sábado, maio 21, 2022

Saab RBS 70NG

PIB da China cresce 8,1% em 2021, maior marca em quase uma década

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O PIB da China cresceu 8,1% em 2021, com o maior crescimento em quase uma década e ficando bem acima da meta anual do governo de atingir uma taxa de crescimento acima de 6%.

A expansão robusta, que supera a expectativa do mercado e eclipsa a maioria das outras grandes economias em termos de dois anos, indica um caminho de recuperação econômica estável – com base na estratégia epidêmica de tolerância zero do país – que Pequim vem encenando inabalavelmente, apesar das calúnias ocidentais e ventos contrários ao longo do ano, que variaram de surtos esporádicos de coronavírus, problemas no setor imobiliário, aumentos de preços de commodities a granel a uma crise de energia.

O PIB total do país em 2021 atingiu 114,37 trilhões de yuans (US$ 18 trilhões), segundo dados divulgados pelo National Bureau of Statistics (NBS) em 17 de janeiro.

Liu Xuezhi, especialista sênior em macroeconomia do Banco de Comunicações, disse ao Global Times que a economia da China em 2021 continuou uma “recuperação leve” na era pós-COVID, com os principais índices econômicos operando em um nível relativamente estável.

Em 2021, o PIB per capita da China era de cerca de US$ 12.551, de acordo com o NBS, próximo ao de um “país de alta renda”, conforme definido pelo Banco Mundial, e superando a média global do PIB per capita.

O volume econômico em 2021 representou um aumento de US$ 2 trilhões em comparação com 2020, ou aproximadamente o equivalente ao PIB da 8ª maior economia do mundo da Itália em 2020, com base no cálculo do Global Times.

“A escala da produção econômica incremental em 2021 também atingiu um novo recorde”, disse Tian Yun, ex-vice-diretor da Associação de Operações Econômicas de Pequim, ao Global Times. Ele estimou que, de 2020 a 2021, o incremento econômico da China contribuiu com impressionantes 50% para o do mundo, destacando o papel da China como âncora e estabilizador da economia global.

Em 2020, a China foi a única grande economia do mundo a conseguir uma expansão, com uma taxa de crescimento do PIB de 2,3%. Tirando o efeito base e traduzindo em termos de dois anos para uma avaliação objetiva, o crescimento médio do PIB da China foi de 5,1% de 2020 a 2021, também liderando a maioria das economias do mundo, disseram analistas.

De acordo com um relatório do Banco Mundial, o PIB dos EUA deve crescer 5,6% em 2021, e isso se traduz em uma taxa média de crescimento estimada de 1,05% no período 2020-2021.

No quarto trimestre de 2021, o PIB da China cresceu 4,0%. O crescimento econômico no primeiro, segundo e terceiro trimestres foi de 18,3%, 7,9% e 4,9%, respectivamente.

“A expansão trimestral do PIB da China diminuiu gradualmente ao longo do ano. A pressão descendente culminou em um pico no terceiro trimestre, mas a maioria foi eliminada no quarto trimestre, o que significa que a economia atingiu o fundo do poço e pode iniciar um avanço este ano.”, disse Tian, ​​também observando uma base maior no segundo semestre de 2020.

Enquanto a mídia ocidental tem divulgado como a estratégia dinâmica de tolerância zero COVID da China infligiu tremendo dano à segunda maior economia do mundo, os analistas desmascaram essas alegações apontando que é a estratégia que custa menos para garantir que a maior fábrica do mundo se recupere mais rapidamente , continue rugindo e fornecendo para o mundo.

A produção industrial da China – impulsionada pela forte demanda no exterior e uma cadeia de suprimentos resiliente em casa – continuou sua trajetória vibrante em 2021, enquanto o investimento em manufatura e imóveis foi moderado e o ressurgimento do coronavírus pesou sobre o consumo.

De acordo com a NBS, as vendas no varejo, reflexo do consumo nacional, subiram 12,5% ano a ano, para 44,08 trilhões de yuans no ano passado. O valor agregado industrial expandiu 9,6% e o investimento em ativos fixos aumentou 4,9%, atingindo 54,45 trilhões de yuans.

Em 2021, o volume de comércio exterior da China atingiu US$ 6,05 trilhões em 2021, ultrapassando o marco de US$ 6 trilhões pela primeira vez, segundo dados alfandegários divulgados.

Analistas disseram que, no curto prazo, a disseminação da variante Omicron altamente transmissível em Pequim, Zhuhai na província de Guangdong, no sul da China, e no município de Tianjin, no norte da China, bem como o ressurgimento da variante Delta em várias cidades, lançou uma sombra sobre os gastos durante os feriados do Festival da Primavera e as perspectivas econômicas para o primeiro trimestre de 2022, embora esse impacto provavelmente desapareça no segundo trimestre.

De acordo com um relatório divulgado pela Academia Chinesa de Ciências, o crescimento do PIB da China deverá moderar em cerca de 5,5% em 2022.

“Este ano, as autoridades devem ajustar uma política fiscal mais proativa para sustentar a economia, mas isso não será como um estímulo ‘semelhante a uma inundação'”, disse Tian.

FONTE: Global Times

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

131 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
131 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel BR
Gabriel BR
4 meses atrás

O modelo chinês colocando a concorrência para comer poeira.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Gabriel BR
4 meses atrás

Olá Gabriel. Sobre o crescimento de 8%, é preciso notar que ele ocorre sobre um período anterior de baixo crescimento relativo, sem que isso tire o mérito chinês. Precisamos discutir com seriedade o modelo chinês, as suas vantagens e os seu problemas. Parece claro que o caminho para países que possuem grande populações (como o Brasil) deve ser feito sobre uma economia industrial. Para o Brasil, o modelo exportador de commodities parece ser insuficiente para garantir o bem estar da população. Outro ponto importante é discutir a questão democrática. De um lado, vemos a China ampliando o bem-estar material da… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Camargoer.
4 meses atrás

Os caras estão comemorando antes da hora. A China cresceu 8% em 2021 e uns 2% em 2020, total uns 10% nós dois anos. Muitos menos do que cresceria em dois anos normais. Ano após ano eles estão perdendo o gás. Agora a estimativa é que eles ultrapasse a economia dos EUA em 2032 não em 2028 como se previram antes. A China entrará em estagnação em pouco tempo. O modelo chinês de crescimento artificial já tá dando sinal de estagnação e agora com as políticas neomaoistas do do ursinho pooh duvido muito que a China se mantenha até década… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Marcelo
4 meses atrás

O PIB da China em valores reais foi de cerca de US$ 28 tri em 2021.
Se ela crescesse os 10% usuais, seria o equivalente a colocar na rua um PIB quase do tamanho da França ou Inglaterra.
Ou seja, quanto maior o PIB menor o crescimento percentual sobre o ano anterior.
Não há como manter essas taxas estrondosas de crescimento eternamente.

WSilva
WSilva
Reply to  Marcelo
4 meses atrás

Sua analise é equivocada. Primeiro, se a China cresceu menos nesses 2 anos, o que dizer do que resto do mundo? Do jeito que você fala parece que todo mundo tá crescendo e a China decrescendo, isso não procede. Na verdade o cenário ainda é o mesmo, ninguém cresce mais do que a China. Segundo, ninguém(sério) nunca disse que a China ultrapassaria os EUA em 2028, a analise do governo chinês sempre colocou o ano de 2034/35 para que isso aconteça. Todas estimativas sérias do ocidente apontam que isso aconteça depois de 2030 sendo a estimativa chinesa 2034/35. Terceiro, eu… Read more »

Slow
Slow
Reply to  Marcelo
3 meses atrás

Kkkk segundo os especialistas do blog a China iria falir por causa da Evergrande ..

Enquanto China cresceu 2% em 2020 os EUA caiu 4% e em 2021 cresceu mais de 3% que os EUA ..
Oque cresce bastante nos ?? é a dívida que já passou dos 30 trilhões e o número de drogados que só no ano passado morreram 100 mil , se você acha que isso é o futuro boa sorte ..

Last edited 3 meses atrás by Slow
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Slow
3 meses atrás

Depois diziam que eu era o profeta do apocalipse.
Estou aceitando apostas.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Teu problema, Antoniokings, é que você só vê apocalipse num hemisfério do planeta. Do outro, só acertos, vitórias, perspectivas brilhantes, etc. Custa crer que você não perceba que a mesma força histórica criou ambos os lados com a única finalidade de se consumirem em holocausto…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Prezado Alex.

A questão não é simplesmente isso.
É fato óbvio que a dinâmica da economia mundial está no Oriente.
E também é evidente que algumas economias ocidentais, principalmente a americana, estão enfrentando sérios problemas estruturais e perda de importância relativa.
Agora, chame isso de apocalipse quem quiser.
Eu chamo de evolução natural das coisas.

WSilva
WSilva
Reply to  Slow
3 meses atrás

”Kkkk segundo os especialistas do blog a China iria falir por causa da Evergrande ..”

Existe um fetiche pela queda da China, esse fetiche baseado em inveja e raiva leva as pessoas a viver numa bolha, numa paranoia ao ponto de propagar noticias pateticamente falsas sobre o Império do meio.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  WSilva
3 meses atrás

Pois é.
Estamos esperando sentados.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Camargoer.
4 meses atrás

O modelo que países com grandes populações deveriam usar é o que os EUA usaram no pós-guerra, voltado ao consumo interno. Hoje, a China faz o mesmo e o Brasil também deveria.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Olá Allan. Você tem razão quando compara os EUA do pós-guerra e a China de hoje. Nos anos 50/60, os EUA concentravam cerca de 50~60% da produção industrial do mundo. Eu não sei se a China atingiu essa proporção, mas é inegável que ela tem uma significativa contribuição para a produção industrial mundial.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

A China está se aproximando de 33% e crescendo.
Os EUA estavam em 14% e caindo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Olá AntonioK. Obrigado pelos números. Isso explica muita coisa.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Gilson Moura
3 meses atrás

Olá Gilson. Obrigado.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Biden promete favorecer a produção nacional de semicondutores e microships, dizendo que vai apostar na América – talvez pra fazê-la ‘great again’, mas sem usar do chavão trumpiano. Tá difícil pra eles pois perderam, a custo de muita baboseira desconstrutivista cujo ápice é o woke, uma virtude fundamental, a virtude da união natural em torno da idéia de destino manifesto. Gabbard não perde a oportunidade de malhar neste ponto ao criticar como o governo Biden provoca divisão e ameaça metade dos norte-americanos com a pecha, bastante terceiro-mundista, de inimigos internos, um sintoma claríssimo da tal brasilianização do núcleo do sistema… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

O único e gravíssimo problema americano é que eles continuaram privilegiando o consumo interno.
Só que com base em incrível endividamento lastreado pela poupança do exterior.
É lógico que isso vai estourar.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Camargoer.
4 meses atrás

Eu penso que o modelo escandinavo não é escalável para países de grande população, e quanto a economia industrial gerar bem estar em países grandes eu também penso que é um pensamento que ficou obsoleto face a automação da Industria 4.0. Minha proposta é uma economia mista nos moldes do capitalismo francês , mas para isso ser possível precisamos acabar com o presidencialismo de colisão e criar leis que brequem a interferência politica na direção da empresas estatais. Todas as grandes industrias da França tem participação acionária do Estado francês , isso é interessante para garantir a soberania tecnológica ,… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Gabriel BR
3 meses atrás

Olá Gabriel. Você toca em um ponto importante. Ás vezes, a gente fica focado na questão econômica e esquece de avaliar as questões políticas e institucionais do país. Eu discordo que exista uma modelo perfeito e acabado. O que precisamos é escolher um tipo de sociedade e partir disso buscar as soluções mais apropriadas. Contudo, hoje é claro que o atual modelo econômico é inapropriado para gerar bem-estar material para a população brasileira. Sobre o modelo político-partidário, a questão é se vamos seguir com um modelo democrático e pluripartidário ou enveredar um caminho menos democrático. Se vamos buscar um modelo… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Saudacoes Camargoer. Perfeita a sua analise. Concisa e imparcial. Em relação a esta parte do seu comentário: “Fico com a impressão que o caminho democrático só é viável por meio de um estado de bem-estar social, como nas democracias escandinavas.” Concordo plenamente. Ja que no Brasil temos impostos tao altos como na Escandinávia, o ideal seria que estes fossem reaplicados em prol do bem-estar da nossa população igual eles fazem lá. Sempre defendi o modelo de gestao dos Países Escandinavos como um exemplo a ser seguido pelo Brasil. Outro tema que sempre defendi é o investimento em educação de qualidade,… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  MGNVS
3 meses atrás

Olá Mgnvs. Durante o II Império, o Brasil tinha um nível de analfabetismo superior a 90%, sendo que a maioria da população alfabetizada tinha apenas o nível primário. Durante o período JK o analfabetismo ainda era de 50%. Os filhos da classe média alta do NE se mudavam com 15 anos para a cidade do Rio de Janeiro ou São Paulo para cursarem o ensino médio (simplesmente porque não havia escolas em seus estados). Foi apenas no início do Sec XXI que o país passou a oferecer vagas para todas as crianças (tanto pela ampliação da oferta do ensino quando… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Excelente comentario Camargoer.
Seu comentario deixa ainda mais claro a importancia da Educação no desenvolvimento de um país. E isso vai de encontro a frase do ex-senador Cristovam Buarque: “A solução está na Educação”.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Quando D. Pedro II do Brasil subiu ao trono, em 1840, 92% da população brasileira era analfabeta. Em seu último ano de reinado, em 1889, essa porcentagem era de 56%, devido ao seu grande incentivo à educação, à construção de faculdades e, principalmente, de inúmeras escolas, que tinham como modelo o excelente Colégio Pedro II.

E não vale contabilizar os escravos pra distorcer informação….

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Agressor's
3 meses atrás

Caro Agressor. Você está errado. No artigo “ESCOLARIZAÇÃO E ANALFABETISMO NO BRASIL: ESTUDO DAS MENSAGENS DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS DE SÃO PAULO, PARANÁ E RIO GRANDE DO NORTE (1890-1930)”, há uma tabela na qual consta que o analfabetismo em 1890 era de 82%, caindo para 72% em 1930.

_RR_
_RR_
4 meses atrás

Esse é um exemplo real do “V” econômico… Enquanto o mundo ainda é assolado pelos efeitos da pandemia, a China já se recupera… por ter sido a primeira a sofrer. Quer dizer, o ciclo da COVID já está se fechando para eles enquanto está aberto para Ocidente. Simples assim. Não há nenhum mistério aí… O mesmo vai acontecer com o restante do mundo daqui a um ano, quando o ciclo virológico se fechar para o Oeste, o que está sendo apressado pela vacinação em massa somada a própria absorção do agente infectante pelas populações em geral. Claro que há outros… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  _RR_
4 meses atrás

Trataram o caso de maneira séria e estão na frente.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Exatamente isso Antonio. Mas para alguns aqui é dificil aceitar que um país que nao seja os EUA possa crescer tanto quanto eles.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  _RR_
3 meses atrás

Para seu desespero, não é mentiroso contumaz? a China está crescendo, vai continuar crescendo e já colocou os Estados Unidos no chinelo, economicamente. Militarmente, a Rússia assumiu a liderança. Separados, China e Rússia são forte; juntos, são invencíveis. Chora na cama, que é quentinho.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  100nick-Elã
3 meses atrás

Assim que expulsarem a América da Europa, incluindo a OTAN, ambos haverão de se separar pois seus interesses comuns, apenas geopolíticos, terão sido atendidos. Aí então, russos e chineses vão se encarar hostilmente. Como sempre foi. Quem diria que a existência da América seria a cola da fraternidade sinorussa…

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Sempre foi não amigo. Até o final do século 19 a Rússia e a China sempre comerciaram entre sí sem grandes problemas. Sugiro ver a séries, impérios asiaticos e impérios da prata.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
3 meses atrás

Já vi Impérios da Prata, muito bom por sinal embora muito pró China, criptonacionalista. Olha, Russia e China vão querer a Europa, e um grande não tem porque dividir nada (certamente todos aqui vão concordar com essa lei do cão), então. Claro, pode acontecer que o aquecimento global torne a Rússia num celeiro ainda maior que o Brasil, sei lá, e assim China e Rússia tenham um maior comércio de commodities, o que é sempre um motivo a menos pra hostilidade. De qualquer forma, russos estão construindo uma série de portos (e suas respectivas infraestruturas associadas, inclusive pequenas cidades) no… Read more »

Pablo
Pablo
Reply to  100nick-Elã
3 meses atrás

A Alemanha também achou que era invencível e quis enfrentar todo mundo. Quanto maior o salto, maior a queda!!!!

Alexandre Galante
Reply to  Pablo
3 meses atrás

A diferença é que a China já conquistou o mundo sem dar um tiro sequer:
comment image
comment image

MGNVS
MGNVS
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Excelente grafico Galante. Mas vc sabe, para alguns aqui na Trilogia, nenhum argumento é valido a nao ser o deles.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  MGNVS
3 meses atrás

Percebe-se, claramente, pelas imagens acima que os EUA estão se isolando (ou já estão isolados) em seu mundinho na América do Norte.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

O problema aqui na Trilogia sao os NEGACIONISTAS, estes nunca aceitam argumento algum e nem FATOS, sao iludidos, pois mentem para si mesmos.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Ah, mas e aquela guarnição vietnamita numa ilha ‘conquistada’ pela China? Foram trucidados com retórica e presentes, beijos e abraços? Mas não nos preocupemos, o manto imperial e o dever da administração das ‘conquistas’ imporá deflagrar muitos tiros (nem que por procuração) – é só aguardar…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Alex

Enquanto os EUA estão preocupados em vender, por exemplo, meia dúzia de aviões para a Tailândia, 20 helicópteros para as Filipinas e alguns submarinos para a Austrália, a China vende carros, navios, eletrônicos, trens e etc.
E aos milhões.
Está aí o resultado

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Eu sei disso: há muito tempo já se dizia que a América só tinha seu poder militar (suas forjas de armas de alta tecnologia) e sua moeda de referência mundial como garantias de seu ‘império’ (J. L. Fiori, salvo engano), já que sua permissiva indústria geral se evaporara. O fato da China ser a manufatura do mundo não lhe garante tudo, precisa derrocar o dólar, se é que o sistema financeiro mundial vai deixar isso acontecer sem inaugurar uma guerra pra impedir a virada da mesa. Essa é a lição do capitalismo: abandonar a fase de exploração primária da natureza… Read more »

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Tu fez um giro de 360º. Tem que ser muito desonesto para citar algo assim e ter como afirmativa de que o “reinado” global da China irá ser o “apocalipse” bíblico. Essa “ilha” que você furtivamente cita como um caso de exemplo do terror vermelho que se seguirá no mundo está sendo reivindicado tanto pelo Vietnã quanto por Taiwan. Se excluirmos a China dessa salada mista de reivindicações do Mar do Sul da China, se torna até capaz de que até mesmo as Filipinas venha a ter alguma alegação de soberania sobre essa ilha “conquistada” da China. Os analistas parecem… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Gilson Moura
3 meses atrás

Curti seu comentário pelo esforço louvável. Mas não falei sobre as cretinices da América, não disse que a China devoraria territórios ou criançinhas, apenas relativizei a frase ‘conquistou o mundo sem dar um tiro sequer’ com um fato inconteste de que foram dados muitos tiros, já. A Pax Sinica não será muito diferente da Pax Americana, e terá uma desvantagem adicional. Você pode imaginar qual? É, a tal groselha (democrática) autoafirmativa, na sua versão universalizante (um derradeiro sistema de ilusões necessárias) estará perfeitamente ausente. E então, como já sabia Heidegger (agora escrevi certo) e Hitler, a definição de quem é… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Você relativizou erroneamente e ainda fez uma comparação esdrúxula. O Galante respondeu ao comentarista que a China estava conquistando o mundo economicamente, o que certamente é uma abordagem diferente do que a Alemanha nazista tentou mudar visando a ordem mundial estabelecida, com base na força militar. Ao contrário dos nazistas, a China não se tornou o maior país comercial do Brasil e da maioria dos países do planeta despachando os navios do PLAN e da Guarda Costeira para todos os mares e invadindo todo mundo e se deu tiros, foi no outro lado do mundo em seu próprio quintal, um… Read more »

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Essa imagem é representativa.

Até 2006, os EUA era o maior parceiro comercial de 127 países, enquanto a China era de apenas 70 países. Em 2011, a situação se inverteu. A China se tornou o maior parceiro comercial de 124 países enquanto os EUA era o maior parceiro comercial de 76 países.

WSilva
WSilva
Reply to  Pablo
3 meses atrás

Até onde sei a China quer enfrentar somente os EUA, são EUA que querem passar a impressão que essa é uma guerra de todos contra a China.

A verdade é uma só, os EUA que se virem com a China e vice versa.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Pablo
3 meses atrás

Caro Pablo. Creio que não há paralelo entre as Alemanhas (Império e Nazista) com a China atual. Nos dois casos, a Alemanha era governada por um militarista e sem controle parlamentar. No caso da China, a despeito de ser um regime de partido único, há um parlamento extremamente poderoso (exatamente por se tratar de um regime de partido único) e Xi Jinping é um politico profissional, o que faz uma enorme diferença.

Wagner
Wagner
4 meses atrás

Cai o discurso barato ” Ain para tudo a economia a gente ver depois”

Mgtow
Mgtow
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Esse discursinho é uma forma vil que os apoiadores do macaco Tião usam como escudo para tapear o desastre que está sendo a gestão da economia. Principalmente na pandemia. E olha que nem teve um lockdown da pesada como foi na China , Europa e EUA.
A pandemia caiu como uma luva para esse desgoverno, pois agora achou um bode expiatório pela tragédia econômica.
Lembrando que em 2019 não tinha pandemia por aqui, e o pibinho teve o mísero 1% de crescimento. O posto ipiranga é um assassino econômico.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Mgtow
3 meses atrás

se a economia tá tão ruim pq teve 3 milhões de empregos, crescimento de 4 por cento e superávit de 20 bilhões?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Caro Carlos. O Brasil (assim como todos os países) estão passando por um período de volatilidade. Tem sido muito difícil avaliar os índices econômicos. Contudo, alguns números são bastante ruins. A taxa de desemprego está em 12%, tendo atingido um pico de 15% e que esteve abaixo de 6% por anos. Outro ponto importante é a elevada taxa de ociosidade do setor industrial em torno de 50%. Também é preocupante observar uma disparada da inflação mesmo em um período de elevado desemprego, baixo crescimento e elevadas taxas de juros. Segundo o IBGE, o segundo trimestre de 2021 teve um crescimento… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Sim. Mas agora explica oq tá ruim se a economia da sinais de atividade?

André Macedo
André Macedo
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Quais sinais de atividade? Ganhar 3 milhões de emprego depois de perder 5 milhões? Olha a inflação, a terceira maior do G-20, olha o valor do real derretendo, 119 milhões de brasileiros em situação de insegurança alimentar e mais 20 milhões passando fome… Você está enxergando um palmo à sua frente, no máximo, o “crescimento” que ocorreu está longe de ser um crescimento real, se perdeu muito mais que ganhou, fora que mesmo esses ganhos podem ser apenas picos de curto prazo e estão longe de indicar uma tendência crescimento. As principais agências de investimento e estudos financeiros projetam recessão… Read more »

Mgtow
Mgtow
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Essa gente vai entregar o país em estado de terra arrasada.

Luiz Guilherme Di Calaça
Reply to  Wagner
4 meses atrás

Na China, para-se tudo com o surgimento dos primeiros casos.

Slow
Slow
Reply to  Luiz Guilherme Di Calaça
3 meses atrás

Dão deslike mas não desmentem pq sabe que é verdade ..

LUCIANO DO PRADO
Reply to  Wagner
3 meses atrás

O problema é que o governo atual não viu a economia nem antes, durante e depois.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Wagner
3 meses atrás

Wagner… a pandemia caiu de presente no colo do incompetente do Paulo Guedes. Em 2019, muito antes da pandemia, o PIB do Brasil ja era ridiculo. Se a pandemia nao tivesse acontecido tanto o Paulo Guedes quanto o Bolsonaro ja teriam caído dado os altos indices de inflacao. Esse governo negacionista que temos deveria é dar graças a Deus que a pandemia veio na hora certa para acobertar o desastre economico que ja estava acontecendo. Nao venha com esse discurso barato para encobrir a incompetencia economica do DESgoverno Bolsonaro.

J-20
J-20
Reply to  Wagner
3 meses atrás

E foi exatamente assim que a China agiu: economia só será focada depois de lidar com uma doença com um potencial destrutivo. Eu queria ir para a China e não pude, pois o país estava fechado, cidades inteiras confinadas, chegando até a afetar comunidades pequenas de camponeses como é o caso da casa dos meus familiares. Meu pai só pôde vir para o Brasil em abril de 2021, depois que a situação foi controlada. O que isso significa? Que o fechamento das fronteiras e controle de circulação das pessoas lá afetou pesadamente a economia local, registrando alguns meses de déficit.… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
4 meses atrás

É a locomotiva do Mundo.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

E pelo numero de engenheiros que formam por ano será o cérebro também

MGNVS
MGNVS
Reply to  Gabriel BR
3 meses atrás

Exato. Sem contar o fato de que a cada ano que passa, aumenta o numero de estudantes chineses se formando em intercambios nas universidades dos EUA.

Wellington
Wellington
4 meses atrás

Esse vírus foi/é muito conveniente.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Wellington
3 meses atrás

Conveniente por reduzir o crescimento econômico que a China teria no mesmo período sem a pandemia? Sem o vírus o PIB chinês teria crescido pouco mais de 12% no período, com o vírus ficou na casa dos 10%. Além disso, as projeções econômicas colocam a China crescendo algo na casa de 4,5% neste ano, menos do que no período pré-pandemia. Também vale lembrar que a taxa de natalidade chinesa caiu mais do que as expectativas mais pessimistas previam no ano passado (um fato reconhecido pelo próprio governo chinês). É possível (quiçá provável) que 2021 foi o último ano de crescimento… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Bruno Vinícius
Mgtow
Mgtow
4 meses atrás

Bom dia irmãos da trilogia. Economia pujante nunca visto na história. O eixo econômico mundial sai do Atlântico e se desloca para o indo-Pacífico. Quem tiver inteligência se atrela aos chineses para morder uma fatia desse bolo. A China tem algo de muito nobre nas relações com os seus parceiros, adotam o ganha-ganha. Diferente dos escravagistas ocidental no trato com os parceiros, que é aprofundar na miséria os países da periferia do capitalismo para drenar os recursos dessas nações. Para dar estado de bem estar social e América way of life a sua população. Por isso digo, quem não quer… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Mgtow
3 meses atrás

sim, sim, as filipinas tem seus pescadores assediados pela guarda costeira da China, assim como outros países da Região, tenho certeza que eles estão “ganhando” muito…. acorda pra vida, a China é hoje o que os EUA são e os Ingleses foram.

Scarface 1
Scarface 1
4 meses atrás

Espero que o Brasil mantenha boas relações com o dragão, não vejo a China com bons olhos, da mesma forma que tenho pé atrás com EUA e a UE.

Temos que ter uma diplomacia que seja benéfico ao Brasil e tire o olho gordo seja de Chineses, Americanos ou quem for.

Tá na hora de investir na diplomacia e nas nossas forças armadas, o mundo tá mudando e talvez não pra melhor.

Scarface 1
Scarface 1
Reply to  Scarface 1
4 meses atrás

Temos que agradar, mas também ser agradados. Sem se curvar a ninguém.

Além de aumentar o tamanho do porrete.

Augusto L
Augusto L
4 meses atrás

8 comentários e nenhum acertou bolas nenhuma. E por favor editores “Global Times” serio? Se fosse SCMP ou Al Jazeera ainda teria credibilidade. Vocês querem um fato legal, o a China cresceu menos no 4 trimestres de 2021 que os EUA e há expectativas que só volte supera-los no primeiro trimestre de 2023. Ou seja pela primeira vez desde os anos 70 os EUA vão ter um PIB anual maior que o Chinês. Um segundo fato, previsões anteriores a pandemia mostravam o PIB chinês em meados da década de 2030s estaria abaixo do norte americano, com a divulgação recentemente, do… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Augusto L
Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
4 meses atrás

Correção:

“Um segundo fato, previsões anteriores a pandemia mostravam o CRESCIMENTO do PIB chinês em meados da década de 2030s “

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Caro Augusto. Um dos meios mais efetivos para avaliar uma informação é buscar fontes primárias, como FMI, BancoMundial ou até os pŕóprios institutos de estatística de cada pais para conferir os números. Segundo o Banco Mundial, a China cresceu 8% em 2021 e provavelmente crescerá 5% em 2022, o que corrobora a notícia do Global Times. https://www.worldbank.org/en/country/china/publication/china-economic-update-december-2021#:~:text=China's%20economy%20is%20projected%20to%20slow%20in%202022.&text=We%20project%20real%20GDP%20growth,the%20government's%20continued%20deleveraging%20efforts.

WSilva
WSilva
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Não importa a fonte, esses cabeças ocas não acreditam em nada além do tiozão do zap. rs

Augusto L
Augusto L
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Camagoer, isso não desfaz o que eu falei. O Crescimento chinês foi menor que o americano no quarto trimestres de 2021 e a expectativa e que fique assim para os 4 próximos, ou seja, o ano de 2022 como um todo. Só voltando a ter um crescimento maior no 1 trimestre de 2023.

Last edited 3 meses atrás by Augusto L
Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

O crescimento americano de 2022 está sendo revisado para baixo de 3,8%, enquanto as mesmas fontes também colocam que o PIB chinês venha a ter um crescimento no PIB abaixo de 5%, não sei onde você está tirando que os 4 próximos trimestres serão maiores para os americanos e inferior para os chineses.

Poderia postar a fonte, por favor.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Olá Augusto. Nos últimos 2 ou 3 anos, todos os índices econômicos foram afetados de um modo ou de outro pela pandemia. Acredito que não faz sentido algum qualquer análise isolada e até mesmo as comparações precisam ser feitas com cuidado. Segue os gráfico com as taxas trimestrais publicado pelo escritório de estatística do governo dos EUA. Acho que a discussão nem é se a China está tendo um crescimento maior ou menor que os EUA, mas por que o Brasil está patinando nos últimos 5~6 anos?

gdp3q21_3rd-chart-04.png
Slow
Slow
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Não confunda pib de 1 trimestre com pib do ano ..

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Caro Augusto. Você errou ao criticar os dados do GlobalTimes sem verificar outras fontes e checar os números. Eu também considero um equívoco fazer uma análise comparativa da China x EUA em um período tão estranho como o que estamos vivendo. Como expliquei, até o crescimento da China de 8% deve ser visto no contexto de uma recuperação em “V”. É normal que após uma grande queda, uma economia consolidada tenha uma recuperação. Os EUA também etão passando por esse tipo de flutuação. Ao longo dos últimos 20 anos (ou até mais), a China vem crescendo a taxas mais altas… Read more »

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Engraçado, você reclama dos outros comentários, mas o seu está impregnado de fake news e informações incorretas. Era melhor ter ficado calado. Você aponta a falta de credibilidade e imparcialidade do Global Times, mas releva SCMP e Al Jazeera que também são fontes sem credibilidade, o SCMP desde a capitulação de Hong Kong com a Lei de Segurança Nacional aprovada não pode mais se dizer o mesmo dos anos anteriores, o SCMP não será mais o mesmo e Al Jazeera é órgão estatal do Qatar, por mais que neguem.  Olha aqui, por exemplo: “Vocês querem um fato legal, o a… Read more »

WSilva
WSilva
Reply to  Gilson Moura
3 meses atrás

”Como se pode avaliar, apenas no último trimestre os EUA cresceram mais do que a China.”

Foi justamente o que eu falei no meu comentário, ele deve lido em algum canto que o pib americano no quarto trimestre foi maior do que o da China e assumiu que esse pib seria do ano. rs

Um baita juvenil.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  WSilva
3 meses atrás

Pior que ele faz a análise considerando o 4º trimestre como modelo para os próximos 4 trimestres de 2022. Essa é uma análise estupefada. Ele fez uma afirmação de que 8 comentários podem ser descartados, porque ninguém conseguiu acertar coisa nenhuma. Ele mesmo não chegou a conclusão nenhuma, porque toda a tese dele é furada. Olha só como a narrativa não se encaixa. Olha o que o texto afirma: “De acordo com um relatório do Banco Mundial, o PIB dos EUA deve crescer 5,6% em 2021, e isso se traduz em uma taxa média de crescimento estimada de 1,05% no… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  WSilva
3 meses atrás

VOCES QUE TEM PROBLEMAS DE INTERPRETAÇÃO.

“Vocês querem um fato legal, o a China cresceu menos no 4 trimestres de 2021 que os EUA e há expectativas que só volte supera-los no primeiro trimestre de 2023. Ou seja pela primeira vez desde os anos 70 os EUA vão ter um PIB anual maior que o Chinês.”

Se o pacote Build Back Better do Biden for aprovado a expectativa américa para 2022 será de 5% a.a enquanto a chinesa ronda de 4% a 5% somente em 2023 no primeiro trimestres que retornariam a ter um crescimento maior.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

O que corresponde ao que eu disse, os EUA cresceram mais que a China no 4 trimestre e provavelmente ira crescer em 22/1, 22/2. 22/3 e /4. Eita dificuldade de interpretação

WSilva
WSilva
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Negativo, a estimativa de crescimento para 2022 dos EUA é de 4% e da China 5%.

”os EUA cresceram mais que a China no 4 trimestre e provavelmente ira crescer em 22/1, 22/2. 22/3 e /4”

Cresceu mais no quarto trimestre e PERDEU em todos os outros anteriores, 1 trimestre só não faz verão.

WSilva
WSilva
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

”Ou seja pela primeira vez desde os anos 70 os EUA vão ter um PIB anual maior que o Chinês.” A expectativa de crescimento para os EUA em 2022 está na casa dos 4% e da China 5%, não adianta nada os EUA crescer mais em trimestre X e perder nos outros restantes pois ganha aquele que tiver a maior média em todos os trimestres, e neste caso o vencedor é evidentemente a China. Para os EUA crescer mais do que a China na configuração de hoje, a China teria que parar as máquinas, se a China parar as máquinas,… Read more »

Last edited 3 meses atrás by WSilva
Augusto L
Augusto L
Reply to  WSilva
3 meses atrás

Esta na casa dos 3,5% a 4% porque o pacote de estimulo sofreu um impasse no congresso. Antes era de 5%. Enquanto o da China é incerto eles cresceram cerca de 4% no ultimo trimestres resultado da chegada da ominicron, politica de redução de energia do carvão e resultados da falência de empresas do setor de construção com alto índice de dividias. A expectativa é incerta para 2022, já que a ominicron que esta chegando na China agora poderá paralisar o processo produtivo. “Para os EUA crescer mais do que a China na configuração de hoje, a China teria que… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Augusto L
Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Errado. O plano Build Back Better(BBB) foi reformulado, o atual representa gastos na ordem de US$2 trilhões. Provavelmente você não analisou no que seria gasto esse pacote. Os defensores do BBB acreditam que ele ajudará na recuperação econômica do país, mas há uma chance maior de agravar a inflação e desacelerar o crescimento econômico, não foi por acaso que o Manchin matou o Build Back Better devido a preocupações com a inflação. A versão atual do BBB está repleta de gastos não relacionados ao crescimento econômico. Isso inclui um benefício para o Medicare, expandindo os créditos fiscais do Obamacare, créditos… Read more »

WSilva
WSilva
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

”sem contar com 68% PIB baseado em consumo. Resumindo eles não dependem do mundo, ja a China…….”

E de onde vem os produtos consumidos nos EUA? rs

Por que os EUA gastam todo ano mais de 400 bilhões de dólares com exportações da China?

Esses 68% do pib americano baseado em consumo interno DEPENDE da China, ou você acha que os produtos para consumo caem do céu? rs

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  WSilva
3 meses atrás

A maior parte da importação dos EUA de produtos da China são de maquinário para produção, portanto, a produtividade da economia americana depende da importação desse maquinário. A China é a mesma coisa, ela depende de importação de alimentos dos EUA, a segurança alimentar depende da importação desses “alimentos”. Com relação aos EUA, a China é o país que mais exporta para os EUA, e a China é o terceiro país que mais importa dos EUA, mas ele está certo quanto ao Canadá e o México serem os principais parceiros comerciais dos EUA, mas errado quanto a taxa menor do… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Ola Augusto L… por favor, faça uma analise imparcial do seu proprio comentario. Preste bem atencao no que vc escreveu. Nessa ansia de defender os EUA ou Russia/China, alguns aqui na trilogia acabam ate atropelando os FATOS. E fatos nao deixam de ser fatos so pq alguns nao concordam. E o fato é que mesmo com a pandemia e com a economia desacelerando muito, ainda assim a China cresceu mais que os outros países.

Augusto L
Augusto L
Reply to  MGNVS
3 meses atrás

Não tem nenhum dado errado que não apresentei vocês que não souberam interpretar.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Augusto L. … eu nao escrevi que seus dados estao errados. Eu escrevi que apesar de vc nao concordar, mesmo a economia da China desacelerando, ainda assim ela cresceu muito mais que outros países. Isso é um FATO. Mesmo que vc nao concorde, nao vai poder alterar esse fato.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Prezado.
Todas as previsões batem para um crescimento de 1,5% a 2% para os EUA daqui para frente.
E muito anos pra frente.
Desse modo, logo a China vai atropelar os EUA no PIB nominal, porque por paridade já deixe os americanos longe.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

mano, sinceramente, os baby boomers são a melhor geração que já existiu por um lado, rápido eles suplantaram a geração anterior e atualmente tudo tá na mão deles, os millenials são um desastre em termos gerais, a geração z parece que tem baixo QI….. quanto a industria 4.0 já disse que pra mim, essa a aposta dos EUA para se manter na frente da China, acontece que os Chineses não são burros, e vão usar a industria 4.0 também, fator o ruim é que eles não tem o poder de compra dos países ricos do ocidente, tá sendo uma disputa… Read more »

100nick-Elã
100nick-Elã
3 meses atrás

Bom dia, Bosco. Tudo bem com você?

Slow
Slow
Reply to  100nick-Elã
3 meses atrás

Kkkkkkkkkkkk vcs não perdoa uma

MGNVS
MGNVS
Reply to  Slow
3 meses atrás

SLOW… sem o Bosco e o AntonioKings aqui nao tem graça. No caso do Bosco eu rio muito das “bosquices” dele. Na falta de um bom filme de comedia na net eu venho na Trilogia ler os comentarios do Bosco para rir um pouco.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  MGNVS
3 meses atrás

Não invoque o espírito que ele pode aparecer.
kkkkkkk

MGNVS
MGNVS
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkk

Henrique
Henrique
Reply to  100nick-Elã
3 meses atrás

Falei com ele…tá tiste

MGNVS
MGNVS
Reply to  100nick-Elã
3 meses atrás

Bosco e suas “bosquices”… e entenda-se por bosquices sendo: tolices, idiotices e cretinices.

André
André
3 meses atrás

Calúnias ocidentais?

Mauricio
Mauricio
3 meses atrás

Espalharam um vírus que colocou o mundo de joelhos, não podia ser diferente!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Mauricio
3 meses atrás

Caro Mauricio. Repetir essa mentira neste momento indica algum problema muito grave. Pandemias são eventos naturais e de difícil controle. Há 100 anos o mundo viu uma pandemia de influenza que começou nos EUA e se espalhou pelo mundo levada pelos soldados dos EUA que foram combater na Europa. As estimativas são de 100 milhões de mortos (mais que os mortos da I e da II Guerra juntos). Até este momento, a Covid foi responsável por 5,5 milhões de mortes. Graças a um amplo programa de vacinação mundial, a varíola foi erradicada. Nos últimos anos tivemos diversos surtos de influenza.… Read more »

Srs
Srs
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Porque você tem tanta certeza que o Maurício está mentindo? A China sofreu menos que outros países com essa pandemia,os países do Ocidente foram os que mais sofreram,existe documentários anteriores a pandemia mostrando que a China manipulava o coranavirus , o problema é que existe hoje no Ocidente vários que estão trabalhando como quinta coluna para China,são verdadeiros traidores um deles se chama Bill Gates .

Camargoer
Reply to  Srs
3 meses atrás

Caro S. Existem dois modos de manipular o material genético de um vírus pela inserção de trechos de outra virus ou pela indução de mutação todo o material. Estas duas técnicas deixam rastros no material genetico. Há um artigo publicado na Lancet com o primeiro sequência então genérico do SARS-Cov-2. Ele mostra a evolução deste vírus. Um vírus manipulado em laboratório deixaria pistas genéticas, como por exemplo, inserção de trechos de genes intactos de outros vírus inseridos ou até mesmo rastros de mutações induzidas em outros trechos. O fato de você afirmar que o viris foi manipulado no laboratório mostra… Read more »

André Macedo
André Macedo
Reply to  Srs
3 meses atrás

Quem tem que provar é acusação amigão, olha as medidas de combate da Nova Zelândia e Austrália, mitigaram e muito os danos. Nem os EUA que curtem uma bela mentira e false flag se atreveram a dizer que a China criou o vírus, quem é você pra acusar? O problema mesmo é que vocês acreditam em qualquer m… que mandam no Zap e é conveniente dizer que existe uma conspiração “comuno globalista”, assim você não precisa refutar nenhum argumento, pode passar a boiada com conspirações ridículas, reptilianos e afins. Quanto ao Bill Gates, os bilionários vendem até a mãe se… Read more »

Last edited 3 meses atrás by André Macedo
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  André Macedo
3 meses atrás

Olá Andre. Recomendo os artigos “Genomic characterisation and epidemiology of 2019 novel coronavirus: implications for virus origins and receptor binding” publicado na The Lancet e “The proximal origin of SARS-CoV-2” publicado na Nature Medicine. Estes dois artigos (que somados já acumulam mais de 15 mil citações) apresentam dados genéticos sobre a origem do vírus e são conclusivos sobre a sua origem natural. O fato aqui é que exstem EVIDẼNCIAS científicas da origem natural do SARS-Cov-2 suficientes descartar outras hipóteses sobre o vírus que não a da origem natural. Levantar essa discussão neste momento é desinformação ou má-fé. Ignorância é ignorar… Read more »

André Macedo
André Macedo
Reply to  Camargoer.
3 meses atrás

Vou ler com certeza mestre. Já havia lido alguns que relacionavam o coronavírus e outras pandemias (passadas e futuras) com o desmatamento desenfreado, que coloca seres humanos em contato com novas doenças que podem sofrer mutações e nos infectar, antes mesmo da pandemia atual já havia esse alerta. Seria nosso filtro de Fermi?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  André Macedo
3 meses atrás

Olá Andre. É fato que as florestas e áreas selvagens são reservatórios de vários tipos de vírus e portanto o avanço da fronteira agrícola e outras formas de ocupação destas áreas eleva o risco de pandemias. Por outro lado, alguns vírus que já circulam entre a população humana e entre as populações de animais domesticados também estão sob pressão evolutiva, resultando em cepas que poderão ser mais letais ou transmissíveis. Uma das causas para o surgimento de cepas mutantes é a redução da cobertura vacinal, o que amplia a transmissão e circulação dos vírus (todos, como influenza, sarampo, polio). Quando… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mauricio
3 meses atrás

Portanto, vacine-se, use máscara, higienize as mãos e mantenha distanciamento social.
Chineses fizeram isso e se saíram bem.
Brasileiros e americanos não fizeram e afundaram.
Ah!
E não esqueça da dose de reforço e de vacinar seus filhos (se tiver).

Camargoer
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Olá AntonioK. Eu acho que temos que ser intolerantes com estes comentários abomináveis que só servem para criar uma falsa polêmica sobre um assunto extremamente sério como uma pandemia que matou milhões e ainda continua matando. Perdi familiares e amigos. Pessoas que amo adoeceram.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Camargoer
3 meses atrás

Prezado Camargo

Esse pessoal já está ‘manjado’.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Olá AntonioK. Infelizmente, ainda aparecem comentários preconceituosos e abjetos sobre doenças. Seria ótimo se todos nós protestássemos veementemente nestes momentos.

Carlos Campos
Carlos Campos
3 meses atrás

Impressionante, mas as políticas do Xi tem tido problemas, o setor de educação sendo tomado pelo estado, a disputa com a Austrália fez o país ter apagões, cidades tendo déficits em suas contas, acho que chegou a hora de o PCC trocar o Xi,

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Imagine.
Trocar o sujeito que está levando o País para a liderança mundial em todos os setores.
Será o ‘Pai’ de uma mudança histórica e sempre será lembrado assim.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

“É verdade esse ‘bilete’!” Há muito tempo se sabe que a economia chinesa não tem índices confiáveis, simplesmente porque são estabelecidos politicamente. Aliás, como no Brasil, que demora seis meses pra aprovar o orçamento daquele ano e, de tempos em tempos, estabelece projeções de gastos que não se confirmam e ninguém investiga pra saber o que aconteceu com o dinheiro. Da China vem mentiras, de nossa casa, desinformação e conspiração do estamento burocrático. Estamos bem na foto…

WSilva
WSilva
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

”Há muito tempo se sabe que a economia chinesa não tem índices confiáveis,”

Vamos imaginar que realmente não seja índices confiáveis, você em outras palavras tá dizendo que a China se tornou a segunda maior economia do mundo, e possivelmente será a primeira(já é em ppp) simplesmente por mentir em seus índices e que nada em relação a isso foi feito pela comunidade internacional que estão todos sentados sorrindo vendo a China ultrapassar suas economias? rs

Se é tão fácil assim, o Brasil precisa adotar esse método.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  WSilva
3 meses atrás

Ainda vai ter um aqui que vai afirmar que a China não é o maior país exportador e o segundo maior importador do mundo, são dados todos manipulados pelo PCC. É parte da conspiração comuno-globalista.

WSilva
WSilva
Reply to  Gilson Moura
3 meses atrás

Exatamente meu caro, mas estou ansioso para ver ele responder a minha pergunta.

Se prepara que vem teoria da conspiração das braba por aí…

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  WSilva
3 meses atrás

WSilva, e desde quando a economia de qualquer nação depende apenas da balança comercial pra crescer? Tá achando que a China é o Brasil?

WSilva
WSilva
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Certo amigo, mas eu gostaria que você respondesse a minha pergunta acima…

Manda ver, já estou vacinado. rs

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  WSilva
3 meses atrás

Eu também estou vacinado e sei que o mundo gira porque é redondo (what comes around goes around): sua pergunta é capciosa, faz crer que eu disse o que não disse, daí que não há resposta séria a ela. Aliás, você mesmo se respondeu ao dar o arremate irônico do ‘se é tão fácil assim’, o que prova que não deseja resposta alguma. Satisfeito?

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Alex.

Um País que exporta US$ 3 trilhões tem de ter uma economia gigantesca.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Olha, você sabia que, num mesmo período, os valores que a China declara ter exportado pros EUA não correspondem aos valores que os EUA declaram ter importado da China? E que isso acontece também nas importações chinesas/exportações americanas? E que isso se repete com todos os parceiros comerciais da China? E tudo por mera diferença no método de registro e estatística? Bom, não vou falar mais sobre isso: com tabu a gente não argumenta, deixa o tempo levantar o véu ou baixar a tampa do caixão.

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
André Macedo
André Macedo
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Amigão, os indicadores da China são analisados pelas mais diversas agências de investimento (sendo a segunda maior economia do planeta, é interessantíssimo para os investidores externos), não é só a China dizer que o crescimento foi X que isso vai colar, se fosse assim a Coreia do Norte teria crescimento de 1000% ao ano.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Há muito tempo se sabe que a economia chinesa não tem índices confiáveis, simplesmente porque são estabelecidos politicamente.”

Tu já viu os dados do comércio exterior da China? Esses números são impossíveis de ser estabelecidos por critérios políticos.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Gilson Moura
3 meses atrás

Não são os únicos dados a conferir. A economia interna influi no resultado externo e vice-versa (um sistema de gravitação de espectativas mútuas, nesse nosso capitalismo de faz-de-conta), e os únicos que sabem a verdade são os operadores políticos da economia chinesa, algumas dezenas de milhares de mandarins coordenando uma pirâmide de alguns milhões de comissários brutos e disciplinados.

Alexandre Galante
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

Xará, recomendo a leitura:

Cracking the China Conundrum.jpg
Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

A China é um país mercantilista moderno, a base do sucesso econômico chinês é a sua relação comercial com o mundo, e esses números sequer podem ser alterados por políticos. Esse modelo está mudando para uma economia de consumo e isso é até vantajoso para os chineses já que não usufruem daquilo que eles produzem. Mas você está errado. Tem muitos indicadores que se pode analisar para se chegar a um consenso, um dos vários indicadores é a produção da indústria, volumes de carregamento nos portos, produção de energia, volume de aço fabricado entre outros. “algumas dezenas de milhares de… Read more »

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Gilson Moura
3 meses atrás

‘(…)sequer podem ser alterados por políticos.” Os quais não deixaram nem por isso de querer se fazerem presentes nas mesas diretoras dos negócios privados, e isso desde antes de Xi Jinping. “As a result of a Xi-directed campaign to expand the CCP’s role in business, the proportion of private enterprises with internal party committees has grown from 35.6 percent in 2012 to 48.3 percent in 2018; meanwhile, more than 90 percent of China’s top 500 private companies have a party presence. Following a top-level party declaration on the importance of further expanding the party’s influence over the private sector last September, the… Read more »

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Alex Barreto Cypriano
3 meses atrás

“Mas aposto que nem você nem ninguém verá uma conexão entre as duas coisas, certo?” Sabe o que é cômico? É que realmente não tem conexão nenhuma. kkkkkkkkk Você tentou provar a sua afirmação que os dados do comércio exterior da China são manipulados pelo PCC e obstinadamente não conseguiu, por mais que você tenha se esforçado. Inclusive em um dado momento, em uma das três fontes que você publicou, afirma que o peso do setor estatal da economia é o mesmo desde a década de 90, não diminuiu e nem aumentou, e na outra, divertidamente, alega que o peso… Read more »

Últimas Notícias

‘A janela para expulsar a Rússia da Ucrânia é agora’

Por Nataliya Bugayova* O Ocidente deve ajudar os ucranianos a expulsar as forças russas do sudeste da Ucrânia, pelo menos...
- Advertisement -
- Advertisement -