segunda-feira, novembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

Rússia anuncia retirada parcial das tropas da fronteira com a Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

De acordo com o ministério da Defesa, algumas tropas russas começaram a retornar aos seus quartéis nesta terça-feira, 15

Algumas tropas russas posicionada há várias semanas nas proximidades da fronteira com a Ucrânia e cuja presença provoca temores de uma operação militar no país vizinho começaram a retornar aos seus quartéis, anunciou nesta terça-feira (15) o ministério da Defesa.

“As unidades dos distritos militares Sul e Oeste, que já concluíram suas tarefas, começaram a carregar equipamentos para o transporte ferroviário e rodoviário e começarão hoje o retorno para seus quartéis”, afirmou o porta-voz do ministério, Igor Konashenkov, citado por agências de notícias russas.

O anúncio é o primeiro sinal de que Moscou está recuando na crise com os países ocidentais, que persiste desde o fim de 2021.

A Rússia enviou desde dezembro mais de 100.000 soldados para a fronteira com a Ucrânia, o que gerou o temor de uma invasão iminente do país.

A Rússia sempre negou a hipótese, mas exige certas garantias para sua segurança, começando pela promessa de que a Ucrânia não será aceita como Estado membro da Otan, algo que os países ocidentais se negam a conceder.

Nesta terça-feira, o presidente russo Vladimir Putin recebe o chanceler alemão Olaf Scholz em Moscou para tentar solucionar a crise.

Os países ocidentais ameaçam Moscou com sanções sem precedentes em caso de ataque ao território ucraniano. Estados Unidos e outros países também enviaram reforços militares para o leste da Europa.

Atualmente, a Rússia executa manobras militares em Belarus, que devem prosseguir até 20 de fevereiro.

Diálogo

A Rússia continuará seu diálogo com o Ocidente sobre questões de segurança e está pronta para conversações separadas sobre mísseis nucleares de alcance intermediário, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, nesta terça-feira.

Falando após conversações com o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Zbigniew Rau, em Moscou, Lavrov descartou como “terrorismo de informação” as informações de que a Rússia está planejando uma invasão na Ucrânia.

FONTE: AFP, via Exame

- Advertisement -

158 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

158 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renato B.
Renato B.
9 meses atrás

Esboço de retirada do bode na sala.

Joe
Joe
Reply to  Renato B.
9 meses atrás

PR HUMILHADO por Putin logo na chegada kk. Exigiram isolamento da peste.

Slow
Slow
Reply to  Joe
9 meses atrás

Pois é ?? queria ver ele chegar sem máscara lá pra ..

C M
C M
Reply to  Joe
9 meses atrás

Será que ele vai fazer os 5 testes de Covid que o Vladimir tá pedindo?

? ?

Slow
Slow
Reply to  C M
9 meses atrás

Provavelmente nunca saberemos

Wellington Kramer
Wellington Kramer
9 meses atrás

O Bolsonaro é bom mesmo.

Matheus Maciel
Matheus Maciel
Reply to  Wellington Kramer
9 meses atrás

hahahahaha timing perfeito

Luis
Luis
Reply to  Wellington Kramer
9 meses atrás

smile _bandeira.gif
Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Wellington Kramer
9 meses atrás

A culpa é do Bolsonaro!!!

Lyw
Lyw
Reply to  Wellington Kramer
9 meses atrás

O pior que tem muita gente realmente acreditando nisso… Os comentários mais surreais possíveis estão bombando nas redes sociais!

Luciano
Luciano
Reply to  Lyw
9 meses atrás

Qdo vi a notícia do início da retirada eu pensei na mesma hr: Putz, vai ter apaixonado que vai creditar isso à visita, como se nada antes tivesse acontecendo! Olha aí….qdo vamos nos livrar dessa postura política personalista, apaixonada, que escolhe o tempo todo messias, salvadores da pátria e afins?!

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Lyw
9 meses atrás

O Ricardo Salles chegou a divulgar um posta fake da CNN dizendo que o Bolsonaro seria indicado ao Nobel da paz kkkkkkkkkkkkkkkkkkk esse pessoal é pior do que eu pensei. QI negativo

Slow
Slow
Reply to  Jadson S. Cabral
9 meses atrás

Inclusive falou que ele evitou a 3 guerra mundial ????

André Luís
André Luís
Reply to  Jadson S. Cabral
9 meses atrás

Não abiguinho, aquilo ali se chama MEME.

Johan
Johan
Reply to  Jadson S. Cabral
9 meses atrás

Foi uma zoeira total e parte da mídia e muita gente caiu.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Lyw
9 meses atrás

Ninguém ta acreditando…

Você conhece um negócio chamado zuera ?

Eu já recebi 500s memes e videos sobre a visita a Rússia hoje..

A diferença é que eu entendo que é piada e casco o bico de dar risada e os do outro lado com problema cognitivo e sem senso de humor chamam de fake news.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Lyw
9 meses atrás

Já pode dá o Nobel da paz pro Bolsonaro.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Agressor's
9 meses atrás

O surto da imprensa ontem checkando memes foi uma das coisas mais sensacionais que eu vi nos últimos anos.

Parabéns! Fizeram o meu dia mais feliz.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Wellington Kramer
9 meses atrás

”Você teve relação com a retirada parcial das tropas russas bilbonaro?”

A cara do bilbonaro.

Eq_xaOZXYAIAe0u.jpg
Guacamole
Guacamole
Reply to  Welington S.
9 meses atrás

Bolsonarovitch.

Guacamole
Guacamole
Reply to  Wellington Kramer
9 meses atrás

Bolsonaro chegou no Kremlin chutando a porta da frente, deu um soco na mesa do Putin e disse “ou retira as tropas da Ucrania, ou mando os políticos do brasil virem pra cá.”

As tropas começaram a serem retiradas 1 hora depois.

gordo
gordo
9 meses atrás

Possivelmente devem ter recebido algum sinal discreto de que a Ucrânia não entra para a OTAN. Nesses últimos dias ocorreram movimentações intensas por parte da diplomacia e é prudente aguardar os próximos passos dessas escaramuças. Resta saber se os EUA conseguiram o que queriam, barrar o gasoduto e com isso evitar uma aproximação da Rússia com a UE.

Matheus Maciel
Matheus Maciel
Reply to  gordo
9 meses atrás

Dificilmente eles barrariam bilhoes de dólares em lucro enquanto durasse as reservas de gás, teriam que entregar algo tão bom quanto

gordo
gordo
Reply to  Matheus Maciel
9 meses atrás

Justamente, bilhões de dólares que podem ser pagos em euros que ficam nas mãos da Rússia. O problema ali não é o gás e sim a ausência de sócios que façam parte do sistema financeiro dos EUA.

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  gordo
9 meses atrás

barrar o gasoduto e com isso evitar uma aproximação da Rússia com a UE.”
Pessoalmente, isto eu acho difícil, pois a Europa depende bastante do gás Russo e acho que nao foi este o motivo da retorica belicista dos EUA.
Mas nao esta claro para mim qual é.

Renato B.
Renato B.
Reply to  gordo
9 meses atrás

Pelo que entendi os Ucranianos mesmo sinalizaram isso.

Lewandowski
Lewandowski
9 meses atrás

É… Pensaram que a OTAN nada faria em favor da Ucrânia… Acredito que, se os EUA não tivessem entrado na jogada, a Rússia tinha invadido… Mas Biden, que não é meu afeto, não so entrou como elevou a voz e a manteve… Aí a corda apertou para Putin… que vexame… Melhor assim…
.
Sds

Augusto
Augusto
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

Vexame? O Biden não falou que ele ia invadir a Ucrânia essa semana? Cadê a invasão? Se o Putin quisesse invadir Ucrânia, já o teria feito a muito tempo. Para os Russos o importante e manter situação do jeito que está. Uma guerra ali só seria interessante para os americanos.

Luis
Luis
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Chora neném!

nenem.gif
Jacinto
Jacinto
Reply to  Augusto
9 meses atrás

O Biden disse que a Rússia ia invadir, ou que a Rússia tinha condições de invadir?

Jacinto
Jacinto
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Você leu a notícia? Se ler além da manchete pode se surpreender com o conteúdo dela.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Disse, ainda falou o dia – 16 de fevereiro. Ele até consultou meteorologistas para indicar o melhor dia para a invasão. Isso quando algumas semanas atrás estava afirmando diariamente que a invasão da Rússia na Ucrânia era iminente. Depois voltou atrás, Sullivan afirmou que a invasão não era iminente, mas que era extremamente possível – essa linha de narrativa continuou até semana passada e cá estamos nós.

Coisa patética.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

Prove.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás
Jacinto
Jacinto
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

Talvez fosse bom você melhorar seu domínio da língua inglesa e compreender o que COULD significa.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

kkkkkkkkkkk Se você realmente acha que qualquer líder de estado vai afirmar categoricamente algo nesse sentido é porque não entende nada de diplomacia, o paspalhão Zelensky afirmou tal incoerência e teve que se justificar, afirmando que o dia da invasão seria também no dia 16. Se a Rússia pode atacar a qualquer momento, por qual razão Biden falou dia 16? Por que não dia 17? 19? 23? Você está em negação. Aliás, sobre o dia 16 de fevereiro, o The Sun afirmou que a invasão seria às 3:00 da manhã(22:00 do dia 15 de fevereiro em horário de Brasília) do… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

Quando a pessoa começa a interpretar texto, não com o que está escrito, mas com base em um suposto conhecimento inalcançado aos demais é onde entramos no campo médico…

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Na verdade os Estados Unidos disseram varias vezes e com varias datas diferentes que a Rússia ia invadir, o desejo dos democratas para que houvesse guerra estava evidente, a coisa ficou tão feia que a Ucrânia teve que vir a publico algumas vezes desmentir os Estados Unidos sobre esse papo de invasão. Sobre a Rússia ela seria burra se invadisse, do jeito que a coisa esta agora, tendo o controle da Crimeia e financiando separatistas ela já consegue o que quer, que é impedir a Ucrânia de entrar na OTAN, já que a OTAN não aceita quem esta em guerra,… Read more »

Last edited 9 meses atrás by Plinio Carvalho
Mauro Cambuquira
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Os USA estão falando isso desde dezembro. Biden passou por ser “gaga”. Putim fez o ocidente cair no descredito que essa questão de invasão.

Mercenário
Mercenário
Reply to  Augusto
9 meses atrás

Augusto,

Se os americanos tivessem recuado nas suas pretensões em relação a qualquer país, você provavelmente estaria dizendo que pipocaram ou coisa que o valha.

Em resumo, os russos pipocaram nessa. Não adianta ficar arranjando desculpa como torcedor, aceita.

Leonardo
Leonardo
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

Vexame Russo? Vc só pode restar de brincadeira!!!!! Fala Sério!!!!

gordo
gordo
Reply to  Leonardo
9 meses atrás

É estranho ver como as pessoas simplesmente querem um resultado fechado, tipo sim ou não, algo como um placar de jogo de futebol. Na crise dos mísseis em Cuba as pessoas simplesmente fazem a leitura seca de que os mísseis foram retirados da ilha e os EUA venceram. A retirada dos mísseis da Turquia e Itália além do compromisso dos EUA em não invadir a ilha é ignorado. As pessoas deveriam tentar fazer uma leitura mais pragmática desses eventos e deixar suas paixões para jogos de futebol.

Lewandowski
Lewandowski
Reply to  gordo
9 meses atrás

Gordo… . Na crise dos mísseis, você so sabe dos resultados, talvez, devido ao filme “Os 13 dias que abalaram o mundo”. Até o presente momento, ninguém sabe se as reinvidicações russas foram atendidas, dentre as principais, era de que a Ucrania não aderisse a OTAN, o que parece não ter se concretizado, pois [CNN 14/02 – O presidente da Ucrânia, apesar de não ser prioridade entrar na OTAN no momento, mantém a posição de ingressar na aliança…] . Não fiz achismos nem torcida, pois, até o momento, nenhum de nós sabe dos bastidores e só podemos julgar o que… Read more »

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

“nele Putin colocou 100 mil homens pra invadir a Ucrânia e agora está recuando” Você tem provas de que Putin queria invadir à Ucrânia? Ah, antes que diga, grandes mobilizações nas fronteiras da Ucrânia ocorrem desde 2014, não há como usar a afirmativa de que tais número de tropas são para uma invasão. É melhor tentar uma outra afirmativa para essa narrativa. Aliás, nem mesmo os políticos ucranianos acreditam nessa narrativa de que Putin quer invadir à Ucrânia, desconsiderando a Crimeia. “Do meu ponto de vista, esse recuo se deve ao fato de um posicionamento mais agressivo por parte da… Read more »

Last edited 9 meses atrás by Gilson Moura
Slow
Slow
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

Que vexame dos EUA né que está desde o ano passado falando da tal invasão..

credibilidade = 0

Hcosta
Hcosta
Reply to  Slow
9 meses atrás

Coitados é dos soldados que estiveram parados ao frio…

Slow
Slow
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Como se lá eles não fossem acustumados né ..

Last edited 9 meses atrás by Slow
Johan
Johan
Reply to  Slow
9 meses atrás

Enfim algo que concordo contigo. Putin, o meu malvado favorito, estrategista no sentido próprio da palavra, joga muito e consegue dá nó na cabeça de muita gente.

Mauro Cambuquira
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

Não há vexame! Evitar uma guerra quando ela está em eminência, é glorioso! Para qualquer um dos lados. Somos irmão, nem fronteira deveria ter no mundo.

Slow
Slow
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

E a OTAN nada fez mesmo …

Ou melhor fez sim , anunciou que não iria enviar tropas pra Ucrânia .

Hcosta
Hcosta
Reply to  Slow
9 meses atrás

Exatamente. Quem precisa de demonstrar que é forte, normalmente é porque não o é, senão não precisava de demonstrar…

Bosco
Bosco
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

H,
Temo que o Javelin agora vai vender mais que cachorro quente.
E nem é hipersônico…rsss

Slow
Slow
Reply to  Bosco
9 meses atrás

É por isso que Biden ta doído pra ter uma guerra ali .. assim eles vendem bilhões em armas e ainda arruma desculpa pra fazer caveira da Russia e impor sanções junto com Europa ..

Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  Slow
9 meses atrás

Enviar tropas para a Ucrânia sem justa causa? O país não foi invadido pela Rússia, porque raiou seria invadido pela OTAN, lol.

Slow
Slow
Reply to  Peter nine nine
9 meses atrás

Ué , não estão falando que a Russia vai invadir ?

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
Reply to  Lewandowski
9 meses atrás

Vc anda bebendo?

Luis
Luis
9 meses atrás

.

Félix_risada.gif
Slow
Slow
9 meses atrás

Se a intenção do Putin era descredibilizar ainda mais os EUA ele conseguiu .. pqp que jogada de mestre, deu a entender que iria invadir , o ocidente fez a maior propaganda e no final eles não invadiram kkkkkk gênio.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Slow
9 meses atrás

Agora, vamos catar os cacos do que restou da OTAN.
Putin é um gênio.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Slow
9 meses atrás

O “gênio” conseguiu o impossível: ressuscitou a moribunda OTAN e uniu toda a UE em prol de um ideal único.

Putin mostrou sua real face, e não conseguirá mais enganar ninguém. Já disse a que veio: restaurar o domínio Soviético, pura e simples.

É realmente uma assumidade!

Slow
Slow
Reply to  Satyricon
9 meses atrás

Está tão unida que cada hora vai um presidente diferente de países da OTAN negociar com Putin ..

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Slow
9 meses atrás

Exatamente.
Washington e Londres tentaram criar um conflito para demonizar a Rússia.
Putin recebeu os dois principais líderes europeus e negociou o fim do conflito, nos termos que ele queria.
Se isso não é genialidade, então não sei o que é.

Rússia diz que Ocidente foi derrotado na Ucrânia sem um único tiro“15 de fevereiro de 2022 ficará na história como o dia em que a propaganda de guerra ocidental falhou”, escreveu Maria Zakharova, porta-voz da chancelaria russa

Johan
Johan
Reply to  Satyricon
9 meses atrás

Alemanha foi para um lado, França e Inglaterra para outro. Biden aqui nada fez piada com os líderes europeus.
Quem acompanha de fontes mais isentas, sabe que não haveria invasão, pelo menos, não agora.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Johan
9 meses atrás

Johan, vc está olhando para o agora. Também acho baixas as chances de invasão.
Mas o cenário mudou completamente, para toda a geopolítica mundial.
Putin plantou uma sementinha no coração da UE e da OTAN, que só tende a crescer. As repercussões virão.
Nada será como antes.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Johan
9 meses atrás

Só na mente de alguns ”iluminados, a França, Alemanha e Reino-Unido foram cada um para lados diferentes, mas o que eu vi foi, todos os 3, junto com os EUA e o Secretário geral da NATO, dizerem o mesmo a Putin, que cada país é livre de entrar na NATO e que imporiam sanções económicas como nunca se viu, e que apoiariam a Ucrânia totalmente, não com militares, pois a Ucrânia não pertence á NATO, mas com meios militares e muito dinheiro, e ainda reforçaram os meios da NATO na fronteira leste .

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Satyricon
9 meses atrás

Estou estupefato!

Rogério Loureiro Dhiério
Rogério Loureiro Dhiério
Reply to  Slow
9 meses atrás

Não gosto do Putin, um déspota de primeira.
Más independentemente do crápula que ele é, tenho de baixar a cabeça e aceitar que ele sabe jogar.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Slow
9 meses atrás

O Putin arregou. Simplesmente assim.. Os efeitos economicos e politicos de uma invasao afetariam a imagem de Putin e da proprias Russia a qual iria acabar no time das nacoes parias do planeta.

Slow
Slow
Reply to  Tadeu Mendes
9 meses atrás

Cara se você tivesse 20 anos eu até entenderia mas vc não tem essa idade pra estar falando tanta asneira ..

Rodes
Rodes
9 meses atrás

Não está tendo retirada nenhuma. Parte das tropas que estavam no exercício da Bielorrussia estão voltando para a Russia ou sendo realocadas em outros locais.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Rodes
9 meses atrás

Os exercícios militares na Bielorrússia ocorrerão até o dia 20 de fevereiro. Não há nenhuma evidência de retirada das tropas na Belarus, por enquanto, só houve apenas uma notícia de uma desmontagem de um hospital de campanha e nada mais. E além do fato de que a quase totalidade das tropas russas inseridas no exercício na Belarus são do Distrito Central e do Leste. Uma pequena quantidade de unidades é do Distrito Sul e o Oeste na Belarus – justamente estes que são quase a totalidade próximos à fronteira da Ucrânia e que estão sendo retirados e desmobilizados para seus… Read more »

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
9 meses atrás

O urso achou que conseguiria pressionar o ocidente utilizando uma ameaça de guerra para conseguir o que queria; fracassou.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

Ainda não se sabe o que queria. Talvez tenha conseguido.
Como por exemplo a não adesão à UE, muito mais danosa que uma adesão à OTAN, na minha opinião, entre outras questões.

Para negociar tem de ter trunfos e a ameaça de invasão é um grande trunfo, talvez maior do que uma invasão.

Slow
Slow
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

Ucrânia entrou pra OTAN ?

Qual outro motivo pelo fracasso ?

Jacinto
Jacinto
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

O estatuto da OTAN não permite a admissão de países com disputas territoriais e a Ucrânia tem disputas territoriais na Criméia e no leste do país. A Ucrânia nunca esteve perto de aderir à OTAN, o que explicita que esta farofada toda da Rússia nunca foi realmente sobre a Ucrânia ou questões militares.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Só falou besteira. Em uma cúpula em Bucareste em 2008, a OTAN deixou claro que a Ucrânia e a Geórgia se tornarão membros da OTAN um dia. A aliança também apoiou as solicitações de ambos os países para MAPs e concordou que este seria o próximo passo para uma eventual adesão. Essa afirmação de que a Ucrânia nunca esteve perto de aderir à OTAN é pura enganação. A entrada na Ucrânia na OTAN ocorre desde 2008. Aliás, a entrada na Ucrânia na OTAN é um objetivo constitucionalmente aprovado pela Rada(parlamento ucraniano). Fonte da emenda: https://zakon.rada.gov.ua/laws/show/2680-19#n2 A Ucrânia também adotou então uma Estratégia… Read more »

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

Além do que antes da entrada da adesão na Ucrânia pela OTAN, o MAP 

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

Gilson, em 2008 não existia disputa territorial na Ucrânia. Ela começou a existir em 2014, quando a Rússia invadiu a Criméia…

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Pelo amor de Deus. “A Ucrânia nunca esteve perto de aderir à OTAN, o que explicita que esta farofada toda da Rússia nunca foi realmente sobre a Ucrânia ou questões militares.” “Em uma cúpula em Bucareste em 2008, a OTAN deixou claro que a Ucrânia e a Geórgia se tornarão membros da OTAN um dia. A aliança também apoiou as solicitações de ambos os países para MAPs e concordou que este seria o próximo passo para uma eventual adesão. Essa afirmação de que a Ucrânia nunca esteve perto de aderir à OTAN é pura enganação. A entrada na Ucrânia na OTAN… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

“Um dia” vamos todos morrer. Isso não significa hoje, amanhã, ou nem nos próximos anos ou décadas.
“Um dia”, para quem sabe interpretar textos, estabelece um prazo indefinido, mas que não está próximo de acontecer porque se o evento futuro está próximo de acontecer existem muitas outras expressões mais adequadas.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Eu lhe dei fartas provas de tais fatos, a Ucrânia esteve muito próximo de aderir à OTAN e este ainda é o objetivo da Ucrânia.

Não adianta fazer dissimulações à revelia querendo desmanchar a ignorância de suas palavras verborrágicas anteriores, elas estão logo acima para serem evidenciadas.

Novamente, você está em negação. Tenha a hombridade de admitir que você disse bobagem, não há nenhuma vergonha nisso. O uso do artifício de efúgio para tentar mudar o teor do debate é utilizado por pessoas nausebundos.

Passar bem, meu amo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

O Estatuto da Rússia não permite que a Ucrânia entre para a OTAN.
E foi isso que a Rússia conseguiu

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Conseguiu? Explique isso para o Putin, que na coletiva dada hoje com o Olaf Scholz parece discordar de você.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Segurança só pode ser alcançada com Rússia e não contra Rússia, diz chanceler alemão A reunião entre Scholz e Putin aconteceu em Moscou, na Rússia. Logo após encontro, Scholz afirmou para jornalistas que valoriza muito o diálogo entre Berlim e Moscou. “Nós não deixamos de falar sobre nenhum tópico que exista hoje sobre as relações entre nossos países, relações europeias e relações internacionais”, disse Scholz. A conversa entre os dois líderes abordou o pacote de medidas de segurança para a Europa sugerido por Moscou. Scholz disse que enxerga a Rússia como parte da arquitetura de segurança europeia. “Está absolutamente claro para nós, alemães, e para todos os… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Não há dúvida de que segurança só pode ser conseguida com a participação de todos os países, isso é como dizer que o fogo queima ou a chuva molha, uma obviedade acaciana. A Rússia não vai desaparecer, então uma forma de convívio é necessária. A questão é a posição da Rússia nisso, se é uma posição de impor as suas pretensões por meio da ameaça de uso de força, como quer o Putin, ou se é uma posição de aceitar uma realidade em que a Rússia já não tem condições de fazer imposições sob ameaça de uso de força, ao… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Percebeu.

EUROPEUS resolvendo assuntos EUROPEUS.
Assim que tem de ser.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Porque quando os europeus resolviam seus assunto reinava a paz entre eles? Os três conflitos mais mortais da história – Guerras Napoleônicas, 1ª e 2ª Guerras mundiais começaram justamente porque os europeus não conseguem, como nunca conseguiram, se resolver.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

O Estatuto da Rússia cria regras para países soberanos ?

Espero que o estatudo da Rússia, n tenha nada sobre o Brasil.

Slow
Slow
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

Os EUA que você defende tanto fala da Amazônia sempre que possível e ainda quer propor pacote ajuda de 20 bi pra proteção dela , caso contrário sanções será imposta ..

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

Na na ni na não.
Com essa jogada de mestre, Putin isolou a Ucrânia, dividiu a OTAN e cag. e andou para a Diplomacia americana que está com o pincel na mão.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Nunca vi tanta besteira em um único comentário

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Se o Putin cancelar a invasao, vai pegar mal para ele. A Russia blefou ou se amedrontou.

Slow
Slow
Reply to  Tadeu Mendes
9 meses atrás

Cancelar ? Kkk desde quando a invasão está confirmada ?

Oliveira
Oliveira
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

A intensão da Rússia é impedir a entrada da Ucrânia na OTAN e consequentemente a aproximação desta de sua capital em um possível cerco, ou seja, eles querem garantir uma segurança estratégica de seu território. Acho que é cedo demais para afirmar que a Rússia não conseguiu nada com isso. Geopolitica não é baseada no imediatismo, mas em planejamento de médio e longo prazo. Creio que a resposta somente os próximos anos dirá.

Adriano madureira
Adriano madureira
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

Fracassou???????⁉️ Alguns aqui parecem entender muito pouco de geopolítica, obviamente que algo Vladimir Putin deve ter conseguido,dizem que a conversa de Putin com Olaf Schollz foi produtiva ao contrário do com a múmia da WH.

“Fracasso” amigo,seria Guerra! Esse sim é um fracasso completo…

Bosco
Bosco
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

Ao Javelin será creditado ser o míssil que ganhou uma guerra sem precisar ser utilizado.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
9 meses atrás

E aos Kornets do Hezbollah o crédito de terem vencido uma guerra sendo disparados.

Oráculo
Oráculo
9 meses atrás

O pateta do Biden anunciou até as datas da invasão.
Mandou cidadãos americanos sair do país.

E o Putin só falando “não vai ter invasão são só exercícios militares”.

Hoje mandou embora uns 5 mil soldados, deixou mais de 100 mil lá.
E devem ficar mais tempo.
Até as negociações com a Ucrânia terminarem.
Coisa que o presidente ucraniano afirmou que estão ocorrendo bem.

Agora a imprensa internacional toda afirma hoje o que os fanboys aqui da Trilogia não aceitam.

Putin fez de gato e sapato todos os líderes ocidentais.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

O Putin fez uma lista de exigências com três itens:

1) Retirar soldados militares estrangeiros e armas dos países que aderiram à OTAN após 1997;
2) Garantias de que não haverá novas expansões da OTAN – o que inclui a Ucrânia e a Georgia
3) Retirar armas nucleares dos EUA da Europa.

Não conseguiu nenhuma das três.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

E a lista de exigências americanas? Todas recusadas. – Os exércitos “rebeldes” russos não vão desocupar o Donbass, pelo contrário, receberam mais armas agora. – A Crimeia nunca mais será devolvida e vai continuar sendo território russo. – As tropas russas permanecerão nas fronteira ucraniana. – O gás russo seguirá sendo distribuído para toda Europa, tendo seu fluxo aumentado nos próximos meses. Resumindo: A Russia segue ocupando o Donbass. A Crimeia agora lhe pertence de fato e direito. Tropas Russas continuarão na fronteira ucraniana. E vai aumentar as vendas de Gás pra Europa. Isso que estão perto de um acordo… Read more »

Last edited 9 meses atrás by Oráculo
Jacinto
Jacinto
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

Se ninguém obteve o que quis, é empate amigo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Que empate?
A Ucrânia continua fora da OTAN.
A Ucrânia não vai ter soldados americanos.
As regiões rebeldes podem ter sua autonomia reconhecida.
E o Nordstream2 pode ser finalmente inaugurado.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Não mudou nada do que havia antes da farofada. O que mudou é que agora há mais soldados nos países bálticos e mais armas na Ucrânia.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

E o poder russo continua esmagando isso com a mesma facilidade.
Conta outra.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

A expressão “continua”, por você mesmo empregada, apenas comprova o que eu disse: não mudou nada do que havia antes da farofada.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Sim.
Só a retórica agressiva anglo-americana que ficou mo ar.
Jogada ao vento.
Ninguém seguiu.
O que é ótimo.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

A retórica americana ou russa? Quem fez movimentou metade das forças armadas para fazer demandas contra um país sem força aérea, sem marinha, sem misseis ofensivos e recuou sem, nem obter as suas demandas, nem invadir o país?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Então pq n esmagou ? Se era fácil e sem risco…

P q não ir logo ?

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

“Retirada parcial”… De mais de cento e cinquenta mil sairam somente alguns e falam como parecesse que foi como se tivesse saido a metade…

Slow
Slow
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

O “empate” que o Putin quer até agora Ucrânia não entrou pra OTAN ..

Jacinto
Jacinto
Reply to  Slow
9 meses atrás

Mas isso não iria acontecer antes da farofada, já que a Ucrânia tem disputas territoriais e o estatuto da OTAN não permite o ingresso de países com disputas territoriais…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Prezado Jacinto. Os EUA estão tentando de qualquer maneria colocar a Rússia em uma guerra para fazer com que a Europa boicote o fornecimento de energia russo. Foi um rotundo fracasso. Estamos apenas aguardando que a Alemanha dê o sinal verde para o início do NordStream2. E a Ucrânia que se cuide. Putin, hoje após conversa com Scholz, disse que vai respeitar ate´2024 o contrato de passagem de gás pela Ucrânia. E vai mantê-lo após esse ano se ainda for vantajoso economicamente. Como não deve ser, a Ucrânia vai perder grandes somas de dinheiro pelo direito de passagem. Se vc… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

A Alemanha só precisa ganhar tempo. Quando o Scholz fez a aliança com o partido verde para obter a maioria parlamentar, um dos pontos negociados foi a estrutura energética da Alemanha. Para formar a coalizão com a qual governa, a estratégia energética alemã foi modificada para que ela chegue em 2030 com 80% de sua matriz energética composta por 80% de fontes renováveis; ao mesmo tempo, a AIE recomendou (e a Alemanha costuma aceitar esta recomendação) ainda em 2020 a construção de terminais de LNG na Alemanha. E aqui um ponto que poucos entendem: o partido verde alemão, que em… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Slow
9 meses atrás

Esse é o tipo de empate que dá o campeonato para Putin.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

A posição de Putin está muito mais fragilizada. Deu ainda mais motivos para ser considerada como um país hostil tendo impacto na sua economia e relações internacionais, e com a Europa a procurar alternativas para o gás Russo. E, como muitos afirmaram, o que a Rússia conseguiu com esta crise? A Crimeia e as províncias já foram ocupadas há 7 anos. Nada mudou a não ser um maior isolamento da Rússia. Ainda falta perceber o que foi feito em termos diplomáticos mas não me parece que compense estes riscos. E a China não sei se está disposta a sustentar a… Read more »

Slow
Slow
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Os 2 assinaram um “ pacto sem limites “

Então provavelmente ela está sim …

039FB452-E671-445F-86F9-8CF958EC5DA3.jpeg
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Isolamento da Rússia?

Europe’s Dependence On Natural Gas Imports Hits 80%
oilprice.com/Latest-Energy-News/World-News/Europes-Dependence-On-Natural-Gas-Imports-Hits-80.html

Putin está com a faca e o queijo não mãos, e ele sabe disso..
E pelo jeito, não é uma faquinha.
É uma peixeira.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Tua narrativa tá sendo patética. As 4 maiores exigências da Rússia: 1. A OTAN não desloque tropas no território de países não membros da OTAN em 1997. 2. O compromisso de não instalar mísseis de curto e médio alcance capazes de atingir o território russo;(em nenhum momento há afirmação de que são mísseis nucleares, a exigência russa inclui nucleares e convencionais e que provavelmente terão que ser redesenhadas de acordo com um novo tratado de defesa convencional) 3. Que a OTAN se compromete a não aceitar novos membros, especialmente a Ucrânia. 4. A OTAN se compromete a não realizar qualquer… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gilson Moura
9 meses atrás

Instalar misseis de médio alcance e tomahawks na Ucrânia ou Polônia? Este argumento mostra como a farofada foi inútil. Os EUA não têm, nem misseis de médio alcance, nem tomahawks terrestres.

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Os lançadores Mk.41 instalados na Romênia e Polônia você querendo acreditar ou não, eventualmente se assim for requisitado, pode se tornar capaz de abrigar os mísseis Tomahawk e qualquer outro míssil que caiba nos tubos de lançamento e isso de uma maneira relativamente fácil e barato. Não se trata de apresentar uma situação do presente, mas de uma ocorrência que eventualmente se apresentará no futuro próximo. A exigência russa em torno disso está claramente sendo considerado por Washington. https://www.armyrecognition.com/october_2018_global_defense_security_army_news_industry/deployment_of_us_mk_41_missile_systems_in_romania_poland_contradicts_inf_treaty.html Eu sei que é muito difícil deixar de acreditar em algo que sempre fomos orientados a acreditar, mas tenta fazer um… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

E vc acha que isso ocorrerá amanhã? São coisas que acontecerão aos poucos. Primeiro, Putin mostrou que os interesses europeus não são os mesmos dos americanos. Isso ficou claro quando os EUA ficaram atiçando uma guerra em que não participaria às custas dos graves problemas que a Europa sofreria com problemas de fornecimento de energia. Outra coisa é que as negociações estão ocorrendo à revelia de EUA e R.U. Scholz deixou claro que foi tratar com Putin questões relacionadas à União Europeia. Ou seja, o vírus da discórdia já está proliferando entre os países da OTAN. Putin, realmente é um… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antoniokings
9 meses atrás

Eu acho que se não aconteceu agora, não ocorrerá nunca. O tempo não favorece a Rússia: A diferença econômica entre Europa e Rússia tende a aumentar com o empobrecimento relativo da Rússia frente a eles, a demografia russa é um problema (país com média de idade de 39 anos e com taxa de crescimento negativo), corrida tecnológica que está sendo perdida (basta ver onde os russos estão em temos de litografia dos processadores russos). O “virus da discórdia” sempre habitou a OTAN; A França saiu de seu comando unificado em 1966 etc.. A questão é que a OTAN só existe… Read more »

Johan
Johan
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

Velha conhecida técnica de exigir muito para conseguir o que realmente quer e levar o seu oponente a acreditar que saiu na vantagem.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Johan
9 meses atrás

Mas o que a Rússia obteve?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

Mas era o esperado.
Vc colocar dois ineptos como Blinken e Liz Truss para dialogar com Lavrov, é brincadeira.
E depois colocar Biden e Johnson para discutir com Putin é pedir para perder.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

Estou enojado!

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Não gosto do Biden, mas tenho que admitir que sua administração foi quase irretocável nessa crise. Então segue meus comprimentos. Parabéns Biden e EUA. Mais uma vez o EUA desgastou sua imagem e decidiu perder muito dinheiro a favor do que é melhor para o Homem. Infelizmente vão pegar leve com a Rússia depois dessa peidada. A Rússia vai continuar tentando destruir a Ucrânia através de várias frentes. A principal delas é a ferida que ela abriu no leste da Ucrânia com esse propósito. Os países membros da OTAN precisam cobrar dos demais países parceiros qual será o posicionamento de… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

A grande vantagem da OTAN, e para alguns a sua fraqueza, é que é preciso algo de muito grave acontecer para haver consenso e ser usada como uma força ofensiva.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

é isso. Felizmente e infelizmente.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Chora Bosquim.

kkkkkkk

Gilson Moura
Gilson Moura
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Só rindo mesmo. Seus comentários são bem divertidos.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Irretocável como sempre!

Oráculo
Oráculo
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Me vende um pouco disso que você fumou?

Varg
Varg
9 meses atrás

Que as negociações entre Rússia e Ucrânia terminem em sucesso estrondoso, para desespero dos jogadores de Call of Duty que gostariam de ver o circo pegar fogo.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Varg
9 meses atrás

De preferência antes que a gasolina chegue a R$ 9,00

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Jacinto
9 meses atrás

😆 Litros

Jacinto
Jacinto
Reply to  Reinaldo Deprera
9 meses atrás

Estou rindo, mas é de nervoso. Há uma pressão inflacionária vindo por meio do reajuste de combustíveis.

Rafael Gustavo de Oliveria
Rafael Gustavo de Oliveria
9 meses atrás

Este é um exemplo claro da necessidade de termos forças armadas capazes de defender os interesses do Brasil não só aqui, mas também no exterior.

Isso é que os países de 1º mundo fazem desde os primórdio da humanidade, ter apenas forças de defesa não nos fazem importante mundialmente…nunca nos levaram a sério.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveria
9 meses atrás

Para defender nossos interesses no exterior, seria necessária a criação de uma Marinha com capacidade expedicionária, ou seja, com porta-aviões, escoltas, SSNs, um corpo de fuzileiros navais capaz de realizar ataques anfíbios longe de casa e, principalmente, a capacidade de manter a logística para isso a milhares de quilômetros de distância. Quando teremos isso com o EB tomando 50% do orçamento da defesa? Nunca.

Last edited 9 meses atrás by Bruno Vinícius
Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

Bem isso Bruno, mas começar com pé no chão….interessante seria adquirir OPV de grande autonomia, capaz de defender navios brasileiros longe do Brasil…um exemplo seria conter ameaças de piratas na Somália ou também deslocar esses meios em missões de paz, para vc ter uma ideia deslocamos Fragatas e Corvetas para isso….era o que tinha, pois as Amazonas são muito pequenas para poder sair do Atlântico e não tem um hangar (importante para essas missões).

Last edited 9 meses atrás by Rafaelvbv
Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Bruno Vinícius
9 meses atrás

“Quando teremos isso com o EB tomando 50% do orçamento da defesa? Nunca”

….não acho certo pensar assim, o e.b tem o maior efetivo e uma grande área de responsabilidade, consequentemente consegue justificar melhor a necessidade dos recursos, brigar entre as forças para ver quem consegue aumentar o caixa não é solução….só acho que a Marinha e a Força Aérea estão falhando muito na missão de convencer grande parte da sociedade e os políticos que é importante ter os meios necessários.

Nomand
Nomand
9 meses atrás

Ursinho carinhoso arregou

Slow
Slow
Reply to  Nomand
9 meses atrás

Na visão de líder de torcida Americana .

Slow
Slow
9 meses atrás

Bolsonaro foi ameaçar o Putin com pólvora caso ele não retirasse as tropas .

Tutu
9 meses atrás

A manobra mental e semântica que Kings tá fazendo para justificar essa bagunça que o Putin fez tá muito interessante.

Plinio Jr
Plinio Jr
9 meses atrás

Aconteceu o óbvio, não rolou nada e havia muita coisa em jogo… Acreditar que tudo limita se somente ao fato da Ucrânia entrar ou não na Otan é pura inocência ou ignorância

Maurício.
Maurício.
Reply to  Plinio Jr
9 meses atrás

Mas é claro que não ia dar em nada, potências só chutam cachorro morto e isso é um fato!
OTAN/Ucrânia vs Rússia.

YellowRichArabianoryx-max-1mb.gif
Maurício.
Maurício.
9 meses atrás

A realidade de um pessoal que queria ver uma guerra na região…?

Screenshots_2022-02-15-02-46-32.png
Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Maurício.
9 meses atrás
André Luís
André Luís
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Boa! kkkkkkkk e ainda usaram o mr. Bean, o estereótipo perfeito do britânico, kkkkkkk

Francisco
Francisco
Reply to  André Luís
9 meses atrás

Sem contar que agora a UE vai voltar a botar aquela pressão pós Brexit nos súditos da rainha, em especial o Lacron que certamente não vai esquecer da lenha colocada nessa fogueira pelos ingleses, aguardem.

Slow
Slow
9 meses atrás

Enquanto isso protestos em inglês comendo solto ..

k k k só faltou a bandeira .

1A2D846C-CAF8-4DEF-995D-B92D08384CAD.jpeg
Gabriel
Gabriel
9 meses atrás

Alguns comentários bastante lúcidos.

Já outros “achando” que a URSS ainda existe.

Outros, ainda, achando que guerra é igual a jogar “play”, que é só desligar e ir dormir.

Fato é que foi uma aventura cara deslocar e manter “100 mil” militares longe de suas bases.

Por fim, que bom que aparentemente o bom senso prevaleceu.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
9 meses atrás

“No tocante a estas tropas ai na Ucrãnia, conversei com o Putin qu não tinha nada a ver.. Ele ficou sensibilizado e mandou retirar.. talkei ?”

  • JB
Last edited 9 meses atrás by Rodrigo Martins Ferreira
André Luís
André Luís
9 meses atrás

Lembrando, viu pessoal, que a invasão Russa acontecerá AMANHÃ, às 14:45. Haverá, também, uma pausa de 15 minutinhos para o café.

Luciano
Luciano
9 meses atrás

Quem diria que o nosso presidente (sic) atravessaria meio mundo para homenagear soldados comunistas que lutaram na II Guerra….enquanto isso, o filho aqui no Brasil lançou projeto para transformar o comunismo em crime! O mundo nao gira, capota!

Últimas Notícias

Imagens de uma guerra: míssil anticarro erra o alvo por pouco

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um ATGM russo passando sobre um carro de combate ucraniano. A...
Parceiro