quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

Teatro de Guerra Ucraniano, 25º Dia

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Por Jomini of the West (@JominiW)

As forças russas geralmente permanecem estáticas e continuam sua transição para operações defensivas nas áreas de operação de Kiev e do sul. Apenas ações ofensivas limitadas ocorreram ao longo da linha do rio Donets e Mariupol.

Impacto Humanitário. Os refugiados em vários países europeus ultrapassam 4,2 milhões, com 1,85 milhão de deslocados internos, principalmente no oeste da Ucrânia. As injustiças russas contra a população ucraniana se multiplicam a cada dia; seqüestros e apreensão de bens continuam.

A atualização de hoje se concentrará na área de Kiev, fornecendo uma breve visão geral da situação na capital e nos arredores à medida que as tropas russas se aprofundam na campanha.

Avaliação meteorológica. Em Kiev, a visibilidade e a velocidade do vento são favoráveis ​​para que VKS e UAF executem operações aeroespaciais. As temperaturas geralmente permanecerão entre 14º/0ºC, a velocidade do vento geralmente favorece o fogo de artilharia, embora haja uma probabilidade maior de ultrapassar os alvos.

Kiev – avaliações do AO. Não houve nenhuma mudança na situação em Kiev nas últimas 48 horas. As forças russas iniciaram o processo de transição de operações ofensivas para uma defesa de longo prazo do território ocupado no oeste, noroeste e nordeste de Kiev.

Está claro que os objetivos políticos de curto prazo estão se sobrepondo ao sucesso militar de longo prazo. As forças russas se concentrarão em consolidar suas posições enquanto avançam artilharia pesada e foguetes para aumentar e intensificar o bombardeio de Kiev.

Este movimento pretende colocar pressão política sobre o governo ucraniano para negociar com o Kremlin em termos que a esperança russa seja favorável. Isso amarrará as forças ucranianas na defesa de Kiev, reduzindo a probabilidade de uma grande contraofensiva em outras regiões.

Avaliação Aeroespacial. A recente alegação da Rússia sobre o emprego de mísseis hipersônicos na Ucrânia pode ser avaliada no sentido de intensificar a pressão política sobre o governo ucraniano do que para recuperar o impulso operacional, uma vez que apenas dois mísseis foram usados.

Os russos continuam lutando para empregar muitos de seus sistemas MLRS mais recentes, que poderiam ter um impacto tático dramático, mas falharam até agora devido ao planejamento inadequado e à adaptabilidade inadequada do campo de batalha.

Guerra da Informação. A Rússia continua a ficar para trás na esfera da informação. Enquanto as imagens e mensagens das cidades ocupadas puderem chegar ao povo ucraniano e à comunidade internacional, a resistência persistirá e crescerá.

Isso faz com que demandas, como o recente pedido do MoD russo pela rendição de Mariupol até 21 de março, pareçam vazias e desesperadas. A Rússia ainda não produziu uma situação militar na qual a rendição seja preferível à resistência contínua e é improvável que o faça.

Avaliação de danos de batalha. Os equipamentos russos e as perdas de pessoal continuam aumentando. Em Kiev, o 331º Regimento Aerotransportado de Guardas é avaliado como destruído, não pode mais funcionar como uma unidade coesa, o 6º Regimento de Tanques também está próximo disso.

A atualização de amanhã se concentrará no AO Sumy-Chernihiv. Em breve estarei postando uma visão aprofundada do primeiro mês da guerra, analisando como a resposta ucraniana à invasão russa resultou em uma vitória estratégica para a Ucrânia e por que os militares russos até agora falharam.

Esses mapas foram criados por mim com base nas informações mais confiáveis ​​da atividade no Teatro de Guerra Ucraniano de uma variedade de fontes. Os erros serão corrigidos assim que identificados.

As informações sobre as unidades ucranianas devem ser gerais, são baseadas em declarações do Estado-Maior ucraniano e postagens de mídia social, comunicados de imprensa oficiais do governo ucraniano e notícias locais. Elas não descrevem os movimentos atuais das unidades.

Vídeo: Coluna do Exército Russo nos arredores de Kiev

- Advertisement -

88 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
88 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Grifon Eagle
Grifon Eagle
3 meses atrás

Olha só o título, quanta ironia, misericórdia!!!

Eu esperava que o Forças Terrestres publicasse um bom artigo sobre o tema, mas pelo visto…

Kira
Kira
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Tá torcendo para os russos e ficou dodói, pois o título não foi: “TEATRO DE GUERRA RUSSO.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Kira
3 meses atrás

Não, não estou torcendo para nenhum dos dois, mas sim para cessar a guerra.

Chris
Chris
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Se você sabe onde esta as mentiras… Faltou “apenas” nos contar !

Francisco Bastos Macedo
Francisco Bastos Macedo
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Isso que estou observando ultimamente aqui na trilogia,notícias de perdas só de um lado do conflito e fontes de notícias duvidosas.Por isso estou abrindo o leque de fontes de informações sobre a guerra para não ficar refém da verdade de um lado só.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Francisco Bastos Macedo
3 meses atrás

Pois é, aqui só fala tudo de um lado só, e se vc for contra eles, eles lhe cancelam.

George
George
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Vá para outro canto da internet e nos livre os seus comentários que não acrescentam nada.

George
George
Reply to  Francisco Bastos Macedo
3 meses atrás

É bom mesmo você ir para um site que comprova aquilo que você já pensa. Vai te ajudar muito.

Abel
Abel
Reply to  Francisco Bastos Macedo
3 meses atrás

Pague. Hospedagem em Monte seu site, vamos lá atrapalhar com os kings.

Last edited 3 meses atrás by Abel
Anderson Graça
Anderson Graça
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

É muito mimi! A publicação é condizente com a realidade atual nessa miserável e sangrenta guerra. Ontem, as forças russas que cercam Mariupol deram um prazo até às 05:00 desta manhã, para os ucranianos entregarem a cidade. Supostamente, todos os moradores e soldados que deporem armas estariam livres para sair: qualquer um que ficasse para trás seria considerado “bandido” e enfrentaria um “tribunal militar”. Esse é o “procedimento padrão” russo, visto em Aleppo antes. Sem surpresa, o prefeito de Mariupol disse a eles ‘vai se foder’.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Anderson Graça
3 meses atrás

A trilogia, ao invés de manter a neutralidade, optou por um lado só, dá pra ver nitidamente.

Alexandre Galante
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Isso não é verdade, acabamos de publicar também a versão do SouthFront para que os leitores possam comparar.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Manda o link, Galante.

A maioria das suas postagens só dá a entender que a trilogia não adotou um posicionamento neutro, mas sim que ”torce” para a Ucrânia. É isso o que eu estou frisando, entendeu?

A minha outra crítica, é vocês ”cancelarem” aqueles que não tem o mesmo posicionamento que vcs, eu acho isso um absurdo, afinal se é para fazer um debate, tem que respeitar todos os posicionamentos dos usuários que comentam, agora, apagar comentários só porque vão contra a opinião ou o posicionamento do site, aí já não é convincente por parte da trilogia.

Alexandre Galante
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Não apagamos comentários pró-Rússia ou pró-Ucrânia. Apagamos comentários que não respeitam as regras do blog.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Sei.. Já vi apagando comentários meus, e que por sinal eu não desrespeitei as regras, e sempre tratei todos com respeito.

Alexandre Galante
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Se foram apagados é porque você desrespeitou alguma regra.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Vou ficar de mais de olho agora, e gravar meus comentários. De quebra, as minhas críticas sempre foram construtivas, assim como os elogios.

Carlos Gonzaga
Carlos Gonzaga
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

José, os insatisfeitos que se mudem. Não fazemos a mínima questão de pessoas como vc que gostam de esconder seus erros culpando outros. Já vai tarde.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

“A minha outra crítica, é vocês ”cancelarem” aqueles que não tem o mesmo posicionamento que vcs”
Maior mentira já digitada aqui no blog, olha os comentários pró-russos aqui no blog do antoniokings, Zeus, Tupam, Agressor, slow, são muitos e não são bloqueados, essa tentativa de querer acusar o Galante de deixar só comentários pró-Ucrânia é bem errônea

CientistaMaluco
CientistaMaluco
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Eu não sou pró esse, ou pró aquele. Torço para que guerras nunca se iniciem. Mas também entendo que muitas se iniciam, porque os líderes assim quiseram, preferiram não negociar, e neste caso um lado é obrigado a agir. Mas esses usuários que você citou acima, pró russos, alguns deles só degradam a imagem da Rússia do que qualquer outra coisa, vão ser chatos nos comentários lá longe.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Eu n quero saber dos outros comentários, eu só quero saber dos meus comentários que já foram apagados, sendo que eu me posicionei neutro nesta guerra e torço para que ela cesse o mais rápido possível, mesmo assim meus comentários foram apagados.

Carlos Gonzaga
Carlos Gonzaga
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Sem dúvida, você é um democrata que só quer ouvir a própria voz e que só se importa com o que lhe diz respeito. Então está explicado porque seus comentários foram apagados. Muito provavelmente vc desrespeitou os outros com sua arrogância.

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Carlos Gonzaga
3 meses atrás

Eu nunca desrespeitei ninguém, nunca agi com ignorância com ninguém, e sempre tratei todos com respeito.

Chris
Chris
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Vermelhinhos são acostumados com isso…

Qdo falta argumentos, ate pra gente saber onde estaria a mentira, atacam a fonte ! Heheh

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

O que mais tem na trilogia é rasgador de calcinha do Che Guevara.
Seja igual a seus amigos e respeite as regras do veículo

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Reinaldo Deprera
3 meses atrás

kkkkkkkk

George
George
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Ficar reclamando da notícia não vai resolver o seu problema.

Chris
Chris
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Cara do ceu… Eles não cancelam nem o Kings…

Que vem ate carregado de fake news pro-Russia e vive fazendo apologia a guerra ! Kkk

Last edited 3 meses atrás by Chris
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Alexandre Galante
3 meses atrás

Publicaram uma pró Rússia depois de inúmeras pró Ucrânia.

George
George
Reply to  Vinicius Momesso
3 meses atrás

E a linha editorial é você que da agora?

Grifon Eagle
Grifon Eagle
Reply to  Vinicius Momesso
3 meses atrás

Exatamente!!

George
George
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Comentário bem lamentável o seu. Ao gosta do que lê, vai para outro. Não paga nada por isso.

Toni Cavalcante
Toni Cavalcante
Reply to  Anderson Graça
3 meses atrás

Mas não seria uma guerra relâmpago, de 1 dia apenas?

George
George
Reply to  Grifon Eagle
3 meses atrás

Qual é o problema com o título? (Que gente mais doída)

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
3 meses atrás

A Guerra, além do enorme custo humanitário, está destruindo as cidades ucranianas. Infelizmente uma parte considerável do país precisará ser reconstruída depois que os russos saírem. Felizmente os russos já alocaram, ainda que involuntariamente, cerca de 300 bilhões de dólares para a tarefa.

Nemo
Nemo
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Não, a grana da Rússia será devolvida. A reconstrução virá de empréstimos dos EUA e da UE (que pretende criar um fundo específico para o financiamento). Eles emprestam o dinheiro via fundos ou pelo Tesouro, empresas ocidentais são contratadas para os trabalhos sem risco de default (os riscos ficam com os Tesouros). Resultado: burocratas fortalecendo suas relações com o mercado privado, executivos das empresas envolvidas com bônus milionários e acionistas com ganhos bilionários. Os mortos e os 10 milhões de desalojados…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Nemo
3 meses atrás

Certamente a parte que ficar com a Rússia receberá investimentos chineses.
Aliás, a Ucrânia vinha recebendo muitos investimentos chineses nos últimos tempos.
Talvez esse mapa possa revelar como pode ficar a Ucrânia no futuro.
Esse era o ponto de vista do Professor de Harvard que deu entrevista hoje à GN.

http://s2.glbimg.com/n_AbAKvZDDa0KhmcOcasc8ML4Hc=/290×413/s2.glbimg.com/Ofjsg5fvVyCznxSac9Pngvv_c6g=/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2014/05/11/1foto_.jpg

Marcelo
Marcelo
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

A parte que ficar com a Rússia irá receber investimentos chineses. Kkk… se nem a Crimeia recebeu imagina esses territórios.

Não é atoa que a Rússia tá implorando para os ucranianos reconhecerem para ver se assim alguém invista lá.

Rayan
Rayan
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Não confie tanto nos investimentos chineses.

A capacidade de financiamento chinês não é ilimitada e as empresas chinesas são pragmáticas, não querendo prejuízos e riscos transacionais devido às sançôes. A Rússia terá que trabalhar em um dificílimo programa de substituição de importações e até engenharia reversa. Será enormemente complicado.

Carlos Gonzaga
Carlos Gonzaga
Reply to  Nemo
3 meses atrás

Amigo. A reconstrução da Europa depoi da WW2 foi feita assim. Europa e Japão agradecem. Japão, Alemanha e Itália golearam o mundo e hoje estão muito bem. Obrigado.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Depois que os russos saírem?
Você é otimista, né?
Basta olhar o mapa para afirmar que os russos devem ficar com o sul e o leste do País.
Hoje assisti um pesquisador de Harvard que fala exatamente sobre isso.
Ele disse também que não interessa aos russos atacar Kiev e que os russos tinham condições de acabar com a cidade.
A ideia é forçar a rendição de Zelensky.
E lembre-se.
Quanto mais os ucranianos resistem, mais os russos avançam e conquistam mais territórios.
Depois, quero ver devolver.

Rayan
Rayan
Reply to  Bruno Vinicius
3 meses atrás

Excelente analise.

Leonardo
Leonardo
3 meses atrás

A Rússia mudou a estratégia, agora é drones e ataque de precisão nos depósitos de munições da Ucrânia. Vão primeiro destruir os suprimentos da Ucrânia para depois avançar lentamente.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Leonardo
3 meses atrás

Sabe se esta chegando marmitex? Parece que a maior motivação de avançar e saquear os mercados ucranianos, uma vez que é difícil chegar mantimento e os mercados deles já estarem com falta de alimentos.

Rayan
Rayan
Reply to  Leonardo
3 meses atrás

Perfeita analise. Diversos relatórios, até da Escola de Comando e Estado Maior do Exército brasileiro, focam nessa mudança de abordagem tático -operacional. Diversos analistas ressaltam que o objetivo original era cercar e inviabilizar Kiev, não tomar.

Dude
Dude
3 meses atrás

Vivemos na névoa da guerra. Ninguém sabe até que ponto essas informações (ocidentais) são reais ou são parte da guerra da informação. Eu acompanho os dois lados, as notícias do ocidente e das agências russas, cada um fala uma coisa. E aí amigos do Blog, em quem acreditar? Não sou especialista no assunto, mas a minha conclusão é que as forças ucranianas vão entrar em colapso cedo ou tarde. Eles não tem Marinha nem Força Aeres mais. Em termos proporcionais, os ucranianos perderam muito mais equipamento que os russos e estão praticamente sitiados nas cidades maiores.

Rayan
Rayan
Reply to  Dude
3 meses atrás

Sim, análise consistente. Ainda que as perdas russas em mortos cheguem a 7000 e o dobro de feridos (de acordo com informações de fontes mais críveis, inclusive da inteligência americana) , as perdas ucranianas se situam em mais de 19 mil mortos, dezenas de milhares de feridos, mais de 60% de todo enorme aparato bélico destruido (fontes polonesas), mesmo tendo sido abastecida a Ucrânia com bilhões em armamentos avançados e tendo toda assistência técnica, guerra eletrônica, guerra psicológica, propaganda e de pleno suporte inteligência avançada da OTAN. Porém o Estado -Maior da Ucrânia ontem divulgou mais de 61 mil baixas… Read more »

Fabricio Lustosa
Reply to  Rayan
3 meses atrás

Perfeito

Antoniokings
Antoniokings
3 meses atrás

Não sei que é esse sujeito que escreveu esse texto, mas hoje os russos divulgaram que seus paraquedistas tomaram um quartel ucraniano a oeste de Kiev e filmaram os equipamentos apreendidos.
Por outro lado, ao leste, os russos começam a se aproximar de Zaporizhzhya vindo de leste (estão chegando a Velyka Novosilka) e do sul da cidade (estão em Vasylivka).
A cidade de Ugledar (Vuhledar) foi tomada pelos russos

Nilo
Nilo
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Com todo o otimismo do analista na sua análise em prol dos Ucranianos, é porém tanques russo que desfilam pelas estradas perto de Kiev livremente. Ironia do destino.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Nilo
3 meses atrás

Bem lembrado.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Só agora a Rússia adota um estratégia que deveria ser empregada desde o começo. Moscou foi com “muita sede ao pote”. Um exemplo disso é o uso tardio de drones pelo exército russo, que só foi posto em prática na terceira semana. Moscou percebeu que ‘fez m***’ e a sorte é que a Ucrânia não tem mais força para contra atacar, o que permitiu essa mudança sem maiores problemas.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
3 meses atrás

A Ucrânia não teve força parta contra-atacar em nenhum momento da guerra.
Sua atuação se resume a algumas escaramuças com os russos.

dfa
dfa
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Só para dizer que Kiev continua nas mãos Ucranianas e assim continuará.

Os russos pelos vistos já perceberam que não tem recursos humanos e materiais para conquistar a capital Ucrâniana.

Querem uma solução política.

Putin, vai ter que mendigar aos chineses e vender o país aos mesmos se quiser continuar a manter a pressão sobre a Ucrânia.

“Slava Ukraini”

José
José
Reply to  dfa
3 meses atrás

Se o Putin mendigar pega toda a Ucrânia e a mulher do Zelensky de gorjeta.
Duvida de mendigo não.

Fernando Mattos
3 meses atrás

De mesma autoria, a figura tenta definir os principais objetivos nos níveis político-estratégico-operacional da Rússia. Coerente, mas indicaria que pouco foi atingido até o presente…

FMjLTdgXsAIfdv8.jpeg
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Fernando Mattos
3 meses atrás

Uma coisa que aconteceu tardiamente mas vai melhorar bastante a questão de logística das tropas russas, é o uso do porto de Berdyansk.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Fernando Mattos
3 meses atrás

Acho que o grande revés militar Russo até agora é Kharkiv. Ali de fato os Russos acharam que seriam recebidos de portas abertas pelos moradores da cidade, visto que cerca de 40% deles são russos, a cidade é próxima da Russia, o idioma russo é predominante, ou pelos menos tão falado como o ucraniano. Mas esqueceram e combinar com a maioria ucraniana da cidade. Pra piorar a situação russa, o exército ucraniano posicionou Brigadas de combate muito fortes na cidade no período pré guerra. O que era pra ser um “passeio” virou uma guerra feroz, com as maiores baixas russas… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Oráculo
Augusto L
Augusto L
Reply to  Oráculo
3 meses atrás

“Mas esqueceram e combinar com a maioria ucraniana da cidade.“

Não existe divisão na Ucrânia, todos repito, todos são anti-russos.

Rayan
Rayan
Reply to  Oráculo
3 meses atrás

Parabéns. Há tempos aqui no site eu falo que os maiores gargalos da incursão russa e onde as suas tropas tiveram maiores baixas foram em Kharkiv e Sumy. A inteligência russa avaliou erroneamente o cenário de Kharkiv, prevendo a mesma facilidade que houve nos avanços das províncias de Donbass e Kherson, justamente por Kharkiv ser a cidade mais russofona da Ucrânia, fonte só maior apoio político a políticos ucranianos pró Rússia. Porém a cidade é muito grande, a segunda mais populosa, com muitas indústrias e os batalhões nacionalistas se entricheiraram fortemente, tornando qualquer perspectiva de combate urbano custosa e extremamente… Read more »

Antonio Cançado
3 meses atrás

Seguem as forças terrestres da Rússia sem conseguir prosseguir, e a força aérea bombardeando alvos civis na esperança de fazer as forças terrestres avançar.
Chamem o Zhukov, o Vasilewsky, o Rokossovsky, o Pavlov, o Konev, o Vatutin, o Malinovsky, o Chernyakovsky…

Rayan
Rayan
3 meses atrás

Parabéns ao site. Este relatório, ainda que não perfeito por óbvio, é mais factual e expõe melhor a realidade do campo de batalha que as matérias enviesadas e inseridas no contexto de guerra psicológica e de informação do Ocidente juntamente com o SBU ucraniano.

Anderson Graça
Anderson Graça
3 meses atrás

Um numero crescentes de combatentes sírios estão chegando na Ucrânia. Agora há relatos sobre o russo Wagner Group recrutando líbios do exercito jihadistas de Haftar , sudaneses e quaisquer outros mercenários que ele seja capaz de atrair para lutar na Ucrânia.

Renato Carvalho
Reply to  Anderson Graça
3 meses atrás

Sendo confirmado carimba a incompetência dos russos, vão terceirizar a carnificina pq seus conscritos são débeis.

Fabricio Lustosa
Reply to  Renato Carvalho
3 meses atrás

Olha só! É claro q seu argumento em sentido contrário – Ucrânia recebendo dezenas de milhares de mercenários de outros países – não tem validade no mesmo sentido né? A propósito, se os conscritos russos são “débeis” os rios de dinheiro e armas ocidentais não tem razão alguma de estarem rumando diariamente para a Ucrânia ora essa. Aliás, o q eu estou fazendo aq tentando achar coerência no seu comentário
… Seria o mesmo q dizer para argentinos q Maradona não chega aos pés do Pelé (fato) só q no caso vc não é ocidental muito menos ucraniano.

Capa Preta
Capa Preta
3 meses atrás

Stalin no início do século passado, botou em prática o holomodor, que confiscou a força todo o alimento dos produtores do leste da Ucrânia que ele e os alto comissários desceu partido chamavam de “reacionários produtores Ucranianos” os matando de fome em massa com casos de desespero que acarretaram até em relatos de canibalismo entre parentes e vizinhos, os que se opunham eram levados de trem para áreas de extermínio ou mandados para os campos de concentração na siberia conhecidos gulags. Com a população Ucraniana quase sumindo do leste da Ucrânia então ele iniciou um processo de rusificaçao da região,… Read more »

José
José
Reply to  Capa Preta
3 meses atrás

Você sabe que Stalin é da Geórgia, né?

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  José
3 meses atrás

E Nikita Kruschiev Ucraniano, isto não impediu de ser conhecido como ” o carniceiro da Ucrânia” a religião e pátria destas pessoas e sua ideologia, não a toa a chamam de “a internacional”

Fabricio Lustosa
Reply to  José
3 meses atrás

Para eles o holomodor é culpa da Rússia, toda desgraça ucraniana é culpa da Rússia. Não adianta levar clareza histórica em apontar q o próprio Stalin era georgiano, q Krushev era ucraniano e desenhou as fronteiras atuais da Ucrânia dando de presente grandes áreas a leste do Dnieper e a Criméia inclusive aos ucranianos. A narrativa é praticamente a mesma q eles rebatem veementemente quando é feita com relação a países q se sentem prejudicados historicamente por EUA ou Inglaterra.

Rayan
Rayan
3 meses atrás

O único problema desta fonte é se basear estritamente nos relatórios do Estado -Maior da Ucrânia, que passa uma narrativa de vitórias fictícias para levantar a moral da defesa ucraniana.

Perdas russas são consideráveis e não há o que negar, mas a fonte contradiz vários relatórios, principalmente quanto aos danos infligidos nos ataques de mísseis de cruzeiro a determinadas áreas críticas militares uvrniandas e os avanços diários das tropas russas em Donbass e no sul de Kharkiv. Mas é melhor que Fontes como Daily Mail e CNN.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
3 meses atrás

Opinião do Major General Português.
” Esta malta gosta pouco de ouvir opiniões contrárias”.
Um miliar de alta patente de um país da OTAN falando a verdade.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antonio Palhares
3 meses atrás

“Uma andorinha não faz a primavera…”

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Hcosta
3 meses atrás

Aqui dizemos .
Uma andorinha só não faz verão.
Gosto de pessoas que dizem a verdade independente da pressão.
isto chama-se caráter.
Hcosta. Um abraço.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
3 meses atrás

Estou interessado em ver um desembarque anfíbio por parte dos russos claro.

Ocidental Frustrado
Ocidental Frustrado
Reply to  Renato de Mello Machado
3 meses atrás

Eu, você e os chineses.

Vale lembrar que algumas horas atrás, a costa de Odessa foi bombardeada no que parecia ser uma operação para desminagem.

ORIVALDO APARECIDO SALVADOR JUNIOR
ORIVALDO APARECIDO SALVADOR JUNIOR
3 meses atrás

“Se a Rússia quiser chega em Berlim em 72 horas”
“Se a Rússia atacar, Kiev cai em 30 minutos”
KINGS, ANTONIO

Renato Carvalho
Reply to  ORIVALDO APARECIDO SALVADOR JUNIOR
3 meses atrás

kkkkkk o profeta do caos não da uma dentro.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  ORIVALDO APARECIDO SALVADOR JUNIOR
3 meses atrás

Antonio kids nunca erra.

Carlos Eduardo
Carlos Eduardo
3 meses atrás

Não importa para quem você esta torcendo nessa guerra, oque importa são os resultados, e no médio prazo, a Russa ganha. Nesta guerra, a Rússia não esta conseguindo impor superioridade, e talvez nem consiga captturar Kiev, Suas forças ao norte e mais a nordeste, estão enfrentando dificuldades de várias ordens, mas ao sul, e a leste, o Cenário esta o inverso. Mesmo que a guerra acabasse agora, A Russia pode ser considerada vitoriosa, pois capturaram uma grande area territorial nesta, e conseguiram estabelecer uma grande ligação terrestre com a Crimeia. pode parecer somente visão minha, mas acho que este sempre… Read more »

Renato Carvalho
3 meses atrás

Os EUA poderiam varrer o Afeganistão se o quisessem, vc é adulto e sabe disso militarmente não tem comparação,o grande erro americano foi querer levar democracia a um povo que nem sabe o que é isso, vivem assim e vão morrer assim, já a Ucrânia sentiu o pequeno gosto da democracia e parece que gostaram,, querem distância da tirania russa.

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  Renato Carvalho
3 meses atrás

E não só no Afeganistão. Os países do norte de áfrica, também quiseram a democracia, mas nestes países há grandes divisões e lutas pelo poder. É fácil alterar o equilíbrio do poder nestes países.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
3 meses atrás

Enquanto eu não ler que a Ucrania reverteu a guerra e está avançando sobre a Russia, não volto a ler o forte.

Rayan
Rayan
3 meses atrás

Ontem o Estado -Maior da Ucrânia publicou 61 mil baixas russas, com a mídia ocidental propalando como verdade absoluta.

Abel
Abel
3 meses atrás

No capítulo “(Des)Interpreting the Russian Threat”, Monaghan discute
como o uso acrítico de analogias históricas como a “Nova Guerra Fria”, a
fixação em abstrações questionáveis ​​como guerra híbrida ou A2/AD, e especialmente
pressupostos essencialistas sobre o expansionismo russo tornaram-se uma “armadilha para
pensar” no Ocidente (

fabio
fabio
3 meses atrás

Russia passando vergonha na Ucrânia, o Iraque em 2003 com um dos maiores e mais equipados do oriente, foi varrido em 20 dias e o eua teve 200 baixas

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  fabio
3 meses atrás

EUA nunca errou, apenas quando achou que havia errado.

Colorado
Colorado
Reply to  fabio
3 meses atrás

no Iraque era varios paises contra 1. aqui é a russia contra Ucrania+aliados.
Vergonha é não saber distinguir a situação ou so julgar na torcida msm.

RAFA
RAFA
3 meses atrás

Parabéns pela criação dos mapas. Unir as info em mapa não é tarefa fácil, uni-las de forma tão didática muito menos.

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -