quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

Sancionar a Rússia pode derrubar o Ocidente

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Uma nova Guerra Fria paralisaria o império americano

Por Thomas Fazi

O Ocidente, seguindo a liderança dos Estados Unidos, reagiu à invasão da Ucrânia pela Rússia, introduzindo um regime de sanções “incapacitante”. É uma “guerra econômica e financeira total” destinada a “causar o colapso da economia russa”, admitiu com franqueza o ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire. E, no entanto, muitas das sanções atuais parecem ser restrições comuns usadas contra vários países no passado. Várias delas – incluindo proibições de exportação e o congelamento de certos ativos – foram impostas à Rússia desde a anexação da Crimeia em 2014. Mesmo a tão discutida exclusão de vários bancos russos do principal sistema de mensagens bancárias internacionais, SWIFT, não é nova, já tendo sido usada contra o Irã, com resultados mistos.

O aspecto mais controverso do novo regime de sanções é, sem dúvida, o congelamento das reservas estrangeiras de ouro e divisas da Rússia – cerca de metade de suas reservas totais -, mas mesmo isso não é inédito: no ano passado, os EUA congelaram as reservas estrangeiras detidas pelo banco centra do Afeganistão para impedir o Talibã de acessar seus fundos; os EUA também congelaram anteriormente as reservas cambiais do Irã, Síria e Venezuela.

Então, tomadas individualmente, essas medidas não são tão excepcionais quanto foram retratadas. No entanto, nunca antes tantas sanções foram aplicadas ao mesmo tempo: já existem 6.000 sanções ocidentais impostas à Rússia, que é mais do que as existentes contra o Irã, Síria e Coréia do Norte juntas. Ainda mais importante, nenhum dos alvos anteriores de sanções era remotamente tão poderoso quanto a Rússia – um membro do G20 e a maior potência nuclear do mundo.

Da mesma forma, nenhum dos 63 bancos centrais que são membros do Banco de Compensações Internacionais (BIS) em Basileia – conhecido como o banco central dos bancos centrais – jamais foi alvo de sanções financeiras. Até o próprio BIS aderiu às sanções para impedir o acesso da Rússia às suas reservas offshore. Isso realmente é inédito: desde sua criação em 1931, o BIS nunca havia tomado tal medida, nem mesmo durante a Segunda Guerra Mundial.

Então, o que devemos esperar das sanções? Especialistas e comentaristas ocidentais têm poucas dúvidas: as sanções irão paralisar a economia russa, semear descontentamento entre o povo e as elites russas, e possivelmente até causar a queda do regime de Putin. No mínimo, nos dizem, eles vão atrapalhar os esforços de guerra da Rússia. Mas a história sugere o contrário: veja o Iraque, ou mais recentemente o Irã. Muito mais provável é que este seja o mais recente erro de cálculo estratégico ocidental em uma longa lista de erros estratégicos, dos quais a retirada inglória dos Estados Unidos do Afeganistão é apenas o exemplo mais recente.

Afinal, a Rússia vem se preparando para esse momento há algum tempo. Após a primeira onda de sanções ocidentais, em 2014, e em parte em retaliação contra elas, Putin embarcou no que os analistas chamaram de estratégia “Fortaleza Rússia”, acumulando as reservas internacionais do país e diversificando-as de dólares americanos e libras esterlinas, reduzindo sua exposição externa, aumentando sua cooperação econômica com a China e buscando estratégias de substituição de importações em vários setores, incluindo alimentos, medicamentos e tecnologia, em um esforço para isolar a Rússia o máximo possível de choques externos.

É verdade que Putin cometeu o erro de deixar cerca de metade dessas reservas estacionadas em bancos centrais estrangeiros, resultando no confisco dessas reservas. Mas, mesmo assim, a Rússia ainda tem acesso a mais de US$ 300 bilhões em ouro e reservas cambiais – mais do que a maioria dos países do mundo e mais do que suficiente para amortecer qualquer queda de curto prazo nas exportações ou sustentar o rublo (por um tempo).

Além disso, o banco central russo reagiu às sanções interrompendo os fluxos de capital para fora da Rússia e nacionalizando os ganhos em divisas dos principais exportadores, exigindo que as empresas russas convertessem 80% de seus ganhos em dólares e euros em rublos. Também aumentou as taxas de juros para 20% em um esforço para atrair capital estrangeiro. Essas medidas visam reforçar o valor do rublo e fornecer um fluxo de divisas para o país. Elas parecem estar funcionando: enquanto o rublo está em torno de 40% de seu valor desde o início do conflito, a queda livre da moeda russa parece ter parado por enquanto, mesmo registrando um aumento nas últimas duas semanas. Por enquanto, a conta financeira da Rússia – a diferença entre o dinheiro que entra e sai do país – está longe de ser desastrosa.

Não esqueçamos que a principal fonte de reservas cambiais da Rússia – as exportações de petróleo e gás – foi excluída das sanções, por razões óbvias: para a maioria dos países europeus, a Rússia responde por grande parte de suas importações de petróleo e gás (e outras commodities básicas), e simplesmente não há como substituir essas fontes de energia de um dia para o outro.

Em suma, a Rússia não corre o risco, a curto prazo, de esgotar as reservas e não poder pagar as suas importações. Mas mesmo supondo que o Ocidente decida interromper todas as suas importações da Rússia da noite para o dia, não há razão para acreditar que isso pararia a máquina militar russa. A noção de que “estamos financiando a guerra da Rússia comprando gás e petróleo”, como afirmou recentemente o primeiro-ministro finlandês, é fundamentalmente equivocada.

Como observou o economista Dirk Ehnts, a máquina militar russa, em sua maior parte, não depende de importações (a Rússia é um exportador de armas). O material é adquirido internamente e, como os salários de seus soldados, é pago em rublos, que o banco central russo pode criar em quantidade ilimitada, assim como o Banco da Inglaterra faz quando se trata de libras.

Igualmente infundados são os rumores de um iminente default russo. Nos últimos anos, o governo russo tomou medidas para reduzir seus passivos externos: sua dívida em moeda estrangeira chega hoje a cerca de US$ 40 bilhões – uma quantia pequena em comparação com o tamanho das exportações anuais da Rússia de mais de US$ 200 bilhões em petróleo e gás. Qualquer decisão de calote seria inteiramente política. Não devemos esquecer que os próprios credores que esperam ser reembolsados ​​em dólares são os mesmos que acabaram de confiscar boa parte dos dólares da Rússia – se estes não fizessem seus pagamentos, seria um problema ainda maior para seus países credores ocidentais. Tal como acontece com as exportações de petróleo da Rússia, prejudicar a Rússia inevitavelmente significa prejudicar a nós mesmos.

Além disso, graças aos esforços bem-sucedidos do governo russo para aumentar a produção agrícola doméstica, a produção doméstica de alimentos agora representa mais de 80% das vendas no varejo, acima dos 60% em 2014. Isso significa que a Rússia é amplamente autossuficiente em alimentos. Portanto, mesmo que suas receitas de exportação caíssem (o que é improvável), o país não passaria fome – ao contrário do resto do mundo – e provavelmente seria capaz de continuar a financiar seus esforços de guerra.

Uma proibição seletiva das exportações de componentes ocidentais de alta tecnologia específicos, alguns dos quais devem ser usados ​​na indústria de defesa da Rússia, pode ser mais eficaz? Possivelmente. Mas a Rússia vem reduzindo a dependência de seu aparato militar-industrial de componentes e tecnologias estrangeiras há anos. Mais importante ainda, ambas as hipóteses – de que a economia e as forças armadas da Rússia podem ser derrubadas por meio de proibições de exportação e/ou importação – baseiam-se na suposição falha de que o mundo inteiro está de acordo com as sanções. Mas isso está longe de ser o caso.

Enquanto a maioria das nações do mundo – 143 de 193 – votou por uma resolução na Assembleia Geral da ONU condenando a Rússia, os 35 países que se abstiveram incluem China, Índia, Paquistão e África do Sul, bem como vários estados africanos e latino-americanos. Esses e muitos outros países – incluindo vários que votaram a favor da resolução, como o Brasil – criticaram fortemente as sanções contra a Rússia e devem continuar negociando com Putin. É francamente muito difícil chamar a Rússia de isolada quando algumas das maiores economias do mundo se recusaram a apoiar o regime de sanções do Ocidente.

A China, em particular, tem sido muito veemente em seu apoio à Rússia. Pequim já é o principal parceiro comercial do Kremlin, e só ela pode absorver enormes quantidades de energia e commodities russas, bem como fornecer à Rússia basicamente quaisquer bens industriais e de consumo que este importa atualmente do Ocidente. A China também opera uma alternativa ao sistema SWIFT gerenciado pelo Ocidente chamado CIPS para gerenciar transações internacionais em yuan, o que poderia permitir que a Rússia contornasse parcialmente o bloqueio financeiro do Ocidente. Embora o yuan ainda represente uma pequena porcentagem das transações internacionais, seu papel deve crescer rapidamente nos próximos anos (considere a notícia de que a Arábia Saudita pode começar a precificar suas vendas de petróleo para a China na moeda deste último). Tudo isso ajuda a explicar por que até analistas financeiros ocidentais, como Goldman Sachs e JP Morgan, preveem uma contração anual da economia russa de cerca de 7% – ruim, mas dificilmente catastrófica (a Covid causou uma queda muito maior no PIB para a maioria dos países).

No entanto, muito dependerá da resposta política do governo russo. Obviamente, a retirada de muitas empresas estrangeiras e o declínio nos investimentos estrangeiros aumentarão o desemprego. Mas o governo russo pode amortecer o golpe recorrendo a uma política fiscal expansionista “keynesiana” destinada a aumentar o investimento doméstico e apoiar a renda. Se alguma vez houve um momento para a Rússia abandonar sua política fiscal historicamente ultra-restrita, como vários economistas russos vêm argumentando há algum tempo, é agora.

Há duas semanas, sugeri que, pelo menos a curto prazo, os EUA se beneficiariam do conflito na Ucrânia. A longo prazo, no entanto, está lentamente se tornando claro que a ordem ocidental global liderada pelos EUA sofrerá. A imposição de sanções pelo Ocidente – envolvendo não apenas governos, mas também empresas privadas e até organizações supostamente apolíticas como bancos centrais – enviou uma mensagem clara aos países do mundo: o Ocidente não vai parar por nada para punir os países que saem linha. Se isso pode acontecer com a Rússia, uma grande potência, pode acontecer com qualquer um. “Nós [nunca mais] teremos a menor ilusão de que o Ocidente pode ser um parceiro confiável”, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov. “Faremos tudo para nunca, de forma alguma, depender do Ocidente nas áreas de nossa vida que têm um significado decisivo para nosso povo”.

Essas palavras devem repercutir em todo o mundo, com implicações dramáticas para o Ocidente. Como Wolfgang Münchau alertou: “Para um banco central congelar as contas de outro banco central é realmente um grande negócio… Como resultado direto dessas decisões, transformamos o dólar e o euro, e tudo o que é denominado nessas moedas , em ativos de risco de fato”.

No mínimo, inevitavelmente, levará os países a diversificar suas reservas e aumentar suas participações em yuan, a fim de afrouxar o controle do Ocidente sobre suas economias e reforçar sua resiliência econômica e autossuficiência. Mesmo que não empurre os países diretamente para os braços de Pequim, como já está acontecendo com a Rússia, provavelmente levará ao surgimento de dois blocos cada vez mais isolados: um bloco ocidental dominado pelos EUA e um bloco da Eurásia Oriental dominado pela China.

Nesta nova pseudo-Guerra Fria, os países “não alinhados” podem descobrir que estão em melhor posição para afirmar sua soberania do que estavam sob o império global americano. Esqueça “o colapso da economia russa” – isso pode ser o resultado da nova guerra econômica do Ocidente.

FONTE: unherd.com

- Advertisement -

157 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
157 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Peixe
Peixe
3 meses atrás

Espero que o tanto o FED como BC de Moscow mostre o ouro russo, afinal, só tem petrorublos na mesa. Daqui seis meses volta o petroodolar. Quem vai querer rublos? Aí o Pepe Escobar volta pra kitnet.

Last edited 3 meses atrás by Peixe
Augusto L
Augusto L
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Sim, mas quem depende da energia russa vai ter que pagar! O que ira encarecer a comprar pois vão ter que fazer 2 operações, comprar rublos e depois petróleo ou gás.

Sem falar que por causa da exclusão do Swift e do BIS foca difícil fazer essa operação de compra tanto do rublo quanto do petróleo por quesitos técnicos.

É uma jogada para a Rússia tentar contornar as sanções, se vai funcionar ou não: não sabemos.

Peixe
Peixe
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Então os rublos são pro gás, não vão comprar mais a toa meu caro. Isso não derruba um ocidente inteiro , sim atinge temporariamente pequenas empresas da parte norte da Europa. China vai negociar em rublos, duvido.

Last edited 3 meses atrás by Peixe
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

‘EUA e UE criam ‘força-tarefa’ para reduzir dependência da Europa do gás russo, diz Casa Branca’

Até 2030, eles conseguem.

seuzénétiuôrqui
seuzénétiuôrqui
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Usarão lenha.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

vão vender em BTC

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Vou chamar o Galvão!
Acabou! Acabou!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Na tarde desta quinta-feira (24/3), segundo agências internacionais de notícias, o chefe do Rússia Unida, Andrei Turchak, e o líder checheno, Ramzan Kadyrov, garantiram a conquista.

Será que foi?
Aguardemos confirmação.

seuzénétiuôrqui
seuzénétiuôrqui
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Já tem vídeo!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Rumores sobre a conquista de Mariupol

George
George
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Acabou… com o exército russo. Mais dois meses de combates acirrados e não vai sobrar tanques para ameaçar a otan.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  George
3 meses atrás

Meu caro George.
O que assusta a OTAN são os misseis nucleares.
Que vai ter quebradeira na Europa tambem vai ter.
Qualquer um que vive de fazer negócio na iniciativa privada sabe o custo dos insumos para produzir e colocar no mercado um produto.
O Biden deveria ter conversado mais. Levou para o lado pessoal e deu nisso.

Augusto
Augusto
Reply to  Antonio Palhares
3 meses atrás

Pelo menos disso não podem falar do Putin, ele tentou conversar a meses. Biden (depois do Putin e claro) e o maior responsável pela tragédia que está acontecendo na Ucrânia. Como você mesmo mencionou Antônio ele claramente levou isso tudo para o lado pessoal. Isso demonstra o qual despreparado ele foi para tentar resolver a situação. Ele praticamente colocou o Putin contra a parede obrigando o mesmo a ordenar a invasão (na qual foi um erro, pois Putin acabou fazendo justamente o que o Biden queria). Volto a dizer essa crise poderia muito bem ter sido evitada se não tivesse… Read more »

seuzénétiuôrqui
seuzénétiuôrqui
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Esse já se lascou também! Os patrões perderam o acesso às chaves dos cofres da nação que contém a grana do zé povo. Era de lá que brotavam com facilidade aqueles salários milionários que essa escória recebia. Já vai tarde!

Last edited 3 meses atrás by seuzénétiuôrqui
Marcos10
Marcos10
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Os US$ 600 bi que Putin havia reservado para a guerra foram congelados. Estima-se que somente nos primeiros vinte dias de guerra, os russos tenham tido um custo de US$ 20 bi, a isso deve-se somar a perda de equipamentos: US$ 9 bi. Pelos menos 14 mil soldados russos já morreram ou estão desaparecidos. Tem de botar na conta ainda os custos de evacuação e tratamento de feridos. A economia russa vai de mal a pior. Somente agora, com o fim dos estoques, é que os russos começam a sentir o peso das restrições. De outro lado a China não… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Marcos10
3 meses atrás

Turquia propõe à Rússia passar a usar moedas nacionais no comércio, diz Erdogan

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que Ancara já tinha proposto à Rússia passar a usar as respectivas moedas nacionais no comércio.
Além disso, Erdogan afirmou que a Turquia não se juntará às sanções contra a Rússia, uma vez que não pode permitir que seus cidadãos passem frio sem o gás russo.

Augusto
Augusto
Reply to  Marcos10
3 meses atrás

Isso demonstra que o Putin não preparou adequadamente para essas sanções, se ele planejou essa invasão desde 2014 (como a mídia ocidental tanto propaga) ele deveria ter arrumado um jeito de transferir esse ouro para os bancos russos. Com relação aos custos da guerra começo a acreditar nessa hipótese também. Os russos a dias que não efetuaram avanços significativos na Ucrânia. A cada dia que passa que os russos não decidem essa guerra, mas a Ucrânia se fortalecera com os equipamentos vindos do ocidente. Os russos parecerem que se esqueceram da forma que faziam guerra no período soviético. Aonde estão… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Marcos10
3 meses atrás

o Ocidente congelou 300 bilhões de dólares que estavam no estrangeiro os outros 300 estão na Rússia em dólares libras esterlinas e a maior parte em ouro. 14.000 soldados mortos ou feridos nem a Ucrânia teve coragem de tamanho fake news, 35 países se abstiveram da votação entre eles China ,Índia ,Paquistão e África do Sul e 5 foram contra. A Rússia não está isolada. A Ásia e o Oriente médio estão procurando uma segunda moeda para fazerem suas reservas de capital é a oportunidade que a China precisava. Sua visão só entendi o ponto de vista ocidental para mais… Read more »

George
George
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Os russos podiam pegar esse ouro que eles tanto falam e comprar umas quentinhas para os soldados russos.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  George
3 meses atrás

Vão comprar em rublos.

Presidente da Comissão Europeia diz que exigência da Rússia de receber pagamentos da venda do gás em rublos é “chantagem”Executiva da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, diz que não vai admitir que a Rússia contorne as sanções.

Putin é fod……

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
3 meses atrás

Sancionar a Rússia pode derrubar o Ocidente

Ô

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Reinaldo Deprera
3 meses atrás

Premiê da Polônia: Alemanha, Áustria e Hungria opõem-se a rompimento das relações comerciais com Rússia
Segundo disse Mateusz Morawiecki aos jornalistas em Bruxelas durante a cúpula da UE:

“Infelizmente, grandes países, especialmente a Alemanha, mas também outros Estados grandes e alguns pequenos, como Áustria e Hungria, são mais contidos. Eles se abstêm de tirar conclusões de longo prazo, tais como romper o mais rápido possível, aqui e agora, o comércio com a Rússia”.

Antoniokings
Antoniokings
3 meses atrás

Pode?
Tenho certeza.
E a Europa Ocidental, ou quem entrar nessa furada, vai sofrer o maior impacto.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Voce e’ incapaz de fazer uma analise imparcial. O problema da esquerda que mais contribiu para o baixo nivel intelectual deles, e que nao fazem autocritica.
VIvem de ilusao, simplesmente usando o metodo de distorcer a realidade para satisfazer o ego. Isso e’ pura e simplesmente a maneira de se construir um alienado.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
Reply to  Tadeu Mendes
3 meses atrás

Deixa ele manobrar os exércitos imaginários dele. Isso me fez lembrar que ainda não assisti A Queda.
Vlw Tonho, hoje a noite vou fazer uma sessão cinema inspirada em você.

Gebel
Reply to  Tadeu Mendes
3 meses atrás

A esquerda? Certeza? Porque a maior indústria de distorção cultural já montada se chama hollywood, e ela é tão direitista que se esmera em apagar qualquer referência esquerdista/socialista das narrativas históricas que retrata, passando a ideia de que o país foi construído exclusivamente em cima desses ideais toscos hoje conhecidos como neo liberalismo. Seus blockbusters conseguiram a façanha de convencer todos os cabeças de bagre do mundo de quem venceu a segunda guerra mundial foram os EUA; de apagar a admiração (registrada em cartas, artigos, discursos, ensaios e memórias) de Abraam Lincoln, Mark Twain, e diversos outros expoentes político-culturais da… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Gebel
Carlos Gallani
Carlos Gallani
3 meses atrás

Conversa, tudo isso esta sendo precificado e a contenção de danos fica cada dia mais efetiva.
Isso sem contar que Putin pode sofrer um acidente e tudo voltar a uma relativa normalidade onde todos ganham pois a qualidade de vida Russa média vai regredir 50 anos!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Carlos Gallani
3 meses atrás

Dentro em breve termos 600 milhões de um lado contra 6,4 bi do outro.
Vai bater direitinho.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Carlos Gallani
3 meses atrás

Carlos, o autor (Thomas Fazi) é um progressista que já escreveu sobre como seria o mundo ‘pós neo-liberal.’ É o tipo de cara que faz o Bernie Sanders parecer um porco capitalista selvagem. É interessante o ponto de vista, mas raramente vou concordar com um cara desses no cerne de qualquer questão. Na minha opinião, o artigo é mais um desejo do que uma análise crítica. Mas essa é apenas a minha opinião pessoal.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Carlos Gallani
3 meses atrás

A unica maneira da Russia sair desse buraco e tentar se levantar dos escombros economicos que ja afetam o dia a dia do povo russo, seria atraves de um golpe de estado contra a cupula que rodeia o Putin, e elimina-lo definitivamente. E pensar que a Russia estava indo bem. A Russia estava confortavelmente sentada de camarote, assistindo o embate economico e geopolitico entre os EUA e a China, enquanto ao mesmo tempo, faturava bilhoes com a venda do gas para a Europa. Por de um unico homen, A Russia foi jogada para o abismo. Quantas vezes isso aconteceu na… Read more »

Kornet
Kornet
Reply to  Carlos Gallani
3 meses atrás

Prezado,vc tem que parar de pendar mais pir ideologia e começar a pensar com racionalidade.
Não so esse texto ,mas economistas e a realidade já mostram isso.
Não é pq vc odeia o Putin que só a economia russa deve sofrer,vai ser ou já está sendo a mundial.

Andre
Andre
Reply to  Kornet
3 meses atrás

Quantos países fecharam a bolsa de valores por um mês?

Quantos países estão pagando juros de 20%?

É fácil ver que o autor do texto, que se classifica como socialista, e não apenas progressista, está se baseando exclusivamente nas próprias convicções ideológicas. Ele falou sobre o aumento dos juros da Rússia como se isso fosse algo bom…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Andre
3 meses atrás

Quantos países vão ganhar uma guerra e incorporar cerca de 300 mil km2 das melhores terras do Mundo e ainda grandes reservas minerais?

Chora Dezinho

Hcosta
Hcosta
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Sim, como se a Rússia já não fosse rica em recursos naturais. No entanto continuam a ser uma das economias mais débeis na Europa. Mais do mesmo.
A diferença é que haverão mais pessoas na pobreza…

Andre
Andre
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Em seu mundo da fantasias, a Rússia vai conquistar o mundo.

No mundo real, ainda não conseguiu avançar 150km dentro da Ucrânia.

E fique tranquilo, esses fatos que existem apenas na sua imaginação não me fazem chorar.

Kornet
Kornet
Reply to  Andre
3 meses atrás

Não é isso que a inflação e aumento dos combustíveis e alguns alimentos dizem.
Essas sanções vão afetar muitos países.

Andre
Andre
Reply to  Kornet
3 meses atrás

A principal ferramenta de controle da inflação pelos bancos centrais, como estamos tão acostumados a ver aqui, é a elevação de juros.

E já estamos vendo a subida dos juros em muitos países, mas em nenhum houve consequências tão grandes como na Rússia.

Vai afetar o mundo todo? vai.

Mas não existe nenhuma dúvida que afetará muito mais a Rússia.

Augusto L
Augusto L
3 meses atrás

Boa sorte para quem se aventurar a trocar o dólar por alguma outra moeda. Crypto, Yuan ou Ouro. Nenhuma delas se apresentam como substitutos viáveis. Quanto a estratégia de máxima pressão ela não funcionou no Irã porque os EUA não estavam a fim de lutar uma guerra com o mesmo, o único motivo. O que nos diz muito sobre o que a postura 🇷🇺 adotara se as sanções forem permanentes. Uma postura de extrema agressividade contra a OTAN além de aumentar as pressões geopolítica contra a Alemanha e Turquia, muito dependentes do Gás russo. Quanto a “Fortaleza Russa”, sua economia… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Dentro em breve vc só precisará de dólares para gastar na Disney.

Peixe
Peixe
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

E tá barato hoje, até 4 vai ?depois decola

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Faça sua parte.
Compre títulos da dívida americana.
Afinal, financiar 31 trilhões de dólares deve precisar de muito título.
E tenho a ligeira impressão que muitos países vão se desfazer deles .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Mas, cuidado.

Títulos do governo a caminho do pior ano desde que o Plano Marshall foi promulgado
marketwatch.com/story/government-bonds-on-track-for-worst-year-since-the-marshall-plan-was-enacted-11648207437?mod=home-page

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Não entendo a oligarquia russa. Eles só investem no ocidente em dólar, libras e Euro. Eles vão deixar a Europa para morar na China também?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Palpiteiro
3 meses atrás

E eu também não entendo porque o Governo russo deixava.
Coisas do Yeltsin.
Agora, acabou.
Ainda bem.

Ocidental Frustrado
Ocidental Frustrado
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Você é bom mesmo, hein. Conseguindo prever a economia russa daqui a 20 anos.

Já que você tem essa capacidade analítica, poderia nos informar a economia brasileira daqui a 20 anos. Quero investir a longo prazo, mas ainda não sei por onde começar, seu ponto de vista pode clarear um pouco a minha confusão em alocação de recursos e ativos.

JOSE DE PADUA
Reply to  Ocidental Frustrado
3 meses atrás

Eu desisti de ler aqui:

“Boa sorte para quem se aventurar a trocar o dólar por alguma outra moeda. Crypto, Yuan ou Ouro.
Nenhuma delas se apresentam como substitutos viáveis”

Peixe
Peixe
Reply to  JOSE DE PADUA
3 meses atrás

Ações de usinas nucleares são a melhor e mais segura estratégia. Afinal vai ter reator pequeno tipo o que usarão na lua.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

E nunca compre ações de depósitos de combustiveis ucranianos.
Foram quase todas destruídos.
Vão voltar a andar a cavalo.
Pelo menos no que restar do oeste do País.

Rússia destrói com mísseis Kalibr base de combustível ucraniana na região de Kiev
Na noite desta quinta-feira (24), as forças russas destruíram na região de Kiev com mísseis de cruzeiro Kalibr a maior das últimas bases de combustível da Ucrânia, informa o Ministério da Defesa.

Peixe
Peixe
Reply to  Ocidental Frustrado
3 meses atrás

Quem vai querer ir nos campos pós degelo, inseto pra todo lado e vírus que estavam congelados…. Vou arranjar emprego na xings americana. Kkkk igual a cnn e RT.

Last edited 3 meses atrás by Peixe
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Quem não tem petróleo vai até lá engatinhando
Creio que a maioria dos europeus.
Se meteram em uma furadaça.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ocidental Frustrado
3 meses atrás

Um pequeno exemplo.
Lembra há cerca de um mês que Blinken foi às Ilhas Salomão abrir uma embaixada americana para conter a influência chinesa?
Pois bem.

24/03/22
China deixa EUA para trás ao assinar parceria e querer estreitar segurança com Ilhas Salomão
Taí o resultado.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Ocidental Frustrado
3 meses atrás

Se o Brasil ainda existir no formato atual em 20 anos.

Algumas previsões:
– Baixa arrecadação
– Aumento da divida publica
– Economia estagnada
– Modelo de economia de consumo brasileiro fracassado
– Altas taxas de envelhecimento
– Estagnação do crescimento populacional
– Escassez de capital externo
– Competitividade extremamente pesada e desleal nos mercados internacionais que estiverem de pe até lá
– Provavelmente alta insegurança no nosso ambiente geopolítico
– E por fim a cereja do bolo, a classe media implorando para volta dos militares.

Resumindo: Tire seu dinheiro daqui e se for esperto sai nos próximos 10 anos.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Arrecadação tem subido
Maturidade populacional reverter outros tipos de investimento. Tem prédios de escolas esvaziando
O fluxo de capital já havia aumentado e agora teve acentuada inflexão positiva…Brasil virou porto seguro na crise
A moeda desvalorizada é até sua valorização estimula a indústria a exemplo do que foi a política chinesa
A queda ou criação de novo sistema financeiro interna ional pode beneficiar o Brasil, pois este é justamente seu mercado de venda…é lá que estão seus clientes….não dá para saber ainda.
A política interna terá tendência de regularização após após crise atual…mas sim vai piorar antes.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Caravalho bom dia!

São previsões a longo prazo, 20 anos!

Esses efeitos que falei são provenientes desses 4 probleminhas, aqui:

– Deglobalizacao
– Futura crise de capital (Quando os boomers, morrerem)
– Envelhecimento global da população fazendo a maioria dos países terem uma demográfica péssima
– Alta crise geopolítica

Ainda tem os efeitos do aquecimento global e do middle income trap que sera acentuado pela novas tecnologias e envelhecimento da população.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

daqui 20 anos…..em tese: Mundo multipolar + competitividade economica=desastre para quem enveredar em guerras Crise de capital talves, mas vamos lembrar que o sistema financeiro esta sendo posto em cheque pelo seu marmore na calçada….Fintechs, criptos moedas, etc surgem e desbancam o sistema financeiro… envelhecimento populacional pode envolver produtividade maior numa era de tecnologia de informação e reciplagem constante….um idoso de 50-60 anos aposentava e finalizava sua expectativa de vida…o novo idoso talvez tenha 3 a 4 cursos superiores…morrerá entre 90 a 120 anos….ou mais sabe-se lá dos pulos da medicina….pode ser uma crise…pode ser uma solução…. Não acredito em… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

“Mundo multipolar + competitividade economica=desastre para quem enveredar em guerras.” – Voce não escolhe suas guerras. Eles se colocam como pressuposto, principalmente na Eurasia, a era de cooperação acabou. “Crise de capital talves, mas vamos lembrar que o sistema financeiro esta sendo posto em cheque pelo seu marmore na calçada….Fintechs, criptos moedas, etc surgem e desbancam o sistema financeiro…” Não é um talvez, é certo, + da metade da riqueza mundial é detida pelos Boombers, a maioria dos (🇺🇸, 🇪🇺 e🇯🇵) eles que compreendem o grosso do capital externo, quando eles morrerem suas fortunas serão repassadas para seus filhos e… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Mapa das futuras guerras.

E903521F-BD9E-418B-B0B1-F592F1F8DFAE.png
Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

So as de alta intensidade

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Vc já imaginou como estará a economia americana daqui a 20 anos com uma dívida que está hoje em 30 tri de dólares e que cresce anualmente em mais de 2 tri?
Melhor o Brasil.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Sera a melhor do mundo, a única grande economia que vai conseguir ser baseada em consumo, porque a demográfica americana não é tão ruim quanto o resto.

Vão sugar todo o capital que restar no mundo e fechar sua economia do resto do planeta.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Confia!

‘É vergonhoso’: Quase um terço dos trabalhadores dos EUA ganha menos que US$ por hora.’

E lembre-se.
Com esse salário dá para viver em trailers e comer Cheetos com Coca-Cola todos os dias.
O empobrecimento da população americana é um fato visível e crescente.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Voce nao vive aqui. Somente na sua cabeca alienada pode passar essas ideias. Os que estao abaixo da linha de probreza talvez vivam em contextos dificeis. A maiiria da mao de obra trabalhadora ganha mais de 20 dolares por hora. Os que possuem carreiras especializadas, ganham entre 30 a 45 dolares por hora. Estou falando somente da classe trabalhadora. Tem que se levar em conta que esses valores sao baseados nos salarios aqui em Boston e na area metropolitana. Nem cheguei a nem tocar o tema dos profissionais liberais. Por que voce acha que todo mundo quer imigrar para os… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Tadeu Mendes
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Corrige aí: 15 dólares por hora.

Dilbert_SC
Dilbert_SC
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Olá Augusto L.
Eu acrescentaria à sua lista um item bem importante:

  • Baixa escolaridade/Analfabetismo funcional;

Só esse item impede o Brasil de ter alguma chance de ser uma potência econômica no futuro próximo.

O atual fluxo de capital para o Brasil é apenas uma corrida pelas commodities e os juros altos. Não se animem muito com o dinheiro vindo pra cá. Isso já aconteceu no passado (antes de 2008).

Augusto L
Augusto L
Reply to  Dilbert_SC
3 meses atrás

Sim, item importante!

Ocidental Frustrado
Ocidental Frustrado
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Ou seja, o último apague a luz.

Valéria
Valéria
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Por enquanto o dólar despencou por aqui. Hoje estava 4.93.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

tu já viu a dívida Russa? eles tem ainda muito para se endividar, poderiam expandir o crédito, e assim que a Guerra acabar o Rublo pode se normalizar, acho sua visão muitopessimista.

George
George
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Você viu pra quanto foi a taxa de juros na Rússia? Sabe pra quanto vai a dívida se continuar assim?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  George
3 meses atrás

Presidente do Fed reitera que dívida pública nos EUA está em nível insustentável
O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, voltou a caracterizar a trajetória da dívida pública nos Estados Unidos como “insustentável” e disse que as autoridades no país devem começar a endereçar isso “em breve”.

Cara!
Juros vão se ajustando conforme a situação do momento.
Agora, dívida é coisa seríssima.
Se o próprio chefão deles diz que a situação está insustentável, é porque tá feia a coisa.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  George
3 meses atrás

isso é pq existe uma pressão externa, a Rússia não vai pegar os estrangeiros, ou seja a alta dos juros foi causada por um situação artificial, a situação pode ser revertida futuramente, não tô dizendo que a economia deles tá uma maravilha, mas não tá tão horrível como pintam.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Não existe consumo com uma população em declínio. A Rússia nunca sera uma economia de consumo.

Não é uma solução viavel a longo prazo

Last edited 3 meses atrás by Augusto L
Slow
Slow
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Você como um economista é um ótimo dançarino ..

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Como vc vem falar isso quando alguns países dos países mais ricos e com altos níveis de consumo têm uma população de velhos e grande declínio populacional como Alemanha, Itália e Japão?
Vc está confundindo conceitos econômicos, principalmente quando se trata de decisões de investimento.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

🇮🇹 tem, cerca de 70% e sua economia é estagnada. 🇩🇪 e 🇯🇵 tem menos de 60% baseado em consumo, se não me engano 53% e 55%, respectivamente, e caindo, as 2 são dependentes de exportações. Se considera uma economia de consumo os PIB, que tem mais de 60% composto de “Household consuption” Sendo que a japonesa tem crescido cerca 0,5% a.a, e depois de 2030 podem ter crescimento negativo a Alemanha e Itália indo para o mesmo caminho e em 15 a 20 anos o resto do Globo, excluindo alguns paises. Como: 🇺🇸, 🇫🇷, 🇬🇧, 🇦🇷, 🇹🇷, 🇮🇳, 🇮🇱… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Augusto L
Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Esqueci de colocar a Indonésia e Austrália nessa lista de países também, sendo que as 2 vão enfrentar dificuldades por estarem em uma zona de possível conflito.

A Indonésia mais que a Austrália, seu território e etnia da população permite a potencias realizar politicas conquistar para dividir.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

a População da Rússia se não me engano é a maior da Europa, e eles não precisam de uma população de consuma para ter um crescimento, futuramente com o calote aos estrangeiros e a dívida menor para impulsionar o país ao mesmo tempo que dá fôlego para pagar a dívida acumulada durante a guerra, pelo menos é a saída que eu vejo para eles, quem sabe até um currency board com uma cesta de moedas ao Estilo Singapura.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

A populacao da Russia esta’ encolhendo. Correm o risco de extinguir em menos de 50 anos.

Pergute por que milhares de bebes ucranianos foram levados para a Russia durante esse conflito? Resposta: Milhares.

Enquanto a Ucrania expandia demograficamente, a Russia contiua encholhendo.

Luciano
Luciano
3 meses atrás

Muito bom artigo sem a propaganda ocidental,imparcial. A economia russia será preenchida pela china nas lacunas deixadas pelo ocidente. Outros países como Índia e Brasil ganharão também. Por fim, a russia ganhará poder econômica e político com anexação da ucrania , sem contar com o fim da unipolaridade. Os americanos conseguiram o impossível, aliás china e russia, criaram um mostro pior que a URSS

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Luciano
3 meses atrás

Você acha que esta decisão do Putin vai tornar a vida do seu povo russo melhor ou pior? Em que perspectiva a vida do povo vai ser melhor?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Palpiteiro
3 meses atrás

Eu sei que a Europa Ocidental e os EUA vão perder muito dinheiro.
E a China vai ganhar muito.
Para os russos, a médio prazo, não vai mudar muito.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Luciano
3 meses atrás

Já afirmei aqui.
Se para os EUA seria péssimo enfrentar Rússia ou China separadamente, com as duas juntas, já era.

Reis36
Reis36
Reply to  Luciano
3 meses atrás

Todo mundo so enxerga a Russia pimenta no c deles e refresco ne ,se fizeram com ela coitado do Brasil ,a maior parte do mundo ficou com o pé atrás com essas sanções acho que o mundo com dois mega blocos capitalistas e ótimo pro Brasil.

Henrique
Henrique
3 meses atrás

Análise muito interessante e diretiva no sentido da armadilha que o ocidente pode estar criando pra si próprio.
Jogar os russos no colo da China pode ser o pior erro geopolítico já cometido pelo ocidente e o Putin sabe disso ja tendo, como primeira jogada, determinado o fim das transações em Dolar para as exportações russas….
A mensagem que qualquer economia pode ser subjugada por certas potências ou “consórcios” abre um alerta a todos os países não alinhados a certos eixos de controle..//

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Henrique
3 meses atrás

Erro nada, deixa essas duas ditaduras juntas que uma hora eles destroem um ao outro como sempre acontece quando tem ditaduras muito próximas uma da outra.

Gebel
Reply to  SmokingSnake 🐍
3 meses atrás

Tipo a brasileira, a argentina, a paraguaia e a chilena nos anos 60?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  SmokingSnake 🐍
3 meses atrás

Que mané, ditadura, rapá!
O povo agora quer condições de vida e não papo furado de democracia, liberdade e etc.
Esse papo furado não enche a barriga de ninguém.

Peixe
Peixe
Reply to  Henrique
3 meses atrás

Ninguém aguenta ser chateado por pais com armas nucleares. Humanamente é isso. Chega.de miliciano.

Kornet
Kornet
Reply to  Henrique
3 meses atrás

Pode não já foi e começou com o Bobama.
Muitos países vão ou já estão com os olhos bem abertos com americanos e europeus.
Nenhum país vai aceitar essas imposições e já está tendo reflexos econômicos em outros países.
Enfim é o grande João Bidê e seu mega desgoverno.

Zezão
Zezão
3 meses atrás

Dizer que a China pode ajudar os bancos russos a fazer transações internacionais usando o seu Sistema de Pagamento Interbancário Transfronteiriço (CIPS) baseado em yuan (uma alternativa ao serviço de mensagens SWIFT), só pode ser brincadeira de mau gosto (rs…).
Oras, o CIPS é muito limitado por causa das restrições chinesas à conversibilidade do Yuan!
Pra se ter uma ideia da mediocridade do sistema chinês, enquanto o SWIFT opera 40 milhões de mensagens por dia, o CIPS opera em torno de 11 mil miseráveis mensagens por dia, quase nada quando comparado ao SWIFT.

Não estou inventado, eis a fonte:
https://www.washingtonpost.com/world/2022/03/02/russia-economy-sanctions-china-support-ukraine/

Elisandro
Elisandro
Reply to  Zezão
3 meses atrás

Bobagem. Deveria lembrar que nem todos os bancos russos foram excluídos do SWIFT. E países como a Índia também já estão trabalhando em maneiras de comercializar com a Rússia contornando tal proibição.

Zezão
Zezão
Reply to  Elisandro
3 meses atrás

Disse que o sistema chinês CIPS não poderá ajudar os russos, se alguns bancos russos ainda estão operando no SWIFT e a Índia encontrou maneiras de comercializar com os russos não contradiz a minha afirmação.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Zezão
3 meses atrás

‘Oras, o CIPS é muito limitado por causa das restrições chinesas à conversibilidade do Yuan!’
Esse é exatamente o momento para começar.
Não devemos esquecer que a China tem o maior fluxo de comércio externo, disparado
E crescendo.
Fora que ela está interligando diversas regiões econômicas.
Sem contar que a China não tem problemas de dívida e inflação, como os EUA atualmente.
E finalmente, Washington Post?
Tá de brinca né?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
3 meses atrás

Tenho dúvidas se a galera do chapeu de alumínio conseguiu entender, eu ainda acho que a UE paga por tabela os Russos para bater na Ucrânia.

Elisandro
Elisandro
3 meses atrás

Excelente artigo. Aborda questões que já havia considerado:
A Rússia não irá cair. A China sai fortalecida. E o ocidente mostrou que manter reservas em divisas outrora seguras se tornou arriscado. A ordem mundial vigente até então acabou.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Elisandro
3 meses atrás

Exato!

Gebel
Reply to  Elisandro
3 meses atrás

Eu fiquei pensando aqui comigo: mas será que o Putin é tão burro a ponto de passar quase uma década acumulando reservas pra amortecer o impacto dessas sanções, e deixar metade dessas reservas nas mãos dos próprios países que eventualmente aplicariam as sanções? Ou isso, ou ele queria demonstrar alguma coisa.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Elisandro
3 meses atrás

E a França, já balança.

Macron dá autonomia a multinacionais francesas que desejam atuar na Rússia.

As empresas francesas devem decidir por si mesmas se querem continuar ou não trabalhando na Rússia, disse o presidente francês Emmanuel Macron nesta quinta-feira (24).

“Há pressão, risco de reputação para as empresas [francesas] que operam na Rússia. E aqui minha posição é deixar a escolha para as próprias empresas”, disse Macron durante uma entrevista coletiva em Bruxelas.

Na verdade, estou querendo ver Putin encampar a Lada (Renault) e entregar para os chineses.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Elisandro
3 meses atrás

A Russia vai cair, e a China vai estagnar. O eixo esta mudando sim, mas sem o Ocidente o mundo retrocede.

dfa
dfa
3 meses atrás

Interessante…Mas longe da realidade…
Mais “whisful thinking”( pensamento ilusório) que propriamente fatual.

Muito difícil acontecer dado que a China lucra imenso com o Ocidente.
Seria um tiro no pé cortar suas relações com o Ocidente seu maior e melhor cliente.
Geografia é o segredo para uma melhor análise geopolítica e para determinar os interesses dos estados.
Resolvendo Taiwan tanto os EUA como a Europa estão longe das fronteiras Chinesas…
Já a Rússia…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  dfa
3 meses atrás

Sugiro que leia um dos posts anteriores sobre o Oriente já ser o principal pólo econômico.
E está crescendo, enquanto o Ocidente só patina.

XFF
XFF
3 meses atrás

O lugar mais perigoso de guardar dinheiro hoje em dia é na UE e nos EUA. Se eles zangarem com qualquer país, podem bloquear reservas de qualquer país a qualquer momento.
Isso é uma alerta para outros países, principalmente os países Árabes.

Peixe
Peixe
3 meses atrás

Corretiva de sardinha enlatada portuguesa, melhor ideia!? E Cuba, como está sem gasolina está semana?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Peixe
3 meses atrás

Não sabemos.
Só sabemos que aqui, sem embargo econômico, já chegou a 8 contos o litro.

Material arquivo
Material arquivo
3 meses atrás

Discordo da materia.

Antoniokings
Antoniokings
3 meses atrás

Publiquei em outro posto a opinião do Presidente da Total dizendo que parte da economia europeia vai colapsar.
Eu aposto que a Alemanha vai penar muito.

Luiz
Luiz
3 meses atrás

O texto parece mesclar uma análise pragmática sobre a guerra com propaganda nacionalista russa.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Luiz
3 meses atrás

Entenda o Putin já estava planejando esta jogada desde 2008, montou um plano de estado para isto….precificou os débitos e créditos….um ditador e e jogador de fato…sabe-se Deus mais o que é isto de bastidor…

Grifon Eagle
Grifon Eagle
3 meses atrás

O Brasil n derruba n, mas EUA e Europa, sem sombra de dúvidas!!!

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
3 meses atrás

A China ja recebeu o recado dos EUA. Se cooperar com a Russia, vai sofrer consequencias economicas.

Antoniokings
Antoniokings
3 meses atrás

‘Decisão de cobrar por gás em rublos é ameaça à segurança europeia, diz AIE

Diretor-executivo da agência diz que os países do grupo precisam reduzir imediatamente a dependência do gás e petróleo russos.’

Bem, isso já tinha sido avisado.
A Europa foi nas águas dos EUA e se estrepou;
A perspectiva europeia de só usar gás liquefeito é assustadora para ela.
Isso porque além de ser caro, pode ter suas linhas de abastecimento atacadas, o que seria o caos.

Fernando
Fernando
3 meses atrás

Já virou doença, ou propagando do regime mesmo.

Felipe Morais
Felipe Morais
3 meses atrás

Não concordo com a premissa do texto, mas gostei de seu desenvolvimento. 1) a aplicação de sanções aos russos não irá afundar o ocidente. 2) assim como os russos irão se adaptar, em algum momento, e implementar alternativas, provavelmente em soluções conjuntas com os chineses, o ocidente irá se adaptar e implementar alternativas a energia russa. 3) o texto fala que os russos não irão passar fome e, erroneamente, diz que isso pode acontecer com o ocidente. Não, não irá acontecer. Assim como os russos irão se adaptar, em algum momento, o ocidente tbm irá adaptar sua produção de alimentos… Read more »

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Felipe Morais
3 meses atrás

E a nossa única vantagem é ficar longe disto….

Num cenário como este global, como pode ser ruim ao Brasil? Apenas vejo como o fiel da balança em vários aspectos…nossa cadeira quintuplicar de valor no tabuleiro…

Entendem o que sempre eu disse….?

Quanto vale o peso brasileiro de 1kg numa balanca teoricamente equilibrada de 10kg de cada lado…???? Vale demais, pois onde fica, desequilibra demais….

Augusto
Augusto
3 meses atrás

Hoje Biden falou em uma entrevista que as pessoas devem se preparar para um “food shortage” (escassez de alimentos) e que esse é o preço que devemos pagar pelas sanções impostas à Rússia. Esse sujeito é um desastre completo!!!

Gilberto gomes de oliveira
Gilberto gomes de oliveira
3 meses atrás

Realmente com a entrada do Lula na presidencia. Sabemdo que o maior cliente do brasil é a china.
Com certeza o Brasil deve imediatamente( apos de pagar a divida externa no governo do PT. )
Diverdificar a moeda. Sabendo que temos 89% derivado do dolar.
Iremos para o yuan e o ouro.enos dolar e menos euro.

Carlos Campos
Carlos Campos
3 meses atrás

Olha boicotar os russos eu acho normal, mas congelar ativos do BC Russo é casus belli, deviam ter deixado os ativos intocados, ou serem devolvidos o valor em Rublos ou dólares, seja lá como for, quanto ao BIS, é uma lástima, jogou lama na sua imagem, tinha a reputação de nem na 2GM ter impedido a atuação financeira dos Nazistas, quanto ao ocidente cair, é exagero, não vai, mas o padrão de vida europeu vai diminuir com certeza, pelo menos é minha aposta, energia limpa no c@ dos outros é refresco.

Ocidental Frustrado
Ocidental Frustrado
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Você tocou em um importante assunto que muitos ignoram quando analisa o cenário econômico, o congelamento dos ativos do BC russo. Isso é uma medida sem precedentes, mas isso não é novo, a UE e os EUA congelaram os ativos do BC venezuelano, mas como era a Venezuela ninguém se preocupou com as possíveis consequências deliberadas desse congelamento, agora viram que o mesmo ocorreu com os russos que tinham centenas de bilhões de dólares, isso abriu um precedente muito negativo para os EUA que dependem da confiança do seu sistema monetário e financeiro, essa medida gerou reações nos BCs mundiais,… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Ocidental Frustrado
3 meses atrás

Realmente vários países no Mundo que não querem dizer amém para os EUA e UE, vão agorar tentar pensar em sistema de reservas cambiais que não seja ter “dólares” por meio de títulos da divida americana, o problema é o que pode substituir o dólar como moeda de reserva, a Libra não dá, Iene seria bom, mas não dá, o Euro não dá, o Franco Suíço ainda podemos pensar, o Yuan é uma incógnita pq ficariam dependentes da China.

Ocidental Frustrado
Ocidental Frustrado
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Como moeda de reserva ainda falta um bom caminho para possíveis substitutos quererem reivindicar. Eu acredito que o mundo caminha para o que os analistas geopolíticos chamam de “bi-multipolaridade“, o “bi” quer dizer um mundo global com maior interferência da China e EUA que serão as potências globais a longo prazo, a “multipolaridade” é com relação aos eixos de poder regionais ou extra-regionais, isso acabará criando por inércia blocos econômicos regionais em que a dependência do mundo se torna menor das potências globais e são mais conectadas regionalmente, a consequência disso é que moedas de reservas globais tendem a ter… Read more »

MAB
MAB
3 meses atrás

Tudo conforme planejado ! Nada mais a acrescentar.

vsv3v6ojtdp81.jpg
George
George
3 meses atrás

Vietcrânia

Gabriel BR
Gabriel BR
3 meses atrás

Que o império ocidental desmorone!!!!!!!! hahahahahahaha

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Gabriel BR
3 meses atrás

Falou o cara que mora no Ocidente, jesus.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Heinz Guderian
3 meses atrás

Brasil não é considerado ocidente por EUA e UE jovi. kkkkk

É a mania de brasileiro achar que fazem parte do primeiro mundo kkk

Andre
Andre
3 meses atrás

Esse Thomas Fazi é o que se apresenta como “Journalist/writer/translator/socialist”?

Gebel
Reply to  Andre
3 meses atrás

Sim, e ele sempre acertou em suas análises até o momento. O que pesa mais pra você?

Andre
Andre
Reply to  Gebel
3 meses atrás

Você poderia, por favor, compartilhar uma previsão acertada dele?

Gebel
Reply to  Andre
3 meses atrás
Leonid Brejnev
Leonid Brejnev
3 meses atrás

Excelente essa explicação, o problema é que na republica bundeleira, a mídia não mostra esses fatos. De fato o Brasil nuca será uma nação forte e respeitável, não esqueço quando Israel disse que o Brasil é um anão diplomático.

Rodes
Rodes
3 meses atrás

nao demorou nem 1 dia para a realidade desmoronar esse artigo

FOsNrvoWYCkMeCT.jpg
Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rodes
3 meses atrás

Prezado.
Não há solução para a Europa.
Mesmo que consigam trocar o gás russo, o gás liquefeito é muito mais caro e vai inviabilizar grande parte da economia europeia.
É simples assim.

Rodes
Rodes
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Que honra, mestre Kings respondeu um comentário meu.

Mestre, o capitalismo vai contornar mais essa.

Abraços.

ps: adoro seus embates com outro mestre, o Bosco

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Rodes
3 meses atrás

Prezado Rodes.

O capitalismo sempre faz isso.
Mas creio que a solução mais viável seria transferir a produção para outro País que ofereça mais vantagens comparativas.
E podemos argumentar. Ah! Mas com o ‘fim’ da globalização, muitas empresas vão querer voltar para casa.
Não adianta muito.
A longo prazo, a manutenção de estruturas econômicas (industriais e comerciais) ineficientes tende a prejudicar a empresa e o País onde ela está.
O exemplo mais fácil de perceber é a ‘reserva de mercado’.
Nunca se sustenta.

Abraços.

E que continuemos entabulando discussões.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Rodes
3 meses atrás

pra comprar gás caro dos EUA, agora a Alemnha decola, ops quis dizer os EUA

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
3 meses atrás

Com a palavra, o ‘especialista”… kkkkk

screenshot.29.jpg
Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
Reply to  Yuri Dogkove
3 meses atrás

Eu só não entendo como um “especialista” pode errar tanto… kkkkk

Paulo
Reply to  Yuri Dogkove
3 meses atrás

Porque “uma vez boscó, sempre boscó”.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Yuri Dogkove
3 meses atrás

o que ele errou? só falou de mísseis multifunção

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
Reply to  Carlos Campos
3 meses atrás

Negativo! Ele afirmou que o sistema Bastion (Oniks) era “apenas” um míssil anti navio! Uma coisa é você interpelar o colega para corrigi-lo, outra é interpelar para mentir descaradamente. O tempo é o senhor da razão…

Last edited 3 meses atrás by Yuri Dogkove
sub urbano
sub urbano
3 meses atrás

“Uma proibição seletiva das exportações de componentes ocidentais de alta tecnologia específicos, alguns dos quais devem ser usados ​​na indústria de defesa da Rússia, pode ser mais eficaz? Possivelmente.”

Nesse ponto quem perdeu foi a Ucrania, era a maior fornecedora de componentes da industria russa e trocou isso pra ser destino pra turismo sexual e barriga de aluguel.

Augusto L
Augusto L
Reply to  sub urbano
3 meses atrás

O mais eficaz e á saída de empresas investidoras e prestadoras de serviços de alta complexidade para indústria de oleo&gás russas, junto com a proibição de tecnologias que eles usam para perfuração.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Se a Halliburton sair eles não tem a curto-médio prazo uma empresa chinesa para substituir com a mesma expertise.

As únicas possibilidades são outras consultorias europeias que podem ser barradas tbm.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Augusto L
3 meses atrás

Não há problema.
O custo de produção russo é muito baixo e mesmo que utilizem uma tecnologia ‘mais atrasada’ ainda continuará competitiva.

Nonato
Nonato
3 meses atrás
Tomcat4,3
3 meses atrás

Sinceramente ,achar que detonar a economia do maior país do planeta não impactaria o mundo todo é de uma inocência absurda. Os EUA vão rodar cada vez mais a cada nova negociação sem uso de dólares, seja de qual produto for.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Tomcat4,3
3 meses atrás

O maior país do planeta, com quase 90% não habitado. Vastas regiões inóspitas.

João Augusto
João Augusto
3 meses atrás

Perfeita análise. Já há tempos se sabe que quanto mais violentamente o poder estabelecido age mais vulnerável ele está. Os países não são bobos. Esse conflito não sairá barato para o bloco capitaneado pelos EUA. China agradece.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
3 meses atrás

Eu já disse eu vou repetir… Burro é que acompanha os EUA nas sanções econômicas sem ver se depende ou não da Russia! No caso da Europa, o presidente Putin já informou que só vai vender petróleo e gás russo na moeda dele. E agora José?!? Vai fazer o que? A Europa depende do gás russo. E como já foi dito por um analista norte-americano, isolar a Rússia é formar um novo eixo (Antiga aliança nazista da segunda guerra mundial) com a China. E assim fortalecer quem?!? A China. Eu até realmente estava torcendo que o Trump caísse da Presidência… Read more »

seuzénétiuôrqui
seuzénétiuôrqui
3 meses atrás

“Congelamento” no caso trata-se de roubo, pilhagem, butim, que é praticado por essa quadrilha de punguistas profissionais.

Marco Antônio
Marco Antônio
3 meses atrás

Pareceu um texto de ensino médio.

Alecs
Alecs
3 meses atrás

Alguém teve a curiosidade de abrir o site original dessa matéria? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Parece mais um fã clube do Putin kkkkkkkkkkkkkkkk Totalmente ridículo! Piado total hem editores! Fotinha com o Putin e bandeirinhas da rússia, fotinha do Putin lutando judô, fotinha do Putin na neve kkkkkkkkkkkkkkkk Fã club do Putin mais um site que só publica sputinisse! kkkkkkkkkkkkkkkkk

Alecs
Alecs
Reply to  Alecs
3 meses atrás

Ahhhh! Agora que entendi. Essa matéria é pra agradar as putinetes! kkkkkkkkkkkkkkkkk

Wesley
Wesley
3 meses atrás

Muito boa análise e deliciei com cada parágrafo

Sérgio Paixão
Sérgio Paixão
3 meses atrás

Putin não é bobo, sabia exatamente o que estava fazendo.

Acacor
Acacor
3 meses atrás

Pode derrubar o ocidente mas não pode derrubar a Rússia …

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...