quinta-feira, dezembro 1, 2022

Saab RBS 70NG

União Europeia entra na corrida de chips com proposta de 43 bilhões de euros para rivalizar com a Ásia

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O comissário da indústria da UE, Thierry Breton, disse que garantir o fornecimento dos chips mais avançados é “uma prioridade econômica e geopolítica”

A UE divulgou nesta terça-feira um plano para quadruplicar o fornecimento de semicondutores na Europa até 2030, na esperança de limitar a dependência do bloco da Ásia para um componente-chave usado em carros elétricos e smartphones.

A produção de chips tornou-se uma prioridade estratégica na Europa e nos Estados Unidos, depois que o choque da pandemia estrangulou a oferta, paralisando as fábricas e esvaziando as lojas de produtos.

A altamente antecipada Lei de Chips da UE “mobilizará mais de 43 bilhões de euros em investimentos públicos e privados” e “permitirá que a UE alcance sua ambição de dobrar sua participação de mercado atual para 20% em 2030”, disse a Comissão Europeia.

Chegar a esse nível “significa basicamente quadruplicar nossos esforços”, dado o enorme aumento na demanda global, disse ela.

“Sem chips, sem transição digital, sem transição verde, sem liderança tecnológica. Garantir o fornecimento dos chips mais avançados tornou-se uma prioridade econômica e geopolítica”, acrescentou.

Onze bilhões de euros disso serão gastos novos para desenvolver chips de última geração, enquanto o restante é uma estimativa dos projetos atuais da UE e do que os estados membros individualmente estão aproveitando para criar uma nova oferta de semicondutores.

Os críticos também apontarão para uma parte do plano, pressionado por Breton, de criar um mecanismo de emergência que poderia controlar as exportações de chips, no caso de uma escassez repentina.

Alguns estados membros, liderados pela Holanda e nações nórdicas, também resistirão a qualquer plano para ampliar o escopo da ajuda estatal, com a comissão planejando tornar mais fácil para os governos da UE injetar dinheiro para fabricantes de chips.

Mas a pressão sobre a Europa para agir rapidamente é aguda, com a Coreia do Sul também prometendo enormes somas de subsídios para aumentar seus negócios de chips.

Com os países ansiosos para aumentar a oferta doméstica, as indicações são de que os fabricantes estão procurando o melhor negócio à medida que buscam locais para novas fábricas.

O CEO Pat Gelsinger da Intel disse à mídia alemã que sua decisão não dependia apenas de questões de locais e pessoal adequados “mas também dos subsídios disponíveis para construir as fábricas”.

FONTE: AFP

- Advertisement -

45 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

45 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
9 meses atrás

Excelente notícia.
Todas os principais ‘players’ nesse mercado estão investindo pesado.
China, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos e agora Europa.
Evidentemente, alguns terão vantagens comparativas com relação a outros, ,mas ‘espalhará’ a produção.
Taiwan não vai curtir.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

escudo de silício tá enfraquecendo

Junior Souza
Junior Souza
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Pela primeira vez em anos concordo com o kings. Esta dependência que o “mundo” tem da TSMC é algo bizarro para dizer o mínimo, parte da crise que vivemos hoje no setor de semicondutores é por conta disso. Espero que a produção mundial aumente consideravelmente

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Junior Souza
9 meses atrás

Ôpa!
Siga os bons.

SDS

Caio
Caio
9 meses atrás

Esse eurobambis ( como alguns dizem por aqui) são muito burros !!! Inteligentes somos nós. Que entregamos o equivalente a 3 bilhões de dólares, para um tal de orçamento secreto dos nossos salvadores políticos, afinal de contas eles são enviados por Deus ( como também dizem por aqui no o Brasil).

Varg
Varg
9 meses atrás

Uma eventual invasão de Taiwan seria catastrófica para o comércio de equipamentos eletrônicos. EUA e Europa já estão correndo para diminuir esta dependência dos taiwaneses.

Já no Brasil… bom deixa pra lá… houve aqui no blog até quem aplaudiu o fechamento da Ceitec.

FOX
FOX
Reply to  Varg
9 meses atrás

Quem fabrica as máquinas que fabricam os chips é uma empresa holandesa chamada ASML.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  FOX
9 meses atrás

Perfeito.
Fabricar chips em si é muito importante. Fazer as máquinas que fazem as impressões na escala que o mercado precisa, é coisa que só o EUA e a ASML ( antiga PHILLIPS) conseguem.

Só para se ter uma idéia, a China tentou comprar a ASML, o que foi vetado. Então, aumentaram ainda mais os trilhões de dólares que eles investem para melhorar a tecnologia de impressão. Resultado: conseguiram evoluir para o estágio em que a INTEL estava no final dos anos 80. E ficaram muito felizes com isso.

Save Ferris :mrgreen:

Last edited 9 meses atrás by Reinaldo Deprera
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Os EUA não fabricam nada.
Apenas parte da tecnologia da máquina.
Como tem tecnologia alemã, japonesa e etc.
Não comente o que não conhece.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Conheço, se tem uma coisa que conheço é TI

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Varg
9 meses atrás

tinha mais é que fechar mesmo, não servia pra nada, a gente tinha CEITEC e continua importando CHIP, temos que copiar os EUROPEUS quer ter chip? Investe dinheiro pesado e ajuda as empresas com poucos impostos.

Acacor
Acacor
Reply to  Varg
9 meses atrás

Economizar por economizar, economizaria muito mais se, ao invés de fechar a Ceitec, fechasse o cabidão de emprego chamado forças armadas.

Jacinto
Jacinto
9 meses atrás

Bom para a Europa, mas o valor (43 bi) é baixo se for para subsidiar a construção de fábricas de semicondutores. Para se ter uma ideia do custo de uma fábrica de chips, a planta que a Intel está projetando em Ohio (que pode se tornar a maior do mundo) está orçada em US$ 20 bi.

JONAIR
JONAIR
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

MAS SÃO 43 BI DE EUROS, ´QUASE 250 BILHÕES DE REAIS. É UMA QUANTIDADE RAZOAVEL

Jacinto
Jacinto
Reply to  JONAIR
9 meses atrás

Sim, é muito dinheiro, mas o mercado de semicondutores deverá movimentar US$ 1 trilhão por ano a partir de 2030. Se a pretensão da Europa é ter 20% deste mercado, são US$ 200 bi por ano… e agora é o momento de a Europa se posicionar para este futuro. É um enorme investimento mas o retorno é igualmente enorme e quem perder o ônibus vai passar o resto do tempo correndo atrás.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  JONAIR
9 meses atrás

Em comparação com o que a China gasta, é pouco

J-20
J-20
Reply to  JONAIR
9 meses atrás

Então… Como posso te falar? A China está investindo 3x esse valor e Coréia do Sul está investindo quase 9x. Comparado aos países asiáticos, o esforço europeu e americano parece irrisório.

OSEIAS
OSEIAS
9 meses atrás

E aqui fechamos a CEITEC uma fabricante de semicondutores do hemisfério sul, por falta de visão politica, aquela mesma visão que permitiu a venda da parte comercial e que da lucro da Embraer.

Machado
Machado
Reply to  OSEIAS
9 meses atrás

É surreal esse governo entreguista. lembra muito tb o lambe botas do PSDB.

Nonato
Nonato
Reply to  Machado
9 meses atrás

Ainda bem que em Cuba e na Venezuela esse problema já foi resolvido.
A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo do mundo…
Não entregou nada a ninguém e ainda quer tomar as reservas da Guiana.
E hoje a Venezuela vive bem e exporta…
Sua população que vive na miséria.
Esse pessoal da esquerda pensa que o povo é burro…

Slow
Slow
Reply to  Nonato
9 meses atrás

Não entregou para os EUA e agora sofrem com sanções deles e da Europa..

A preocupação do brasileiro com Venezuela e Cuba é gigante.. agora com seu país ..

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  OSEIAS
9 meses atrás

mais uma viúva da CEITEC

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Carlos Campos
9 meses atrás

Não meu amigo, o país que é viúva de muitos projetos onde entrou muito dinheiro publico e não se colheu nada de frutos, tudo porque o politico de plantão não gostou da ideia do adversário politico. Quem paga a conta dessa miopia, é o povo. E o que o politico mais gosta é de pensamentos assim, como o seu, de pessoas que aceita tudo e não questiona nada, que engole tudo e acredita em tudo. Alguém errou, ou foi quem idealizou, ou foi quem fechou, cabe a nós questionar e aprimorar a ideia se houver erros. Jogar a água com… Read more »

Last edited 9 meses atrás by OSEIAS
Slow
Slow
9 meses atrás

Enquanto isso fechamos a única fabricante de chips da América Latina ..

F8F91F6F-FCF1-4F8D-88A3-8165F721B6B1.jpeg
Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Slow
9 meses atrás

Quais chips a empresa produção para o mercado comercial ?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Jefferson Ferreira
9 meses atrás

tinha 1 que eu saiba, a verdade sobre a CEITEC é que só deu prejuízo, a pessoa comparar a CEITEC com as plantas da TSM, INTEL e etc é fod@, a CEITEC nunca ia ser relevante pra nada a não ser que jorrasse dezenas de bilhões de reais nela, temos que esquecer aquele incosto e criar uma nova empresa, ou quem saber trazer uma planta da NVIDIA, INTEL, AMD TSM e ETC para cá.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Slow
9 meses atrás

achei outra viúva da CEITEC

Nonato
Nonato
Reply to  Slow
9 meses atrás

A possibilidade de Elon Musk abrir uma fábrica no Brasil…

Felipe Morais
Felipe Morais
9 meses atrás

“Vamos lá, vamos fechar a CEITEC. Vamos fechar a empresa do chip de boi. Melhor investir em fundo eleitoral/partidário e aumentar emenda eleitoral”. Assinado: Liberais brasileiros e massa de manobra de político pseudo liberal brasileiro.

cipinha
cipinha
Reply to  Felipe Morais
9 meses atrás

Melhor manter a CEITEC só gerando prejuízos e servindo de cabidão para o centrão, muito útil. Não são os liberais quem definem o fundão eleitoral ou partidário, na verdade muitos são inclusive contra a existência, agora há uma distancia bem grande entre o que se pensa e o que os políticos fazem, até pq esse governo não tem nada de liberal

Slow
Slow
Reply to  cipinha
9 meses atrás

O centrão está na presidência como ele mesmo disse e tem até ministério .

João Moita Jr
João Moita Jr
Reply to  Felipe Morais
9 meses atrás

Assim é.
Celebram o fim da CEITEC, gozam com a destruição da Odebrecht e ficam torcendo pelo fim da Petrobrás e do Banco Do Brasil. Eis aí, o “nacionalismo” brasileiro. Tudo ao avesso…

Slow
Slow
Reply to  João Moita Jr
9 meses atrás

Chega ser inacreditável

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
9 meses atrás

O Estado não tem que subsidiar uma área para que tenhamos uma empresa naquele setor. Isso deve acontecer naturalmente. Com exceção de pouquíssimas áreas onde há o interesse estratégico. Nesses casos as empresas do setor dificilmente conseguem competir com as concorrentes porque eles recebem força descomunal de seus respectivos países, justamente por serem estratégicas. Portanto, no setor de semi-codutores, o Brasil precisa de uma Embraer. Existem outros motivos para sustentar a tese de que o estado não pode abrir mão de ter uma gigante nesse setor, mas aí é outro assunto. Uma empresa de chips é muito, muito mais importante… Read more »

Teropode
9 meses atrás

Será uma luta árdua , não pela capacidade técnica mas por causa da sabotagem interna dos sindicatos trabalhistas , estes agem para destruir as empresas domésticas , a China não tem este problema , lá sindicalistas não existem , ou seja : O socialismo do ocidente trabalha para favorecer o socialismo chinês e segue a Sabotage ……..

Nemo
Nemo
9 meses atrás

As pessoas que defendem a Ceitec estão caindo na mesma armadilha que caíram os defensores da reserva de mercado para computadores. Foram perdidos rios de dinheiro e atrasou o desenvolvimento da indústria de software no Brasil. Os bilhões que os principais players investem hoje são suplementares aos bilhões investidos anteriormente. A Ceitec era uma empresa com 200 empregados que detinha conhecimento básico e infelizmente não sairia disso. Vamos nos preocupar com as tecnologias que possamos realmente dominar.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Nemo
9 meses atrás

E você acha que os grandes players desse mercado começaram como? Em um passe de mágica se tornaram o que é? Você acha mesmo que esses players não precisaram de fomento estatal para se tornarem o que são hoje? Não só precisaram, lá atrás, como ainda precisam. Não atoa, EUA, Coreia do Sul, China e, agora, Europa, fizeram rodadas de investimentos pesados nos últimos dois anos. O extremismo liberal é lindo. Um conto de fadas. Quase tão utópico quanto o comunismo de Marx. A iniciativa privada, por livre e espontânea vontade, irá atender a todas as demandas da sociedade. Lindo,… Read more »

Nascimento
Nascimento
Reply to  Felipe Morais
9 meses atrás

Nenhum deles começou com estatal de chip de boi, nem voltada exclusivamente pra uma reserva de mercado interno garantida pelo governo. A CEITEC, assim como nossa industria nassionau, era voltada pro mercado interno, NUNCA exportou nada de valor pra fora, nenhum chip. Os países que você da exemplo tem suas indústrias voltadas pro mercado externo, nós só temos a EMBRAER, Taurus e AVIBRAS e algumas poucas outras iguais, o restante, como a Positivo e as industrias dos barões da FIESP, FIERJ e FIEMG, sempre aproveitaram dos subsídios e dos incentivos fiscais pra nos vender produtos caros e ruins. A China… Read more »

Last edited 9 meses atrás by Nascimento
Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Nemo
9 meses atrás

sentem falta da telebrás também, bons tempos kkkkkk

Foxtrot
Foxtrot
9 meses atrás

Pois é, e aqui fecharam o CEITEC para dar “oportunidades” para outra empresa estrangeira.
E nossos militares com essa visão míope de estratégia, nada fazem para impulsionar a industria realmente estratégica e de defesa nacional (capital majoritário ou 100% nacional).
Viva a bananaland chamada Brazilllll !

Nemo
Nemo
Reply to  Foxtrot
9 meses atrás

Bem, quando tentaram vender a Ceitec não apareceu nenhum comprador. Acho que o Governo fez o certo ao criar um núcleo de conhecimento sobre o assunto. Exumar a Ceitec para fingir que domina a alta tecnologia seria só jogar dinheiro fora. Concordo que é triste, mas é a realidade. Hesse mercado nós estamos fora.

Luís Pereira
9 meses atrás

E no Brasil? R$ 1 bilhão para o bolso dos nobres parlamentares.
Renovar, Senhores!

João Moita Jr
João Moita Jr
9 meses atrás

A União Européia rivalizar a China???
???

Rafaelsrs
Rafaelsrs
9 meses atrás

Enquanto o 1º tenente que está presidente entrega de bandeja o CEITEC e vem chamar o elon musk, golpista safado, pra “investir aqui”.
A única coisa boa da ditadura no Brasil é que aqueles militares eram nacionalistas, os de hoje nem Jesus na causa!

Últimas Notícias

Medvedev da Rússia adverte a OTAN sobre o fornecimento de sistemas Patriot à Ucrânia

(Reuters) - O ex-presidente russo Dmitry Medvedev alertou a Otan nesta terça-feira (29) contra o fornecimento de sistemas de...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -