusos de poder ou assistência social e alguns iam por 50 reais, transporte e almoço, à época. Foi nessa época que percebi a dissonância entre teoria e prática, fui estudar mais e abandonei o espectro político ao qual era afiliado, de carteirinha, camiseta e tudo. Tinha… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Ten Murphy
2 anos atrás

Fazer manifestações políticas é algo de normal.
Estarem dezenas ou centenas de milhares de pessoas em protesto durante meses e a resistirem a ataques policiais é um ato de resistência.
É preciso muito mais do que dinheiro para fazer uma revolução popular.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Hcosta
2 anos atrás

O start sempre demanda dinheiro. Depois que você der corda, pode ser que o fluxo não se interrompa mais ou pode morrer o movimento. Mesmo de não ocasionar uma revolução, pode gerar uma guerra de desgaste, psicológica e informacional. E se você tiver dinheiro o suficiente, pode financiar não apenas uma revolução por anos como também até mesmo uma guerra. Meu tempo de utopia acabou quando vi como é feita uma tentativa de revolução pessoalmente. Daí para descobrir seus teóricos foi um pulo. Mas concordamos em discordar.